Você está na página 1de 10

Introdução

Hidrostática é o ramo da Física que estuda a força exercida por e sobre líquidos em
repouso. Este nome faz referência ao primeiro fluido estudado, a água, assim por razões
históricas se mantém este nome. Fluido é uma substância que pode escoar facilmente,
não tem forma própria e tem a capacidade de mudar de forma ao ser submetido à acção
e pequenas forças. A palavra fluida pode designar tanto líquidos quantos gases. Ao
estudar hidrostática é de suma importância falar de densidade, pressão, Princípio de
Pascal, em puxo e o Princípio Fundamental da Hidrostática.

1
Desenvolvimento
Densidade
Densidade (ou massa específica) de um corpo é a relação entre a massa do m e o
volume do mesmo, ou seja:

A densidade informa se a substância da qual é feito um determinado corpo é mais ou


menos compacta. Os corpos que possuem muita massa em pequeno volume, como é o
caso do ouro e da platina, apresentam grande densidade. Já os corpos que possuem
pequena massa em grande volume, como é o caso do isopor, apresentam pequena
densidade. A unidade de densidade mais usada é 1g/cm3. Para a água temos que a sua
densidade é igual a 1g/cm3, ou seja, 1cm3 de água tem massa de 1g. Apesar de esta
unidade ser a mais usada, no SI (sistema Internacional de Unidades) a unidade de
densidade é 1kg/m3.

Pressão
É a relação entre a força aplicada perpendicularmente sobre um corpo e a sua área sobre
a qual ela actua. Matematicamente temos:
P= F/A
A unidade de pressão no SI é o newton por metro quadrado (N/m2), também chamado
de pascal (Pa), em homenagem a Blaise Pascal, físico francês que estudou o
funcionamento da prensa hidráulica.

Pressão atmosférica
A pressão atmosférica é a pressão hidrostática causada pelo peso do ar acima do
ponto de medição. Áreas de baixa pressão, têm menos massa atmosférica acima
do local, enquanto que as áreas de alta pressão têm mais massa atmosférica acima
do local. Da mesma forma, quanto maior for a elevação, menos massa
atmosférica acima haverá, por isso que a pressão diminui com o aumento da
altitude.
Lei de Arquimedes
Um corpo sólido imerso num fluido sofre a acção de uma força dirigida para cima igual
ao peso do fluido deslocado.
FE = Wfluido = ρfluido. Vdeslocado. g
Isto é devido à pressão hidrostática no fluido.

2
A diferença de pressão é a origem da força de em puxo
No caso de um navio, o seu peso é contra-balançado por uma força de impulsão igual ao
volume de água que desloca, que corresponderá ao volume submerso do navio. Se lhe
for acrescentada mais carga, esse volume submerso vai aumentar, e, com ele, a força de
impulsão, permitindo ao barco flutuar. No Brasil, dá-se o nome de em puxo a esta força.
A descoberta do princípio da impulsão é atribuída a Arquimedes.
Princípio Fundamental da Hidrostática

Também chamado de Princípio de Stevin, diz que:

“A diferença de pressão entre dois pontos do mesmo líquido é igual ao produto da


massa específica (também chamada de densidade) pelo módulo da aceleração da
gravidade local e pela diferença de profundidade entre os pontos considerados”.

Simbolicamente podemos escrever:

Onde d é a densidade do líquido, g é o módulo da aceleração da gravidade local e h é a


diferença entre as profundidades dos pontos no mesmo líquido.

3
Exercício
1. (UNIPAC-96) Uma prensa hidráulica possui pistões com diâmetros 10cm e 20cm. Se uma força de
120N actua sobre o pistão menor, pode-se afirmar que esta prensa estará em equilíbrio quando sobre o
pistão maior actuar uma força de:

a. 30N
b. 60N
c. 480N
d. 240N
e. 120N

2. (UFV 95) Uma lata com dois orifícios encontra-se parada, imersa em um recipiente com água. O
orifício superior comunica-se com o exterior através de uma mangueira. Ao injectarmos ar pela
mangueira, é correcto afirmar que a lata:

a. Afundará
b. Subirá
c. Aumentará de peso
d. Permanecerá parada.
e. Receberá ar pelo orifício inferior.

