Você está na página 1de 97

Lei de Moises

Est udo pessoal

Lei de Moisés
AO terceiro mês da saída dos filhos de Israel da terra do Egito, no mesmo
dia chegaram ao deserto de Sinai,
Porque partiram de Refidim e entraram no deserto de Sinai, onde se
acamparam. Israel, pois, ali se acampou em frente ao monte.
E subiu Moisés a Deus, e o SENHOR o chamou do monte, dizendo: Assim
falarás à casa de Jacó, e anunciarás aos filhos de Israel:
Vós tendes visto o que fiz aos egípcios, como vos levei sobre asas de
águias, e vos trouxe a mim;
Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha
aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos,
porque toda a terra é minha.
E vós me sereis um reino sacerdotal e o povo santo. Estas são as
palavras que falarás aos filhos de Israel.

Exôdo

CAPÍTULO 20
Os dez mandamentos

1.Não terás outros deuses diante de mim.

2.Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do
que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas
debaixo da terra.
Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu
Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a
terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.
E faço misericórdia a milhares dos que me amam e aos que guardam os
meus mandamentos

3.Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR
não terá por inocente o que tomar o seu nome em vão.

4.Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.
Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra.
Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhuma
obra, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua
serva, nem o teu animal, nem o teu estrangeiro, que está dentro das
tuas portas.
Porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, o mar e tudo que
neles há, e ao sétimo dia descansou; portanto abençoou o SENHOR o dia
do sábado, e o santificou.

5. Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na
terra que o SENHOR teu Deus te dá.

6. Não matarás.

7. Não adulterarás.

8. Não furtarás.

9. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

10. Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu
próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu
jumento, nem coisa alguma do teu próximo.

Estatutos no Exôdo

1.Exortação contra Idolatria
Não fareis outros deuses comigo; deuses de prata ou deuses de ouro
não fareis para vós.

2.Altar de pedras
Um altar de terra me farás, e sobre ele sacrificarás os teus holocaustos,
e as tuas ofertas pacíficas, as tuas ovelhas, e as tuas vacas; em todo o
lugar, onde eu fizer celebrar a memória do meu nome, virei a ti e te
abençoarei.
E se me fizeres um altar de pedras, não o farás de pedras lavradas; se
sobre ele levantares o teu buril, profaná-lo-ás.
Também não subirás ao meu altar por degraus, para que a tua nudez
não seja descoberta diante deles.

bu.ril
s. m. Escult. e gravação. 1. Instrumento com ponta de aço, para cortar e gravar em
metal, lavrar pedra etc. 2. Arte de gravar. 3. Estilo apurado.

3.Servos

Se comprares um servo hebreu, seis anos servirá; mas ao
sétimo sairá livre, de graça.
Se entrou só com o seu corpo, só com o seu corpo sairá; se ele
era homem casado, sua mulher sairá com ele.

Se seu senhor lhe houver dado uma mulher e ela lhe houver
dado filhos ou filhas, a mulher e seus filhos serão de seu
senhor, e ele sairá sozinho.

Mas se aquele servo expressamente disser: Eu amo a meu
senhor, e a minha mulher, e a meus filhos; não quero sair
livre,
Então seu SENHOR o levará aos juízes, e o fará chegar à porta,
ou ao umbral da porta, e seu senhor lhe furará a orelha com
uma sovela; e ele o servirá para sempre.

para que morra. E se um homem vender sua filha para ser serva. tirá-lo-ás do meu altar. de arrimo. E quem amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe. ou for achado na sua mão. Se ela não agradar ao seu SENHOR. certamente será castigado. nem o seu vestido. nem a sua obrigação marital. matando-o à traição. E se lhe não fizer estas três coisas. m. mas cair na cama. Mas se alguém agir premeditadamente contra o seu próximo. Se alguém ferir a seu servo. sairá de graça. fará que se resgate. certamente será morto. cacete. O que ferir a seu pai. somente lhe pagará o tempo que perdera e o fará curar totalmente. certamente será morto. Mas se a desposar com seu filho. certamente será morto. Porém se lhe não armou cilada.Lei acerca da Violência Quem ferir alguém. não será castigado.dão s. cajado. então aquele que o feriu será absolvido. e o vender. ela não sairá como saem os servos. fará com ela conforme ao ireito das filhas. Se ele tornar a levantar-se e andar fora. e este não morrer. e ele não se desposar com ela. Porém se sobreviver por um ou dois dias. certamente será morto Sequestro E quem raptar um homem. mas Deus lho entregou nas mãos. de modo que este morra. não poderá vendê-la a um povo estranho. ou a sua serva. sobre o seu bordão. com pau. 4. ou a sua mãe. sem dar dinheiro. ferindo-se um ao outro com pedra ou com o punho. não diminuirá o mantimento desta. E se dois homens pelejarem. bor. Se lhe tomar outra. ordenar-te-ei um lugar para onde fugirá. Pau grosso. porque é dinheiro seu. . e morrer debaixo da sua mão. agindo deslealmente com ela. bastão.

dar-se-á trinta siclos de prata ao seu senhor. dente por dente. o boi será apedrejado. ou se alguém cavar uma cova. ferida por ferida. e um ferir uma mulher grávida. porém não havendo outro dano. e também o seu dono morrerá.Lei acerca do Propriedade Furto de animais SE alguém furtar boi ou ovelha. mas o dono do boi será absolvido. Queimadura por queimadura. e morrer. ou uma serva. o deixará ir livre pelo seu dente. golpe por golpe. Olho por olho. e também repartirão entre si o boi morto. que morra. mão por mão. e pela ovelha quatro ovelhas. quer tenha escorneado uma filha. então se venderá o boi vivo. e não a cobrir. mas o animal morto será seu. E quando alguém ferir o olho do seu servo. O dono da cova o pagará. . Mas se foi notório que aquele boi antes era escorneador. e o boi será apedrejado. Quer tenha escorneado um filho. e o dinheiro dele se repartirá igualmente. Se o boi de alguém ferir o boi do seu próximo. e julgarem os juízes. e a sua carne não se comerá. por um boi pagará cinco bois. ou o olho da sua serva. pagará em dinheiro ao seu dono. Se o boi escornear um servo. e o danificar. e seu dono não o guardou. certamente será multado. e não o guardou. conforme o que lhe impuser o marido da mulher. conforme a este estatuto lhe será feito. então darás vida por vida. e o seu dono foi conhecedor disso. porém o morto será seu. Mas se o boi dantes era escorneador. pé por pé. Se alguém abrir uma cova. Mas se houver morte. matando homem ou mulher. Boi Escorneador E se algum boi escornear homem ou mulher. E se tirar o dente do seu servo. ou o dente da sua serva. o deixará ir livre pelo seu olho. e o degolar ou vender. e nela cair um boi ou um jumento. o boi será apedrejado certamente. então dará por resgate da sua vida tudo quanto lhe for imposto. Se lhe for imposto resgate. certamente pagará boi por boi. Aborto Se alguns homens pelejarem. 5. e for causa de que aborte.

sobre gado miúdo. o agressor será culpado do sangue. será vendido por seu furto. será pelo seu aluguel.Se o ladrão for achado roubando. . Mas. sobre boi. se de fato lhe tiver sido furtado. Se irromper um fogo. ou bens. não estando presente o seu dono. o que o feriu não será culpado do sangue. Se o furto for achado vivo na sua mão. e se não tiver com que pagar. se foi alugado. ou boi. aquele que acendeu o fogo totalmente pagará o queimado. sobre toda a coisa perdida. seja boi. o ladrão. trá-lo-á em testemunho disso. sobre jumento. ou for dilacerado. pagará ele em dinheiro conforme ao dote das virgens. ou ovelha. Se o seu dono estava presente. Se seu pai inteiramente recusar dar-lha. a ver se não pôs a sua mão nos bens do seu próximo. ou ovelha. pagará o dobro. pagá-lo-á ao seu dono. Se o ladrão não for achado. ou jumento. Se alguém der a seu próximo a guardar um jumento. pagará o dobro. aquele a quem condenarem os juízes pagará em dobro ao seu próximo. ou outro animal. e for danificado ou morto. 6. Se alguém der ao seu próximo dinheiro. se alguém pedir emprestado a seu próximo algum animal. a causa de ambos será levada perante os juízes. o melhor do seu próprio campo e o melhor da sua própria vinha restituirá. o ladrão fará restituição total. Então haverá juramento do SENHOR entre ambos. ou a seara.Lei acerca da imoralidade e idolatria Se alguém enganar alguma virgem. e se deitar com ela. e queimar a meda de trigo. Se alguém fizer pastar o seu animal num campo ou numa vinha. e isso for furtado da casa daquele homem. e morrer. ou arrebatado. e for ferido. Se o sol houver saído sobre ele. se for achado. de que não pôs a sua mão nos bens do seu próximo. e largá-lo para comer no campo de outro. e o outro não o restituirá. certamente o pagará. e este morrer. e pegar nos espinhos. não o pagará. a guardar. então o dono da casa será levado diante dos juízes. Porém se lhe for dilacerado. Sobre todo o negócio fraudulento. certamente a dotará e tomará por sua mulher. ou o campo. e seu dono o aceitará. sobre roupa. que não for desposada. ninguém o vendo. de que alguém disser que é sua. e não pagará o dilacerado.

porque não justificarei o ímpio. e não só ao SENHOR. De palavras de falsidade te afastarás. Emprestimo Se emprestares dinheiro ao meu povo. deixarás pois de ajudá-lo? Certamente o ajudarás a levantá-lo. eu o ouvirei. Porque aquela é a sua cobertura. e ao oitavo dia mos darás. para seres testemunha falsa. tomando parte com a maioria para torcer o direito. Se tomares em penhor a roupa do teu próximo. portanto não comereis carne despedaçada no campo. E a minha ira se acenderá. E ser-me-eis homens santos. e não matarás o inocente e o justo. aos cães a lançareis.A feiticeira não deixarás viver. 7. Se de algum modo os afligires. Todo aquele que se deitar com animal. desgarrado. O testemunho falso e a injustiça NÃO admitirás falso boato. e não porás a tua mão com o ímpio. e eles clamarem a mim. não lhe imporeis usura. . Não perverterás o direito do teu pobre na sua demanda. O Estrangeiro. sem falta lho reconduzirás. A nenhuma viúva nem órfão afligireis. Não seguirás a multidão para fazeres o mal. eu certamente ouvirei o seu clamor. e vossos filhos órfãos. porque sou misericordioso. será morto. Blasfemia A Deus não amaldiçoarás. daquele que te odeia. Assim farás dos teus bois e das tuas ovelhas: sete dias estarão com sua mãe. caído debaixo da sua carga. Se encontrares o boi do teu inimigo. As tuas primícias. Nem ao pobre favorecerás na sua demanda. em que se deitaria? Será pois que. quando clamar a mim. e o príncipe dentre o teu povo não maldirás. ao pobre que está contigo. lho restituirás antes do pôr do sol. e vossas mulheres ficarão viúvas. certamente morrerá. ou o seu jumento. e vos matarei à espada. a viúva e o orfão O estrangeiro não afligirás. não te haverás com ele como um usurário. nem o oprimirás . o primogênito de teus filhos me darás. Se vires o jumento. e o vestido da sua pele. nem numa demanda falarás. O que sacrificar aos deuses. pois estrangeiros fostes na terra do Egito. e os teus licores não retardarás.

e ninguém apareça vazio perante mim. .As 3 Festas 1. 2. não cozerás o cabrito no leite de sua mãe. Três vezes no ano todos os teus homens aparecerão diante do Senhor DEUS. pois fostes estrangeiros na terra do Egito. para que descanse o teu boi. à saída do ano. Assim farás com a tua vinha e com o teu olival. e o teu jumento.E a festa da sega dos primeiros frutos do teu trabalho. e para que tome alento o filho da tua escrava. para que possam comer os pobres do teu povo. como te tenho ordenado. e perverte as palavras dos justos. nem ficará a gordura da minha festa de noite até pela manhã. O ano de descanso e o sábado Também seis anos semearás tua terra. que houveres semeado no campo 3. e o estrangeiro. porque o suborno cega os que têm vista. ao tempo apontado no mês de Abibe. e recolherás os seus frutos. e a festa da colheita.Também suborno não tomarás. E em tudo o que vos tenho dito. As primícias dos primeiros frutos da tua terra trarás à casa do SENHOR teu Deus.(repetição) 8. 9. porque nele saíste do Egito. Seis dias farás os teus trabalhos mas ao sétimo dia descansarás. Não oferecerás o sangue do meu sacrifício com pão levedado. nem se ouça da vossa boca. guardai-vos. pois vós conheceis o coração do estrangeiro. Também não oprimirás o estrangeiro. e do nome de outros deuses nem vos lembreis. e da sobra comam os animais do campo. Mas ao sétimo a dispensarás e deixarás descansar. A festa dos pães ázimos guardarás. sete dias comerás pães ázimos. Três vezes no ano me celebrareis festa. quando tiveres colhido do campo o teu trabalho.

Também os filhos de Arão. os sacerdotes. holocausto é. a cabeça e o redenho sobre a lenha que está no fogo em cima do altar. oferecerão o sangue. oferta queimada. pondo em ordem a lenha sobre o fogo. de sua própria vontade. Holocausto do aves E se a sua oferta ao SENHOR for holocausto de aves. holocausto é. Depois degolará o bezerro perante o SENHOR. de cheiro suave ao SENHOR. perante o SENHOR. os sacerdotes. porão fogo sobre o altar. Então esfolará o holocausto. Holocausto do gado Se a sua oferta for holocausto de gado. Holocausto do gado miúdo. e os filhos de Arão. oferta queimada. para o lado do oriente. perante o SENHOR. oferecerá a sua oferta de rolas ou de pombinhos. no lugar da cinza. . Depois o partirá nos seus pedaços. Porém a fressura e as pernas lavar-se-ão com água. E o seu papo com as suas penas tirará e o lançará junto ao altar. E o degolará ao lado do altar que dá para o norte. e espargirão o sangue em redor sobre o altar que está diante da porta da tenda da congregação. e o sacerdote tudo oferecerá. oferecerá macho sem defeito. oferecerá a sua oferta de gado. à porta da tenda da congregação a oferecerá. e a queimará sobre o altar. para holocausto. como também a sua cabeça e o seu redenho. porão em ordem os pedaços. e tirar-lhe-á a cabeça. E os filhos de Arão. e o sacerdote os porá em ordem sobre a lenha que está no fogo sobre o altar. E o sacerdote a oferecerá sobre o altar. de ovelhas ou de cabras. e o partirá nos seus pedaços. e o queimará sobre o altar. o sacerdote. Porém a sua fressura e as suas pernas lavar-se-ão com água. e o seu sangue será espremido na parede do altar. e os filhos de Arão. de ovelha ou de cabra E se a sua oferta for de gado miúdo. e o sacerdote tudo isso queimará sobre o altar. isto é. oferecerá macho sem defeito. de cheiro suave ao SENHOR. de gado vacum e de ovelha. Levítico CAPÍTULO 1 Os holocaustos Quando algum de vós oferecer oferta ao SENHOR. espargirão o seu sangue em redor sobre o altar. os sacerdotes.

o que sobejar da oferta de alimentos. CAPÍTULO 2 As ofertas de manjares E QUANDO alguma pessoa oferecer oferta de alimentos ao SENHOR. E. e do seu azeite. de cheiro suave ao SENHOR. oferecerás como oferta de alimentos das tuas primícias de espigas verdes. E o sacerdote tomará daquela oferta de alimentos como memorial. e porás sobre ela incenso. Então trarás a oferta de alimentos. oferta queimada é ao SENHOR. Deles oferecereis ao SENHOR por oferta das primícias. quando ofereceres oferta de alimentos. oferecereis oferta queimada ao SENHOR. das ofertas queimadas ao SENHOR. oferta é de alimentos. se fizeres ao SENHOR oferta de alimentos das primícias. das ofertas queimadas ao SENHOR. . holocausto é. a sua oferta será de flor de farinha. E a trará aos filhos de Arão. coisa santíssima é. um dos quais tomará dela um punhado da flor de farinha. e coscorões ázimos untados com azeite. Em pedaços a partirás. e a queimará sobre o altar. e o sacerdote a queimará como memorial sobre o altar. se a tua oferta for oferta de alimentos de frigideira. e do seu azeite com todo o seu incenso. oferta é de alimentos. oferta queimada de cheiro suave ao SENHOR. oferta queimada é de cheiro suave ao SENHOR. E. que se fará daquilo. será da flor de farinha sem fermento. amassados com azeite. E fendê-la-á junto às suas asas. e porá o incenso sobre ela. o qual a levará ao altar. ao SENHOR. E todas as tuas ofertas dos teus alimentos temperarás com sal. porém não a partirá. porém sobre o altar não subirão por cheiro suave. isto é. que oferecerdes ao SENHOR. E sobre ela deitarás azeite. cozida no forno. e se apresentará ao sacerdote. E. Nenhuma oferta de alimentos. nem de mel algum. e sobre ela deitarás azeite. com todo o seu incenso. e nela deitará azeite. os sacerdotes. tostadas ao fogo. oferta queimada é. amassada com azeite. E. do grão trilhado de espigas verdes cheias. coisa santíssima é. será de Arão e de seus filhos. E o que sobejar da oferta de alimentos. Assim o sacerdote queimará o seu memorial do seu grão trilhado. e o sacerdote a queimará em cima do altar sobre a lenha que está no fogo. E. se a tua oferta for oferta de alimentos cozida na caçoula. e não deixarás faltar à tua oferta de alimentos o sal da aliança do teu Deus. far-se-á da flor de farinha com azeite. em todas as tuas ofertas oferecerás sal. se fará com fermento. será de bolos ázimos de flor de farinha. porque de nenhum fermento. será de Arão e de seus filhos.

se a oferecer de gado. e a gordura que está sobre eles. Estatuto perpétuo é pelas vossas gerações. e a degolará diante da porta da tenda da congregação. tirá-los-á. E porá a sua mão sobre a cabeça da sua oferta. e os filhos de Arão espargirão o seu sangue sobre o altar em redor. e os filhos de Arão. E porá a sua mão sobre a sua cabeça. os sacerdotes. a oferecerá sem defeito diante do SENHOR. E os filhos de Arão queimarão isso sobre o altar. acerca do que não se deve fazer. oferecê-lo-á perante o SENHOR. e proceder contra algum deles. alimento é da oferta queimada ao SENHOR. Sacerdotes . que estará sobre a lenha que está no fogo. a sua gordura. contra alguns dos mandamentos do SENHOR. do sacrifício pacífico. por ignorância. Depois oferecerá. perante o SENHOR a oferecerá. a oferta queimada ao SENHOR. E o sacerdote queimará isso sobre o altar. e junto aos lombos. a cauda toda. Mas. e a gordura que está sobre eles. em cima do holocausto. e o redenho que está sobre o fígado com os rins. e a degolará diante da tenda da congregação. CAPÍTULO 4 O sacrifício pelos pecados por ignorância Fala aos filhos de Israel. E o sacerdote o queimará sobre o altar. CAPÍTULO 3 Os sacrifícios de paz ou das graças E SE a sua oferta for sacrifício pacífico. sem defeito o oferecerá. e toda a gordura que está sobre a fressura. tirá-los-á. E porá a sua mão sobre a cabeça da sua oferta. Como também ambos os rins. Se oferecer um cordeiro por sua oferta. se a sua oferta for uma cabra. e a gordura que cobre a fressura. e os filhos de Arão espargirão o seu sangue sobre o altar em redor. dizendo: Quando uma alma pecar. e toda a gordura que está sobre a fressura. E se a sua oferta for de gado miúdo por sacrifício pacífico ao SENHOR. a qual tirará do espinhaço. do sacrifício pacífico. espargirão o sangue sobre o altar em redor. Toda a gordura será do SENHOR. macho ou fêmea. e toda a gordura que está sobre a fressura. a gordura que cobre a fressura. e a degolará diante da tenda da congregação. Como também ambos os rins. Depois oferecerá dela a sua oferta por oferta queimada ao SENHOR. em todas as vossas habitações: nenhuma gordura nem sangue algum comereis. por oferta queimada. alimento é da oferta queimada de cheiro suave. a gordura que cobre a fressura. seja macho ou fêmea. oferecerá ao SENHOR. oferta queimada é de cheiro suave ao SENHOR. e o redenho que está sobre o fígado com os rins. e junto aos lombos. Então.

que está diante da porta da tenda da congregação. com a sua cabeça e as suas pernas. e o queimará com fogo sobre a lenha. e o redenho de sobre o fígado. na tenda da congregação. e a gordura que está sobre eles. um novilho sem defeito. por expiação do pecado. e o erro for oculto aos olhos do povo. Como se tira do boi do sacrifício pacífico. se toda a congregação de Israel pecar por ignorância. e degolará o novilho perante o SENHOR. tirá-los-á. E tirará toda a gordura do novilho da expiação. é expiação do pecado da congregação. perante o SENHOR que está na tenda da congregação. e o espargirá sete vezes perante o SENHOR. e porá a sua mão sobre a cabeça do novilho. a gordura que cobre a fressura. . E quando o pecado que cometeram for conhecido. que está à porta da tenda da congregação. E trará o novilho à porta da tenda da congregação. E daquele sangue porá sobre as pontas do altar. Povo Mas. por expiação do pecado. pelo seu pecado. e toda a sua carne. que está perante a face do SENHOR. como fez ao novilho da expiação. Enfim.Se o sacerdote ungido pecar para escândalo do povo. e o trará à tenda da congregação. e toda a gordura que está sobre a fressura. que está junto aos lombos. diante do véu. com os rins. perante o SENHOR. oferecerá ao SENHOR. Então o sacerdote ungido trará do sangue do novilho à tenda da congregação. e degolar-se-á o novilho perante o SENHOR. então a congregação oferecerá um novilho. assim lhe fará. e as suas entranhas. Depois levará o novilho fora do arraial. E fará a este novilho. o novilho todo levará fora do arraial a um lugar limpo. E o sacerdote molhará o seu dedo no sangue. Também o sacerdote porá daquele sangue sobre as pontas do altar do incenso aromático. E os anciãos da congregação porão as suas mãos sobre a cabeça do novilho perante o SENHOR. e queimá-la-á sobre o altar. e o trará diante da tenda da congregação. onde se lança a cinza. e todo o restante do sangue derramará à base do altar do holocausto. que cometeu. e forem culpados. e o seu esterco. e se fizerem contra alguns dos mandamentos do SENHOR. onde se lança a cinza se queimará. e o queimará como queimou o primeiro novilho. aquilo que não se deve fazer. e daquele sangue espargirá sete vezes perante o SENHOR diante do véu do santuário. Então o sacerdote ungido tomará do sangue do novilho. E os dois rins. e lhes será perdoado o pecado. E tirará dele toda a sua gordura. e todo o restante do sangue do novilho derramará à base do altar do holocausto. e o sacerdote por eles fará propiciação. Mas o couro do novilho. e o sacerdote os queimará sobre o altar do holocausto. E o sacerdote molhará o seu dedo naquele sangue.

Depois o sacerdote com o seu dedo tomará do seu sangue. por cheiro suave ao SENHOR. Príncipe Quando um príncipe pecar. expiação do pecado é. e lhe será perdoado. se o não denunciar. naquilo que não se deve fazer. E porá a sua mão sobre a cabeça da oferta da expiação do pecado. e o degolará no lugar onde se degola o holocausto. e a degolará por oferta pelo pecado. E tirará toda a sua gordura. de que for testemunha. e o sacerdote a queimará sobre o altar. CAPÍTULO 5 O sacrifício pelos pecados ocultos E QUANDO alguma pessoa pecar. macho sem defeito. e todo o restante do seu sangue derramará à base do altar. Também queimará sobre o altar toda a sua gordura como gordura do sacrifício pacífico. ou porque soube. . então trará pela sua oferta um bode tirado das cabras. então trará pela sua oferta uma cabra sem defeito. e o sacerdote a queimará sobre o altar. seja porque viu. e o porá sobre as pontas do altar do holocausto. E porá a sua mão sobre a cabeça do bode. E porá a sua mão sobre a cabeça da oferta da expiação do pecado. então o restante do seu sangue derramará à base do altar do holocausto. e o sacerdote fará expiação por ela. se pela sua oferta trouxer uma cordeira para expiação do pecado. e ele será perdoado. assim o sacerdote por ele fará expiação dos seus pecados que cometeu. e assim for culpado. Ou se o pecado que cometeu lhe for notificado. como se tira a gordura do sacrifício pacífico. no lugar onde se degola o holocausto. Depois o sacerdote com o seu dedo tomará do sangue da expiação do pecado. assim o sacerdote por ele fará expiação do seu pecado. perante a face do SENHOR. e assim for culpada. como se tira a gordura do cordeiro do sacrifício pacífico. sem defeito trará. então levará a sua iniqüidade. e o porá sobre as pontas do altar do holocausto. pelo seu pecado que cometeu. Mas. em cima das ofertas queimadas do SENHOR. e por ignorância proceder contra algum dos mandamentos do SENHOR seu Deus. Depois o sacerdote com o seu dedo tomará do sangue da expiação. e a degolará no lugar do holocausto. e o porá sobre as pontas do altar do holocausto. Qualquer Pessoa do povo E. aquilo que não se deve fazer. fazendo contra algum dos mandamentos do SENHOR. ouvindo uma voz de blasfêmia. E tirará toda a gordura. então todo o restante do seu sangue derramará na base do altar. se qualquer pessoa do povo da terra pecar por ignorância. e ser-lhe-á perdoado o pecado. Ou se o pecado que cometeu lhe for notificado.

assim o sacerdote por ela fará expiação do seu pecado. duas rolas ou dois pombinhos. ainda que não soubesse. que. . em cima das ofertas queimadas do SENHOR. confessará aquilo em que pecou. ao SENHOR. será culpado. e ele será perdoado. e o sacerdote dela tomará a sua mão cheia pelo seu memorial. culpado será numa destas coisas. se em sua mão não houver recurso para duas rolas. e o restante será do sacerdote. e o souber depois. culpado sendo numa destas coisas. pronunciando temerariamente com os seus lábios. seja corpo morto de réptil imundo. quando tocar a imundícia de um homem. e a queimará sobre o altar. Ou. em tudo o que o homem pronuncia temerariamente com juramento. porém o que sobejar daquele sangue espremer-se-á à base do altar. então aquele que pecou trará como oferta a décima parte de um efa de flor de farinha. quando alguma pessoa jurar. não deitará sobre ela azeite nem lhe porá em cima o incenso. uma cordeira. e lhe for oculto. para expiação da culpa. que cometeu em alguma destas coisas. como a oferta de alimentos. quando alguma pessoa tocar em alguma coisa imunda. para expiação do pecado. então trará ao SENHOR pela expiação. ou dois pombinhos. E a sua expiação trará ao SENHOR. o qual primeiro oferecerá aquele que é para expiação do pecado. seja corpo morto de animal imundo. porquanto é expiação do pecado. e pecar por ignorância nas coisas sagradas do SENHOR. segundo o siclo do santuário. Assim o sacerdote por ela fará expiação do seu pecado. Será. expiação de pecado é. pois. E do sangue da expiação do pecado espargirá sobre a parede do altar. com que se faça imundo. e o outro para holocausto E os trará ao sacerdote. ou uma cabrinha pelo pecado. um para expiação do pecado. mas não o partirá. um carneiro sem defeito do rebanho. contudo será ele imundo e culpado. Ou. pelo seu pecado que cometeu: uma fêmea de gado miúdo. para fazer mal.Ou. e lhe for oculto. para expiação da culpa que cometeu. seja qualquer que for a sua imundícia. e com a sua unha lhe fenderá a cabeça junto ao pescoço. conforme à tua estimação em siclos de prata. E a trará ao sacerdote. Porém. assim o sacerdote por ela fará expiação do seu pecado que cometeu. seja corpo morto de fera imunda. O sacrifício pelo sacrilégio Quando alguma pessoa cometer uma transgressão. E do outro fará holocausto conforme ao costume. e lhe será perdoado. e o souber depois. expiação do pecado é. ou para fazer bem.

