Você está na página 1de 18
CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA AULA 13 – Prof. Raul Brito ANÁLISE COMBINATÓRIA Fatorial Define-se o fatorial

CURSO ANUAL DE MATEMÁTICA

AULA 13 Prof. Raul Brito

ANÁLISE COMBINATÓRIA

Fatorial

Define-se o fatorial de um número n (n N {1} ) como sendo:

n!n(n 1)(n

2)...3

21

Onde, n! lê-se: n fatorial ou fatorial de n. Assim, por exemplo:

1!

= 1

5!

= 54321 = 120

8! = 87654321 = 40.320

Convenção: 0! = 1

Também é importante perceber que o desenvolvimento de um fatorial pode ser "truncado" em qualquer fator, colocando- se após esse fator o símbolo que representa o fatorial de um número (!). Por exemplo:

8!

8

7 6 5 4 3 2  

1

5!

8!

8

7

6

5!

; 10! = 109! = 1098! = 10987! = ...

De um modo geral, podemos escrever:

n!n (n 1)!n (n 1)(n 2)!...

Princípio Fundamental de Contagem

Em inúmeras situações do cotidiano, nos deparamos com problemas de contagem. Por exemplo:

  • Ao preencher volante de jogo da mega sena, de quantas maneiras diferentes é possível escolher 6 números?

  • Ao escolher 6 algarismos para compor uma senha de um cartão magnético, de quantas maneiras diferentes podemos fazê-lo?

  • No último campeonato estadual de futebol, ficaram 4 equipes para disputar a etapa final. Se cada uma jogou com todas as demais uma única vez, quantas partidas ocorreram nessa fase?

  • As placas dos veículos nacionais atualmente são compostas de 3 letras seguidas de 4 algarismos. Quantas placas diferentes tal sistema comporta?

Como a contagem direta desses eventos é, em geral, impraticável, a Matemática recorre a técnicas indiretas de contagem.

Esse conjunto de técnicas é chamado análise combinatória e iniciaremos seu estudo apresentando o princípio fundamental de contagem.

Considere o seguinte problema:

“Um rapaz quer se vestir usando uma calça e uma camisa. Sabendo que ele possui 3 calças (1 branca, 1 azul e 1 preta) e 2 camisas (1 vermelha e 1 amarela), de quantas maneiras diferentes ele poderá se vestir?”

Resolução:

As possíveis combinações são:

  • 1. calça branca e camisa vermelha.

  • 2. calça branca e camisa amarela.

  • 3. calça azul e camisa vermelha.

  • 4. calça azul e camisa amarela.

  • 5. calça preta e camisa vermelha.

  • 6. calça preta e camisa amarela.

Ou seja, 2 3 = 6 possibilidades

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

ANÁLISE COMBINATÓRIA

2

Considere um segundo exemplo:

Para viajar de uma cidade A para uma cidade C, por uma rodovia, deve-se passar necessariamente por uma cidade B. Se há 3 rodovias ligando A a B e 4 rodovias ligando B a C, quantas opções diferentes há para se ir de A até C ? Solução:

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito ANÁLISE COMBINATÓRIA 2 Considere um

As possíveis trajetórias são:

  • 1. 2 6

1 4

7.

  • 2. 2 7

1 5

8.

  • 3. 3 4

1 6

9.

  • 4. 3 5

1 7

10.

  • 5. 3 6

2 4

11.

  • 6. 3 7

2 5

12.

Ou seja, 3 4 = 12 possibilidades

Os dois exemplos vistos ilustram o que chamamos princípio fundamental da contagem, também conhecido com princípio multiplicativo, que pode ser enunciado assim:

“Se um evento A pode ocorrer de m maneiras distintas e se, para cada uma dessas m maneiras, um outro evento B pode ocorrer de n modos diferentes, então o número de maneiras de ocorrer o evento A seguido do evento B é mn.”

Combinações Simples e Arranjos Simples

Vamos agora apresentar duas situações que ocorrem frequentemente quando resolvemos problemas de contagem: os arranjos simples e as combinações simples. Vamos introduzi-los a partir de um problema.

Seja o conjunto E = {a, b, c}. Com os elementos de E vamos obter os seguintes agrupamentos:

  • Todos os subconjuntos de E com 2 elementos:

{a, b}, {a, c}, {b, c}

  • Todas as sequências com 2 elementos de E:

(a, b), (b, a), (a, c), (c, a), (b, c), (c, b)

Observe que esses dois tipos de agrupamentos diferem num aspecto básico.

No caso dos subconjuntos, não é levada em conta a ordem em que os elementos são escritos, isto é, alterando-se a ordem dos elementos de um subconjunto, este não se altera.

Assim: {a, b} = {b, a}

{b, c} = {c, b}

Porém, no caso das sequências, a mudança da ordem dos elementos gera uma outra sequência.

Assim: (a, b) (b, a)

(b, c) (c, b)

Os agrupamentos do 1 o tipo, os subconjuntos, são chamados combinações simples, enquanto que os dos 2 o tipo, as sequências, são chamados arranjos simples. Nos dois casos, a palavra simples se refere ao fato de que os agrupamentos são formados por elementos distintos.

Observações !!!

