Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Rede EaD SENAC/RS Especialização em Educação a Distância Processo de Planejamento e Produção de Cursos em EaD Profa. Msc. Daiane Grassi

Paula Ugalde dos Santos pugalde.ead@gmail.com

RS, Brasil, 2010
Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Paula Ugalde dos Santos1

Resumo: O texto busca refletir o uso Rádio como recurso tecnológico escolhido para um curso de EaD (Educação a Distância), com base na análise dos critérios contidos no instrumental proposto por Tony Bates, apresentando os possíveis benefícios e limitações do uso do rádio em um curso. Ao final, uma ‘vírgula’ querendo sinalizar que muitas leituras e considerações sobre o assunto são possíveis. Palavras-chave: Educação a Distância; Recursos Tecnológicos, Rádio, Aprendizado.

1 Introdução

O presente texto busca refletir o uso Rádio como recurso tecnológico escolhido para um curso de EaD (Educação a Distância), com base no instrumental proposto por Tony Bates1, para a tomada de decisões quanto ao uso de tecnologias a partir de critérios como acesso, custo, ensino, interatividade, estrutura organizacional, inovação e velocidade. As argumentações vem de outras leituras sobre o tema realizadas ao longo do Curso. Apresentamos alguns possíveis benefícios do uso pedagógico do rádio, em um curso online, especialmente para determinadas populações, afastadas e excluídas da cultura digital e algumas prováveis limitações do uso do Rádio para o alcance da desejada educação de qualidade, capaz de prover os alunos da formação exigida no mercado de trabalho desta Sociedade da Informação e da Comunicação. Concomitante, buscamos apontar sugestões de alternativas para minimizar as dificuldades, otimizando o uso educacional do Rádio num aprendizado “Infopobre”, lembrando Marco Silva, mas mantida a comunicação e as interações possíveis. Como conclusão uma ‘vírgula’, querendo apontar caminhos condicionados a mudança do cenário, a partir de investimentos governamentais que viabilizem a exploração pedagógica do rádio dentro de uma proposta mais abrangente, com o uso conjugado de outros recursos que possibilitam maior interação, comunicação e aprendizagens contemporâneas na prática.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

2 Aplicando o Instrumental proposto por Bates

Para aplicar o instrumental proposto por Tony Bates, da open University, in Corrêa (????), para a tomada de decisões quanto ao uso de tecnologias a partir dos critérios acesso, custo, ensino, interatividade, estrutura organizacional, inovação e velocidade, elaboramos um quadro, onde procuramos refletir as possibilidades e limitações do uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso em EaD. Crit. Bates Possibilidades Acesso praticamente ilimitado (todos podem dispor de um rádio) Podem ser transmitidos mediante:
Recepção organizada em

Limitações Dependendo do horário dos programas não são todas as pessoas que podem ouvir, estando no local de trabalho, dependendo do ambiente. Conforme a distância o deslocamento dos alunos para buscar periodicamente programas gravados também pode se tornar inviável.

Alternativas Alguns profissionais da equipe de produção, conforme o projeto e dispondo de tempo, podem acumular funções; Organização Pólos de Recepção; Envio dos programas gravados aos alunos via correio (teria que ter um número ‘X’ o que demanda mais tempo e envolve custos). Parceria com empresas e estabelecimentos locais para transmitires os programas (aluno-funcionário pode fazer; criação de um logo do tipo “Empresa amiga da Educação” para valorizar a colaboração). Parceria da instituição com a Prefeitura, Rádio local ou contratação de uma pessoa técnico responsável por receber via e-mail e reproduzir as cópias para os alunos requerentes. Disponibilização das gravações na biblioteca pública, em Centros Comunitários, etc. Possibilidade dos alunos receberem via transporte escolar ou outro de uso das Prefeituras.

‘pólos’ para alunos se reunirem para ouvir os programas mediante a presença de um facilitador;
Recepção acompanhada.