E o sacerdote fará expiação por ela diante do SENHOR. Será pois que. e ainda sobre isso acrescentará o quinto. fará expiação por ele. e levará a sua iniqüidade. e ser-lhe-á perdoado. quando o fogo houver consumido o holocausto sobre o altar. e o restituirá no seu todo. àquele de quem é o dará no dia de sua expiação. Depois despirá as suas vestes. e será perdoada de qualquer das coisas que fez. E o sacerdote vestirá a sua veste de linho. sobre a sua carne. e o fogo do altar arderá nele. A lei do holocausto Dá ordem a Arão e a seus filhos. E trará ao sacerdote um carneiro sem defeito do rebanho. ou o que reteve violentamente. outra coisa de todas em que o homem costuma pecar. contra algum dos mandamentos do SENHOR. contudo será ela culpada. tornando-se culpada. assim o sacerdote. certamente se fez culpado diante do SENHOR. O fogo arderá continuamente sobre o altar. e o sacerdote por ela fará expiação do erro que cometeu sem saber. Ou tudo aquilo sobre que jurou falsamente. A lei da oferta de manjares . e levantará a cinza. o holocausto será queimado sobre o altar toda a noite até pela manhã. mas o sacerdote acenderá lenha nele cada manhã. e a porá junto ao altar. e vestirá as calças de linho. conforme à tua estimação. e fizer. como pecou e tornou-se culpado. e vestirá outras vestes. ou o perdido que achou. com o carneiro da expiação. e ser-lhe-á perdoado o pecado. restituirá o que roubou. para expiação da culpa trará ao sacerdote. aquilo que não se deve fazer. ou o que deixou na sua mão. conforme à tua estimação. O sacrifício pelos pecados voluntários Quando alguma pessoa pecar. para expiação da culpa. não se apagará. ou o que reteve violentamente ao seu próximo. e ainda lhe acrescentará a quinta parte. e levará a cinza fora do arraial para um lugar limpo. ou o depósito que lhe foi dado em guarda. Expiação de culpa é. e negar ao seu próximo o que lhe deu em guarda. ainda que o não soubesse. e transgredir contra o SENHOR. não se apagará. E a sua expiação trará ao SENHOR: um carneiro sem defeito do rebanho. e a dará ao sacerdote. ou o roubo. O sacrifício pelos pecados de ignorância E. O fogo que está sobre o altar arderá nele. e sobre ele porá em ordem o holocausto e sobre ele queimará a gordura das ofertas pacíficas. se alguma pessoa pecar. dizendo: Esta é a lei do holocausto.16 Assim restituirá o que pecar nas coisas sagradas.

Todo o homem entre os filhos de Arão comerá dela. Tudo o que tocar a carne da oferta será santo. por estatuto perpétuo será ela toda queimada ao SENHOR. na consagração dos sacerdotes Esta é a oferta de Arão e de seus filhos. E dela tomará um punhado da flor de farinha. Numa caçoula se fará com azeite. cozida a trarás. todo o que as tocar será santo. no pátio da tenda da congregação. Assim toda a oferta do sacerdote será totalmente queimada. para expiar no santuário.E esta é a lei da oferta de alimentos: os filhos de Arão a oferecerão perante o SENHOR diante do altar. cheiro suave é isso. Levedado não se cozerá. lavarás em lugar santo aquilo sobre o que caiu. coisa santíssima é. porém. E o vaso de barro em que for cozida será quebrado. CAPÍTULO 7 A lei da expiação da culpa E ESTA é a lei da expiação da culpa. e o seu sangue se espargirá sobre o altar em redor. degolarão a oferta pela expiação da culpa. ázimo se comerá no lugar santo. da oferta e do seu azeite. coisa santíssima é. estatuto perpétuo será para as vossas gerações das ofertas queimadas do SENHOR. fará o mesmo. E o restante dela comerão Arão e seus filhos. A oferta. se for cozida num vaso de cobre. por ser memorial ao SENHOR. a metade dela pela manhã. coisa santíssima é. Porém. não se comerá nenhuma oferta pelo pecado. e os pedaços cozidos da oferta oferecerás em cheiro suave ao SENHOR. e a outra metade à tarde. a décima parte de um efa de flor de farinha pela oferta de alimentos contínua. e todo o incenso que estiver sobre a oferta de alimentos. se o seu sangue for espargido sobre as vestes de alguém. que de entre seus filhos for ungido em seu lugar. como a expiação do pecado e como a expiação da culpa. esfregar-se-á e lavar-se-á na água. no pátio da tenda da congregação o comerão. então o acenderá sobre o altar. no lugar santo se comerá. dizendo: Esta é a lei da expiação do pecado. sua porção é que lhes dei das minhas ofertas queimadas. no fogo será queimada. Todo o homem entre os sacerdotes a comerá. no lugar onde se degola o holocausto se degolará a expiação do pecado perante o SENHOR. cujo sangue se traz à tenda da congregação. não se comerá. a qual oferecerão ao SENHOR no dia em que ele for ungido. No lugar onde degolam o holocausto. coisa santíssima é. . Também o sacerdote. O sacerdote que a oferecer pelo pecado a comerá. A lei da expiação do pecado Fala a Arão e a seus filhos.

Como também toda a oferta que se cozer no forno. no lugar santo se comerá. E. terá para si o couro do holocausto que oferecer. e a gordura que neles há. comerá dela. E o que ainda ficar da carne do sacrifício ao terceiro dia será queimado no fogo. ou qualquer abominação imunda. se o sacrifício da sua oferta for voto. que é do SENHOR. que é do SENHOR. com o sacrifício de ação de graças da sua oferta pacífica. Porém. no dia em que oferecer o seu sacrifício se comerá. nem lhe será imputado. Como a expiação pelo pecado. Porque. como imundícia de homem. e a gordura que cobre a fressura. expiação da culpa é. se alguma pessoa comer a carne do sacrifício pacífico. se uma pessoa tocar alguma coisa imunda. aquele que a ofereceu não será aceito. ou seca. e coscorões ázimos amassados com azeite. será de todos os filhos de Arão. e os bolos amassados com azeite serão fritos. uma mesma lei haverá para elas. aquela pessoa será extirpada do seu povo. oferecerá bolos ázimos amassados com azeite. com fogo será queimada. coisa abominável será. E de toda a oferta oferecerá uma parte por oferta alçada ao SENHOR. Todo o varão entre os sacerdotes a comerá. . ou oferta voluntária. se da carne do seu sacrifício pacífico se comer ao terceiro dia. tendo ela sobre si a sua imundícia.E dela se oferecerá toda a sua gordura. Também toda a oferta amassada com azeite. que está junto aos lombos. e comer da carne do sacrifício pacífico. E. qualquer que estiver limpo. com tudo que se preparar na frigideira e na caçoula. assim de um como de outro. E a carne que tocar alguma coisa imunda não se comerá. Com os bolos oferecerá por sua oferta pão levedado. Também o sacerdote. ou gado imundo. que oferecer o holocausto de alguém. e o redenho sobre o fígado. e o que dele ficar também se comerá no dia seguinte. E o sacerdote os queimará sobre o altar em oferta queimada ao SENHOR. será do sacerdote que houver feito propiciação com ela. coisa santíssima é. a cauda. que será do sacerdote que espargir o sangue da oferta pacífica. aquela pessoa será extirpada do seu povo. com o sacrifício de ação de graças. A lei do sacrifício de paz E esta é a lei do sacrifício pacífico que se oferecerá ao SENHOR: Se o oferecer por oferta de ação de graças. Mas a carne do sacrifício de ação de graças da sua oferta pacífica se comerá no dia do seu oferecimento. assim será a expiação da culpa. e a pessoa que dela comer levará a sua iniqüidade. com os rins se tirará. será do sacerdote que a oferecer. Também ambos os rins. mas da outra carne. nada se deixará dela até à manhã. de flor de farinha.

que comereis dentre todos os animais que há sobre a terra. desde o dia em que ele os apresentou para administrar o sacerdócio ao SENHOR. e a fenda das unhas se divide em duas. mas não tem unhas fendidas. 5 E o coelho. por estatuto perpétuo dos filhos de Israel. E nenhum sangue comereis em qualquer das vossas habitações. Deus proíbe o comer a gordura e o sangue Fala aos filhos de Israel. Porque o peito movido e a espádua alçada tomei dos filhos de Israel dos seus sacrifícios pacíficos. quer de aves quer de gado. e rumina. esse vos será imundo. todo o que tem unhas fendidas. Também a espádua direita dareis ao sacerdote por oferta alçada dos vossos sacrifícios pacíficos. deles comereis. porém o peito será de Arão e de seus filhos. Porque qualquer que comer a gordura do animal. Esta é a porção de Arão e a porção de seus filhos das ofertas queimadas do SENHOR. e a seus filhos. a pessoa que a comer será extirpada do seu povo. mas não tem as unhas fendidas. e os dei a Arão. Toda a pessoa que comer algum sangue. e da gordura do dilacerado por feras. trará a sua oferta ao SENHOR do seu sacrifício pacífico. porque rumina. nem de cabra comereis. A porção dos sacerdotes Quem oferecer ao SENHOR o seu sacrifício pacífico. para toda a obra. não comereis. Porém pode-se usar da gordura de corpo morto. que rumina. e a gordura. aquela pessoa será extirpada do seu povo. o camelo. mas de nenhuma maneira a comereis. dizendo: Nenhuma gordura de boi. Aquele dos filhos de Arão que oferecer o sangue do sacrifício pacífico. . porém. esse vos será imundo. Os animais que se devem comer e os que se não devem comer Estes são os animais. dos que ruminam ou dos que têm unhas fendidas. E o sacerdote queimará a gordura sobre o altar. a gordura do peito com o peito trará para movê-lo por oferta movida perante o SENHOR. esse terá a espádua direita para a sua porção. do qual se oferecer ao SENHOR oferta queimada. Destes. nem de carneiro. o sacerdote. 30 As suas próprias mãos trarão as ofertas queimadas do SENHOR. Dentre os animais.

que anda sobre quatro pés: o que tiver pernas sobre os seus pés. Qualquer que levar os seus cadáveres lavará as suas vestes. Todo o corvo segundo a sua espécie. e a poupa. Das aves. essa vos será imunda. o grilo segundo a sua espécie. não se comerão. e o cisne. estes serão para vós abominação. estas abominareis. Também o porco. . estes vos serão imundos. nem tocareis nos seus cadáveres. e o mocho. De todos os animais que há nas águas. e o gafanhoto segundo a sua espécie. serão abominação: a águia. e o quebrantosso. e todo o ser vivente que há nas águas. e o morcego. Todo o inseto que voa. será para vós uma abominação. nos mares e nos rios. por abominação. nem escamas. e a fenda das unhas se divide em duas. 18 E a gralha. Deles comereis estes: a locusta segundo a sua espécie. para saltar com elas sobre a terra. este vos será imundo. pois. e a coruja. Ser-vos-ão. da sua carne não comereis. esses comereis.E a lebre. nos mares e nos rios. porque rumina. que anda sobre quatro pés. e o abutre segundo a sua espécie. imundo será até à tarde. Mas isto comereis de todo o inseto que voa. porque tem unhas fendidas. mas não tem as unhas fendidas. e será imundo até à tarde. serão para vós uma abominação. E o avestruz. nas águas. que têm quatro pés. e o gavião segundo a sua espécie. 19 E a cegonha. o gafanhoto devorador segundo a sua espécie. E o milhano. E por estes sereis imundos: qualquer que tocar os seus cadáveres. comereis os seguintes: todo o que tem barbatanas e escamas. e o corvo marinho. e a gaivota. Todo o que não tem barbatanas ou escamas. E todos os outros insetos que voam. será para vós abominação. e o pelicano. Mas todo o que não tem barbatanas. todo o réptil das águas. Das suas carnes não comereis. e abominareis o seu cadáver. E o bufo. e o xofrango. a garça segundo a sua espécie. mas não rumina. nas águas.

para não serdes imundos por eles. Também todo o réptil. tudo o que houver nele será imundo. em que se recolhem águas. e será imundo até à tarde. quem tocar no seu cadáver será imundo até à tarde. e se dos seus cadáveres cair alguma coisa sobre ela. e todo o que não rumina. porquanto são uma abominação. sobre o qual cair água de tais vasos. que se arrasta sobre a terra. estando eles mortos. E se morrer algum dos animais. nem neles vos contamineis. e quem levar o seu corpo morto lavará as suas vestes. todo o animal que anda a quatro pés. e será imundo até à tarde. será abominação. . será limpa. a doninha. Porém a fonte ou cisterna. Todo o alimento que se come. depositada nesses vasos. E o que levar os seus cadáveres lavará as suas vestes. depois será limpo. E o ouriço cacheiro. seja vaso de madeira. por nenhum réptil que se arrasta. não se comerá. se dos seus cadáveres cair alguma coisa sobre alguma semente que se vai semear. qualquer que os tocar. será imundo até à tarde. imundos são: portanto vos serão por imundos. eles vos serão por imundos. vos será por imundo. será imundo. e o lagarto. ou veste. E todo o vaso de barro. entre todo o réptil que se arrasta sobre a terra. e tudo o que anda sobre quatro pés. E todo o animal que anda sobre as suas patas. em que cair alguma coisa deles. E aquilo sobre o que cair alguma parte de seu corpo morto. mas a fenda não se divide em duas. Estes vos serão por imundos dentre todos os répteis. E. e o vaso quebrareis. e a lagartixa. vos será por imunda. será imunda. vos será por imundo. Estes também vos serão por imundos entre os répteis que se arrastam sobre a terra. E quem comer do seu cadáver lavará as suas vestes. ou pele. Mas se for deitada água sobre a semente. será posto na água. com que se faz alguma obra. o forno e o vaso de barro serão quebrados. e a tartaruga segundo a sua espécie. ou saco. Tudo o que anda sobre o ventre. será limpa. e será imundo até à tarde. ou que tem muitos pés. qualquer que tocar neles será imundo. e será imundo até à tarde. mas quem tocar no seu cadáver será imundo.Todo o animal que tem unha fendida. não comereis. que vos servem de mantimento. e toda a bebida que se bebe. qualquer que tocar nos seus cadáveres será imundo até à tarde. Não vos façais abomináveis. e o rato. será imundo. qualquer instrumento. e a lesma e a toupeira. E tudo aquilo sobre o que cair alguma coisa deles estando eles mortos será imundo.

então o sacerdote o encerrará por outros sete dias. se em sua mão não houver recursos para um cordeiro. 4 Depois ficará ela trinta e três dias no sangue da sua purificação. diante da porta da tenda da congregação. E o sacerdote examinará a praga na pele da carne. porque eu sou santo. E no dia oitavo se circuncidará ao menino a carne do seu prepúcio. e na pele não se estendeu. será imunda sete dias. e . quando forem cumpridos os dias da sua purificação por filho ou por filha. um para o holocausto e outro para a propiciação do pecado. ao seu parecer parou. e o declarará por imundo. E. é praga de lepra. se o pêlo na praga se tornou branco. na pele de sua carne como praga da lepra. E ao sétimo dia o sacerdote o examinará. assim o sacerdote por ela fará expiação. Pústula Mas. Porque eu sou o SENHOR. depois ficará sessenta e seis dias no sangue da sua purificação. ou pústula. e será limpa. nenhuma coisa santa tocará e não entrará no santuário até que se cumpram os dias da sua purificação. e será limpa do fluxo do seu sangue. e a praga parecer mais profunda do que a pele da sua carne. trará um cordeiro de um ano por holocausto. o sacerdote. e para que sejais santos. A purificação da mulher. e por ela fará propiciação. para que eu seja vosso Deus. e um pombinho ou uma rola para expiação do pecado. que vos fiz subir da terra do Egito. os sacerdotes. ou dois pombinhos. e não vos contaminareis com nenhum réptil que se arrasta sobre a terra. e eis que. portanto vós vos santificareis. e o pêlo não se tornou branco. Menina Mas. esta é a lei da que der à luz menino ou menina. então tomará duas rolas. porque eu sou santo. e sereis santos. E o sacerdote ao sétimo dia o examinará outra vez. assim como nos dias da separação da sua enfermidade. depois do parto Menino Se uma mulher conceber e der à luz um menino. As leis acerca da praga da lepra Lepra Quando um homem tiver na pele da sua carne. se a praga. se a mancha na pele de sua carne for branca. então o sacerdote encerrará o que tem a praga por sete dias. inchação. como na sua separação. ou a um de seus filhos. Mas. então será levado a Arão. se der à luz uma menina será imunda duas semanas. ao sacerdote.Porque eu sou o SENHOR vosso Deus. O qual o oferecerá perante o SENHOR. ou mancha lustrosa. será imunda. o sacerdote o examinará. e não parecer mais profunda do que a pele.

e eis que. e a lepra cobrir toda a pele do que tem a praga. e o seu pêlo se tornou branco. não o encerrará. se a praga se tornou branca. então virá ao sacerdote. Vendo. mostrar-se-á então ao sacerdote. e mudando-se em branca. não se estendendo. se a praga se recolheu. Então o sacerdote examinará. vendo-a. então o sacerdote o encerrará por sete dias. se a lepra tem coberto toda a sua carne. e será limpo. em lugar da pústula. nem estiver mais funda do que a pele. se há inchação branca na pele. o sacerdote a carne viva. Lepra inveterada é na pele da sua carne. Se ela grandemente se estender na pele. e eis que se nela não houver pêlo branco. tirando a vermelho. e lavará as suas vestes. tornando a carne viva. praga é. é lepra. será levado ao sacerdote. inflamação da pústula é. mas encolhida. se ela parece mais funda do que a pele.eis que. o sacerdote o declarará por imundo. e eis que. E este o examinará. o sacerdote o declarará por imundo. e eis que. desde a sua cabeça até aos seus pés. E o sacerdote o examinará. o sacerdote o declarará por imundo. se a lepra se espalhar de todo na pele. Mas se a mancha parar no seu lugar. é uma pústula. quanto podem ver os olhos do sacerdote. limpo está. E. E o sacerdote o examinará. pois. Praga da lepra que brotou da pústula Se também a carne. limpo está. se a pústula na pele se tem estendido. Lepra Mas. e eis que. porque imundo é. e eis que. Mas no dia em que aparecer nela carne viva será imundo. vier inchação branca ou mancha lustrosa. outra vez será mostrado ao sacerdote. Lepra inveterada Quando no homem houver praga de lepra. E. E o sacerdote examinará. o sacerdote. declará-lo-á por imundo. em cuja pele houver alguma úlcera. o declarará por limpo. então o sacerdote o declarará por limpo. Ou. então declarará o que tem a praga por limpo. é praga da lepra que brotou da pústula. e na pele não se estendeu. e houver carne viva na inchação. . depois que foi mostrado ao sacerdote para a sua purificação. sarar. o sacerdote o declarará por imundo. a carne é imunda. se a pústula na pele se estende grandemente. todo se tornou branco. pois. E o sacerdote. portanto. é lepra. então o sacerdote declarará limpo o que tem a praga. a qual tornou o pêlo em branco.

se a tinha não se houver estendido na pele. o sacerdote o declarará por imundo. portanto o sacerdote o declarará por limpo. Mas. a tinha está sã. Inflamação da queimadura Mas se a mancha parar no seu lugar. quando os cabelos do homem caírem da cabeça. e se nela não houver pêlo preto. porque inflamação é da queimadura. que floresceu pela queimadura. E.Lepra que floresceu pela queimadura Ou. é praga de lepra. Depois o sacerdote o examinará ao sétimo dia. se na mancha não aparecer pêlo branco. é praga de lepra. se houver estendido grandemente na pele. se grandemente se houver estendido na pele. e o sacerdote segunda vez encerrará o que tem a tinha por sete dias. é tinha. o sacerdote o declarará por limpo. e lavará as suas vestes. quando homem ou mulher tiver chaga na cabeça ou na barba. vendo-a. se o sacerdote. mas se recolher. se o sacerdote. tirando a vermelho ou branco. o sacerdote o encerrará por sete dias. e eis que. imundo está. Então o sacerdote o examinará. mas limpo está. e nela não houver pêlo amarelo. se a tinha se tem estendido na pele. Então o sacerdote olhará. calvo é. limpo está. mas limpo está. e eis que. E o sacerdote. o sacerdote o declarará por imundo. E. portanto o sacerdote o declarará por imundo. e eis que. se na pele da sua carne aparecem manchas lustrosas escurecidas. se a tinha ao seu ver parou. depois da sua purificação. mas recolhida. se lhe caírem os cabelos na frente da cabeça. nem a tinha parecer mais funda do que a pele. e no que é sarado da queimadura houver mancha lustrosa. e eis que. se ela não parece mais funda do que a pele. e eis que se o pêlo na mancha se tornou branco e ela parece mais funda do que a pele. e na pele não se estender. Mas. quando homem ou mulher tiver manchas lustrosas brancas na pele da sua carne. lepra da cabeça ou da barba E. Então se rapará. se a tinha não se tiver estendido. . e pêlo preto nela cresceu. Mas. e ela não parecer mais funda do que a pele. E o sacerdote vendo-a. meio calvo é. mas não rapará a tinha. e pêlo amarelo fino há nela. então o sacerdote encerrará o que tem a praga da tinha por sete dias. inchação da queimadura é. e eis que. Depois o sacerdote examinará a tinha ao sétimo dia. portanto o sacerdote o declarará por limpo. nem estiver mais funda do que a pele. é impigem que floresceu na pele. é lepra da cabeça ou da barba. havendo examinado a praga da tinha. e será limpo. se ela parece mais funda do que a pele. limpo está. examinando a chaga. Mas. o sacerdote não buscará pêlo amarelo. e eis que. Lepra na Calvice E. e eis que. lepra é. E o sacerdote examinará a praga ao sétimo dia. quando na pele da carne houver queimadura de fogo. se a tinha.

e clamará: Imundo. serão rasgadas. porque lepra roedora é. se ainda aparecer na roupa. praga de lepra é. praga penetrante é. seja por dentro ou por fora. 46 Todos os dias em que a praga houver nele. e de que a praga se retirar. e eis que. com fogo queimarás aquilo em que há a praga. ou no tecido. ou tecido. ou de qualquer obra de peles. ou na meia calva. lepra roedora é. com fogo se queimará. vendo. na sua calva ou meia calva. e eis que. 49 E a praga na roupa. imundo está. 55 E o sacerdote. 53 Mas. 57 E. é lepra. e cobrirá o lábio superior. ou no fio urdido. e a sua cabeça será descoberta. Leproso é aquele homem. imunda está. se a praga não se estendeu na roupa. depois de lavada. com fogo o queimarás. então a rasgará da roupa. ou da pele ou do fio urdido ou tecido. ou de linho. 52 Por isso se queimará aquela roupa. ou em pele. E o sacerdote examinará a praga. ou no fio urdido ou tecido ou em qualquer coisa de peles. 59 Esta é a lei da praga da lepra na roupa de lã. ou em qualquer obra de peles. e será limpa. ou no fio tecido ou na pele. 58 Mas a roupa ou fio urdido ou tecido ou qualquer coisa de peles. se a praga se houver estendido na roupa. a sua habitação será fora do arraial. ou no fio urdido. 56 Mas se o sacerdote verificar que a praga se tem recolhido. tirando a vermelho. . ou no fio urdido. será imundo. ou na pele. e encerrará aquilo que tem a praga por sete dias. depois que for lavada. imundo está. o sacerdote o declarará totalmente por imundo. ou fio urdido. habitará só. em que houver a praga. e o encerrará segunda vez por sete dias. ou em roupa de linho. ou em qualquer coisa de peles aparecer verde ou vermelha. se a inchação da praga. 51 Então examinará a praga ao sétimo dia. florescendo na sua calva ou na sua meia calva. se lavará segunda vez. para declará-la limpa. imundo está. o sacerdote examinado. que lavares. ou seja de lã. e eis que se ela não mudou o seu aspecto. em roupa de lã. se na calva. examinando a praga. para qualquer obra que for feita da pele. houver praga branca avermelhada. em quem está a praga. seja de linho. Lepra nas vestes 47 Quando também em alguma roupa houver praga de lepra. como parece a lepra na pele da carne. 54 Então o sacerdote ordenará que se lave aquilo no qual havia a praga. na sua cabeça tem a praga. ou de linho. ou no fio tecido. Havendo. ou do fio urdido. Condições do leproso Também as vestes do leproso. ou no fio tecido. nem se estendeu. ou fio tecido de lã. imundo.Porém. o sacerdote. pois. 48 Ou no fio urdido. lepra brotante é. por isso se mostrará ao sacerdote. ou em qualquer obra de peles. ou de qualquer coisa de peles. está branca. ou para declará-la imunda.

Então degolará o cordeiro no lugar em que se degola a oferta da expiação do pecado e o holocausto. e no dedo polegar do seu pé direito. rapará todo o pêlo. e soltará a ave viva sobre a face do campo. se a praga da lepra do leproso for sarada. E tomará a ave viva. e será limpo. E o sacerdote sairá fora do arraial. e o logue de azeite. assim será limpo. e três dízimas de flor de farinha para oferta de alimentos. e o examinará. e as sobrancelhas. Mandará também o sacerdote que se degole uma ave num vaso de barro sobre águas vivas. e a sua barba. e sobre o dedo polegar do seu pé direito. assim o sacerdote fará expiação por ele perante o SENHOR. e o derramará na palma da sua própria mão esquerda. à porta da tenda da congregação. E o sacerdote que faz a purificação apresentará o homem que houver de purificar-se. o porá sobre a cabeça daquele que tem de purificar-se. e eis que. e o pau de cedro. e depois degolará o holocausto. e se lavará com água. e carmesim. e daquele azeite com o seu dedo espargirá sete vezes perante o SENHOR. e lavará a sua carne com água. que está na sua mão. E o restante do azeite. depois de sarado Esta será a lei do leproso no dia da sua purificação: será levado ao sacerdote. E aquele que tem de purificar-se lavará as suas vestes. no lugar santo. e pau de cedro. e o porá sobre a ponta da orelha direita daquele que tem de purificar-se e sobre o dedo polegar da sua mão direita. no sangue da ave que foi degolada sobre as águas correntes. e sobre o dedo polegar da sua mão direita. e rapará todo o seu pêlo. a sua cabeça. e uma cordeira sem defeito. com a ave viva. E será que ao sétimo dia rapará todo o seu pêlo. e um logue de azeite. e os oferecerá por oferta movida perante o SENHOR. e os molhará. e o oferecerá por expiação da culpa. E o restante do azeite que está na mão do sacerdote. E o sacerdote tomará do sangue da expiação da culpa. ficará fora da sua tenda por sete dias. e o hissopo. e lavará as suas vestes. Também o sacerdote tomará do logue de azeite. com aquelas coisas. E sobre aquele que há de purificar-se da lepra espargirá sete vezes. E o sacerdote tomará um dos cordeiros. Então o sacerdote ordenará que por aquele que se houver de purificar se tomem duas aves vivas e limpas. sim. coisa santíssima é. . o sacerdote porá sobre a ponta da orelha direita daquele que tem de purificar-se. Então o sacerdote molhará o seu dedo direito no azeite que está na sua mão esquerda. de um ano. amassada com azeite. porém. então o declarará por limpo. e fará expiação por aquele que tem de purificar-se da sua imundícia. Também o sacerdote fará a expiação do pecado. e o carmesim. CAPÍTULO 14 A lei acerca do leproso. E ao oitavo dia tomará dois cordeiros sem defeito. porque quer a oferta da expiação da culpa como a da expiação do pecado é para o sacerdote. perante o SENHOR. e depois entrará no arraial. e hissopo. em cima do sangue da expiação da culpa.

vendo a praga. dos quais um será para expiação do pecado. conforme as suas posses. E o sacerdote oferecerá o holocausto e a oferta de alimentos sobre o altar. antes que entre para examinar a praga. amassada com azeite. e parecerem mais fundas do que a parede. e no dedo polegar do seu pé direito. e um logue de azeite. à porta da tenda da congregação. E ao oitavo dia da sua purificação os trará ao sacerdote. A lei acerca da lepra numa casa Falou mais o SENHOR a Moisés e a Arão. no lugar do sangue da expiação da culpa. E o sacerdote porá do azeite que está na sua mão na ponta da orelha direita daquele que tem de purificar-se. para que tudo o que está na casa não seja contaminado. virá e informará ao sacerdote. e sobre o dedo polegar da sua mão direita. cujas posses não lhe permitirem o devido para purificação. E o sacerdote tomará o cordeiro da expiação da culpa. de quem for a casa. conforme as suas posses. será um para expiação do pecado e o outro para holocausto com a oferta de alimentos. E. e sobre o dedo polegar do seu pé direito. e eu enviar a praga da lepra em alguma casa da terra da vossa possessão. E duas rolas. e o sacerdote tomará do sangue da expiação da culpa. Então degolará o cordeiro da expiação da culpa. e será limpo. para fazer expiação por ele perante o SENHOR. e depois entrará o sacerdote. assim o sacerdote fará expiação por ele. e no dedo polegar da sua mão direita. e eis que se ela estiver nas paredes da casa em covinhas verdes ou vermelhas. E o sacerdote ordenará que desocupem a casa. para examinar a casa. Sim. tomará um cordeiro para expiação da culpa em oferta de movimento. Depois o sacerdote com o seu dedo direito espargirá do azeite que está na sua mão esquerda. para oferta de alimentos. e os oferecerá por oferta movida perante o SENHOR. e assim o sacerdote fará expiação por aquele que tem de purificar-se perante o SENHOR. para fazer expiação por ele. E o que sobejar do azeite que está na mão do sacerdote porá sobre a cabeça daquele que tem de purificar-se. e o logue de azeite. Então aquele. dizendo: Parece-me que há como que praga em minha casa. conforme suas posses. e em sua mão não houver recursos para tanto. Também o sacerdote derramará do azeite na palma da sua própria mão esquerda. e a dízima de flor de farinha. ou dois pombinhos. orém se for pobre. e o outro para holocausto. Esta é a lei daquele em quem estiver a praga da lepra. dizendo: Quando tiverdes entrado na terra de Canaã que vos hei de dar por possessão. Depois oferecerá uma das rolas ou um dos pombinhos. . e o porá sobre a ponta da orelha direita daquele que tem de purificar-se. perante o SENHOR. sete vezes perante o SENHOR.

como também todo o barro da casa. será a sua imundícia. Esta é a lei de toda a praga da lepra. Depois tomará. e com o hissopo. Depois. E da lepra das roupas. se a sua carne vasa o seu fluxo ou se a sua carne estanca o seu fluxo. e de novo rebocada. e com o pau de cedro. depois de arrancadas as pedras e raspada a casa. se a praga na casa se tem estendido. Então tomará pau de cedro. Toda a cama. Portanto se derribará a casa. se a praga tornar a brotar na casa. e será limpa. ao sétimo dia o sacerdote voltará. Esta é a lei da lepra. será imunda. e toda a coisa. lepra roedora há na casa. Porém. por causa do seu fluxo. pois. e com a ave viva. assim fará expiação pela casa. o sacerdote a declarará por limpa. num lugar imundo. e quando será limpa. porque a praga está curada. E fará raspar a casa por dentro ao redor. sobre o que se assentar. e as porão no lugar das primeiras pedras. E degolará uma ave num vaso de barro sobre águas correntes. Para ensinar quando alguma coisa será imunda. e com o carmesim. e a sua madeira. e carmesim e hissopo. lavará as suas roupas. Também o que se deitar a dormir em tal casa. e das pústulas. e a ave viva. e o pó que houverem raspado lançarão fora da cidade. e que as lancem fora da cidade. e pau de cedro. e o hissopo. Assim expiará aquela casa com o sangue da ave. Então soltará a ave viva para fora da cidade. Então o sacerdote entrará e examinará. e da tinha. as suas pedras. e se levará para fora da cidade a um lugar imundo. em que se deitar o que tiver fluxo. será imunda. em qualquer dia em que estiver fechada. e espargirá a casa sete vezes. e a casa se rebocará. duas aves. . será imundo até à tarde.Então o sacerdote sairá da casa para fora da porta. tornando o sacerdote a entrar na casa e examinando-a. E da inchação. esta é a sua imundícia. e dizei-lhes: Qualquer homem que tiver fluxo da sua carne. Porém. será imundo por causa do seu fluxo. e fechá-la-á por sete dias. CAPÍTULO 15 Imundícias do homem e da mulher Falai aos filhos de Israel. num lugar imundo. e com as águas correntes. Depois tomarão outras pedras. e outro barro se tomará. depois que a casa foi rebocada. para expiar a casa. se a praga não se tem estendido. e os molhará no sangue da ave degolada e nas águas correntes. E o que entrar naquela casa. e o que comer em tal casa lavará as suas roupas. imunda está. Então o sacerdote ordenará que arranquem as pedras. e o carmesim. e se vir que a praga nas paredes da casa se tem estendido. e das manchas lustrosas. Esta. sobre a face do campo. em que estiver a praga. e das casas. e examinará.

E tudo aquilo sobre o que ela se deitar durante a sua separação. e se banhará com água. Também todo aquele em quem tocar o que tem o fluxo. e se banhará em água. também toda a cama. e aquele que a levar. e se banhará em água. será imundo até à tarde. . E o vaso de barro. estará sete dias na sua separação. qualquer homem se deitar com ela. sobre o que ela se tiver assentado. contar-se-ão sete dias para a sua purificação. será imundo até à tarde. toda a sua carne banhará com água. ambos se banharão com água. Quando também o que tem o fluxo cuspir sobre um limpo. e serão imundos até à tarde. quando sair dele o sêmen da cópula. será quebrado. E também se um homem se deitar com a mulher e tiver emissão de sêmen. E ao oitavo dia tomará duas rolas ou dois pombinhos. e lavará as suas roupas. E qualquer que tocar alguma coisa. e será imundo até à tarde. lavará as suas roupas. e o seu fluxo de sangue estiver na sua carne. e será imundo até à tarde. e banhará a sua carne em águas correntes. e se banhará com água. E qualquer que tocar na sua cama. será imunda. sêmen da cópula Também o homem. porém. e tudo sobre o que se assentar. e toda a pele em que houver sêmen da cópula se lavará com água. e será imundo até à tarde. e se banhará em água. Também toda a roupa. E o sacerdote oferecerá um para expiação do pecado. será imunda. será imundo. sem haver lavado as suas mãos com água. então lavará este as suas roupas. e o outro para holocausto. todo o vaso de madeira será lavado com água. e virá perante o SENHOR. lavará as suas roupas. lavará as suas roupas. e será imundo até à tarde. sobre que se deitar. imundo será por sete dias. lavará as suas roupas. será imundo. que tocar o que tem o fluxo. e a sua imundícia estiver sobre ele. 23 Se também tocar alguma coisa que estiver sobre a cama ou sobre aquilo em que ela se assentou. e será imundo até à tarde. Também toda a sela. e será imundo até à tarde. e será imundo até à tarde. E aquele que se assentar sobre aquilo em que se assentou o que tem o fluxo. e será limpo. e qualquer que a tocar. e se banhará em água. lavará as suas vestes. Quando. e será imundo até à tarde. e se banhará em água. quando tiver fluxo. e será imundo até à tarde. E qualquer que tocar em alguma coisa que esteve debaixo dele. 24 E se. E aquele que tocar a carne do que tem o fluxo. será imundo até à tarde. e assim o sacerdote fará por ele expiação do seu fluxo perante o SENHOR. pois. e se banhará em água. estiver limpo do seu fluxo. lavará as suas roupas. à porta da tenda da congregação e os dará ao sacerdote. lavará as suas vestes. Mas a mulher.E qualquer que tocar a sua cama. e será imundo até à tarde. o que tem o fluxo. em que cavalgar o que tem o fluxo. com efeito.

que morreram quando se chegaram diante do SENHOR. ou dois pombinhos. 10 Mas o bode. Porém quando for limpa do seu fluxo. 4 Vestirá ele a túnica santa de linho. conforme a imundícia da sua separação. e do homem que se deita com mulher imunda. Esta é a lei daquele que tem o fluxo. e se banhará com água. pois. CAPÍTULO 16 Como Arão deve entrar no santuário 1 E FALOU o SENHOR a Moisés. para dentro do véu. ser-lhe-á como a cama da sua separação. sobre o qual cair a sorte pelo SENHOR. e daquele que padece do seu fluxo. Como também da mulher enferma na sua separação. diante do propiciatório que está sobre a arca. à porta da tenda da congregação. contaminando o meu tabernáculo. por muitos dias fora do tempo da sua separação. e a outra pelo bode emissário. a fim de enviá-lo ao deserto como bode emissário. para que não morra. e cingir-se-á com um cinto de linho. que não entre no santuário em todo o tempo. portanto lavará as suas vestes. quando tiver o fluxo do seu sangue. e o outro para holocausto. então se contarão sete dias. E ao oitavo dia tomará duas rolas. e será imundo até à tarde. Assim separareis os filhos de Israel das suas imundícias. para expiação do pecado. ou quando tiver fluxo de sangue por mais tempo do que a sua separação. e as vestirá. para que não morram nas suas imundícias. e um carneiro para holocausto. como nos dias da sua separação. por isso banhará a sua carne na água. todos os dias do fluxo da sua imundícia será imunda. 9 Então Arão fará chegar o bode. para fazer expiação com ele. 3 Com isto Arão entrará no santuário: com um novilho. e terá ceroulas de linho sobre a sua carne. teu irmão. e que fica por eles imundo. sobre que se deitar todos os dias do seu fluxo. que está no meio deles. 2 Disse. apresentar- se-á vivo perante o SENHOR. estas são vestes santas. Então o sacerdote oferecerá um para expiação do pecado. sobre que cair a sorte para ser bode emissário. E qualquer que a tocar será imundo. e os trará ao sacerdote. será imunda. depois da morte dos dois filhos de Arão. 8 E Arão lançará sortes sobre os dois bodes. sobre que se assentar. e o sacerdote fará por ela expiação do fluxo da sua imundícia perante o SENHOR. e depois será limpa.Também a mulher. . 5 E da congregação dos filhos de Israel tomará dois bodes para expiação do pecado e um carneiro para holocausto. seja homem ou mulher. que será para ele. e os porá perante o SENHOR. 6 Depois Arão oferecerá o novilho da expiação. e o oferecerá para expiação do pecado. porque eu aparecerei na nuvem sobre o propiciatório. Toda a cama. 7 Também tomará ambos os bodes. e toda a coisa. e se cobrirá com uma mitra de linho. à porta da tenda da congregação. o SENHOR a Moisés: Dize a Arão. e fará expiação por si e pela sua casa. e daquele de quem sai o sêmen da cópula. uma pelo SENHOR.

e todos os seus pecados. e perante o propiciatório espargirá sete vezes do sangue com o seu dedo. acabado de fazer expiação pelo santuário. que será pelo povo. com o seu dedo. e banhará a sua carne em água. 16 Assim fará expiação pelo santuário por causa das imundícias dos filhos de Israel e das suas transgressões. e fará expiação por si e pelo povo. e por toda a congregação de Israel. e o seu esterco queimarão com fogo. e enviá-lo-á ao deserto. 13 E porá o incenso sobre o fogo perante o SENHOR. que está sobre o testemunho. e despirá as vestes de linho. e depois entrará no arraial. 20 Havendo. até que ele saia. 23 Depois Arão virá à tenda da congregação. e os seus punhos cheios de incenso aromático moído. e com o seu dedo espargirá sobre a face do propiciatório. 21 E Arão porá ambas as suas mãos sobre a cabeça do bode vivo. e o bode da expiação do pecado. pois. e fará com o seu sangue como fez com o sangue do novilho. 17 E nenhum homem estará na tenda da congregação quando ele entrar para fazer expiação no santuário. e o holocausto do povo. e pela tenda da congregação. 14 E tomará do sangue do novilho. 19 E daquele sangue espargirá sobre o altar. depois de feita expiação por si mesmo. então fará chegar o bode vivo. porém as suas peles. O sacrifício pelo povo 15 Depois degolará o bode. e de todos os seus pecados. e depois entrará no arraial. 28 E aquele que os queimar lavará as suas vestes. então sairá e preparará o seu holocausto. . 27 Mas o novilho da expiação. 18 Então sairá ao altar. e perante a face do propiciatório. e deixará o bode no deserto. e pela sua casa. para que não morra. e a nuvem do incenso cobrirá o propiciatório. e fará expiação por ele. da expiação. 12 Tomará também o incensário cheio de brasas de fogo do altar. 26 E aquele que tiver levado o bode emissário lavará as suas vestes. 24 E banhará a sua carne em água no lugar santo. e trará o seu sangue para dentro do véu. de diante do SENHOR. e o levará para dentro do véu. a sua carne. e banhará a sua carne em água. cujo sangue foi trazido para fazer expiação no santuário. e o porá sobre as pontas do altar ao redor. que havia vestido quando entrara no santuário. e assim fará para a tenda da congregação que reside com eles no meio das suas imundícias. e tomará do sangue do novilho. e todas as suas transgressões. pela mão de um homem designado para isso. O sacrifício pelo próprio sumo sacerdote 11 E Arão fará chegar o novilho da expiação. e os porá sobre a cabeça do bode. e fará expiação por si e pela sua casa. e sobre ele confessará todas as iniqüidades dos filhos de Israel. e degolará o novilho da sua expiação. 22 Assim aquele bode levará sobre si todas as iniqüidades deles à terra solitária. 25 Também queimará a gordura da expiação do pecado sobre o altar. e o santificará. para o lado oriental. e vestirá as suas vestes. e ali as deixará. e do sangue do bode. e o purificará das imundícias dos filhos de Israel. serão levados fora do arraial. e pelo altar. que está perante o SENHOR. sete vezes. que será por ele. e o espargirá sobre o propiciatório.

para oferecer oferta ao SENHOR diante do tabernáculo do SENHOR. e nenhum trabalho fareis nem o natural nem o estrangeiro que peregrina entre vós. semelhantemente fará expiação pelos sacerdotes e por todo o povo da congregação. trazendo os seus sacrifícios. 11 Porque a vida da carne está no sangue. ao sacerdote. e que for sagrado. e queimará a gordura por cheiro suave ao SENHOR. isto ser-lhes-á por estatuto perpétuo nas suas gerações. uma vez no ano. E não os trouxer à porta da tenda da congregação. E o sacerdote espargirá o sangue sobre o altar do SENHOR. que oferecer holocausto ou sacrifício. para oferecê-lo ao SENHOR. A festa anual das expiações 29 E isto vos será por estatuto perpétuo: no sétimo mês. . para administrar o sacerdócio. A proibição de comer sangue 10 E qualquer homem da casa de Israel. fará a expiação. 31 É um sábado de descanso para vós. isto é estatuto perpétuo. para fazer expiação pelos filhos de Israel de todos os seus pecados. afligireis as vossas almas. no arraial. e sereis purificados de todos os vossos pecados perante o SENHOR. para purificar-vos. 32 E o sacerdote. pelo que vo-lo tenho dado sobre o altar. esse homem será extirpado do seu povo. que comer algum sangue. 9 E não o trouxer à porta da tenda da congregação. que for ungido. os tragam ao SENHOR. as vestes santas. contra aquela alma porei a minha face. que oferecem sobre a face do campo. 34 E isto vos será por estatuto perpétuo. ou cordeiro. aos dez do mês. CAPÍTULO 17 O sangue de todos os animais deve trazer-se à porta do tabernáculo Qualquer homem da casa de Israel que degolar boi. Dize-lhes pois: Qualquer homem da casa de Israel. e a extirparei do seu povo. à porta da tenda da congregação. e afligireis as vossas almas. ou cabra. ou quem os degolar fora do arraial. porquanto é o sangue que fará expiação pela alma. a esse homem será imputado o sangue. à porta da tenda da congregação. também fará expiação pela tenda da congregação e pelo altar. no lugar de seu pai. e os ofereçam por sacrifícios pacíficos ao SENHOR. Assim fará expiação pelo santo santuário. ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles. 30 Porque naquele dia se fará expiação por vós. ou dos estrangeiros que peregrinam entre vós. E nunca mais oferecerão os seus sacrifícios aos demônios. derramou sangue. havendo vestido as vestes de linho. após os quais eles se prostituem. Para que os filhos de Israel. para fazer expiação pelas vossas almas. por isso será extirpado do seu povo.

levará sobre si a sua iniqüidade. 14 Porquanto a vida de toda a carne é o seu sangue. comerá sangue. qualquer que o comer será extirpado. ou dos estrangeiros que peregrinam entre eles. nem o estrangeiro. ou entre os estrangeiros. que caçar animal ou ave que se come. Neta A nudez da filha do teu filho. e será imundo até à tarde. é nudez de teu pai. Tia A nudez da irmã de teu pai não descobrirás. Eu sou o SENHOR. por isso tenho dito aos filhos de Israel: Não comereis o sangue de nenhuma carne. para andardes neles. . ou filha de tua mãe. e o cobrirá com pó. ou da filha de tua filha. ou fora de casa. para a qual vos levo. E todo o homem entre os naturais. Eu sou o SENHOR vosso Deus. 4 Fareis conforme os meus juízos. filha de teu pai. que peregrine entre vós. Também qualquer homem dos filhos de Israel. nascida em casa. porque a vida de toda a carne é o seu sangue. observando-os o homem. 3 Não fareis segundo as obras da terra do Egito. e os meus estatutos guardareis. em que habitastes. a sua nudez não descobrirás. a sua nudez não descobrirás. Irmã por parte de pai A nudez da filha da mulher de teu pai. que comer corpo morto ou dilacerado. nem andareis nos seus estatutos. dizendo: 2 Fala aos filhos de Israel. e dize-lhes: Eu sou o SENHOR vosso Deus. os quais. Eu sou o SENHOR. Nenhum homem se chegará a qualquer parenta da sua carne. Pai e mãe Não descobrirás a nudez de teu pai e de tua mãe: ela é tua mãe. se os não lavar. para descobrir a sua nudez. lavará as suas vestes. nem fareis segundo as obras da terra de Canaã. gerada de teu pai (ela é tua irmã). os meus estatutos e os meus juízos guardareis. derramará o seu sangue. ela é parenta de teu pai. a sua nudez não descobrirás. depois será limpo. e se banhará com água. CAPÍTULO 18 Casamentos ilícitos 1 FALOU mais o SENHOR a Moisés.12 Portanto tenho dito aos filhos de Israel: Nenhum dentre vós comerá sangue. 16 Mas. nem banhar a sua carne. Irmã A nudez da tua irmã. Portanto. porque é tua nudez. viverá por eles. não descobrirás a sua nudez Mulher do pai Não descobrirás a nudez da mulher de teu pai.

não descobrirás a sua nudez. descobrindo a sua nudez diante dela em sua vida. nem o estrangeiro que peregrina entre vós. maldade é. Neta e afilhada A nudez de uma mulher e de sua filha não descobrirás. Nem te deitarás com a mulher de teu próximo para cópula. 25 Por isso a terra está contaminada. para te contaminares com ele. para te contaminares com ela. confusão é. para descobrir a sua nudez. e eu visito a sua iniqüidade. e nenhuma destas abominações fareis. Não pode casar com duas irmãs E não tomarás uma mulher juntamente com sua irmã. nem a filha de sua filha. Homossexual Com homem não te deitarás. 26 Porém vós guardareis os meus estatutos e os meus juízos. para ajuntar-se com ele. nem a mulher se porá perante um animal. Nora A nudez de tua nora não descobrirás: ela é mulher de teu filho. . para descobrir a sua nudez. é a nudez de teu irmão. porque com todas estas coisas se contaminaram as nações que eu expulso de diante de vós. nem o natural. Uniões abomináveis 19 E não chegarás à mulher durante a separação da sua imundícia. Cunhada A nudez da mulher de teu irmão não descobrirás. pois ela é parenta de tua mãe. como se fosse mulher. Relação Sexual com animais Nem te deitarás com um animal. parentas são. abominação é. Com nenhuma destas coisas vos contamineis. não te chegarás à sua mulher. ela é tua tia. e a terra vomita os seus moradores. Sacríficio a moloque Nem te deitarás com a mulher de teu próximo para cópula. para fazê-la sua rival.A nudez da irmã de tua mãe não descobrirás. não tomarás a filha de seu filho. para te contaminares com ela. A nudez do irmão de teu pai não descobrirás.

Não vos virareis para os ídolos nem vos fareis deuses de fundição. não respeitarás o pobre. Não furtareis. Eu sou o SENHOR. nem mentireis. e no dia seguinte. nem porás tropeço diante do cego. a paga do diarista não ficará contigo até pela manhã. nem o roubarás. 10 Semelhantemente não rabiscarás a tua vinha. nem as espigas caídas colherás da tua sega. pois profanarás o nome do teu Deus.Porque todas estas abominações fizeram os homens desta terra. não será aceita. Eu sou o SENHOR vosso Deus. e guardará os meus sábados. como vomitou a nação que nela estava antes de vós. da vossa própria vontade o oferecereis. Quando também fizerdes a colheita da vossa terra. e não vos contamineis com elas. com justiça julgarás o teu próximo. qualquer que fizer alguma destas abominações. aqueles que as fizerem serão extirpados do seu povo. Eu sou o SENHOR vosso Deus. Mexeriqueiro Não andarás como mexeriqueiro entre o teu povo. será queimado com fogo. Nem jurareis falso pelo meu nome. mas temerás o teu Deus. que nela estavam antes de vós. 29 Porém. Eu sou o SENHOR. Eu sou o SENHOR vosso Deus. nem honrarás o poderoso. Não farás injustiça no juízo. coisa abominável é. E qualquer que o comer levará a sua iniqüidade. por isso tal alma será extirpada do seu povo. Eu sou o SENHOR. 30 Portanto guardareis o meu mandamento. quando oferecerdes sacrifício pacífico ao SENHOR. não te porás contra o sangue do teu próximo. o canto do teu campo não segarás totalmente. havendo-a contaminado. sim. nem usareis de falsidade cada um com o seu próximo. Eu sou o SENHOR vosso Deus. 7 E se alguma coisa dele for comida ao terceiro dia. Acerca do Surdo e do Cego Não oprimirás o teu próximo. mas o que sobejar ao terceiro dia. e a terra foi contaminada. 6 No dia em que o sacrificardes. não fazendo nenhuma das práticas abomináveis que se fizeram antes de vós. nem colherás os bagos caídos da tua vinha. se comerá. porquanto profanou a santidade do SENHOR. 28 Para que a terra não vos vomite. Não amaldiçoarás ao surdo. deixá-los-ás ao pobre e ao estrangeiro. E. CAPÍTULO 19 A repetição de diversas leis Cada um temerá a sua mãe e a seu pai. .

E no quinto ano comereis o seu fruto. por expiação da sua culpa. para que vos faça aumentar a sua produção. nem fareis marca alguma sobre vós. fazendo-a prostituir-se. contaminando-vos com eles. Não comereis coisa alguma com o sangue. pelo pecado que cometeu. Guardarás os meus estatutos. Eu sou o SENHOR vosso Deus. não deixarás de repreender o teu próximo. não os busqueis. e honrarás a face do ancião. trará ao SENHOR. mas amarás o teu próximo como a ti mesmo. pois ela não foi libertada. quando tiverdes entrado na terra. para que a terra não se prostitua. três anos vos será incircunciso. quando um homem se deitar com uma mulher que for serva desposada com outro homem. não permitirás que se ajuntem misturadamente os teus animais de diferentes espécies. E. arredondando os cantos da vossa cabeça. no teu campo não semearás sementes diversas. um carneiro da expiação. 18 Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo. e temerás o teu Deus. Eu sou o SENHOR. Diante das cãs te levantarás. Eu sou o SENHOR vosso Deus. à porta da tenda da congregação. e o meu santuário reverenciareis. não o oprimireis. e por causa dele não sofrerás pecado. e não for resgatada nem se lhe houver dado liberdade. e este lhe será perdoado. Não vos virareis para os adivinhadores e encantadores. Eu sou o SENHOR vosso Deus. Eu sou o SENHOR. Eu sou o SENHOR. Não contaminarás a tua filha. então serão açoitados. amá-lo-ás como a ti mesmo. e plantardes toda a árvore de comer. nem danificareis as extremidades da tua barba. Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne. pois estrangeiros fostes na terra do Egito. o sacerdote fará propiciação por ele perante o SENHOR. E. Porém no quarto ano todo o seu fruto será santo para dar louvores ao SENHOR. dele não se comerá. com o carneiro da expiação da culpa. . E. ser-vos-á incircunciso o seu fruto. Guardareis os meus sábados.Não odiarás a teu irmão no teu coração. e não vestirás roupa de diversos estofos misturados. não agourareis nem adivinhareis. Não cortareis o cabelo. E quando o estrangeiro peregrinar convosco na vossa terra. nem se encha de maldade. 34 Como um natural entre vós será o estrangeiro que peregrina convosco. não morrerão. Eu sou o SENHOR. E.

o seu sangue será sobre eles. pois eu sou o SENHOR vosso Deus. quando der da sua descendência a Moloque. e sede santos. como com mulher. prostituindo-se com Moloque. ambos certamente morrerão. nem na vara. e justo him tereis. Eu sou o SENHOR vosso Deus. Balanças justas. se o povo da terra de alguma maneira esconder os seus olhos daquele homem. ambos certamente morrerão. 5 Então eu porei a minha face contra aquele homem. Quando um homem amaldiçoar a seu pai ou a sua mãe. der da sua descendência a Moloque. certamente morrerá. que vos tirei da terra do Egito. ambos fizeram abominação. Adultério Também o homem que adulterar com a mulher de outro. E eu porei a minha face contra esse homem. E o homem que se deitar com a mulher de seu pai descobriu a nudez de seu pai. certamente morrerá. certamente morrerá o adúltero e a adúltera. o povo da terra o apedrejará. Eu sou o SENHOR. . o seu sangue será sobre eles. e contra a sua família. Quando alguém se virar para os adivinhadores e encantadores. nem na medida. havendo adulterado com a mulher do seu próximo. efa justo.Não cometereis injustiça no juízo. bem como a todos que forem após ele. para se prostituir com eles. Eu sou o SENHOR que vos santifica. e o extirparei do meio do seu povo. e os cumprireis. para contaminar o meu santuário e profanar o meu santo nome. e cumpri-os. dizendo: 2 Também dirás aos filhos de Israel: Qualquer que. CAPÍTULO 20 As penas de diversos crimes 1 FALOU mais o SENHOR a Moisés. Semelhantemente. porquanto deu da sua descendência a Moloque. Homossexualismo Quando também um homem se deitar com outro homem. e o extirparei do meio do seu povo. amaldiçoou a seu pai ou a sua mãe. ou dos estrangeiros que peregrinam em Israel. e o extirparei do meio do seu povo. para não o matar. fizeram confusão. nem no peso. e todos os meus juízos. eu porei a minha face contra ele. 8 E guardai os meus estatutos. pesos justos. E. o seu sangue será sobre ele. 7 Portanto santificai-vos. o seu sangue será sobre eles. quando um homem se deitar com a sua nora. Por isso guardareis todos os meus estatutos. dos filhos de Israel. certamente morrerão.

e vos separei dos povos. Relações sexuais no período menstrual E. 23 E não andeis nos costumes das nações que eu expulso de diante de vós. Cunhada E quando um homem tomar a mulher de seu irmão. Incesto E. portanto serão extirpados aos olhos dos filhos do seu povo. para a qual eu vos levo para habitar nela. diferença entre os animais limpos e imundos. para a possuirdes. que vos separei dos povos. quando um homem tomar uma mulher e a sua mãe. pois. certamente morrerá. quando um homem se deitar com uma mulher no tempo da sua enfermidade. 16 Também a mulher que se chegar a algum animal. e vir a nudez dela. quando um homem tomar a sua irmã. e entre as aves imundas e as limpas. porque eu. ou das aves. para tê-las por imundas. ou filha de sua mãe. e as vossas almas não fareis abomináveis por causa dos animais. portanto fui enfadado deles. sobre si levarão a sua iniqüidade. imundícia é. e matareis o animal. filha de seu pai. e cumpri- os. para ajuntar-se com ele. para serdes meus. levará sobre si a sua iniqüidade. sem filhos ficarão. porque fizeram todas estas coisas. e descobrir a sua nudez. a nudez de seu irmão descobriu. maldade é. 20 Quando também um homem se deitar com a sua tia descobriu a nudez de seu tio. Fareis. Guardai. todos os meus estatutos. pois. certamente morrerão. e ela a sua. porquanto descobriu a sua parenta. e ela descobrir a fonte do seu sangue. para que não haja maldade no meio de vós. e eu a darei a vós. ou de tudo o que se arrasta sobre a terra. aquela mulher matarás bem assim como o animal. torpeza é. E ser-me-eis santos. sou santo. Eu sou o SENHOR vosso Deus. 24 E a vós vos tenho dito: Em herança possuireis a sua terra. e todos os meus juízos. Sexo com animais Quando também um homem se deitar com um animal. descobriu a nudez de sua irmã. descobrindo a sua fonte. ambos serão extirpados do meio do seu povo. para que não vos vomite a terra. seu pecado sobre si levarão. sem filhos morrerão. a ele e a elas queimarão com fogo. Tia Também a nudez da irmã de tua mãe. o SENHOR. .Prostituição com a mãe e a filha E. o seu sangue será sobre eles. ou da irmã de teu pai não descobrirás. as quais coisas apartei de vós. terra que mana leite e mel.

que ainda não teve marido. 19 Ou homem que tiver quebrado o pé. e não profanarão o nome do seu Deus. dizendo: Ninguém da tua descendência. 18 Pois nenhum homem em quem houver alguma deformidade se chegará. portanto serão santos. 6 Santos serão a seu Deus. Eu sou o SENHOR. nem tomarão mulher repudiada de seu marido. e por sua filha. E quando a filha de um sacerdote começar a prostituir-se. ou de membros demasiadamente compridos. . porque oferecem as ofertas queimadas do SENHOR. E o sumo sacerdote entre seus irmãos. 4 Ele sendo principal entre o seu povo. para que não profane o santuário do seu Deus. serão apedrejados. nem darão golpes na sua carne. e que for consagrado para vestir as vestes. ou a mão quebrada. filhos de Arão. e não raparão as extremidades da sua barba. 14 Viúva. se chegará a oferecer o pão do seu Deus. chegada a ele. profana a seu pai. em que houver algum defeito. pois. Falou mais o SENHOR a Moisés. com fogo será queimada. como homem cego. certamente morrerá. Não farão calva na sua cabeça. sobre cuja cabeça foi derramado o azeite da unção. e por seu irmão. ou repudiada ou desonrada ou prostituta. estas não tomará. 11 E não se chegará a cadáver algum. mas virgem do seu povo tomará por mulher. E ele tomará por esposa uma mulher na sua virgindade.Espíritas Quando. 12 Nem sairá do santuário. 15 E não profanará a sua descendência entre o seu povo. e dize-lhes: O sacerdote não se contaminará por causa de um morto entre o seu povo. ou coxo. pois que se profanaria. porque eu sou o SENHOR que o santifico. nem por causa de seu pai nem por sua mãe se contaminará. e o pão do seu Deus. ou de nariz chato. dizendo: 17 Fala a Arão. nas suas gerações. e por seu pai. não descobrirá a sua cabeça nem rasgará as suas vestes. pois santo é a seu Deus. 2 Salvo por seu parente mais chegado: por sua mãe. por ela também se contaminará. CAPÍTULO 21 Leis acerca dos sacerdotes 1 DEPOIS disse o SENHOR a Moisés: Fala aos sacerdotes. e por seu filho. Não tomarão mulher prostituta ou desonrada. o seu sangue será sobre eles. algum homem ou mulher em si tiver um espírito de necromancia ou espírito de adivinhação. não se contaminará. pois a coroa do azeite da unção do seu Deus está sobre ele. 3 E por sua irmã virgem.

20 Ou corcunda, ou anão, ou que tiver defeito no olho, ou sarna, ou
impigem, ou que tiver testículo mutilado.
Nenhum homem da descendência de Arão, o sacerdote, em quem houver
alguma deformidade, se chegará para oferecer as ofertas queimadas do
SENHOR; defeito nele há; não se chegará para oferecer o pão do seu Deus.
22 Ele comerá do pão do seu Deus, tanto do santíssimo como do santo.
23 Porém até ao véu não entrará, nem se chegará ao altar, porquanto
defeito há nele, para que não profane os meus santuários; porque eu sou o
SENHOR que os santifico.
24 E Moisés falou isto a Arão e a seus filhos, e a todos os filhos de Israel.

CAPÍTULO 22
A lei acerca de comer coisas santas
DEPOIS falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
2 Dize a Arão e a seus filhos que se apartem das coisas santas dos filhos
de Israel, que a mim me santificam, para que não profanem o meu santo
nome. Eu sou o SENHOR.
3 Dize-lhes: Todo o homem, que entre as vossas gerações, de toda a vossa
descendência, se chegar às coisas santas que os filhos de Israel santificam
ao SENHOR, tendo sobre si a sua imundícia, aquela alma será extirpada de
diante da minha face. Eu sou o SENHOR.

Ninguém da descendência de Arão, que for leproso, ou tiver fluxo, comerá
das coisas santas, até que seja limpo; como também o que tocar alguma
coisa imunda de cadáver, ou aquele de que sair sêmen da cópula,
5 Ou qualquer que tocar a algum réptil, pelo qual se fez imundo, ou a
algum homem, pelo qual se fez imundo, segundo toda a sua imundícia;
6 O homem que o tocar será imundo até à tarde, e não comerá das coisas
santas, mas banhará a sua carne em água.
7 E havendo-se o sol já posto, então será limpo, e depois comerá das
coisas santas; porque este é o seu pão.

O corpo morto e o dilacerado não comerá, para que não se contamine com
ele. Eu sou o SENHOR.
9 Guardarão, pois, o meu mandamento, para que por isso não levem
pecado, e morram nele, havendo-o profanado. Eu sou o SENHOR que os
santifico.

Também nenhum estranho comerá das coisas santas; nem o hóspede do
sacerdote, nem o diarista comerá das coisas santas.
11 Mas quando o sacerdote comprar alguma pessoa com o seu dinheiro,
aquela comerá delas, e os nascidos na sua casa, estes comerão do seu pão.

E, quando a filha do sacerdote se casar com homem estranho, ela não
comerá da oferta das coisas santas.
13 Mas quando a filha do sacerdote for viúva ou repudiada, e não tiver
filho, e se houver tornado à casa de seu pai, como na sua mocidade, do pão
de seu pai comerá; mas nenhum estranho comerá dele.

E quando alguém por erro comer a coisa santa, sobre ela acrescentará uma
quinta parte, e a dará ao sacerdote com a coisa santa.

15 Assim não profanarão as coisas santas dos filhos de Israel, que
oferecem ao SENHOR,
16 Nem os farão levar a iniqüidade da culpa, comendo as suas coisas
santas; pois eu sou o SENHOR que as santifico.

Os animais sacrificados devem ser sem defeito

Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
18 Fala a Arão, e a seus filhos, e a todos os filhos de Israel, e dize-lhes:
Qualquer que, da casa de Israel, ou dos estrangeiros em Israel, oferecer a
sua oferta, quer dos seus votos, quer das suas ofertas voluntárias, que
oferecem ao SENHOR em holocausto,
Segundo a sua vontade, oferecerá macho sem defeito, ou dos bois, ou dos
cordeiros, ou das cabras.
20 Nenhuma coisa em que haja defeito oferecereis, porque não seria aceita
em vosso favor.

E, quando alguém oferecer sacrifício pacífico ao SENHOR, separando dos
bois ou das ovelhas um voto, ou oferta voluntária, sem defeito será, para
que seja aceito; nenhum defeito haverá nele.
22 O cego, ou quebrado, ou aleijado, o verrugoso, ou sarnoso, ou cheio de
impigens, estes não oferecereis ao SENHOR, e deles não poreis oferta
queimada ao SENHOR sobre o altar.

Porém boi, ou gado miúdo, comprido ou curto de membros, poderás
oferecer por oferta voluntária, mas por voto não será aceito.
24 O machucado, ou moído, ou despedaçado, ou cortado, não oferecereis
ao SENHOR; não fareis isto na vossa terra.
25 Também da mão do estrangeiro nenhum alimento oferecereis ao vosso
Deus, de todas estas coisas, pois a sua corrupção está nelas; defeito nelas
há; não serão aceitas em vosso favor.

Falou mais o SENHOR a Moisés, dizendo:
27 Quando nascer o boi, ou cordeiro, ou cabra, sete dias estará debaixo de
sua mãe; depois, desde o oitavo dia em diante, será aceito por oferta
queimada ao SENHOR.
28 Também boi ou gado miúdo, a ele e a seu filho não degolareis no
mesmo dia.
29 E, quando oferecerdes sacrifícios de louvores ao SENHOR, o oferecereis
da vossa vontade.

No mesmo dia se comerá; dele nada deixareis ficar até pela manhã. Eu sou
o SENHOR.
31 Por isso guardareis os meus mandamentos, e os cumprireis. Eu sou o
SENHOR.
32 E não profanareis o meu santo nome, para que eu seja santificado no
meio dos filhos de Israel. Eu sou o SENHOR que vos santifico;
33 Que vos tirei da terra do Egito, para ser o vosso Deus. Eu sou o
SENHOR.

CAPÍTULO 23
As festas solenes do Senhor
1 DEPOIS falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
2 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: As solenidades do SENHOR, que
convocareis, serão santas convocações; estas são as minhas solenidades:

O sábado
( Ex 23:12 )
3 Seis dias trabalho se fará, mas o sétimo dia será o sábado do descanso,
santa convocação; nenhum trabalho fareis; sábado do SENHOR é em todas
as vossas habitações.

A páscoa
( Ex 23:14,15 Ex 24:18 Dt 16:1-8 )
4 Estas são as solenidades do SENHOR, as santas convocações, que
convocareis ao seu tempo determinado:
5 No mês primeiro, aos catorze do mês, pela tarde, é a páscoa do
SENHOR.
6 E aos quinze dias deste mês é a festa dos pães ázimos do SENHOR; sete
dias comereis pães ázimos.
7 No primeiro dia tereis santa convocação; nenhum trabalho servil fareis;
Mas sete dias oferecereis oferta queimada ao SENHOR; ao sétimo dia
haverá santa convocação; nenhum trabalho servil fareis.

As primícias
( Ex 23:16 Ex 34:22,26 )
9 E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
10 Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando houverdes entrado na
terra, que vos hei de dar, e fizerdes a sua colheita, então trareis um molho
das primícias da vossa sega ao sacerdote;
11 E ele moverá o molho perante o SENHOR, para que sejais aceitos; no
dia seguinte ao sábado o sacerdote o moverá.
12 E no dia em que moverdes o molho, preparareis um cordeiro sem
defeito, de um ano, em holocausto ao SENHOR,
13 E a sua oferta de alimentos, será de duas dízimas de flor de farinha,
amassada com azeite, para oferta queimada em cheiro suave ao SENHOR, e
a sua libação será de vinho, um quarto de him.
14 E não comereis pão, nem trigo tostado, nem espigas verdes, até aquele
mesmo dia em que trouxerdes a oferta do vosso Deus; estatuto perpétuo é
por vossas gerações, em todas as vossas habitações.
( Dt 16:9-12 )
15 Depois para vós contareis desde o dia seguinte ao sábado, desde o dia
em que trouxerdes o molho da oferta movida; sete semanas inteiras serão.
16 Até ao dia seguinte ao sétimo sábado, contareis cinqüenta dias; então
oferecereis nova oferta de alimentos ao SENHOR.
17 Das vossas habitações trareis dois pães de movimento; de duas dízimas
de farinha serão, levedados se cozerão; primícias são ao SENHOR.
18 Também com o pão oferecereis sete cordeiros sem defeito, de um ano,
e um novilho, e dois carneiros; holocausto serão ao SENHOR, com a sua
oferta de alimentos, e as suas libações, por oferta queimada de cheiro
suave ao SENHOR.
Também oferecereis um bode para expiação do pecado, e dois cordeiros de
um ano por sacrifício pacífico.

dizendo: Aos quinze dias deste mês sétimo será a festa dos tabernáculos ao SENHOR por sete dias. dizendo: 27 Mas aos dez dias desse sétimo mês será o dia da expiação. memorial com sonido de trombetas. 25 Nenhum trabalho servil fareis. tereis santa convocação. ao oitavo dia tereis santa convocação. 37 Estas são as solenidades do SENHOR. aos nove do mês à tarde. eu a destruirei do meio do seu povo. será extirpada do seu povo. 39 Porém aos quinze dias do mês sétimo. holocausto e oferta de alimentos. de uma tarde a outra tarde. santa convocação. que naquele mesmo dia fizer algum trabalho. nenhum trabalho servil fareis. mas oferecereis oferta queimada ao SENHOR. 35 Ao primeiro dia haverá santa convocação. e oferecereis oferta queimada ao SENHOR. quando fizerdes a colheita da vossa terra. cada qual em seu dia próprio. para fazer expiação por vós perante o SENHOR vosso Deus. 29 Porque toda a alma. porque é o dia da expiação. santos serão ao SENHOR para uso do sacerdote. 28 E naquele mesmo dia nenhum trabalho fareis. ramos de palmeiras. então afligireis as vossas almas. Também toda a alma. dia de proibição é. 22 E. celebrareis o vosso sábado. que naquele mesmo dia se não afligir. celebrareis a festa do SENHOR por sete dias. . 21 E naquele mesmo dia apregoareis que tereis santa convocação. Eu sou o SENHOR vosso Deus. 38 Além dos sábados do SENHOR. que apregoareis para santas convocações. ao primeiro do mês. tereis descanso. no primeiro dia haverá descanso. com os dois cordeiros. e salgueiros de ribeiras. 31 Nenhum trabalho fareis. e além de todas as vossas ofertas voluntárias. 32 Sábado de descanso vos será. e além dos vossos dons. 23 E falou o SENHOR a Moisés. que dareis ao SENHOR. dizendo: 34 Fala aos filhos de Israel. não acabarás de segar os cantos do teu campo. para o pobre e para o estrangeiro as deixarás. sacrifício e libações. e vos alegrareis perante o SENHOR vosso Deus por sete dias.20 Então o sacerdote os moverá com o pão das primícias por oferta movida perante o SENHOR. nem colherás as espigas caídas da tua sega. e oferecereis ofertas queimadas ao SENHOR. 40 E no primeiro dia tomareis para vós ramos de formosas árvores. nenhum trabalho servil fareis. para oferecer ao SENHOR oferta queimada. 33 E falou o SENHOR a Moisés. O dia da expiação 26 Falou mais o SENHOR a Moisés. dizendo: 24 Fala aos filhos de Israel. 36 Sete dias oferecereis ofertas queimadas ao SENHOR. ramos de árvores frondosas. e além de todos os vossos votos. estatuto perpétuo é pelas vossas gerações em todas as vossas habitações. estatuto perpétuo é em todas as vossas habitações pelas vossas gerações. dizendo: No mês sétimo. e afligireis as vossas almas. nenhum trabalho servil fareis. e no oitavo dia haverá descanso. quando tiverdes recolhido do fruto da terra.

levará sobre si o seu pecado. oferta queimada é ao SENHOR. por aliança perpétua. puro. cada pão será de duas dízimas de um efa. desde a tarde até à manhã. e o nome de sua mãe era Selomite. dizendo: 2 Ordena aos filhos de Israel que te tragam azeite de oliveira. seis em cada fileira. 43 Para que saibam as vossas gerações que eu fiz habitar os filhos de Israel em tendas. . por oferta memorial. por estatuto perpétuo. pelos filhos de Israel. 7 E sobre cada fileira porás incenso puro. 4 Sobre o candelabro de ouro puro porá em ordem as lâmpadas perante o SENHOR continuamente. por isso o trouxeram a Moisés. 15 E aos filhos de Israel falarás. A pena do pecado de blasfêmia 10 E apareceu. até que a vontade do SENHOR lhes pudesse ser declarada. dizendo: Qualquer que amaldiçoar o seu Deus. Eu sou o SENHOR vosso Deus. estatuto perpétuo é pelas vossas gerações. CAPÍTULO 24 A lei acerca das lâmpadas ( Ex 27:20. 44 Assim pronunciou Moisés as solenidades do SENHOR aos filhos de Israel. e todos os que o ouviram porão as suas mãos sobre a sua cabeça. na tenda da congregação.E celebrareis esta festa ao SENHOR por sete dias cada ano. 9 E será de Arão e de seus filhos. quando os tirei da terra do Egito. e dela cozerás doze pães. isto se porá em ordem perante o SENHOR continuamente. 11 Então o filho da mulher israelita blasfemou o nome do SENHOR. Em cada dia de sábado. no mês sétimo a celebrareis. porque uma coisa santíssima é para eles. fora do véu do testemunho. 13 E falou o SENHOR a Moisés. para a luminária. 6 E os porás em duas fileiras. 12 E eles o puseram na prisão. estatuto perpétuo é pelas vossas gerações.21 ) 1 E FALOU o SENHOR a Moisés. e o amaldiçoou. no meio dos filhos de Israel o filho de uma mulher israelita. para manter as lâmpadas acesas continuamente. então toda a congregação o apedrejará. e o filho da israelita e um homem israelita discutiram no arraial. 3 Arão as porá em ordem perante o SENHOR continuamente. 42 Sete dias habitareis em tendas. perante o SENHOR. batido. sobre a mesa pura. para o pão. todos os naturais em Israel habitarão em tendas. da tribo de Dã. das ofertas queimadas ao SENHOR. o qual era filho de um homem egípcio. O pão para a mesa do Senhor 5 Também tomarás da flor de farinha. os quais o comerão no lugar santo. filha de Dibri. dizendo: 14 Tira o que tem blasfemado para fora do arraial. para que seja.

dente por dente. e cada um à sua família. e tornareis. CAPÍTULO 25 O ano sabático ( Ex 23:10. assim o estrangeiro como o natural. como ele tiver desfigurado a algum homem. 9 Então no mês sétimo. será morto. cada um à sua possessão. assim lhe será feito: 20 Quebradura por quebradura. 6 Mas os frutos do sábado da terra vos serão por alimento. 11 O ano qüinquagésimo vos será jubileu. um sábado ao SENHOR. e o apedrejassem. ano de descanso será para a terra. blasfemando o nome do SENHOR. e aos teus animais. pois. ano de jubileu vos será. . 10 E santificareis o ano qüinquagésimo. e seis anos podarás a tua vinha.16 E aquele que blasfemar o nome do SENHOR. e fizeram os filhos de Israel como o SENHOR ordenara a Moisés. não semeareis nem colhereis o que nele nascer de si mesmo. e colherás os seus frutos. 3 Seis anos semearás a tua terra. E quem matar a alguém certamente morrerá. E disse Moisés. E ao teu gado. a novidade do campo comereis. matar um animal. Quando também alguém desfigurar o seu próximo. O ano do jubileu 8 Também contarás sete semanas de anos. e as uvas da tua separação não vindimarás. 22 Uma mesma lei tereis. então a terra descansará um sábado ao SENHOR. pois eu sou o SENHOR vosso Deus. que eu vos dou. certamente morrerá. como ele fez. no dia da expiação fareis passar a trombeta por toda a vossa terra. e ao estrangeiro que peregrina contigo. de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos. dizendo: 2 Fala aos filhos de Israel. toda a congregação certamente o apedrejará. mas quem matar um homem será morto. assim será para o estrangeiro como para o natural. e à tua serva. não semearás o teu campo nem podarás a tua vinha. 4 Porém ao sétimo ano haverá sábado de descanso para a terra. a ti. 12 Porque jubileu é. que estão na tua terra. vida por vida. restituí-lo-á. santo será para vós. o restituirá. aos filhos de Israel que levassem o que tinha blasfemado para fora do arraial. e dize-lhes: Quando tiverdes entrado na terra. 5 O que nascer de si mesmo da tua sega. farás passar a trombeta do jubileu. assim se lhe fará. e ao teu diarista. e ao teu servo. olho por olho. todo o seu produto será por mantimento.11 ) 1 FALOU mais o SENHOR a Moisés no monte Sinai. e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores. sete vezes sete anos. Quem. Mas quem matar um animal. aos dez do mês. nem nele vindimareis as uvas das separações. não colherás.

no tocante às cidades dos levitas. serão estimadas como o campo da terra. direito perpétuo de resgate terão os levitas. desde o jubileu. e as suas forças decaírem. 25 Quando teu irmão empobrecer e vender alguma parte da sua possessão. E. e comereis da colheita velha até ao ano nono. porque eu sou o SENHOR vosso Deus. a casa comprada e a cidade da sua possessão sairão do poder do comprador no jubileu. se. então poderá resgatá-la até que se cumpra o ano da sua venda. e os cumprireis. e nela habitareis seguros. 19 E a terra dará o seu fruto. até que venha a nova colheita. que estiver na cidade que tem muro. assim habitareis seguros na terra. 17 Ninguém. 28 Mas se não conseguir o suficiente para restituir-lha. seu parente. 21 Então eu mandarei a minha bênção sobre vós no sexto ano. 22 E no oitavo ano semeareis. comprarás ao teu próximo. mas terás temor do teu Deus. porque conforme o número das colheitas é que ele te vende. 20 E se disserdes: Que comeremos no ano sétimo? eis que não havemos de semear nem fazer a nossa colheita. e tornará à sua possessão. uma casa. porém conseguir o suficiente para o seu resgate. . quando alguém vender uma casa de moradia em cidade murada. engane ao seu próximo. porém no ano do jubileu sairá. e sairão no jubileu. porque as casas das cidades dos levitas são a sua possessão no meio dos filhos de Israel. e conforme o número dos anos das colheitas. então virá o seu resgatador. ninguém engane a seu irmão. e comereis a fartar. aumentarás o seu preço. 16 Conforme se multipliquem os anos. pelas suas gerações. ele a venderá a ti. não sairá no jubileu. como estrangeiro e peregrino viverá contigo. então sustentá-lo-ás. cumprindo-se-lhe um ano inteiro. e ele tornará à sua possessão. pois vós sois estrangeiros e peregrinos comigo. e conforme à diminuição dos anos abaixarás o seu preço. quando teu irmão empobrecer. porque lhes é possessão perpétua. 32 Mas. então a que foi vendida ficará na mão do comprador até ao ano do jubileu. porque a terra é minha. 33 E se alguém comprar dos levitas. 30 Mas. comereis a velha. 34 Mas o campo do arrabalde das suas cidades não se venderá. pois. 24 Portanto em toda a terra da vossa possessão dareis resgate à terra. 14 E quando venderdes alguma coisa ao vosso próximo. e resgatará o que vendeu seu irmão. então a casa.13 Neste ano do jubileu tornareis cada um à sua possessão. E. para que dê fruto por três anos. ou a comprardes da mão do vosso próximo. 31 Mas as casas das aldeias que não têm muro ao redor. 26 E se alguém não tiver resgatador. ainda não for resgatada. E observareis os meus estatutos. 23 Também a terra não se venderá em perpetuidade. durante um ano inteiro será lícito o seu resgate. e guardareis os meus juízos. 27 Então contará os anos desde a sua venda. em perpetuidade ficará ao que a comprou. às casas das cidades da sua possessão. 15 Conforme ao número dos anos. para elas haverá resgate. e o que ficar restituirá ao homem a quem a vendeu.

41 Então sairá do teu serviço. 48 Depois que se houver vendido.36 Não tomarás dele juros. que tirei da terra do Egito. segundo os seus anos restituirá o seu resgate. de ano em ano. serão das nações que estão ao redor de vós. deles comprareis escravos e escravas. 45 Também os comprareis dos filhos dos forasteiros que peregrinam entre vós. e vos serão por possessão. desde o ano que se vendeu a ele até ao ano do jubileu. ele e seus filhos com ele. 54 E. haverá resgate para ele. para vos dar a terra de Canaã. até ao ano do jubileu te servirá. 55 Porque os filhos de Israel me são servos. da sua família. 42 Porque são meus servos. e o preço da sua venda será conforme o número dos anos. se desta sorte não se resgatar. parte do dinheiro pelo qual foi vendido. estará com ele. para que teu irmão viva contigo. 47 E se o estrangeiro ou peregrino que está contigo alcançar riqueza. Como diarista. perpetuamente os fareis servir. ele e seus filhos com ele. não o farás servir como escravo. que tirei da terra do Egito. conforme a eles restituirá. e tornará à sua família e à possessão de seus pais. mas do teu Deus terás temor. e teu irmão. que vos tirei da terra do Egito. 46 E possuí-los-eis por herança para vossos filhos depois de vós. e vender-se a ti. 44 E quanto a teu escravo ou a tua escrava que tiveres. para seu resgate. para ser vosso Deus. nem ganho. estando ele contigo. Se ainda faltarem muitos anos. 53 Como diarista. não se assenhoreará sobre ele com rigor diante dos teus olhos. o poderá resgatar. nem darás do teu alimento por interesse. ou. ou a alguém da família do estrangeiro. que está com ele. 50 E acertará com aquele que o comprou. conforme os dias de um diarista estará com ele. ou o filho de seu tio o poderá resgatar. que tiverem gerado na vossa terra. os filhos de Israel. para herdarem a possessão. 43 Não te assenhorearás dele com rigor. não serão vendidos como se vendem os escravos. promessas e ameaças . sairá no ano do jubileu. Diarista Quando também teu irmão empobrecer. 37 Não lhe darás teu dinheiro com usura. empobrecer. e vender-se ao estrangeiro ou peregrino que está contigo. 52 E se ainda restarem poucos anos até ao ano do jubileu. Eu sou o SENHOR vosso Deus. 38 Eu sou o SENHOR vosso Deus. mas do teu Deus terás temor. ou um dos seus parentes. CAPÍTULO 26 Mandamentos. deles e das suas famílias que estiverem convosco. uns sobre os outros. um de seus irmãos o poderá resgatar. então fará contas com ele. se alcançar riqueza. não vos assenhoreareis com rigor. como peregrino estará contigo. se resgatará a si mesmo. meus servos são eles. 49 Ou seu tio. mas sobre vossos irmãos.

e guardardes os meus mandamentos. pois os vossos inimigos a comerão. sem ninguém vos perseguir. . 17 E porei a minha face contra vós. 19 Porque quebrarei a soberba da vossa força. porque eu sou o SENHOR vosso Deus. e vos multiplicarei. e não cumprirdes todos estes mandamentos. para invalidar a minha aliança. então eu prosseguirei a castigar-vos sete vezes mais.NÃO fareis para vós ídolos. por causa dos vossos pecados. nem poreis pedra figurada na vossa terra. e as árvores da terra não darão o seu fruto. e a árvore do campo dará o seu fruto. Maldição do Senhor(há desobediência) Mas. . de vós se assenhorearão. 12 E andarei no meio de vós. 15 E se rejeitardes os meus estatutos. 20 E em vão se gastará a vossa força. e vós me sereis por povo. e a terra dará a sua colheita. e habitareis seguros na vossa terra. não cumprindo todos os meus mandamentos. nem estátua. se não me ouvirdes. e vos farei frutificar. e semeareis em vão a vossa semente. para que não fôsseis seus escravos. e vos fiz andar eretos. e tirareis fora a velha por causa da nova. se ainda com estas coisas não me ouvirdes. e os cumprirdes. e cairão à espada diante de vós. Benção do Senhor(recompensa da obediência) Se andardes nos meus estatutos. a tísica e a febre ardente. 10 E comereis da colheita velha. e dormireis seguros. e eu vos serei por Deus. e confirmarei a minha aliança convosco. há muito tempo guardada. Eu sou o SENHOR. 16 Então eu também vos farei isto: porei sobre vós terror. e a vindima se chegará à sementeira. e reverenciareis o meu santuário. e sereis feridos diante de vossos inimigos. e fugireis. e os vossos inimigos cairão à espada diante de vós. 8 Cinco de vós perseguirão a um cento deles. e farei cessar os animais nocivos da terra. perseguireis os vossos inimigos. nem vos levantareis imagem de escultura. 6 Também darei paz na terra. 5 E a debulha se vos chegará à vindima. que vos tirei da terra dos egípcios. 9 E para vós olharei. e quebrei os timões do vosso jugo. a vossa terra não dará a sua colheita. e a minha alma de vós não se enfadará. e a vossa alma se enfadar dos meus juízos. e cem de vós perseguirão a dez mil. e os que vos odeiam. 13 Eu sou o SENHOR vosso Deus. para inclinar-vos a ela. Guardareis os meus sábados. e comereis o vosso pão a fartar. 11 E porei o meu tabernáculo no meio de vós. e farei que os vossos céus sejam como ferro e a vossa terra como cobre. e pela vossa terra não passará espada. e não haverá quem vos espante. que consumam os olhos e atormentem a alma. 4 Então eu vos darei as chuvas a seu tempo.

mas não vos fartareis. eu mesmo. e não me quiserdes ouvir. porque não descansou nos vossos sábados. trar-vos-ei pragas sete vezes mais. e vos castigarei sete vezes mais por causa dos vossos pecados. e desembainharei a espada atrás de vós. 24 Eu também andarei contrariamente para convosco. 38 E perecereis entre as nações. e então tomarem por bem o castigo da sua iniqüidade. 37 E cairão uns sobre os outros como diante da espada. 26 Quando eu vos quebrar o sustento do pão. e eu. mas ainda andardes contrariamente para comigo. e não podereis resistir diante dos vossos inimigos. todos os dias da sua assolação. 30 E destruirei os vossos altos. 32 E assolarei a terra e se espantarão disso os vossos inimigos que nela morarem. sem ninguém os perseguir. 22 Porque enviarei entre vós as feras do campo.21 E se andardes contrariamente para comigo. e sereis entregues na mão do inimigo. eu porei tal pavor nos seus corações. mas ainda andardes contrariamente para comigo. 31 E reduzirei as vossas cidades a deserto. a minha alma se enfadará de vós. e desfarei as vossas imagens. 27 E se com isto não me ouvirdes. quando habitáveis nela. 33 E espalhar-vos-ei entre as nações. 25 Porque trarei sobre vós a espada. que executará a vingança da aliança. . 34 Então a terra folgará nos seus sábados. 28 Também eu para convosco andarei contrariamente em furor. e as vossas cidades serão desertas. como também eles andaram contrariamente para comigo. nas terras dos seus inimigos. então a terra descansará. vos ferirei sete vezes mais por causa dos vossos pecados. e desfarão o vosso gado. então enviarei a peste entre vós. e vos diminuirão. e vós estareis na terra dos vossos inimigos. e os vossos caminhos serão desertos. e fugirão como quem foge da espada. quanto aos que de vós ficarem. Então confessarão a sua iniqüidade. e assolarei os vossos santuários. com as suas transgressões. e ajuntados sereis nas vossas cidades. e a vossa terra será assolada. 39 E aqueles que entre vós ficarem se consumirão pela sua iniqüidade nas terras dos vossos inimigos. e pela iniqüidade de seus pais com eles se consumirão. orque comereis a carne de vossos filhos. e a terra dos vossos inimigos vos consumirá. as quais vos desfilharão. 36 E. e comereis. e folgará nos seus sábados. com que transgrediram contra mim. 23 Se ainda com estas coisas não vos corrigirdes voltando para mim. e a iniqüidade de seus pais. 35 Todos os dias da assolação descansará. e não cheirarei o vosso cheiro suave. se então o seu coração incircunciso se humilhar. 41 Eu também andei para com eles contrariamente. e devolver-vos-ão o vosso pão por peso. e a carne de vossas filhas. e lançarei os vossos cadáveres sobre os cadáveres dos vossos deuses. que o ruído de uma folha movida os perseguirá. então dez mulheres cozerão o vosso pão num só forno. conforme os vossos pecados. e os fiz entrar na terra dos seus inimigos. e cairão sem ninguém os perseguir.

