Você está na página 1de 18
SobreSobre aa EvoluEvoluççãoão RecenteRecente dada PobrezaPobreza ee dada DesigualdadeDesigualdade Ipea - Instituto
SobreSobre aa EvoluEvoluççãoão
RecenteRecente dada PobrezaPobreza ee dada
DesigualdadeDesigualdade
Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada
BRASIL
Ricardo Paes de Barros
Brasília, setembro de 2009

Taxa anual de crescimento da renda domiciliar per capita por decimos da distribuição: Brasil, 2001 a 2008

capita por decimos da distribuição: Brasil, 2001 a 2008 9.0 8.1 8.0 10% mais pobres 7.0
9.0 8.1 8.0 10% mais pobres 7.0 6.5 6.0 6.0 5.5 5.0 5.0 4.7 4.0
9.0
8.1
8.0
10% mais pobres
7.0
6.5
6.0
6.0
5.5
5.0
5.0
4.7
4.0
4.0
3.4
10% mais ricos
2.6
3.0
Média nacional
2.0
1.5
1.0
0.0
Primeiro
Segundo
Terceiro
Quarto
Quinto
Sexto
Sétimo
Oitavo
Nono
Décimo
Taxa de crescimento nos últimos 7 anos(%)

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2001 a 2008.

Distribuição dos países no mundo segundo a taxa de crescimento anual do PIB per capita

Distribuição dos países no mundo segundo a taxa de crescimento anual do PIB per capita anual entre os anos de 1990 e 2005

11 10 China 9 8 Taxa de crescimento dos 10% mais pobres Brasil 2 7
11
10
China
9
8
Taxa de crescimento dos
10% mais pobres Brasil 2
7
6
5
4
3
Alemanha
2
1
Taxa de
crescimento dos
0
10% mais ricos Brasil 2
-1
-2
Haiti
-3
-4
-5
0
5
10
15
20
25
30
35
40
45
50
55
60
65
70
75
80
85
90
95
100
Taxa de crescimento do PIB per capita anual (1990-2005)

Distribuição dos países 1 (%)

Fonte: Estimativas produzidas com base no Human Development Report (2007-2008) PNUD. Nota: 1. Estão sendo considerados 171 países para os quais existem a informação. 2. Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2001 e 2008

Evolução da extrema pobreza: Brasil, 2001 a 2008 20 19 Extrema pobreza em 2001 18

Evolução da extrema pobreza: Brasil, 2001 a 2008

20 19 Extrema pobreza em 2001 18 17 16 15 14 8.7 Redução na extrema
20
19
Extrema pobreza em 2001
18
17
16
15
14
8.7
Redução na
extrema pobreza
13
12
11
10
9
8
Extrema pobreza em 2008
7
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
Porcentagem de extremamente pobres (%)

Ano

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2001 a 2008.

Evolução da extrema pobreza: Brasil, 2001 a 2008
Evolução da extrema pobreza: Brasil, 2001 a 2008
20 Redução da extrema pobreza necessária 19 para alcançar o ODM em 2015 Extrema pobreza
20
Redução da extrema pobreza necessária
19
para alcançar o ODM
em 2015
Extrema pobreza
em 2001
18
17
16
2,6
15
14
13
Redução na
12
8.7
extrema
pobreza
11
10
9
8
Extrema pobreza em 2008
7
1999
2000
2001
2002
2003
2004
2005
2006
2007
2008
2009
2010
2011
Porcentagem de extremamente pobres (%)

Ano

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2001 a 2008.

