Você está na página 1de 3
Escola Secundária/3 da Rainha Santa Isabel, Estremoz Duração do teste: 90 minutos Ano Letivo 2011/2012

Escola Secundária/3 da Rainha Santa Isabel, Estremoz

Duração do teste: 90 minutos

Ano Letivo 2011/2012

HISTÓRIA A

12º D

Teste de Avaliação nº 3

2-Fev-2012

Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Não é permitido o uso de corrector. Em caso de engano, deve riscar, de forma inequívoca, aquilo que pretende que não seja classificado. Escreva de forma legível a numeração dos grupos e dos itens, bem como as respectivas respostas. As respostas ilegíveis ou que não possam ser identificadas são classificadas com zero pontos. Para cada item, apresente apenas uma resposta. Se escrever mais do que uma resposta a um mesmo item, apenas é classificada a resposta apresentada em primeiro lugar. As cotações dos itens encontram-se no enunciado da prova.

Grupo I (A Política de Alianças Liderada pelos EUA)

Documento 1

Os EUA e o sistema defensivo ocidental (1954)

A ameaça que enfrentamos não é passageira. É uma ameaça que pode durar muito tempo. A nossa política deve

ter isso em conta [

possibilidade ao bloco soviético de utilizar com fins ofensivos as rotas do Árctico, o que coloca as nossas regiões industriais ao alcance de um ataque súbito. A ameaça que evocamos não é só de ordem militar. A Internacional Comunista põe à disposição dos dirigentes soviéticos uma rede política que se estende pelo mundo inteiro. Esta rede compreende um número considerável de agitadores treinados e apoiados por uma poderosa organização de propaganda. Esta foi concebida para explorar o descontentamento sob todas as suas formas, quer seja o que se opõe ao colonialismo quer seja o que surge das más condições económicas. Não é fácil gizar uma política que se possa opor a um perigo tão centralizado, tão vasto, tão variado e tão

sustentado [

constitui um vasto e compacto

território com uma população que se eleva a 800 milhões de habitantes [

].

O grupo de nações submetidas ao domínio soviético [

].

]

A sua posição estratégica [

]

A nossa esperança está na combinação de dois princípios: a criação de uma força que seja obra

de todos os membros da nossa comunidade e a utilização desta força para desencorajar qualquer agressão, por

esta se revelar tão gravosa quanto possível para o próprio agressor. Para as nações livres, a pedra angular da

segurança deve ser um sistema colectivo de defesa [

].

]:

a NATO constitui a melhor concretização desta ideia.

Discurso de Foster Dulles, secretário de Estado dos EUA, durante a presidência de Eisenhower, Abril de 1954 (adaptado)

I.1 Identifique as ameaças que, segundo o secretário de Estado americano, pairavam sobre a comunidade ocidental. [2 valores]

I.2 Esclareça a estratégia defensiva proposta pelo referido governante americano. [2 valores]

I.3 Insira o conteúdo deste discurso no contexto geopolítico do tempo em que é proferido. [3 valores]

Grupo II (As Relações Internacionais no Tempo da Guerra Fria)

Documento 2

Documento 3

no Tempo da Guerra Fria) Documento 2 Documento 3 II.1 Compare, relativamente à divisão político-militar

II.1 Compare, relativamente à divisão político-militar da Europa, a perspectiva expressa no documento 2 com a perspectiva expressa no documento 3. [4 valores]

Grupo III (Modelos e Ritmos de Crescimento Económico no Mundo Capitalista)

Documento 4

no documento 3. [4 valores] Grupo III (Modelos e Ritmos de Crescimento Económico no Mundo Capitalista)

Documento 5

Declaração da Conferência da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (6 de Março de 1975)

Os Soberanos e Chefes de Estado dos Países Membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo [] examinaram a actual crise económica mundial []. Observam que a causa [] radica em grande parte nas profundas desigualdades no progresso económico e social entre os povos; estas desigualdades, que caracterizam o subdesenvolvimento dos países em vias de desenvolvimento, foram produzidas e acentuadas principalmente pela exploração estrangeira e foram-se agudizando com os anos devido a uma insuficiente cooperação internacional para o desenvolvimento. [] Observam que o desequilíbrio que afecta a actual situação económica internacional se agravou por uma inflação muito extensa, por uma desaceleração geral do crescimento económico e pela instabilidade do sistema monetário mundial, por falta de disciplina e de contenção monetárias. Insistem em que as causas decisivas de tais anomalias residem nos antigos e persistentes males que se foram acumulando com os anos, tais como a tendência geral dos países desenvolvidos para consumir em excesso e para desperdiçar os escassos recursos, assim como as políticas económicas inadequadas e míopes por parte do mundo industrializado.

Declaração da Conferência da Organização dos Países Exportadores de Petróleo

III.1 Identifique, com base no documento 5, quatro dos factores da crise económica dos anos 70 do século XX, na perspectiva da OPEP. [3 valores]

2. Desenvolva o seguinte tema:

Modelos e ritmos de crescimento económico no mundo ocidental, do segundo pós-guerra aos anos 70.

A sua resposta deve abordar, pela ordem que entender, quatro dos aspectos de cada um dos seguintes tópicos de desenvolvimento:

características do modelo de crescimento económico até 1973;

impacto económico e social da crise dos anos 70;

Deve integrar na resposta, além dos seus conhecimentos, os dados disponíveis nos documentos 4 e 5. [6 valores]

FIM

Bom Trabalho!

O Professor, Pedro Bandeira Simões