sendo assolada por causa deles. em razão mesmo de que rejeitaram os meus juízos e a sua alma se enfastiou dos meus estatutos. a tua avaliação de um homem será vinte siclos e da mulher dez siclos. e as leis que deu o SENHOR entre si e os filhos de Israel. se for animal dos que se oferecem em oferta ao SENHOR. tudo quanto der dele ao SENHOR será santo. será a tua avaliação de cinqüenta siclos de prata. e folgará nos seus sábados. para consumi-los e invalidar a minha aliança com eles. E. então apresentar-se-á diante do sacerdote. conforme as posses daquele que fez o voto. estando eles na terra dos seus inimigos. e os juízos. a tua avaliação de um homem será de cinco siclos de prata. 43 E a terra será abandonada por eles. se for mulher. E. 46 Estes são os estatutos. dizendo: 2 Fala aos filhos de Israel. segundo o siclo do santuário. e da terra me lembrarei. 3 Se for a tua avaliação de um homem. 8 Mas. e dize-lhes: Quando alguém fizer particular voto. segundo a tua avaliação serão as pessoas ao SENHOR. e também da minha aliança com Abraão me lembrarei. se for mais pobre do que a tua avaliação. E. pela mão de Moisés. da idade de vinte anos até a idade de sessenta. para que o sacerdote o avalie. e a tua avaliação pela mulher será de três siclos de prata. e tomarão por bem o castigo da sua iniqüidade. se for de cinco anos até vinte. Porém. e também da minha aliança com Isaque. Eu sou o SENHOR. porque eu sou o SENHOR seu Deus. demais disto também. a tua avaliação será de trinta siclos. se for de sessenta anos e acima. no monte Sinai. se for de um mês até cinco anos. o avaliará o sacerdote.42 Também eu me lembrarei da minha aliança com Jacó. para lhes ser por Deus. CAPÍTULO 27 Votos particulares e a avaliação deles FALOU mais o SENHOR a Moisés. que tirei da terra do Egito perante os olhos dos gentios. pelo homem a tua avaliação será de quinze siclos e pela mulher dez siclos. . 45 Antes por amor deles me lembrarei da aliança com os seus antepassados. não os rejeitarei nem me enfadarei deles. 44 E. E.

e ficará seu. o sacerdote a avaliará. 21 Porém havendo o campo saído no ano do jubileu. assim será. e será sua. do SENHOR é. se for algum animal imundo. então acrescentará a sua quinta parte sobre a tua avaliação. ou mau por bom. . se for de um animal imundo. àquele de quem era a possessão do campo. 26 Mas o primogênito de um animal. 25 E toda a tua avaliação se fará conforme ao siclo do santuário. 17 Se santificar o seu campo desde o ano do jubileu. E. que alguém consagrar ao SENHOR de tudo o que tem. então acrescentará a quinta parte do dinheiro da tua avaliação. se venderá nem resgatará. conforme à tua avaliação ficará. segundo a avaliação do sacerdote. 12 E o sacerdote o avaliará. e não for parte do campo da sua possessão. 22 E se alguém santificar ao SENHOR o campo que comprou. será santo. seja boi ou gado miúdo. o resgatará. então a tua avaliação será segundo a sua semente: um ômer de semente de cevada será avaliado por cinqüenta siclos de prata. dos que não se oferecem em oferta ao SENHOR. 13 Porém. nunca mais se resgatará. ou se vender o campo a outro homem. se santificar o seu campo depois do ano do jubileu. como campo consagrado. ou de animal. se de alguma maneira o resgatar. e sobre ele acrescentará a sua quinta parte. tanto um como o outro. então o sacerdote lhe contará o dinheiro conforme aos anos restantes até ao ano do jubileu. 23 Então o sacerdote lhe contará o valor da tua avaliação até ao ano do jubileu. Voto dum campo e o resgate dele 16 Se também alguém santificar ao SENHOR uma parte do campo da sua possessão. 20 E se não resgatar o campo. segundo a tua estimação. ou do campo da sua possessão. se o que a santificou resgatar a sua casa. 19 E se aquele que santificou o campo de alguma maneira o resgatar. 24 No ano do jubileu o campo tornará àquele de quem o comprou.10 Não o mudará. por já ser do SENHOR ninguém o santificará. nenhuma coisa consagrada. E quando alguém santificar a sua casa para ser santa ao SENHOR. assim será. 18 Mas. e no mesmo dia dará a tua avaliação como coisa santa ao SENHOR. 15 Mas. a possessão dele será do sacerdote. se porém de alguma maneira trocar animal por animal. o siclo será de vinte geras. e se não se resgatar. 27 Mas. toda a coisa consagrada será santíssima ao SENHOR. de homem. Não há resgate para as coisas consagradas 28 Todavia. seja boa ou seja má. será santo ao SENHOR. e isto se abaterá da tua avaliação. então acrescentará a quinta parte do dinheiro sobre a tua avaliação. nem o trocará bom por mau. seja bom ou seja mau. como o sacerdote a avaliar. então apresentará o animal diante do sacerdote. vender-se-á segundo a tua estimação.

do fruto das árvores. 6 Todos os dias que se separar para o SENHOR não se aproximará do corpo de um morto. não serão resgatados. 34 Estes são os mandamentos que o SENHOR ordenou a Moisés. ao sétimo dia a rapará. no monte Sinai. à porta da tenda da congregação. 31 Porém. Todos os dias do voto do seu nazireado sobre a sua cabeça não passará navalha. fazendo voto de nazireu. santas são ao SENHOR. que contamine a cabeça do seu nazireado. desde os caroços até às cascas. então no dia da sua purificação rapará a sua cabeça. 4 Todos os dias do seu nazireado não comerá de coisa alguma. 3 De vinho e de bebida forte se apartará. porquanto o nazireado do seu Deus está sobre a sua cabeça. não será resgatada. tanto um como o outro será santo. 32 No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho. e o outro para holocausto. um para expiação do pecado. e dize-lhes: Quando um homem ou mulher se tiver separado. 9 E se alguém vier a morrer junto a ele por acaso. 10 E ao oitavo dia trará duas rolas. ou dois pombinhos. ou por sua irmã. que se faz da vinha. que se separou ao SENHOR. santo será. . 7 Por seu pai. se de alguma maneira o trocar. para os filhos de Israel. se alguém das suas dízimas resgatar alguma coisa. nem uvas frescas nem secas comerá. Números CAPÍTULO 6 A lei do nazireado 1 E FALOU o SENHOR a Moisés. deixando crescer livremente o cabelo da sua cabeça. nem beberá alguma beberagem de uvas. por seu irmão. certamente morrerá. são do SENHOR. dizendo: 2 Fala aos filhos de Israel. mas. Também todas as dízimas do campo. do que pecou relativamente ao morto. nem vinagre de bebida forte não beberá. assim naquele mesmo dia santificará a sua cabeça. nem o trocará. ao sacerdote.29 Toda a coisa consagrada que for consagrada do homem. o dízimo será santo ao SENHOR. vinagre de vinho. até que se cumpram os dias. tudo o que passar debaixo da vara. ou por sua mãe. acrescentará a sua quinta parte sobre ela. para se separar ao SENHOR. por eles se não contaminará quando forem mortos. Não se investigará entre o bom e o mau. 11 E o sacerdote oferecerá. subitamente. 8 Todos os dias do seu nazireado santo será ao SENHOR. e fará expiação por ele. da semente do campo.

e os porá nas mãos do nazireu. além do que suas posses lhe permitirem. holocausto. ou nas vossas solenidades. E de vinho para libação prepararás a quarta parte de um him. e sacrificará a sua expiação do pecado. 17 Também sacrificará o carneiro em sacrifício pacífico ao SENHOR. que eu vos hei de dar. ou um sacrifício pacífico ao SENHOR. . porquanto o seu nazireado foi contaminado. e coscorões ázimos untados com azeite. e um pão ázimo do cesto. para cumprir um voto. 14 E ele oferecerá a sua oferta ao SENHOR.12 Então separará os dias do seu nazireado ao SENHOR. assim fará conforme à lei do seu nazireado. ou para sacrifício para cada cordeiro. 21 Esta é a lei do nazireu. com o cesto dos pães ázimos. 13 E esta é a lei do nazireu: no dia em que se cumprirem os dias do seu nazireado. depois de haver rapado a cabeça do seu nazireado. 15 E um cesto de pães ázimos. e as suas libações. e um coscorão ázimo. 7 E de vinho para a libação oferecerás a terça parte de um him ao SENHOR. para holocausto. segundo o seu voto. 18 Então o nazireu à porta da tenda da congregação rapará a cabeça do seu nazireado. e tomará o cabelo da cabeça do seu nazireado. 20 E o sacerdote os oferecerá em oferta de movimento perante o SENHOR: Isto é santo para o sacerdote. ou sacrifício. juntamente com o peito da oferta de movimento. ou em oferta voluntária. para fazerdes ao SENHOR um cheiro suave de ovelhas ou gado. 6 E para cada carneiro prepararás uma oferta de alimentos de duas décimas de flor de farinha. como também a sua oferta de alimentos. e uma cordeira sem defeito de um ano para expiação do pecado. bolos de flor de farinha com azeite. e para expiação da transgressão trará um cordeiro de um ano. em cheiro suave. e o seu holocausto. E. E o sacerdote os trará perante o SENHOR. para cumprir um voto. 3 E ao SENHOR fizerdes oferta queimada. e um carneiro sem defeito por oferta pacífica. por oferta de alimentos trará uma décima de flor de farinha misturada com a quarta parte de um him de azeite. amassados. um cordeiro sem defeito de um ano em holocausto. 4 Então aquele que apresentar a sua oferta ao SENHOR. 19 Depois o sacerdote tomará a espádua cozida do carneiro. misturada com a terça parte de um him de azeite. Números CAPÍTULO 15 A repetição de diversas leis Quando entrardes na terra das vossas habitações. e os dias antecedentes serão perdidos. e com a espádua da oferta alçada. que fizer. trá-lo-ão à porta da tenda da congregação. e o sacerdote oferecerá a sua oferta de alimentos. quando preparares novilho para holocausto ou sacrifício. e o porá sobre o fogo que está debaixo do sacrifício pacífico. e depois o nazireu poderá beber vinho. e a sua libação. que fizer voto da sua oferta ao SENHOR pelo seu nazireado.

e um bode para expiação do pecado. quando vierdes a errar. assim fará ele. 23 Tudo quanto o SENHOR vos tem mandado por intermédio de Moisés. por estatuto perpétuo nas vossas gerações. E. Quando também peregrinar convosco algum estrangeiro. 10 E de vinho para a libação oferecerás a metade de um him. nas vossas gerações. toda a congregação oferecerá um novilho para holocausto em cheiro suave ao SENHOR. e lhes será perdoado. porquanto foi por ignorância. ó congregação. e dali em diante. E. e trouxeram a sua oferta. 13 Todo o natural assim fará estas coisas. 19 Acontecerá que. e não cumprirdes todos estes mandamentos. quando comerdes do pão da terra. pois. para expiação do pecado oferecerá uma cabra de um ano. ou com cada carneiro. ou que estiver no meio de vós nas vossas gerações. 25 E o sacerdote fará expiação por toda a congregação dos filhos de Israel. Quando entrardes na terra em que vos hei de introduzir. 20 Das primícias da vossa massa oferecereis um bolo em oferta alçada. assim será o peregrino perante o SENHOR. se alguma alma pecar por ignorância.9 Com o novilho apresentarás uma oferta de alimentos de três décimas de flor de farinha misturada com a metade de um him de azeite. Assim se fará com cada boi. perdoado a toda a congregação dos filhos de Israel. 15 Um mesmo estatuto haja para vós. oferta queimada em cheiro suave ao SENHOR. porquanto por ignorância sobreveio a todo o povo. e ele apresentar uma oferta queimada de cheiro suave ao SENHOR. como a oferta da eira. então oferecereis ao SENHOR oferta alçada. e mais ao estrangeiro que peregrina no meio deles. ou com cada um dos cordeiros ou cabritos. 26 Será. como vós fizerdes. 21 Das primícias das vossas massas dareis ao SENHOR oferta alçada nas vossas gerações. oferta queimada ao SENHOR. 12 Segundo o número que oferecerdes. quando se fizer alguma coisa por ignorância. . segundo o número deles. assim o oferecereis. que o SENHOR falou a Moisés. oferecendo oferta queimada em cheiro suave ao SENHOR. e para o estrangeiro que entre vós peregrina. e a sua expiação do pecado perante o SENHOR. desde o dia que o SENHOR ordenou. e for encoberto aos olhos da congregação. 24 Será que. com a sua oferta de alimentos e libação conforme ao estatuto. como vós. assim o fareis com cada um. Uma mesma lei e um mesmo direito haverá para vós e para o estrangeiro que peregrina convosco. por causa da sua ignorância.

3 E a dareis a Eleazar. e será imundo até à tarde. e a sua carne. e o sacerdote será imundo até à tarde. e hissopo. 6 E o sacerdote tomará pau de cedro. expiação é. e o seu sangue. 4 E Eleazar. que o SENHOR ordenou. e para o estrangeiro que no meio deles peregrina. e anulou o seu mandamento. 29 Para o natural dos filhos de Israel. ele a tirará para fora do arraial. para a água da separação. e sobre a qual não tenha sido posto jugo. quer seja dos naturais quer dos estrangeiros. 5 Então queimará a novilha perante os seus olhos. e lhe será perdoado. 31 Pois desprezou a palavra do SENHOR. o sacerdote. dizendo: Dize aos filhos de Israel que te tragam uma novilha ruiva. 39 E as franjas vos serão para que. o sacerdote. a sua iniqüidade será sobre ela. injuria ao SENHOR. Fala aos filhos de Israel. e depois entrará no arraial. para aquele que pecar por ignorância. e banhará a sua carne na água. com o seu esterco. e os cumprais. isto será por estatuto perpétuo aos filhos de Israel e ao estrangeiro que peregrina no meio deles. 7 Então o sacerdote lavará as suas vestes. . perante o SENHOR. CAPÍTULO 19 A água de separação 1 FALOU mais o SENHOR a Moisés e a Arão dizendo: 2 Este é o estatuto da lei. e ficará ela guardada para a congregação dos filhos de Israel. e nas franjas das bordas ponham um cordão de azul. uma mesma lei vos será. o seu couro. tal pessoa será extirpada do meio do seu povo. vendo-as. vos lembreis de todos os mandamentos do SENHOR. e não seguireis o vosso coração. e santos sejais a vosso Deus. Eu sou o SENHOR vosso Deus. e degolar-se-á diante dele. quando pecar por ignorância. e imundo será até à tarde. tomará do seu sangue com o seu dedo. para ser vosso Deus. 40 Para que vos lembreis de todos os meus mandamentos. 8 Também o que a queimou lavará as suas vestes com água. 9 E um homem limpo ajuntará a cinza da novilha. e carmesim.28 E o sacerdote fará expiação pela pessoa que pecou. e dize-lhes: Que nas bordas das suas vestes façam franjas pelas suas gerações. 41 Eu sou o SENHOR vosso Deus. pelos quais andais vos prostituindo. num lugar limpo. 10 E o que apanhou a cinza da novilha lavará as suas vestes. que não tenha defeito. totalmente será extirpada aquela pessoa. e dele espargirá para a frente da tenda da congregação sete vezes. e os lançará no meio do fogo que queima a novilha. que vos tirei da terra do Egito. e os cumprais. e a porá fora do arraial. se queimará. fazendo expiação por ela. e em água banhará a sua carne. nem após os vossos olhos. Mas a pessoa que fizer alguma coisa temerariamente.

não será limpo ao sétimo dia. como também sobre aquele que tocar os ossos. mas morreu no seu próprio pecado. ou numa sepultura. e lavará as suas vestes. quando morrer algum homem em alguma tenda. e ao sétimo dia será limpo. e se não purificar. CAPÍTULO 27 A lei acerca das heranças 1 E CHEGARAM as filhas de Zelofeade. e diante dos príncipes e de toda a congregação. será imundo sete dias. cadáver de algum homem. e Tirza. 14 Esta é a lei. 18 E um homem limpo tomará hissopo. e se banhará na água. mas. e aquela pessoa será extirpada de Israel. e não teve filhos. porquanto não teve filhos? Dá-nos possessão entre os irmãos de nosso pai. e o molhará naquela água. 16 E todo aquele que sobre a face do campo tocar em alguém que for morto pela espada. 17 Para um imundo. cadáver de algum homem. e à tarde será limpo. dizendo: 3 Nosso pai morreu no deserto. filho de José. e não estava entre os que se congregaram contra o SENHOR no grupo de Coré. Milca. e sobre todos os móveis. será imundo sete dias. e o que espargir a água da separação lavará as suas vestes. 5 E Moisés levou a causa delas perante o SENHOR. filho de Manassés. e diante de Eleazar. filho de Maquir. filho de Gileade. imundo é. está nele ainda a sua imundícia. e todo aquele que nela estiver. do meio da congregação será ele extirpado. pois.Aquele que tocar em algum morto. contamina o tabernáculo do SENHOR. entre as famílias de Manassés. filho de Hefer. 20 Porém o que for imundo. Noa. tomarão da cinza da queima da expiação. ou em outro morto ou nos ossos de algum homem. imundo será sete dias. ou que faleceu. e a espargirá sobre aquela tenda. o sacerdote. Maalá. 19 E o limpo ao terceiro e sétimo dia espargirá sobre o imundo. e sobre as pessoas que ali estiverem. ou em alguém que foi morto. Ao terceiro dia se purificará com aquela água. 2 E apresentaram-se diante de Moisés. água de separação sobre ele não foi espargida. se ao terceiro dia se não purificar. dizendo: . e estes são os nomes delas. 6 E falou o SENHOR a Moisés. sobre o qual não houver pano atado. 22 E tudo o que tocar o imundo também será imundo. e sobre ela colocarão água corrente num vaso. porquanto contaminou o santuário do SENHOR. porque a água da separação não foi espargida sobre ele. todo aquele que entrar naquela tenda. Hogla. e a pessoa que o tocar será imunda até à tarde. 4 Por que se tiraria o nome de nosso pai do meio da sua família. e o que tocar a água da separação será imundo até à tarde. e não se purificar. à porta da tenda da congregação. e ao sétimo dia o purificará. ou numa sepultura. imundo será. Também todo o vaso aberto. 21 Isto lhes será por estatuto perpétuo. será imundo. 13 Todo aquele que tocar em algum morto.

em contínuo holocausto. então dareis a sua herança aos irmãos de seu pai. oferta queimada ao SENHOR. 5 E a décima parte de um efa de flor de farinha em oferta de alimentos. e duas décimas de flor de farinha. para me oferecê-las ao seu tempo determinado. do meu cheiro suave. dois novilhos e um carneiro. se não tiver irmãos. dizendo: 2 Dá ordem aos filhos de Israel. este é o holocausto da lua nova de cada mês. em oferta de alimentos. instituído no monte Sinai. tereis cuidado. na páscoa e no dia das primícias 9 Porém. sem defeito. então fareis passar a sua herança à sua filha. como a oferta de alimentos da manhã. 4 Um cordeiro sacrificarás pela manhã. em holocausto ao SENHOR. 10 Porém. como o SENHOR ordenou a Moisés. 14 E as suas libações serão a metade de um him de vinho para um novilho. em oferta de alimentos. 9 E. sem defeito. além do holocausto contínuo. no santuário. para que a possua. nas luas novas. e a herança de seu pai farás passar a elas. no dia de sábado.7 As filhas de Zelofeade falam o que é justo. 11 E nos princípios dos vossos meses oferecereis. holocausto é de cheiro suave. 13 E uma décima de flor de farinha misturada com azeite em oferta de alimentos. sem defeito. 12 E três décimas de flor de farinha misturada com azeite. Se também seu pai não tiver irmãos. do meu alimento para as minhas ofertas queimadas. misturada com a quarta parte de um him de azeite batido. àquele que lhe for o mais chegado da sua família. 3 E dir-lhes-ás: Esta é a oferta queimada que oferecereis ao SENHOR: dois cordeiros de um ano. em oferta de alimentos. oferecerás dois cordeiros de um ano. . e a quarta parte de um him para um cordeiro. para um novilho. e a terça parte de um him para um carneiro. dizendo: Quando alguém morrer e não tiver filho. segundo os meses do ano. certamente lhes darás possessão de herança entre os irmãos de seu pai. 6 Este é o holocausto contínuo. 7 E a sua libação será a quarta parte de um him para um cordeiro. então dareis a sua herança a seu parente. para um cordeiro. 8 E o outro cordeiro sacrificarás à tarde. e como a sua libação o oferecerás em oferta queimada de cheiro suave ao SENHOR. isto aos filhos de Israel será por estatuto de direito. Holocausto é de cada sábado. e a sua libação. e duas décimas de flor de farinha misturada com azeite. 8 E falarás aos filhos de Israel. para um carneiro. CAPÍTULO 28 O holocausto perpétuo ( Ex 29:38-46 ) 1 FALOU mais o SENHOR a Moisés. As ofertas nos sábados. então a sua herança dareis a seus irmãos. com a sua libação. e dize-lhes: Da minha oferta. misturada com azeite. e o outro cordeiro sacrificarás à tarde. sete cordeiros de um ano. oferecerás a libação de bebida forte ao SENHOR. se não tiver filha. oferta queimada ao SENHOR. cada dia. em cheiro suave.

sete dias se comerão pães ázimos. será para vós dia de sonido de trombetas. 18 No primeiro dia haverá santa convocação. e afligireis as vossas almas. Para cada um dos sete cordeiros oferecereis uma décima. 22 E um bode para expiação do pecado. tereis santa convocação no dia das primícias. é a páscoa do SENHOR. segundo as vossas semanas. CAPÍTULO 29 As ofertas na festa das trombetas 1 SEMELHANTEMENTE. com a sua libação se oferecerá. nenhum trabalho servil fareis. 20 E a sua oferta de alimentos será de flor de farinha misturada com azeite. 7 E no dia dez deste sétimo mês tereis santa convocação. três décimas para o novilho. que é o holocausto contínuo. 25 E no sétimo dia tereis santa convocação. eles serão sem defeito. além do holocausto contínuo. em cheiro suave ao SENHOR. duas décimas para um carneiro. e a sua oferta de alimentos. para fazer expiação por vós. em cheiro suave. um carneiro e sete cordeiros de um ano.15 Também um bode para expiação do pecado ao SENHOR. para fazer expiação por vós. quando oferecerdes oferta nova de alimentos ao SENHOR. oferecereis um novilho. no primeiro dia do mês. 23 Estas coisas oferecereis. o alimento da oferta queimada em cheiro suave ao SENHOR. nenhum trabalho fareis. 24 Segundo este modo. nenhum trabalho servil fareis. 29 E uma décima. e sete cordeiros de um ano. 2 Então por holocausto. por sete dias. tereis santa convocação no sétimo mês. sem defeito. 16 Porém no mês primeiro. . um carneiro e sete cordeiros de um ano. oferecereis três décimas para um novilho. além do holocausto contínuo se oferecerá isto com a sua libação. um carneiro e sete cordeiros de um ano. 28 E a sua oferta de alimentos de flor de farinha misturada com azeite: três décimas para um novilho. além do holocausto da manhã. 5 E um bode para expiação do pecado. nenhum trabalho servil fareis. segundo o seu estatuto. em cheiro suave ao SENHOR. 8 Mas por holocausto. 4 E uma décima para cada um dos sete cordeiros. 30 Um bode para fazer expiação por vós. em cheiro suave. os oferecereis (ser-vos-ão eles sem defeito) com as suas libações. 6 Além do holocausto do mês. e a sua oferta de alimentos. 17 E aos quinze dias do mesmo mês haverá festa. e duas décimas para o carneiro. e a sua oferta de alimentos. oferecereis um novilho. dois novilhos e um carneiro. 3 E pela sua oferta de alimentos de flor de farinha misturada com azeite. 27 Então oferecereis ao SENHOR por holocausto. 26 Semelhantemente. cada dia oferecereis. para cada um dos sete cordeiros. 31 Além do holocausto contínuo. 19 Mas oferecereis oferta queimada em holocausto ao SENHOR. dois novilhos. aos catorze dias do mês. e o holocausto contínuo. com as suas libações. nenhum trabalho servil fareis. eles serão sem defeito. oferta queimada ao SENHOR. e duas décimas para um carneiro.

dois carneiros. e para os cordeiros. conforme o seu número. onze novilhos. entre os dois carneiros. sem defeito. 14 E. e da sua oferta de alimentos com as suas libações. além da expiação do pecado pelas propiciações. 18 E a sua oferta de alimentos e as suas libações para os novilhos. segundo o estatuto. e as suas libações para os novilhos. 11 Um bode para expiação do pecado. 19 E um bode para expiação do pecado. além do holocausto contínuo. doze novilhos. duas décimas para o carneiro. todos eles sem defeito. 24 A sua oferta de alimentos. As ofertas nas festas solenes ( Dt 23:21-23 ) 12 Semelhantemente. dez novilhos. três décimas para o novilho. da sua oferta de alimentos e da sua libação. sem defeito. dois carneiros. para os carneiros e para os cordeiros. e as suas libações para os novilhos. 27 E a sua oferta de alimentos. 16 E um bode para expiação do pecado. e as suas libações para os bezerros. além do holocausto contínuo. 17 Depois. 20 E. três décimas para cada um dos treze novilhos. . 29 E. dois carneiros e catorze cordeiros de um ano. E. no segundo dia. a sua oferta de alimentos e a sua libação. para os carneiros e para os cordeiros. aos quinze dias deste sétimo mês tereis santa convocação. mas sete dias celebrareis festa ao SENHOR. e da sua oferta de alimentos e da sua libação. oito novilhos. conforme o seu número. catorze cordeiros de um ano. e as suas libações para os novilhos. 28 E um bode para expiação do pecado além do holocausto contínuo. conforme o seu número. para os carneiros e para os cordeiros. 13 E. além do holocausto contínuo. duas décimas para cada carneiro. nenhum trabalho servil fareis. catorze cordeiros de um ano. nove novilhos. e do holocausto contínuo. segundo o estatuto. conforme o seu número. sem defeito. 15 E uma décima para cada um dos catorze cordeiros. no terceiro dia. sem defeito. segundo o estatuto. catorze cordeiros de um ano. e da sua oferta de alimentos e da sua libação. no quinto dia. 22 E um bode para expiação do pecado. pela sua oferta de alimentos de flor de farinha misturada com azeite. da sua oferta de alimentos e das suas libações. 10 E uma décima para cada um dos sete cordeiros. dois carneiros. sem defeito. no quarto dia. por holocausto em oferta queimada. oferecereis treze novilhos. pela sua oferta de alimentos de flor de farinha misturada com azeite. para os carneiros e para os cordeiros. conforme o seu número. catorze cordeiros de um ano. no sexto dia. 21 E as suas ofertas de alimentos.9 E. dois carneiros e catorze cordeiros de um ano. para os carneiros. dois carneiros. segundo o estatuto. além do holocausto contínuo. segundo o estatuto. 26 E. 30 E a sua oferta de alimentos. de cheiro suave ao SENHOR. 25 E um bode para expiação do pecado.

31 E um bode para expiação do pecado. sete cordeiros de um ano. não serão válidos. além do holocausto contínuo. da sua oferta de alimentos e da sua libação. 6 E se ela for casada. A lei acerca dos votos das mulheres 1 E FALOU Moisés aos cabeças das tribos dos filhos de Israel. fizer voto ao SENHOR. E um bode para expiação do pecado. um carneiro. segundo o estatuto. e com as vossas ofertas de alimentos. dois carneiros. e for obrigada a alguns votos. ligando a sua alma com obrigação. e seu pai se calar para com ela. para o carneiro e para os cordeiros. porquanto seu pai lhos tolheu. ou à pronunciação dos seus lábios. 33 E a sua oferta de alimentos. com que ligou a sua alma. 39 Estas coisas fareis ao SENHOR nas vossas solenidades além dos vossos votos. conforme o seu número. 37 A sua oferta de alimentos e as suas libações para o novilho. e com as vossas ofertas pacíficas. 7 E seu marido o ouvir. com os vossos holocaustos. e com obrigação se ligar. com que tiver ligado a sua alma. conforme o seu número. nenhum trabalho servil fareis. além do holocausto contínuo. 32 E. e das vossas ofertas voluntárias. e da sua oferta de alimentos e da sua libação. 4 E seu pai ouvir o seu voto e a sua obrigação. Mas se seu pai lhe tolher no dia que tal ouvir. ou fizer juramento. sete novilhos. e se calar para com ela no dia em que o ouvir. todos os seus votos e as suas obrigações com que tiver ligado a sua alma. estando ainda na casa de seu pai. além do holocausto contínuo. 40 E falou Moisés aos filhos de Israel. não violará a sua palavra: segundo tudo o que saiu da sua boca. segundo o seu estatuto. os seus votos serão válidos. mas o SENHOR lhe perdoará. sem defeito. na sua mocidade. para os carneiros e para os cordeiros. e as suas obrigações com que ligou a sua alma. 35 No oitavo dia tereis dia de solenidade. todos os seus votos serão válidos. catorze cordeiros de um ano. e com as vossas libações. será válida. . 38 E um bode para expiação do pecado. da sua oferta de alimentos e da sua libação. sem defeito. no sétimo dia. 3 Também quando uma mulher. fará. e as suas libações para os novilhos. dizendo: Esta é a palavra que o SENHOR tem ordenado. 36 E por holocausto em oferta queimada de cheiro suave ao SENHOR oferecereis um novilho. e toda a obrigação com que ligou a sua alma. 2 Quando um homem fizer voto ao SENHOR. serão válidas. conforme a tudo o que o SENHOR ordenara a Moisés.

porquanto se calou para com ela no dia em que o ouviu. e se calou para com ela. e toda a obra de peles. ou anulará. que estiverem sobre ela. seu marido lhos anulou. pois. e anular o seu voto a que estava obrigada. 15 Porém se de todo lhos anular depois que o ouviu. confirmado lhos tem. então ele levará a iniqüidade dela. será válida. o SENHOR lhe perdoará. e toda a obra de pêlos de cabras. e todos os príncipes da congregação. por conselho de Balaão. e o SENHOR lhe perdoará. por isso houve aquela praga entre a congregação do SENHOR. 18 Porém. na sua mocidade. e ao sétimo dia vos purificareis. não será válido. 15 E Moisés disse-lhes: Deixastes viver todas as mulheres? 16 Eis que estas foram as que. 13 Todo o voto. então confirma todos os seus votos e todas as suas obrigações. qualquer que tiver matado alguma pessoa. 20 Também purificareis toda a roupa. ao terceiro dia. 11 E seu marido o ouviu. e não lho tolheu. A purificação dos soldados 13 Porém Moisés e Eleazar. e toda a obrigação. Estes são os estatutos que o SENHOR ordenou a Moisés entre o marido e sua mulher. que vinham do serviço da guerra. e todo o juramento de obrigação. de dia em dia. 12 Porém se seu marido lhos anulou no dia em que os ouviu. . tudo com que ligar a sua alma. ou da repudiada. seu marido o confirmará. 10 Porém se fez voto na casa de seu marido. entre o pai e sua filha. tudo quanto saiu dos seus lábios. em casa de seu pai. 14 Porém se seu marido. para humilhar a alma. capitães dos milhares e capitães das centenas. deitando-se com ele. saíram a recebê-los fora do arraial. todas as meninas que não conheceram algum homem. quer dos seus votos. 19 E alojai-vos sete dias fora do arraial. sobre ela será válido. com que ligou a sua alma. a vós e a vossos cativos. 17 Agora. como também a pronunciação dos seus lábios. matai todo o homem entre as crianças. e todo o utensílio de madeira. deitando-se com ele.8 Mas se seu marido lhe tolher no dia em que o ouvir. se calar inteiramente para com ela. 9 No tocante ao voto da viúva. ou ligou a sua alma com obrigação de juramento. o sacerdote. deram ocasião aos filhos de Israel de transgredir contra o SENHOR no caso de Peor. todos os seus votos serão válidos. com que ligou a sua alma. quer da obrigação da sua alma. e qualquer que tiver tocado algum morto. deixai-as viver para vós. e matai toda a mulher que conheceu algum homem. 14 E indignou-se Moisés grandemente contra os oficiais do exército.

das ovelhas. 27 E divide a presa em duas metades. o estanho. E setenta e dois mil bois. 37 E das ovelhas. o ferro. e o seu tributo para o SENHOR trinta e duas pessoas. e o dareis ao sacerdote Eleazar. trezentas e trinta e sete mil e quinhentas. foi em número de trezentas e trinta e sete mil e quinhentas ovelhas. 22 Contudo o ouro. dos bois. A divisão da presa 25 Falou mais o SENHOR a Moisés. 46 E das pessoas humanas dezesseis mil). fareis passar pela água. dizendo: 26 Faze a soma da presa que foi tomada. 29 Da sua metade o tomareis. para que fique limpa. 24 Também lavareis as vossas roupas ao sétimo dia. de cada quinhentos uma alma. 34 E sessenta e um mil jumentos. o cobre. um dos homens. E dos bois trinta e seis mil. seiscentas e setenta e cinco mil ovelhas. o sacerdote. e depois entrareis no arraial. e dos bois. e saíram à guerra.21 E disse Eleazar. o tributo para o SENHOR foi de seiscentas e setenta e cinco. todavia se purificará com a água da purificação. deitando-se com ele. fareis passar pelo fogo. como o SENHOR ordenara a Moisés. que saíram a esta peleja. o sacerdote. 41 E deu Moisés a Eleazar. e toda a congregação. e a prata. todas as almas foram trinta e duas mil. para que fiqueis limpos. e de todos os animais. dos jumentos. 32 Foi a presa. tomarás um de cada cinqüenta. o sacerdote. 42 E da metade dos filhos de Israel que Moisés separara da dos homens que pelejaram. dos homens. e o seu tributo para o SENHOR sessenta e um. da metade dos filhos de Israel. das mulheres que não conheceram homem algum. 43 (A metade para a congregação foi. 35 E. mas tudo que não pode resistir ao fogo. e os cabeças das casas dos pais da congregação. e das ovelhas. de homens e de animais. o tributo da oferta alçada do SENHOR. e o chumbo. que era a porção dos que saíram à guerra. como o SENHOR ordenara a Moisés. que foram à peleja: Este é o estatuto da lei que o SENHOR ordenou a Moisés. 38 E foram os bois trinta e seis mil. . aos homens da guerra. 28 Então para o SENHOR tomarás o tributo dos homens de guerra. e os darás aos levitas que têm cuidado da guarda do tabernáculo do SENHOR. para a oferta alçada do SENHOR. 30 Mas. o sacerdote. 36 E a metade. 45 E dos jumentos trinta mil e quinhentos. 39 E foram os jumentos trinta mil e quinhentos. 23 Toda a coisa que pode resistir ao fogo. restante do despojo que tomaram os homens de guerra. 40 E houve de pessoas dezesseis mil. 31 E fizeram Moisés e Eleazar. e o seu tributo para o SENHOR setenta e dois. tu e Eleazar. e dos jumentos e das ovelhas. entre os que se armaram para a peleja.

o matará. e morrer. e para o estrangeiro. 54 Receberam. Seis cidades de refúgio ( Dt 4:41-43 Dt 19:1-3 ) 9 Falou mais o SENHOR a Moisés. o vingador do sangue. o sacerdote. e os deu aos levitas. dos chefes de mil e dos chefes de cem 53 (Pois cada um dos homens de guerra. como o SENHOR ordenara a Moisés. 15 Serão por refúgio estas seis cidades para os filhos de Israel. matá-lo-á. certamente o homicida morrerá. para que o homicida não morra. 50 Por isso trouxemos uma oferta ao SENHOR. se o ferir com instrumento de pau que tiver na mão. e não falta nenhum de nós. e ele morrer. Ou. de que possa morrer. Moisés tomou um de cada cinqüenta. se o ferir com instrumento de ferro e morrer. para que ali se acolha aquele que matar a alguém por engano. ou com mal intento lançar contra ele alguma coisa. 12 E estas cidades vos serão por refúgio do vingador do sangue. dizendo: 10 Fala aos filhos de Israel. para fazer expiação pelas nossas almas perante o SENHOR. 21 Ou por inimizade o ferir com a sua mão. homicida é. e morrer. tinha tomado presa para si). receberam deles o ouro. até que seja apresentado à congregação para julgamento. os chefes de mil e os chefes de cem. e para o que se hospedar no meio deles. cidades de refúgio serão. e dize-lhes: Quando passardes o Jordão à terra de Canaã. 20 Se também o empurrar com ódio. certamente morrerá o homicida. o sacerdote. ( Dt 19:11-13 ) 16 Porém. 18 Ou. sendo todos os objetos bem trabalhados. que ofereceram ao SENHOR. homicida é. anéis. arrecadas. certamente o homicida morrerá. e colares. 49 E disseram a Moisés: Teus servos tomaram a soma dos homens de guerra que estiveram sob as nossas ordens. de homens e de animais. Moisés e Eleazar. e o levaram à tenda da congregação. e três destas cidades dareis na terra de Canaã. por memorial para os filhos de Israel perante o SENHOR. se lhe ferir com uma pedrada. 51 Assim Moisés e Eleazar. cadeias. que tinham cuidado da guarda do tabernáculo do SENHOR. o ouro dos chefes de mil e dos chefes de cem. e morrer. encontrando o homicida. 11 Fazei com que vos estejam à mão cidades que vos sirvam de cidades de refúgio. homicida é. cada um o que achou. dezesseis mil e setecentos e cinqüenta siclos. encontrando-o. A oferta voluntária dos capitães 48 Então chegaram-se a Moisés os oficiais que estavam sobre os milhares do exército. de que possa morrer. objetos de ouro. pois. homicida é. para que ali se acolha o homicida que ferir a alguma alma por engano.47 Desta metade dos filhos de Israel. . 13 E das cidades que derdes haverá seis cidades de refúgio para vós. 19 O vingador do sangue matará o homicida. certamente morrerá aquele que o ferir. ou manilhas. 14 Três destas cidades dareis além do Jordão. 52 E foi todo o ouro da oferta alçada.

filho de Maquir. e ali ficará até à morte do sumo sacerdote. não será culpado do sangue. dizendo: A tribo dos filhos de José fala o que é justo. 31 E não recebereis resgate pela vida do homicida que é culpado de morte. Pois o homicida deverá ficar na cidade do seu refúgio. e ele morrer. desse esta terra em herança aos filhos de Israel. 24 Então a congregação julgará entre aquele que feriu e o vingador do sangue. a sua herança será acrescentada à herança da tribo daqueles com que se casarem. chefes dos pais dos filhos de Israel. a quem ungiram com o santo óleo. sobre ele deixar cair alguma pedra sem o ver. até à morte do sumo sacerdote. 33 Assim não profanareis a terra em que estais. 2 E disseram: O SENHOR mandou a meu senhor que. 32 Também não tomareis resgate por aquele que se acolher à sua cidade de refúgio. 26 Porém. mas. pois certamente morrerá. onde se tinha acolhido. depois da morte do sumo sacerdote. 29 E estas coisas vos serão por estatuto de direito às vossas gerações. . e a meu senhor foi ordenado pelo SENHOR. até à morte do sumo sacerdote. que a herança do nosso irmão Zelofeade se desse às suas filhas. pois eu. assim se tirará da sorte da nossa herança. assim a sua herança será tirada da herança da tribo de nossos pais. o SENHOR. no meio da qual eu habito. 30 Todo aquele que matar alguma pessoa. 4 Vindo também o ano do jubileu dos filhos de Israel. e diante dos príncipes. 34 Não contaminareis pois a terra na qual vós habitais. CAPÍTULO 36 Os casamentos das herdeiras 1 E CHEGARAM os chefes dos pais da família de Gileade. o homicida voltará à terra da sua possessão. de que possa morrer. onde se tinha acolhido. então a sua herança será diminuída da herança de nossos pais. segundo o mandado do SENHOR. e nenhuma expiação se fará pela terra por causa do sangue que nela se derramar. por sorte. Então Moisés deu ordem aos filhos de Israel. 27 E o vingador do sangue o achar fora dos limites da cidade de seu refúgio. 3 E. em todas as vossas habitações. sem inimizade. senão com o sangue daquele que o derramou. conforme depoimento de testemunhas. sem que fosse seu inimigo nem procurasse o seu mal. e o matar. e a congregação o fará voltar à cidade do seu refúgio. ou contra ele lançar algum instrumento sem intenção. e falaram diante de Moisés. se de alguma maneira o homicida sair dos limites da cidade de refúgio. e acrescentada à herança da tribo a que vierem a pertencer. para tornar a habitar na terra. casando-se elas com alguns dos filhos das outras tribos dos filhos de Israel. habito no meio dos filhos de Israel. ( Dt 19:4-10 ) 22 Porém. segundo estas leis. se o empurrar subitamente. para que morra. 23 Ou. das famílias dos filhos de José. mas uma só testemunha não testemunhará contra alguém. 25 E a congregação livrará o homicida da mão do vingador do sangue. será morto. filho de Manassés. porque o sangue faz profanar a terra.

para os gaditas. 7 Assim a herança dos filhos de Israel não passará de tribo em tribo. Milca e Noa. filhas de Zelofeade. e os estatutos. e a Golã. pois. e vivesse.6 Isto é o que o SENHOR mandou acerca das filhas de Zelofeade. assim fizeram as filhas de Zelofeade. a lei que Moisés propôs aos filhos de Israel. em Gileade. no deserto. no planalto. 11 Pois Maalá. do lado do nascimento do sol. e os juízos. 8 E qualquer filha que herdar alguma herança das tribos dos filhos de Israel se casará com alguém da família da tribo de seu pai. para os manassitas. na direção de Jericó. filho de José. havendo saído do Egito. assim a sua herança ficou na tribo da família de seu pai. junto ao Jordão. e se acolhesse a uma destas cidades. . para que os filhos de Israel possuam cada um a herança de seus pais. 12 E elas casaram-se nas famílias dos filhos de Manassés. que Moisés falou aos filhos de Israel. Tirza. dizendo: Sejam por mulheres a quem bem parecer aos seus olhos. Estes são os testemunhos. Hogla. contanto que se casem na família da tribo de seu pai. e a Ramote. se casaram com os filhos de seus tios. 9 Assim a herança não passará de uma tribo a outra. 44 Esta é. 42 Para que ali se acolhesse o homicida que involuntariamente matasse o seu próximo a quem dantes não tivesse ódio algum. 13 Estes são os mandamentos e os juízos que mandou o SENHOR através de Moisés aos filhos de Israel nas campinas de Moabe. para os rubenitas. 43 A Bezer. em Basã. O Quinto Livro de Moisés Chamado DEUTERONÔMIO Moisés designa três das cidades de refúgio ( Nm 35:9-15 Dt 19:1-3 ) 41 Então Moisés separou três cidades além do Jordão. pois os filhos de Israel se chegarão cada um à herança da tribo de seus pais. 10 Como o SENHOR ordenara a Moisés. pois as tribos dos filhos de Israel se chegarão cada uma à sua herança.

que habitava em Hesbom. sou Deus zeloso. que estavam além do Jordão. o SENHOR teu Deus. 2 O SENHOR nosso Deus fez conosco aliança em Horebe.46 Além do Jordão. Não farás para ti imagem de escultura. nem em baixo na terra. que é Hermom. 2. 3 Não com nossos pais fez o SENHOR esta aliança. do meio do fogo 5 (Naquele tempo eu estava em pé entre o SENHOR e vós. que está à margem do ribeiro de Arnom. Não te encurvarás a elas. dois reis dos amorreus. para os cumprir. porque eu. do lado do oriente. dizendo: 6 Eu sou o SENHOR teu Deus. CAPÍTULO 5 A repetição dos dez mandamentos ( Ex 20:1-17 ) 1 E CHAMOU Moisés a todo o Israel. e disse-lhes: Ouve. e guardá-los-eis. Não terás outros deuses diante de mim. mas conosco. 3. como também a terra de Ogue. nem nas águas debaixo da terra. 1. abaixo de Asdote-Pisga. para vos notificar a palavra do SENHOR. até ao monte Sião. os estatutos e juízos que hoje vos falo aos ouvidos. rei de Basã. a quem feriu Moisés e os filhos de Israel. ó Israel. nem as servirás. nem semelhança alguma do que há em cima no céu. porque temestes o fogo e não subistes ao monte). até à terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. 49 E toda a campina além do Jordão. e aprendê-los-eis. rei dos amorreus. do lado do nascimento do sol. no vale defronte de Bete-Peor. havendo eles saído do Egito. 47 E tomaram a sua terra em possessão. da casa da servidão. Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão. E faço misericórdia a milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos. porque o SENHOR não terá por inocente ao que tomar o seu nome em vão. que visito a iniqüidade dos pais nos filhos. . 4 Face a face o SENHOR falou conosco no monte. todos os que hoje aqui estamos vivos. até ao mar da campina. que te tirei da terra do Egito. na terra de Siom. 48 Desde Aroer.

e teu filho. e de toda a tua alma. E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa. estarão no teu coração. tu. Amarás. os estatutos e os juízos que mandou o SENHOR vosso Deus para ensinar-vos. para o santificar. todos os dias da tua vida. Não furtarás. CAPÍTULO 6 O fim da lei é a obediência 1 ESTES. e de todas as tuas forças. e que teus dias sejam prolongados. nem teu filho. nem animal algum teu. que eu te ordeno. nem o seu jumento. pois. como te ordenou o SENHOR teu Deus. como o SENHOR teu Deus te ordenou. 2 Para que temas ao SENHOR teu Deus. nem a tua serva. que hoje te ordeno. e andando pelo caminho. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo. . Não matarás. 9. 6. 10. o SENHOR teu Deus de todo o teu coração. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus. para que o teu servo e a tua serva descansem como tu. nem a sua serva. nem o seu campo. nem tu. Não adulterarás. nem o teu servo. pois. e guardes todos os seus estatutos e mandamentos. e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido. nem coisa alguma do teu próximo. 8. E estas palavras. não farás nenhum trabalho nele. 7.4. e o filho de teu filho. para que se prolonguem os teus dias. nem o seu boi. nem o teu jumento. para que os cumprísseis na terra a que passais a possuir. nem o seu servo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo. nem tua filha. Honra a teu pai e a tua mãe. nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas. Seis dias trabalharás. Guarda o dia de sábado. e deitando-te e levantando-te. 5. e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR teu Deus. nem o teu boi. são os mandamentos. por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado. e farás todo o teu trabalho. Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito. e não desejarás a casa do teu próximo.

. Então escreveu nas tábuas. E naquelas tábuas escreverei as palavras que estavam nas primeiras tábuas. Não o comerás. Porque o SENHOR teu Deus é um Deus zeloso no meio de ti. vinhas e olivais. que quebraste. fazendo-o perecer. e os seus mandamentos. e seus estatutos. e os seus juízos. e comeres. e subi ao monte com as duas tábuas na minha mão. do meio do fogo. os dez mandamentos. que tu não encheste. pois. que te daria. pelo que não comerás a vida com a carne. e as porás na arca. que te tirou da terra do Egito. e alisei duas tábuas de pedra. e o SENHOR mas deu a mim. como as primeiras. Somente esforça-te para que não comas o sangue. e pelo seu nome jurarás. Assim. que não te esqueças do SENHOR. da casa da servidão. como o tentastes em Massá. e não mais endureçais a vossa cerviz. e os seus estatutos. com grandes e boas cidades. que tu não edificaste. e poços cavados. pois o sangue é vida. que não desampares ao levita todos os teus dias na terra. ao SENHOR teu Deus. na terra o derramarás como água. não será tardio ao que o odeia. E retribui no rosto qualquer dos que o odeiam. conforme à primeira escritura. Circuncidai. que o SENHOR vos falara no dia da assembléia. que te tem mandado. o prepúcio do vosso coração. como também os seus testemunhos. no monte. e te fartares. todos os dias. O SENHOR teu Deus temerás e a ele servirás. Não seguireis outros deuses. e guardarás as suas ordenanças. Guarda-te. que tu não cavaste. pois. e te serão por frontais entre os teus olhos. o SENHOR teu Deus te introduzir na terra que jurou a teus pais. CAPÍTULO 11 AMARÁS. Isaque e Jacó. que tu não plantaste. em seu rosto lho pagará. E as escreverás nos umbrais de tua casa. para que a ira do SENHOR teu Deus se não acenda contra ti e te destrua de sobre a face da terra. Não tentareis o SENHOR vosso Deus. e nas tuas portas. os deuses dos povos que houver ao redor de vós. Abraão.Também as atarás por sinal na tua mão. fiz uma arca de madeira de acácia. Quando. pois. E casas cheias de todo o bem. Diligentemente guardareis os mandamentos do SENHOR vosso Deus. Guarda-te.

dizendo: Vamos após outros deuses. porque tudo o que é abominável ao SENHOR. para saber se amais o SENHOR vosso Deus com todo o vosso coração. e que ele odeia. 7 Dentre os deuses dos povos que estão em redor de vós. fizeram eles a seus deuses. e a ele vos achegareis. dizendo-te em segredo: Vamos. nada lhe acrescentarás nem diminuirás. dizendo: Assim como serviram estas nações os seus deuses. porquanto o SENHOR vosso Deus vos prova. nem o esconderás. ou teu filho. que não te enlaces seguindo-as. 9 Mas certamente o matarás. e vos resgatou da casa da servidão. que não conheceste. para que bem te suceda a ti. Após o SENHOR vosso Deus andareis. 31 Assim não farás ao SENHOR teu Deus. e os seus mandamentos guardareis. Quando te incitar teu irmão. dizendo: Vamos. e a ele servireis. pois até seus filhos e suas filhas queimaram no fogo aos seus deuses. incitaram os moradores da sua cidade. até que morra. filhos de Belial. perto ou longe de ti.Não o comerás. que vos tirou da terra do Egito. nem tu nem teus pais. de que te houver falado. 10 E o apedrejarás. depois de ti. pois te procurou Uns homens. Guarda-te. filho da tua mãe. ou tua filha. nem terás piedade dele. pois falou rebeldia contra o SENHOR vosso Deus. QUANDO profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti. depois que forem destruídas diante de ti. para o matar. que saíram do meio de ti. quando fizeres o que for reto aos olhos do SENHOR. observarás para fazer. e sirvamo-los. ou a mulher do teu seio. a tua mão será a primeira contra ele. e com toda a vossa alma. que te é como a tua alma. e a ele temereis. e depois a mão de todo o povo. nem o ouvirás. e te der um sinal ou prodígio. e sirvamos a outros deuses que não conhecestes. desde uma extremidade da terra até à outra extremidade. para te apartar do caminho que te ordenou o SENHOR teu Deus. do mesmo modo também farei eu. ou teu amigo. e a teus filhos. e que não perguntes acerca dos seus deuses. e a sua voz ouvireis. Não consentirás com ele. Não ouvirás as palavras daquele profeta ou sonhador de sonhos. e sirvamos a outros deuses que não conheceste. E aquele profeta ou sonhador de sonhos morrerá. 32 Tudo o que eu te ordeno. nem o teu olho o poupará. para andares nele: assim tirarás o mal do meio de ti. E suceder o tal sinal ou prodígio. .

Isto comereis de tudo o que há nas águas. 15 E o avestruz. aquilo comereis. e o quebrantosso. mas não rumina. e a lebre. para que o SENHOR se aparte do ardor da sua ira. e a cabra. 17 E o cisne. e o gamo. 8 Nem o porco. para lhe seres o seu próprio povo. imundo vos será. e o gavião. e o búfalo. e tenha piedade de ti. e a gralha. e o texugo. e a cabra montês. e o morcego. e o xofrango. que rumina. e o milhafre. divididas em duas. Todo o animal que tem unhas fendidas. e o mocho.14 Então inquirirás e investigarás. e o SENHOR te escolheu. e o coelho. os moradores daquela cidade. destruindo a ela e a tudo o que nela houver. e eis que. 15 Certamente ferirás. e a garça. e com diligência perguntarás. como jurou a teus pais. e a poupa. e a coruja. ao fio da espada. sendo verdade. segundo a sua espécie. Porque és povo santo ao SENHOR teu Deus. e será montão perpétuo. imundos vos serão. de todos os povos que há sobre a face da terra. e certo que se fez tal abominação no meio de ti. e não tocareis nos seus cadáveres. nem fareis calva entre vossos olhos por causa de algum morto. entre os animais. 16 E o bufo. e o pelicano. segundo a sua espécie. até os animais. porque ruminam mas não têm a unha fendida. CAPÍTULO 14 Animais limpos e imundos FILHOS sois do SENHOR vosso Deus. Porém estes não comereis. e o corvo marinho. e o falcão. O veado e a corça. não comereis da carne destes. ou que têm a unha fendida: o camelo. Porém estas são as que não comereis: a águia. 10 Mas tudo o que não tiver barbatanas nem escamas não o comereis. 14 E todo o corvo. Também não se pegará à tua mão nada do anátema. 16 E ajuntarás todo o seu despojo no meio da sua praça. e a camurça. imundo vos será. Nenhuma coisa abominável comereis Estes são os animais que comereis: o boi. porque tem unha fendida. 18 E a cegonha. e te multiplique. e a cidade e todo o seu despojo queimarás totalmente para o SENHOR teu Deus. Toda a ave limpa comereis. . não vos dareis golpes. tudo o que tem barbatanas e escamas comereis. dos que somente ruminam. e te faça misericórdia. nunca mais se edificará. e a gaivota. 13 E o abutre. a ovelha. segundo a sua espécie. segundo a sua espécie.

no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome. e os recolherás dentro das tuas portas.Também todo o inseto que voa. para que o SENHOR teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem. que estão dentro das tuas portas. Porém não desampararás o levita que está dentro das tuas portas. 24 E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar. o darás a comer. na terra que o SENHOR teu Deus te dá. ou o venderás ao estranho. 29 Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo). e por bebida forte. é o modo da remissão: todo o credor remitirá o que emprestou ao seu próximo. que está dentro das tuas portas. Quando entre ti houver algum pobre. e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas. para possuí-la. nem fecharás a tua mão a teu irmão que for pobre. e por vinho. 3 Do estrangeiro o exigirás. . pois a remissão do SENHOR é apregoada. CAPÍTULO 15 O ano da remissão 1 AO fim dos sete anos farás remissão. Os dízimos para o serviço do Senhor 22 Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente. comerás os dízimos do teu grão. 4 Exceto quando não houver entre ti pobre algum. pois. e por tudo o que te pedir a tua alma. pois o SENHOR abundantemente te abençoará na terra que o SENHOR teu Deus te dará por herança. Não cozerás o cabrito com leite da sua mãe. não se comerá. e vai ao lugar que escolher o SENHOR teu Deus. ao estrangeiro. e o estrangeiro. 28 Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano. quando o SENHOR teu Deus te tiver abençoado. que cada ano se recolher do campo. pois não tem parte nem herança contigo. por vacas. do teu mosto e do teu azeite. mas o que tiveres em poder de teu irmão a tua mão o remitirá. para que aprendas a temer ao SENHOR teu Deus todos os dias. não o exigirá do seu próximo ou do seu irmão. e fartar-se-ão. 26 E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma. come-o ali perante o SENHOR teu Deus. 21 Não comereis nenhum animal morto. de teus irmãos. 20 Toda a ave limpa comereis. 2 Este. tu e a tua casa. e o órfão. vos será imundo. e por ovelhas. E. porquanto és povo santo ao SENHOR teu Deus. e a viúva. e alegra-te. 25 Então vende-os. por estar longe de ti o lugar que escolher o SENHOR teu Deus para ali pôr o seu nome. em alguma das tuas portas. não endurecerás o teu coração. e ata o dinheiro na tua mão. e comerão. perante o SENHOR teu Deus.

10 Livremente lhe darás.15 Ex 34:18 Lv 23:4-8 ) . e a tua casa. dizendo: Vai- se aproximando o sétimo ano. e do teu lagar. havendo nele algum defeito. no lugar que o SENHOR escolher. seis anos te servirá. e que haja em ti pecado. com o primogênito do teu boi não trabalharás. não o sacrificarás ao SENHOR teu Deus. nem tosquiarás o primogênito das tuas ovelhas. e lhe furarás a orelha à porta. que não haja palavra perversa no teu coração. daquilo com que o SENHOR teu Deus te tiver abençoado lhe darás. e que o teu olho seja maligno para com teu irmão pobre. e em tudo o que puseres a tua mão. 23 Somente o seu sangue não comerás. 13 E. o imundo e o limpo o comerão também. 21 Porém. ou tiver qualquer defeito. e teu servo será para sempre. ou cego.8 Antes lhe abrirás de todo a tua mão. e que ele clame contra ti ao SENHOR. pois por esta causa te abençoará o SENHOR teu Deus em toda a tua obra. para o teu necessitado. quando o deixares ir livre. se for coxo. pois seis anos te serviu em equivalência ao dobro do salário do diarista. por estar bem contigo. mas no sétimo ano o deixarás ir livre. quando lhe deres. assim o SENHOR teu Deus te abençoará em tudo o que fizeres. pelo que te ordeno. e da tua eira. 9 Guarda-te. e para o teu pobre na tua terra. tu e a tua casa. 14 Liberalmente o fornecerás do teu rebanho. o macho santificarás ao SENHOR teu Deus. 17 Então tomarás uma sovela. 11 Pois nunca deixará de haver pobre na terra. o ano da remissão. CAPÍTULO 16 As três festas da páscoa. Não seja duro aos teus olhos. porquanto te amo a ti. quando despedi-lo liberto de ti. Todo o primogênito que nascer das tuas vacas e das tuas ovelhas. 22 Nas tuas portas o comerás. e não lhe dês nada. e livremente lhe emprestarás o que lhe falta. e também assim farás à tua serva. dizendo: Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão. Porém se ele te disser: Não sairei de ti. Quando teu irmão hebreu ou irmã hebréia se vender a ti. de pentecostes e dos tabernáculos ( Ex 23:14. como da corça ou do veado. e que o teu coração não seja maligno. 20 Perante o SENHOR teu Deus os comerás de ano em ano. quanto baste para a sua necessidade. sobre a terra o derramarás como água. não o despedirás vazio.

