Análise Sociológica do Mundo Moderno: a Sociedade em que Vivemos

Tópico: Estado de Direito e a Democracia Moderna Temas Complementares: O problema da ordem social - a autoridade política e a legitimidade do poder O que ensinar

O aspecto central a ser estudado nesse tópico refere -se ao problema da ordem social, sua relação com o poder e o papel da autoridade superior exercida pelo Estado. O professor deverá tratar das questões relativas ao reconhecimento da autoridade do Estado para exigir obediência por parte dos membros integrantes da comunidade política. Por que razões devemos obedecer as ordens do Estado? A resposta a esta pergunta envolve esclarecer a relação entre governantes e governados, os fundamentos do poder político e da autoridade, sua legitimidade e sua manutenção. O tema inicial é o das regras gerais que orientam as pessoas em suas ações e definem os comportamentos nas interações sociais. A sequência de questões a serem discutidas pode ser a seguinte: reconhecendo que existem regras socialmente aceitas que definem o que podemos e o que não podemos fazer na convivência social, qual o sentido dessas regras? Uma vez definido o que é permitido e o que é p roibido nas várias esferas da vida social como garantir que os membros da coletividade sigam, em suas interações, as regras reconhecidas pela maioria dos membros da sociedade? Tais questões devem permitir conduzir a discussão e a análise para o nível mais amplo do poder das organizações sociais para influenciar nossos comportamentos assim como o da esfera de atuação das instituições que fazem parte do Estado e exercem o poder e a autoridade sobre os indivíduos e as organizações que integram a sociedade. O que distingue o poder e a autoridade do Estado? E, como o poder central e soberano que caracteriza o Estado pode controlar e garantir a submissão dos governados e dos diversos setores da sociedade aos princípios gerais que regem a vida coletiva? A análise dos elementos de natureza cultural que formam os membros da sociedade para a convivência social (leis,valores, costumes e normas sociais) deve ser combinada com a análise das características do Estado enquanto legislador e administrador da justiça, possuin do, para tanto, o monopólio do uso da força física (o aparato policial). No exercício do poder e da autoridade o Estado precisa contar com o consentimento dos membros da comunidade política o que envolve o reconhecimento da legitimidade de suas ações, incl usive no uso do aparato policial e militar (de controle e uso exclusivo pelo Estado). Idéias e conceitos básicos:
y

y

a idéia de que existe um vínculo social básico por trás de toda associação humana inspirou várias teorias sociais ( a noção de identidade col etiva). A noção de que toda organização social é sustentada por um acordo, produzido através de processos históricos, em torno de valores ou objetivos que estão na origem e constituem o fundamento da confiança que sustenta aquela coletividade ((componentes da identidade cultural). a perda de eficácia e/ou rejeição de valores, costumes e modos de organização da vida coletiva podem gerar discordância e produzir formas variadas de conflito social e/ou político. As classes sociais, os diferentes grupos sociais e a distribuição do poder na sociedade e as conseqüências para a vida política. O consenso e o conflito como dois componentes da vida social. povo. A política como o exercício do poder sobre a vida coletiva de um povo.

Como po demos explicar essa confiança? E. Entretanto. o que caracteriza o estado social que consideramos anárquico? Como podemos entender. constitui o direito. podendo envolver o simples uso da força. ao mesmo tempo. em um sentido amplo. Quando Weber analisou os ti pos de autoridade a partir das ocorrências históricas. para a escola ou para o trabalho. Um governante pode exercer o poder sem gozar de legítima autoridade. quando ela começa a faltar. os governantes encontram legitimidade para o exercício do poder. um papel principal. Deve -se reconhecer.y poder e autoridade: o problema da legitimidade. o crime como uma ameaça social? Aqui. mas também o problema da sua justificação. As instituições que fazem parte do Estado têm. não pensamos. regras e normas que devem orientar as ações do poder político na esfera da vida social é o que. que seremos assaltados ou mortos. carismática e racional -legal. Havendo consentimento por parte dos governados. o que está ocorrendo? Há duas dimensões a serem consideradas na discussão dessas questões. ordinariamente. ao cinema. por um lado. Quando vamos à padaria. ele procurou retirar da realidade dos fatos o que encontrou . A resposta à pergunta ± basta a força para fazer quem exerce o poder político ser aceito por aqueles sobre os quais se exerce. pela maioria da população. para induzir os seus destinatários a obedecê -lo? ± pode ser interpretada como uma pergunta sobre o que é de fato o poder ou como uma pergunta sobre o que deve ser. aqui. Essa concordância. especialmente no que diz respeito às ações que devem garantir a ordem e a justiça. As pessoas podem se submeter pelo medo ou pela insegurança sem concordar com os motivos e os princípios que determinam as ordens de quem exerce o poder. Em relação ao poder político discute -se. não só o problema da sua definição e das características que o diferenciam das outras formas de poder. em relação aos princípios. as ações desenvolvidas pelo Estado possuem legitimidade quando as regras e os princípios que as orientam e em que se baseiam são considerados corretos e compartilhados pela maioria daqueles que a elas devem se submeter. O poder. o papel das normas ou regras sociais que são compartilhadas pelos mem bros da sociedade e que são produto de um longo processo histórico na busca das condições que tornam a vida social possível e. considerando o ponto de vista daqueles que se submetem ao seu poder. a criação e o funcionamento de instituições sociais e políticas que garantem a manutenção da ordem instituída soc ialmente. As perguntas seriam: o que mantém a sociedade coesa? O que torna a ordem social possível e duradoura mesmo em sociedades onde persistem significativas desigualdades sociais? Como os conflitos sociais que emergem nas sociedades costumam ser controla dos ou resolvidos? Por outro lado. tradicionalmente. de um modo geral. Tipos de autoridade em Max Weber: tradicional. é a capacidade de influir sobre os comportamentos e atingir objetivos mesmo diante da resistência dos outros. nesse contexto. Por sua vez. os alunos devem ser estimulados a refletir sobre as situações cotidianas em que agimos com naturalidade sem pensar que podemos correr riscos maiores em relação ao nosso bem -estar e às nossas vidas. a noção de poder não se confunde com a de autoridade legítima. Como ensinar O professor poderá orientar o desenvolvimento inicial deste tópico sugerindo algumas questões que motivam nossa reflexão sobre o problema da ordem s ocial.

