Você está na página 1de 9

CENTRO DE EDUCAÇÃO TENOLÓGICA DE

TERESINA
FACULDADE TECNOLÓGICA DE TERESINA – CET

Aprovado em _________/_________/_______.(Colegiado de Curso)

Visto do Coordenador de curso: ___________________________________.

PROGRAMA DE ENSINO
I-IDENTIFICAÇÃO
1. CURSO: BIOMEDICINA
2. DISCIPLINA: PATOLOGIA GERAL
3. PROFESSOR: ANA ÉRICA e EDSON EGLEDSON ANDRADE RIBEIRO
4. CARGA HORÁRIA: 90h (60h Teórica e 30h Práticas)
5. CALENDÁRIO - (DIAS DA SEMANA E HORÁRIOS):
6. ANO LETIVO: 2010
7. SEMESTRE LETIVO: 2º

II- INTRODUÇÃO:
Patologia é palavra de origem grega que significa estudo (logos) do
sofrimento (pathos). Dedica-se ao estudo das alterações morfológicas e
funcionais das células, tecidos e órgãos encontradas nas diferentes doenças,
sejam elas de natureza genética ou adquirida (infecciosa, nutricional, física,
química). Além de estudar a etiologia e as alterações morfológicas, a
patologia estuda o mecanismo pelo qual as doenças se desenvolvem
(patogenia) e seu significado clínico (alterações funcionais).
A anatomia patológica divide-se classicamente em Patologia Geral e
Patologia Especial. A patologia geral, refere-se aos diferentes mecanismos
de agressão celular que resultarão em fenômenos adaptativos, lesão celular
reversível e lesão celular irreversível, seguida de morte celular. Veremos
também que estas lesões celulares podem resultar em uma resposta
inflamatória representada por fenômenos vasculares, migração e ativação
de leucócitos e reações sistêmicas.
É uma disciplina obrigatória para os alunos de todos os Cursos das
Ciências da Saúde tendo pôr objetivos capacitar o aluno a compreender os
principais mecanismos de agressão e defesa, reconhecer as alterações
patológicas básicas e discutir a fisiopatologia envolvida nesses processos. A
metodologia de ensino compreende aulas expositivas - onde serão
apresentados os diversos temas, com ênfase na sistematização dos assuntos
- e aulas teórico-práticas - onde os alunos terão a oportunidade de consolidar
os conhecimentos adquiridos através de exercícios fisiopatológicos, além de
examinar preparações microscópicas contendo alterações tissulares sobre os
diversos assuntos em discussão. A disciplina será ministrada com seis
créditos, perfazendo um total de noventa horas de atividades.
III – OBJETIVOS DA DISCIPLINA
3.1-Objetivo (s):
• Conhecer as principais causas de lesão celular bem como os
mecanismos de lesão celular.
• Reconhecer as alterações morfológicas frente a diferentes tipos de
agressão.
• Conhecer o conceito de adaptação celular, lesão celular reversível e
irreversível.
• Conhecer as formas de morte celular: necrose e apoptose.
• Conhecer os conceitos básicos, fisiopatologia e evolução dos distúrbios
circulatórios.do paciente.
• Correlacionar as alterações morfológicas dos fenômenos estudados
com os sintomas, sinais e exames complementares presentes nas
situações clínicas abordadas.
• Correlacionar estes conhecimentos básicos e iniciais sobre os
Processos Patológicos Gerais com o estudo da Patologia dos Órgãos e
Sistemas, onde se aborda ainda a patogenia, evolução clínica e
prognóstico das doenças mais prevalentes de modo multidisciplinar.
IV- DETALHAMENTO DO EMENTÁRIO
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DATA HABILIDADES C.H
COMPETÊNCIAS (horas)
DOMÍNIO
Unidade I Descrever os 45
mecanismos das
alterações
reversíveis e
irreversíveis.

Identificar macro
e
microscopicamen
te essas
alterações.

Interpretar os
acúmulos de
pigmentos
exógenos e
endógenos no
organismo
História da Patologia: Teórica/ Edson 04/08/10
Sistematização Métodos de Estudo Prática 1h30min
Introdução à Patologia geral:
Agressão, defesa, adaptação,
doença.
Uso da informática na patologia I Teórica/ Ana Érica 10/08/10
Prática 1h30min
Uso da informática na patologia II Teórica/ Edson 11/08/10
Prática 1h30min
Patologia da célula: Teórica/ Ana Érica 17/08/10
Degeneração por acúmulo de água; Prática 1h30min
Degeneração por acúmulo de
proteínas (hialina e mucóide)
Patologia da célula: Teórica/ Edson 18/08/10
Degeneração por acúmulo de lípides Prática 1h30min
(esteatose e lipoidose);
Degeneração por acúmulo de
glicídios (glicogenoses e
mucopolissacaridoses);
Morte celular e somática Teórica/ Ana Érica 24/08/10
Necrose e Apoptose Prática 1h30min
Alterações do interstício Teórica/ Edson 25/08/10
Alterações da substância Prática 1h30min
fundamental
- Transformação mucóide
- Transformação fibrinóide
- Transformação hialina
- Alterações das fibras colágenas
- Alterações das fibras elásticas
- Amiloidose
Calcificações patológicas e Teórica/ Ana Érica 31/08/10
calculoses Prática 1h30min
- Calcificações distróficas
- Calcificações metastáticas
- Calcinoses
- Cálculos biliares
- Cálculos urinários
- Outros tipos de cálculos
Pigmentações patológicas Teórica/ Edson 01/09/10
- Pigmentos endógenos Prática 1h30min
- Pigmentos exógenos
Alterações do interstício Seminá Edson 08/09/10
Alterações da substância rio 1h30min
fundamental
- Transformação mucóide
- Transformação fibrinóide
- Transformação hialina
- Alterações das fibras colágenas
- Alterações das fibras elásticas
- Amiloidose
REVISÃO Ana Érica 14/09/10
1h30min
REVISÃO Edson 15/09/10
1h30min
1ª PROVA TEÓRICA Ana Érica 21/09/10
1h30min
Unidade II Discutir os 45
mecanismos
responsáveis
pelos principais
distúrbios
circulatórios e
formação dos
edemas.

Identificar macro
e
microscopicamen
te as alterações
determinadas
pelas alterações
circulatórias.

Conceituar
inflamação.
Descrever os
diferentes
fenômenos que
ocorrem na
resposta
inflamatória.

Identificar macro
e
microscopicamen
te os tipos de
reação
inflamatória.

Explicar as
variações de
tamanho dos
órgãos e seus
mecanismos.

Definir neoplasia
e identificar as
características
de benignidade e
de malignidade.

Estudar o papel
dos agentes
cancerígenos na
produção de
tumores.
Distúrbios da circulação Teórica/ Edson 22/09/10
- Hiperemia Prática 1h30min
- Edema
- Hemorragia
- Choque
- Trombose
- Embolia
- Isquemia
- Infarto
Inflamação Teórica/ Ana Érica 28/09/10
- Introdução Prática 1h30min
- Nomenclatura
- Inflamação aguda (fenômenos
vasculares e exsudativos,
mediadores químicos envolvidos).
- Inflamação aguda (fenômenos
exsudativos-celulares e mediadores
químicos envolvidos).
- Classificação da inflamação
- Inflamação crônica
- Inflamação crônica granulomatosa
- Formas especiais de inflamação
Processos de cura
Prática Laboratório Teórica/ Edson 29/09/10
Prática 1h30min
Noções básicas de imunopatologia Teórica/ Ana Érica 05/10/10
Prática 1h30min
Prática Laboratório Teórica/ Edson 06/10/10
Prática 1h30min
Prática Laboratório Teórica/ Edson 13/10/10
Prática 1h30min
Distúrbios do desenvolvimento Teórica/ Ana Érica 19/10/10
- Agenesia Prática 1h30min
- Disgenesia
- Aplasia
- Hipoplasia
- Disrafia
- Heterotopia
- Duplicação
- Atresia
- Estenose
- Divertículo
- Fístula
- Hamartia
- Coristia
Prática Laboratório Teórica/ Edson 20/10/10
Prática 1h30min
Distúrbios do crescimento e da Teórica/ Ana Érica 26/10/10
diferenciação celular Prática 1h30min
- Hipotrofia
- Hipertrofia
- Hipoplasia
- Hiperplasia
- Metaplasia
- Displasia
Prática Laboratório Teórica/ Edson 27/10/10
Teórica: Relação agressor- Prática 1h30min
hospedeiro
- Agentes biológicos
Prática Laboratório Seminá Edson 03/11/10
Seminário: Distúrbios da circulação rio 1h30min
Neoplasia I Teórica/ Ana Érica 09/11/10
- Introdução Prática 1h30min
- Classificação
- Nomenclatura
- Diferenças entre neoplasias
benignas e malignas
- Lesões pré-malignas
- Biologia da célula neoplásica
- Invasão local
- Metástase
- Epidemiologia
- Oncogênese
- Efeitos locais e sistêmicos das
neoplasias
- Imunologia dos tumores
Revisão Prática Teórica/ Edson 10/11/10
Prática 1h30min
Revisão Teórica I Teórica/Ana Érica 16/11/10
Prática 1h30min
Revisão Teórica II Teórica/ Edson 17/11/10
Revisão Prática Prática 1h30min
2ª prova teórica Teórica/Ana Érica 23/11/10
Prática 1h30min
Prova Prática Teórica/ Edson 24/11/10
Prática 1h30min
Revisão final Ana Érica 30/11/10
1h30min
Prova Final Edson 01/12/10
1h30min
OBS.: O cronograma apresentado é meramente consultivo, estando
sujeito a alterações nas data e conteúdo, as quais serão alteradas
mediante acordos com alunos, professor, coordenação e diretorias,
conforme se dê o andamento da disciplina