Porcentagem de extremamente pobres (%)

Evolução temporal da extrema pobreza: Brasil, 1990 a 2008

27

24

21

18

15

12

9

6

22,6

22,9

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

22,1

17,8

17,4

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

17,7

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

16,8

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

17,3

17,4

17,5

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3
22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

16,5

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3
22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

15,1

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

13,3

22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3
22,6 22,9 22,1 17,8 17,4 1 7 , 7 16,8 17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3

10,8

10,3

17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3 1 0 , 8 10,3 8 , 8 1990 1991
17,3 17,4 17,5 16,5 15,1 13,3 1 0 , 8 10,3 8 , 8 1990 1991

8,8

1990 1991 1992

1993 1994 1995 1996

1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008

Ano

Evolução temporal da extrema pobreza: Brasil,1976 a 2008

27 25,9 24,6 23,0 24 23,1 22,9 22,1 22,6 20,4 21 19,6 21,4 20,2 19,2
27
25,9
24,6
23,0
24
23,1
22,9
22,1 22,6
20,4
21
19,6
21,4
20,2
19,2
19,9
20,2
17,4
17,7 17,8
17,5
17,4
18
18,6
17,3
16,8
16,5
15
15,1
13,3
12
10,3
10,8
9
10,2
8,8
6
1976
1978
1980
1982
1984
1986
1988
1990
1992
1994
1996
1998
2000
2002
2004
2006
2008
Porcentagem de extremamente pobres (%)

Ano

Evolução da pobreza e extrema pobreza:

Brasil, 2003 e 2008

(%)

Indicadores

2003

2008

Pobreza em 2008 como porcentagem do nível em 2003

Pobreza

 

Porcentagem de pobres

39,4

25,3

64

Hiato de pobreza

18,2

10,4

57

Severidade da pobreza

11,1

6,0

54

Extrema Pobreza

 

Porcentagem de extremamente pobres

17,5

8,8

50

Hiato de extrema pobreza

7,3

3,7

51

Severidade da extrema pobreza

4,4

2,4

54

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2003 e 2008.

Nota 2:. Estão sendo utilizadas as linhas de pobreza regionalizadas considerando a média nacional para a pobreza de R$ 187.50 e para extrema pobreza de R$ 93.75.

Evolução da pobreza e extrema pobreza:

Brasil, 2007 e 2008

(%)

Indicadores

2007

2008

Pobreza prevista para 2013 como porcentagem do nível em 2008, mantida a velocidade do último ano

Pobreza

 

Porcentagem de pobres

28,1

25,3

59

Hiato de pobreza

11,9

10,4

50

Severidade da pobreza

7,1

6,0

45

Extrema Pobreza

 

Porcentagem de extremamente pobres

10,3

8,8

45

Hiato de extrema pobreza

4,5

3,7

39

Severidade da extrema pobreza

3,0

2,4

35

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2007 e 2008. Nota 2:. Estão sendo utilizadas as linhas de pobreza regionalizadas considerando a média nacional para a pobreza de R$ 187.50 e para extrema pobreza de R$ 93.75.

Estimativas da contribuição da queda na desigualdade de renda per capita para a redução na pobreza e extrema pobreza: Brasil, 2001 e 2008

(%)

 

Pobreza

Extrema pobreza

Indicadores

Porcentagem

de pobres

Hiato de

pobreza

Severidade

da pobreza

Porcentagem de

extremamente

Hiato de

extrema

Severidade da

extrema pobreza

pobres

pobreza

Distribuição de 2001

38,7

18,0

11,1

17,4

7,4

4,7

Distribuição de 2008 caso a desigualdade fosse a mesma de 2001

31,8

14,3

8,7

13,2

5,7

3,7

Distribuição de 2008

25,3

10,4

6,0

8,8

3,7

2,4

Redução na pobreza (em pontos percentuais)

Total

13,4

7,6

5,1

8,7

3,7

2,3

Devida ao crescimento

6,9

3,7

2,4

4,2

1,7

0,9

Devida a redução na desigualdade

6,5

3,9

2,7

4,5

2,0

1,3

Contribuição para a redução na pobreza

Contribuição do crescimento

51,4

49,1

47,2

48,6

46,0

41,4

Contribuição da redução da desigualdade

48,6

50,9

52,8

51,4

54,0

58,6

Importância da redução na desigualdade

Crescimento observado na renda per capita

2,8

2,8

2,8

2,8

2,8

2,8

Crescimento necessário para garantir a mesma queda na pobreza caso a desigualdade fosse a mesma de 2001

5,4

6,0

6,5

6,4

7,4

9,3

2,9

3,6

4,3

4,2

5,2

7,4

Crescimento equivalente à redução na desigualdade (em pontos percentuais)

Estimativas da contribuição da queda na desigualdade de renda per capita para a redução na pobreza e extrema pobreza: Brasil, 2007 e 2008

(%)

 

Pobreza

Extrema pobreza

Indicadores

Porcentagem

de pobres

Hiato de

pobreza

Severidade

da pobreza

Porcentagem de

extremamente

Hiato de

extrema

Severidade da

extrema

pobres

pobreza

pobreza

Distribuição de 2007

28,1

11,9

7,1

10,3

4,5

3,0

Distribuição de 2008 caso a desigualdade fosse a mesma de 2007

26,5

11,1

6,6

9,5

4,2

2,8

Distribuição de 2008

25,3

10,4

6,0

8,8

3,7

2,4

Redução na pobreza (em pontos percentuais)

Total

2,8

1,5

1,0

1,5

0,8

0,6

Devida ao crescimento

1,6

0,8

0,5

0,8

0,3

0,1

Devida a redução na desigualdade

1,2

0,7

0,6

0,8

0,5

0,4

Contribuição para a redução na pobreza

Contribuição do crescimento

57,7

51,4

44,4

50,4

35,2

25,7

Contribuição da redução da desigualdade

42,3

48,6

55,6

49,6

64,8

74,3

Importância da redução na desigualdade

Crescimento observado na renda per capita

5,1

5,1

5,1

5,1

5,1

5,1

Crescimento necessário para garantir a mesma queda na pobreza caso a desigualdade fosse a mesma de 2007

9,1

10,6

12,1

10,6

16,6

24,1

4,0

5,5

7,0

5,5

11,5

19,0

Crescimento equivalente à redução na desigualdade (em pontos percentuais)

Determinantes imediatos da queda na pobreza e na desigualdade:

Brasil, 2001, 2007 e 2008

 

Renda per

Renda per

Contribuição para a variaçao (%)

 
 

Razao entre a renda dos 10% mais ricos e 10% mais pobres

 

capita dos

capita dos

 

Razao entre a renda dos 10% mais ricos e 10% mais pobres

Factuais e contra-factuais

10% mais

pobres

(R$/mês)

10% mais

ricos

(R$/mês)

Renda per

capita dos

10% mais

pobres

Renda per

capita dos

10% mais

ricos

Determinante

2001

34

2316

68

   

2001

com a proporção de adultos

 

de 2008

36

2398

66

11

33

11

Proporçao de adultos

2001

com a proporção de adultos

47

2456

53

42

23

54

Renda não derivada do trabalho

e

a renda não trabalho de 2008

2001

com a proporção de

   

adultos, a renda não trabalho e a taxa de ocupaçao de 2008

48

2558

54

4

41

-4

Taxa de ocupaçao

2008

58

2566

44

43

3

39

Renda do trabalho por trabalhador

2007

51

2475

49

   

2007

com a proporção de adultos

 

de 2008

51

2488

49

10

15

9

Proporçao de adultos

2007

com a proporção de adultos

53

2542

48

27

59

19

Renda não derivada do trabalho

e

a renda não trabalho de 2008

2007

com a proporção de

   

adultos, a renda não trabalho e a txa de ocupaçao de 2008

54

2546

47

6

4

6

Taxa de ocupaçao

2008

58

2566

44

57

21

66

Renda do trabalho por trabalhador

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2001 e 2008.

