Você está na página 1de 17

DIOGRANDE

DIÁRIO OFICIAL DE CAMPO GRANDE-MS

 

Registro n. 26.965, Livro A-48, Protocolo n. 244.286, Livro A-10 4 º Registro Notarial e Registral de Títulos e Documentos da Comarca de Campo Grande - Estado de Mato Grosso do Sul

ANO XX n. 4.916 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

17 páginas

PARTE I

PODER

EXECUTIVO

DESPACHOS

DESPACHO DO EXMO. SR. PREFEITO

PODER EXECUTIVO DESPACHOS DESPACHO DO EXMO. SR. PREFEITO Conforme os parâmetros legais pertinentes, em 14.06.2017,

Conforme os parâmetros legais pertinentes, em 14.06.2017, foi Ratificada por dispensa de licitação, consubstanciada pelo Inciso “I” alínea “d” concomitante com §3º, Inciso I, ambos do artigo 17 da Lei Federal nº 8.666/93 e, com fundamento no artigo 26 e legislação complementar, processo n. 43.949/2003-75, em favor de JUAREZ SANTIAGO CARDOZO DE QUEIROZ.

MARCOS MARCELLO TRAD Prefeito Municipal

DESPACHO DO EXMO. SR. PREFEITO

Conforme os parâmetros legais pertinentes, em 19.06.2017, foi Ratificada por dispensa de licitação, consubstanciada pelo art. 24, inciso II, da Lei Federal n. 8666/93 e, com fundamento no artigo 26 e legislação complementar, a despesa do processo n. 28.219/2017-12, PPS n. 560 e 561/2017 – SEMED, em favor de KAPITAL PNEUS EIRELI ME.

MARCOS MARCELLO TRAD Prefeito Municipal

DESPACHO DA DIRETORA-PRESIDENTE

Conforme os parâmetros legais pertinentes, em 19.06.2017, foi Ratificada por inexigibilidade de licitação, consubstanciada pelo art. 25, inciso I, da Lei Federal n. 8666/93 e, com fundamento no artigo 26 e legislação complementar, a despesa do processo n. 30.811/2016-30, PPS n. 245/2017 – SESAU, em favor da RESPIRARE COMÉRCIO DE EQUIPAMENTOS RESPIRATÓROS LTDA ME.

MARCOS MARCELLO TRAD Prefeito Municipal

SECRETARIAS

ME. MARCOS MARCELLO TRAD Prefeito Municipal SECRETARIAS PROCURADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO ERRATA ao Extrato do

PROCURADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO

ERRATA ao Extrato do Contrato n. 81-A, celebrado em 15 de setembro de 2017, publicado no DIOGRANDE n. 4737, de 2 de dezembro de 2016.

ONDE SE LÊ: “Ivandro Corrêa Fonseca”.

LEIA-SE: “Victor Rocha Pires de Oliveira”

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO CONTRATO n. 26-A, CELEBRADO EM 28 DE ABRIL DE 2017. PARTES: Município de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Educação e a Empresa Pacotão Comércio de Produtos de Higiene e Limpeza Ltda - ME. FUNDAMENTO LEGAL: Lei n. 8.666, de 21/6/93, Lei Federal n. 11.947, de 16/6/2009, Resolução/CD/FNDE n. 26/2013 e pelo Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preço n. 11/2016, pela Resolução CD/FNDE n. 26, de 17/6/2013, pela Lei n. 10.520 de 17/7/2002, Lei Complementar n. 123 de 14/12/2006, Lei Federal 4.320 de 17/3/1964 e Processo Administrativo n. 3672/2016-62, volume 37. OBJETO: Aquisição de hortifrutigranjeiros de acordo com o Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preços 11/2016. VALOR TOTAL: R$ 708.719,83 (setecentos e oito mil, setecentos e dezenove reais e oitenta e três centavos). PRAZO: 3 (três) meses, contados da data de sua assinatura. DOTAÇÃO: Órgão: Prefeitura Municipal de Campo Grande/PMCG/MS; Unidade 0909F:

Secretaria Municipal de Educação/SEMED/MS; Programa de Trabalho: 0208 12 306 280

2481; Fonte de Recurso: 03 - Recursos de Convênios; Programa de trabalho: 0101 12 306

280 2481; Fonte de Recurso 01 - Recursos do Tesouro; Elemento: 33903007 - Gêneros de

Alimentação. ASSINATURAS: Ilza Mateus de Souza e Eliane Vedovati.

CAMPO GRANDE-MS, 28 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO CONTRATO n. 26-B, CELEBRADO EM 28 DE ABRIL DE 2017. PARTES: Município de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Educação e a Empresa Gleicieli Maria dos Santos Marçal - ME. FUNDAMENTO LEGAL: Lei n. 8.666, de 21/6/93, Lei Federal n. 11.947, de 16/6/2009, Resolução/CD/FNDE n. 26/2013 e pelo Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preço n. 11/2016, pela Resolução CD/FNDE n. 26, de 17/6/2013, pela Lei n. 10.520 de 17/7/2002, Lei Complementar n. 123 de 14/12/2006, Lei Federal 4.320 de 17/3/1964 e Processo Administrativo n. 3672/2016-62, volume 39. OBJETO: Aquisição de hortifrutigranjeiros de acordo com o Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preços 11/2016. VALOR TOTAL: R$ 448.131,20 (quatrocentos e quarenta e oito mil cento e trinta e um reais e vinte centavos). PRAZO: 3 (três) meses, contados da data de sua assinatura. DOTAÇÃO: Órgão: Prefeitura Municipal de Campo Grande/PMCG/MS; Unidade 0909F:

Secretaria Municipal de Educação/SEMED/MS; Programa de Trabalho: 0208 12 306 280 2481; Fonte de Recurso: 03 - Recursos de Convênios; Programa de trabalho: 0101 12 306

280 2481; Fonte de Recurso 01 - Recursos do Tesouro; Elemento: 33903007 - Gêneros de

Alimentação. ASSINATURAS: Ilza Mateus de Souza e Gleicieli Maria dos Santos Marçal.

CAMPO GRANDE-MS, 28 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO CONTRATO n. 26-C, CELEBRADO EM 28 DE ABRIL DE 2017. PARTES: Municipio de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Educação e a Empresa Whitsell e Fabricio Ltda - ME. FUNDAMENTO LEGAL: Lei n. 8.666, de 21/6/93, Lei Federal n. 11.947, de 16/6/2009, Resolução/CD/FNDE n. 26/2013 e pelo Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de

PREFEITO

Marcos

Marcello Trad

Vice-Prefeita

Adriane

Barbosa Nogueira Lopes

Procurador-Geral do Município Chefe de Gabinete do Prefeito Secretário Munic. de Governo e Relações Institucionais

Alexandre

Ávalo Santana

Alex

de Oliveira Gonçalves

Antônio

Cézar Lacerda Alves

Secretário Munic. da Controladoria-Geral de Fiscalização e Transparência

Evandro

Ferreira de Viana Bandeira

Secretário Especial de Segurança e Defesa Social

Valério

Azambuja

Secretário Munic. de Finanças e Planejamento

Pedro

Pedrossian Neto

Secretária Munic. de Gestão

Maria

das Graças Macedo

Secretário Munic. de Infraestrutura e Serviços Públicos Secretário Munic. de Meio Ambiente e Gestão Urbana

José

Rudi Fiorese Marcos da Fonseca

Secretário Munic. de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia

Secretária Munic. de Educação Secretário Munic. de Saúde Secretária Munic. de Assistência Social

Maria

Luiz

Fernando Buainain

Mateus de Souza

Luiz Brandão Vilela

Ilza

Marcelo

Angélica Fontanari de Carvalho e Silva

Secretária Munic.de Cultura e Turismo

Nilde

Clara de Souza Benites Brun

Subsecretário de Defesa dos Direitos Humanos

Ademar

Vieira Junior

Subprefeito da Subprefeitura de Anhanduí

Ernesto

Francisco dos Santos

Subprefeito da Subprefeitura de Rochedinho

Silvio

Alexandre Ferreira

Subsecretária de Políticas para a Mulher

Carla

Charbel Stephanini

Subsecretário de Políticas para a Juventude

Maicon

Cleython Rodrigues Nogueira

Subsecretário de Proteção e Defesa do Consumidor

Diretor-Presidente do Instituto Munic. de Previdência de Campo Grande

Valdir

Custodio da Silva

Lauro Sérgio Davi José de Carvalho Netto

Diretor-Presidente da Agência Munic. de Habitação

Diretora-Presidente da Agênci a Munic. de Meio Ambiente e Planejamento Urbano

Eneas

Berenice

Maria Jacob Domingues

Diretor-Presidente da Agência Munic. de Regulação de Serviços Públicos Vinícius Leite Campos Diretor-Presidente da Agência Munic. de Transporte e Trânsito

de Lima Bruno

Diretor-Presidente da Agência Munic. de Tecnologia da Informação e Inovação

Fernando Garcia Cardoso

Diretor-Presidente da Fundação Munic de Esportes

Diretor-Presidente da Fundação Social do Trabalho de Campo Grande

Freitas Franco

Janine

Rodrigo

Cleiton

Paulo

Barbosa Terra

PÁGINA 2 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

Preço n. 11/2016, pela Resolução CD/FNDE n. 26, de 17/6/2013, pela Lei n. 10.520 de 17/7/2002, Lei Complementar n. 123 de 14/12/2006, Lei Federal 4.320 de 17/3/1964 e Processo Administrativo n. 3672/2016-62, volume 41. OBJETO: Aquisição de hortifrutigranjeiros de acordo com o Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preços 11/2016. VALOR TOTAL: R$ 206.926,51 (duzentos e seis mil, novecentos e vinte e seis reais e cinquenta e um centavos). PRAZO: 3 (três) meses, contados da data de sua assinatura. DOTAÇÃO: Órgão: Prefeitura Municipal de Campo Grande/PMCG/MS; Unidade 0909F:

Secretaria Municipal de Educação/SEMED/MS; Programa de Trabalho: 0208 12 306 0280 2481; Elemento: 33903063 - Hortifrutigranjeiros; Fonte de Recurso: 208 - Recursos de Convênio. ASSINATURAS: Ilza Mateus de Souza e Geni Fabrício Ajala.

CAMPO GRANDE-MS, 28 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO CONTRATO n. 26-D, CELEBRADO EM 28 DE ABRIL DE 2017. PARTES: Municipio de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Educação e a Empresa Cardoso Conveniências Ltda - ME. FUNDAMENTO LEGAL: Lei n. 8.666, de 21/6/93, Lei Federal n. 11.947, de 16/6/2009, Resolução/CD/FNDE n. 26/2013 e pelo Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preço n. 11/2016, pela Resolução CD/FNDE n. 26, de 17/6/2013, pela Lei n. 10.520 de 17/7/2002, Lei Complementar n. 123 de 14/12/2006, Lei Federal 4.320 de 17/3/1964 e Processo Administrativo n. 3672/2016-62, volume 43. OBJETO: Aquisição de hortifrutigranjeiros de acordo com o Pregão Presencial n. 04/2016, Ata de Registro de Preços 11/2016. VALOR TOTAL: R$ 243.466,39 (duzentos e quarenta e três mil quatrocentos e sessenta e seis reais e trinta e nove centavos). PRAZO: 3 (três) meses, contados da data de sua assinatura. DOTAÇÕES: Órgão: Prefeitura Municipal de Campo Grande/PMCG/MS; Unidade 0909F: Secretaria Municipal de Educação/SEMED/MS; Programa de Trabalho: 0208 12 30602802481; Elemento:

33903063 - Hortifrutigranjeiros; Fonte de Recurso: 03 - Recursos de Convênios; Programa de trabalho: 0101 12 3060280 2481; Elemento: 33903063 - Hortifrutigranjeiros; Fonte de Recurso:

01 - Recursos do tesouro. ASSINATURAS: Ilza Mateus de Souza e Marcos Aparecido Dias Cardoso.

CAMPO GRANDE-MS, 28 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO OITAVO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 3 DE ABRIL DE 2017, AO CONTRATO n. 220, DE 17/5/2011. PARTES: Município de Campo Grande - MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Empresa Mineração Campo Grande Ltda. FUNDAMENTO LEGAL: Artigo 65, inciso I, alínea “b” e seu §1º, da Lei Federal n. 8.666, de 21/6/1993, atualizada pela Lei Federal n. 9.648, de 27/5/1998, na Justificativa, no Cronograma físico-financeiro e na Planilha de Aditivo, anexos nos autos do Processo n. 16419/2011-19, volume 6. OBJETO: Alteração do valor do Contrato n. 220, de 17/5/2011. ACRÉSCIMO: Fica acrescida ao valor inicial do Contrato n. 220/2011, a quantia de R$ 859.295,15 passando de R$ 3.437.680,60 para R$ 4.296.975,75, em decorrência do acréscimo de quantitativos. RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais Cláusulas e condições do Contrato n. 220/2011 e de seus Termos Aditivos, desde que não conflitem com o presente instrumento. ASSINATURAS: Rudi Fiorese e Michel Issa Filho.

CAMPO GRANDE-MS, 3 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO TERCEIRO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 28 DE ABRIL DE 2017, AO CONTRATO n. 244, DE 9/12/2014. PARTES: Município de Campo Grande - MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Saúde/Fundo Municipal de Saúde, e a Clínica de Urologia São Lucas S/S. FUNDAMENTO LEGAL: Art. 57, inciso II, da Lei Federal n. 8.666/1993, na Cláusula

Diário Oficial de Campo Grande - DIOGRANDE Estado de Mato Grosso do Sul

Prefeitura Municipal de Campo Grande - Secretaria Municipal de Gestão Av. Afonso Pena, 3.297 - Centro Fone/Fax (067) 3314-9869 CEP 79002-942- Campo Grande-MS

www.capital.ms.gov.br/DIOGRANDE - diogrande.pmcg@gmail.com

Publicação de Matéria por centímetro linear de coluna R$ 4,97

SUMÁRIO

DESPACHOS

SECRETARIAS

ATOS DE PESSOAL

ATOS DE LICITAÇÃO

ÓRGÃOS COLEGIADOS

PODER LEGISLATIVO

PUBLICAÇÕES A PEDIDO

01

01

09

12

13

15

16

Décima Primeira do Contrato n. 244/2014, na justificativa anexa ao Processo Administrativo n. 38734/2014-12, e nas disposições legais e regulamentares aplicáveis

a espécie.

OBJETO: Prorrogação do prazo de Vigência do Contrato n. 244/2014. VIGÊNCIA: Fica prorrogado o prazo de vigência do Contrato n. 244/2014, passando a ser contado de 10/5/2017 a 30/6/2017. RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais Cláusulas e condições do Contrato n. 244/2014 e de seus termos aditivos, desde que não conflitem com o presente instrumento. ASSINATURAS: Marcelo Luiz Brandão Vilela e Régis Alexander Macerou.

CAMPO GRANDE-MS, 28 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO SEGUNDO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 15 DE MAIO DE 2017, AO CONVÊNIO n. 179, DE 29/6/2016. PARTES: Município de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal

de Assistência Social - SAS, com recursos do Fundo Municipal de Assistência Social

- FMAS e a Associação dos Ostomizados do Estado de Mato Grosso do Sul - AOMS.

FUNDAMENTO LEGAL: Lei Federal n. 8.666, de 21/6/1993, da Lei Municipal n. 3.452, de 11/5/1998, Decreto n. 7.761, de 30/12/1998, Critérios de cofinanciamento - 2017 da

Rede Socioassistencial do Município de Campo Grande - MS, Deliberação n. 003/2017 CMAS, publicada no DIOGRANDE n. 4.824, de 6/3/2017, Deliberação n. 05/2017, publicada no DIOGRANDE n. 4.825, de 6/3/2017 e Processo Administrativo n. 31816/2016-99. OBJETO: Acréscimo no valor do Convênio n. 179/2016, devido ao cofinanciamento exercício 2017, conforme plano de trabalho. VALOR: Fica acrescido o valor de R$ 25.200,00 a ser pago em 9 (nove) parcelas, sendo

a primeira no valor de R$ 8.400,00 e as demais no valor de R$ 2.100,00, ao Convênio

n. 179/2016. DOTAÇÃO: 0220 08 244 0294 4373 U.G. 1630S Elemento de Despesa 3350 4300. RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais Cláusulas e condições do Convênio n. 179/2016, desde que não conflitem com o presente instrumento. ASSINATURAS: Maria Angélica Fontanari de Carvalho e Silva e Lana Maria Flores da Costa.

CAMPO GRANDE-MS, 15 DE MAIO DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO NONO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 30 DE MAIO DE 2017, AO CONTRATO n. 57, DE 5/3/2012. PARTES: Município de Campo Grande - MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Empresa Gradual Engenharia e Consultoria Ltda. FUNDAMENTO LEGAL: Art. 65, inciso I, alínea “a” da Lei Federal n. 8.666, de 21/6/93,

atualizada pela Lei Federal n. 9.648, de 27/5/98, na Justificativa e na planilha de aditivos, anexos nos autos do Processo n. 1780/2012-31, volume 06. OBJETO: Readequação dos quantitativos, sem alteração do valor avençado inicialmente do Contrato n. 57/2012. READEQUAÇÃO: Ficam readequados os quantitativos anteriormente estabelecidos para execução do ajuste em epígrafe, consoante a planilha de readequação física, integrante do presente instrumento, permanecendo o valor contratual inalterado em R$ 4.959.257,80. (quatro milhões, novecentos e cinqüenta e nove mil, duzentos e cinqüenta e sete reais

e oitenta centavos)

RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais cláusulas e condições do Contrato n. 57/2012 e de seus Termos Aditivos, desde que não conflitem com o presente instrumento. ASSINATURAS: Rudi Fiorese e Caio Vinicius Trindade.

CAMPO GRANDE-MS, 30 DE MAIO DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO SÉTIMO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 18 DE ABRIL DE 2017, AO CONTRATO n. 202, DE 5/7/2012. PARTES: Município de Campo Grande - MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Empresa EBR Engenharia Ltda. FUNDAMENTO LEGAL: Art. 65, inciso I, alínea “b” e seu § 1º da Lei Federal n. 8.666, de 21/6/93, atualizada pela Lei Federal n. 9.648, de 27/5/98, na Justificativa e no cronograma físico-financeiro, na Planilha de Aditivo e anexos

nos autos do Processo n. 37684/2012-49, volume 06. OBJETO: Alteração do valor do Contrato n. 202/2012. ACRÉSCIMO: Fica acrescida ao valor inicial do Contrato n. 202/2012, a quantia de R$ 586.315,00, passando de R$ 2.345.260,00, para R$ 2.931.575,00, em decorrência do acréscimo de quantitativos. RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais cláusulas e condições do Contrato n. 202/2012

e de seus Termos Aditivos, desde que não conflitem com o presente instrumento. ASSINATURAS: Rudi Fiorese e Alberto Jintei Uezato.

CAMPO GRANDE-MS, 18 DE ABRIL DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

EXTRATO DO SÉTIMO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 28 DE MARÇO DE 2017, AO CONTRATO n. 246, DE 17/8/2012. PARTES: Município de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Empresa Bodoquena Engenharia Comércio Ltda. FUNDAMENTO LEGAL: Artigo 57, inciso II, da Lei Federal n. 8.666/1993, atualizada pela Lei n. 9.648/1998 e na Justificativa, no cronograma físico-financeiro e na Planilha de Aditivo, anexos nos autos do Processo n. 36605/2012-37, volume 5. OBJETO: Prorrogação do prazo de vigência do Contrato n. 246/2012. PRAZO: 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias, contados de 30/3/2017 a 29/3/2018. RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais Cláusulas e condições do Contrato n. 246/2012

e de seus Termo Aditivos, desde que não conflitem com o presente instrumento. ASSINATURAS: Rudi Fiorese e Luiz José Battaglin Brum.

CAMPO GRANDE-MS, 28 DE MARÇO DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

PÁGINA 3 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

EXTRATO DO SEGUNDO TERMO ADITIVO, CELEBRADO EM 26 DE MAIO DE 2017, AO CONTRATO n. 233-A, DE 8/6/2015. PARTES: Município de Campo Grande-MS, com interveniência da Secretaria Municipal

de Infraestrutura e Serviços Públicos e a Empresa Maior Alimentos EIRELI - EPP.

(biologicamente) o treinamento físico a que será submetido no desenvolvimento de suas atividades.

6.4.

em convocação, estará automaticamente eliminado da Seleção Interna.

O Guarda Civil Municipal que não comparecer no dia, local e horário determinados

FUNDAMENTO LEGAL: Artigo 57, inciso II, da Lei Federal n. 8.666/1993, atualizada pela

6.5.

O

Exame de Aptidão Física será composto de Teste de Aptidão Física (TAF), e será

Lei n. 9.648/1998 e na Justificativa, anexa ao Processo Administrativo n. 17890/2015-

composto pelas seguintes modalidades, para ambos os sexos:

21, volume 3.

a)

Corrida de 12 minutos;

OBJETO: Prorrogação do período de vigência do Contrato n. 223-A/2015.

b)

Abdominal “Carl-Up”;

PRAZO: Fica prorrogado por mais 12 (doze) meses, contados de 8/6/2017 a 8/6/2018.

c)

Flexão e Extensão de Membros Superiores.

RATIFICAÇÃO: Ratificam-se as demais Cláusulas e condições do Contrato n. 223-A/2015,

6.6.

A execução e a pontuação encontram-se em Anexo II e III desta referida seleção.

desde que não conflitem com o presente instrumento.

6.7.

A Divisão de Curso e Capacitação Profissional ficará incumbida receber o atestando

ASSINATURAS: Rudi Fiorese e Fabio Rosado Miron.

médico e de aplicar e avaliar o Exame de aptidão Física.

CAMPO GRANDE-MS, 24 DE FEVEREIRO DE 2017.

MARCOS GUIMARÃES DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa

DE CAMPOS Superintendente de Técnica Legislativa SECRETARIA ESPECIAL DE SEGURANÇA E DEFESA SOCIAL EDITAL DE

SECRETARIA ESPECIAL DE SEGURANÇA E DEFESA SOCIAL

EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA 004/2017 - SESDE

1. JUSTIFICATIVA:

O SECRETÁRIO ESPECIAL DE SEGURANÇA E DEFESA SOCIAL, no uso de suas

atribuições legais, que lhe confere o artigo 67, inciso II, da Lei n. 5.793, de 03 de janeiro

de

2017, a Lei nº 4.520, de 19 de setembro de 2007, a Lei Complementar nº 190, de 22

de

dezembro de 2011, bem como a Lei nº 13.022, de 08 de agosto de 2014, objetivando

dar publicidade ao processo de seleção interna desta Secretaria, torna público e de conhecimento dos Guardas Civis Municipais a abertura das inscrições para a seleção Interna do Curso de Capacitação para compor o Grupo de Pronto Intervenção da Guarda Civil Municipal de Campo Grande - MS.

2.OBJETO:

Tornar público e de conhecimento dos Guardas Civis Municipais que possuem o Curso Controle de Distúrbios Civis, a abertura da seleção Interna para o Curso de Capacitação com o objetivo de compor o Grupo de Pronto Intervenção – GPI, sobre a coordenação do Secretário-Adjunto, o Senhor Lourenço Gaidarji da Costa, para o preenchimento de 80 (oitenta) vagas, desde que os candidatos atendam os requisitos deste edital.

3. DOS REQUISITOS:

3.1. Possuir o Certificado do Curso de Operação de Controle de Distúrbios Civis, realizado

na Guarda Civil Municipal de Campo Grande - MS;

3.2. Possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo categorias “B” ou “AB”,

valendo, para tanto, a CNH provisória;

3.3. Estar quite com as obrigações eleitorais;

3.4. Não estar licenciado para tratar de interesse particular;

3.5. Não estar cumprindo pena restritiva de liberdade, por sentença transitada em

julgado, durante o período correspondente à pena;

3.6. Estar em conformidade com os requisitos desta Seleção Interna;

3.7. Apresentar os documentos pessoais solicitados em casa fase deste edital específico.

4. INSCRIÇÃO

4.1. Para realizar a inscrição o Guarda Civil Municipal deverá preencher e digitalizar

a ficha de inscrição disponível no Endereço eletrônico: http://www.capital.ms.gov.br/ sesde.

4.2. As inscrições deverão ser realizadas na Divisão de Ensino e Desenvolvimento da

Guarda Civil Municipal – DIVEN, situado à Rua Coronel Antonino n. 1558, Bairro Vila Lucinda, CEP 79023-000.

4.3. Período das Inscrições: 23 junho a 13 de julho de 2017;

4.4. Horário: 8:00 às 12:00 e das 13:00 às 18:00 horas.

4.5. No ato da inscrição o Guarda Civil Municipal, deverá apresentar os seguintes

documentos:

a) Ficha de inscrição digitalizada;

b) Certificado e Cópia do Curso de Operação de Controle de Distúrbios realizado na

Guarda Civil Municipal de Campo Grande - MS;

c)

Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Cópia;

d)

Certidão Negativa de Antecedentes Criminais da Justiça Federal;

e)

Certidão Negativa de Antecedentes Criminais da Justiça Estadual;

f)

Certidão Negativa da Corregedoria da Guarda Civil Municipal;

g)

Certidão Negativa da Justiça Militar;

h)

Certidão Negativa de Crimes Eleitorais;

i)

Certidão Negativa de Quitação Eleitoral.

4.6.

Os documentos constantes no item 4.5 deverão ser providenciados pelo interessado

e são de responsabilidade exclusiva do mesmo.

4.7. As inscrições somente serão aceitas se forem apresentados todos os documentos

descritos no item 4.5.

5. DA SELEÇÃO INTERNA

5.1. A Seleção Interna do Curso de Capacitação para compor o Grupo de Pronto

Intervenção se constituirá das seguintes fases:

a) 1ª Fase: Inscrição e apresentação de documentos;

b) 2ª Fase: Apresentação de atestando médico acompanhado do exame

eletrocardiograma atestando as condições físicas do Guarda, de caráter eliminatório e classificatório;

c)

3ª Fase: Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório e classificatório.

5.2.

Não haverá segunda chamada para nenhuma das etapas e tampouco realização de

prova ou exame fora da data, horário e local estabelecidos em Edital.

5.3. As datas e fases da Seleção Interna respeitarão ao cronograma constante do anexo

I desta seleção, podendo sofrer alterações conforme as necessidades da administração pública.

6. DO EXAME DE APTIDÃO FISICA

6.1. Para a realização do teste de Aptidão Física o Guarda Civil Municipal deverá ter

apresentado laudo médico que ateste que o mesmo está apto a exercer atividade física;

6.2. O traje usado para os exercícios físicos deverá ser o esportivo masculino: (camiseta

branca, shorts preto de nylon, tênis preto e meias brancas) e feminino (camiseta branca com top por baixo, shorts preto de nylon com lycra por baixo, tênis preto e meias brancas);

6.3. O Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório, tem por finalidade avaliar

a capacidade do Guarda Civil Municipal para suportar física e organicamente

7. DA CLASSIFICAÇÃO

7.1. Para o preenchimento das 80 (oitenta) vagas do Grupo de Pronto Intervenção que

serão ofertadas aos Guardas Municipais, deverão ser obedecidos os seguintes critérios

para a classificação:

a) estiver apto em conformidade com todos os itens deste Edital;

b) apresentar à maior média geral no teste de aptidão física, considerando média geral

a somatória de pontuação nas três modalidades dividas por três, que deverá ser igual ou superior a 6 (seis);

c) ocorrendo empates será classificado o Guarda que obtiver maior pontuação na

corrida;

d) persistindo empates a vaga ficará para o Guarda com maior idade;

e) os 80 (oitenta) Guardas Civis Municipais que atenderem aos critérios de classificação

estarão habilitados para serem matriculados no Curso de Capacitação para compor o

Grupo de Pronto Intervenção.

CAMPO GRANDE-MS, 20 DE JUNHO DE 2017.

VALÉRIO AZAMBUJA Secretário Especial de Segurança e Defesa Social

ANEXO I EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA 004/2017 – SESDE

Etapas

Local

Data

   

23

de Junho a

Inscrição

Divisão de Ensino e Desenvolvimento – Rua Coronel Antonino.1558, Bairro Vila Lucinda

30

de Junho de

2017.

Validação e

Divisão de Ensino e Desenvolvimento – Rua Coronel Antonino.1558, Bairro Vila Lucinda

 

Deferimento das

inscrições

03

Julho de 2017.

a 07 de

Apresentação de

Divisão de Curso e Capacitação Profissional

10

a 14 de

Rua Coronel Antonino.1558, Bairro Vila Lucinda

laudo médico

Julho de 2017.

Validação de laudo médico

Divisão de Curso e Capacitação Profissional

17

a 21 de

Rua Coronel Antonino.1558, Bairro Vila Lucinda

Julho de 2017.

Exame de Aptidão Física

A SER DIVULGADO - Divisão de Curso e Capacitação Profissional

24

a 29 de

Julho de 2017.

ANEXO II EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA 004/2017 – SESDE

1.CORRIDA DE 12 MINUTOS (OBRIGATÓRIA PARA AMBOS OS SEXOS):

1.1

Regras de execução:

a)

Será realizada em uma pista adequada para o teste medindo 400 (quatrocentos) metros de comprimento;

b)

Percorrer a maior distância no tempo de 12 minutos, podendo correr ou andar;

c)

No momento da largada, os Guarda Civil Municipal serão distribuídos na pista de

tal forma a percorrerem o máximo de distância que for possível dentro do limite de tempo estabelecido neste anexo;

d)

O

início da corrida se dará por meio de 1 (um) silvo longo de um apito ou de

equipamento sonoro semelhante;

e)

O

término da prova se dará com a conclusão do tempo de 12 minutos, ocasião em

que se dará 1 (um) silvo longo de um apito ou equipamento sonoro semelhante ou desistência do Guarda Civil Municipal em realizar a prova;

f)

Quando restar um minuto para o término da prova, ou seja, transcorridos 11 (onze) minutos, o Guarda Civil Municipal será avisado por 2 (dois) silvos breves de um apito ou equipamento sonoro semelhante;

g)

O

Guarda Civil Municipal realizará a prova correndo, admitidas eventuais caminhadas

e

ou paradas, não podendo sair da pista, o que caracterizará desistência da prova.

h)

O

trajeto da pista, será dividido a cada 50 metros. Após o silvo longo de 12 minutos,

informando sobre o encerramento da prova para pontuação, será computada

a distância superior imediata de onde se encontrará o Guarda Civil Municipal

(exemplo: o Guarda Civil Municipal que romper a marca dos 1.800 metros em 12 minutos, será computada a marca de 1.850).

2. ABDOMINAL CARL-UP (AMBOS OS SEXOS):

2.1 Posição inicial: O Guarda Civil Municipal deitará em decúbito dorsal (de costas),

braços cruzados no peito, mãos apoiadas no ombro, joelhos flexionados, pés apoiados no solo e fixados em ponto de apoio (podendo ser uma barra, ou mesmo, o apoio do próprio contador ou outra pessoa), calcanhares próximos aos glúteos;

2.2 Execução do exercício: Executar flexão abdominal, promovendo a retirada das escápulas do solo, até que ocorra o contato dos cotovelos com os joelhos ou os quadríceps, em seguida retorna à posição inicial até que toque ao solo pelo menos com a metade superior das escápulas. Executar o maior número de repetições de forma ininterrupta.

2.3 Regras de execução:

a) Será contado um movimento completo toda vez que o Guarda Civil Municipal voltar

à posição inicial, os exercícios incompletos não serão computados;

b) Em qualquer execução de exercício que não seja conforme os parâmetros acima, a repetição não será computada;

3. FLEXÃO DE BRAÇO DE QUATRO APOIOS AO SOLO (MASCULINO) E FLEXÃO DE

BRAÇO DE SEIS APOIOS (FEMININO):

3.1 Posição Inicial: o (a) Guarda Civil Municipal (a) deverá, em terreno plano, liso se

deitar em decúbito ventral, apoiando o tronco e as mãos no solo, ficando as mãos ao lado do tronco com os dedos apontados para a frente e os polegares tangenciando os ombros, permitindo, assim, que as mãos fiquem com um afastamento igual à largura do ombro. Após adotar a abertura padronizada dos braços, deverá erguer o tronco até que os braços fiquem estendidos, mantendo os pés unidos e apoiados sobre o solo.

PÁGINA 4 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

3.2

Execução do exercício: o (a) Guarda Civil Municipal (a) deverá abaixar o tronco

1.500

10

25

3,00

3,50

4,00

5,00

5,50

6,00

7,00

e as pernas ao mesmo tempo, flexionando os braços paralelamente ao corpo até que o cotovelo ultrapasse a linha das costas, ou o corpo encoste no solo. Estenderá, então, novamente, os braços, erguendo, simultaneamente, o tronco e as pernas até que os braços fiquem totalmente estendidos, quando será completada uma repetição. Cada Guarda Civil Municipal deverá executar o número máximo de flexões de braços sucessivas, sem interrupção do movimento. O ritmo das flexões de braços, sem paradas, será opção do Guarda Civil Municipal e não há limite de tempo. Observação: as candidatas deverão realizar o exercício com os joelhos e pés apoiados no solo;

1.550

11 26

 

3,50

4,00

4,50

5,50

6,00

6,50

7,50

1.600

12 27

 

4,00

4,50

5,00

6,00

6,50

7,00

8,00

1.650

13 28

 

4,50

5,00

5,50

6,50

7,00

7,50

8,50

1.700

14 30

 

5,00

5,50

6,00

7,00

7,50

8,00

9,00

1.750

15 32

 

5,50

6,00

6,50

7,50

8,00

8,50

9,50

1.800

16 34

 

6,00

6,50

7,00

8,00

8,50

9,00

10,00

3.3

Regras de execução:

1.850

17 36

 

6,50

7,00

7,50

8,50

9,00

9,50

-

a)

Será contado um movimento completo toda vez que o (a) Guarda Civil Municipal (a) voltar à posição inicial;

1.900

18

38

7,00

7,50

8,00

9,00

9,50

10,00

-

1.950

19

40

7,50

8,00

8,50

9,50

10,00

   

b)

O Guarda Civil Municipal deverá executar sucessivas flexões e extensões dos cotovelos ininterruptamente;

-

-

2.000

20

42

8,00

8,50

9,00

10,00

-

-

-

c)

Deverá manter o quadril alinhado com o resto do corpo durante a execução do exercício;

2.050

21

44

8,50

9,00

9,50

-

-

-

-

d)

Não há limite de tempo para realização do exercício;

2.100

22

46

9,00

9,50

10,00

-

-

-

-

e)

Qualquer execução do exercício que não seja conforme os parâmetros acima, não será computada.

2.150

23

47

9,50

10,00

-

-

-

-

-

2.200

24

48

10,00

-

-

-

-

-

-

4.

DA APTIDÃO NO TESTE DE APTIDÃO FÍSICA

4.1

Será considerado “apto” nesta etapa o Guarda Civil Municipal que ao final dos testes

obtiver MÉDIA aritmética nas provas igual ou superior a 6,00 (seis), de acordo com as

obtiver MÉDIA aritmética nas provas igual ou superior a 6,00 (seis), de acordo com as  
 

tabelas de pontuação constantes do Anexo III deste Edital;

SECRETARIA MUNICIPAL DE FINANÇAS E PLANEJAMENTO

4.2

O Guarda Civil Municipal que obtiver pontuação inferior a 6,00 (seis) na MÉDIA

aritmética final, será considerado inapto e estará automaticamente eliminado da Seleção Interna;

4.3 Será considerado inapto o Guarda Civil Municipal que receber qualquer tipo de

auxílio externo durante a execução dos movimentos dos exercícios, que não apresentar a aptidão física exigida em qualquer dos testes ou não comparecer ao Exame de Aptidão Física;

4.4 Não será permitida a realização do Exame de Aptidão Física fora da data, horário e

local estabelecidos no edital de convocação.

ANEXO III EDITAL DE SELEÇÃO INTERNA 004/2017 – SESDE

TABELA 1 – PROTOCOLO MASCULINO

   

Abdomi-

               

Correr 12

Exercícios

nal

Carl-Up

 

Até

26 a

31

a

36 a

41 a

46 a

Acima

minutos

de Apoio

25

30

35

40

45

50

de 51

Metros

Repetições

Repetições

 

1.550

2

17

-

-

-

-

-

-

1,00

1.600

3

18

-

-

-

-

-

1,00

1,50

1.650

4

19

-

-

-

-

1,00

1,50

2,00

1.700

5

20

-

-

-

1,00

1,50

2,00

2,50

1.750

6

21

-

-

-

1,50

2,00

2,50

3,00

1.800

7

22

-

-

1,00

2,00

2,50

3,00

3,50

1.850

8

23

-

1,00

1,50

2,50

3,00

3,50

4,00

1.900

9

24

1,00

1,50

2,00

3,00

3,50

4,00

4,50

1.950

10

25

1,50

2,00

2,50

3,50

4,00

4,50

5,00

2.000

11

26

2,00

2,50

3,00

4,00

4,50

5,00

5,50

2.050

12

27

2,50

3,00

3,50

4,50

5,00

5,50

6,00

2.100

13

28

3,00

3,50

4,00

5,00

5,50

6,00

6,50

2.150

14

30

3,50

4,00

4,50

5,50

6,00

6,50

7,00

2.200

15

32

4,00

4,50

5,00

6,00

6,50

7,00

7,50

2.250

16

34

4,50

5,00

5,50

6,50

7,00

7,50

8,00

2.300

17

36

5,00

5,50

6,00

7,00

7,50

8,00

8,50

2.350

18

38

5,50

6,00

6,50

7,50

8,00

8,50

9,00

2.400

19

40

6,00

6,50

7,00

8,00

8,50

9,00

9,50

2.450

20

42

6,50

7,00

7,50

8,50

9,00

9,50

10,00

2.500

21

44

7,00

7,50

8,00

9,00

9,50

10,00

-

2.550

22

46

7,50

8,00

8,50

9,50

10,00

-

-

2.600

23

48

8,00

8,50

9,00

10,00

-

-

-

2.650

24

50

8,50

9,00

9,50

-

-

-

-

2.700

25

52

9,00

9,50

10,00

-

-

-

-

2.750

26

53

9,50

10,00

-

-

-

-

-

2.800

27

54

10,00

-

-

-

-

-

-

TABELA 2 – PROTOCOLO FEMININO

 

Correr 12

Exercícios

Abdominal

 

26 a

31

a

36 a

41 a

46 a

Acima

minutos

de Apoio

Carl-Up

Até 25

30

35

40

45

50

de 51

Metros

Repetições

Repetições

 

900

-

13

-

-

-

-

-

-

1,00

950

-

14

-

-

-

-

-

-

1,50

1.000

-

15

-

-

-

-

-

1,00

2,00

1.050

1

16

-

-

-

-

1,00

1,50

2,50

1.100

2

17

-

-

-

1,00

1,50

2,00

3,00

1.150

3

18

-

-

-

1,50

2,00

2,50

3,50

1.200

4

19

-

-

1,00

2,00

2,50

3,00

4,00

1.250

5

20

-

1,00

1,50

2,50

3,00

3,50

4,50

1.300

6

21

1,00

1,50

2,00

3,00

3,50

4,00

5,00

1.350

7

22

1,50

2,00

2,50

3,50

4,00

4,50

5,50

1.400

8

23

2,00

2,50

3,00

4,00

4,50

5,00

6,00

1.450

9

24

2,50

3,00

3,50

4,50

5,00

5,50

6,50

ANEXO ÚNICO O DECRETO N. 10.499 DE 02 DE JUNHO DE 2008.

Art. 1º - A Prefeitura de Campo Grande, considerando o art. 2º da Lei Federal 9.452/97, e, após as liberações dos recursos federais, a qualquer título, notificará

a Câmara Municipal, os partidos políticos, os sindicatos de trabalhadores e as

entidades empresariais;

NOTIFICAÇÃO

Nº. 043/2017

Data: 20/06/2017

ÓRGÃO: Secretaria Municipal de Finanças e Planejamento

Origem

Natureza

Objeto

Executor

Valor R$

     

FPM – Fundo de

   

1

MF/STN

Transf.

Constitucional

Participação dos Municípios

PMCG

3.529.884,60

   

Transf.

ITR – Imposto Territorial Rural

   

2

MF/STN

Constitucional

PMCG

4.157,52

     

FUNDEB –

   

3

MF/STN

Transf.

Constitucional

Aplicação no

Ensino Básico

PMCG

2.261.321,39

TOTAL

 

5.795.363,51

Pedro Pedrossian Neto Secretário Municipal de Finanças e Planejamento

Neto Secretário Municipal de Finanças e Planejamento SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO EDITAL n. 01/2017-01

SECRETARIA MUNICIPAL DE GESTÃO

EDITAL n. 01/2017-01 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PROGRAMA DE CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA

AS SECRETÁRIAS MUNICIPAIS DE GESTÃO E DE ASSISTÊNCIA SOCIAL, no uso de suas atribuições legais, e com fundamento nos artigos 292 e 293, da Lei Complementar n. 190, de 22 de dezembro de 2011, tornam público a realização do Processo Seletivo Simplificado para contratação, por tempo determinado, de profissional de nível médio para desempenhar funções de Educador Social, Cuidador Social, Encarregado de Manutenção

e Auxiliar Social II, bem como de profissional de nível fundamental para desempenhar

a função de Auxiliar de Manutenção nos serviços da Secretaria Municipal de Assistência

Social, com recursos oriundos do Tesouro Municipal, nos termos e condições constantes

deste Edital e,

Considerando a necessidade de substituição urgente do pessoal contratado por

empresas de prestação de serviços terceirizados de caráter continuado que terão os

contratos rescindidos por decisão judicial;

Considerando a Resolução n. 9, de 15/4/2014, que ratifica e reconhece as ocupações

e as áreas de ocupações profissionais de ensino médio do Sistema Único de Assistência Social - SUAS, em consonância com a Norma Operacional Básica de Recursos Humanos no SUAS - NOB-RH/SUAS;

Considerando a deliberação da VIII Conferência Nacional de Assistência Social de 2011, que estabelece os cargos e funções dos trabalhadores de ensino médio e que atuam no SUAS, nas funções de cuidador social, educador e orientador social, dentre outras;

Considerando a Resolução CNAS nº 109, de 11 de novembro de 2009, que aprova

a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, e descreve o conteúdo da oferta

substantiva dos serviços da Política de Assistência Social abaixo descritos;

SERVIÇO DA SUPERINTENDÊNCIA DE PROTEÇÃO SOCIAL BÁSICA:

- Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF: O Serviço de

Proteção e Atendimento Integral à Família - PAIF consiste no trabalho social com famílias, de caráter continuado, com a finalidade de fortalecer a função protetiva das famílias, prevenir a ruptura dos seus vínculos, promover seu acesso e usufruto de direitos e contribuir na melhoria de sua qualidade de vida. Prevê o desenvolvimento de potencialidades e aquisições das famílias e o fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, por meio de ações de caráter preventivo, protetivo e proativo. O trabalho social do PAIF deve utilizar-se também de ações nas áreas culturais para o cumprimento de seus objetivos, de modo a ampliar universo informacional e proporcionar novas vivências às famílias usuárias do serviço. As ações do PAIF não devem possuir caráter

terapêutico;

PÁGINA 5 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

- Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos: Serviço realizado em

grupos, organizado a partir de percursos, de modo a garantir aquisições progressivas aos seus usuários, de acordo com o seu ciclo de vida, a fim de complementar o trabalho social com famílias e prevenir a ocorrência de situações de risco social. Forma

de intervenção social planejada que cria situações desafiadoras, estimula e orienta os usuários na construção e reconstrução de suas histórias e vivências individuais e coletivas, na família e no território. Organiza-se de modo a ampliar trocas culturais e de vivências, desenvolver o sentimento de pertença e de identidade, fortalecer vínculos familiares e incentivar a socialização e a convivência comunitária. Possui caráter preventivo e proativo, pautado na defesa e afirmação dos direitos e no desenvolvimento de capacidades e potencialidades, com vistas ao alcance de alternativas emancipatórias para o enfrentamento da vulnerabilidade social.

-

Serviço de Proteção Social Básica no Domicílio para Pessoas com Deficiência

e

Idosas: O serviço tem por finalidade a prevenção de agravos que possam provocar o

rompimento de vínculos familiares e sociais dos usuários. Visa a garantia de direitos, o desenvolvimento de mecanismos para a inclusão social, a equiparação de oportunidades

e a participação e o desenvolvimento da autonomia das pessoas com deficiência e

pessoas idosas, a partir de suas necessidades e potencialidades individuais e sociais, prevenindo situações de risco, a exclusão e o isolamento.

SERVIÇOS DA SUPERINTENDÊNCIA DE PROTEÇÃO SOCIAL ESPECIAL DE MÉDIA

COMPLEXIDADE:

- Serviço Especializado em Abordagem Social: Serviço ofertado, de forma continuada

e programada, com a finalidade de assegurar trabalho social de abordagem e busca

ativa que identifique, nos territórios, a incidência de trabalho infantil, exploração sexual de crianças e adolescentes, situação de rua, dentre outras. Deverão ser consideradas praças, entroncamento de estradas, fronteiras, espaços públicos onde se realizam atividades laborais, locais de intensa circulação de pessoas e existência de comércio, terminais de ônibus, trens, metrô e outros.

- Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua: Serviço ofertado

para pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência. Tem a finalidade de assegurar atendimento e atividades direcionadas para o desenvolvimento de sociabilidades, na perspectiva de fortalecimento de vínculos interpessoais e/ou familiares que oportunizem a construção de novos projetos de vida.

-

Serviço de Proteção Social Especial para Pessoas com Deficiência, Idosas

e

suas Famílias: Serviço para a oferta de atendimento especializado a famílias com

pessoas com deficiência e idosos com algum grau de dependência, que tiveram suas limitações agravadas por violações de direitos, tais como: exploração da imagem, isolamento, confinamento, atitudes discriminatórias e preconceituosas no seio da família, falta de cuidados adequados por parte do cuidador, alto grau de estresse do cuidador, desvalorização da potencialidade/capacidade da pessoa, dentre outras que agravam a dependência e comprometem o desenvolvimento da autonomia.

SERVIÇOS DA SUPERINTENDÊNCIA SOCIAL ESPECIAL DE ALTA COMPLEXIDADE:

- Serviço de Acolhimento Institucional - Abrigo Institucional, Casa-Lar, Casa de

Passagem e Residência Inclusiva: Acolhimento em diferentes tipos de equipamentos, destinado a famílias e/ou indivíduos com vínculos familiares rompidos ou fragilizados, a fim de garantir proteção integral. A organização do serviço deverá garantir privacidade, o respeito aos costumes, às tradições e à diversidade de: ciclos de vida, arranjos familiares, raça/etnia, religião, gênero e orientação sexual.

1. DAS DISPOSIÇÕESPRELIMINARES

1.1. O presente processo seletivo simplificado destina-se à seleção de pessoal para contratação temporária, em caráter excepcional, de conformidade com a Lei Complementar n. 190, de 22 de dezembro de 2011, por prazo determinado, no total de468 (quatrocentos e sessenta e oito) profissionais distribuídos nas funções de Educador Social, Cuidador Social, Encarregado de Manutenção, Auxiliar de Manutenção e Auxiliar Social II, conforme especificado no Anexo I.

1.2. A seleção objeto deste processo envolverá apenas a Etapa de Avaliação Curricular

(Prova de Títulos), com base nos dados coletados nos Anexos II A IV;

1.3. Este Edital será publicado no DIOGRANDE, para ampla e geral publicidade, e afixado

nos murais da Secretaria Municipal de Assistência Social, da Prefeitura Municipal de Campo Grande e no site www.capital.ms.gov.br/seges/processo-seletivo-seges-e-sas.

1.4. O local de lotação será definido pela Secretaria Municipal de Assistência Social,

de acordo com as necessidades existentes nas Unidades da Secretaria Municipal de Assistência Social.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1. As inscrições serão realizadas nos dias 22 e 23 de junho de 2017, no horário das 8h às

10h30min e das 13h30min às 16h30min, no Auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) - Rua dos Barbosas, n. 321, Bairro Amambaí, Campo Grande-MS.

2.2. Para efetivar a inscrição o candidato deverá entregar:

a) A Ficha de Inscrição preenchida pelo próprio candidato, conforme modelo constante

do Anexo II (disponível para download no sítio eletrônico: http://www.capital.ms.gov.br/ seges/processo-seletivo-seges-e-sas), acompanhada de cópia de um documento oficial de identificação com foto;

b) Ao entregar a Ficha de Inscrição, o candidato receberá comprovante, devidamente

autenticado, por membro ou representante da Comissão Organizadora do Processo Seletivo, como documento comprobatório de sua inscrição;

c) Antes de efetuar a inscrição o candidato deverá conhecer as normas estabelecidas

neste edital e na legislação pertinente, certificando-se de que preenche todos os requisitos exigidos para exercer a função à qual concorre;

d) A inscrição do candidato implica na aceitação das regras estabelecidas neste Edital e

na legislação pertinente;

e) É vedada a inscrição condicional, extemporânea, por correspondência, via postal, via

FAX ou via correio eletrônico;

f) Após a inscrição não serão aceitos pedidos para quaisquer alterações;

g) As informações prestadas na Ficha de Inscrição serão de inteira responsabilidade

do candidato, reservando-se à Comissão Organizadora do Processo Seletivo o direito

de excluir aquele que não preencher a ficha de inscrição, de forma completa, correta e

legível;

h) O candidato deverá declarar, na ficha de inscrição que tem ciência e aceita, caso

aprovado e convocado, e entregará, por ocasião da contratação, os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para a função;

i) A ficha de inscrição estará disponível no site (http://www.capital.ms.gov.br/seges/

processo-seletivo-seges-e-sas);

j) A inscrição do candidato implicará conhecimento e total aceitação das normas e

condições estabelecidas neste Edital.

2.3. Os documentos deverão ser entregues, observando os seguintes requisitos:

a) No ato da inscrição, o candidato deverá efetuar a entrega dos Títulos necessários para

pontuar no presente Processo Seletivo, conforme discriminado no Anexo II.

b) A documentação comprobatória da experiência profissional e das participações em

conferências, palestras, seminários e capacitações exigidas para a análise curricular de

acordo com as exigências deste Edital (original e cópia);

2.4. Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Ministérios

Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação, pelo Corpo de Bombeiros Militar e Polícias Militares, carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos, etc.), passaporte, certificado de reservista, carteiras funcionais do Ministério Público, carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham de identidade, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação (somente o modelo com foto). Para validação de documento de identidade, o documento deve se encontrar no prazo de validade.

2.5. O candidato que possui deficiência deverá especificá-la na ficha de inscrição (Anexo

II) devendo entregar, no ato da inscrição, declaração de que possui deficiência e laudo

médico original, atestando a espécie, o grau e o nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença (CID), sendo-lhe assegurado, uma vez comprovado, o direito de inscrição para cargo deste Processo Seletivo Simplificado.

2.5.1 O quantitativo de reserva de vaga para candidato com deficiência será no total de 5% (cinco por cento).

2.6. O candidato apresentará as cópias dos documentos exigidos junto com os documentos originais, as quais serão examinadas e quantificadas pelo servidor da Secretaria Municipal de Gestão e de Assistência Social.

3.

CRITÉRIOS DE PONTUAÇÃO PARA A SELEÇÃO

REQUISITOS

PARA

A

CONTRATAÇÃO,

SÍNTESE

DAS

ATRIBUIÇÕES

E

3.1. REQUISITOS ESPECÍFICOS PARACONTRATAÇÃO:

a) Escolaridade, conforme especificado no anexo I.

3.2. LOCAL DE LOTAÇÃO

a) O local de lotação será definido pela Secretaria Municipal de Assistência Social,

de acordo com as necessidades existentes nas Unidades da Secretaria Municipal de Assistência Social.

4. DA SELEÇÃO

4.1. A presente seleção será realizada em uma única etapa denominada Avaliação

Curricular (Prova de Títulos), de caráter classificatório.

5. DA AVALIAÇÃO CURRICULAR

5.1 Participarão da Avaliação Curricular todos os candidatos devidamente inscritos na

seleção que serão avaliados desde que corretamente comprovadas com a documentação de que trata o subitem 2.3.

5.2. A Avaliação Curricular valerá, no máximo, 100 (cem) pontos, sendo realizada de

acordo com o disposto no Anexo IV.

5.3. Será eliminado na Avaliação Curricular o candidato que não comprovar a escolaridade

para a função à qual concorre.

5.4. A experiência profissional deverá ser comprovada:

a) mediante cópia da Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS;

b) por meio de Certidão/Declaração emitida unicamente pela unidade de recursos

humanos da instituição em que trabalha ou trabalhou, na qual conste expressamente o cargo/função desempenhada, as atividades desenvolvidas e o período trabalhado em papel timbrado, constando a competente assinatura do expedidor;

5.5 Na hipótese de não existir a unidade de recursos humanos de que trata a letra “b”

do subitem 5.4, a Certidão/Declaração deverá ser emitida pela autoridade responsável pelo fornecimento do documento, que declarará a referida inexistência.

5.6. Nos casos de comprovação de experiência profissional em instituições particulares,

só serão válidas para fins de pontuação as que forem acompanhadas de cópias de registros na Carteira de Trabalho e Previdência Social(CTPS);

5.7. Estágios curricular e/ou trabalhos voluntários, ainda que afetos à área objeto da

contratação, não serão considerados para comprovação de experiência profissional;

5.8. Qualquer informação falsa ou não comprovada gera a eliminação do candidato do

presente processo seletivo, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.

6. CRITÉRIO DE DESEMPATE

a) maior pontuação na experiência profissional;

b) maioridade;

c) Ocorrendo, ainda, o empate de idade, em função da data de nascimento, serão

analisadas as certidões de nascimento dos candidatos empatados, para constatar o desempate em hora, minuto e segundo;

7. DA CLASSIFICAÇÃO DOS CANDIDATOS

7.1. A classificação geral dar-se-á a partir da soma dos pontos obtidos pelo candidato na

avaliação curricular (prova de títulos);

PÁGINA 6 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

7.2. A relação com os candidatos classificados no Processo Seletivo objeto deste Edital será

publicada no DIOGRANDE (disponível para download no sítio eletrônico: http://www.capital. ms.gov.br/seges/processo-seletivo-seges-e-sas) e será afixada no Auditório da Secretaria Municipal de Assistência Social (SAS) - Rua dos Barbosas, n. 321, Bairro Amambaí - Campo Grande/MS.

8. DO RECURSO

8.1. O candidato poderá recorrer, nos 2 (dois) dias úteis subsequentes à data de

publicação do Edital quanto à pontuação da avaliação curricular (prova de títulos).

9. DA CONTRATAÇÃO

9.1. São requisitos básicos para a contratação:

a) ter sido aprovado no presente processo seletivo;

b) ser brasileiro nato ou naturalizado;

c) idade mínima de 18 (dezoito) anos;

d) estar em dia com as obrigações eleitorais;

e) ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato

do sexo masculino;

f) ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função;

g) cumprir as determinações deste edital;

h) não acumular cargos, empregos ou funções públicas.

9.2. Os candidatos classificados serão convocados para contratação pelo Município de

Campo Grande, para exercício na Secretaria Municipal de Assistência Social, na forma

dos artigos 292 e 293, da Lei Complementar n. 190, de 22 de dezembro de 2011.

9.3. No contrato constarão, obrigatoriamente:

a) a função a ser desempenhada;

b) o tempo de duração do contrato;

c) as condições de renovação e de rescisão;

d) o valor e a forma de remuneração;

e) os direitos e obrigações do contratado;

f) a jornada de trabalho.

10. DA DOCUMENTAÇÃO PARA ASSINAR OCONTRATO

10.1. Os candidatos convocados para a contratação deverão apresentar a documentação

especificada em Edital próprio publicado no DIOGRANDE.

11. DA COMISSÃO ORGANIZADORA DO PROCESSO SELETIVO

11.1. A Comissão Organizadora do Processo Seletivo objeto deste Edital ficará instalada

na Secretaria Municipal de Assistência Social - Rua dos Barbosas, n. 321, Bairro Amambaí - Campo Grande/MS.

12. DISPOSIÇÕES FINAIS

12.1. Será eliminado da seleção simplificada o candidato que não apresentar os requisitos

mínimos exigidos neste Edital.

12.2. O resultado final do Processo Seletivo Simplificado será homologado pela Secretaria

Municipal de Gestão, no qual constará a relação dos candidatos classificados, em ordem decrescente de classificação, com o nome do candidato e a pontuação final.

12.3. A aprovação e a classificação final geram, para o candidato, apenas a expectativa

de direito à contratação, reservando-se à Secretaria Municipal de Gestão o direito de proceder às contratações em número que atenda ao interesse e às necessidades do serviço até o número de vagas autorizadas.

12.4. Não será fornecido ao candidato documento comprobatório de classificação ou aprovação no presente processo seletivo simplificado, valendo, para esse fim, a publicação no Diário Oficial de Campo Grande - MS.

12.5. O candidato deverá manter atualizado seu endereço, se classificado, sendo de sua

inteira responsabilidade os prejuízos decorrentes da não atualização deste.

12.6. O candidato será responsável por todas as informações e declarações prestadas.

12.7. Se, a qualquer tempo, for identificada inexatidão nas informações, falsidade nas

declarações ou quaisquer irregularidades nos documentos, o candidato será eliminado do processo seletivo, sem prejuízo das sanções cabíveis.

12.8. A rescisão do contrato, por iniciativa do contratado, deverá ser comunicada, por

escrito, à Secretaria Municipal de Assistência Social, com antecedência de, no mínimo, 30dias, para que o serviço não sofra prejuízo na sua regular prestação. Neste caso, poderá ser convocado o próximo candidato aprovado da lista de classificados.

12.9. As contratações serão efetuadas de acordo com o quantitativo estipulado no Anexo

I, durante o período de vigência da contratação.

12.10. Os documentos referentes a este Processo Seletivo ficarão sob a guarda da Secretaria Municipal de Gestão.

12.11. Os casos omissos e as dúvidas, que surgirem na interpretação deste Edital, serão resolvidos pela Comissão Organizadora do Processo Seletivo Simplificado.

CAMPO GRANDE-MS, 20 DE JUNHO DE 2017.

MARIA DAS GRAÇAS MACEDO Secretária Municipal de Gestão

MARIA ANGÉLICA FONTANARI DE CARVALHO E SILVA Secretária Municipal de Assistência Social

ANEXO I DO EDITAL n. 01/2017-01

FUNÇÃO

REQUISITO BÁSICO

 

CH

REMUNERAÇÃO

VAGA

SEMANAL

 

Ensino Médio Completo:

     

Experiência de Trabalho com família e/ou indivíduos com vínculos familiares rompidos ou fragilizados e de atividades de cuidados

40

básicos essenciais para vida diária e instrumentais de autonomia de participação social dos usuários,

OU

12X36

01

Cuidador

a

partir de diferentes

98

* De acordo com a escala de serviço determinado

pelo órgão de lotação

R$ 1.320,00

Social

formas e metodologia, contemplando as dimensões individuais e coletivas com desenvolvimentos em atividades para o acolhimento, proteção

integral e promoção da autonomia e autoestima dos usuários, atuando nas unidades de acolhimento

   

institucional

 
 

Ensino Médio Completo:

     

Experiência em atividades socioeducativas. É responsável pela execução do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos,

objetivando a criação de um ambiente de convivência participativo e democrático.

É

o profissional que

acompanha e participa do planejamento, execução

e

do grupo, que conduz as atividades e está presente no cotidiano do grupo, responsável pela realização de oficinas de convívio, por meio de atividades de esporte, lazer, arte e cultura, desenvolvimento em

atividades de abordagem social e buscativa, apoio aos processos de mobilização

avaliação do percurso

02

Educador

120

40

R$ 1.200,00

Social

     

e

campanhas intersetoriais

nos territórios de vivência para a prevenção e o enfrentamento de situações de risco social e/ou pessoal, violação de direitos atuando nos Centros de Referência da Assistência Social, nos Centros de Convivências, no Centro-Dia de Referência para a pessoa com Deficiência e no Centro de Referência Especializado para Pessoas em Situação de Rua.

 

Ensino Médio Completo:

     

03

Realização de serviço em geral; execução de atividades de apoio operacional; Execução de

Encarregado

50

40

R$ 1.200,00

de

Manutenção

serviços para conservação

     

manutenção de prédios, máquinas e veículos

e

 

Ensino Fundamental:

Execução de serviços para conservação e manutenção de prédios, máquinas e

veículos

     

04

Auxiliar de

70

40

R$ 1.049,00

Manutenção

     
 

Ensino Médio Completo:

     

Realização de atividades

técnicas nas áreas social; realização de atividades administrativas; execução de atividades de programas

05

Auxiliar

130

40

R$ 1.049,00

Social II

projetos de assistência social; realização de atividades de recepção.

e

     

ANEXO II DO EDITAL 001/2017-01

FICHA DE INSCRIÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO FICHA DE INSCRIÇÃO NOME DO CANDIDATO DATA
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO
FICHA DE INSCRIÇÃO
NOME DO CANDIDATO
DATA DE NASCIMENTO
SEXO
DOCUMENTO DE IDENTIDADE
DIA
MÊS
ANO
M
F
NÚMERO
ORG.EXP.
CPF
TELEFONE CELULAR
(
)
-
ENDEREÇO
Rua, Avenida, nº, Apto, Bloco

PÁGINA 7 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

BAIRRO CEP - MUNICIPIO UF DDD TELEFONE RESIDENCIAL - E-MAIL Possui Conta Bancária no Bradesco?
BAIRRO
CEP
-
MUNICIPIO
UF
DDD
TELEFONE RESIDENCIAL
-
E-MAIL
Possui Conta Bancária no Bradesco?
Sim(
)
Não (
)
Agência:
Nº Conta
ÁREA DE ATUAÇÃO/FUNÇÃO (Informe uma área de atuação)
01
ÁREA DE ATUAÇÃO: (
) Código da Função (de 01 a05)
Declaro que aceito as condições descritas no Edital que rege este processo seletivo e, se convocado para contratação, que
apresentarei todos os documentos comprobatórios dos requisitos pessoais, de escolaridade e profissionais para assinar o contrato.
Campo Grande,
de de2017.
Assinatura do Candidato
COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO DO PROCESSO SELETIVO
NOME DE CANDIDATO:
FUNÇÃO:
QUANTIDADE DE FOLHAS ENTREGUE PARA PONTUAÇÃO:
INFORMAÇÕES: www.capital.ms.gov.br/diogrande
ASSINATURA DA RECEPÇÃO:

ANEXO III DO EDITAL 001/2017-01

CURRICULUM VITAE

NOME: FUNÇÃO: RG: CPF: ENDEREÇO: TELEFONE: E-MAIL: Experiência (informar períodos, empregadores e
NOME:
FUNÇÃO:
RG:
CPF:
ENDEREÇO:
TELEFONE:
E-MAIL:
Experiência
(informar períodos,
empregadores e
cargos/funções nos últimos
5(cinco) anos).
Formação Escolar
(informar instituições de
ensino e ano da conclusão)
Cursos de Capacitação
(últimos 5 anos)

ANEXO IV DO EDITAL 001/2017-01

PROVA DE TÍTULOS

Nome do Candidato:

 

FUNÇÃO:

ITEM

TÍTULOS

 

PONTUAÇÃO

 

n. Títulos

Unitário

Máxima

Obtida

01

- Comprovante de participação em eventos de qualificação profissional, válido apenas na área de atuação, realizados a partir de 2012, observando-se:

       

a) carga horária mínima 80h (ou duração mínima de 12 dias)

1

10,0

10,0

 

b) carga horária mínima de 60h (ou duração mínima de 6 dias)

 

1

10,0

10,0

c) carga horária mínima de 40h (ou duração mínima de 4 dias)

2

5

10,0

d) carga horária mínima de 20h (ou duração mínima de 2 dias)

2

5

10,0

02

- Comprovante de participação em palestras, congressos, encontros,

     

seminários ou em outros similares,

válido apenas

na

área

de

atuação,realizados

a

partir

de

2

5

10,0

2012

03

-

Experiência profissional,por meio de carteira de trabalho e contrato

       

em atribuições específicas válidas apenas na função a qual concorre, com pontuação para cada 12 meses de trabalhos comprovados

5

10,0

50,0

TOTAL DE TÍTULOS

       

Campo Grande/MS,

de

de 2017.

