Você está na página 1de 1

Pré-vestibular Popular da Engenharia da UFF 4) Aumenta-se a temperatura de um corpo de 100°C,seu

LISTA 2 - Física II- Profª: Priscila Camargo volume aumenta 0,06%.Calcule o coeficiente de dilatação
volumétrica desse corpo.
1) (UFMG-2006) João, chefe de uma oficina mecânica, 5) O gráfico mostra como varia o comprimento (L) de uma
precisa encaixar um eixo de aço em um anel de latão, barra metálica em função da temperatura (T).
como mostrado nesta figura. À temperatura ambiente, o L(cm)
diâmetro do eixo é maior que o do orifício do anel. 20,02
Sabe-se que o coeficiente de dilatação térmica do latão 20,00
é maior que o do aço. Diante disso, são sugeridos a João
alguns procedimentos, descritos nas alternativas a
seguir, para encaixar o eixo no anel. Assinale a 50 T(ºC)
alternativa que apresenta um procedimento que NÃO Podemos afirmar que o coeficiente de dilatação
permite esse encaixe. volumétrica do metal é:
a) 2,0X10-5 b) 6,0X10-5
-5
c)4,0X10 d) 8,0X10-5 e) 10,0X10-5

6) A figura a seguir ilustra um arame rígido de aço, cujas


extremidades estão distanciadas de "L".

a) Resfriar apenas o eixo.


b) Aquecer apenas o anel.
c) Resfriar o eixo e o anel.
d) Aquecer o eixo e o anel.

2) (UFES-2000) Uma placa metálica tem a sua Alterando-se sua temperatura, de 293K para 100°C, pode-
temperatura elevada uniformemente de 20°C para 30°C. se afirmar que a distância "L":
No final do processo, verifica-se que a razão entre as a) diminui, pois o arame aumenta de comprimento, fazendo
áreas final A(f) e inicial A(i) é A(f)/A(i) = 1,001. Com com que suas extremidades fiquem mais próximas.
esses dados podemos afirmar que o coeficiente de
dilatação linear do material da placa, em °C-1, é: b) diminui, pois o arame contrai com a diminuição da
a) 1 × 10-5 b) 2 × 10-5 temperatura.
c) 3 × 10-5 d) 4 × 10-5 e) 5 × 10-5 c) aumenta, pois o arame diminui de comprimento, fazendo
com que suas extremidades fiquem mais afastadas.
3) O coeficiente de dilatação térmica do alumínio é,
aproximadamente, o dobro do coeficiente de dilatação d) não varia, pois a dilatação linear do arame é compensada
térmica do aço. A figura mostra duas peças onde um pelo aumento do raio "R".
anel feito de um desses metais envolve um disco feito e) aumenta, pois a área do círculo de raio "R" aumenta com
do outro metal. À temperatura do ambiente, os discos a temperatura.
são presos aos anéis.
7) No estudo dos materiais utilizados para a restauração de
dentes, os cientistas pesquisam entre outras características o
coeficiente de dilatação térmica. Se utilizarmos um material
de coeficiente de dilatação térmica inadequado, poderemos
provocar sérias lesões ao dente, como uma trinca ou até
mesmo sua quebra. Neste caso, para que a restauração seja
considerada ideal, o coeficiente de dilatação volumétrica do
material de restauração deverá ser:
a) igual ao coeficiente de dilatação volumétrica do dente.
b) maior que o coeficiente de dilatação volumétrica do
Se as duas peças forem aquecidas uniformemente, é correto dente, se o paciente se alimenta predominantemente com
afirmar: alimentos muito frios.
a) apenas o disco de aço se soltará do anel de alumínio. c) menor que o coeficiente de dilatação volumétrica do
dente, se o paciente se alimenta predominantemente com
b) apenas o disco de alumínio se soltará do anel de aço. alimentos muito frios.
c) os discos se soltarão dos respectivos anéis. d) maior que o coeficiente de dilatação volumétrica do
dente, se o paciente se alimenta predominantemente com
d) os discos permanecerão presos sem soltar por maior que alimentos muito quentes.
seja o aumento de temperatura. e) menor que o coeficiente de dilatação volumétrica do
e) os metais entrarão em fusão antes de se soltarem. dente, se o paciente se alimenta predominantemente com
alimentos muito quentes.