Você está na página 1de 3
Leia-me Livros a venda » Artigos Externos » Desenvolvimento Urbano » Metamorfoses Urbanas » Rios

Livros a venda »

Artigos Externos »

Desenvolvimento Urbano »

Metamorfoses Urbanas »

Rios Urbanos »

Vídeos »

Avenida do Contorno em 1966 Avenida do Contorno e Sub-adutora Redondo/Menezes atravessando o Ribeirão Arrudas (a

Avenida do Contorno e Sub-adutora Redondo/Menezes atravessando o Ribeirão Arrudas (a montante) em 1966. Fonte: APCBH/ASCOM

A década de 60 foi marcada pelo caos urbano em quase todos os setores, desde o saneamento básico até a limpeza de ruas e a coleta de lixo. Quem mais sofria com esse caos era a população de baixa renda, que penava com a falta de água encanada e a coleta de esgoto (houve nessa década diversas epidemias em Belo Horizonte que assolaram principalmente a população carente). A questão das moradias também se agravou e o número de moradores de rua aumentou consideravelmente ao longo da década, sendo que a grande maioria se concentrava nas áreas mais próximas ao centro da capital. Esse período se caracterizou pela grande favelização, talvez proporcionado não só pela metropolização, mas também pelos movimentos sociais que surgiram entre 1960 e 1964, período em que as invasões e ocupação de áreas inabitadas e inabitáveis se espalharam por toda Belo Horizonte, desde morros adjacentes aos bairros até as margens das linhas férreas e as margens dos cursos d’água (recomendo a leitura do subcapítulo “As Favelas da Capitaldentro do Artigo dedicado a Década de

50).

A imagem acima, feita em 1966 é um dos registros do desfavelamento de diversas áreas promovido pela Prefeitura dentro do Programa Nova BH 66. O local acima, mais precisamente o cruzamento da Avenida do Contorno e Rua Conquista serviu como moradia para diversas famílias, que se abrigavam debaixo da ponte que existiu nesse local até a década de 80, demolida quando do alargamento da calha do Ribeirão Arrudas.

Search

Search this site

Livros "Turbulenta modernidade: o Art déco em BH" e "Belo Horizonte em pedaços" a venda

em BH" e "Belo Horizonte em pedaços" a venda Clique na imagem para informações e compra

Clique na imagem para informações e compra

Livro Rios Invisíveis da Metrópole Mineira a venda

compra Livro Rios Invisíveis da Metrópole Mineira a venda Clique na imagem para informações e compra

Clique na imagem para informações e compra

Curral del Rey 15.577 curtidas Curtiu Compartilhar
Curral del Rey
15.577 curtidas
Curtiu
Compartilhar
Rios Invisíveis da Metr… 1.079 curtidas Curtir Página Compartilhar
Rios Invisíveis da Metr…
1.079 curtidas
Curtir Página
Compartilhar
Moradores de Rua na margem esquerda do Ribeirão Arrudas em 1966, no cruzamento da Avenida

Moradores de Rua na margem esquerda do Ribeirão Arrudas em 1966, no cruzamento da

Avenida do Contorno e Rua Conquista.

Fonte: APCBH/ASCOM

esquerda do Ribeirão Arrudas em 1966, no cruzamento da Avenida do Contorno e Rua Conquista. Fonte:

Um comentário:

Anônimo 28 maio, 2013

A propósito da primeira imagem, qual seria o trajeto dentro da cidade dessa subadutora

"Redondo-Menezes"; se entendi bem, é uma canalização de água do Belvedere até o alto

da Lagoinha (caixa d'água no m da rua Além Paraíba) ? É isto mesmo ? Abraços, até a

próxima !

Digite seu comentário Comentar como: Unknown (Goo Sair Publicar Visualizar Notifique-me
Digite seu comentário
Comentar como:
Unknown (Goo
Sair
Publicar
Visualizar
Notifique-me

Comente a vontade

Rios Invisíveis da Metrópole Mineira

Artigos mais lidos

Rios Invisíveis da Metrópole Mineira Artigos mais lidos Os anos 1940: Uma Moderna Metrópole no Horizonte

Os anos 1940: Uma Moderna Metrópole no Horizonte “Pela complexidade de sua sionomia urbanística, Belo Horizonte gradua-se hoje entre os núcleos mais adiantados do país. Fluxos de popula

entre os núcleos mais adiantados do país. Fluxos de popula Os anos 1960: a Metrópole, o

“Durante muito tempo a gloria da

capital era ser a “cidade jardim”.

Mas agora

no jardim que era

gigantes troncos de concreto armado surg

no jardim que era gigantes troncos de concreto armado surg O surgimento do Curral del Rey

Como a maioria das cidades mineiras do período colonial, o arraial do Curral Del Rey surgiu seguindo o traçado dos primeiros caminhos aberto

Rey surgiu seguindo o traçado dos primeiros caminhos aberto Os anos 1950: Metropolização e Desordem Urbana

Os anos 1950: Metropolização e Desordem Urbana “ Conseqüência do crescimento que tem caracterizado ultimamente, o movimento imobiliário de Belo Horizonte, principalmente voltado para

imobiliário de Belo Horizonte, principalmente voltado para Os anos 1920: a primeira remodelação do espaço urbano

Os anos 1920: a primeira remodelação do espaço urbano de Belo Horizonte “A cidade de Bello Horizonte, realmente, para ter o traçado da regua e compasso que lhe emprestam – necessita de preservar conservando, o

Contato do Autor

– necessita de preservar conservando, o Contato do Autor Alessandro Borsagli Pesquisador atuante nas áreas

Pesquisador atuante nas áreas relacionadas ao espaço e paisagem urbana com ênfase em geogra a urbana, memória urbana e história das cidades, no aspecto relacionado ao processo de desenvolvimento urbano e requali cação do espaço. Email:borsagli@gmail.com

Importante

Todos os artigos deste blog são de autoria do

Autor acima, responsável pela publicação. Parte

da base bibliográ ca e referências se encontram

nos artigos e nos links acima (Links

relacionados/Arquivos de algumas referências).

Arquivo

2016 (12)

2015 (11)

Córrego do Acaba Mundo 1928/APM - By Belisa Murta/Micrópolis Direitos This work by Curral del

Córrego do Acaba Mundo 1928/APM - By Belisa Murta/Micrópolis

Direitos

Acaba Mundo 1928/APM - By Belisa Murta/Micrópolis Direitos This work by Curral del Rey.com is licensed

This work by Curral del Rey.com is

licensed under a Creative Commons

Atribuição-Uso não-comercial-3.0

Unported License. 2010 Curral del

Rey.com

Copyright © 2014 HaletanisLux

Powered by Blogger Design by

SimpleWpThemes Blogger Theme

by NewBloggerThemes.com

2012 (10)

2011 (15)

2010 (44)

Links Relacionados/Arquivos de Algumas Referências

na Padre Belchior ouviaduto PISEAGRAMA saracurafoto Direitos Autorais - Apostila FGV (Página 61) Visitantes 1 online

Visitantes