Você está na página 1de 3

EXCELENTSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CVEL DA

COMARCA DE

PROCESSO ELETRNICO

, j qualificado nos autos em epgrafe, mediante sua curadora


Especial infra-assinada, vem, respeitosamente perante a ilustre presena de
Vossa Excelncia, nos autos do processo em epgrafe, oferecer, tempestivamente:

CONTESTAO
Na forma de negativa geral, pelos motivos de fato e fundamentos
jurdicos a seguir, expondo e requerendo o que segue:
Alega o autor que o ru no tem pleno uso de suas faculdades
mentais para reger os atos de sua vida, possuindo doena neurolgica, devendo
por conseguinte ser interditado.
No tocante ao mrito, por carecer de subsdios necessrios para
uma defesa especificada, resta embargar por negativa geral (JTJ 119/121),
elidindo-se os efeitos da revelia, e isto nos moldes do Cdigos de Processo Civil,
em seu artigo 341, pargrafo nico, infra transcrito:
Art. 341. Incumbe tambm ao ru manifestar-se precisamente
sobre as alegaes de fato constantes da petio inicial, presumindo-se
verdadeiras as no impugnadas, salvo se:
I - no for admissvel, a seu respeito, a confisso;
II - a petio inicial no estiver acompanhada de instrumento que
a lei considerar da substncia do ato;
III - estiverem em contradio com a defesa, considerada em seu
conjunto.Pargrafo nico. O nus da impugnao especificada dos fatos no se
aplica ao defensor pblico, ao advogado dativo e ao curador especial.
A contestao oferecida por Curador especial exclui e impede
julgamento antecipado da lide. ( RTJ 99/847, RT 497/118, 509/157, 591/237).

DOS PEDIDOS
Mediante as razes de fato e de direito expostas, vem o Ru, a
Ilustre presena de Vossa Excelncia, por meio de seus representantes legais,
REQUERER:

Seja devidamente RECEBIDA E PROCESSADA a presente


contestao por negativa geral;

Seja determinada a INVERSO DO NUS DA PROVA;

Considerando a IMPOSSIBILIDADE DA CONTESTAO


ESPECIFICADA, por falta de elementos, a incumbncia da Autora de
provar os fatos constitutivos de seu direito.

Que seja julgada TOTALMENTE IMPROCEDENTE a


presente demanda, condenando-se ao pagamento de honorrios
advocatcios e demais despesas processuais;

Requer os benefcios da JUSTIA GRATUITA, com fulcro


no art. 2, pargrafo nico da Lei n 1.060, de 05/02/50, por se tratar de
pessoa pobre nos termos da lei, sem condies econmicas de arcar com
custas processuais e honorrios advocatcios sem prejuzo do sustento
prprio, assistido por defensor pblico;

Protesta provar o alegado por todos os meios de provas em


direitos admitidos
Sem outros requerimentos, serve-se da presente para elevar os
votos de estima e distinta considerao por esta Egrgia Vara Cvel, Douto
Magistrado, Ilustre Parquet Ministerial e toda Zelosa Serventia Judicial.
Termos em que,
Pede e espera, deferimento.

Você também pode gostar