Você está na página 1de 13

Page1

AAssassinaeaPrincesa,umcontodeTronodeVidro.

SarahJ.Maas

éumahistóriacurtaqueocorreentreTronodeVidroeCoroadaMeia­NoitesobreCelaenaeNehemiaemumaviagemde

compras.

Page2

NodiadosolstíciodoinvernofoiosuficienteparaqueCelaenaSardothiennãose

encomodassecomasluvasquandoelapartiuemRifthold.

AprincesaNehemia,noentanto,foicompletamenteinfeliz.Aindaassim,elaserecusouás

repetidasofertasdeCelaenaparatomarumcarroparaaavenidamaisfamosadacidade,na

capital.Viajardecarrosófariaodiapassarmaisrápido,disseaprincesa.Eumavezque

elastinhamreivindicadoodiaexclusivamenteparadesfrutaracompanhiaumadaoutra,nem

ajovemmulherestavacomtantapressaparaverodiaacabarrapidamente.Então,elas

caminharamatravésdaRifthold,vestidasfinamentequantopodiamenquantoaindaestavam

sendorelativamentedespercebidas.Levaramumtempoparaatravessaracidade,apesarde

teremumacordotácitodenãoseaventurarpertodasdocas,armazéns,ouemqualquer

lugarquepodecorrerqualquerprovavivadoimpérioebrutalconquistadeAdarlanno

continente.

Depoisdepassarumanocomoescravaasimesma,nãoestavaparticularmenteanimada

paradiscutirostemasdaescravidão,guerra,ecoisasgeraisdomundo.Celaenaficoumais

doquefelizemficarcomroupaslargas,passaremruaslimpasondeelaspoderiamfingirser

duasjovensmulheresemseucaminhoágastarquantidadesobscenasdedinheiro.

Nehemiajápercorreugrandepartedacidadeenãogostavadequasetudo

doqueelatinhavisto,masaindaseentregavaáCelaenaparaumdesvioparapassarpelo

TeatroReal,entraremsuaspadariasfavoritas,lojasdedoces,eaparecendoemalgumas

livrarias.Nãoénovidadeque,nomomentoemquevisitouKavill,amelhorlojaderoupasem

Rifthold,CelaenatinhagastadoboapartedoseusaláriomensalcomoCampeãdoReilá.

Page3

Essefoioutrotemaquetinhaconcordadoemignorarparaodia.

Asduasjovensparounafrentedaloja,eCelaenapercorreucomoolhosobreatalha

douradadevidro.Doisvestidosforamexibidos.Umazul,umpoucotradicionalqueera

vestidodebaile,afiadocomouroesalpicosdeturquesa;ooutrotrabalhadoemveludo

vermelho,demangascompridaseacentuadocomameia­noitedolaço.

"OKavill",NehemialeunaornamentaçãobalançandopelabrisadorioAvery.Aprincesa franziuatestaparaCelaena."Émuita fantasia",disseelaemEyllwe.

Comefeito,olhandoatravésdovidro,Celaenapodiaverumgrupodemulheresde

bem­vestidasoferecendoconselhosparaumaamigamostrandoumpotencialdecompra.

Celaenaescondeuoseupróprioolharsevero.Elasdeveriamterumcompromissoparticular.

Nãoapenasparaasegurançadaprincesa,cujoosguardaspessoalarrastou­separaatrás

delas,mastambémparacolocarNehemia­queodiavacomprasevestidoscomplicados­em

algumgraudefacilidade.

"Estamosapoucosminutosmaiscedo,euacho",disseCelaena.Nehemiaaindaestava

franzindoatestaparaafrentedaloja."Nóspoderíamosiremumalojadechá,sevocê

quiser"

"Não,não.Minhasmãosestãocongeladasatravésde",disseNehemia,enluvandoseus

dedos,enrolandoempunhos."Vamosentrareesperar."

FaziaummêsqueCelaenatinhasidonomeadacomoCampeãdoRei,mêsemqueelateve queenfrentartodasasdificuldadeseaposiçãoapresentada,masdealgumaformao pensamentodeentrardenovonaloja deKavillcomNehemiajáadeixavamal­humorada feitadenervos.

Page4

ElajátinhapenadopróprioLeeKavill edeoutrosclientesdointerior.

