Você está na página 1de 6

Matemática 2 aula 16

2. Atenção!

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PARA SALA


1.

2 1
AG = AM1 e GM1 = AM1, logo AG = 2 . GM1
3 3
2 1
BG = BM2 e GM2 = BM2, logo BG = 2 . GM2
3 3
2 1
CG = CM3 e GM3 = CM3, logo CG = 2 . GM3
3 3

Observe que: Na questão, temos que “G” é baricentro e os triângulos


ABG e DEG são semelhantes, assim, temos:

I) ΔIDF ∼ ΔGJF
a1 b1
= ⇒ a1b2 = a2b1
a2 b2

1
II) S1 = a1b1sen α
2 AB
∗ DE é base média do triângulo ABC, assim, DE = .
1 2
III) S2 = a2b2sen α
2 A1 A
1) =k⇒ 1 =2
A2 A2
IV) S1 . S2 =
FG 1 a b sen α .
IJ FG 1 a b sen αIJ
H2 1 2
K H2 2 1
K A1 A A
2) = k2 ⇒ 1 = (2)2 ⇒ 1 = 4
A2 A2 A2
iguais
Resposta correta: D
F1
= G ab
I
sen αJ
2

S1 . S2
H2 1 2
K 3. Considere a figura abaixo:
1
S1S2 = a1b2sen α
2
2 S1S2 = a1b2senα = S4

De modo análogo:
S5 = 2 S2 . S3

S6 = 2 S1 . S3

I)
Então:
S4 = 2 S1 . S2 S5 = 2 S2 . S3 S6 = 2 S1 . S3

S4 = 2 1 . 4 S5 = 2 4 . 9 S6 = 2 1 . 9
S4 = 4 S5 = 12 S6 = 6

AABC = S1 + S2 + S3 + S4 + S5 + S6
= 1 + 4 + 9 + 4 + 12 + 6 (FP)2 = 16 + 4 = 20 ⇒ FP = 20
= 36
Resposta correta: B

3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | MATEMÁTICA 2 1


II) ΔAMN ∼ ΔCDN
y 10 15 y 10
= , como x = , temos = →
20 − y x 4 20 − y 15
4
y 2 4 y 8 160
→ = 10 . → = →y=
20 − y 15 3 20 − y 3 11

Área(BCMN) = Área(ABC) – Área(AMN)


3
3
160
. sen60°
( 20 ) 2 3 10.
11
Área(BCMN) = − →
20 2 20 4 2
= ⇒ 20 . x = 4 ⇒ x =
2 x 5 700 3 2
→ A (BCMN) = m
Resposta correta: D 11

4. Observe a figura abaixo: 700 3 2


Resposta correta: A (BCMN) = m
11

COMENTÁRIOS – ATIVIDADES PROPOSTAS


1.

2
A 3
A área do triângulo eqüilátero é igual a A = ,
4
2
⎛3⎞ 9 A 3
Área(ABCD) = ⎜ ⎟ → A (ABCD) = enquanto a altura é h = .
⎝2⎠ 4 2
ANBC = AMDC APBC + A ABP + A APC = A ABC
3 1 A . h1 A . h2 A . h3 A 3
2
. + + =
2 2 → A 3
ANBC = NBC = 2 2 2 4
2 8
A A2 . 3
Ahachurada = A ( ABCD ) − 2 . A (NBC) (h1 + h2 + h3 ) =
2 42
9 3 9 3 6 3
Ahachurada = − 2. = − = = A 3
4 8 4 4 4 4 2 h1 + h2 + h3 =
2
A 3
Resposta correta: B Como = h, então :
2
h1 + h2 + h3 = h
5. Traçando CD // AB.
Resposta correta: D

