Você está na página 1de 36

Elaboração e Análise de

Projetos
Projetos
Planejamento e Projeto
Planejamento e Projeto

Professor: Roberto César

SISTEMA ECONÔMICO

SISTEMA ECONÔMICO Mercado de Bens e Serviços O que e quando produzir Famílias Empresas Pra quem
SISTEMA ECONÔMICO Mercado de Bens e Serviços O que e quando produzir Famílias Empresas Pra quem

Mercado de Bens e Serviços

SISTEMA ECONÔMICO Mercado de Bens e Serviços O que e quando produzir Famílias Empresas Pra quem

O que e quando produzir

Famílias

Empresas

Pra quem produzir

Pra quem produzir

Mercado de Fatores de Produção

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO CONCEITO P ode ser conceituado como um processo desenvolvido para o alcance de uma situação
PLANEJAMENTO CONCEITO P ode ser conceituado como um processo desenvolvido para o alcance de uma situação

CONCEITO

Pode ser conceituado como um processo desenvolvido para o alcance de uma situação desejada de um modo mais eficiente, eficaz e efetivo, com a melhor concentração de esforços e recursos pela organização.

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO - Pode dizer-me que caminho devo tomar? - Isto depende do lugar para onde você
PLANEJAMENTO - Pode dizer-me que caminho devo tomar? - Isto depende do lugar para onde você

- Pode dizer-me que caminho devo tomar?

- Isto depende do lugar para onde você quer ir. (Respondeu com muito propósito o gato)

- Não tenho destino certo.

- Neste caso qualquer caminho serve.

- Não tenho destino certo. - Neste caso qualquer caminho serve. (“Alice no País da Maravilhas”

(“Alice no País da Maravilhas” - Lewis Carrol)

- Não tenho destino certo. - Neste caso qualquer caminho serve. (“Alice no País da Maravilhas”

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO “ O Planejamento é a mais relevante e cerebral atividade do homem. A capacidade de
PLANEJAMENTO “ O Planejamento é a mais relevante e cerebral atividade do homem. A capacidade de

O Planejamento é a mais relevante e cerebral atividade do

homem. A capacidade de planejar torna o homem único no reino

animal.

Jack Bologna.

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO FASES • Analisar a situação • Determinar os objetivos • Identificar os públicos • Definir
PLANEJAMENTO FASES • Analisar a situação • Determinar os objetivos • Identificar os públicos • Definir

FASES

Analisar a situação

Determinar os objetivos

Identificar os públicos

Definir estratégias

Estabelecer recursos

Implementar e operacionalizar

Controle e avaliação

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO QUANTO A NATUREZA: Estratégico • Fixa a natureza da organização: missão, estratégias, objetivos. •
PLANEJAMENTO QUANTO A NATUREZA: Estratégico • Fixa a natureza da organização: missão, estratégias, objetivos. •

QUANTO A NATUREZA:

Estratégico

Fixa a natureza da organização: missão, estratégias, objetivos.

Responsabilidade: direção geral (alta administração).

Tático

Serve para gerenciar recursos visando atingir os planos estratégicos (projetos, ações, etc.).

Responsabilidade: executivos da diretoria e subordinados (nível

médio). Operacional

Objetiva otimizar as operações, elaboração de procedimentos, visando a realização dos planos estratégicos e táticos.

Responsabilidade: chefes de departamento (nível baixo).

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO QUANTO AO TEMPO: Longo prazo – 5 a 10 anos Médio prazo – 2 a
PLANEJAMENTO QUANTO AO TEMPO: Longo prazo – 5 a 10 anos Médio prazo – 2 a

QUANTO AO TEMPO:

Longo prazo 5 a 10 anos

Médio prazo 2 a 5 Anos

Curto prazo Menos de 2 anos

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO QUANTO AO NÍVEL DE IMPLANTAÇÃO: Macro Micro Misto
PLANEJAMENTO QUANTO AO NÍVEL DE IMPLANTAÇÃO: Macro Micro Misto

QUANTO AO NÍVEL DE IMPLANTAÇÃO:

Macro

Micro

Misto

PLANEJAMENTO

PLANEJAMENTO OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO • Alinhamento Estratégico. • Direcionamento estratégico •
PLANEJAMENTO OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO • Alinhamento Estratégico. • Direcionamento estratégico •

OBJETIVOS DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

Alinhamento Estratégico.

Direcionamento estratégico

Transformação do negócio atual ou Desenvolvimento de novos negócios

PROCESSO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PROCESSO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Diagnóstico externo Diagnóstico interno Ameaças e oportunidades do ambiente
PROCESSO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Diagnóstico externo Diagnóstico interno Ameaças e oportunidades do ambiente

Diagnóstico

externo

Diagnóstico

interno

ESTRATÉGICO Diagnóstico externo Diagnóstico interno Ameaças e oportunidades do ambiente Fatores- chave de

Ameaças e oportunidades do ambiente

Fatores- chave de sucesso
Fatores-
chave de
sucesso
e oportunidades do ambiente Fatores- chave de sucesso Forças e fragilidades da organização Competências

Forças e fragilidades da organização

chave de sucesso Forças e fragilidades da organização Competências distintas Criação da estratégia

Competências

distintas

Criação da estratégia Avaliação e escolha da estratégia
Criação
da
estratégia
Avaliação e
escolha da
estratégia
Competências distintas Criação da estratégia Avaliação e escolha da estratégia Implantação da estratégia
Implantação da estratégia
Implantação
da estratégia

PROJETO

PROJETO CONCEITO: Este termo está associado à percepção de oportunidades ou necessidades por uma organização; dá
PROJETO CONCEITO: Este termo está associado à percepção de oportunidades ou necessidades por uma organização; dá

CONCEITO:

Este termo está associado à percepção de oportunidades ou necessidades por uma organização; dá a ideia de planejar algo para ser executado no futuro. Portanto, projetos resultam do planejamento

estratégico das organizações.

Pode ser entendido como um conjunto de informações coletadas e processadas, simulando uma alternativa de investimento para testar sua viabilidade.

PROJETO

PROJETO CARACTERÍSTICAS • Singularidade • Objetivos Específicos • Mensuralidade • Incerteza e risco •
PROJETO CARACTERÍSTICAS • Singularidade • Objetivos Específicos • Mensuralidade • Incerteza e risco •

CARACTERÍSTICAS

Singularidade

Objetivos Específicos

Mensuralidade

Incerteza e risco

Limitação no tempo

CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO

CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO A classificação do projeto dependo do objetivo do mesmo; se o objetivo for
CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO A classificação do projeto dependo do objetivo do mesmo; se o objetivo for

A classificação do projeto dependo do objetivo do mesmo; se o objetivo for classificar o projeto em função do:

SETOR ECONÔMICO (MACROECONÔMICA)

- agrícola

- industrial

- de serviços

CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO

CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO QUANTO AO IMPACTO NA EMPRESA (MICROECONOMIA) - de implantação - de expansão ou
CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO QUANTO AO IMPACTO NA EMPRESA (MICROECONOMIA) - de implantação - de expansão ou

QUANTO AO IMPACTO NA EMPRESA (MICROECONOMIA)

- de implantação

- de expansão ou ampliação

- de modernização

- de relocalização

- de diversificação

CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO

CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO QUANTO A FINALIDADE - de viabilidade - final - de financiamento
CLASSIFICAÇÃO DO PROJETO QUANTO A FINALIDADE - de viabilidade - final - de financiamento

QUANTO A FINALIDADE

- de viabilidade

- final

- de financiamento

A ESTRUTURA DO PROJETO

A ESTRUTURA DO PROJETO Para se montar uma alternativa de investimento (Projeto) utiliza-se de vários componentes;
A ESTRUTURA DO PROJETO Para se montar uma alternativa de investimento (Projeto) utiliza-se de vários componentes;

Para se montar uma alternativa de investimento (Projeto) utiliza-se de vários componentes; os mais frequentemente usados são:

- Econômicos

- Técnicos

- Recursos Financeiros

- Recursos Administrativos

- Institucionais

ECONÔMICOS

ECONÔMICOS • MERCADO São elementos fornecidos pela análise de mercado: demanda, preço de venda, politica comercial,
ECONÔMICOS • MERCADO São elementos fornecidos pela análise de mercado: demanda, preço de venda, politica comercial,

MERCADO

São elementos fornecidos pela análise de mercado: demanda, preço de venda, politica comercial, canais de distribuição, etc. todos

estes fatores tornam a análise de mercado um dos primeiros aspectos

a serem considerados no projeto.

LOCALIZAÇÃO A escolha da localização dependerá de fatores como: mercado, escala de produção, considerações técnicas, condições ambientais, mão de obra, etc.

ECONÔMICOS

ECONÔMICOS • TAMANHO A existência de economia de escala, a engenharia do projeto, a tecnologia utilizada
ECONÔMICOS • TAMANHO A existência de economia de escala, a engenharia do projeto, a tecnologia utilizada

TAMANHO

A existência de economia de escala, a engenharia do projeto, a tecnologia utilizada são alguns fatores que possam influenciar na

escolha do tamanho da fábrica.

TÉCNICOS

TÉCNICOS São critérios que envolvem as considerações sobre os diversos processos de produção, à engenharia de
TÉCNICOS São critérios que envolvem as considerações sobre os diversos processos de produção, à engenharia de

São critérios que envolvem as considerações sobre os diversos processos de produção, à engenharia de projeto, ao arranjo físico dos

equipamentos na fábrica e outros fatores.

RECURSOS FINANCEIROS

RECURSOS FINANCEIROS • COMPOSIÇÃO DO CAPITAL Deve-se analisar as opções existentes para compor o capital;
RECURSOS FINANCEIROS • COMPOSIÇÃO DO CAPITAL Deve-se analisar as opções existentes para compor o capital;

COMPOSIÇÃO DO CAPITAL

Deve-se analisar as opções existentes para compor o capital; percentual de capital próprio ou de terceiro, e o custo/remuneração

deste capital.

FINANCIAMENTOS

Analise

das

alternativas

de

empréstimos

e

as

fontes

disponíveis, procura-se a estrutura ótima de capital.

RECURSOS FINANCEIROS

RECURSOS FINANCEIROS • CAPITAL DE GIRO Análise das fontes e aplicações do capital em giro permite
RECURSOS FINANCEIROS • CAPITAL DE GIRO Análise das fontes e aplicações do capital em giro permite

CAPITAL DE GIRO Análise das fontes e aplicações do capital em giro permite que se determine o capital de giro próprio.

OUTROS Pode-se analisar outros itens tais como:

- Grau de Endividamento

- Índice de Liquidez

- Evolução do Capital

- Evolução do Patrimônio, etc.

RECURSOS ADMINISTRATIVOS

RECURSOS ADMINISTRATIVOS Os aspectos administrativos dizem respeito à estrutura organizacional que será necessária para
RECURSOS ADMINISTRATIVOS Os aspectos administrativos dizem respeito à estrutura organizacional que será necessária para

Os aspectos administrativos dizem respeito à estrutura organizacional que será necessária para a implantação e execução do

projeto.

INSTITUCIONAIS

INSTITUCIONAIS • JURÍDICOS Forma societária, participação acionária, contratos, etc. • LEGAIS Exigências
INSTITUCIONAIS • JURÍDICOS Forma societária, participação acionária, contratos, etc. • LEGAIS Exigências

JURÍDICOS Forma societária, participação acionária, contratos, etc.

LEGAIS

Exigências

legais

e

incentivos

fornecidos

pelo

governo.

Impostos, incentivos fiscais, aspectos trabalhistas, etc.

DE MEIO AMBIENTE

Problemas associados ao meio ambiente. Ruido, poluição,

degradação, etc.

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 1 INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA 1.1 Dados gerais - Razão Social
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 1 INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA 1.1 Dados gerais - Razão Social

1 INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA

1.1 Dados gerais

- Razão Social

- CNPJ

- Data de início das atividades

- Endereço

- Cidade / UF

- Objetivos empresariais

- Breve histórico

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 2 OUTROS ASPECTOS RELATIVOS A EMPRESA 2.1 Aspectos Locacionais - Localização/Planta
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 2 OUTROS ASPECTOS RELATIVOS A EMPRESA 2.1 Aspectos Locacionais - Localização/Planta

2 OUTROS ASPECTOS RELATIVOS A EMPRESA

2.1 Aspectos Locacionais

- Localização/Planta do empreendimento

- Disponibilidade de mão-de-obra

- Existência de instituições técnicas de apoio

- Proximidade dos consumidores

- Proximidade dos fornecedores

- Condições de transporte (escoamento da produção, etc.)

- Incentivos fiscais

- Política de crédito

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 2.2 Planejamento de produção e vendas - Vendas totais projetadas -
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 2.2 Planejamento de produção e vendas - Vendas totais projetadas -

2.2 Planejamento de produção e vendas

- Vendas totais projetadas

- Capacidade produtiva

* Fazer a memória de calculo.

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 2.3 Estudo de Mercado - Pesquisa em Marketing - Metodologia (universo
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 2.3 Estudo de Mercado - Pesquisa em Marketing - Metodologia (universo

2.3 Estudo de Mercado

- Pesquisa em Marketing

- Metodologia (universo pesquisado, amostra, etc.)

