Você está na página 1de 46

ESTUDO DA FORMA e

COMPOSIÇÃO – CAUFAG

TEORIA DA COR

Silmara Dias Feiber

professora
TEORIA DA COR

A cor é um fenômeno óptico provocado pela ação de um


feixe de fótons sobre células especializadas da retina, que
transmitem através de informação pré-processada no
nervo óptico, impressões para o sistema nervoso.
TEORIA DA COR
A cor de um material é
determinada pelas
médias de freqüência
dos feixes de onda
que as suas moléculas
constituintes refletem.
Um objeto terá
determinada cor se
não absorver
justamente os raios
correspondentes à
freqüência daquela cor.
TEORIA DA COR
A cor pode ser
representada utilizando
o círculo cromático de
Goethe.
Esta é uma maneira de
representar o espectro
visível de forma circular.
As cores são
arrumadas em
seqüência em uma
circunferência na
ordem da freqüência
espectral.
TEORIA DA COR

Cores Primárias
Ciano
Amarelo
Magenta
PRIMÁRIAS
SECUNDÁRIAS
E TERCIÁRIAS
TEORIA
DA COR
Cores Frias
e Quentes
PSICOLOGIA DAS CORES
• Cinza: elegância, humildade, respeito, reverência, sutileza;
• Vermelho: paixão, força, energia, amor, velocidade, liderança,
masculinidade, alegria (China), perigo, fogo, raiva, revolução, "pare";
• Ciano: tranqüilidade, paz, sossego, limpeza, frescor;
• Verde: natureza, primavera, fertilidade, juventude, desenvolvimento,
riqueza, dinheiro (Estados Unidos), boa sorte, ciúmes, ganância;
• Amarelo: concentração, otimismo, alegria, felicidade, idealismo,
riqueza (ouro), fraqueza;
• Violeta: espiritualidade, criatividade, realeza, sabedoria,
resplandecência;
• Alaranjado: energia, criatividade, equilíbrio, entusiasmo, ludismo;
• Branco: pureza, inocência, reverência, paz, simplicidade,
esterilidade, rendição;
• Preto: poder, modernidade, sofisticação, formalidade, morte, medo,
anonimato, raiva, mistério;
• Castanho: sólido, seguro, calmo, natureza, rústico, estabilidade,
estagnação, peso, aspereza
PERCEPÇÃO
contraste entre fundo e figura
PERCEPÇÃO
contraste entre fundo e figura
PERCEPÇÃO
contraste entre fundo e figura
COR NA ARQUITETURA

A COR na arquitetura esteve sempre


presente desde os povos mais primitivos.
As pinturas parietais refletem o uso da
cor no sentido místico dentro do
cotidiano deste período.
COR NA ARQUITETURA
• Pinturas Parietais
COR NA ARQUITETURA
• Egípcios
COR NA ARQUITETURA
• Egípcios
COR E ARQUITETURA
• Templos Gregos
COR NA ARQUITETURA
• Capitéis
COR NA ARQUITETURA
• Renascimento e
Barroco
COR NA ARQUITETURA
• Período Colonial
COR NA ARQUITETURA
• Arquitetura
Vernacular - PR
COR NA ARQUITETURA
• Modernismo
COR NA ARQUITETURA
• “Pós-moderno”
COR E ARQUITETURA

A prática da aplicação da Teoria da Cor em


arquitetura acontece por meio da escolha
e definição do uso das cores nos
ambientes, sejam eles internos ou
externos.
MONOCROMIA
LUMINOSIDADE
APLICAÇÃO
APLICAÇÃO
MONOCROMIA
MONOCROMIA
ANALOGIA
ANALOGIA
ANALOGIA
ANALOGIA
ANALOGIA
COMPLEMENTARES
COMPLEMENTARES
COMPLEMENTARES
COMPLEMENTARES
OPOSIÇÃO
OPOSIÇÃO
OPOSIÇÃO
OPOSIÇÃO
OPOSIÇÃO
OPOSIÇÃO
EXERCÍCIO
• INSERIR CORES NA COMPOSIÇÃO COM
ESTRUTURA ATIVA OU INATIVA (a escolha do
aluno);
• DEVERÁ SER APLICADA A TEORIA DA COR
PARA JUSTIFICAR A ESCOLHA;
• A TÉCNICA A SER UTILIZADA É LIVRE EM
PAPEL CANSON A-3;
• LEMBREM-SE: SERÁ AVALIADA A
QUALIDADE FINAL DA APRESENTAÇÃO.
CARREGUEM A FRASE CONSIGO DESDE
JÁ E PARA SEMPRE:

A ARQUITETURA TEM
UM COMPROMISSO
COM A BELEZA!!!