Comissão de Avaliação da Prova de Títulos

Comissão de Avaliação de Prova de Títulos

de Títulos Comissão de Avaliação de Prova de Títulos SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E GESTÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE E GESTÃO URBANA

EDITAL DE AUTUAÇÃO Nº. 009/2017

A

Prefeitura Municipal de Campo Grande, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente

e

Gestão Urbana – SEMADUR constatou irregularidades nos imóveis relacionados no

anexo único deste edital. Pelo presente EDITAL, ficam os seus respectivos proprietários INTIMADOS para, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data desta publicação, apresentar DEFESA junto a Coordenadoria de Julgamento e Consulta – CJC/SEMADUR, sito na Rua Marechal Rondon, 2655 – Centro – Central de Atendimento ao Cidadão – 3º Andar.

INFRAÇÕES E MULTAS:

A)

Art. 19, § 2º da Lei Complementar 184/2011, “Poda Drástica ou

Excessiva”. MULTA = R$ 1.678,50 (Artigo 34 anexo único da Lei Complementar

184/2011).

B)

Art. 16 da Lei Complementar 184/2011, “Corte não autorizado,

derrubada ou morte provocada de árvore”. MULTA= R$ 1.958,25 (Artigo 34 anexo único da Lei Complementar

184/2011).

Campo Grande, 31 de maio de 2017.

ORSIVAL SIMÕES JUNIOR

Gerente de Fiscalização de Arborização e Áreas Verdes

GFAV/SEMADUR

Anexo único ao Edital de Autuação nº. 009/2017

Proprietário

Bairro/Parcelamento

Inscrição

Notif.

Inf

Imobiliária

Alison Viegas de Araujos

Cruzeiro/Vila Célia

5080040255

448338

A

Alison Viegas de Araujos

Cruzeiro/Vila Célia

5080040255

448340

A

Alison Viegas de Araujos

Cruzeiro/Vila Célia

5080040255

448341

A

Alison Viegas de Araujos

Cruzeiro/Vila Célia

5080040255

448344

A

Jorge Helito Mendes

Sobrinho/Vila Alba

5400100235

439730

A

Jorge Helito Mendes

Sobrinho/Vila Alba

5400100235

439732

A

Jose Labriano Alcara

Sobrinho/Vila Jardim Leonidia

5200040475

449710

A

Jose Labriano Alcara

Sobrinho/Vila Jardim Leonidia

5200040475

449711

A

Maria Cristina Abrão Nachif

Jardim dos Estados/ Vila Lia

5280070086

439013

A

Maria Cristina Abrão Nachif

Jardim dos Estados/ Vila Lia

5280070086

439014

B

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº. 005/2017

A

Prefeitura Municipal de Campo Grande, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente

e

Gestão Urbana – SEMADUR constatou irregularidades nos imóveis relacionados no

anexo único deste edital. Pelo presente EDITAL, ficam os seus respectivos proprietários notificados para, no prazo de 30 (trinta) dias, a contar da data desta publicação, sanar tais irregularidades, sob pena de lançamento das seguintes multas:

INFRAÇÕES E MULTAS:

A)

Art. 9, Lei 184/2011, “Por ausência de árvore na frente do imóvel”.

MULTA = R$ 951,14 (Artigo 34 anexo único da Lei Complementar

184/2011).

PÁGINA 8 - quarta-feira, 21 de junho de 2017

DIOGRANDE n. 4.916

B) Art. 76 c/c 77, Lei 2.909/1992, “Por alterar as condições físicas,

químicas ou biológicas do meio”. MULTA= R$ 2.010,50 A R$ 8.042,00 (Artigo 161 anexo II da Lei

2.909/1992)

Campo Grande, 31 de maio de 2017.

ORSIVAL SIMÕES JUNIOR Gerente de Fiscalização de Arborização e Áreas Verdes

GFAV/SEMADUR

Anexo único ao Edital de Notificação nº. 005/2017

Proprietário

Bairro/Parcelamento

Inscrição

Notif.

Inf

Imobiliária

Daniela Longui Araújo

Tijuca/Jd Tijuca II

7640250245

433786

A

Francisco Ant Maia da Cunha

Jd dos Estados/Vila Mandeta

5480110040

447468

A

Iraci Martins Ferreira

Leblon/Conjunto Buriti

7230050109

443338

A

Kalil Jorges

São Lourenço/Bairro Bairro Tiradentes

6610080012

432541

B

Kalil Jorges

São Lourenço/Bairro Bairro Tiradentes

6610080225

432557

B

Luiz Henrique Rondon Santagostino

VilasBoas/Vila

5990050130

444151

A

VilasBoas

Manoel Avelino Pereira Filho

Rita Vieira/Jardim

9200150209

442327

B

Jardim Auxiliadora

Maria de Jesus Carneiro Nahas

Rita Vieira/Jardim

9200140068

442310

B

Jardim Auxiliadora

Quedma Michela

VilasBoas/Jardim

92000150187

442330

B

Germano

Jardim Auxiliadora

Walcir Farinon Junior

VilasBoas/Jardim

9200150136

442335

B

Jardim Auxiliadora

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO Nº. 006/2017

A

Prefeitura Municipal de Campo Grande, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente

e

Gestão Urbana – SEMADUR constatou irregularidades nos imóveis relacionados no

anexo único deste edital. Pelo presente EDITAL, ficam os seus respectivos proprietários notificados para, no prazo

de 30 (trinta) dias, a contar da data desta publicação, sanar tais irregularidades, sob pena de lançamento das seguintes multas:

INFRAÇÕES E MULTAS:

A)

Art. 76 c/c 77, Lei 2.909/1992, “Por alterar as condições físicas,

químicas ou biológicas do meio”. MULTA= R$ 2.010,50 A R$ 8.042,00 (Artigo 161 anexo II da Lei

2.909/1992)

Campo Grande, 31 de maio de 2017.

ORSIVAL SIMÕES JUNIOR Gerente de Fiscalização de Arborização e Áreas Verdes

GFAV/SEMADUR

Anexo único ao Edital de Notificação nº. 006/2017

Proprietário

 

CNPJ/CPF ou

   

Bairro/Parcelamento

RG

Notif.

Inf

 

Nova Lima/Jardim

     

Cleber Roberto Pinto

Columbia

02756879100

8820

A

Cleber Roberto Pinto Columbia 02756879100 8820 A SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE EDITAL n. 15/2017 SECRETARIA

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

EDITAL n. 15/2017 SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

CADASTRO DE MÉDICOS TEMPORÁRIOS DA SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE SAÚDE, no uso de suas atribuições legais e, tendo em vista o Cadastro de Médicos Temporários, nos termos do Edital n. 15/2015, de 05 de março de 2015, CONVOCA os candidatos abaixo relacionados, para se apresentarem na Superintendência de Gestão do Trabalho e Educação desta Secretaria Municipal de Saúde, situada a Rua Bahia, n. 280 – Centro, nesta Capital, para providências relativas ao início das atividades laborais, de acordo com o seguinte cronograma:

I - MÉDICO PLANTONISTA – CLINICO GERAL - 12 HORAS

Inscrições Deferidas

Data

Horário

BEATRIZ SILVA SOARES

   

ANTONIO GOMES DE SOUSA FILHO

PAULO HENRIQUE FARIA ALVES

LUIZ RICARDO SOLON

RAFAEL JOSÉ DE CASTRO

MARIO KATAYAMA

RODOLFO DE GASPARI COSTA

ANTONIO DE ALMEIDA NETO

TATIANA ARACELY MENACHO GUTIERREZ

21/06/2017

08h às 10:30h e 13h às 16:30h

FERNANDA MARI BARROS BORGES

LUCAS VENEGA DOS SANTOS

   

FERNANDA GREGHI DE CARVALHO

RODRIGO AZEVEDO MENEZES

CAROLINA BERNAL DE LUCENA

HENRIQUE FERNANDES BUOSI

   

MILENA MARCHINI RODRIGUES

BRENO MATOS DELFINO

LUIS FLÁVIO DURÃES GOMES OLIVA

KARLA MARQUES DE MELLO RODRIGUES

ELTON HIROYUKI YTAMURA MORIYA

DANILO HORTA MARCATO

REGIS AMIR LEDUR

THAYANA MARÇAL SCHLOTEFELDT

CAMILA VIERO MARTINS

22/06/2017

08h às 10:30h e 13h às 16:30h

RAFAELLE MACHADO DE VARGAS

JANDA DE OLIVEIRA CAMPOS RAMOS

   

PÂMELA MARIA SALAZAR RODRIGUES

ISAURA CRISTINA HINOJOSA SOUSA

GABRIEL MARCONDES DE LIMA

TAYANNE AKEMI KUSANO MATSUYUKI

II - MÉDICO PLANTONISTA CLINICO GERAL – SAÚDE MENTAL – 12 HORAS

Inscrição Deferida

Data

Horário

SAMANTHA PACHECO GIMENES

21/06/2017

08h às 10:30h e 13h às 16:30h

III - MÉDICO AMBULATORIAL – CLINICO GERAL - 20 HORAS

Inscrições Deferidas

Data

Horário

DIEFERSSON TADEU DOS SANTOS RODRIGUES

   

POLLIANA ALVARENGA RODRIGUES

JACQUELINE TRUJILLO VARGAS

THAMYRES CAETANO COELHO MORATO

RAISA CARVALHO LEMOS

MÔNICA BENTO BISPO

DÉBORA ELISA ROCHA LUNARDI

TESLEY FERREIRA BARBOSA

DEBORA ROSSATO

RAMON SERAFINI FAICAL TARDIN