Você está na página 1de 3

2017­6­1

2017­6­1 InstitutoLudwigvonMisesBrasil InstitutoLudwigvonMisesBrasil http://www.mises.org.br

InstitutoLudwigvonMisesBrasil

InstitutoLudwigvonMisesBrasil

http://www.mises.org.br

Osistemafinanceiroécapitalista?

porFranciscoPompeu,quinta­feira,5demarçode2009

Arecém­desencadeadacriseeconômicatemlevadomuitoscomentaristasapressadosadeclarara

mortedoliberalismo.Algunsmaisexageradoschegamaenxergaraquedadeumnovomuro,agorao

deWallStreet.Aeconomiadelivremercadoteriademonstradosuaineficiência,suaincapacidadede

proversegurançaedesenvolvimento.

Entretanto,umolharmaisatentonoslevaaconclusõesopostas.Éaceitoamplamentequeacrisetem

origemnosistemafinanceiro.Vejamosalgumascaracterísticasdestesistemaeinvestiguemosse

realmenteeleatendeaosrequisitosmínimosparaserclassificadocomodelivremercado.

1. Oprodutobásicocomoquallidaosistemafinanceiroéamoeda.Hátemposnosdiversos

mercadosamoedanãopassadepapelpintado,decursoforçado,emitidodeformamonopolista

pelosdiversosgovernos,semnenhumtipodelastroougarantiareal.Amoedapodesercriadaem

qualquerquantidadepelaautoridadeemissora,tendo,portanto,seuvaloramplamentemanipulado

pelogoverno.Eventualmente,comodemonstradoeminúmerosepisódiosdehiperinflaçãoaolongo

dahistória,amoedapodeterseuvalorreduzidoazero,deixandodeserumbemeconômico.

2. Osbancoseinstituiçõesfinanceirasqueatuamnestemercadosomentepodemfazê­locom

autorizaçãoexpressadosgovernos.Osentesgovernamentaisdistribuempara,algunsescolhidos,

cartaspatentesquehabilitamseusdetentoresparaasoperaçõescomoprodutomoedaeseus

derivados.Portantonãohálivrecompetiçãonemgenuínaliberdadenoacessodeempresáriosaeste

mercado.

3. Asregrasparaatuaçãonomercadofinanceirosãoestritamentemoldadas,controladase

fiscalizadaspelosórgãosgovernamentais.Noâmbitonacionalocontroleéexercidopelosbancos

centrais,enquantonointernacionalosagentesfinanceirossesubmetemaregrascomoas

configuradasnoAcordodeBasiléia.Nãohálivreiniciativanemliberdadeempresarialnostais

mercadosfinanceiros.

4. Opreçofundamentalnosmercadosfinanceiros,ataxadejuros,édefinidopelosbancos

centrais.Nãohá,portanto,oprocessodelivrenegociaçãocomaofertaeademandademoeda

2017­6­1

InstitutoLudwigvonMisesBrasil

definindooníveldospreços,situaçãotípicadosmercadoslivrescapitalistas.Nummercadosem

intervenção,ospreçossãoresultadodasaçõesedasinformaçõesdemilhõesdeagentesnum

processodeinteraçãodinâmicaemcontínuamutação.Aomesmotempoemquesãodefinidospela

açãodosempresários,ospreçosdemercadoguiameinformamaatuaçãoempresarial,indicandoas

iniciativaseconomicamenteviáveis.Claroqueataxadejurosdefinidapelosbancoscentraiséuma

meta,maseladistorcedemaneirainegávelospreçosnomercadofinanceiro.Aonãoincorporaros

conhecimentoseinformaçõesdosincontáveisagenteseconômicos,masapenasavisãolimitadae

distorcidadaautoridademonetária,ataxadejurosadministradapropagafalsossinaiseinformações

equivocadas,induzindoempreendimentoscomgrandeprobabilidadedefracasso.

5. Umaspectofundamentaldosistemadelivremercado,orespeitoaodireitodepropriedade,não

vigoranosistemafinanceiro.Asregrasvigenteshojepermitemoregimedecoeficientedecaixa fracionário,ouseja,dosdepósitosrecebidosapenasumafraçãopermanecenocaixaàdisposiçãodos depositantes.Aadoçãodocoeficientedecaixafracionárioimplicaalavancagemdosrecursos realmenteexistentesnoscofresdasinstituiçõesfinanceiras.Osbancos,aoreceberemodepósitode umclientecomocompromissoimplícitodeguardá­loemsegurança,emfunçãodosmecanismosde alavancagem,emprestamodinheirorecebidoparadezenasdeoutrosclientessemautorização

expressadodepositanteinicial.Nocasodosbancosamericanosograudealavancagemchegoua32,

ouseja,paracadadólardepositadoobancoemprestava32.Nosbancosbrasileiros,mesmo

escaldadospelarecentecrisequemotivouoPROER,ograudealavancagempassade12.O

depositantetemseudireitodepropriedadedesrespeitadoeobancocriamoedadonadamediante

expedientesmeramenteescriturais,atividadeque,arigor,nãosedistinguedasimplesfalsificaçãode

moeda.Note­sequeosmodernosinstrumentosfinanceirossobreosquaisamentalidadeestatistae

antilibertáriajogaaresponsabilidadedacriseatualnãopassamdenovasecriativasmaneirasdese

cometerovelhopecadodomultiplicadorbancário.

6. Diantedeumacorridabancária,situaçãoemqueosdiversosclientescomparecememmassa

aosbancospararesgatarseusdepósitos,umbanqueiroalavancadoestariaemvirtualfalência.

Entretanto,odetentordecartapatentebancáriadesfrutadeoutroprivilégioqueodistinguedos

empresárioscapitalistascomuns.Nestecaso,vememseusocorroobancocentralepõeàsua

disposiçãonumeráriosuficienteparaimpediraquebradobanco.Estaaçãodobancocentral,como

emprestadordeúltimainstância,paraprotegerosinteressesdobanqueiro,aoaumentaramassa

monetária,gerainflação,prejudicandoapopulaçãoemgeral,queterápartedesuariqueza

seqüestrada.

Emresumo:osistemafinanceiroemseudesenhoatualnãoéumsistemadelivremercadonos

marcosdasregrasuniversaisdodireito.Trata­sedeumprocessocaracterizadopormonopólio

governamental,monopóliosprivadosporconcessãoestatal,porpreçosadministrados,pelainiciativa

empresarialseveramentetolhida.Alémdisso,nosistemafinanceiro,direitosfundamentais,como,por

exemplo,odepropriedade,sãodesrespeitados,vigemprivilégiosinaceitáveiscomoapermissãode

emitirmoedafalsa.

Assim,nãosepodeaceitarqueacriseatualsejadecorrentedolivremercado.Oqueentrouemcrise

foiummodelofortementereguladopeloEstado,soboregimedepreçosadministrados,ondeo

desrespeitoaosprincípiosfundamentaisdoDireitoépermitido.

2017­6­1

InstitutoLudwigvonMisesBrasil

FranciscoPompeuéfísicopelaUFMG,EspecialistaemPolíticasPúblicaseGestãoGovernamental

pelaENAPeMestreemEconomiadaEscolaAustríacapelaUniversidadReyJuanCarlosdeMadri.

Vejatambém: