Você está na página 1de 7

EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

Fruticultura

A Cultura do Abacaxi

Nome Cultura do Abacaxi


Produto Informação Tecnológica
Data Setembro - 2000
Preço -
Linha Fruticultura
Informações resumidas
Resenha
sobre a Cultura do Abacaxi
José Roberto da Silva
Autor(es)
Waldir Vicente dos Santos

Fruticultura
A Cultura do Abacaxi

Menu
Clima
Cultivares Recomendada
Escolha do Local
Análise do Solo
Preparo e Conservação do Solo
Calagem
Obtenção e preparo das mudas
Mudas tipo Plantula
Plantio e espaçamento

1 de 7 10/16/aaaa 11:31
EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

1 - Clima

O abacaxizeiro é uma fruta de clima tropical. Não tolera geada e é


relativamente resistente à seca. Precisa de dias ensolarados para se
desenvolver, mas o excesso de sol pode causar queimaduras nos
frutos.

2 - Cultivares Recomendada

As cultivares mais recomendadas são Smooth Cayenne ( Havaiano) e


abacaxi Pérola ( Pernambuco) ou Jupi.

3 - Escolha do Local

O abacaxizeiro, apesar de produzir tanto em solo arenoso como


argiloso, produz bem em solos de textura media, pouco ácidos,
profundos e bem drenados. Devem-se preferir os terrenos pouco
inclinados, que apresentam ate 5% de declive.

4 - Análise do Solo

Depois de escolher o terreno, devem-se retirar amostras do solo e


enviá-Ias ao laboratório para serem analisadas ( analise química e
física ). Isso deve ser feito 4 meses antes do plantio para receber, em
tempo, as recomendações para calagem e adubação.

2 de 7 10/16/aaaa 11:31
EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

5 - Preparo e Conservação do Solo

O preparo do solo deve ser feito por meio de aração, em torno de 30


centímetros de profundidade; destorroamento e nivelamento do terreno
e catação de raízes, sempre que for necessária. Em terrenos com
riscos de erosão, as praticas de conservação do solo são
indispensáveis.

6 - Calagem

Recomenda-se o uso de calcário para correção da acidez do solo,


sempre que a analise de solo indicar acidez elevada. 0 abacaxizeiro
tolera maior acidez, mas deve ser cultivado em solo com pH entre 5,0 e
6,0 e com saturação de bases (V) entre 50 e 60%. A calagem deve ser
realizada 60 dias antes do plantio, pelo menos. É recomendarei usar o
calcário dolomitico para, inclusive, fornecimento de cálcio e magnésio
essenciais à planta.

7 - Obtenção e preparo das mudas

As mudas normalmente utilizadas no plantio são as do tipo filhote ou


rebentão. Casualmente, poderão ser usadas as mudas do tipo coroa.
Seja qual for o seu tipo, as mudas devem ser retiradas de lavouras
Iivres de pragas, doenças ou ervas daninhas. Para retirada das mudas,
deveria ser escolhidas as plantas mais vigorosas e que produziram
frutos sadios. Essas plantas deverão ser identificadas na lavouras
pouco antes da colheita dos frutos. Na época da colheita, retiram-se
das plantas escolhidas apenas os frutos. Os filhotes não devem ser
colhidos nessa época. Deveria permanecer nas plantas ate atingirem o
tamanho adequado. Esse período de crescimento da muda é chamado
de CEVA. 0 tamanho recomendado para retirada das mudas é de 25 a
50 centímetros de comprimento, e o peso, entre 150 a 500 gramas.
Depois de colhidas, as mudas devem ser curadas. A cura é feita
deixando-se as mudas tomarem sol durante 7 a 15 dias. Para serem
curadas, as mudas poderiam ficar sobre as próprias plantas de onde
foram retiradas ou espalhadas em camadas finas, com a base voltada
para cima.
Depois de curadas, as mudas deveria ser selecionadas. Selecionam-se
as mudas descartando todas aquelas que apresentaram podridão,
exsuda9ia do goma (resinas), furos au galarias a com a car o cia
rosetas foliar (ohio-ciamuda) danificado ou quebrado.
Em seguida, as mudas deverão ser classificadas, par peso ou par
tamanho, em pequenas, médias a grandes a serem plantadas em
talh6es diferentes. Para reduzirarn-se a infestagia de pragas a
aparecimento de doen9as, A recomendável fazer o tratamento das