"Bastalembrar",disseCelaenaemEyllwequandoNehemiacaminhouatéa

portapintadadeverde,"EusouLillianGordainaeeusouapenasela."

"Eusei",Nehemiafalousemolharparaela,eentrou.

Celaenaseguiuaprincesa,quandodoisguardaspessoaldeNehemiaderamumacenode

cabeçacomoelessemudaramparaaposição:umpelamontra,ooutrovaiemvoltado

quarteirãoparapegarumlocalpelaportadosfundos.Umavezanomeaçãocomeçou,

ninguémfoidentrooufora.Ocheirodelavandaehortelã­Kavilldentrodaeratotalmente

familiarizadoeestrangeira.Familiar,pornosanosCelaenatinhamvividoemRifthold,este

teve

sidoasualojaderoupaspreferidas.Exterior,paraoanoquepassaraemEn­

doviereosmesesqueelatinhasidonocastelodevidrotinhafeito

tudo,desdequeavidapassadaemalgoestranhoedesconhecido.

LeeKavill,aquemCelaenajávisitouduasvezesdesdequesetornou

CampeãodoRei,estavajuntoaobandodemulheresantesda

cortinasdoquartodevestir,suaassinaturanotebookcourolisoemsua braçoseumacanetacoponamão. Emseusquarentaanos,Kavilleraumhomemdecenteaparência,suasroupassimples eelegante,apesardealgumasdasofertasextravagantesemsualoja.Ele tambémfoitranqüila.Nãotímido,mascalma.Equilibrado.Elenãosemexer,enãoofez empurre,etinhaosolhosdeumartistaparacoresecortesenovastendências. Masessesmesmosolhosficaramumpoucolarganavisãodeles,lançando entreasmulheressereuniramesuanomeaçãoumadatarde.

4/20

Page5

Nehemiaparadoaoladodaporta,masCelaenapassouapoucospassos

aindamaisparadentrodalojacomtapetevermelho.Kavilljáfoiadiantedeles,de

otempoCelaenasorriueestendeuasmãos.

"Estamosumpoucomaiscedo",disseelaemformadesaudação",masnóssomosmais

doquefelizemesperar".Elainclinouacabeçaparaocir­verde­e­ouro

divãcularnafrentedasaladeumlugargeralmentereservadapara

damas­de­espera,maridosdoentesecriançasentediadas.

Kavillpegousuasmãoscomumsorriso.Seusdedosestavamtãocalejada

comoadela,emboraseuscalosecicatrizesveiodeanoscomagulhas

epinos,nãoBlades."Martadissemeuumahorasfoiumimportante

convidado,maseunãotinhaidéiadequeeurecebertalhonra."Assimqueeleterminou,ele

olhouparaNehemiaesecurvou."Vocêémuitobem­vindo."

Éclaroqueelereconheceraprincesa.Enquantoerabastantefácilpara

Celaenaparasemisturar,nãohaviacomoesconderqueeraNehemia.Nãoser­

causadesuapeleescuracremoso,masporqueNehemialevou­se

comoumaprincesa.

Nãoimportaparaondeelesforamoucomoelesestavamvestidos,Nehemiaal­

maneirasquetinhaânguloparaacabeçaeumbrilhonosolhos,comoseelativessevindo

foradoúterosabendosanguerealcorriaemsuasveias.Comoseelaal­

maneirasusavaumacoroainvisível.Celaenaaindanãotinhacertezaseelainvejavaou

penadaprincesaparaela.

NehemiadeuumacenosuperficialdorespeitocabeçatantoquantoKavill

merecia,senãomais,umavezqueeletinhavindodecamponesese

trabalhouseucaminhoparacima.

"Eupossoteoferecermeuescritórioparaesperar,sevocêpreferir,"Kavilldissecalmamente:

especialmenteporquealgumasdasmulherespelascortinasdoquartodevestir transformaram paraexaminarosrecém­chegados."Nósnãodevesermaisdoqueunspoucos minuto".

5/20

Page6

Eraseupassoparaoladoquefinalmentelhedeuaway­doou oqueeleestavatentandoprotegerdeles.EpodeterCelaena jogoujuntotinhaNehemianãopercebeuisso,também. AmeninapoderiatersidodeFenharrowouEyllwecomelatan pele,masfoioouroduplopulseiras­algemasemtornodeseuspulsos quemarcoucomoescrava.Ouroalgemas,semcorrentesquetinhamsido soldadaon­enuncairiasair. "Nóspodemosirparaoutrolugar",disseCelaenasuavemente. Nehemiaapenasolhouparaaescrava,comorostoembranco.Ameninaera bemvestido,epareciabemalimentado,masasalgemas,porissohorrifyingly linda,brilhandonaluzquente Asmulheresestavamolhandoparaelesagora,masaescravamantinha olhosparabaixo.Nemsequerviraremdireçãoaeles.Celaenarodadoseupróprio pulsos,umapontinhadedorfantasmaatravessandoascicatrizesquemarcaram ondeseusprópriosgrilhõesdeferroearranhou­tinhasidoumavez. CelaenacolocouamãonocotovelodeNehemia."Pudermos­" "Não",Nehemiadisse,desviandooolhardameninaedandoKavill eumsorrisosemgraça."Vamosesperar.Porfavor,retornoparaoseutrabalho",disseela paraele,esentou­senodivã.Celaenalentamentesesentouaolado ela,eNehemiapiscou­lheumsorrisobrilhante. Hoje,elestinhamconcordadoquandofixa,seriaapenassobreenjoy­ ing­se­sobredeixarCelaenavestirNehemiaup.Hoje,eles Foramapenasdoisordinária,perfeitamentefelizesmeninas,parafazeralgumascompras. Celaenadeuseumelhorsorrisoemtroca.

6/20

Página7

EntãoKavillvoltouaosseusclientes,aMartafalamansaveioa

tomarsuascapaseluvasesubstituiu­oscomchádejasmim,delic­

comibiscoitos,eumaselecçãodejornaisdodia.

"Esseserviço",disseNehemiaquandoMartatinhaescapadoparaajudar

Kavillemderrubarsuasmediçõesevendoasnecessidadesde

seusclientes.Aprincesacorreuumolhoaoredordasparedesdouradas,o

prateleirasdevestidosdeexemplo,osecrãsdejóias,sapatos,chapéus,epara­

soles."Essariqueza,também."

Celaena,queestavaobservandoumadasmulheresdebaterseuma

quartodeumapolegadaafariadecoteousadodemais,olhouparao

princesa."Seissofazvocêsesentirmelhor,eleestáviradoparabaixoposiçõescomoa

alfaiaterealváriasvezes."

Nehemialevantouumasobrancelhabempreparado,ajóiadeouroqueelausava

brilhandoàluzdoscandelabrosdevidroemformadelírio."Eunãoquero

ser

fake,sotaquedesaparecido.

Oacento,Celaenatinhaaprendido,eraapenasparaenganaroreal

court­levá­losapensarqueelaeraestúpido,efazê­losfalar

maislivrementequandoelespensaramqueelanãoconseguiaentender.MasNehemia

Faloumelhordoqueomaisrefinadodeles.Eelaestavausando

oconhecimentoqueelatinharecolhidoparadescobrirquaisquerboatosdemanobras

quepodeajudarosofrimentodeseupovoescravizado.

Foiporissoqueelestinhamidofazercomprasemprimeirolugar:paraencontrarvestidos

quearainhaGeorginaaprovaria­vestidosparapermitiraNehemia

aconchegar­seàrainhaeseucírculoíntimo,paraverseelapodeajudarEyll­

nósporconquistaroreidaesposadeAdarlan.

"Vamosnosdivertir",disseCelaena,tomandoumlongogoledeseujas­

meuchá,quasegemendocomapuraperfeiçãodele,entãooajuste

7/20

difícil",disseNehemianalínguacomum,qualquertraçodesua

Page8

asdobrasdeseuvestidodeverde­floresta.Umapeçaquetinhasidofeitoneste

muitoshop­umfatoqueelaeracertainKavilljátinhanotado.

Osoutroscincoclientesexpressosapenasalgunscuriososolharesseucaminho

antesquefinalmentesaiudalojaemumturbilhãodecapasdepeles,luvasdepelica,

egemesobreoinvernosemfim.Aescravanuncaolhouumavez

acima,eCelaenapodiajurarqueamãodeNehemiacontraiuquando

elacaminhoupor,comoseaprincesahaviacontempladoalcançandoo

menina,edepoispensoumelhor.

Quandoelesforamfinalmentesefoi,Martafechouascortinasnapartedafrente

janela,acendeumaisalgumasarandelas,eacompanhou­osparaossofásdeseda

antesdascortinasdoquartodevestir.Kavillprópriocompreioutro

potornamentadodechádejasmim,echeiodenovoambososcopos.

ApósCelaenaexplicouqueNehemiaprecisavadepelomenosquatrovestidos,

dois

de

eles

para

ser

bola

vestidos,

e

tudo

caber

paraAdarlanianroyalty,Kavillcruzouosbraçosatrásdascostase

passeadocomoeleperguntouapósascoresetecidosqueNehemiapré­

ridoouodiado,sobreseussentimentosemrelaçãoabaixasoualtas,comodecotes

muitamobilidadequeeladesejava,eassimpordianteatéqueCelaenacomeçoulhoso

DeringseNehemiaagarraria.

Masaprincesaapenassorriuparaohomemesguio,respondendo­lhecom

osotaque,hesitanteelausouparatodosbutCelaena.E,emseguida

elapacientementesentadoatravésdeKavilleMartaapresentaçãodecor,

pano,beading,edacostura.NãofoiatéKavilleMartafoiin­

paraoback­toobterumaamostradovestidodebaileazulnajanelaque­

aprincesacaiuligeiramente.

"Euachoqueeuprefiroterapenasacostureirarealtraga­me

algumacoisa"

ela

dito

emvozbaixa.

"Este

é

verdadeiramente oque você,vocêenjoydoing?"

8/20

Page9

Celaenaestremeceu,massorriu."Quandoohumormeparece,sim."E

agoraqueelatinhadeourodoreiqueimaumburacoemsuabolsa,elaera

maisdoquefelizemgastarmaisdomesmo."Eusempregosteimuito

Coisas­vestidos,jóias,sapatos

frívolo,masumvestidocomooonesKavillfazéarte.Éarte,e

matemáticaeeconomia."

AssobrancelhasdeNehemialevantadoeCelaenadeudeombros,masvirouparaapontar

para

ovestidodeveludobainhavermelhanavitrine.

"Essevestidonajanela­pensarsobrecomoKavilltinhaqueprimeiroachegar

­secomoprojeto,então,fazerasmediçõesapenasparaadireitaparacorresponderà

imagememsuacabeça,emseguida,encontrarofornecedorcertoparaabastecero

vermelhoperfeito

veludoerendapreta.Pensesobreondequeveiodeveludoerendas

de­veludodoportodeMeah,olaçodeMelisande,o

segmentoquedetémacoisatodaemconjuntoapartirdeumcontrolegiratórionoFenhar­

linha.Pensesobreondeoscorantesparaovermelhoeopretoveio,

demaispensaremtodasaspessoaselugaresqueteveumamãoemque

vestir­seencaixando.Écomoummapadocontinente,ecadaparte

Achoqueéfácilderejeitá­locomo

decontaumahistória,e­"Celaenasumiuebufou."Bem,mapa ehistóriadelado,étambémbastantecomooinferno." Nehemiariubaixinho."Euachoqueestoucomeçandoaentender. Emboraeuachoquevocêtambémsógostadeolharmelhordoquetodososoutros,aminha amigo". Celaenariu:"Eugostariadepodernegá­lo." Nehemiasorriu."Nãoseincomode.Éporissoqueeugostodevocê." OcoraçãodeCelaenaapertoucomisso,seusorrisocrescendoaindamais. KavilleMartavoltouummomentodepois,eMartainaugurou aprincesanocamarimparaexperimentarovestidodebaileazul.

9/20

Page10

ObtendoNehemiaforadesuasroupaseparaovestidodaamostraseria

demoraralgunsminutos,assimCelaenanavegadosaseleçãodevestidosdedis­

desempenhadonaloja.

Umvestidolavandaaparadascomlaçobrancochamousuaatençãoeela

fezumapausaparapassaramãosobreaseda."Talumacorlinda",elaassassina

mured,maisparasimesmadoqueKavill,maseledeuumpassoaoladodela.

"Eleiarealçaracordesuapele",observouele,pegandoo

mangacomprimentotrês­quartos."Eupoderiafazerestesfull­length,sevocê

queria."

Elapegouseuolharparaelahands­especificamente,acicatrizemtornode

pulsoseantebraçosdasamarrasemEndovier.

Nocastelo,elanãoprecisafingirserumcortesãomais,

elesatraíram

atenção.Equestões.Mangasecostasaltasgeralmentecobertosmais dodanodeEndovieredezanosdeformaçãocomoumassassino­se apenasparaevitaressasperguntas.Oupityingparece. "Euvoupensarsobreisso",disseela,esemudouparaovestidodeveludovermelhoem ajanela. ElasabiaKavillbemosuficienteparaentenderqueelenãoiriaperguntarsobre ascicatrizes,nãoimportaoqueelepoderiasuspeitar.Elasempreseperguntouse elesabiaquemeoqueelarealmentefoi­mepergunteisobreelarela­ laçãocomohomemruivoqueumaveztinhaaacompanhouem aqui,interessados ​​emdoteemseualunomaistalentoso. MasArobynnnãofaziapartedesuavidamais,epelaprimeiravez elatinhavindoaquidesdequefoinomeadoCampeãodoRei,Kavillnãotinha perguntouporele.Nãotinhaperguntadoondeelatinhasido,também.Foiporissoque

10/20

e,certamente,nãoseenvergonhoudenenhumadesuascicatrizes,mas

Page11

eladecidiutrazerNehemiaele,vestidosfinosdelado.Kavill

nãofofoca,ouintrometer.

Masseeletivessetentadoevitarqueelesvejamaescravapara

AmordeNehemia,oudela?Elanãoquersaber.

Nehemiaemergiudocamarim,jáestremecendo,mas

Celaenavigas.MesmoKavillsoltouumsuspirodeaprovação.

"Bem,euvousercondenado",disseCelaena,colocandoamãoemseuquadrilenquanto

ElafezsinalparaNehemiaparavirar."Sevocênãocomprarisso,eununca

perdoá­lo."

Celaenanovamente."Talvezalgosubtler­" "Bobagem",Celaenacortou,enxotandopassadoMartaparaajustarovestido simesma."Vocêvaiusarissoparaopróximobailerealefazertodososhomens ofegaratrásdevocê."ElalançouumolharsignificativonadireçãodeNe­ amploseiodahemia."Enãoseatrevaacobriraquelescomum xale." Nehemiariu,amudançaparaEyllwe."Eununcaousariadesobedecerauma ordemdiretadevocê." Celaenasorriuerespondeunalínguacomum."Good.Emseguida vamosterumdesses."ElasevirouparaKavilleMarta,queeram empé,paradoapoucosmetrosdedistância,rabiscandonotasdemedição norazãodeKavill."Quaisquerpensamentossobreoquepodejóiasmelhorsotaque isso?" Kavillabriuaboca,masNehemiacortaremusarEyllwe:"Eutenho jóiasdeEyllwe."

diferente",disseNehemianalínguacomum,defrente

11/20

Page12

"Eunãoachoqueeleiriacorresponder."

NehemiaendireitouumpoucoeaindadisseemEyllwe,"Eu

comoumapartedemimqueaindalembraraspessoasdeondeeuvenho".

Seusolhosseencontrarame,poruminstante,pensouCelaenadanoiteNe­

hemiahaviaentradoemseusquartosdepoisdesaberdomassacredecinco

centenaderebeldesEyllwe.Comoaprincesahaviachoradoporseupovo,por

seudesamparo,paraseumundoescravizado.

FoiporessemundoqueNehemialutou­whyNehemiairiacomprar

essesvestidosedesempenharopapeldeconfidentedarainha.

TalvezNehemiapensadoamesmacoisa,paraaprincesasoltou

umlongosuspiroedisse:"Talvezvocêestejacerto,Elentiya."

CelaenanãoachoKavillouMartairianotaronomedopio

cessotinhadadoaela,maselaolhouparaeles,noentanto.Eleseram

Agora,apenasobservando,enfrentabranda,masagradável.Dispostoaconseguirasjóias

eacessóriosemumpiscardeolhos.Nehemiavirou­separaelese

disseemseusotaqueperfeitamentefalsa,"Mostre­mesuasjóias."

Eassim,elespassaramporoutraapresentaçãodeneck­

cordõesebrincosepulseiras,emseguida,luvasebrochesecabelo

ornamentos.Equandoelestinhamdecididooquepareciamelhor,Nehemia

foimedidaeprendeumaisumpouco,edepoislevadosparaopróximo

vestido.Eapróxima,enopróximo.

Orelógiobatiaquatronomomentoemquetinhadecididosobreosvestidos,

jóiaseacessóriosNehemiairiacomprar.Martatinhamuitotempo

umavezquetrouxefumegantesxícarasdecháparaosguardasdeNehemiafora.

Elaiavoltarparecendoumpoucoabaladaecomcara­pálida,maspelomenoso

xícarasdechátinhasidovazio.OsguardasdeNehemianãoeramumaespécie­e

conversável

foramnadamenosqueletal.

12/20

Page13

NeemiasfoipábiscoitosemsuagargantacomoCelaenanovamente

passeavapelaloja,tendonosvestidos.Elajátinhaencomendado

ovestidoliláserendas,edesdeKavillteveseumaisrecentemedição

mentos,elanãosepreocupouemexperimentá­lo,guardarparasegurá­locontraela

torsoparasecertificardequeelarealmenteamavaacoretecido.

Elaparounafrentedovestidodeveludovermelhonovisor,aexecuçãodeum

dedoparabaixodassaias.Nãohouveanáguascomestetipodevestido,

nãocorsets­elanuncaviuumvestidocomoele,naverdade.Nuncasequerouvidofalar

deumvestidocomoele,comapartetraseiraabertarevestidademeia­noitederendapreta,

o

decote,eforma­seabraçandocorpete.Eledeixoupoucoàima­

gination­ecertamentevirarcabeças.

"Vocêdeveexperimentá­lo",disseNehemiaemEyllweatrásdela,Finlândia

ishingseubolinhopraline."Vocêfoicobiçandoodiatodo."

Celaenaolhouporcimadoombro,sobrancelhasalta."É

Aspessoasseriamescandalizada."

Aprincesasorriu."Quemmelhorparausá­lo,então?"

Celaenaseviusorrindotambém."Quemdefato?"

Assim,cincominutosdepois,Celaenaencontrou­sevestindoaamostra

vestidoantesdostrêsespelhosangularesdaloja,lentamentesetransformandoem

lugar.

Ousadiaeescandalosoforamapenasocomeço.

Nehemiasoltouumassobioapreciativodeondeelaestava

umpoucoousada.

esparramadonosofá."Ocapitãonãovaisaberoquefazercom asimesmo."

13/20

Page14

Celaenaatirou­lheumolharporcimadoombro."Elenãoéaminhapreocupação."

EmboraelaquasepodiaimaginarorostodeChaolcomavisãodovestido:

debocafechada,deolhosarregalados,umpoucoenvergonhadosemaisdoqueumpouco

irritado.

Elaquasepodiaouvi­lo,também,asafirmaçõesqueelefazsobreoReido

Campeãogastartaisquantiasexorbitantesempoucomaisdoquepedaçosde

pano,areputaçãoquetinhadedefenderagoraqueelafoiempregadapor

orei

Nehemiaseaproximou,eCelaenadegrausdapequenaplataforma. "Quetipodehistóriaéqueestevestidolhedizer?",Aprincesaperguntouem Eyllwe. Celaenaestavaprestesaabriraboca,maselapegouadireção doolhardeNehemia:apartedetrásaberta.Olaçopretofezumbomtrabalhode escondendoogruesomenessdesuascicatrizes,mastãoperto,erafácilver acarnemutiladaporbaixo. Seusolhosseencontraram,eCelaenacomutadaparaEyllwecomoeladisse:"Você achoquedeveriaencobri­los?" AatençãodeNehemianovamentefoiparaascicatrizesabaixodarendapreta. Depoisdeummomento,eladisse:"Não"Celaenavoltou­separaoespelho,mas Nehemiavoltouafalar,suavozumpoucodemasiadocalma:"Quantasvezesvocê pensarsobreeles,sobreEndovier?" Celaenaconheceuseupróprioreflexonoespelho,orostoque,como Kavilldo,agoraerafamiliareestrangeira."Todososdias.Acadahora." Eraumaverdadeelanãotinhaadmitidoaninguém,talvezatémesmoparaela­ autoatéagora. "Seráquevocêlibertá­lossepudesse?"

Oh,eladevecomprarovestido,mesmoqueapenasparamijarChaoloff.

14/20

Página15

Celaenabatiacabeçaparaaprincesa."Quetipodepergunta

éisso?Claroquesim".

Elestinhamjurado,tantoempossadonestamanhã,quenãoteria

essetipodeconversa.ECelaenasabiaexatamenteondeestaconversa

iria:emNehemiafalandosobreaescravidão,oimpério,anecessidadede

boaspessoasparaficarelutar.

KavilleMartaestavamfazendooseumelhorparaparecerocupadonobalcãode

apartetraseiradoquartodianteiro.OsolhosdeKavilllevantadaapartirdeseulivro,e

quandoseuolharencontrouodele,elapercebeuqueelesabiaexatamentequemknew.He

elaera,etalvezsempreteve.Elanãosabiaporque,masissofez

ela

Elaolhoudevoltaparaaprincesa,quedeuumsorrisoforçado."Eudeveria nãotermencionadoisso",disseNehemia."Hojeéparadiversãoparaapenastornar­ ingmulheresjovens." Eporalgumarazão,vendoaquelesorrisoforçadoapenasfezopeso emseupeitoafundarumpoucomaisprofundo. Nehemiatinhaidoparaaportadafrenteparacontarseusguardasqueelaera ready­eparaencontrarumcarroparaalugar.Osoltinhadeixadocair,junto comatemperatura,enemCelaenanemNehemiasentiuparticu­ Domesmoinclinadoacaminharparacasananoitegelada. Celaenaestavaempénobalcãodemadeirapolida,preenchendodir­ exõessobrecomoeondeentregarroupasnovasdeNehemiaepagamento ingporsuasprópriascompras.Eladecidiulevarovestidodeveludovermelho, ousadoeescandalosocomoera.Sesóporquenãocomprá­losenticomo algumtipodederrota,algumaperdainsubstituívelquecortartodavezqueela penseisobreisso.

15/20

triste.Surpreendentemente,absurdamentetriste.

Page16

Elaarrancouaúltimapeçadeourodesuabolsaecolocou­ano

balcão,portrásdaqualKavillestava,contando."Ovestidodeveludovermelho

deveestarprontoemduassemanas",disseele,tomandooúltimopedaçodeouro.

"Vocêtemalgumaocasiãoespecialemmente?"

Elaencolheuosombros,olhandoparaNehemia,quepermaneceuaoladodaporta,

jáparecendoinfelizcomofrioqueseaproxima.Celaenamesmanãofoi

tambémquedesejamdeixarocalordaloja.Eladeveriatertrazido

luvaseumcasacomaisquente."Eutenhocertezaquevouencontraralgumautilidadeparao

vestido

antesdoVerão."

Kavillbalançouacabeça,efechouacontabilidadedeespessura."Deixe­mesaberse

fazcomquequalquerumdesmaiar,ouiniciarummotim".

Elariubaixinho,esevirouparair,enfiandoasmãos

emseusbolsoserezandoseusdedosnãocairnocaminho

casa.

"Aqui",Kavilldisse,eelavirou­separaencontrarumpardedove­requintado

luvasdecamurçacinzaemsuasmãos."Nacasa.Pormuitosanosdefiel

patrocínio."Seurostotinhasuamáscarahabitualdecalmaeducadaecortesia,

masseusolhoscastanhoserambrilhantes."Eumpresente­porumanopassousem

quaisquerluvasemtudo."

Seelativessetidoqualquerdúvidaantes,nãohaviavestígiodequepermanecendo agora.Elesabiaquemeoqueelaera,sabiaondeelatinhapassadoum ano­escravizadossabiaquetipodedinheiroqueelausouparacomprarseusvestidos. Elanãotinhapalavras­nenhumparafazerjustiçaàbondadedeseu gesto­demodoqueelaapenasbalançouacabeça,pegouasluvasesaiu.

