Você está na página 1de 2
TERMODINÂMICA (1ª LEI) Prof: EVERTON LIMA Frente: 03 Aula: 21 - 22
TERMODINÂMICA (1ª LEI)
Prof: EVERTON LIMA
Frente: 03
Aula: 21 - 22

1. TRABALHO DE UM GÁS

Suponhamos

um

um

dotado

deslocamento X.

de

pistão

A

força

temperatura, mesmo havendo variação na pressão e no volume, a energia interna permanece constante.

3. 1ª LEI DA TERMODINÂMICA

Se um gás encerrado num cilindro recebe uma certa quantidade de calor, usando parte para aumentar sua energia interna e parte para empurrar o pistão, teremos que:

interna e parte para empurrar o pistão, teremos que: 4. TRANSFORMAÇÕES GASOSAS gás encerrado de área

4. TRANSFORMAÇÕES GASOSAS

o pistão, teremos que: 4. TRANSFORMAÇÕES GASOSAS gás encerrado de área gás, num A , cilindro
o pistão, teremos que: 4. TRANSFORMAÇÕES GASOSAS gás encerrado de área gás, num A , cilindro
o pistão, teremos que: 4. TRANSFORMAÇÕES GASOSAS gás encerrado de área gás, num A , cilindro

gás

encerrado

de

área

gás,

num

A,

cilindro

sofre

móvel,

pelo

que

aplicada

perpendicular

ao

cilindro, é:

móvel, pelo que aplicada perpendicular ao cilindro, é: Como a área do cilindro vezes o deslocamento

Como a área do cilindro vezes o deslocamento do mesmo é igual a variação de volume V sofrida pelo gás resulta:

a variação de volume ∆ V sofrida pelo gás resulta: Esta expressão permite determinar o trabalho

Esta expressão permite determinar o trabalho

realizado pelo gás numa transformação isobárica de pressão p constante e variação de volume V.

O trabalho pode também ser calculado através do

diagrama "p x V" .A área hachurada corresponde a p.V, que é o trabalho.

área hachurada corresponde a p. ∆ V , que é o trabalho. O trabalho é numericamente

O trabalho é numericamente igual a área.

2. ENERGIA INTERNA

Um sistema tem energia quando as forças que ele aplica podem realizar trabalho. Ora, se um gás pode empurrar um pistão, tal como acontece no motor de um automóvel, e tornar disponível energia mecânica, então ele possui energia. Em nosso estudo, vamos considerar como gás ideal. Assim, denominamos energia interna (U), associada a um gás ideal monoatômico, ao somatório das energias cinéticas de translação de cada uma das partículas que compõem o gás.

A energia interna é proporcional à temperatura

absoluta do gás. Portanto, não havendo variação de

proporcional à temperatura absoluta do gás. Portanto, não havendo variação de Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Fale conosco www.portalimpacto.com.br

EXERCÍCIOS 01. (UFPB 2006) Um gás ideal é submetido a três transformações consecutivas, em que
EXERCÍCIOS
EXERCÍCIOS

01. (UFPB 2006) Um gás ideal é submetido a três

transformações consecutivas, em que A - B é isobárica, B

C é isotérmica e C - A é adiabática, como mostra o diagrama p - V a seguir.

-

A é adiabática, como mostra o diagrama p - V a seguir. - Em relação a

Em relação a essas transformações, identifique com V a(s) afirmativa(s) verdadeira(s) e com F, a(s) falsa(s).

(

) Em A - B, a energia interna do gás diminui.

(

) Em B - C, o gás recebe calor.

(

) Em C - A, não há variação da energia interna do gás.

A

seqüência correta é:

a) VVF

b) VFV

c) FVF

d) VVV

e) FFF

02. (Ufscar 2005) Mantendo uma estreita abertura em sua

boca, assopre com vigor sua mão agora! Viu? Você produziu uma transformação adiabática! Nela, o ar que você expeliu sofreu uma violenta expansão, durante a qual

a) o trabalho realizado correspondeu à diminuição da

energia interna desse ar, por não ocorrer troca de calor

com o meio externo.

b) o trabalho realizado correspondeu ao aumento da

energia interna desse ar, por não ocorrer troca de calor

com o meio externo.

c) o trabalho realizado correspondeu ao aumento da

quantidade de calor trocado por esse ar com o meio, por

não ocorrer variação da sua energia interna.

d) não houve realização de trabalho, uma vez que o ar não

absorveu calor do meio e não sofreu variação de energia

interna.

e) não houve realização de trabalho, uma vez que o ar não

cedeu calor para o meio e não sofreu variação de energia interna.

03.

(PUC-RS

gás,

2005)

cujo

variação de energia interna. 03. (PUC-RS gás, 2005) cujo Considere a figura a seguir, que representa

Considere a figura a seguir, que representa as variações da pressão de

um

comportamento é descrito pela equação de estado do gás ideal, em função do seu volume. O gás passa sucessivamente pelos estados (1), (2) e (3), retornando ao estado (1). Considerando que

entre os estados (1) e (2) a transformação é adiabática, ocorre troca de calor com o ambiente

a) somente entre (1) e (2).

b) somente entre (2) e (3).

c) somente entre (3) e (1).

d) entre (1) e (2) e entre (2) e (3).

e) entre (2) e (3) e entre (3) e (1).

04. (PUC-SP 2004) Uma amostra de gás ideal sofre o processo termodinâmico cíclico representado no gráfico a seguir.

termodinâmico cíclico representado no gráfico a seguir. Ao completar um ciclo, o trabalho, em joules, realizado

Ao completar um ciclo, o trabalho, em joules, realizado pela força que o gás exerce nas paredes do recipiente é

a) + 6

b) + 4

c) + 2

d) - 4

e) - 6

05.

cujas

transformações I, II e III são mostradas no diagrama P × V a seguir.

(UERJ

2004)

Considere

um

gás

ideal,

P × V a seguir. (UERJ 2004) Considere um gás ideal, Essas transformações, I a III,

Essas transformações, I a III, são denominadas, respectivamente, de:

a) adiabática, isobárica, isométrica

b) isométrica, isotérmica, isobárica

c) isobárica, isométrica, adiabática

d) isométrica, adiabática, isotérmica

06. (UFRJ 2004) Um gás ideal sofre as transformações AB, BC, CD e DA, de acordo com o gráfico a seguir.

AB, BC, CD e DA, de acordo com o gráfico a seguir. Através da análise do

Através da análise do gráfico, assinale adiante a alternativa correta.

a) Na transformação CD, o trabalho é negativo.

b) A transformação AB é isotérmica.

c) Na transformação BC, o trabalho é negativo.

d) A transformação DA é isotérmica.

e) Ao completar o ciclo, a energia interna aumenta.