Os alunos escutam os programas e realizam algumas atividades individuais e se reúnem periodicamente com a presença de um tutor para debaterem ideias e construírem totalidades;
Recepção isolada de suas

casas ou outros locais.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Crit. Bates Possibilidades
Custo acessível para a produção e para a transmissão se a instituição possuir equipamentos próprios e já dispor de alguns dos profissionais necessários e/ou se firmar parceria e contratar as rádios locais para as transmissões. Custos com a produção/ Equipe básica: Operador (mesa de som); Locutor (apresentar, realizar leituras de notícias, notas, vinhetas, fazer entrevistas, etc.) Redator com formação em Comunicação Social (escrever ou revisar falas); Editor (gravar e editar); Educador (acompanhamento didático pedagógico da construção dos programas); Produtor (gerenciar necessidades práticas da elaboração do programa) Coordenador do projeto (coordenar equipe, responder pelas atividades administrativas e cumprimento dos objetivos e metas do projeto pedagógico. Importante ter conhecimentos pedagógicos, administrativos e de gestão de projetos).

Limitações Limitação do alcance do rádio em localidades mais afastadas. Sendo pessoas de regiões geográficas distantes, algumas podem ter baixo poder aquisitivo, não podendo custear os estudos. Se o número de alunos de uma mesma localidade for reduzido, estando espalhados em diversos locais, o que soma os custos da operacionalização. Desistência e/ou evasão de alunos.

Alternativas Irradiação de programas com uso de alto-falantes sem fio espalhados pelos vilarejos. Governo financiar de alguma forma. Ajuda de custo dos empregadores. Investir em Comunicação e Marketing visando esclarecer e sensibilizar para a importância, instigar o interesse mediante apresentação de atrativos relacionados aos ganhos com a aprendizagem, tutoria afetiva fazendo chamamento a cada programa e locutor trazendo algo que incentive a continuidade. Pode ser firmada parceria com prefeitura, câmara de vereadores ou outro para recebimento de FAX quando a tutoria e/ou os alunos necessitarem se comunicar com mais rapidez. Ainda - havendo, via e-mail.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Crit. Bates Possibilidades

Limitações O Radio a priori, não atende a todas as possibilidades de interação, comunicação e colaboração necessárias para que as aprendizagens se efetivem. São poucas as possibilidades reais do rádio instigar a construção das competências demandadas pelo mercado de trabalho atual. Competências como a comunicação, o trabalho em equipe, para exemplificar, ficam bastante prejudicados. Os programas de rádio podem apenas instigar as práticas mas para fazer, para experimentarem os alunos podem e provavelmente precisarão de outros suportes para além do material impresso. O rádio é uma tecnologia ‘push’ na forma como a maioria dos programas são concebidos. Considerando que alunos que não tem acesso a cultura digital em geral não se veem como co-autores, mediar aprendizagens autônomas constitui um desafio que passa pela necessidade de idear formas de vivências como protagonistas.

Alternativas

Design Instrucional dos materiais didáticos bastante criativo, instigante, contendo múltiplas propostas aplicáveis no entorno, para os alunos registrarem suas reflexões e aprendizagens. Trabalho com projetos significativos e desafiantes. Organização e compilação dos materiais elaborados pelos alunos para uso nos programas, em informativos, e-boocks, apostilas e outros. Criação de um sistema que permita a impressão (em pequena escala para consumo dos alunos) das produções daqueles. Publicação de trabalhos e incentivos nos jornais locais.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Crit. Bates Possibilidades Grande alcance do rádio. Interação direcional. Alguns pesquisadores defendem o potencial do rádio para instigar e facilitar aprendizagens pelo seu tom informal, linguagem simples, clara e emocional que desperta a imaginação e pode favorecer a motivação dos alunos. Podem ser criados programas originais, significativos, contextualizados,

Limitações Interações direcionais contribuem pouco para as aprendizagens que sabidamente se dão em grupo. As possibilidades de interação durante os programas se limitam a possibilidade dos alunos realizarem interações via telefone, quando os programas forem ao vivo. A pouca interação dificulta e pode até impedir ao tutor a identificação das dificuldades e ou desmotivação dos alunos. O isolamento alunos X alunos pode gerar o sentimento de solidão e servir como fator desmotivante e levar a evasão do curso. O empenho e a competência dos tutores deve ser redobrado para acompanhar mais efetivamente o processo de aprendizado (ou seu contrário) dos alunos. O esclarecimento de duvidar pode demorar, dependendo da comunicação utilizada pelo aluno e, com isso, o mesmo ter seu desempenho prejudicado.

Alternativas Possibilidade de construção/ adoção de uma metodologia de estudo que possibilite aos alunos realizarem trocas, mediadas pelo tutor e ainda se encontrarem em espaços físicos específicos para otimizarem o aprendizado colaborativo. A ação demanda primeiramente a formação de alunos como líderes multiplicadores de organizações cooperativas, o que demanda ainda mais tempo. Divulgação das formas de contato entre alunos e incentivo a tal. Criação de um pequeno espaço na programação para leitura de recados dos alunos para a turma e/ou tutor. Havendo encontros presenciais informais, de grupos de alunos, estes precisam receber materiais orientadores a condução das trocas por parte do tutor. Organização de Informativos impressos contendo algumas produções dos alunos para estes conhecerem os trabalhos dos colegas. O material pode conter outros elementos, nos moldes de um blog. A ação pode favorecer o maior conhecimento/visualização dos colegas e o sentimento de pertencimento.

criativos, diversificados e trazendo conteúdos com teor ético, capazes de incentivar posturas participativas, solidárias, etc. Professores que dominam o uso pedagógico do rádio podem criar roteiros e apresentar programas facilmente com o auxílio da equipe técnica radiofônica e do profissional de comunicação social. Os alunos sabem ligar o botão. ;) Incentivo e orientação a organização de encontros.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Crit. Bates Possibilidades Instituições de EaD sólidas e com recursos e meios tem mais possibilidades de desenvolver cursos tendo como recurso tecnológico o rádio.

Limitações Tempo, investimento necessário e disponibilização de profissionais para executar a ação.

Alternativas Parcerias e rádios comunitárias. Estabelecimento de convênios

para captação de recursos financeiros. Projetos que beneficiam comunidades excluídas tem mais aceite do governo e de outros financiadores, havendo possibilidade de se captar o recurso.

Crit. Bates Possibilidades Estudo colaborativo de

Limitações Os limites estão relacionados as poucas possibilidades de interação, comunicação e trocas e ao que a capacidade humana ainda não criou. ;)

Alternativas
Adoção de Unidade Móvel de Rádio e deslocamento de profissionais para operar os equipamentos in loco, dependendo do deslocamento necessário e dos custos. Uso de Apostilas impressas como material de apoio para leituras e realização das atividades para os que não possuem computador. Realização de programas diversificados, contextualizados, criativos, significativos que instiguem o aprender a aprender, o aprender a fazer, o aprender a ser e o aprender a conviver no Mundo (exemplos: palestras, debates, entrevistas, reportagens, citação de ‘falas’ dos alunos, documentários, teatros, depoimentos,

especialistas sobre outras experiências de Educação com o uso do Rádio, do contexto cultural dos futuros alunos e construção de uma metodologia inovadora que consiga facilitar as aprendizagens necessárias ao público-alvo.

músicas, literatura, poesia, protestos, campanhas, etc.
Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Crit. Bates Possibilidades A velocidade da transmissão dos programas, depois de editados é rápida. Assuntos gerais, avisos, orientações e incentivos do tutor também podem ser agilizados.