2 Então sacrificarás a páscoa ao SENHOR teu Deus. das ovelhas e das vacas. e teu filho. ao tempo determinado da tua saída do Egito. 5 Não poderás sacrificar a páscoa em nenhuma das tuas portas que te dá o SENHOR teu Deus. e celebra a páscoa ao SENHOR teu Deus. porque no mês de Abibe o SENHOR teu Deus te tirou do Egito. e a viúva. de noite. tu. e irás às tuas tendas. e tua filha. o que deres será oferta voluntária da tua mão. e o órfão. e os cumprirás. e tua filha. para fazer habitar o seu nome. e o estrangeiro. e o levita que está dentro das tuas portas. na festa dos pães ázimos. porque o SENHOR teu Deus te há de abençoar em toda a tua colheita. e o teu servo. no primeiro dia. porém não aparecerá vazio perante o SENHOR. e a tua serva. todos os dias da tua vida. e na festa dos tabernáculos. sete dias nela comerás pães ázimos. para que te lembres do dia da tua saída da terra do Egito. no lugar que escolher.Pascoá 1 GUARDA o mês de Abibe. e em todo o trabalho das tuas mãos. depois voltarás pela manhã. 12 E lembrar-te-ás de que foste servo no Egito. e o teu servo. ao pôr do sol. 6 Senão no lugar que escolher o SENHOR teu Deus. e na festa das semanas. alegrar-te-ás. que estão dentro das tuas portas. Levedado não aparecerá contigo por sete dias em todos os teus termos. ali sacrificarás a páscoa à tarde. 11 E te alegrarás perante o SENHOR teu Deus. Pentecostes ( Ex 23:16 Ex 34:22 Lv 25:15-21 ) 9 Sete semanas contarás. pão de aflição (porquanto apressadamente saíste da terra do Egito). 7 Então a cozerás. segundo o SENHOR teu Deus te houver abençoado. 3 Nela não comerás levedado. na tua festa. e o estrangeiro. 14 E. 8 Seis dias comerás pães ázimos e no sétimo dia é solenidade ao SENHOR teu Deus. que estão no meio de ti. e teu filho. desde que a foice começar na seara iniciarás a contar as sete semanas. no lugar que o SENHOR escolher. e o órfão. no lugar que o SENHOR teu Deus escolher para ali fazer habitar o seu nome. no lugar que o SENHOR escolher para ali fazer habitar o seu nome. também da carne que matares à tarde. tu. e guardarás estes estatutos. por isso certamente te alegrarás. Tabernáculos ( Lv 23:33-44 ) 13 A festa dos tabernáculos celebrarás sete dias. e comerás no lugar que escolher o SENHOR teu Deus. quando tiveres colhido da tua eira e do teu lagar. Sete dias celebrarás a festa ao SENHOR teu Deus. . 16 Três vezes no ano todo o homem entre ti aparecerá perante o SENHOR teu Deus. e o levita. 10 Depois celebrarás a festa das semanas ao SENHOR teu Deus. e a viúva. e a tua serva. nada ficará até à manhã. nenhum trabalho farás.

e terás cuidado de fazer conforme a tudo o que te ensinarem. 2 Quando no meio de ti. da palavra que te anunciarem te não desviarás. Deveres dos juízes ( Ex 23:6-9 ) 18 Juízes e oficiais porás em todas as tuas cidades que o SENHOR teu Deus te der entre as tuas tribos. nem receberás peitas. boi ou gado miúdo em que haja defeito ou alguma coisa má. que lhe tiver dado. e servir a outros deuses. para que vivas. 7 As mãos das testemunhas serão primeiro contra ele. 10 E farás conforme ao mandado da palavra que te anunciarem no lugar que escolher o SENHOR. e se encurvar a eles ou ao sol. e o ouvires. que está ali para servir ao SENHOR teu Deus. até que morra. que fizeres para ti. entre sangue e sangue. conforme a bênção do SENHOR teu Deus. Consulta dos sacerdotes 8 Quando alguma coisa te for difícil demais em juízo. e ao juiz que houver naqueles dias. 22 Nem levantarás imagem. 20 A justiça. não dando ouvidos ao sacerdote. somente a justiça seguirás. 3 Que se for. e apedrejarás o tal homem ou mulher. assim tirarás o mal do meio de ti. entre ferida e ferida. 9 E virás aos sacerdotes levitas. farás. CAPÍTULO 17 O castigo da idolatria 1 NÃO sacrificarás ao SENHOR teu Deus. a qual o SENHOR teu Deus odeia. e conforme ao juízo que te disserem. ou três testemunhas. e perverte as palavras dos justos. e depois as mãos de todo o povo. será morto o que houver de morrer. 6 Por boca de duas testemunhas. . 19 Não torcerás o juízo. esse homem morrerá. conforme ao dom da sua mão. e possuas em herança a terra que te dará o SENHOR teu Deus. entre demanda e demanda. então bem o inquirirás. por boca de uma só testemunha não morrerá. nem ao juiz. e certo que se fez tal abominação em Israel. nem para a direita nem para a esquerda. se achar algum homem ou mulher que fizer mal aos olhos do SENHOR teu Deus. 12 O homem. ou a todo o exército do céu. 21 Não plantarás nenhuma árvore junto ao altar do SENHOR teu Deus. em questões de litígios nas tuas portas. então te levantarás. transgredindo a sua aliança. às tuas portas.17 Cada um. pois abominação é ao SENHOR teu Deus. pois. e subirás ao lugar que escolher o SENHOR teu Deus. e tirarás o mal de Israel. ou à lua. e eis que. não farás acepção de pessoas. para que julguem o povo com juízo de justiça. sendo verdade. 11 Conforme ao mandado da lei que te ensinarem. em alguma das tuas portas que te dá o SENHOR teu Deus. e te anunciarão a sentença do juízo. porquanto a peita cega os olhos dos sábios. o que eu não ordenei. que se houver soberbamente. E te for denunciado. e inquirirás. 5 Então tirarás o homem ou a mulher que fez este malefício. para matá-lo.

13 Para que todo o povo o ouça. 5 Porque o SENHOR teu Deus o escolheu de todas as tuas tribos. então escreverá para si num livro. pois o SENHOR vos tem dito: Nunca mais voltareis por este caminho. dos que oferecerem sacrifício. para que prolongue os seus dias no seu reino. e estes estatutos. e nunca mais se ensoberbeça. . 3 Este. do teu mosto e do teu azeite. para que assista e sirva no nome do SENHOR. e a possuíres. dentre teus irmãos porás rei sobre ti. 16 Porém ele não multiplicará para si cavalos. todos os dias. 17 Tampouco para si multiplicará mulheres. do original que está diante dos sacerdotes levitas. não poderás pôr homem estranho sobre ti. um traslado desta lei. e nela habitares. para que o seu coração não se desvie. o SENHOR é a sua herança. CAPÍTULO 18 A herança e os direitos dos sacerdotes e dos levitas 1 OS sacerdotes levitas. nem prata nem ouro multiplicará muito para si. 4 Dar-lhe-ás as primícias do teu grão. pois. e disseres: Porei sobre mim um rei. e as primícias da tosquia das tuas ovelhas. 20 Para que o seu coração não se levante sobre os seus irmãos. toda a tribo de Levi. para que aprenda a temer ao SENHOR seu Deus. e nele lerá todos os dias da sua vida. 2 Por isso não terão herança no meio de seus irmãos. das ofertas queimadas do SENHOR e da sua herança comerão. a receber do povo. para cumpri-los. quando se assentar sobre o trono do seu reino. nem fará voltar o povo ao Egito para multiplicar cavalos. como lhes tem dito. Porás certamente sobre ti como rei aquele que escolher o SENHOR teu Deus. assim como têm todas as nações que estão em redor de mim. ele e seus filhos. não terão parte nem herança com Israel. que não seja de teus irmãos. 19 E o terá consigo. e não se aparte do mandamento. A eleição e os deveres de um rei 14 Quando entrares na terra que te dá o SENHOR teu Deus. que darão ao sacerdote a espádua e as queixadas e o bucho. ele e seus filhos no meio de Israel. para guardar todas as palavras desta lei. seja boi ou gado miúdo. nem para a direita nem para a esquerda. e tema. 18 Será também que. será o direito dos sacerdotes.

onde habitar. 20 Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome. de teus irmãos. nem feiticeiro. de todo o Israel. que ele falar em meu nome. Então o SENHOR me disse: Falaram bem naquilo que disseram. além das vendas do seu patrimônio. dizendo: Não ouvirei mais a voz do SENHOR teu Deus. como tu. esse profeta morrerá. os levitas. nem mais verei este grande fogo. que hás de possuir. Porque estas nações. nem mágico. nem quem consulte os mortos. 8 Igual porção comerão. a ele ouvireis.E. como também todos os seus irmãos. e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar. Perfeito serás. Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha. nem quem consulte a um espírito adivinhador. que assistem ali perante o SENHOR. e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti. não aprenderás a fazer conforme as abominações daquelas nações. A promessa de um grande profeta O SENHOR teu Deus te levantará um profeta do meio de ti. quando chegar um levita de alguma das tuas portas. porém a ti o SENHOR teu Deus não permitiu tal coisa. 18 Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos. nem adivinhador. Conforme a tudo o que pediste ao SENHOR teu Deus em Horebe. 7 E servir no nome do SENHOR seu Deus. ouvem os prognosticadores e os adivinhadores. e vier com todo o desejo da sua alma ao lugar que o SENHOR escolheu. para que não morra. Nem encantador. eu o requererei dele. As abominações das nações são proibidas 9 Quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der. como eu. ou o que falar em nome de outros deuses. 19 E será que qualquer que não ouvir as minhas palavras. que eu não lhe tenha mandado falar. 21 E. no dia da assembléia. e porei as minhas palavras na sua boca. nem agoureiro. nem prognosticador. Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR. como o SENHOR teu Deus. se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o SENHOR não falou? .

com soberba a falou aquele profeta. e tu as possuíres. dividirás em três. CAPÍTULO 19 A quem pertencem os privilégios das cidades de refúgio ( Nm 35:9-15 Dt 4:41-43 ) 1 QUANDO o SENHOR teu Deus desarraigar as nações cuja terra te dará o SENHOR teu Deus. ou pela boca de três testemunhas. ( Nm 35:9-15 Dt 4:41-43 ) 4 E este é o caso tocante ao homicida. ou por qualquer pecado. quando se enfurecer o seu coração. e se acolhe a alguma destas cidades. o ferro saltar do cabo e ferir o seu próximo e este morrer. 10 Para que o sangue inocente não se derrame no meio da tua terra. Não mudes o limite do teu próximo. antes tirarás o sangue inocente de Israel. que se acolher ali. e o fere mortalmente. que estabeleceram os antigos na tua herança. e. que o SENHOR teu Deus te dá por herança. 2 Três cidades separarás. aquele se acolherá a uma destas cidades. que receberás na terra que te dá o SENHOR teu Deus para a possuíres. que te fará possuir o SENHOR teu Deus. e essa palavra não se cumprir. e viverá. Para que o vingador do sangue não vá após o homicida. para que viva. e o entregarão na mão do vingador do sangue. pela boca de duas testemunhas. e dali o tirarão. e os termos da tua terra. 7 Portanto te dou ordem. se estabelecerá o fato. havendo alguém que odeia a seu próximo. . e lhe arma ciladas. esta é palavra que o SENHOR não falou. pondo força na sua mão com o machado para cortar a árvore. 12 Então os anciãos da sua cidade mandarão buscá-lo. 3 Preparar-te-ás o caminho. e o alcançar. e morares nas suas cidades e nas suas casas. como jurou a teus pais. que hoje te ordeno. e isto será para que todo o homicida se acolha ali. 13 O teu olho não o perdoará. 8 E. nem suceder assim. e se levanta contra ele. 5 Como aquele que entrar com o seu próximo no bosque. amando ao SENHOR teu Deus e andando nos seus caminhos todos os dias). e haja sangue sobre ti. e te der toda a terra que disse daria a teus pais 9 (Quando guardares todos estes mandamentos. a quem não odiava antes. pois o não odiava antes. ( Nm 35:16-21 ) 11 Mas. porque não é culpado de morte. seja qual for o pecado que cometeu. para cumprí-los. para cortar lenha.22 Quando o profeta falar em nome do SENHOR. então acrescentarás outras três cidades além destas três. no meio da terra que te dará o SENHOR teu Deus para a possuíres. e lhe tire a vida. dizendo: Três cidades separarás. Testemunha e falsa testemunha Uma só testemunha contra alguém não se levantará por qualquer iniqüidade. aquele que por engano ferir o seu próximo. não tenhas temor dele. por ser comprido o caminho. para que morra. se o SENHOR teu Deus dilatar os teus termos. para que bem te suceda.

mas antes te fizer guerra. que tiverem a demanda. 15 Assim farás a todas as cidades que estiverem mui longe de ti. 2 E será que. . dizendo: Qual é o homem que edificou casa nova e ainda não a consagrou? Vá. 10 Quando te achegares a alguma cidade para combatê-la. e assim tirarás o mal do meio de ti. que te tirou da terra do Egito. 8 E continuarão os oficiais a falar ao povo.16 Quando se levantar testemunha falsa contra alguém. ó Israel. o sacerdote se adiantará. para testificar contra ele acerca de transgressão. para que porventura não morra na peleja e algum outro homem a receba. 20 Para que os que ficarem o ouçam e temam. apregoar-lhe-ás a paz. pé por pé. e povo maior em número do que tu. as mulheres. 9 E será que. 11 E será que. quando os oficiais acabarem de falar ao povo. e vires cavalos. e nunca mais tornem a fazer tal mal no meio de ti. sendo a testemunha falsa. olho por olho. e eis que. a pelejar contra os vossos inimigos. 3 E dir-lhe-á: Ouvi. todo o povo que se achar nela te será tributário e te servirá. nem vos aterrorizeis diante deles. 21 O teu olho não perdoará. e torne-se à sua casa para que porventura não morra na peleja e algum outro a consagre. 4 Pois o SENHOR vosso Deus é o que vai convosco. e todo o homem que houver nela passarás ao fio da espada. e torne-se à sua casa. deles não terás temor. e te abrir as portas. 6 E qual é o homem que plantou uma vinha e ainda não a desfrutou? Vá. se te responder em paz. e torne-se à sua casa. e as crianças. e carros. 19 Far-lhe-eis como cuidou fazer a seu irmão. dente por dente. e os animais. dizendo: Qual é o homem medroso e de coração tímido? Vá. vida por vida. e tudo o que houver na cidade. pois o SENHOR teu Deus. não se amoleça o vosso coração: não temais nem tremais. diante dos sacerdotes e dos juízes que houver naqueles dias. 13 E o SENHOR teu Deus a dará na tua mão. todo o seu despojo. que te deu o SENHOR teu Deus. hoje vos achegais à peleja contra os vossos inimigos. para que o coração de seus irmãos não se derreta como o seu coração. Então aqueles dois homens. mão por mão. quando vos achegardes à peleja. está contigo. e torne-se à sua casa. 12 Porém. 5 Então os oficiais falarão ao povo. então a sitiarás. 14 Porém. 18 E os juízes inquirirão bem. e comerás o despojo dos teus inimigos. que não forem das cidades destas nações. e falará ao povo. se ela não fizer paz contigo. para salvar-vos. que testificou falsamente contra seu irmão. CAPÍTULO 20 As leis da guerra 1 QUANDO saíres à peleja contra teus inimigos. então designarão os capitães dos exércitos para a dianteira do povo. tomarás para ti. E qual é o homem que está desposado com alguma mulher e ainda não a recebeu? Vá. para que porventura não morra na peleja e algum outro a desfrute. se apresentarão perante o SENHOR.

e a cobiçares. para possuí-la. CAPÍTULO 21 Expiação por uma morte cujo autor é desconhecido 1 QUANDO na terra que te der o SENHOR teu Deus. e aos amorreus. e para abençoarem em nome do SENHOR. nenhuma coisa que tem fôlego deixarás com vida. e aos heveus. e pequeis contra o SENHOR vosso Deus. e contra a cidade que guerrear contra ti edificarás baluartes. 2 Então sairão os teus anciãos e os teus juízes. não destruirás o seu arvoredo. até que esta seja vencida. e aos cananeus. pois que não o cortarás (pois o arvoredo do campo é mantimento para o homem). e ali. e se assentará na tua casa. lavarão as suas mãos sobre a novilha degolada no vale. Acerca da mulher prisioneira 10 Quando saíres à peleja contra os teus inimigos. degolarão a novilha. e depois chegarás a ela. 4 E os anciãos daquela cidade trarão a novilha a um vale áspero. pelejando contra ela para a tomar. e aos jebuseus.16 Porém. resgataste. . 12 Então a trarás para a tua casa. pois farás o que é reto aos olhos do SENHOR. e não ponhas o sangue inocente no meio do teu povo Israel. se achar um morto. e os nossos olhos o não viram. e dirão: As nossas mãos não derramaram este sangue. filhos de Levi. ó SENHOR. para empregar no cerco. 6 E todos os anciãos da mesma cidade. colocando nele o machado. 20 Mas as árvores que souberes que não são árvores de alimento. que o SENHOR teu Deus te dá em herança. e o SENHOR teu Deus os entregar nas tuas mãos. porque dele comerás. que nunca foi lavrado nem semeado. que tu. e pela sua palavra se decidirá toda a demanda e todo o ferimento. os anciãos da mesma cidade tomarão uma novilha da manada. que não tenha trabalhado nem tenha puxado com o jugo. destruí- las-ás e cortá-las-ás. das cidades destas nações. E aquele sangue lhes será expiado. e ela rapará a cabeça e cortará as suas unhas. e medirão a distância até as cidades que estiverem em redor do morto. e tu serás seu marido e ela tua mulher. e aos perizeus. 17 Antes destruí-las-ás totalmente: aos heteus. como te ordenou o SENHOR teu Deus. Para que não vos ensinem a fazer conforme a todas as suas abominações. 7 E protestarão. caído no campo. 13 E despirá o vestido do seu cativeiro. naquele vale. Assim tirarás o sangue inocente do meio de ti. pois o SENHOR teu Deus os escolheu para o servirem. que fizeram a seus deuses. na cidade mais próxima ao morto. 3 E. mais próxima ao morto. 19 Quando sitiares uma cidade por muitos dias. sem que se saiba quem o matou. 5 Então se achegarão os sacerdotes. e tu deles levares prisioneiros. 11 E tu entre os presos vires uma mulher formosa à vista. 8 Sê propício ao teu povo Israel. e chorará a seu pai e a sua mãe um mês inteiro. e a tomares por mulher.

não te poderás omitir. lhes não der ouvidos. preferindo-o ao filho da desprezada. a deixarás ir à sua vontade. CAPÍTULO 22 Caridade com o próximo 1 VENDO extraviado o boi ou ovelha de teu irmão. o direito da primogenitura é dele. não dá ouvidos à nossa voz. que se perder de teu irmão. 23 O seu cadáver não permanecerá no madeiro. 17 Mas ao filho da desprezada reconhecerá por primogênito. ou ovos. até que teu irmão os busque. não poderá dar a primogenitura ao filho da amada. assim não contaminarás a tua terra. dando-lhe dobrada porção de tudo quanto tiver. porque. e assim farás com as suas roupas. porquanto o pendurado é maldito de Deus. restituí-los-ás sem falta a teu irmão. 16 Será que. e o filho primogênito for da desprezada. abominação é ao SENHOR teu Deus. castigando-o eles. mas certamente o enterrarás no mesmo dia. e nem vestirá o homem roupa de mulher. e à porta do seu lugar. que o SENHOR teu Deus te dá em herança. recolhê-los- ás na tua casa. ou sobre os ovos.14 E será que. E dirão aos anciãos da cidade: Este nosso filho é rebelde e contumaz. uma a quem ama e outra a quem despreza. é um comilão e um beberrão. digno do juízo de morte. até que morra. para que fiquem contigo. e tirarás o mal do meio de ti. Os cadáveres serão tirados do patíbulo 22 Quando também em alguém houver pecado. 2 E se teu irmão não estiver perto de ti. nem a tratarás como escrava. que não obedecer à voz de seu pai e à voz de sua mãe. com passarinhos. e for morto. caídos no caminho. 4 Se vires o jumento que é de teu irmão. O direito do primogénito 15 Quando um homem tiver duas mulheres. e todo o Israel ouvirá e temerá. . ou no chão. 21 Então todos os homens da sua cidade o apedrejarão. mas de modo algum a venderás por dinheiro. ou não o conheceres. sem falta o ajudarás a levantá-los. e tu lhos restituirás. Acerca dos filhos desobedientes 18 Quando alguém tiver um filho contumaz e rebelde. ou o seu boi. 19 Então seu pai e sua mãe pegarão nele. e. qualquer que faz isto. no dia em que fizer herdar a seus filhos o que tiver. pois a tens humilhado. e a amada e a desprezada lhe derem filhos. não te desviarás deles. não te desviarás deles. porquanto aquele é o princípio da sua força. Acerca dos vestidos do homem e dos da mulher 5 Não haverá traje de homem na mulher. e o pendurares num madeiro. 3 Assim também farás com o seu jumento. assim farás também com toda a coisa perdida. que é o primogênito. se te não contentares dela. 6 Quando encontrares pelo caminho um ninho de ave numa árvore. não tomarás a mãe com os filhotes. e a mãe posta sobre os passarinhos. e o levarão aos anciãos da sua cidade. e tu a achares.

desposada. a moça. As penas e diversos pecados cometidos para com mulheres 13 Quando um homem tomar mulher e. Não semearás a tua vinha com diferentes espécies de semente. pois fez loucura em Israel. o homem que se deitou com a mulher. então ambos morrerão. 18 Então os anciãos da mesma cidade tomarão aquele homem. e os darão ao pai da moça. E estenderão a roupa diante dos anciãos da cidade. para que não ponhas culpa de sangue na tua casa. isto é. e contra ela divulgar má fama. E lhe será por mulher. depois de coabitar com ela. e o homem. à porta. 25 E se algum homem no campo achar uma moça desposada. e os homens da sua cidade a apedrejarão. porém ele a despreza. Franjas porás nas quatro bordas da tua manta.7 Deixarás ir livremente a mãe. se alguém de algum modo cair dela. com que te cobrires. prostitutas usura e votos 15 Então o pai da moça e sua mãe tomarão os sinais da virgindade da moça. e se deitar com ela. e os apedrejareis. assim tirarás o mal de Israel. até que morra. 17 E eis que lhe imputou coisas escandalosas. farás um parapeito. 22 Quando um homem for achado deitado com mulher que tenha marido. 21 Então levarão a moça à porta da casa de seu pai. Não te vestirás de diversos estofos de lã e linho juntamente. para que te vá bem e para que prolongues os teus dias. Quando edificares uma casa nova. dizendo: Não achei virgem a tua filha. Porém se isto for verdadeiro. até que morram. porquanto não gritou na cidade. e o homem a forçar. 24 Então trareis ambos à porta daquela cidade. que a virgindade não se achou na moça. e me cheguei a ela. porquanto divulgou má fama sobre uma virgem de Israel. Acerca de fugitivos. . e a mulher. prostituindo-se na casa de seu pai. no eirado. e a novidade da vinha. E o multarão em cem siclos de prata. e se deitar com ela. e levá-los-ão aos anciãos da cidade. então morrerá só o homem que se deitou com ela. 23 Quando houver moça virgem. Com boi e com jumento não lavrarás juntamente. porém não a achei virgem. assim tirarás o mal do meio de ti. a desprezar. e o castigarão. porquanto humilhou a mulher do seu próximo. porém eis aqui os sinais da virgindade de minha filha. e um homem a achar na cidade. dizendo: Tomei esta mulher. 16 E o pai da moça dirá aos anciãos: Eu dei minha filha por mulher a este homem. e os filhotes tomarás para ti. em todos os seus dias não a poderá despedir. para que não se degenere o fruto da semente que semeares. 14 E lhe imputar coisas escandalosas. assim tirarás o mal do meio de ti.

9 Quando o exército sair contra os teus inimigos. 3 Nenhum amonita nem moabita entrará na congregação do SENHOR. 8 Os filhos que lhes nascerem na terceira geração. a moça desposada gritou. cada um deles entrará na congregação do SENHOR. 12 Também terás um lugar fora do arraial. Nenhum homem tomará a mulher de seu pai. assim é este caso. em se pondo o sol. e se deitar com ela. não estiver limpo. 6 Não lhes procurarás nem paz nem bem em todos os teus dias para sempre. não entrará na congregação do SENHOR. e forem apanhados. nem descobrirá a nudez de seu pai. não entrará no meio dele. quando saíeis do Egito. a receber-vos no caminho. antes o SENHOR teu Deus trocou em bênção a maldição. entrará no meio do arraial. 2 Nenhum bastardo entrará na congregação do SENHOR. pois é teu irmão. Porém será que. 10 Quando entre ti houver alguém que. porque. nem abominarás o egípcio. ou cortado o membro viril. 4 Porquanto não saíram com pão e água. 27 Pois a achou no campo. de Mesopotâmia. pois estrangeiro foste na sua terra. nem ainda a sua décima geração entrará na congregação do SENHOR. então te guardarás de toda a coisa má. de Petor. A moça não tem culpa de morte. e porquanto alugaram contra ti a Balaão. filho de Beor. e. 29 Então o homem que se deitou com ela dará ao pai da moça cinqüenta siclos de prata. e pegar nela. 7 Não abominarás o edomeu. CAPÍTULO 23 Pessoas que são excluídas das assembleias santas 1 AQUELE a quem forem trilhados os testículos. como o homem que se levanta contra o seu próximo. por algum acidente noturno. e não houve quem a livrasse. porquanto o SENHOR teu Deus te amava. se lavará em água. 28 Quando um homem achar uma moça virgem. sairá fora do arraial.26 Porém à moça não farás nada. e lhe tira a vida. nem ainda a sua décima geração entrará na congregação do SENHOR eternamente. para te amaldiçoar. lhe será por mulher. não a poderá despedir em todos os seus dias. para onde sairás. declinando a tarde. 5 Porém o SENHOR teu Deus não quis ouvir Balaão. e porquanto a humilhou. . que não for desposada.

porque o SENHOR teu Deus certamente o requererá de ti. CAPÍTULO 24 Acerca do divórcio. saindo da sua casa. nem comida. se não achar graça em seus olhos. quando estiveres assentado. abstendo-te de votar. dos roubadores e da lepra 1 QUANDO um homem tomar uma mulher e se casar com ela. porém não as porás no teu cesto. Porém. nem dinheiro. Ao estranho emprestarás com juros. pelo que o teu arraial será santo. declarando-o pela tua boca. Quando entrares na seara do teu próximo. porém não porás a foice na seara do teu próximo.E entre as tuas armas terás uma pá. comerás uvas conforme ao teu desejo até te fartares. e em ti haverá pecado. no lugar que escolher em alguma das tuas portas. e entregar a ti os teus inimigos. então será que. porque ambos são igualmente abominação ao SENHOR teu Deus. e se aparte de ti. ( Nm 30:1-16 ) Quando fizeres algum voto ao SENHOR teu Deus. far-lhe-á uma carta de repúdio. e lhe fizer carta de repúdio. no meio de ti. e lha dará na sua mão. 16 Contigo ficará. vier a morrer. para que ele não veja coisa feia em ti. não o oprimirás. na terra a qual vais a possuir. e a despedirá da sua casa. A teu irmão não emprestarás com juros. Porquanto o SENHOR teu Deus anda no meio de teu arraial. pois. porém a teu irmão não emprestarás com juros. para te livrar. não tardarás em cumpri- lo. para que o SENHOR teu Deus te abençoe em tudo que puseres a tua mão. e cumprirás. 23 O que saiu dos teus lábios guardarás. 15 Não entregarás a seu SENHOR o servo que. tal como voluntariamente votaste ao SENHOR teu Deus. cobrirás o que defecaste. onde lhe agradar. e lha der na sua mão. fora. nem qualquer coisa que se empreste com juros. virando-te. então com ela cavarás e. 2 Se ela. Não trarás o salário da prostituta nem preço de um sodomita à casa do SENHOR teu Deus por qualquer voto. com a tua mão arrancarás as espigas. que a tomou para si por mulher. se acolher a ti. dos penhores. Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel. e será que. 3 E este também a desprezar. . e a despedir da sua casa. Quando entrares na vinha do teu próximo. nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel. tendo fugido dele. ou se este último homem. não haverá pecado em ti. por nela encontrar coisa indecente. for e se casar com outro homem.

