Você está na página 1de 7

Verificação da necessidade de SPDA

LOCAL:
Líder Eletromecânica
Rua Columbita, 150
Distrito Industrial, Itabira-MG

Avaliação geral de risco
Segundo a norma ABNT NBR 5419, a avaliação geral de risco e implantação de um
sistema SPDA se dá pela comparação entre a Frequência admissível de danos 𝑁𝑐 e a
frequência média anual previsível 𝑁𝑑 de descargas atmosféricas.
Frequência média anual admissível de danos (𝑵𝑐 )
Para a frequência média anual admissível de danos 𝑁𝑐 , valem os seguintes limites,
reconhecidos internacionalmente:
a) Riscos maiores que 10−3 (1 em 1000) por ano são considerados inaceitáveis;
b) Riscos menores que 10−5 (1 em 100.000) por ano são considerados
aceitáveis.

Frequência média anual previsível de descargas atmosféricas (𝑵𝒅 )
Segundo a norma NBR 5419, a frequência média anual previsível 𝑁𝑑 de descargas
atmosféricas sobre uma estrutura é dada por:
𝑁𝑑 = 𝑁𝑔 𝑥𝐴𝑒 𝑥10−6 (1)

Onde:
𝑁𝑔 = Densidade de descargas atmosféricas para a terra (descargas/km²/ano);

𝐴𝑒 = Área de exposição equivalente.

de modo a levar em conta sua altura. com quatro . Figura 1. em metros quadrados. a área de exposição equivalente tem um comprimento 𝐿 + 2𝐻 e uma largura 𝑊 + 2𝐻. Assim. do plano da estrutura prolongada em todas as direções. para uma estrutura retangular simples de comprimento 𝐿.O valor de densidade de descargas atmosféricas para a terra 𝑁𝑔 pode ser obtido através do site do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).2 abaixo mostram o valor de 𝑁𝑔 na localização exata do edifício: Figura 1.1 e 1.1 – Densidade de descargas atmosféricas na região de Itabira – MG. largura 𝑊 e altura 𝐻. As figuras 1.2 – Densidade de descargas atmosféricas nos arredores da edificação. Os limites da área de exposição equivalente estão afastados do perímetro da estrutura por uma distância correspondente à altura da estrutura no ponto considerado. A área de exposição equivalente (𝐴𝑒 ) é a área.

50 𝑚 Altura: 8. resulta: 𝐴𝑒 = 𝐿𝑊 + 2𝐿𝐻 + 2𝑊𝐻 + 𝜋 . conforme a figura 1. Parâmetros da edificação Comprimento: 36. em metros.50 𝑚 Largura: 18.60 𝑚² 𝑁𝑑 = 0. 𝐻² Figura 1.50 𝑚 𝐴𝑒 = 1842.0166 [𝑝𝑜𝑟 𝑎𝑛𝑜] Depois de determinado o valor de 𝑁𝑑 . Então.5 abaixo: .3.1 a 1. que é o número provável de raios que anualmente atingem a estrutura. o passo seguinte é a aplicação dos fatores de ponderação indicados nas tabelas 1.cantos arredondados formados por segmentos de círculo de raio H.3 – Representação da área de exposição equivalente.

hotéis e apartamentos. com qualquer 1.4 cobertura. 1. com 1. estádios de esportes) Escolas. Fonte: ABNT NBR 5419 Conteúdo da estrutura ou efeitos indiretos Fator C Residências comuns. exceto metálica ou de palha Estrutura de madeira.0 telefônicas.1 – Fator A: Tipo de ocupação da estrutura. hospitais. com cobertura não-metálica 0. exceto metálica ou de palha Estrutura de madeira. ou revestida de madeira.3 Casas e outras estruturas de porte equivalente com antena externa 0.2 – Fator B: Tipo de construção da estrutura.8 particularmente suscetíveis a danos Subestações de energia elétrica. e outros edifícios 1. fábricas e oficinas 0. pavilhões. lojas de departamento. estações de rádio . com cobertura não-metálica 0. correios.2 Estrutura de concreto armado.0 cobertura. creches e outras instituições. usinas de gás.3 que não contenham objetos de valor ou particularmente suscetíveis a danos Estruturas industriais e agrícolas contendo objetos 0.0 Edifícios de escritórios. Tabela 1.2 residenciais não incluídos abaixo Locais de afluência de público (por exemplo: igrejas.7 múltiplas atividades Tabela 1.4 Estrutura de aço revestida.0 Tabela 1. edifícios de escritórios.7 Fábricas. oficinas e laboratórios 1. alvenaria ou concreto simples. ou de concreto armado. centrais 1. com qualquer 1.3 teatros. museus.7 cobertura metálica Qualquer estrutura com teto de palha 2. Fonte: ABNT NBR 5419 Tipo de ocupação Fator A Casas e outras estruturas de porte equivalente 0. estações e aeroportos. Fonte: ABNT NBR 5419 Tipo de ocupação Fator B Estrutura de aço revestida. com 0. exposições.3 – Fator C: Conteúdo da estrutura e efeitos indiretos das descargas atmosféricas. estruturas de 1.8 cobertura metálica Estrutura de alvenaria ou concreto simples.

 Se 𝑁𝑑𝑐 <= 10−5 . Indústrias estratégicas.0 árvores de altura similar Estrutura completamente isolada. uso de SPDA é obrigatório. uso de SPDA é dispensável. ou que ultrapassa.3 Montanhas acima de 900 m 1.4 ou árvores da mesma altura ou mais altas (por exemplo: em grandes cidades ou em florestas) Estrutura localizada em uma área contendo poucas estruturas ou 1. uso do SPDA deve ser tecnicamente justificado. galerias de arte e outras estruturas com objetos de valor especial Escolas. no mínimo. Fonte: ABNT NBR 5419 Localização Fator D Estrutura localizada em uma grande área contendo estruturas 0.4 – Fator D: Localização da estrutura. 𝑁𝑑𝑐 = 𝑁𝑑 𝑥 ∏𝐸𝐾=𝐴 𝐾 = 5. creches e outras instituições. colinas 1. Fonte: ABNT NBR 5419 Topografia Fator E Planície 0. Conclusão de cálculo Uso de SPDA obrigatório.0 Montanhas entre 300 e 900 m 1. 2.3 Elevações moderadas.5 – Fator E: Topografia da região. locais de afluência 1. .3 museus. hospitais. monumentos antigos e prédios históricos.55𝑥10−3 Parâmetros normativos  Se o 𝑁𝑑𝑐 >= 10−3 .  Se 10−5 < 𝑁𝑑𝑐 < 10−3 .7 de público Tabela 1.0 duas vezes a altura de estruturas ou árvores próximas Tabela 1.7 Multiplica-se o valor de 𝑁𝑑 pelos fatores pertinentes e compara-se o resultado com a frequência admissível de danos 𝑁𝑐 . 1.

ANEXO A – DETERMINAÇÃO DO FATOR A Figura A1 – Árvores de grande porte rodeando todo o perímetro da edificação. .

20m. ANEXO B – DETERMINAÇÃO DO FATOR E Figura B1 – Determinação da elevação topográfica da região usando a ferramenta Google Maps. Elevação: 740. .

Interesses relacionados