Você está na página 1de 1

Kant concilia liberdade e obedincia a regras na passagem em questo mediante a

distino entre uso pblico e uso privado da razo. Um indivduo faz uso privado de sua
razo na qualidade de executor de certo cargo ou funo pblica (a qual possui como
finalidade o interesse da comunidade), obedecendo s regras cujo cumprimento
condio para a execuo adequada de sua funo. Por outro lado, na qualidade de
algum que reflete acerca do assunto com que trabalha, o mesmo indivduo pode fazer
um uso pblico de sua razo. O uso pblico da razo aquele mediante o qual o
indivduo versado em certo assunto tem a liberdade de dirigir-se aos cidados de todo
o mundo, expondo suas consideraes e reflexes. O uso pblico e o uso privado da
razo realizam-se em contextos diferentes, de acordo com os distintos papis que um
mesmo ser humano pode assumir na sociedade. Assim, um mesmo indivduo pode
obedecer s regras em um contexto e ser um livre examinador das mesmas regras em
outro contexto. No h, portanto, contradio real entre o uso pblico e o uso privado
da razo Um sinal disso que uso privado da razo no impede o progresso do
esclarecimento, enquanto o uso pblico da razo condio necessria de sua
realizao.

Você também pode gostar