. uma partida de futebol) em que. como ocorre na luta política. No caso das democracias modernas as leis que regem os comportamentos e gozam do reconhecimento dos membros da coletividade são aquelas estabelecidas pelo poder legislativo enquanto poder representativo dos cidadãos. Esses tipos podem aparecer na realidade não de forma pura mas em combinações diversas caracterizando casos concretos. a vida política com um jogo onde equipes em disputa pelo poder representam diferentes grupos de interesses. y y y O que permite o funcionamento normal. com regularidade. na medida em que são capazes de obter a obediência dos governados. encontrar com os amigos. estudar em uma biblioteca ou ir à casa de uma colega. da vida em sociedade (por exemplo. dormir e recomeçar no dia seguinte)? O que pode provocar a quebra da regularidade cotidiana na vida das pessoas? De que forma o comportamento de outros indivíduos pode prejudicar ou mesmo impedir o funcionamento daquilo q ue consideramos a normalidade dos dias?Como você explica esses fatos? As sociedades humanas necessitam da existência do Estado? Porque? Até onde as pessoas. O que provavelmente ocorreria nessa situação? Os alunos podem anotar suas principais observações e conclusões para um pequeno debate. Questões sugeridas para provocar um debate inicial em torno do tema. abaixo) Objetivo: Analisar e compreender as relações entre a existência das normas sociais. As questões que aparecem nessa situação (em que regras não são respeitadas) dizem respeito à impossibilidade de qualquer jogo desenvolver-se tanto na ausência de normas e regras pré -estabelecidas. Max Weber. precisam das ações do Estado? Ao longo do debate dessas questões o professor po derá solicitar aos alunos que procurem imaginar um jogo (por exemplo. Disso decorre a legitimidade das ações do poder exercido pelo Estado em uma sociedade democrática. mais uma vez. civilizada e pacífica. ir ao super-mercado. a autoridade carismática e a autoridade racional -legal. As análises de Max Weber s obre os tipos de autoridade podem ser apresentadas aos alunos na conclusão do estudo deste tópico servindo. sob certos aspectos. O objetivo inicial é levar os estudantes a identificar. no ato de realização do jogo. quanto na ausência de um juiz com a função de resolver conflitos e desacordos quanto ao cumprimento dessas regras pelos jogadores. os jogadores passam a ignorar as regras estabelecidas e a desenvolver lances segundo suas vontades sem qualquer respeito par a com as leis que regem aquele jogo. respeitando as leis. ou nas tentativas de mudança das regras no decorrer da partida. Da mesma forma. identificou três tipos básicos: a autoridade tradicional.e considerou como tipos de autoridade em geral. individualmente. os fundamentos do poder político e suas bases de legitimidade. (Ver texto no RA. voltar para casa. ao mesmo tempo. de introdução para o próximo tema. acordar e ir à escola diariamente. ao longo da realização do jogo.voltar para casa. as condições para a convivência social. em seus estudos sobre as formas sociais da autoridade e seus fundamentos. no ³jogo político´ as negociações e os acordos entre as partes que participam (os atores políticos) devem submeter -se às normas existentes.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful