Você está na página 1de 1

ABERTURA DE INQURITO POLICIAL - PORTARIA - CONTRAVENO PENAL DE FABRICAO,

CESSO OU VENDA DE INSTRUMENTO DE EMPREGO USUAL NA PRTICA DE FURTO (Art. 26 c/c art.
531 do CPP art. 24 da LCP).

DELEGACIA REGIONAL DE POLCIA DO ESTADO DE (XXX)

Foi noticiado a esta Unidade Policial, por intermdio do Boletim de Ocorrncia n (xxx/xx), que NOME DO
INDICIADO dedica-se ao fabrico e venda de "chaves mestras", utilizadas nos delitos de furto, notadamente
aqueles que tm como alvo residncias e veculos, mantendo nos fundos de sua residncia, situada Rua
(xxx), n (xxx), Bairro (xxx), nesta cidade, a pequena "fbrica" onde seriam produzidos os instrumentos
facilitadores de prticas criminosas.

Por tratar-se, mesmo que ainda em tese, da prtica de contraveno penal prevista no art. 24 do Decreto-
Lei n 3.688, de 03/10/1941 - Lei de Contravenes Penais, instauro o presente inqurito, visando a fiel e
conclusiva elucidao dos fatos trazidos ao nosso conhecimento.

Determino, portanto, ao Ilustre Escrivo de meu cargo que diligencie no sentido de providenciar o seguinte:

I - Que ordene ao competente corpo policial para que comparea ao local onde se supe existir a referida
fbrica de instrumentos para prticas delituosas de modo a apreender o citado equipamento, bem como colher
demais provas do fato, na forma do art. 6, incisos II e III do CPP, para que assim assegurada esteja a
materialidade e o suporte probatrio caso confirme-se a prtica de contraveno;

II - Que proceda expedio de ordem de servio destinada Inspetoria no sentido de se localizarem


testemunhas do fato ora comunicado a esta Unidade Policial, qual seja, o fabrico de instrumentos utilizados para
o cometimento de delitos de furto;

III - Que proceda oitiva do indiciado e de todas as testemunhas localizadas aps a diligncia supra,
testemunhas estas que eventualmente representem qualquer espcie de auxlio apurao e elucidao dos
fatos.

Aps, voltem os autos conclusos para ulteriores deliberaes e eventuais providncias.

Cumpra-se.

(Local, data e ano).

(Nome e assinatura do Delegado de Polcia).