V- METODOLOGIA E RECURSOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS E


TECNOLÓGICOS
• Aulas teóricas com auxílio de projetor (datashow) e discurssivas com
Aulas teóricas com auxílio de projetor (datashow) e discurssivas com
interdisciplinaridade;
• Aulas práticas: laboratório, Seminários, oficinas e visitas técnicas;

VI- METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO


• Serão realizadas 2 provas teóricas, todas dissertativas totalizando 20
pontos; 2 Seminários, totalizando 20 pontos; 2 provas práticas,
totalizando 20 e visitas técnicas, totalizando 20 pontos.
• Aluno será aprovado quando obtiver nota igual ou superior a 56 pontos
• O exame final realizado ao fim do período letivo e destinado a aluno
que tendo obtido nota inferior a 56 e igual ou superior a 24 pontos.
• O aluno estará reprovado quando obtiver nota inferior a 24 pontos.
• O aluno deverá possui freqüência igual ou superior a 75% (68 aulas)
para aprovação.
• O aluno será notificado a cada 10% de faltas;
• Aluno que estiver fora de sala de aula no horário de aula, não terá a
presença do dia registrada.
• Não haverá tolerância de atraso nas aulas práticas e terá 10 (dez)
minutos de tolerância de atraso na entrada das aulas teóricas, sendo
assim computado como falta.
• Nos seminários serão sorteados 2 apresentadores, os quais o
desempenho será dado através ´50% apresentação e 50% pos-teste.
• So participará das aulas práticas em laboratório e visitas técnicas o
aluno que estiver de jaleco (bata);
• Será obrigatória a presença dos alunos a todas visitas técnicas, bem
como a confecção de relatório;
• O aluno que não puder comparecer as visitas técnicas terá que
apresenta um relatório sobre o órgão visitado, escrito manualmente,
com pelo menos 3 páginas de conteúdo;
• O modelo de relatório seguirá o modelo da Faculdade CET;
• A PROVA FINAL contemplara os seguintes assuntos:
• Neoplasia
- Introdução
- Classificação
- Nomenclatura
- Diferenças entre neoplasias benignas e malignas
- Lesões pré-malignas
- Biologia da célula neoplásica
- Invasão local
- Metástase
- Epidemiologia
- Oncogênese
- Efeitos locais e sistêmicos das neoplasias
- Imunologia dos tumores

VII – REFERÊNCIAS
Bibliografia Básica:
• FUNDAMENTOS DE ROBBINS - PATOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL
AUTOR: ROBBINS, STANLEY L. - COTRAN, RAMZI S. - KUMAR, VINAY -
COLLINS, TUCKER 7ª edição. Lançamento 2004.
• Patologia Geral/ Bogliolo AUTOR: BRASILEIRO FILHO, GERALDO 6ª
edição. Lançamento 2000.
• PATOLOGIA AUTOR: RUBIN, EMANUEL - FARBER, JOHN L. 3ª edição.
Lançamento 2002.
Bibliografia Complementar:
• Underwood. Patologia Geral e Especial. Editora: Guanabara Coogan. Rio
de Janeiro, 1996.
• Bevilacqua, F et al. Fisiopatologia Clínica. Editora: Atheneu, 1992.

Sites de busca:
http://www.google.com.br
http://search.4shared.com/
http://scrided.com
ANA ÉRICA

EDSON EGLEDSON ANDRADE RIBEIRO

Teresina 02 de Agosto de 2010