Você está na página 1de 2

Curva de Spee:

* Linha curva no sentido ntero-posterior;


* Tangencia as pontas de cspides vestibulares dos dentes posteriores e as
bordas incisais dos incisivos;
*Descrita por Von Spee, em 1890, como cncava nos dentes inferiores, e
convexa no nvel dos dentes superiores, sendo o ponto mais inferior a ponta da
cspide msio-vestibular do primeiro molar inferior.

Em Ortodontia, estuda-se a curva de Spee considerando-se a arcada inferior e


tendo como referncia o ponto mais inferior na regio entre a cspide
vestibular do primeiro molar inferior e a cspide vestibular do segundo pr-
molar inferior com relao ao plano oclusal.

No planejamento ortodntico, deve-se considerar a Curva de Spee por causa


da necessidade de espao para seu nivelamento.
Em casos sem extraes: o nivelamento da Curva de Spee inclina os incisivos
inferiores para vestibular, aumentando o permetro do arco inferior.
Durante a execuo das biomecnicas ortodnticas, promovem-se alterao no
processo dentoalveolar nivelamento da Curva de Spee, tornando-a mais
prxima do plano oclusal.

Muitas vezes, faz-se necessria a reverso do arco ortodntico para


nivelamento da Curva de Spee. A reverso do arco ortodntico propicia a
inclinao dos incisivos inferiores. Recomenda-se introduzir torque vestibular de
razes para incisivos inferiores a fim de impedir a ocorrncia dessa resultante.

A Curva de Spee deve manter harmonia com os movimentos funcionais da


ocluso em protrusiva e em ltero-protuso.
O tratamento ortodntico pode ser finalizado estando a Curva de
Spee relativamente plana. No entanto, tendenciar a traar uma trajetria
curva atravs da funo mastigatria, aps a remoo do aparelho
ortodntico.
Curva de Wilson:

Em 1911, Wilson G. H. verificou que os dentes inferiores posteriores


apresentavam inclinao para lingual;

*Linha que tangencia a curvatura oclusal atravs das pontas das


cspides vestibulares e linguais dos dentes inferiores posteriores no sentido
transversal.

* Quanto mais acentuada a curva de Wilson, mais inclinado para a lingual


estar o plano oclusal dos molares inferiores, estando as cspides cntricas dos
molares cspides vestibulares mais altas em relao s cspides linguais.

* Sofre variao em funo dos torques que so incorporados aos braquetes e


aos tubos dos dentes posteriores inferiores.

*Quanto mais torque negativo apresentarem os tubos molares inferiores,


mais inclinao ser dada curva de Wilson, acentuando as cspides
cntricas.
* As biomecnicas de fechamento de espaos podem contribuir na
inclinao da curva de Wilson, acentuando as cspides cntricas dos
molares para lingual.

O torque dos dentes posteriores inferiores devem estar em harmonia com os


torques dos caninos afim de apresentar boa ocluso funcional ocluso
mutuamente protegida.

Você também pode gostar