Limitações O uso do Rádio como recurso tecnológico demanda tempo para a criação de produtos específicos (cabe o estudo do custo/ benefício do tempo e do custo da remuneração da equipe envolvida e da reusabilidade destes para outros cursos afins). Os materiais podem - e provavelmente demoram para chegar até os alunos. Um calendário mais flexível e prolongado pode servir como fator desmotivante para os alunos. Os materiais (produções dos alunos, sendo manuscritos demandam mais profissionais e para auxiliar o tutor no acompanhamento dos avanços e/ou dificuldades individuais e mais tempo para o fechamento das avaliações e feedbacks aos alunos. Orientações e encaminhamentos individuais não podem ser feitos com o rádio. Contatos telefônicos oneram o curso.

Alternativas Estabelecimento de convênio com o Governo para o desenvolvimento do curso em várias localidades, sendo que a demora na troca de mensagens - se programadas, pode viabilizar que menos tutores atuem junto a mais alunos, sem comprometer a qualidade, tendo em vista o tipo de tutoria possível. O estabelecimento de parcerias com as prefeituras para empréstimo de laboratório de informática poderia amenizar a dificuldade se os alunos tiverem dominado o uso de computadores. O tutor pode se comunicar com os alunos por telefone ou FAX - havendo disponibilidade e/ou colaboração dos que dispõem destes recursos.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

Considerações Finais

O rádio sendo um recurso tecnológico democrático, de abrangência social significativa por sua linguagem envolvente, que suscita reflexões, leituras, desperta o imaginário e estabelece diálogos emocionais com os ouvintes não pode ser subutilizado pela EaD por seu potencial educativo. Com a ressalva de que precisa ser dentro de um planeamento coeso com o projeto pedagógico do curso, os recursos institucionais e - sempre que possível conjugado ou na versão web e junto com outras mídias que favorecem mais os processos de interação e comunicação necessários para que a aprendizagem humana ocorra e extrapole o esperado, especialmente na EaD que, por prescindir do olho-no-olho requer a organização de situações de aprendizagem que demandem a interlocução permanente de saberes dos sujeitos, na horizontalidade das relações favorecedora ao diálogo verdadeiro e profícuo entre os homens. Ressaltamos que a produção de objetos de aprendizagem radiofônicos exigem outras competências do professor, da ordem da comunicação social e dominá-las é imprescindível para o sucesso de um projeto que utilize também o do rádio como recurso tecnológico. Aprender esta linguagem diferenciada é um desafio instigante. Não fazê-lo significa dar mais um passo atrás na inserção tecnológica e atendimento as necessidades de aprendizado atuais dos alunos, uma vez que nesta sociedade do conhecimento precisamos saber discernir o que nos serve, aprender o que fazer com as informações e principalmente como usá-las para contribuir para as transformações possíveis.

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Uso do Rádio como recurso tecnológico em um Curso EaD - Paula Ugalde dos Santos

4

Referências ALMEIDA, Ozanir Silva. Gestão de Sistemas Educomunicativos para uso do Rádio na Educação. CORRÊA, Juliane. Mídias e tecnologias da informação na educação. SENAC/RS. Especialização em EaD. Mod 4. Processo de Planejamento e Produção de Cursos em Educação a Distância FACULDADE DE JORNALISMO E RELAÇÕES PÚBLICAS. Manual de Radiojornalismo. Produzido pelos professores de radiojornalismo. Maio/Ago 2002. KENSKI, Vani Moreira. Gestão e uso das mídias em projetos de educação a distância. Revista ECurriculum. http://www.pucsp.br SENAC/RS. Especialização em EaD. Mod 4. Processo de Planejamento e Produção de Cursos em Educação a Distância.Un 2. Sem 1. Uso do Rádio em EaD. ____. Nas Ondas do Rádio. SOUZA, Mathias Gonzales. Limites e Possibilidades do Rádio na Educação a Distância. MEC. SED. Rádio Escola. DF, [s.d.]

Especialização em EaD, T13, Mod 4 Processo de Planeamento e Produção de Cursos em EaD, Profa. Msc. Daiane Grassi, Rede EaD SENAC/RS Antes de imprimir pense na sua Responsabilidade com o Meio Ambiente!

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful