Você está na página 1de 3

Introduo ao Estudo dos Limites

Intuitivamente, o limite L de uma funo y = f(x) o valor para o qual esta se aproxima toda vez
que a varivel x tende, pela direita ou esquerda, de um certo valor real a.
Representa-se por: lim f ( x )
x a

Ex: Se f(x) = 3x + 4 , ento quando x tende ou se aproxima de 2 , f(x) se aproxima de 10.


Veja a tabela abaixo:
x f(x)
1,9 9,7
1,99 9,97
2 10
2,01 10,03
2,1 10,3

importante lembrar que o limite, de uma funo, s existe se os limites laterais( direita e
esquerda), tambm, existirem.

Propriedades dos limites


1) lim k k
xa

2) lim k . f ( x) k . lim f ( x)
xa xa

3) lim f ( x) g ( x) lim f ( x) lim g ( x)


xa xa xa

4) lim f ( x). g ( x) lim f ( x). lim g ( x)


xa xa xa

f ( x) lim f ( x)
5) lim xa
xa g ( x) lim g ( x)
xa

6) lim f ( g ( x)) f (lim g ( x)) , apenas para f contnua.


xa xa

Lembrando que as propriedades acima s sero vlidas se no chegarmos em indeterminaes do


tipo:

0
1)
0

2)

3).0
4) 0
5)1
6)

Limites Laterais e Funo Contnua


x 3 se x 0
Considere a funo f ( x) 2 x
e se x 0

Cujo grfico representamos abaixo


Note que quando x se aproxima de zero pela esquerda f(x) se aproxima de zero e quando x se
aproxima de zero pela direita f(x) se aproxima de 1. Dizemos , ento que :

lim f ( x) 0 e lim f ( x) 1
x0 x0 Neste caso, como os limites laterais de f(x) so distintos, quando
x tende a zero, pela esquerda ou pela direita , ento como j foi mencionado, o limite de f(x) ,
quando x se aproxima de zero no existe e dizemos que a funo no contnua como pode ser
visto no grfico.

E quando uma funo contnua ?

f(x) contnua num ponto (x0, y0) se lim f ( x)


x x0

existe e lim f ( x) f ( x0 )
x x0

Artifcio para sairmos de indeterminaes quando estivermos efetuando o clculo de limites:

1)Limite de uma funo representada por uma razo entre dois polinmios.

x 2 5x 6
Ex. Calcule o lim
x2 x2 4
Resoluo:
2 2 5.2 6 0
Note que se formos substituir o 2 no lugar de x na expresso obteremos:
22 4 0
que uma indeterminao. Toda vez que nos depararmos com algo desse tipo basta fatorar os
polinmio e fazermos as devidas simplificaes.

Ento, lim
x 2 5x 6
lim
x 2x 3 lim x 3 2 3 1
x 2 x 4
2 x 2 x 2 x 2 x 2 x 2 22 4

Alguns Limites Especiais

x
1 1
1) lim1 lim1 x x e
x x x 0

senx
2) lim 1
x 0 x

ex 1
3) lim 1
x 0 x

Teorema do Confronto ou de Sanduche

Se f ( x ) h( x ) g ( x )

e lim f ( x) lim g ( x) L se
xa xa

Ento: lim h( x) L
xa