- Aspectos geográficos

- 5 Forças de Porter

- Exportação/Importação (se necessário)

- Projeções de oferta e demanda

- Conclusões do estudo de mercado

- Sistema de comercialização

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 3 ENGENHARIA DO PROJETO 3.1 Processo produtivo - Descrição do processo
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 3 ENGENHARIA DO PROJETO 3.1 Processo produtivo - Descrição do processo

3 ENGENHARIA DO PROJETO

3.1 Processo produtivo

- Descrição do processo

- Fluxograma

- Lay out, etc.

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 3.2 Infraestrutura necessária - Terreno - Obras de estrutura básica e
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 3.2 Infraestrutura necessária - Terreno - Obras de estrutura básica e

3.2 Infraestrutura necessária

- Terreno

- Obras de estrutura básica e construções civis

- Máquinas e equipamentos

- Moveis e utensílios

- Impactos ambientais e sociais

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 4 INVESTIMENTOS 4.1 Quadro de usos e fontes - Descrição e
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 4 INVESTIMENTOS 4.1 Quadro de usos e fontes - Descrição e

4 INVESTIMENTOS

4.1 Quadro de usos e fontes

- Descrição e quantificação dos investimentos

- Orçamento dos investimentos

- Projeção da necessidade de capital de giro

- Fontes de recursos

* Fazer a memória de calculo.

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 5 ESTRUTURA DE RECEITAS 5.1 Quadro de receitas previstas - Descrição
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 5 ESTRUTURA DE RECEITAS 5.1 Quadro de receitas previstas - Descrição

5 ESTRUTURA DE RECEITAS

5.1 Quadro de receitas previstas

- Descrição e quantificação das receitas

- Orçamento das receitas * Fazer a memória de calculo.

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 6 Estrutura de Gastos 6.1 Quadro de Custos - Descrição e
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 6 Estrutura de Gastos 6.1 Quadro de Custos - Descrição e

6 Estrutura de Gastos

6.1 Quadro de Custos

- Descrição e quantificação dos custos (Fixos e Variáveis)

- Orçamento dos custos

* Fazer a memória de calculo.

6.2 Quadro de despesas

- Descrição e quantificação das despesas (Fixas e Variáveis)

- Orçamento das despesas

* Fazer a memória de calculo.

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 7 FLUXO DE CAIXA E ANÁLISE DE INDICADORES 7.1 Fluxo de
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 7 FLUXO DE CAIXA E ANÁLISE DE INDICADORES 7.1 Fluxo de

7 FLUXO DE CAIXA E ANÁLISE DE INDICADORES

7.1 Fluxo de caixa de valor corrente

7.2 Fluxo de caixa descontado

7.1 Indicadores econômicos financeiros

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE

ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 8 RESULTADOS ESPERADOS 8.1 Descrição dos méritos do projeto 8.2 Descrição
ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO E ANÁLISE 8 RESULTADOS ESPERADOS 8.1 Descrição dos méritos do projeto 8.2 Descrição

8 RESULTADOS ESPERADOS

8.1 Descrição dos méritos do projeto

8.2 Descrição dos benefícios esperados

9 EQUIPE RESPONSÁVEL PELO PROJETO

ANEXOS

Bibliografia

Bibliografia CASAROTTO FILHO, N. Projeto de negócio : estratégias, estudo de viabilidade e plano de negócio.
Bibliografia CASAROTTO FILHO, N. Projeto de negócio : estratégias, estudo de viabilidade e plano de negócio.

CASAROTTO FILHO, N. Projeto de negócio: estratégias, estudo de viabilidade e plano de negócio. São Paulo: Atlas, 2009.

COHEN, E., FRANCO, R. Avaliação de projetos sociais. Rio de Janeiro: Vozes, 1999.

CLEMENTE, Ademir. Projetos Empresariais e Públicos. 3ª Ed. São Paulo: Atlas, 2008

FONSECA, José W. F. da. Elaboração e Análise de Projetos : a viabilidade econômico -

financeira. São Paulo: Atlas, 2012.

HOLANDA, N. Planejamento e projeto. Fortaleza: Universidade Federal do Ceará, 1983.

MATHIAS, W. F., WOILER, S. Projetos: planejamento, elaboração e análise . 2 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

SANDES, Reinaldo. Elaboração e Análise de Projetos. Slides utilizados em sala de aula; Montes Claros-MG: Unimontes, 2013.

WOILER, Sansão; MATHIAS, Washington Franco. Projetos: planejamento, elaboração,

análise. 2ª ed. São Paulo: Atlas, 2008.