Guarda-te da praga da lepra. nem os filhos pelos pais. se for homem pobre. a quem emprestaste. e te abençoe. . assim não farás pecar a terra que o SENHOR teu Deus te dá por herança. ou vendê-lo. terás cuidado de o fazer. não entrarás em sua casa. Os pais não morrerão pelos filhos. para o estrangeiro. Quando um homem for recém-casado não sairá à guerra. Caridade para com os pobres. Não perverterás o direito do estrangeiro e do órfão. Quando se achar alguém que tiver furtado um dentre os seus irmãos. não tornarás a tomá-lo. Não se tomará em penhor ambas as mós. e sua vida depende disso. como lhes tenho ordenado. nem se lhe imporá encargo algum. Quando no teu campo colheres a tua colheita. para lhe tirar o penhor. e de que o SENHOR teu Deus te livrou dali. pois se penhoraria assim a vida. não poderá tornar a tomá-la. e o homem. cada um morrerá pelo seu pecado. 11 Fora ficarás. para que não clame contra ti ao SENHOR. 15 No seu dia lhe pagarás a sua diária. por um ano inteiro ficará livre na sua casa para alegrar a mulher que tomou. te trará fora o penhor. 13 Em se pondo o sol. não te deitarás com o seu penhor. e escravizá-lo. que está na tua terra e nas tuas portas. Acerca de empréstimos 10 Quando emprestares alguma coisa ao teu próximo. e tenhas grande cuidado de fazer conforme a tudo o que te ensinarem os sacerdotes levitas. e tirarás o mal do meio de ti. e o sol não se porá sobre isso. sem falta lhe restituirás o penhor. e esqueceres um molho no campo. que a despediu. esse ladrão morrerá. para que seja sua mulher. 12 Porém.Então seu primeiro marido. nem tomarás em penhor a roupa da viúva. para o órfão. dos filhos de Israel. ou de teus estrangeiros. e haja em ti pecado. para que durma na sua roupa. e para a viúva será. porquanto pobre é. nem a mó de cima nem a de baixo. pois é abominação perante o SENHOR. pelo que te ordeno que faças isso. para que o SENHOR teu Deus te abençoe em toda a obra das tuas mãos. e isto te será justiça diante do SENHOR teu Deus. depois que foi contaminada. 18 Mas lembrar-te-ás de que foste servo no Egito. os estrangeiros e os orfãos 14 Não oprimirás o diarista pobre e necessitado de teus irmãos.

quando trilhar. Na tua casa não terás dois tipos de efa. e disser: Não quero tomá-la. não voltarás para rebuscá-la. e com ele falarão.Quando sacudires a tua oliveira.36 ) 13 Na tua bolsa não terás pesos diversos. e protestará. se ele persistir. e ao injusto condenarão. para que. e lhe cuspirá no rosto. CAPÍTULO 26 . teu irmão não fique envilecido aos teus olhos. e a mulher de um chegar para livrar a seu marido da mão do que o fere. seu cunhado estará com ela. então a mulher do falecido não se casará com homem estranho. para que o seu nome não se apague em Israel. o juiz o fará deitar-se. e dirá: Assim se fará ao homem que não edificar a casa de seu irmão. um grande e um pequeno. para que se prolonguem os teus dias na terra que te dará o SENHOR teu Deus. todo aquele que fizer injustiça. 7 Porém. 22 E lembrar-te-ás de que foste servo na terra do Egito. 10 E o seu nome se chamará em Israel: A casa do descalçado. 3 Quarenta açoites lhe fará dar. e um deles morrer. e lhe pegar pelas suas vergonhas. 21 Quando vindimares a tua vinha. e para a viúva será. um grande e um pequeno. de fora. para que seja açoitado diante de si. para o órfão. e dirá: Meu cunhado recusa suscitar a seu irmão nome em Israel. segundo a sua culpa. e ela estender a sua mão. e para a viúva será. se o injusto merecer açoites. CAPÍTULO 25 A pena de açoites 1 QUANDO houver contenda entre alguns. 16 Porque abominação é ao SENHOR teu Deus todo aquele que faz isto. porventura. 11 Quando pelejarem dois homens. não mais. A obrigação de um homem casar com a viúva do seu irmão 5 Quando irmãos morarem juntos. se o homem não quiser tomar sua cunhada. ao justo justificarão. e. para o estrangeiro. 15 Peso inteiro e justo terás. será o número de açoites. Pesos e medidas justas ( Lv 19:35. portanto te ordeno que faças isso. não voltarás para colher o fruto dos ramos. efa inteiro e justo terás. 2 E será que. 6 E o primogênito que ela lhe der será sucessor do nome do seu irmão falecido. para o órfão. não a poupará o teu olho. 12 Então cortar-lhe-ás a mão. e vierem a juízo. e não tiver filho. para que os julguem. e lhe descalçará o sapato do pé. um contra o outro. 9 Então sua cunhada se chegará a ele na presença dos anciãos. se lhe fizer dar mais açoites do que estes. esta subirá à porta dos anciãos. para o estrangeiro. e a receberá por mulher. Então os anciãos da sua cidade o chamarão. e fará a obrigação de cunhado para com ela. não quer cumprir para comigo o dever de cunhado. Não atarás a boca ao boi.

e numerosa. que houver naqueles dias. que é o ano dos dízimos. 14 Delas não comi no meu luto. e sobre nós impuseram uma dura servidão. e a possuíres. que te dá o SENHOR teu Deus. e a terra que nos deste. ao estrangeiro. me deste. 10 E eis que agora eu trouxe as primícias dos frutos da terra que tu. quando entrares na terra que o SENHOR teu Deus te der por herança. e os seus mandamentos. 6 Mas os egípcios nos maltrataram e nos afligiram. foi meu pai. e irás ao lugar que escolher o SENHOR teu Deus. tenho feito. como te tem dito. poderosa. e nos deu esta terra. que recolheres da terra. nem deles me esqueci. nem delas nada tirei quando imundo. como juraste a nossos pais. e as porás num cesto. Então as porás perante o SENHOR teu Deus. 2 Então tomarás das primícias de todos os frutos do solo. o SENHOR teu Deus te manda cumprir estes estatutos e juízos. e os seus juízos. obedeci à voz do SENHOR meu Deus. ó SENHOR. e guardarás os seus estatutos. e te inclinarás perante o SENHOR teu Deus. 13 E dirás perante o SENHOR teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas e as dei também ao levita. a Israel. e o SENHOR ouviu a nossa voz. 8 E o SENHOR nos tirou do Egito com mão forte. e com milagres. porém ali cresceu até vir a ser nação grande. e ao estrangeiro. e com braço estendido. terra que mana leite e mel. E te alegrarás por todo o bem que o SENHOR teu Deus te tem dado a ti e à tua casa. e que andarás nos seus caminhos. e desceu ao Egito. e cumpre-os com todo o teu coração e com toda a tua alma. guarda-os pois. e abençoa o teu povo. e o porá diante do altar do SENHOR teu Deus. e que guardarás todos os seus mandamentos. então os darás ao levita. não transgredi os teus mandamentos. 5 Então testificarás perante o SENHOR teu Deus. 9 E nos trouxe a este lugar. tu e o levita. conforme a tudo o que me ordenaste. terra que mana leite e mel. e ali peregrinou com pouca gente. 4 E o sacerdote tomará o cesto da tua mão. e com grande espanto. e atentou para a nossa miséria. prestes a perecer. desde o céu. . 17 Hoje declaraste ao SENHOR que ele te será por Deus. e se fartem. e dir-lhe-ás: Hoje declaro perante o SENHOR teu Deus que entrei na terra que o SENHOR jurou a nossos pais dar-nos. 16 Neste dia. Oração daquele que deu os dízimos 12 Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro. e com sinais. e darás ouvidos à sua voz. e ao órfão e à viúva. nem delas dei para os mortos. e o estrangeiro que está no meio de ti. 15 Olha desde a tua santa habitação. e dirás: Arameu. para que comam dentro das tuas portas. As primícias da terra E SERÁ que. 3 E irás ao sacerdote. para ali fazer habitar o seu nome. 7 Então clamamos ao SENHOR Deus de nossos pais. 18 E o SENHOR hoje te declarou que tu lhe serás por seu próprio povo. e para a nossa opressão. conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado. ao órfão e à viúva. e para o nosso trabalho. e nela habitares.

exprimindo-as nitidamente. E todo o povo dirá: Amém. 5 E ali edificarás um altar ao SENHOR teu Deus. um altar de pedras. dizendo: Guardai todos estes mandamentos que hoje vos ordeno. que hoje vos ordeno. escreverás nelas todas as palavras desta lei. e Zebulom. 8 E naquelas pedras escreverás todas as palavras desta lei. havendo-o passado.19 Para assim te exaltar sobre todas as nações que criou. dizendo: Guarda silêncio e ouve. como te falou o SENHOR Deus de teus pais. terra que mana leite e mel. 22 Maldito aquele que se deitar com sua irmã. 19 Maldito aquele que perverter o direito do estrangeiro. E todo o povo dirá: Amém. e cumprirás os seus mandamentos e os seus estatutos que hoje te ordeno. 4 Será. 10 Portanto obedecerás à voz do SENHOR teu Deus. e te alegrarás. 23 Maldito aquele que se deitar com sua sogra. para entrares na terra que te der o SENHOR teu Deus. dizendo: 12 Quando houverdes passado o Jordão. obra da mão do artífice. 18 Maldito aquele que fizer que o cego erre de caminho. As maldições que serão lançadas do monte Ebal 11 E Moisés deu ordem naquele dia ao povo. E todo o povo dirá: Amém. E todo o povo dirá: Amém. e Levi. estes estarão sobre o monte Gerizim. levantareis estas pedras. Gade. porquanto descobriu a nudez de seu pai. e as caiarás. 9 Falou mais Moisés. e Issacar. E todo o povo dirá: Amém. . juntamente com os sacerdotes levitas. 21 Maldito aquele que se deitar com algum animal. 20 Maldito aquele que se deitar com a mulher de seu pai. E todo o povo dirá: Amém. ou filha de sua mãe. não alçarás instrumento de ferro sobre elas. abominação ao SENHOR. para louvor. E todo o povo dirá: Amém. e Aser. e para que sejas um povo santo ao SENHOR teu Deus. no monte Ebal. ao povo de Israel. 17 Maldito aquele que remover os limites do seu próximo. para abençoarem o povo: Simeão. e sobre ele oferecerás holocaustos ao SENHOR teu Deus. E todo o povo dirá: Amém. E todo o povo. pois. e para glória. dirá: Amém. 16 Maldito aquele que desprezar a seu pai ou a sua mãe. e para fama. respondendo. do órfão e da viúva. ou de fundição. CAPÍTULO 27 A ordem de levantar um padrão e gravar nele a lei 1 E DERAM ordem. e José. e Judá. Dã e Naftali. 13 E estes estarão sobre o monte Ebal para amaldiçoar: Rúben. 6 De pedras brutas edificarás o altar do SENHOR teu Deus. E. e dirão: 15 Maldito o homem que fizer imagem de escultura. Moisés e os anciãos. quando houveres passado o Jordão. ó Israel! Hoje vieste a ser povo do SENHOR teu Deus. filha de seu pai. e ali comerás perante o SENHOR teu Deus. a todo o Israel. e Benjamim. E os levitas testificarão a todo o povo de Israel em alta voz. 7 Também sacrificarás ofertas pacíficas. como tem falado. e a puser em um lugar escondido. que.

o céu. 12 O SENHOR te abrirá o seu bom tesouro. e não debaixo. se não deres ouvidos à voz do SENHOR teu Deus. quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus. e bendito serás ao saíres. o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. se obedeceres aos mandamentos do SENHOR teu Deus. que. CAPÍTULO 28 As bênçãos que serão lançadas do monte Gerizim ( Lv 26:3-13 Dt 7:12-26 ) 1 E SERÁ que. os teus inimigos. 11 E o SENHOR te dará abundância de bens no fruto do teu ventre. e só estarás em cima. andando após outros deuses. 14 E não te desviarás de todas as palavras que hoje te ordeno. e das tuas ovelhas. e maldito serás no campo. quando guardares os mandamentos do SENHOR teu Deus. Maldito aquele que aceitar suborno para ferir uma pessoa inocente. por um caminho sairão contra ti. e o fruto da tua terra. e as crias das tuas vacas e das tuas ovelhas. e andares nos seus caminhos. e terão temor de ti. feridos diante de ti. 3 Bendito serás na cidade. mas por sete caminhos fugirão da tua presença. e não por cauda. E todo o povo dirá: Amém. e te alcançarão: 16 Maldito serás tu na cidade. 5 Bendito o teu cesto e a tua amassadeira. tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno. e o fruto da tua terra. então virão sobre ti todas estas maldições. 18 Maldito o fruto do teu ventre. e emprestarás a muitas nações. sobre a terra que o SENHOR jurou a teus pais te dar. 8 O SENHOR mandará que a bênção esteja contigo nos teus celeiros. para não cuidares em cumprir todos os seus mandamentos e os seus estatutos. se ouvires a voz do SENHOR teu Deus. e para abençoar toda a obra das tuas mãos. não as cumprindo. 17 Maldito o teu cesto e a tua amassadeira. porém. que se levantarem contra ti. e as crias das tuas vacas. 9 O SENHOR te confirmará para si como povo santo. e te abençoará na terra que te der o SENHOR teu Deus. e bendito serás no campo. e o fruto dos teus animais. nem para a direita nem para a esquerda. 2 E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão. E todo o povo dirá: Amém. Castigos por desobediência ( Lv 26:14-46 ) 15 Será. e em tudo o que puseres a tua mão.24 Maldito aquele que ferir ao seu próximo em oculto. e no fruto dos teus animais. 4 Bendito o fruto do teu ventre. . para os guardar e cumprir. e no fruto do teu solo. que hoje te ordeno. porém tu não tomarás emprestado. 6 Bendito serás ao entrares. que hoje te ordeno. 7 O SENHOR entregará. 13 E o SENHOR te porá por cabeça. como te tem jurado. E todo o povo dirá: Amém. para dar chuva à tua terra no seu tempo. 26 Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei. para os servires. E todos os povos da terra verão que é invocado sobre ti o nome do SENHOR.

e não haverá quem te salve. comerá um povo que nunca conheceste. e ali servirás a outros deuses. 27 O SENHOR te ferirá com as úlceras do Egito. porém não aproveitarás o seu fruto. entre todos os povos a que o SENHOR te levará.19 Maldito serás ao entrares. porque o bicho as colherá. 26 E o teu cadáver servirá de comida a todas as aves dos céus. e até que repentinamente pereças. 41 Filhos e filhas gerarás. 37 E serás por pasmo. e com a secura. e não haverá quem te salve. de que não possas curar-te. edificarás uma casa. 35 O SENHOR te ferirá com úlceras malignas nos joelhos e nas pernas. 23 E os teus céus. e com a inflamação. nem tu nem teus pais. pó e poeira. 36 O SENHOR te levará a ti e a teu rei. nem colherás as uvas. plantarás uma vinha. o teu jumento será roubado diante de ti. com tumores. desde a planta do teu pé até ao alto da cabeça. e com crestamento e com ferrugem. e a terra que está debaixo de ti. porque irão em cativeiro. 29 E apalparás ao meio dia. e com pasmo de coração. até que te consuma da terra a que passas a possuir. 40 Em todos os termos terás oliveiras. até que pereças. e com o calor ardente. Teus filhos e tuas filhas serão dados a outro povo. os teus olhos o verão. e aos animais da terra. porém somente serás oprimido e roubado todos os dias. porém colherás pouco. ao pau e à pedra. . por um caminho sairás contra eles. até que sejas destruído. e não prosperarás nos teus caminhos. porém não beberás vinho. 25 O SENHOR te fará cair diante dos teus inimigos. por ditado. 33 O fruto da tua terra e todo o teu trabalho. 24 O SENHOR dará por chuva sobre a tua terra. e tu serás oprimido e quebrantado todos os dias. 34 E enlouquecerás com o que vires com os teus olhos. e com sarna. como o cego apalpa na escuridão. porém outro homem dormirá com ela. 39 Plantarás vinhas. dos céus descerá sobre ti. 28 O SENHOR te ferirá com loucura. que estão sobre a cabeça. por causa da maldade das tuas obras. e te perseguirão até que pereças. 20 O SENHOR mandará sobre ti a maldição. que tiveres posto sobre ti. porém dele não comerás. de que não possas sarar. 30 Desposar-te-ás com uma mulher. porém não morarás nela. a uma nação que não conheceste. pelas quais me deixaste. porque o gafanhoto a consumirá. e serás espalhado por todos os reinos da terra. 31 O teu boi será morto aos teus olhos. e cultivarás. e ninguém os espantará. 22 O SENHOR te ferirá com a tísica e com a febre. serão de bronze. e por fábula. e por sete caminhos fugirás de diante deles. e por eles desfalecerão todo o dia. porque a azeitona cairá da tua oliveira. porém não haverá poder na tua mão. e com cegueira. e com coceira. 38 Lançarás muita semente ao campo. a confusão e a derrota em tudo em que puseres a mão para fazer. e maldito serás ao saíres. porém não te ungirás com azeite. as tuas ovelhas serão dadas aos teus inimigos. será de ferro. e não voltará a ti. O SENHOR fará pegar em ti a pestilência. porém não serão para ti.

porém tu não emprestarás a ele. que voa como a águia. com que o teu inimigo te apertará nas tuas portas. até que sejas destruído. e tu serás por cauda. ele será por cabeça. em que confiavas em toda a tua terra. Quanto ao homem mais mimoso e delicado no meio de ti. nem azeite. e te sitiará em todas as tuas portas. 52 E sitiar-te-á em todas as tuas portas. que o SENHOR enviará contra ti. que te der o SENHOR teu Deus. nem das tuas ovelhas. e te alcançarão. 51 E comerá o fruto dos teus animais.42 Todo o teu arvoredo e o fruto da tua terra consumirá a lagarta. no cerco e no aperto com que os teus inimigos te apertarão. e sobre o teu pescoço porá um jugo de ferro. o seu olho será maligno para com o seu irmão. até que sejas destruído. que não respeitará o rosto do velho. que ele comer. com fome e com sede. porquanto não ouviste à voz do SENHOR teu Deus. mosto. 58 Se não tiveres cuidado de guardar todas as palavras desta lei. . porque os comerá às escondidas pela falta de tudo. 45 E todas estas maldições virão sobre ti. e para com os demais de seus filhos que ainda lhe ficarem. grandes e permanentes pragas. no cerco e no aperto. que saírem dentre os seus pés. será maligno o seu olho contra o homem de seu regaço. 48 Assim servirás aos teus inimigos. 53 E comerás o fruto do teu ventre. para guardares os seus mandamentos. e enfermidades malignas e duradouras. e contra sua filha. O SENHOR TEU DEUS. e tu mais baixo descerás. nação cuja língua não entenderás. e o fruto da tua terra. pela abundância de tudo. e não te deixará grão. até que te haja consumido. até que venham a cair os teus altos e fortes muros. e para com a mulher do seu regaço. nem crias das tuas vacas. 56 E quanto à mulher mais mimosa e delicada no meio de ti. e para com os seus filhos que tiver. que estão escritas neste livro. nem se apiedará do moço. se elevará muito sobre ti. 57 E isto por causa de suas páreas. e com falta de tudo. que está no meio de ti. que te tem ordenado. em toda a tua terra que te tem dado o SENHOR teu Deus. que de mimo e delicadeza nunca tentou pôr a planta de seu pé sobre a terra. e te perseguirão. da extremidade da terra. 49 O SENHOR levantará contra ti uma nação de longe. 59 Então o SENHOR fará espantosas as tuas pragas. para temeres este nome glorioso e temível. até que te tenha destruído. como também entre a tua descendência para sempre. 50 Nação feroz de rosto. e os seus estatutos. com que o teu inimigo te apertará em todas as tuas portas. e contra seu filho. porquanto nada lhe ficou de resto no cerco e no aperto. 46 E serão entre ti por sinal e por maravilha. 47 Porquanto não serviste ao SENHOR teu Deus com alegria e bondade de coração. 55 De sorte que não dará a nenhum deles da carne de seus filhos. a carne de teus filhos e de tuas filhas. O estrangeiro. e as pragas de tua descendência. e com nudez. 44 Ele te emprestará a ti.

até que sejas destruído. 63 E será que. 3 As grandes provas que os teus olhos têm visto. pelo caminho de que te tenho dito. nem tu nem teus pais. e à meia tribo dos manassitas. porquanto não destes ouvidos à voz do SENHOR teu Deus. as palavras desta aliança. nem olhos para ver. 7 Vindo vós. para que soubésseis que eu sou o SENHOR vosso Deus. assim o SENHOR se deleitará em destruir-vos e consumir-vos. e a toda a sua terra. estará diante de ti. e nem se envelheceu o vosso sapato no vosso pé. E nem ainda entre estas nações descansarás. que sentirás. na terra do Egito. não se envelheceram sobre vós as vossas vestes. e não crerás na tua própria vida. e estremecerás de noite e de dia. a este lugar. à peleja. 68 E o SENHOR te fará voltar ao Egito em navios. e os vossos oficiais. e o estrangeiro que está no meio do vosso arraial. desde o rachador da vossa lenha até ao tirador da vossa água. 5 E quarenta anos vos fiz andar pelo deserto. e Ogue. até ao dia de hoje. 67 Pela manhã dirás: Ah! quem me dera ver a noite! E à tarde dirás: Ah! quem me dera ver a manhã! pelo pasmo de teu coração. as vossas mulheres. assim como o SENHOR se deleitava em vós. mas não haverá quem vos compre. e desmaio da alma. aqueles sinais e grandes maravilhas. ao pau e à pedra. pois. 2 E chamou Moisés a todo o Israel. em lugar de haverem sido como as estrelas dos céus em multidão. 11 Os vossos meninos. e desarraigados sereis da terra a qual passais a possuir. e ali sereis vendidos como escravos e escravas aos vossos inimigos. 9 Guardai. e nós os ferimos. a Faraó. desde uma extremidade da terra até à outra. 61 Também o SENHOR fará vir sobre ti toda a enfermidade e toda a praga. 62 E ficareis poucos em número. E tomamos a sua terra e a demos por herança aos rubenitas. rei de Basã. e se apegarão a ti. e aos gaditas. que não está escrita no livro desta lei. 66 E a tua vida. pois. em fazer-vos bem e multiplicar-vos. Siom. 4 Porém não vos tem dado o SENHOR um coração para entender. nos saíram ao encontro. e disse-lhes: Tendes visto tudo quanto o SENHOR fez perante vossos olhos. todos os homens de Israel. de que tu tiveste temor. como em suspenso. e pelo que verás com os teus olhos. e ali servireis a outros deuses que não conheceste. para que prospereis em tudo quanto fizerdes. CAPÍTULO 29 Deus faz um novo pacto com o povo 1 ESTAS são as palavras da aliança que o SENHOR ordenou a Moisés que fizesse com os filhos de Israel. 64 E o SENHOR vos espalhará entre todos os povos. além da aliança que fizera com eles em Horebe. e a todos os seus servos. e cumpri-as. porquanto o SENHOR ali te dará coração agitado.60 E fará tornar sobre ti todos os males do Egito. . 10 Vós todos estais hoje perante o SENHOR vosso Deus. rei de Hesbom. e desfalecimento de olhos. na terra de Moabe. nem a planta de teu pé terá repouso. os capitães de vossas tribos. nem ouvidos para ouvir. 6 Pão não comestes. vossos anciãos. e vinho e bebida forte não bebestes. nunca jamais o verás.

16 Porque vós sabeis como habitamos na terra do Egito. alguém ouvindo as palavras desta maldição. 29 As coisas encobertas pertencem ao SENHOR nosso Deus. e sal. para trazer sobre ela toda a maldição que está escrita neste livro. e com grande furor. e deres ouvidos à sua voz. e serviram a outros deuses. para acrescentar à sede a bebedeira. conforme a tudo o que eu te ordeno hoje. e nenhum dos quais lhes tinha sido dado. cujo coração hoje se desvie do SENHOR nosso Deus. e toda a maldição escrita neste livro pousará sobre ele. e te recordares delas entre todas as nações. 20 O SENHOR não lhe quererá perdoar.12 Para entrardes na aliança do SENHOR teu Deus. e ele te seja por Deus. e se inclinaram diante deles. DEUTERONÔMIO 30 CAPÍTULO 30 A misericórdia de Deus para com os que se arrependem 1 E SERÁ que. 22 Então dirá à geração vindoura. 15 Mas com aquele que hoje está aqui em pé conosco perante o SENHOR nosso Deus. 24 E todas as nações dirão: Por que fez o SENHOR assim com esta terra? Qual foi a causa do furor desta tão grande ira? 25 Então se dirá: Porquanto deixaram a aliança do SENHOR Deus de seus pais. . nem família. que tenho posto diante de ti. 26 E foram. Abraão. e nada produzirá. e com aquele que hoje não está aqui conosco. e no seu juramento que o SENHOR teu Deus hoje faz convosco. e os seus ídolos. ainda que ande conforme o parecer do meu coração. para que entre vós não haja raiz que dê veneno e fel. para onde te lançar o SENHOR teu Deus. como te tem dito. 13 Para que hoje te confirme por seu povo. de todas as tribos de Israel. E aconteça que. de sorte que não será semeada. 28 E o SENHOR os arrancou da sua terra com ira. 17 E vistes as suas abominações. tu e teus filhos. 27 Por isso a ira do SENHOR se acendeu contra esta terra. e como passamos pelo meio das nações pelas quais passastes. que o SENHOR destruiu na sua ira e no seu furor. que se levantarem depois de vós. 2 E te converteres ao SENHOR teu Deus. e o estrangeiro que virá de terras remotas. se abençoe no seu coração. dizendo: Terei paz. vendo as pragas desta terra. deuses que eles não conheceram. 23 E toda a sua terra abrasada com enxofre. e com toda a tua alma. 21 E o SENHOR o separará para mal. o pau e a pedra. para que vá servir aos deuses destas nações. e as suas doenças. quando os tirou do Egito. assim como foi a destruição de Sodoma e de Gomorra. a bênção ou a maldição. nem nela crescerá erva alguma. nem tribo. e os lançou em outra terra como neste dia se vê. a prata e o ouro que havia entre eles. 18 Para que entre vós não haja homem. que com eles tinha feito. com que o SENHOR a terá afligido. porém as reveladas nos pertencem a nós e a nossos filhos para sempre. de Admá e de Zeboim. e como jurou a teus pais. conforme a todas as maldições da aliança escrita no livro desta lei. para que cumpramos todas as palavras desta lei. sobrevindo-te todas estas coisas. e com indignação. e o SENHOR apagará o seu nome de debaixo do céu. Isaque e Jacó. mas fumegará a ira do SENHOR e o seu zelo contra esse homem. 14 E não somente convosco faço esta aliança e este juramento. os vossos filhos. nem mulher. com todo o teu coração.

hoje te tenho proposto a vida e o bem. e a deu aos sacerdotes. dando ouvidos à sua voz. para que vivas. que hoje te ordeno. escolhe pois a vida. e no fruto dos teus animais. e no-lo faça ouvir. no fruto do teu ventre. para que vivas. 19 Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós. e no fruto da tua terra para o teu bem. 9 E o SENHOR teu Deus te fará prosperar em toda a obra das tuas mãos. 10 Quando deres ouvidos à voz do SENHOR teu Deus. e te multiplicará mais do que a teus pais. Não está nos céus. filhos de Levi. 18 Então eu vos declaro hoje que. e a morte e o mal. 6 E o SENHOR teu Deus circuncidará o teu coração. guardando os seus mandamentos e os seus estatutos. e te tomará dali. e sobre os teus odiadores. e a Jacó. a possuas. para que o cumpramos? 14 Porque esta palavra está mui perto de ti. para dizeres: Quem subirá por nós aos céus. e tampouco está longe de ti. porquanto o SENHOR tornará a alegrar-se em ti para te fazer bem. e no-lo faça ouvir. que andes nos seus caminhos. na tua boca. pois. e a possuirás. de sete em sete anos 9 E Moisés escreveu esta lei. que te perseguiram. e te multipliques. para que. para amares ao SENHOR teu Deus com todo o coração. e que guardes os seus mandamentos. a bênção e a maldição. . e te fará bem. 16 Porquanto te ordeno hoje que ames ao SENHOR teu Deus. a Isaque. 5 E o SENHOR teu Deus te trará à terra que teus pais possuíram. e no teu coração. e o SENHOR teu Deus te abençoe na terra a qual entras a possuir. a Abraão. 15 Vês aqui. 7 E o SENHOR teu Deus porá todas estas maldições sobre os teus inimigos. certamente. passando o Jordão. pois ele é a tua vida. e não quiseres dar ouvidos. desde ali te ajuntará o SENHOR teu Deus. e com toda a tua alma. e achegando- te a ele. para que o cumpramos? 13 Nem tampouco está além do mar. 8 Converter-te-ás. e os seus juízos. A lei deve ser lida ao povo. para que vivas. e tornará a ajuntar-te dentre todas as nações entre as quais te espalhou o SENHOR teu Deus. quando te converteres ao SENHOR teu Deus com todo o teu coração. que levavam a arca da aliança do SENHOR. 4 Ainda que os teus desterrados estejam na extremidade do céu. para dizeres: Quem passará por nós além do mar. e o prolongamento dos teus dias. e os seus estatutos. cumprirás todos os seus mandamentos que hoje te ordeno. de que te tenho proposto a vida e a morte. A lei do Senhor é bem patente 11 Porque este mandamento. 20 Amando ao SENHOR teu Deus. tu e a tua descendência. e fores seduzido para te inclinares a outros deuses. e a todos os anciãos de Israel. não prolongareis os dias na terra a que vais. que lhes havia de dar. escritos neste livro da lei. para que fiques na terra que o SENHOR jurou a teus pais. 17 Porém se o teu coração se desviar. e o coração de tua descendência. perecereis. e os servires. como se alegrou em teus pais. para que no-lo traga. que no-lo traga. entrando nela. e darás ouvidos à voz do SENHOR.3 Então o SENHOR teu Deus te fará voltar do teu cativeiro. não te é encoberto. e com toda a tua alma. para a cumprires. e se compadecerá de ti.

todos os dias que viverdes sobre a terra a qual ides. no lugar que ele escolher. passando o Jordão. 12 Ajunta o povo. para a possuir. que não a souberem. 13 E que seus filhos. na festa dos tabernáculos. e tenham cuidado de fazer todas as palavras desta lei. ouçam e aprendam a temer ao SENHOR vosso Deus. para que ouçam e aprendam e temam ao SENHOR vosso Deus. . no tempo determinado do ano da remissão. lerás esta lei diante de todo o Israel aos seus ouvidos. os homens e as mulheres. os meninos e os estrangeiros que estão dentro das tuas portas. dizendo: Ao fim de cada sete anos. 11 Quando todo o Israel vier a comparecer perante o SENHOR teu Deus.10 E ordenou-lhes Moisés.