2. Observe que:

ΔBMS ∼ CDS
10 32 15
= →x=
x 12 4

2 3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | MATEMÁTICA 2


4 .h Desta maneira:
I) A ABO = = 2h
2 AC = x + 6 = 7 + 6 = 13
4 .h BC = x + 8 = 7 + 8 = 15
II) A AOC = = 2h
2 Resposta correta: 13 e 15
A ABO 2h
III) = =1
A AOC 2h 5. Calculando as áreas dos triângulos e dos paralelogramos
Resposta correta: E

3. Temos que a área do triângulo pode ser dada por


Base . Altura
.
2
Observe a figura abaixo:

I) A ABPI = a . f . senα
a . b . senα
II) ABCP =
2
III) APCDE = b . c . senβ
A área do triangulo EDC é: A =
8 .5
= 20 d . c . senα
2 IV) APFE =
2
Resposta correta: D V) APFGH = d . e senα
f . e . senβ
4. Observe a figura: VI) APHI =
2

Calculando a razão entre os produtos das áreas


a . b . senβ d . c . senα f . e . senβ
. .
ABCP . APFE . APHI 2 2 2
=
A ABPI . APCDE . APFGH a . f . senα . b . c . senβ . d . e . senα

1
abcdef . senα . senβ . senα
= 8
a . b . c . d . e . f . senα . senβ . senα
Calculando a área em função dos lados
1
x + x +6+6+8+8 =
p= 8
2
p = x + 14
Resposta correta: D

b gb gb g
A = p p−a p−b p−c
6.

A= bx + 14g x + 14 − bx + 8g b g
x + 14 − x + 6 x + 14 − 14

A= bx + 14g . 6 . 8 . x
Calculando a área em função do semiperímetro e do
raio:
A=p.R
A = (x + 14) . 4
Pelo teorema da bissetriz interna
Igualando as áreas: x a 5x
= ⇒ =a
b g = bx + 14g48x
4 . x + 14
2 2
1 5 4
4
16 . b x + 14g = b x + 14g . 48 . x
3
2
Aplicando o teorema de Pitágoras no triângulo POR:
x + 14 = 3x
a =
FG 5 + 1IJ 2

+x
H4 K
2 2

2x = 14
x=7

3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | MATEMÁTICA 2 3


FG 5x IJ = FG 5 IJ
2 2

+2.
5
. 1 + 12 + x 2
Igualando (i) e (ii):
H 4 K H 4K 4
2 A ACQ 2 A AQB
a
=
b
bg
iii
25x 2 25 10
= + + 1+ x 2
16 16 4 Do mesmo modo:
25x 2 = 25 + 40 + 16 + 16x 2 A OCQ A QOB
= , como A OCQ = 2 e A QOB = 4
9x 2 = 81 a b
x2 = 9 2 4
=
x=3 a b
2b = 4a
5 /4 . x 5/4 . 3 15
A OPQ = = = b = 2a
2 2 8

Resposta correta: B
Considerando a equação (iii)
A ACQ A AQB
=
7. a b
A APO + APOC + A OCQ A AOM + AMOB + AQOB
=
a 2a
6 + AMOB + 4
4 + APOC + 2 =
2
AMOB + 10 = 2 . APOC + 12
AMOB = 2 APOC + 2
3APOC = 2 APOC + 2
APOC = 2
AMOB = 3 APOC
o AMOB = 3 . 2 = 6
b . c . sen30
I) A = II) MA ≥ M . G
2
A área do triângulo ABC é igual à soma das áreas de todos
b . c . 12 b+c os triângulos internos.
9= ≥ b.c
2 2 A = 2 + 6 + 6 + 4 + 2 + 4 ⇒ A = 24
bc = 36 b + c ≥ 2 . 36 Resposta correta: 24

b + c ≥ 12 9. Observe a figura:

Aplicando a lei dos cossenos:


a = b + c − 2 . b . c cos 30
2 2 2 o

2
e 2
j
a = b + 2bc + c − 2bc cos 30 − 2bc
2 o

= bb + c g − 2bc ecos 30 + 1j
2 2 o
a
F 3 + 1I
= bb + c g − 2 . 36 G
H 2 JK
2 2
a

Para que a seja mínimo, a soma de b + c tem de ser o


menor valor possível.
b + c ≥ 12 ⇒ b + c = 12
Resposta correta: 12 A soma dos comprimentos:
2πR + 2πr = 21π ⇒ 2R + 2r = 21

8. Os triângulos ACQ e AQB possuem a mesma altura h.


Pelo teorema do bico CP = CQ e BP = BN:
a.h
I) A ACQ =
2 BC = BP + PC
2 A ACQ 2R = c – r + 8 – r
=h 2R + 2r = c + 8
a
21 = c + 8
c = 13
b .h
II) A AQB = b . c 8 x 13
2 A= = = 52
2 2
2 A AQB
=h Resposta correta: 52
b

4 3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | MATEMÁTICA 2


10. Considere o triângulo ABC (eqüilátero) abaixo. 12. Considere um arame de comprimento R.
Dividido em três partes, temos:

x2
; Área = R2 → A1 =
16

2
⎛x⎞
A 32 ⎜ ⎟ 3
→A=⎝ ⎠
Como M, N e P são pontos médios dos lados AB , AC 3
; Área = →
e BC , temos que NP , MP e MN são bases médias do 4 4
triângulo ABC e medem a metade dos lados que são x2 3
→ A2 =
paralelos. Como o triângulo ABC é eqüilátero, então 36
MN = NP = MP. Assim, temos que os triângulos MNP e
ABC são semelhantes. Assim, podemos:
MN x 1 MN 1
∗ = = ⇒ = =k
BC 2x 2 BC 2 x
I. C = x → 2πr = x → r =

Atenção!
x2
II. A = πr 2 → A 3 =
A1 A 4π
= k; 1 = k2
A2 A2
Temos: T < Q < C
∗ Considerando A1 a área do triângulo MNP e S a área Resposta correta: E
do triângulo ABC, temos:
A1 13. Temos o triângulo abaixo:
= k2
S
A1 1 FG IJ 2
1
S
=
2 H K =
4
A1 1
=
S 4
S
A1 =
4 Usaremos para encontrar a área desse triângulo a fór-
Resposta correta: B mula “trigonométrica” que diz que a área de um triân-
gulo pode ser encontrada fazendo o produto de dois
11. Observe a figura abaixo: lados com o seno do ângulo que esses lados formam e
dividindo esse produto por dois, ou seja:
2 . 2 .sen 120° 3
A= =2. = 3
2 2
Resposta correta: E

14. Considere o triângulo ABC abaixo:

20x 20x
APTQ = = 100 = → x = 10
2 2
ΔMNT ~ ΔPQT, assim :
20 10
= → y=6
12 y
Atenção!
16
Sabemos que, quando temos as três medidas dos lados
( 20.12) . ( x + y ) 32 .16 de um triângulo, podemos encontrar sua área pela fór-
A trapézio = → A trapézio = →
2 2 mula de Heron, que é: A = P (P − a)(P − b)(P − c ) , em
A trapézio = 256
que a, b e c são os lados do triângulo e P o semiperíme-
tro.
Resposta correta: B

3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | MATEMÁTICA 2 5


Sabendo disso, temos:
3+5+6
1) P = =7
2

2) A = 7 (7 − 3)(7 − 5)(7 − 6)
A= 7 . 4 . 2 .1
A= 56 cm2

Resposta correta: E

15. Observe a figura:

(B + b ) .h (12 + 4 ) . 4
A1 = → A1 = → A1 = 32
2 2
A 2 = b . h → A 2 = 12 . 4 → A 2 = 48
A 3 = A1 = 32
A octágono = 32 + 48 + 32= 112

Resposta correta: D

6 3ª SÉRIE E EXTENSIVO | VOLUME 4 | MATEMÁTICA 2