16/20

Page17

Ocarronãoeramuitomaisquentedoqueoexterior.CelaenaeNe­ hemiaamontoados,amaldiçoandoviolentamenteebastantecriativano invernosemfim. MaisrecentemisturavulgardeNehemiaenviadoCelaenaemumataquedeuivos riso,tãoaltoqueumdosguardasandandoemcimadocarro bateuduasvezesparaperguntarsetudoestavacerto.Nehemiabateutrêsvezesparaas­ Certifique­seaeletudoestavabem,masCelaenacontinuourindoatéseuestômago machucar. Quandoosilênciovoltouacair,elaolhouparaoamigoeenxugouaslágrimas derisosdeseusolhos."Eupagariaumbomdinheiroparavê­lodizerquea RainhaGeorgina." Nehemiariu,masnãochegouaatingirosolhos."Obrigado, Elentiya,pormeajudarhoje.I­euprecisavadosvestidos.Eparasair docasteloparaumpouco." Celaenasóbrio,eacenoucomacabeça.Passarampormaisricodis­ trito,umborrãodecasasdealabastroetelhadosdeesmeralda,agoracongeladasobree brilhandoàluzdolampião."Obrigadoporfingindo.Porumdia,em menos." ElasentiuosolhosdeNehemiasobreela,masmanteveolhandoparaomolhado ruas,lisodeumdiadenevederretidaagoravoltando­separagelo.Depoisdeum enquanto,Celaenaperguntou:"Vocêjáseperguntouoqueseriacomosenós realmenteerampessoascomuns?" Aprincesamordeuolábio."Àsvezes". "Vocêjádesejouquevocêestava?Ordinária,querodizer." Neemiasficouemsilêncioporumlongomomento,comosolhosdistantes,comoseela tornar­ realizoualgunsterradistante,quenteevibrante,suaspastagensondulante

17/20

Page18

sobumsolquentedoverão."Émeudesejomaisegoístaedevaneio­to

sernormal,sercomum,paraserlivredemeusencargos."

Elanãotinhapercebidoqueelaestavasegurandoarespiração,nãotinhapercebido

oquãoimportanteéarespostadeNehemiaestavacomelaatéqueelaouviu. Celaenasuspirou."Eaindaassimvocêeeunãopoderiamesmofingirporumúnico diaparaserlivredessascargas." "Eusintomuito",disseNehemiacalmamente. "Oquevocêtemquesedesculpar?Eraumaexigênciainsensataparafazerde você,dequalquermaneira." "Eugostariaquevocêpudesseterumamigo­nãoénormalumaprincesaouumcapitão ouofilhodorei.Masapenasumamigonormal,vivendoumaboa,calma vida." "Eunãotenhointeresseemamigosnormais.Mesmoseeufosseapenasumaor­ dinarymenina,eunãogostariadeestarcercadoporpessoascomuns.Não,euvou tomarasprincesasrebeldeseosfilhosdereisedacapitaniamal­humorado témeasprostitutaseosladrõesqualquerdia.Eeulevá­loaolongodeum milgarotascomuns". OsorrisodeNehemiatremiam­apenasosuficienteparaqueCelaenatevederecorrera ajanelaantesqueelasentiuadoremseusprópriosolhos. Acarruagemvirouumaavenida,eocastelodevidrosurgiuen­ fore­los,esverdeadoebrilhandonocéunoturno. "Euestoucontentequenósnãoestamosordinário,Elentiya."Neemiasestavasorrindoem aescuridãodacarruagem."Seriatãochatosefôssemos." Celaenasorriu."Incrivelmentechato."

18/20

Page19

"E,porquevaleapena,eubuscá­lomaisdemilordináriae

amigosextraordinários.Achomesmoqueacaboudeconhecernarua,mesmoqueeu

acabeidevervocêdepassagem,euseioquevocêé."

Celaenainclinouacabeçaparaolado."Umassassino?"

OsolhosescurosdeNehemiaerambrilhantescomoelabalançouacabeça."Airmã

domeucoração."

Celaenatevequesevirar.Quandoelafinalmenteolhouparatrás,elanãoofez

sabequemestendeuamãoparaque,masummomentodepois,amãofoiapreendido

firmementeemNehemiade.

"Euachoqueeusei,também,"Celaenadissebaixinho,einclinou­secontraela

ombrodoamigo.Amboscomumlevesorriso,oassassinoeaprincesa

cavalgoupelacidadeaquietareparaocastelodevidroalém.