3. Um reservatório da COPASA, situado no alto do bairro Queluz, em Lafaiete, possui uma altura de
aproximadamente 20m. Qual a pressão efectiva que o chão irá sustentar quando o reservatório estiver
completamente cheio? Dados: massa específica da água: µ=1x103kg/m3; aceleração da gravidade
g=10m/s2.

4. Um grande reservatório contém dois líquidos, A e B, cujas densidades são, respectivamente, dA=0,70 e
dB=1,5 (veja a figura). A pressão atmosférica local é de 1,0 x105 N/m2.

Qual é, em N/m2, a pressão absoluta nos pontos (1), (2) e (3)? Dado: aceleração da gravidade g=10m/s2.

5. Qual é o valor da massa específica média da Terra, se o seu volume vale aproximadamente 20x1019m3 e
sua massa vale 6x1024kg?

a. 3,9x100,11kg/m3
b. 1,8x10-4kg/m3
c. 3 X104kg/m3
d. 4,4x10-5kg/m3
e. 3x105kg/m3

4
6. Um bloco de ferro (d=7,6) tem as seguintes dimensões: 20cm x 30cmx 15cm. Determine:

a. A massa do bloco.
b. A maior e a menor pressão que este bloco poderá exercer sobre a mesa sobre a qual ele será
colocado, quando apoiado em uma das suas três faces. Dado: aceleração da gravidade g=10m/s2.

7. (Direito.C.L.-94) Um corpo pesa 4N fora da água. Imerso totalmente em água o seu peso aparente é
3N. O empuxo exercido pela água sobre o corpo é de:

a. 7,0N
b. 12N
c. 3N
d. 1N
e. 4,0N

8. Um mecânico equilibra um automóvel, usando um elevador hidráulico. O automóvel pesa 800kgf e


está apoiado em um pistão cuja área é de 2.000cm2. Determine o valor da força que o mecânico está
exercendo na chave, sabendo-se que a área do pistão no qual ele actua é de 25cm2.

9. Um consumidor, desconfiado da qualidade da gasolina que comprou em um posto, resolveu testar a sua
densidade. Em um sistema de vasos comunicantes, contendo inicialmente água (d=1), despejou certa
quantidade da gasolina. Após o equilíbrio, o sistema adquiriu a aparência abaixo representada. Determine
a densidade da gasolina comprada.

10. (UFMG-97) A figura mostra três vasos V1, V2 e V3 cujas bases têm a mesma área. Os vasos estão
cheios de líquidos l1, l2 e l3 até uma mesma altura. As pressões no fundo dos vasos são P1,P2 e P3,
respectivamente. Com relação a essa situação é correcto afirmar que:

a. P1 = P2 = P3 somente se os líquidos l1, l2 e l3 forem idênticos.


b. P1 = P2 = P3 quaisquer que sejam os líquidos l1, l2 e l3 .
c. P1 > P2 > P3 somente se os líquidos l1, l2 e l3 forem idênticos
d. P1 > P2 > P3 quaisquer que sejam os líquidos l1, l2 e l3 .

11. (UFOP-93) Para se medir a pressão de um gás, P, usa-se um manómetro, que consiste de um tubo em
forma de U contendo hg (d=13,6x103kg/m3). Com base na figura, e sendo a pressão atmosférica
Pa=1,0x105N/m2, determine P. Considere a aceleração da gravidade local g=10m/s2.

5
12. (FUNREI-97) Em dias muitos húmidos, aparece o fenómeno da cerração, que consiste em uma
grande quantidade de vapor d’água que não consegue subir para as camadas mais altas da atmosfera. Esse
fenómeno ocorre porque:

a. a pressão atmosférica é menor que o peso do vapor d’água


b. a pressão atmosférica é maior que o peso do vapor d’água
c. a densidade relativa do ar húmido é menor que a do ar seco
d. a densidade relativa do ar húmido é maior que a do ar seco

13. (UFMG-95) Um certo volume de água é colocado num tubo em U, aberto nas extremidades. Num dos
ramos do tubo, adiciona-se um líquido de densidade menor do que a da água, o qual não se mistura com
ela. Após o equilíbrio, a posição dos dois líquidos no tubo está correctamente representada pela figura:

14. (UFMG-96) Três vasos M, N e P têm formas diferentes com áreas iguais na base, como mostra a
figura. Os vasos contêm água até a mesma altura.