A diferenciação entre combinações e arranjos será de fundamental importância na resolução dos problemas de contagem daqui em diante. Destaquemos mais uma vez que:

COMBINAÇÕES a ordem não importa

ARRANJOS a ordem importa

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Número de Combinações Simples

ANÁLISE COMBINATÓRIA

3

n! C  p n p!(n   p)!
n!
C
p n
p!(n
p)!

Lê-se: combinação de n elementos distintos tomados p a p.

Número de Arranjos Simples

n! A  p n (n  p)!
n!
A
p n
(n
p)!

Lê-se: arranjo de n elementos distintos tomados p a p.

Relação entre os Arranjos Simples e as Combinações Simples

Permutação Simples

A  p!C p n p n
A
 p!C
p n
p n

É um caso particular de arranjos simples. A permutação de n elementos distintos é o arranjo de n elementos distintos tomados n a n.

P

n

A

n n

Pn  n!
Pn  n!
Outras Notações   n A  A C  C  p n n, p
Outras Notações
 
n
A
 A
C
C
p n
n, p
n p
n,p
 
p

Permutações com Repetições

É o número de permutações de n objetos onde há a repetição de um ou mais elementos. Para ser mais objetivo, o

primeiro elemento repete-se 1 vezes, o segundo elemento repete-se 2 vezes, vezes.

...

,

o k-ésimo elemento repete-se k

n! P   , ,...,   1 2 k n   ! !
n!
P
 
,
,...,
1
2
k
n
 
!
! ...
 
!
1
2
k

Onde n =  1 + 2 +

...

+ k

Permutações Circulares

É o número de permutações possíveis que n objetos distintos podem ter quando dispostos em n lugares em um círculo, de tal maneira que eles fiquem equiespaçados e que sejam consideradas equivalentes disposições que possam coincidir por rotação.

Resposta:

PC n = n!/n

PCn  (n 1)!
PCn  (n 1)!

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM:

Questão 01

O técnico de uma equipe de atletismo formada por 7 corredores precisa escolher 2 grupos de corredores. O 1º grupo irá disputar a corrida do revezamento 4x100 e o 2º grupo irá disputar a corrida do revezamento 4x200. Sabendo que o melhor corredor da equipe deverá ser o

último a correr as 2 provas, também o único a correr as 2 provas e que todos os outros corredores tem que participar de uma das corridas, quantas são as possibilidade de se formar essas equipes?

a)

680

b)

700

c)

720

d)

740

e)

750

Questão 02

 

Do

alto

de

uma

torre dispomos de 5 bandeiras que

utilizamos para emitir mensagens de sinalização. Cada mensagem está associada ao hasteamento de 1 ou mais bandeiras. Quantas mensagens podemos emitir com essas

5 bandeiras?

 

a)

325

b)

345

c)

355

d)

365

e)

375

Questão 03

 

Usando os algarismo 2, 3, 4, 5 e 6 e sem repeti-los, quantos números de 5 dígitos e pares nós podemos formar maiores que 40000?

a)

39

b)

40

c)

41

d)

42

e)

43

Questão 04

 

A figura

mostra uma tela

quadrada de arame, onde se

encontram,

em

vértices

opostos,

uma

aranha

e

uma

formiga:

formiga:
 

A aranha se desloca, sobre a tela, em direção à formiga, sempre andando para cima e/ou para a direita (nunca volta). O número de distintas possíveis trajetórias da aranha, passando pelo centro C da tela, até chegar à formiga, é:

a)

16

b)

20

c)

30

d)

36

e)

42

ANÁLISE COMBINATÓRIA

4

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito EXERCÍCIOS DE APRENDIZAGEM: Questão 01

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Questão 05

Deseja-se dispor em fila cinco crianças: Marcelo, Rogério,

Reginaldo, Danielle e Márcio. Calcule o número das distintas maneiras que elas podem ser dispostas de modo que Rogério e Reginaldo fiquem sempre vizinhos.

  • a) 24

d)

96

  • b) 48

e)

102

  • c) 72

Questão 06

Dos 30 candidatos ao preenchimento de 4 vagas em certa

empresa, sabe-se que 18 são do sexo masculino, 13 são fumantes e 7 são mulheres que não fumam. De quantos modos podem ser selecionados 2 homens e 2 mulheres entre os não fumantes?

  • a) 40

d) 3780

  • b) 945

e) 3796

  • c) 2380

Questão 07

Um químico possui 10 tipos de substâncias. De quantos modos possíveis poderá associar 6 dessas substâncias se, entre as 10, duas somente, não podem ser juntas porque produzem mistura explosiva?

  • a) 80

  • b) 120

  • c) 140

  • d) 160

  • e) 180

Questão 08

Dois prêmios devem ser distribuídos entre n pessoas, de modo que uma pessoa não receba mais que um prêmio. Se os prêmios forem iguais, a distribuição poderá ser feita de k + 20 maneiras, mas se os prêmios forem distintos a distribuição poderá ser feita de 4k 10 maneiras. O número n é:

  • a) 8

  • b) 10

  • c) 15

  • d) 25

  • e) 40

Questão 09

Sabe-se que numa reunião tivemos ao todos 45 apertos de mão, como todos os participantes se cumprimentaram, podemos então afirmar que o número de participantes dessa reunião era:

  • a) 10

  • b) 20

  • c) 25

  • d) 30

  • e) 35

Questão 10

Duas retas denominadas r e s são paralelas. A reta r possui 7 pontos discriminados e a reta s possui 5 pontos discriminados. Quantos triângulos podemos formar tendo como vértices pontos dessas 2 retas?

  • a) 175

  • b) 185

  • c) 195

  • d) 205

  • e) 215

ANÁLISE COMBINATÓRIA

5

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 05 Deseja-se dispor em

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Questão 11

(UNIFESP) As permutações das letras da palavra PROVA

foram listadas em ordem alfabética, como se fossem palavras de cinco letras em um dicionário. A 73ª palavra na lista é

a)

PROVA.

b)

VAPOR.

c)

RAPOV.

d)

ROVAP.

e)

RAOPV.

Questão 12

(PUC-Campinas-SP) O número de anagramas da palavra

EXPLODIR, nos quais as vogais aparecem juntas, é

a)

360

b)

720

c)

2 160

d)

1 440

e)

4 320

Questão 13

(FUVEST-SE) Um lotação possui três bancos para passageiros cada um com três lugares, e deve transportar os três membros da família Sousa, o casal Lúcia e Mauro e mais quatro pessoas. Além disso,

  • 1. a família Sousa quer ocupar um mesmo banco;

  • 2. Lúcia e Mauro querem sentar-se lado a lado.

Nessas condições, o número de maneiras distintas de dispor os nove passageiros no lotação é igual a

a)

928

b)

1 152

c)

1 828

d)

2 412

e)

3 456

Questão 14

(UFOP-MG) De quantas maneiras diferentes oito crianças podem ser dispostas ao redor de um circulo em uma brincadeira de roda?

a)

8

b)

7

c)

6

d)

7!

e)

16!

Questão 15

(UFV-MG) Na primeira fila de um campeonato de futebol, os times participantes são divididos em 8 grupos de n times. Se, em cada grupo, todos os times se enfrentam uma única vez, então o número de jogos realizados nessa fase é

a)

n (n 1)

b)

8n (n 1)

c)

8n

d)

4n (n 1)

e)

4n

ANÁLISE COMBINATÓRIA

6

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 11 (UNIFESP) As permutações

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Questão 16

(FUVEST-SP)

Uma

ONG

decidiu

preparar sacolas,

contendo 4 itens distintos cada, para distribuir entre a população carente. Esses 4 itens devem ser escolhidos entre 8 tipos de produtos de limpeza e 5 tipos de alimentos não perecíveis e pelo menos um item que seja produto de

limpeza. Quantos tipos de sacolas distintas podem ser feitos?

  • a) 360

  • b) 420

  • c) 540

  • d) 600

  • e) 640

Questão 17

(UFPE) Admita que, em um exame com 10 questões, um estudante tem de escolher 8 questões para serem

respondidas. Quantas escolhas o estudante fará, se ele deve responder à primeira ou à segunda questão, mas não a ambas?

  • a) 15

  • b) 16

  • c) 17

  • d) 18

  • e) 19

Questão 18

(UFAM) O campeonato brasileiro de futebol da série A tem

20 times que jogam todos entre si, duas vezes. Então, o número total de jogos é de

  • a) 368

  • b) 388

  • c) 376

  • d) 386

  • e) 380

Questão 19

(UFMG) Duas das 50 cadeiras de uma sala serão ocupadas por dois alunos. O número de maneiras distintas POSSÍVEIS que esses alunos terão para escolher duas das 50 cadeiras, para ocupá-las, é

  • a) 1 225

  • b) 2 450

  • c) 2 50

  • d) 49!

  • e) 50!

Questão 20

(UFOP-MG-2009) O número de gabaritos POSSÍVEIS pra

uma prova com 10 questões, com quatro alternativas por questão e apenas uma alternativa correta, é

  • a) 40

  • b) 40

  • c) 10

10

4

  • d) 10

ANÁLISE COMBINATÓRIA

7

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 16 (FUVEST-SP) Uma ONG

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

Questão 01

Considere o seguinte jogo de apostas:

Numa cartela com 60 números disponíveis, um apostador escolhe de 6 a 10 números. Dentre os números disponíveis, serão sorteados apenas 6. O apostador será premiado caso os 6 números sorteados estejam entre os números escolhidos por ele numa mesma cartela. O quadro apresenta o preço de cada cartela, de acordo com a quantidade de números escolhidos.

Quantidade de números escolhidos em uma cartela

Preço da cartela (R$)

  • 6 2,00

 
  • 7 12,00

 
  • 8 40,00

 
 
  • 9 125,00

10

250,00

Cinco apostadores, cada um com R$500,00 para apostar, fizeram as seguintes opções:

  • - Arthur: 250 cartelas com 6 números escolhidos;

  • - Bruno: 41 cartelas com 7 números escolhidos e 4 cartelas com 6 números escolhidos;

  • - Caio: 12 cartelas com 8 números escolhidos e

    • 10 cartelas com 6 números escolhidos;

  • - Douglas: 4 cartelas com 9 números escolhidos;

  • - Eduardo: 2 cartelas com 10 números escolhidos.

Os dois apostadores com maiores probabilidades de serem premiados são

  • a) Caio e Eduardo.

  • b) Arthur e Eduardo.

  • c) Bruno e Caio.

  • d) Arthur e Bruno.

  • e) Douglas e Eduardo.

Questão 02

Um banco solicitou aos seus clientes a criação de uma senha pessoal de seis dígitos, formada somente por algarismos de 0 a 9, para acesso à conta-corrente pela internet. Entretanto, um especialista em sistemas de segurança eletrônica recomendou à direção do banco recadastrar seus usuários, solicitando, para cada um deles, a criação de uma nova senha com seis dígitos, permitindo agora o uso das 26 letras do alfabeto, além dos algarismos de 0 a 9. Nesse novo sistema, cada letra maiúscula era considerada distinta de sua versão minúscula. Além disso, era proibido o uso de outros tipos de caracteres. Uma forma de avaliar uma alteração no sistema de senhas é a verificação do coeficiente de melhora, que é a razão do novo número de possibilidades de senhas em relação ao antigo. O coeficiente de melhora da alteração recomendada é

  • 62 62! 10!

6

10

6

  • a) d)

    • 10 6

62!

e)

  • b) 62

10!

6

c) 10! 62! 56! 4!
c)
10! 62! 56! 4!

ANÁLISE COMBINATÓRIA

8

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO Questão 01

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

ANÁLISE COMBINATÓRIA

9

Questão 03

Um artesão de joias tem a sua disposição pedras brasileiras de três cores: vermelhas, azuis e verdes. Ele pretende produzir joias constituídas por uma liga metálica, a partir de um molde no formato de um losango não quadrado com pedras nos seus vértices, de modo que dois vértices consecutivos tenham sempre pedras de cores diferentes. A figura ilustra uma joia, produzida por esse artesão, cujos vértices A, B, C e D correspondem às posições ocupadas pelas pedras.

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito ANÁLISE COMBINATÓRIA 9 Questão 03

Com base nas informações fornecidas, quantas joias diferentes, nesse formato, o artesão poderá obter?

  • a) 6

  • b) 12

  • c) 18

  • d) 24

  • e) 36

Questão 04

O designer português Miguel Neiva criou um sistema de símbolos que permite que pessoas daltônicas identifiquem cores. O sistema consiste na utilização de símbolos que identificam as cores primárias (azul, amarelo e vermelho). Além disso, a justaposição de dois desses símbolos permite identificar cores secundárias (como o verde, que é o amarelo combinado com o azul). O preto e o branco são identificados por pequenos quadrados: o que simboliza o preto é cheio, enquanto o que simboliza o branco é vazio. Os símbolos que representam preto e branco também podem ser associados aos símbolos que identificam cores, significando se estas são claras ou escuras.

Folha de Sao Paulo. Disponível em: www1.folha.uol.com.br. Acesso em: 18 fev. 2012. (adaptado)

De

acordo

com

o

texto,

quantas

cores

podem

ser

representadas pelo sistema proposto?

  • a) 14

  • b) 18

  • c) 20

  • d) 21

  • e) 23

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito ANÁLISE COMBINATÓRIA 9 Questão 03

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Questão 05

O diretor de uma escola convidou os 280 alunos de terceiro ano a participarem de uma brincadeira. Suponha que existem 5 objetos e 6 personagens numa casa de 9 cômodos; um dos personagens esconde um dos objetos em um dos cômodos da casa. O objetivo da brincadeira é adivinhar qual objeto foi escondido por qual personagem e em qual cômodo da casa o objeto foi escondido. Todos os alunos decidiram participar. A cada vez um aluno é sorteado e dá a sua resposta. As respostas devem ser sempre distintas das anteriores, e um mesmo aluno não pode ser sorteado mais de uma vez. Se a resposta do aluno estiver correta, ele é declarado vencedor e a brincadeira é encerrada. O diretor sabe que algum aluno acertará a resposta porque há

  • a) 10 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.

  • b) 20 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.

  • c) 119 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.

  • d) 260 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.

  • e) 270 alunos a mais do que possíveis respostas distintas.

Questão 06

O setor de recursos humanos de uma empresa vai realizar uma entrevista com 120 candidatos a uma vaga de contador. Por sorteio, eles pretendem atribuir a cada candidato um número, colocar a lista de números em ordem numérica crescente e usá-la para convocar os interessados. Acontece que, por um defeito do computador, foram gerados números com 5 algarismos distintos e, em nenhum deles, apareceram dígitos pares.

Em razão disso, a ordem de chamada do candidato que tiver recebido o número 75.913 é

  • a) 24.

  • b) 31.

  • c) 32.

  • d) 88.

  • e) 89.

Questão 07

João mora na cidade A e precisa visitar cinco clientes, localizados em cidades diferentes da sua. Cada trajeto possível pode ser representado por uma sequência de 7 letras. Por exemplo, o trajeto ABCDEFA, informa que ele saíra da cidade A, visitando as cidades B, C, D, E e F nesta ordem, voltando para a cidade A. Além disso, o número indicado entre as letras informa o custo do deslocamento entre as cidades. A figura mostra o custo de deslocamento entre cada uma das cidades.

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 05 O diretor de

ANÁLISE COMBINATÓRIA

10

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Como João quer economizar, ele precisa determinar qual o trajeto de menor custo para visitar os cinco clientes. Examinando a figura, percebe que precisa considerar somente parte das sequências, pois os trajetos ABCDEFA e AFEDCBA têm o mesmo custo. Ele gasta 1 min30s para examinar uma sequência e descartar sua simétrica, conforme apresentado.

O tempo mínimo necessário para João verificar todas as sequências possíveis no problema é de

a)

60 min.

b)

90 min.

c)

120 min.

d)

180 min.

e)

360 min.

Questão 08

 

Doze times se inscreveram em um torneio de futebol amador. O jogo de abertura do torneio foi escolhido da seguinte forma: primeiro foram sorteados 4 times para compor o Grupo A. Em seguida, entre os times do Grupo A, foram sorteados 2 times para realizar o jogo de abertura do torneio, sendo que o primeiro deles jogaria em seu próprio campo, e o segundo seria o time visitante.

A quantidade total de escolhas possíveis para o Grupo A e a quantidade total de escolhas dos times do jogo de abertura podem ser calculadas através de

a)

uma combinação e um arranjo, respectivamente.

 

b)

um arranjo e uma combinação, respectivamente.

c)

um arranjo e uma permutação, respectivamente.

d)

duas combinações.

e)

dois arranjos.

Questão 09

 

Estima-se que haja, no Acre,

209

espécies de mamíferos,

distribuídas conforme a tabela a seguir.

 

grupos taxonômicos

número de espécies

Artiodáctilos

 

4

Carnívoros

 

18

Cetáceos

 

2

Quirópteros

103

 

Lagomorfos

 

1

 

Marsupiais

 

16

 

Perissodáctilos

 

1

 

Primatas

 

20

 

Roedores

 

33

Sirênios

 

1

 

Edentados

 

10

 

Total

209

 

T & C Amazônia, ano 1, n.º 3, dez./2003.

 

Deseja-se realizar um estudo comparativo entre três dessas espécies de mamíferos - uma do grupo Cetáceos, outra do grupo Primatas e a terceira do grupo Roedores. O número de conjuntos distintos que podem ser formados com essas espécies para esse estudo é igual a

a)

1.320.

b)

2.090.

c)

5.845.

d)

6.600.

e)

7.245.

ANÁLISE COMBINATÓRIA

11

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Como João quer economizar, ele

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Questão 10

A escrita Braile para cegos é um sistema de símbolos no qual cada caractere é um conjunto de 6 pontos dispostos em forma retangular, dos quais pelo menos um se destaca em relação aos demais. Por exemplo, a letra A é representada por

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile
CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile
CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile
CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile
CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile
CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile

O número total de caracteres que podem ser representados no sistema Braile é

a)

12.

 

b)

31.

c)

36.

d)

63.

e)

720.

 

Questão 11

(FUVEST-SP) Quantos são os números inteiros positivos de 5 algarismos que não têm algarismos adjacentes iguais?

9

a)

5

b)

9.8

4

c)

8.9

4

d)

8

5

e)

9

5

 

Questão 12

(VUNESP) Se 5 moedas distinguíveis foram lançadas simultaneamente, o número de maneiras POSSÍVIES que ela podem cair é dado por

a)

5 2

 

b)

2.5

c)

2 5

d)

5!

e)

(2.5)!

 

Questão 13

(Unimontes-MG) Quantos dos anagramas da palavra PINGA começam com a letra G?

a)

120

 

b)

6

c)

5

d)

24

 
 

Questão 14

(UFMG) Considere formados e dispostos em ordem

crescente todos os números que se obtêm permutando os algarismos 1, 3, 5, 7 e 9. O número 75 391 ocupa, nessa posição, o lugar

a)

21º

 

b)

64º

c)

88º

d)

92º

e)

120º

ANÁLISE COMBINATÓRIA

12

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito Questão 10 A escrita Braile

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

ANÁLISE COMBINATÓRIA

13

Questão 15

(UFJF-MG) Newton possui 9 livros distintos, sendo 4 de Geometria, 2 de Álgebra e 3 de Análise. O número de maneiras pelas quais Newton pode arrumar esses livros em uma estante, de forma que os livros de mesmo assunto permaneçam juntos, é

a) 288 b) 296 c) 864 d) 1 728 Questão 16 (Unifor-CE) Quantos são os anagramas
a)
288
b)
296
c)
864
d)
1 728
Questão 16
(Unifor-CE) Quantos são os anagramas da palavra
VOLUME que começam por vogal e terminam por vogal?
a)
216
d) 72
b)
192
e) 24
c)
144
Questão 17
(PUC Minas) Sobre a reta r, tomam-se três pontos; sobre a
reta s, paralela à r, tomam-se cinco pontos. Nessas
condições, o número de triângulos distintos e com vértices
nesses pontos é
a)
45
b)
46
c)
47
d)
48
Questão 18
(PUC Minas) No interior de um terreno retangular, foram
fincadas nove estacas, conforme indicado na figura.
Pretende-se demarcar nesse terreno lotes triangulares de
modo que em cada vértice haja uma estaca. O número de
lotes distintos que é POSSÍVEL demarcar é
a)
42
b)
76
c)
84
d)
98
Questão 19
(Mackenzie-SP) Em uma sala de aula, há 25 alunos, quatro
deles considerados gênios. O número de grupos, com três
alunos, que pode ser formado, incluindo pelo menos um dos
gênios, é
a)
580
d) 1 050
b)
1 200
e) 780
c)
970
Questão 20
(UFOP-MG) De quantas maneiras podemos distribuir 10
alunos
em
2
salas
de
aula
com
7
e
3
lugares,
respectivamente?
a)
120
b)
240
c)
14 400
d)
86 400
e)
3 608 800
CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL – AULA 13 – Prof. Raul Brito ANÁLISE COMBINATÓRIA 13 Questão 15

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

ANÁLISE COMBINATÓRIA

14
14

GABARITO

Resposta da questão 1:

[A] 250; Arthur:   7 41    4  41 7  
[A]
250;
Arthur:
 
7
41

 
4
41 7
4
287
de 6 números. Assim temos:
 
6
 
8
8.7
12

 
10
12
10
de 6 números. Assim temos:
 
6
2!
Douglas:
Com
4
cartelas
de
9
números
 
9
9.8.7
9.8.7
4

4
4
4
3
4
7
336
 
6
3!
3.2
.
Eduardo:
Com
2
cartelas
de
10
números
10
10.9.8.7
10.9.8.7
2

2
2
2
10
3
7
420.
6
4!
4.3.2.1
Resposta: Caio e Eduardo
Resposta da questão 2:
[A]
cada
62  62  62  62  62  62
dígito
da
senha.
62
6
Logo,
pelo
Princípio
Analogamente, no sistema antigo existiam
os algarismos.
62
6
.
Em consequência, a razão pedida é
10
6
62
6
Resposta:
10
6
.
Resposta da questão 3:
[B]
3

12

Supondo que duas cartelas de um mesmo jogador não possuem

  • 6 dezenas iguais, segue-se que Arthur, Bruno, Caio,

Douglas e Eduardo possuem, respectivamente, as seguintes possibilidades de serem premiados:

Bruno: Com 41 cartelas de 7 números ele gastou R$ 492,00. Como são R$ 500,00, sobram R$ 8,00 que dão 4 cartelas

4

291

.

Caio: Com 12 cartelas de 8 números ele gastou R$ 480,00. Como são R$ 500,00, sobram R$ 20,00 que dão 10 cartelas

28

10

336

10

346;

ele

gastou

 

R$

500,00.

Assim

temos:

ele

gastou

 

R$

500,00.

Assim

temos:

Portanto, como o número de casos possíveis para o resultado do sorteio é o mesmo para todos, podemos concluir que Caio e Eduardo são os que têm as maiores probabilidades de serem premiados.

Sabendo que cada letra maiúscula difere da sua correspondente minúscula, há

da

226

10

62

possibilidades para

que

existem

Fundamental

Contagem,

segue-se

senhas possíveis de seis dígitos com algarismos e letras.

10 10 10 10 10 10

10

  • 6 senhas possíveis de seis dígitos apenas com

escolhas para a cor da pedra que ficará no vértice A (vermelho, azul ou verde). Além disso, podem ocorrer dois

casos

em

relação

às

 

pedras

 

que

ficarão

nos

vértices

B

e

D:

caso

(i):

as

cores

das pedras em

B

e

D

são

iguais, ou seja, fazendo

a

escolha, por exemplo, da pedra

B,

automaticamente

escolhemos

a

cor

da

pedra

D,

logo

temos

(A,B, C, D) (3, 2,1,1),

caso (ii): as cores das pedras em

B

e

D

são distintas.

 

Portanto, as configurações possíveis são:

(A,B, C, D) (3, 2,1,1),

e

(A,B, C, D) (3,1, 2,1)

o que corresponde a

 

3121 3211 12

joias distintas.

Resposta: 12 joias.

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Resposta da questão 4:

ANÁLISE COMBINATÓRIA

15

[C]

Cores primárias: 3.3 = 9 (vermelho, amarelo e azul) . (normal, clara e escura)

Cores secundárias: 3.3 = 9 (verde que é amarelo e azul, violeta que é azul e vermelho e laranja que é amarelo e vermelho) . (normal, clara e escura)

Preto e branco: 2.

Portanto, o total de cores será 9 + 9 + 2 = 20.

 

Resposta: 20 cores.

Resposta da questão 5:

 

[A]

Pelo PFC, existem

569 270

respostas possíveis. Portanto, o diretor sabe que algum aluno acertará a resposta

porque há 280 270 10 alunos a mais do que o número de respostas possíveis.

Resposta: 10 alunos a mais.

 

Resposta da questão 6:

[E]

Começando com 1: 4! = 24 (permutação dos algarismos 3, 5, 7, 9) Começando com 3: 4! = 24 (permutação dos algarismos 1, 5, 7, 9) Começando com 5: 4! = 24 (permutação dos algarismos 1, 3, 7, 9) Começando com 71: 3! = 6 (permutação dos algarismos 3, 5, 9) Começando com 73: 3! = 6 (permutação dos algarismos 1, 5, 9) Começando com 751: 2! = 2 (permutação dos algarismos 3, 9) Começando com 753: 2! = 2 (permutação dos algarismos 1, 9) O próximo será 75913

Logo temos um total de 24 + 24 + 24 + 6 + 6 + 2 + 2 + 1 = 89 (octogésima nona posição).

Resposta: 89.

Resposta da questão 7:

 

[B]

Para visitar as 5 cidades ele tem 5! = 120 sequências possíveis. Desconsiderando as simétricas, temos 60 sequências para visitar, logo o tempo necessário será de 1,5. 60 = 90 minutos.

Resposta: 90 minutos

Resposta da questão 8:

 

[A]

Para a escolha do grupo A, a ordem dos elementos não importa o que nos leva a pensar numa combinação. Mas no jogo de abertura existe o time que jogará em sua casa. Como a ordem importa, então temos um arranjo. Logo a alternativa A é a correta.

Resposta: Combinação e Arranjo.

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

ANÁLISE COMBINATÓRIA

16

Resposta da questão 9:

[A]

   2 1   

2

Primatas e

modos de escolher uma espécie do grupo Cetáceos,

  • 20

  • 1

20

  • 33

1

33

modos de escolher uma espécie do grupo Roedores.

Portanto, pelo

 

PFC,

podemos formar

22033 1320

conjuntos distintos.

Resposta: 1320 conjuntos distintos.

Resposta da questão 10:

[D]

modos de escolher uma espécie do grupo

Cada ponto pode ou não se destacar em relação aos demais, então temos duas opções para cada ponto. Logo, pelo

Princípio Fundamental da contagem, há

222222 64

conjuntos possíveis, sendo que em um deles nenhum dos

pontos se destaca, em relação aos demais. Portanto, o número total de caracteres que podem ser representados no

sistema Braile é:

64163.

Resposta: 63.

Questão 11:

Resolução: Vamos por as opções que temos:

Temos os seguintes algarismos: 0, 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9. Para o 1º algarismo, temos 9 opções, só não pode o zero, ou seja, só podem o 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9. Para o 2º algarismo, temos 9 opções, só não podemos escolher o algarismo já escolhido para o 1º. Para o 3º algarismo, temos 9 opções, só não podemos escolher o algarismo já escolhido para o 2º. Para o 4º algarismo, temos 9 opções, só não podemos escolher o algarismo já escolhido para o 3º. Para o 5º algarismo, temos 9 opções, só não podemos escolher o algarismo já escolhido para o 4º. Assim, montamos o seguinte esquema:

9 opções 9 opções 9 opções 9 opções9 opções  9 5 números 1ºalg 2ºalg 3ºalg
9 opções 9 opções 9 opções 9 opções9 opções  9
5
números
1ºalg
2ºalg
3ºalg
4ºalg
5ºalg

Resposta: Alternativa E

Questão 12:

Resolução: Vamos por as opções que temos:

Temos os seguintes opções: Cara ou Coroa. Para o 1º lançamento, temos 2 opções: Cara ou Coroa. Para o 2º lançamento, temos 2 opções: Cara ou Coroa. Para o 3º lançamento, temos 2 opções: Cara ou Coroa. Para o 4º lançamento, temos 2 opções: Cara ou Coroa. Para o 5º lançamento, temos 2 opções: Cara ou Coroa. Assim, montamos o seguinte esquema:

2 opções 2 opções 2 opções 2 opções 2 opções  2 5 maneiras 1ºlanç 2ºlanç
2 opções 2 opções 2 opções 2 opções 2 opções  2
5
maneiras
1ºlanç
2ºlanç
3ºlanç
4ºlanç
5ºlanç

Resposta: Alternativa C

Questão 13:

Resolução: Como ele quer que os anagramas comecem com a letra G, só temos 1 opção: a letra G! As outras letras podem permutar, então temos:

G

P

I NA

1P

4

  • 1 opção podem permutar

4! 4.3.2.124 anagramas

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

Questão 14:

ANÁLISE COMBINATÓRIA

17

1ª Resolução: Vamos escrever os números começados com os algarismos 1, 3 e 5.

3 opções  4 opções 3 opções 2 opções 1 opção  3  24 
3 opções  4 opções 3 opções 2 opções 1 opção  3  24  72 números
1ºalg
2ºalg
3ºalg
4ºalg
5ºalg

Agora vamos escrever os número começados com 7 e algarismos menores que 5.

7

1ºalg

 2 opções 3 opções  2 opções 1 opção  2  6  12
 2 opções 3 opções  2 opções 1 opção  2  6  12 números
2ºalg
3ºalg
4ºalg
5ºalg

Agora vamos escrever os números começados com 75. Como são poucos casos, fazermos cada um, pondo em ordem crescente:

75139

75193

75319

75391 (que é o número que procuramos)

Logo, temos que a ocupação dele é 72 + 12 + 4 = 88, ou seja, 88ª posição.

2ª Resolução:

O total de números que podemos formar é a permutação de 5 algarismos: 1, 3, 5, 7 e 9. Logo temos

5!  54321 120 números . Note que iniciando com 9, temos : 9 4 opções
5!  54321 120 números
.
Note que iniciando com 9, temos :
9
4 opções 3 opções  2 opções 1 opção  24 números
1ºalg
2ºalg
3ºalg
4ºalg
5ºalg
Iniciando com 79, temos: 7 9 3 opções  2 opções 1 opção  6 números
Iniciando com 79, temos:
7
9
3 opções  2 opções 1 opção  6 números
1ºalg2ºalg
3ºalg
4ºalg
5ºalg

E começando com 75, temos as opções:

75139

75193

75319

75391 (que é o número que procuramos)

75913

75931

Logo, temos que a ocupação dele é 120 24 6 2 = 88, ou seja, 88ª posição.

Resposta: Alternativa C

Questão 15:

Resolução: Temos 4 livros de Geometria, 2 de Álgebra e 3 de Análise, como ele quer que livros do mesmo assunto juntos, podemos montar o seguinte esquema:

Geometria  Álgebra Análise  P 3 1ºopção 2ºopção podem permutar 3ºopção
Geometria  Álgebra Análise  P
3
1ºopção 2ºopção
podem permutar
3ºopção

Porém, podemos permutar os livros de cada assunto, logo temos:

podem permutar podem permutar podem permutar Geometria  Álgebra  Análise  P  3 1ºopção
podem permutar
podem permutar
podem permutar
Geometria
Álgebra
Análise
 P 
3
1ºopção
3ºopção
2ºopção
podem permutar

geometria álgebra análise

P 4
P
4

P 2
P
2

P 3
P
3

3!4!2!3! 6 24 26 1728

Resposta: Alternativa D

Questão 16:

Resolução: Vemos que a palavra VOLUME, tem 6 letras, então podemos montar o seguinte esquema:

3 opções  V L M vogal que sobrar  2 opções vogais O,U,E restam 4
3 opções
V L M vogal que sobrar
2 opções
vogais O,U,E restam 4 letras que podem permutar não pode a primeira vogal

3 P

4

2 6 24 144

Resposta: Alternativa C

Questão 17:

Resolução: Para formarmos triângulos, temos que ter três pontos, então temos 2 casos:

Caso 1: 1 ponto da reta r e 2 pontos da reta s.

CURSO DE MATEMÁTICA ANUAL AULA 13 Prof. Raul Brito

C

3,1

C

5,2

3!

5!

3.2! 5.4.3!

1! 3

1

!

2! 5

2 ! 
2 !

2!

2!.3!

3

10

30

Caso 2: 2 pontos da reta r e 1 ponto da reta s.

C

3,2

C

5,1

3!

5!

3.2!

5.4!

2! 3

2 !

1! 5

1

!

2!.1!

4!

3

5

15

ANÁLISE COMBINATÓRIA

18

Assim, temos 30 escolhas para o primeiro caso e 15 escolhas no segundo caso, portanto temos 45 escolhas no total.

Resposta: Alternativa A

Questão 18:

Resolução: O número de triângulos que podemos formar é:

3 4 9! 9.8.7.6! C    9 . 8 .7 3.2 .1  12
3
4
9!
9.8.7.6!
C
9 . 8 .7
3.2 .1
12
7
84
9,3
3! 9
3 !
3!.6!

Porém, 3 pontos alinhados não formam triângulo, assim, temos que tirar as opções cujos pontos são alinhados, os quais

são: (1,2,3); (2,6,9); (3,5,7); (7,8,9) e como os 4 pontos (1,4,5,8) estão alinhados, temos

C

4!

 

4.3!

4

4,3

3!

4

3 !

3!

,

assim, temos 8 “triângulos” que não podem ser formados, logo a quantidade de triângulos vale: 84 8 = 76.

Resposta: Alternativa B

Questão 19:

Resolução: Podemos formar grupos com 1 gênio, grupos com 2 gênios e grupo com 3 gênios, então temos:

Caso 1: Grupos com 1 gênio:

C

4,1

escolha

C

21,2

escolha do

10 4! 21! 4.3! 21. 20 .19!     4  210  840
10
4!
21!
4.3!
21. 20 .19!
 4  210  840
1!
4
1
!
2! 21
2 !
3!
2!.19!

do gênio não gênio

Caso 2: Grupos com 2 gênios:

C

4,2

escolha dos

C

21,1

escolha do

2 4! 21! 4 .3.2! 21.20!    2!  4  2 ! 
2
4!
21!
4 .3.2!
21.20!
2!
4
2 !
1! 21
1
!
2!.2!
20!

gênios

não gênio

6 21126

Caso 3: Grupos com 3 gênios:

C

4,3

escolha gênios dos

4!

 

4.3!

4

 

3!

4

3 !

3!

Assim temos: 840 escolhas para o caso 1, 126 escolhas para o caso 2 e 4 escolhas para o caso 3, portanto temos um total de 840 + 126 + 4 = 970 grupos.

Resposta: Alternativa C

Questão 20:

Resolução: Como ele disse respectivamente, temos que escolher os 7 primeiros, depois os outros 3, então, temos:

C

10,7

escolha da

1ª sala

C

3,3

escolha da

2ª sala

3 4 10! 3! 10.9.8.7! 3!      120  7! 10 
3
4
10!
3!
10.9.8.7!
3!
120
7! 10
7 !
3! 3
3 !
3!.7!
3!
10. 9 . 8 .
3.2 .1

1

120

Resposta: Alternativa A