Você está na página 1de 6

Lista Maquinas 1° estágio

Uma máquina Síncrona trifásica 180kVA, 380 Volts (Y), 60 Hz, reatância síncrona de 0,642 ohms/fase, fator de potência 0,8 (indutivo) funciona isoladamente com gerador, sob condições nominais. Em se desprezando o valor numérico correspondente a sua resistência de armadura por fase, responder:

a. Qual o valor da sua corrente nominal em plena carga?

b. Qual o valor, em p.u., de sua reatância síncrona?

c. Qual o valor, em p.u. e em Ampere, de sua corrente de curto circuito?

d. Sob tensão nominal, qual o valor da corrente de armadura, caso a natureza da carga imponha um fator de potência 0,75 (indutivo)?

2) Admitir que a máquina síncrona referenciada na questão anterior funcione ainda como gerador, todavia, interligada a um sistema de potência sob condições nominais. No caso,

1)

a. Qual o valor dos reativos liberador ao sistema sob estas condições?

b. Operando a ativos constantes, qual o valor da corrente de armadura da máquina,

correspondente a condição de fator de potência unitário?

3)

c. Ainda operando a ativos constantes, qual a quantidade de reativos a ser absorvida, de modo que a força eletromotriz gerada venha a se igualar a tensão terminal nominal da máquina? No caso, qual o valor da corrente de armadura para tal condição de operação? Um turbo alternador de uma das usinas da CHESF (Bongi-PE), é movido por uma turbina a gás natural, sob condições nominais de operação, segundo um fato de potencia igual a 0,8 (indutivo). Admitindo que sejam levados em consideração os limites de funcionamento do conjunto turbina-máquina elétrica e conhecendo-se os valores de sua reatância síncrona (Xs = 1,15 p.u.), assim como, da capacidade máxima de conversão da turbina (0,95 p.u.

equivalentes).

a. Determine qual o maior valor de excitação do turbo-alternador, correspondente ao maior valor de ativos possível de ser produzido pelo conjunto de geração.

b. Determine também qual a variação percentual, em termos do fator de potencia da geração, relativamente as condições nominais de operação.

c.

No caso, qual a variação percentual, em termos de reativos produzidos, face àquelas condições nominais?

4)

Um pequeno alternador de rotor liso, quatro pólos, 150 kVA, 380 volt (Y), fator de potencia 0,8 (ind), 60 Hz, reatância síncrona de valor igual a 0,915 ohm/fase, funciona segundo condições nominais de tensão e corrente de armadura. A partir de uma excitação de campo igual a 19 A, determine:

 

a.

A

regulação do alternador e o torque desenvolvido à plena carga pela máquina.

b.

O

valor da corrente de excitação do alternador para o funcionamento a vazio.

c.

O

valor da corrente de excitação do alternador para o caso da alimentação de cargas

 

puramente resistivas, segundo condições nominais de tensão e corrente de armadura.

 

d.

O

valor da corrente de excitação do alternador para o caso da alimentação de cargas

5)

puramente resistivas, segundo condições nominais de tensão e corrente de armadura igual a 75% do valor nominal. Um motor síncrono aciona uma esteira transportadora, sob condições nominais e sobre- excitado, segundo um fator de potência igual a 0,80. Admitindo que esta seja a condição de carga original e que o valor da sua reatância síncrona seja Xs = 0,80 p.u.

 

a. Determine a variação percentual da excitação do motor caso a carga mecânica seja reduzida a 75% do original, segundo o mesmo fator de potência.

b. Considerando a condição de carga modificada (item a), determine a variação percentual da excitação do motor, de modo que a corrente circulante na armadura da máquina seja a mínima possível.

c. Ainda considerando a condição de carga modificada (item a), determine qual seria

 

a

variação percentual desta excitação a partir da mínima corrente circulante na

6)

armadura, caso fossem restaurados os reativos originais de funcionamento do motor. Baseado nos diagramas de tensões de um alternador como mostrados abaixo, esboce os diagramas de forças magnetomotrizes correspondentes para as diferentes condições de operação, admitindo que o módulo da Fmm resultante seja 1 p.u. e que seja desprezada a dispersão no circuito magnético por polo na máquina.

a)

a) b) 7) Uma máquina síncrona trifásica de pólos lisos operando como gerador sob condições nominais

b)

a) b) 7) Uma máquina síncrona trifásica de pólos lisos operando como gerador sob condições nominais
a) b) 7) Uma máquina síncrona trifásica de pólos lisos operando como gerador sob condições nominais
a) b) 7) Uma máquina síncrona trifásica de pólos lisos operando como gerador sob condições nominais

7) Uma máquina síncrona trifásica de pólos lisos operando como gerador sob condições nominais (f.p.=0,8 ind) tem como constante de regime permanente uma reatância correspondente ao estado não saturado igual a 1,0 p.u.

a. Para pelo menos sete (07) pontos de operação distintos, determinar os valores das grandezas que possibilitam o traçado de sua característica de excitação ou curva composta, para as condições nominais referenciadas.

b. Esboçar a característica correspondente para valores expressos em p.u.

8) Admitindo que a máquina síncrona da questão 7 opere com o motor sob condições

nominais, originalmente sobre-excitado,

a. Determine para pelo menos sete (07) pontos de operação distintos os valores das grandezas que possibilitam o traçado de sua característica de excitação ou curva V, correspondente à potência nominal da máquina.

b. Esboçar a característica correspondente para valores expressos em p.u.

Considerando ainda a máquina síncrona da questão 7, operando agora como um alternador interligado a um sistema de potência, sob condições nominais (M1), determinar os valores da força eletromotriz gerada correspondente aos pontos M1, M2 e M3 assinalados.

9)

10) Um alternador trifásico, de pólos lisos, 15kVA, 220 volt (Y), 60 Hz, fator de

10) Um alternador trifásico, de pólos lisos, 15kVA, 220 volt (Y), 60 Hz, fator de potência indutivo igual a 0,80, quatro pólos, resistência por fase igual a 0,30 ohms foi submetido aos ensaios de circuito aberto e de curto-circuito em laboratório, cujas características correspondentes podem ser explicitadas como mostrado abaixo. No caso, determinar os valores percentuais

OBS - As características citadas podem ser definidas pelas seguintes funções:

V ca (I f ) = k 1 * i f /(k 2 +i f ), para a região não linear (k 1 = 332, k 2 =7,5)

V ca (i f ) = k 3 * i f , para a região linear (k 3 = 31,75)

I acc (i f ) = k 4 * i f , sendo k 4 = 9,25

da regulação, ao se considerar para a reatância síncrona, os estados não-saturado e saturado (aproximação) de operação da máquina. 11) Com relação a máquina síncrona de pólos lisos, suncintamente o que vem a ser:

a. Regulação negativa. É possível ser conseguida?

b. Qual a necessidade de ensaios de curto-circuito e de circuito aberto para a

determinação de Z s(N/SAT) ?

c. Por que há a necessidade de um maior valor de excitação no campo da máquina, para a manutenção da tensão constante sobre a carga, quanto maior for a sua predominância indutiva? 12) Uma máquina síncrona operando como alternador isolado possui características de carga e de excitação, como mostradas na figura 1 e 2 abaixo.

a. O que significam os pontos caracterizados pelas constantes a, b e c?

b. Admitindo que o alternador em questão seja uma máquina síncrona trifásica, de rotor liso, 4 polos, 75kVA, 380V (Y), que desenvolva 318,30 N.m para uma excitação de 7,6 A (CC); e que ainda, possua uma relação a/b = 1,925, esboçar a sua característica de excitação para pelo menos 5 pontos calculados.

de excitação para pelo menos 5 pontos calculados. 13) Uma máquina síncrona trifásica de 45kVA, 220

13) Uma máquina síncrona trifásica de 45kVA, 220 volt entre fases, 60 Hz, foi submetida aos ensaios de circuito aberto e de curto-circuito, cujas caracterisicas podem ser aproximadas

pelas funções: Vt(if) = 91,82 *if, para a reta de entreferro, Vt(if) = (1016,37*if)/(10,28*if) para o trecho não linear, e Iacc(If) = 53,63*if, em curto-circuito. No caso, determinar os valores das reatâncias síncronas correspondentes aos estados não-saturado e saturado, à

Determinar também a

relação de curto-circuito da máquina. 14) Sob condições nominais, um pequeno alternador trifásico de 5kVA, 220 volt entr fases, 60 Hz, 8 polos, encontra-se interligado a um sistema de potência e opera segundo um fator de potência igual a 0,80 indutivo. Suas resistências e reatâncias síncronas, por fase, valem respectivamente 0,60 e 3,20 ohm. Determine a velocidade de regime da máquina, a força eletromotriz gerada, os reativos produzidos e o torque desenvolvido pela máquina nessas condições. 15) Considerando o funcionamento de um alternador trifásico de polos lisos em regime permanente, cuja reatância síncrona por fase seja igual a 0,75p.u.,

tensão nominal, e expressa-los tanto em ohm/fase, quanto em

a. Esboçar a característica externa, Vt(Ia) x Ia, para o caso em que a corrente nominal corresponda ao valor da tensão terminal nominal sobre a carga puramente resistiva.

b. Esboçar a característica de carga P(Ia) x Ia, assim como explicitar as coordenadas do

máximo da potência desenvolvida pelo alternador em função das demais grandezas, determinando seus valores numéricos. 16) A figura abaixo representa parte das cartas de capacidade de um turbogerador trifásico, cujos limites de funcionamento podem ser modificados, através da variação da pressão sobre o fluido refrigerante na armadura da máquina. No caso, que estimativas podem ser

feitas com relação às excitações relativas aos pontos de convergência entre os limites de aquecimento do campo da armadura do turbo-gerador?

relativas aos pontos de convergência entre os limites de aquecimento do campo da armadura do turbo-gerador?