Sejam DM, DN, DP, as pressões exercidas pela água sobre a base dos vasos M, N e P, respectivamente.
Com relação a essas pressões pode-se afirmar que:

a. DM < DN < DP
b. DM = DN = DP
c. DM> DN> DP
d. DM> DP> DN

15. (UNIPAC-97) A densidade do alumínio é 2,7 g/cm3. Isso significa que um cubo maciço de alumínio
com aresta de 0,8m terá massa de:

a. 19KG
b. 1,4KG
c. 1,9x102KG
d. 1,4x103KG

6
16. (UFV 96) Uma lata de um litro, contendo 200g de óleo, fica em equilíbrio quando imersa em água.
Sendo a massa específica da água 1000kg/m3 e a aceleração da gravidade g=10m/s2, o peso da lata vazia
é:

a. 8N
b. 12N
c. 10N
d. 2,0N
e. 4,0N

17. (UFV 94) Sabe-se que certos peixes possuem uma certa estrutura denominada bexiga-natatória, que
tem por finalidade lhes permitir permanecer imersos a uma certa profundidade. A função física da bexiga-
natatória é controlar a densidade média do peixe de forma a:

a. Alterar a densidade da água


b. Manter o empuxo menor que seu peso
c. Manter o empuxo maior que seu peso
d. Manter o empuxo igual que seu peso
e. Alterar a sua massa

18. (UFLA-95) O empuxo exercido sobre um corpo imerso em um líquido depende:

a. Do volume do líquido deslocado e da densidade do corpo.


b. Da densidade e do volume do corpo
c. Do volume e da densidade do líquido deslocado
d. Somente do volume do líquido deslocado
e. Somente da densidade do líquido deslocado

19. (Direito.C.L.- 96) o princípio de Arquimedes trata das forças que actuam num corpo quando
colocado num fluido qualquer. Este princípio está relacionado com os fatos apresentados nas afirmações
abaixo EXCETO:

a. Se afundarmos um balão de plástico numa piscina, quando a soltarmos, ela subirá até a
superfície e flutuará.
b. Se enchermos um balão de plástico com um gás especial ele poderá flutuar no ar, enquanto se ele
for cheio com gás de nossos pulmões, observaremos que ele não flutuará e cairá no chão.
c. Na linguagem comum, costumamos dizer que os aviões são aparelhos mais pesados que o ar,
indicando que o empuxo que recebem do ar é menor do que seu peso.
d. é impossível fazer um balão cheio de gás flutuar na lua.
e. o peso de um balão na lua, é menor do que o peso de um balão na Terra.

20. (UNIPAC-96) Um objecto de massa igual a 0,15Kg acha-se a uma profundidade de 2Km no oceano.
Se o objecto cai com uma velocidade limite de 20m/s, pode-se afirmar que a força que a água faz sobre
ele vale (considere a aceleração da gravidade g=10m/s2):

a. 9,8N
b. 0,15N
c. 1,5N
d. 20N
e. zero

7
21. (UFV2001) A figura abaixo ilustra um recipiente contendo, em equilíbrio, água, óleo e um cubo de
madeira de 0,10 m de aresta.

Sabendo-se que as densidades da água e do óleo são, respectivamente, 1000 kg/m3 e 750 kg/m3 e que 20%
do volume do bloco está imerso na água, pode-se afirmar que a massa do bloco é:

a. 0,80 kg
b. 0,25 kg
c. 0,20 kg
d. 0,60 kg
e. 0,75 kg

GABARITO

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21
p1=1,0x105Pa m = 68,4 kg
2,0x105Pa
c b p2=1,7x105Pa c pMAX=2,28x104Pa d 100N 0,8 a 1,136x105Pa d a b d a d c e c a

p3=2,9x105Pa pMIN=1,14x104Pa

Conclusão

8
A partir do princípio de Stevin pode-se concluir que:

• Pontos situados em um mesmo líquido e na mesma horizontal ficam sujeitos a


mesma pressão;

• A pressão aumenta com o aumento da profundidade;

• A superfície livre dos líquidos em equilíbrio é horizontal.

Bibliografia

9
www.wikipedia.com

www.fisica.net

10