Você está na página 1de 1

A nossa Galáxia e o Querubim protetor

Por Ruy Porto Fernandes

A Via Láctea1, galáxia onde se localiza o Sistema Solar2, no qual a Natureza foi
formada, pertence a um Grupo Local de galáxias3 contendo mais de 35 galáxias, com o centro
gravitacional localizado entre a nossa galáxia e a galáxia de Andrômeda.

As galáxias foram formadas na origem do Universo, há 13,7 bilhões de anos, e a Terra


foi formada a não menos que 4,54 bilhões de anos4. Embora o Sistema Solar seja recente, os
elementos o formaram possuem a mesma idade do Universo. Portanto, como pertencendo a
um Todo, a nossa galáxia tem origem no Princípio de tudo (Gn 1.1).

Entretanto, creio que a passagem em Ezequiel 28, embora se referindo a um rei terreno
detentor de terras, vidas e comércio, na verdade, está tipificando o ser espiritual, e físico, que
é a nossa galáxia, a Via Láctea. Ou seja, o querubim protetor (Ez 28.12-18) eleito para ser o
originador e guardião da vida que expressasse o Todo, o seu Deus e Senhor.

Contudo, ele não guardou o seu domínio e foi achado em pecado, pois tentou criar a
vida segundo o seu propósito. Daí a natureza obedecer ao ciclo de vida e morte, da luta pela
sobrevivência, onde o mais forte, ou o melhor adaptado, consegue sobreviver.

Seu poder e força foi exercido de tal modo que afetou o Todo, ao único Deus. Assim,
Deus mesmo teve que intervir e interromper o curso que este querubim, em particular, vinha
seguindo. Por isso, no registro fóssil da nossa natureza, constatamos as seguidas extinções em
massa5 das espécies existentes à época, até que a vida, tal como vemos hoje, surgisse.

Mas o causador desta dor e sofrimento estava impune. Faltava o julgamento deste
querubim e seus seguidores, que até hoje persistem em segui-lo. Eles são os responsáveis de
usurpar o devido poder, que foi acordado com o Todo, com Deus, antes do Princípio dos dias
(Gn 1.5). Assim, alterando a Lei da Vida, e introduzindo a lei na morte e suas conseqüências.
Seria um ciclo perpétuo de vida e morte que se arrastaria por toda a eternidade, e a todo
universo, criando inumeráveis deuses, tal como proposto por escrituras e filosofias que não
são judaico-cristãs.

Não fosse a intervenção divina de Iaveh, o Deus dos hebreus, tal princípio maligno se
espalharia por todo o universo contaminando todas as galáxias (Isaías 14.12-17). Portando, o
que vemos hoje revelado nas Escrituras Sagradas Judaico-Cristã, nada mais é do que a Obra
de Resgate e Salvação para reconduzir a Verdade à sua proposta original.

O Senhor Jesus Cristo nos deu a vitória para que pudéssemos viver com Ele para
sempre (Lc 11.20-23), sem estarmos sujeitos à morte (João 16). Pois o Senhor é o detentor da
Vida, Ele tem as chaves da morte e do Hades, conforme a revelação do livro do Apocalipse
atesta (Ap 1.17-18).

1. http://pt.wikipedia.org/wiki/Via_Láctea
2. http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_Solar
3. http://pt.wikipedia.org/wiki/Grupo_Local
4. http://pt.wikipedia.org/wiki/Terra
5. http://pt.wikipedia.org/wiki/Extin%C3%A7%C3%A3o_em_massa

Niterói, 30 de julho de 2010