Você está na página 1de 22

Dimensionamento das tubulaes e perda de carga.

Nmero de Reynolds
v dt
Re = v em cm / s; d t em cm; a vis cos idade em Stokes

Em sistemas leo-hidrulicos recomenda-se que o fluido escoe laminarmente
para reduzir a perda de carga e o aquecimento nas tubulaes. Recomenda-se
tambm:
Comprimento da tubulao L < 12 m
Vazes entre 20 e 200 litros por minuto
Variaes moderadas de temperatura
pode-se tambm utilizar:

1

v = 121,65 P 3, 3
v em cm/ s; P em bar

Da continuidade estabelecemos o dimetro interno mnimo.

Q
dt = d t em cm; Q em l / min; v em cm / s
0,015 v

Deve-se adotar o 1 dimetro comercial acima do calculado (tabela 4.3)


Exemplo: Dimensionar as tubulaes de suco, presso e retorno de um
sistema hidrulico que ter uma vazo mxima de 60 litros por minuto e
presso de 120 bar. Adote a viscosidade do leo como sendo = 0,45 St.

Na suco :
Q 60
dt = = = 3,57 cm
0,015 v 0,015 100

da tabela d com = 3,80 cm d ext = 4,2 cm


Verificao do escoamento
vd 100 3,8
Re = = = 844,4 la min ar OK
0,45
Na tubulao de presso :
1 1

v = 121,65 p 3, 3
= 121,65 120 3, 3
= 519 cm / s
Q 60
dt = = = 1,57 cm
0,015 v 0,015 519
da tabela d com = 1,60 cm d ext = 1,90 cm = 3 / 4"
Verificao do escoamento
vd 519 1,6
Re = = = 1845,3 la min ar OK
0,45

Na tubulao de retorno :
Q 60
dt = = = 2,06 cm
0,015 v 0,015 300
da tabela d com = 2,10 cm d ext = 2,50 cm
Verificao do escoamento
vd 300 2,10
Re = = = 1400 la min ar OK
0,45
Perda de Carga
PT = P + dP
dP = perda de c arg a nas vlvulas da linha de presso ( tabelado)
P = perda de c arg a na tubulao (distribuda + localizada)
Deve se tambm satisfazer a segu int e condio :
PN = Ptb + PT
PN = presso no min al
Ptb = presso de trabalho
Perda de c arg a na tubulao
5 LT v 2
P = (bar )
d t 10 10

64
Re tubo rgido e temperatura cons tan te

75
= fator de atrito tubo rgido e temperatura var ivel
Re
90
Re tubo flexvel e temperatura var ivel

LT = comprimento real + comprimento equivalente em cm
= massa especfica do fluido = 881,1 kg / m 3 para leo SAE 10
v = velocidade do escoamento em cm / s
d t = dimetro int erno cm
5
10
fator de converso
10
Perda Trmica
q (kcal / h ) = 1,434 PT (bar ) Q B (l / min)
Exemplo: Determinar a perda de carga total e a perda trmica de um circuito que
contm as seguintes caractersticas:
1 vlvula de controle direcional tipo J
1 vlvula de seqncia tipo DZ10P (AB)
1 vlvula controladora de fluxo tipo DRV8 (posio 5)
L=5m dext = 5/8
1 te de sada bilateral
2 tes de passagem direta
2 curvas de 90 raio longo
2 cotovelos 90 raio mdio
Q = 45 l/min
PN = 150 bar
Ptb = 60 bar
Tubos rgidos de temperatura varivel