Evolução de outras dimensões da pobreza entre crianças e jovens de 0 a 17 anos - Brasil, 1992 e 2008

(%)

 

Pobreza (Probabilidade média)

 

Desigualdade (Índice de dissimilaridade)

Indicadores

Indicador como porcentagem de seu nível atual mantida a velocidade do período

Velocidade

Indicador como porcentagem de seu nível atual mantida a velocidade do período

Velocidade do

 

1992

2008

do progresso

1992

2008

progresso

Acesso a serviços habitacionais básicos

 

Porcentagem de crianças de 0 a 5 anos que vivem em domicílios sem acesso adequado à agua

39

22

0,39

Acelerado

24

13

0,39

Acelerado

Porcentagem de crianças de 0 a 5 anos que vivem

53

34

0,50

Significativo

30

17

0,42

Acelerado

em domicílios sem acesso adequado a

saneamento

 

Acesso à informação

Porcentagem de crianças e adolescentes de 7 a 17 anos que vivem em domicílios sem televisão e telefone

 

85

19

0,10

Extremamente

55

10

0,07

Extremamente

acelerado

acelerado

Acesso à educação

Porcentagem de crianças de 5 a 6 anos que não freqüentam a escola

45

12

0,12

Extremamente

14

4

0,12

Extremamente

acelerado

acelerado

Porcentagem de crianças de 7 a 14 anos que não freqüentam a escola

 

Extremamente

Extremamente

12

2

0,05

acelerado

5

0

0,02

acelerado

Porcentagem de adolescentes de 15 a 17 anos que não freqüentam a escola

 

Extremamente

Extremamente

37

15

0,23

acelerado

13

4

0,16

acelerado

Evolução de outras dimensões da pobreza entre crianças e jovens de 0 a 17 anos - Brasil, 1992 e 2008

(%)

 

Pobreza (Probabilidade média)

 

Desigualdade (Índice de dissimilaridade)

Indicadores

1992

2008

Indicador como porcentagem de seu nível atual mantida a velocidade do período

Velocidade do

1992

2008

Indicador como porcentagem de seu nível atual mantida a velocidade do período

Velocidade do

 

progresso

progresso

Progresso e conclusão educacional

Porcentagem de crianças de 11 anos que não completaram a 4 a série

 

Extremamente

69

47

0,55

Significativo

32

13

0,24

acelerado

Porcentagem de adolescentes de 15 anos que não completaram o ensino fundamental

 

Extremamente

85

57

0,54

Significativo

43

20

0,30

acelerado

Porcentagem de jovens de 18 anos que não completaram o ensino médio

93

75

0,71

Lento

53

29

0,39

Acelerado

Trabalho precoce e desemprego juvenil

 

19

 

0,20

Extremamente

8

2

0,17

Extremamente

Porcentagem de crianças de 10 a 14 anos trabalhando

7

acelerado

acelerado

Porcentagem de adolescentes de 15 a 17 anos que buscam trabalho e permanecem desempregados

17

23

1,70

Retrocesso

4

6

1,76

Retrocesso

Vulnerabilidade entre mulheres e jovens

Porcentagem de meninas de 15 a 17 anos que são cônjugues em alguma família

4

4

0,86

Lento

3

3

0,85

Lento

Porcentagem de meninas de 15 a 17 anos que já são mães

5

5

1,17

Retrocesso

2

2

1,00

Lento

Mortalidade

Taxa de mortalidade dos filhos nascidos vivos entre mulheres de 15 a 44 anos (em mil)

 

Extremamente

74

37

0,35

Acelerado

17

7

0,26

acelerado

Extrema pobreza por idade: Brasil, 2008

20 18 16 14 12 10 Média nacional 8 6 4 2 0 0 5
20
18
16
14
12
10
Média nacional
8
6
4
2
0
0
5
10
15
20
25
30
35
40
45
50
55
60
65
70
75
Extrema pobreza (%)

Idade

Fonte: Estimativas produzidas com base na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) de 2008.