Você está na página 1de 2

Biologia e Geologia

Agrupamento de Escolas de 10 Ano


Arouca Prof. Jos Lus Alves

Atividade Experimental

Extrao do DNA de material biolgico


Material
Cebola, quivi, banana, morango, Almofariz
tomate ou fgado. Faca de cozinha
Detergente da loia (10 ml) Vareta de vidro.
1 colher pequena de sal Etanol a 95% gelado
gua destilada (70 ml) Suporte para tubo de ensaio
1 gobel (200 ml) Tubo de ensaio
Proveta graduada (50 ml)
Funil de vidro
Papel de filtro ou filtro de caf

Procedimento
1. Descascar e cortar o material biolgico em pequenos pedaos (cerca de 5 mm)
e coloca-los no almofariz.
2. Num gobel, adicionar o sal (NaCl), o detergente e um pouco de gua
destilada. Dissolver cuidadosamente evitando a formao de espuma. Adicionar
a restante gua destilada.
3. Colocar a mistura obtida no almofariz e triturar.
4. Filtrar a mistura, recorrendo ao funil, ao papel de filtro e a um tubo de ensaio.
Ter cuidado para a espuma na superfcie do lquido no contaminar o filtrado.
5. Inclinar o tubo de ensaio e verter cuidadosamente na sua parede uma
quantidade de lcool gelado a 95% semelhante do filtrado.
6. Deixar repousar cerca de 5 minutos.
7. Observar o DNA, insolvel no lcool, que precipita e forma uma massa
filamentosa esbranquiada. Com o auxlio de um palito retirar uma poro de
DNA e observar.

Discusso
1. Explica porque se utiliza na extrao do DNA:
a) Detergente.
b) cloreto de sdio.
c) lcool 95% gelado.
Notas:
O detergente causa a rutura das membranas celulares. As ligaes moleculares
das membranas so destrudas, os lpidos e protenas constituintes formam
complexos com o detergente e precipitam. Desta forma possvel o contacto do DNA
com a soluo exterior.
A molcula de DNA possui carga negativa devido presena do grupo fosfato,
pelo que as molculas individualizadas de DNA repelem-se entre si. O cloreto de
sdio ao fornecer ies de carga positiva permite neutralizar a carga negativa das
molculas de DNA, sendo possvel que estas se condensem numa massa gelatinosa
quando em contacto com uma soluo alcolica.
O DNA menos denso do que a gua e os resduos celulares. Desta forma as
diferenas de densidade possibilitam que o DNA flutue na interface existente entre a
soluo de extrato e a soluo alcolica, j que o DNA insolvel no etanol gelado.