Você está na página 1de 2

AULA INTRO AO AT III 04-04-16.

O LIVRO DE J

Estrutura:

* Prlogo: cap. 1 e 2.

* Longa seo de dilogos: cap. 3 a 43. 6.

* Eplogo: cap. 42.7-17.

* O prlogo e o eplogo foram escritos em prosa, enquanto que os dilogos foram


escritos em poesia. O prlogo narra o comeo da histria, apresenta J como
homem fiel a Deus e feliz, prspero. Depois se intercalam cenas celestiais e ataques
J.

** Deus e o diabo em conversa amigvel, seguido de uma sequencia de desastres


sobre a vida de J. A chegada dos trs amigos de J para visit-lo e consol-lo.

** Seo dos Dilogos: Abertura com monlogo de J, seguida de trs rodadas de


discursos.

** Os dilogos entre J e os amigos apresentam uma progresso, em que J se


afasta dos amigos e caminha em direo a Deus.

*** Deus apresenta a J o seu agir como impossvel de ser entendido pelo ser
humano na sua totalidade, ele demonstra que o ser humano, mesmo em sua total
sabedoria, no capaz de compreender os desgnos de Deus em sua amplitude e
totalidade.

** a ideia do MISTRIO.

* O livro de J o LIVRO DA SABEDORIA CONTRA A ARROGNCIA DA


SABEDORIA.

* O valor da sabedoria est na conscincia de que ela no capaz de compreender


os desgnos de Deus.

* O TEMOR DO SENHOR A FONTE DA SABEDORIA.


* No final da Histria J declara: antes eu te conhecia de ouvir falar, mas agora
meus olhos te vem.

* Conhecer a Deus no ter noo do que Ele pode fazer, mas sim reconhecer que
El epode fazer coisas que ns no podemos compreender.

HISTORICIDADE DA NARRATIVA DE J

* A histria de J foi contada em vrias outras culturas. H muitos paralelos.

* Homem e Deus ou J Sumrio = 2000 a.C.

* Ludlul Bel Nemeqi = J Babilnico. c. sc. XII a.C.

* O dilogo de um sofredor com seu amigo religioso = c. IX e XI a.C.

* H vrios textos egpcios e at mesmo gregos (sc. V) que contm paralelos J.

GNERO: Lenda ou (preferivelmente) uma Novela.

CRTICA LITERRIA: A parte em prosa seria mais antiga. Mas h controvrsias.

Relao entre Deus e o Diabo: influncia da cultura persa o Diabo relacionado a


divindades menores, como se Deus e o diabo pertencessem ao mesmo panteo.

Construo diablica muito tardia. O prpria livro de J uma produo muito


tardia, um dos mais recentes livros da BH. Ps-perodo persa.

** O julgamento do justo um elemento teolgico tardio no AT.

** Teologicamente o livro aponta para uma proximidade com o perodo de


Eclesiastes.

** As nfases teolgicas: comportamento correto no sofrimento e a causa e a


finalidade do sofrimento.