Você está na página 1de 1

Universidade do Sudoeste da Bahia

Segundo semestre de 2016 (janeiro a junho de 2017).


Disciplina: Filosofia
Curso: Pedagogia
Professor: Me. Diogo Campos da Silva
E-mail: diucampos@gmail.com

Avaliao escrita

Instrues:
a) Apenas sero aceitas respostas digitalizadas e enviadas por e-mail e at a data acordada
com a turma. Coloque seu nome na pgina de resposta como tambm no ttulo do arquivo
enviado.
b) No plagie. Plgio crime! Plgio descoberto resultar em nota 0. O mesmo vale para
provas iguais ou muito semelhantes.
c) Caso cite autores diretamente, coloque, ao menos, entre parnteses, o nome do autor, ano
de publicao e nmero de pgina da citao.
d) Para cada resposta, o nmero mnimo de linhas exigido 5. No h mximo. Porm, no
exagere.
e) Para cada letra (A, B, C e D) escolha apenas uma questo (1 ou 2) para responder.
f) No simplesmente reproduza ou parafraseie as palavras do autor que voc est comentando.
Procure usar suas prprias palavras para mostrar o que voc entende das ideias do autor.
g) Responda com ateno, clareza e vontade. Boa prova!

A) 1. Desenhe e explique a alegoria da linha dividida (os graus ou nveis de realidade e os


modos de apreenso e conhecimento com eles envolvidos).
A) 2. O que a arte para Plato? Em que nvel de realidade da linha dividida ela se encontra?
Qual a faculdade humana a ela ligada e que espcie de conhecimento obtemos atravs dela?
Por que Plato expulsa os artistas da cidade ideal?

B) 1. Quais as partes da alma humana segundo Plato? O que um homem justo? Quais as
classes sociais que toda cidade precisa ter? O que uma cidade justa? Quais as
correspondncias entre as partes da alma e as classes da cidade?
B) 2. Quais as formas de governo que Plato discute? Em que consiste cada uma delas? Qual
a ideal e por qu? Qual a pior e por qu?

C) 1. Quais as etapas da dvida hiperblica na primeira meditao metafsica de Descartes e


quais os argumentos de cada etapa? Ou seja, reconstrua os passos da dvida. Que tipo de
ceticismo o cartesiano?
C) 2. Qual a certeza que resulta da dvida radical e hiperblica na segunda meditao
metafsica de Descartes? Explique o contedo dessa certeza. Respiro, logo existo seria
equivalente a Penso, logo existo para Descartes?

D) 1. Explique com o mximo de detalhes que puder os argumentos da primeira ou da


segunda prova da existncia de Deus na terceira meditao metafsica de Descartes. Ou seja,
reconstrua com suas palavras uma das provas.
D) 2. Em que consiste o erro para Descartes, segundo o que exposto na quarta meditao?
Por que no posso responsabilizar Deus por meus erros?
1