Você está na página 1de 4

A História da Jovem Guarda

Movimento que mesclava música, comportamento e moda sem nenhum cunho político, ao contrário de outros movimentos da época. Surgiu com um programa exibido pela TV Record em 1965. O movimento foi influenciado pelo Rock and Roll da década de 1950 e 1960, e pela precursora do rock no Brasil,Celly Campello. Havia uma variação nacional do rock, batizada de "Iê- Iê-Iê"(expressão que surgiu em 1964, quando os Beatles lançaram o filme "A Hard Day's Night", que na versão brasileira se chamou de "Os Reis do Iê-Iê-Iê")com letras românticas e descontraídas, voltadas para o público jovem. Os compositores tiravam inspirações do rock dos anos 50/60, comandado por Elvis

Beatles.

Jovem Guarda (programa de auditório na TV Record em 1965)

recebeu esse nome baseado no discurso de Lenin que dizia: " O futuro pertence à jovem guarda porque a velha está ultrapassada".

O programa foi comandado por Roberto Carlos, Erasmo Carlos e

Wanderléa. Muitos consideram o fim da Jovem Guarda junto com

o fim do programa em 1968, mas o movimento se estendeu até

Presley

e

pelos

meados

de

1970.

Música

A Jovem Guarda foi, como a Bossa Nova, um dos primeiros

movimentos de modernização da música pop no país. Nessa época, a influência estrangeira era muito forte, principalmente dos Beatles. O movimento trouxe do exterior o uso da guitarra elétrica no lugar do violão, o órgão no lugar do piano e o baixo elétrico no lugar do acústico.O ritmo das músicas era mais quente. Não havia

o regionalismo, possuía letras atrevidas e extravagantes e, ao mesmo tempo, uma certa ingenuidade. Surgiram as bandas e conjuntos musicais que , aos poucos, substituíram as grandes orquestras, tanto nas apresentações ao vivo como nas gravações dos discos. Destacaram-se nessa época Renato e Seus Blue Caps, The Fevers, The Jet Blacks e The Rebel's . O que mais se destacou foi Renato e Seus Blue Caps que, na maioria das vezes, tocaram versões dos Beatles junto com os sucessos de Roberto Carlos. Também obtiveram destaque e sucesso as bandas ou

conjuntos instrumentais como: Os Incríveis (antigo The Clever's) com a música " Tua Voz" e "Cavalgada"; The Jordans com o "Tema de Lara" e "Noite em Moscou"; The Jet Blacks com "Bull Dog", "Tema para Jovens Enamorados", "People Pipe" e

"Wonderful

Entre os conjuntos vocais e instrumentais, além dos acima citados, podemos lembrar de: Os Carbonos, Os Brasas, Golden Boys. Entre os conjuntos vocais, destacaram-se, além dos Golden Boys e os Caçulas. Surgiram também algumas duplas e trios,

entre os quais citamos: as duplas - Leno e lilian, Deny e Dino e Os Vips; entre os trios destacamos: Trio Esperança, Trio Ternura e

Land".

Trio

Melodia.

Comportamento

Os integrantes do movimento levavam uma vida de playboy. Suas músicas falavam sobre "paqueras", carrões, festas e rebeldias juvenis. Suas canções embalavam boa parte da juventude brasileira. Demonstravam, ao mesmo tempo, ser eternos corações solitários em busca do amor ideal. Produziram canções que

tornaram a Jovem Guarda, o primeiro e um dos mais importantes

no Brasil.

O programa conseguiu reunir bandas, compositores e intérpretes

que se uniram em torno de idéias e visões de mundo que refletiam as transformações sociais em andamento no Brasil e no

1950.

O uso da guitarra elétrica simbolizou a modernização tecnológica e a mudança de comportamento, onde misturavam manifestações

literárias às letras das músicas, o feminismo e a contestação dos valores tradicionais mantendo um certo conservadorismo, e a introdução da música popular na lógica da indústria cultural, e tudo isso caracterizou, de maneira marcante, o movimento "Jovem Guarda". Na época, a sociedade reagia ao golpe militar ocorrido no ano anterior (1964) e o movimento da Jovem Guarda sofria

mundo,

movimentos da

música

pop

desde

muito com o "patrulhamento ideológico" de intelectuais e artistas da esquerda brasileira. O que as patrulhas não percebiam, no entanto, era que mesmo cheia de ambiguidades e desprovida de engajamentos, a Jovem Guarda era uma revolução para uma boa

juventude brasileira.

As aparições de Wanderléa de mini-saia, esbanjando sensualidade, com uma atitude independente e liberada, romperam com os padrões morais que exigiam da mulher um comportamento de "boa menina". O movimento tinha um comportamento à moda James Dean, com jaquetas jeans ou de

parte

da

couro, lambretas, carrões, cordões e pulseiras , anéis grandes, símbolos da revolta juvenil que falava sobre a situação social e política do mundo. Os homens, a exemplo dos Beatles, passaram

a usar cabelos longos, calças mais justas e com cintura baixa ( a famosa Saint-Tropez), cinturões de couro com fivelas grandes,

botinhas com salto carrapeta, cores contrastantes, inclusive a cor rosa nas camisas. As mulheres, além dos longos cabelos lisos, passaram a usar calças jeans ou mini-saias com botas de cano longo( muitas até o joelho) e uma maquiagem mais forte.

Herança

Quando estava no auge, a Jovem Guarda foi uma referência para o Tropicalismo, um dos mais importantes movimentos da música

popular no Brasil, que surgiu no final dos anos 60. Os tropicalistas perceberam que a modernização sonora com a introdução da guitarra elétrica , a sonoridade do rock e os versos sobre temas adolescentes, fizeram da Jovem Guarda um importante movimento de comunicação de massa. Isso lhes interessava muito. No começo dos anos 70, a estética das baladas românticas da Jovem Guarda desaguou naquilo que foi classificado como "música brega", gênero que se tornou um dos mais populares e de

maior vendagem

país.

Quase vinte anos depois de ter surgido, a Jovem Guarda voltou a inspirar o rock no Brasil. Nos anos 80, muitos grupos que

renovaram o pop-rock brasileiro, buscaram uma atualização dos elementos presentes na Jovem Guarda, porém, um pouco mais agressivo, sem a mesma ingenuidade daqueles tempos.

no