3 de 7 10/16/aaaa 11:31
EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

mudas. Isso A feito mergulhando as mudas, durante 3 a 5 minutos,


numa calda preparada com inseticida e fungicida a base de Ethion e
Senomyl ou similares registrados para as culturas.

8 - Mudas tipo Plantula

Plântula de abacaxi é a mudas enraizada que se consegue com a


plantio de pedaços do talo (caule) do abacaxizeiro. A produção desse
tipo de muda é trabalhosa e demora mais de seis meses. Por isso, a
plântula é uma muda bem mais com. No entanto, seu uso é vantajoso.
0 processo de produção permite a obtenção de mudas com alto grau
de sanidade, praticamente isentas de doenças (furasse) e pragas como
a cochonilha. Com mudas sadias, a perda de plantas na lavoura é
mínima, a produção é muito maior .

9 - Plantio e espaçamento

O plantio deve ser feito em sulcos, fendas (sulcos abertos com as


hastes do subsolador) ou em covas, de preferência em linha dupla.
Recomendam-se os espaçamentos de 1,00 x 0,50 x 0,40 m ( Smooth
Cayenne) e de 1,10 x 0,40 x 0,40 m (Pérola), com densidade de 33.333
plantas por hectare. espaçamentos mais adensados (1,0 x 0,40 x 0,30
m ) com 47.619 por hectare) poderia ser também utilizados,
princi-palmente se a lavoura for irrigada. A melhor época de plantio é
durante o período das águas, podendo estender-se durante o ano todo.

10 - Adubação

Na ausência de resultados de anilise do solo, recomendam-se:

adubação de plantio: 10 a 15 gramas de superfosfato simples ou


YOORIN, por cova;
adubação de cobertura: fazer 3 a 4 adubações durante o período
de desenvolvimento vegetativo das plantas, com intervalos de 2
a 3 meses uma da outra, iniciando entre 30 a 60 dias após o
plantio.

Recomendação de adubação de cobertura

Terras Fracas Terras Médias Terras Férteis

4 de 7 10/16/aaaa 11:31
EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

Sulfato Cloreto Sulfato Cloreto Sulfato Cloreto


Ordem de
de de de de de de
Adubação
Amônio Potássio Amônio Potássio Amônio Potássio
1 9,0 3,0 9,0 3,0 7,5 2,5
2 15,0 7,5 16,0 8,0 5,0
3 15,0 7,5 20,0 10,0 22,5 7,5
4 20,0 10,0 0,0 0,0 0,0 0,0
Total 59,0 28,0 45,0 21,0 45,0 15,0

Observação: Adubação em gramas/planta.


Nota: Na falta dos fertilizantes com elementos simples, podem ser
substituídos par adubos formulados (20-00-20 ou 20-00-30).

11 - Controle das ervas daninhas

Recomenda-se o controle químico associado às capinas manuais e ou


mecânicas.
Para as áreas bastante infestadas de ervas daninhas, poderão ser
aplicados produtos à base de Bromacil + Diuron ou similares em pré ou
pós-emergencia.
Para áreas menos infestadas, aplicar em pré-emergencia ou pós-inicial
produtos à base de Diuron ou similares.
Obs.: Para utilização em área total, principalmente no caso do Bromacii
+ Diuron, aplicar o herbicida imediatamente após o plantio. 0
enraizamento das mudas e da indução floral, deve-se usar jato dirigido.
Não utilizar herbicida durante a diferenciação floral

12 - Combate às principais pragas e doenças

Cochonilha: pulverizações nas plantas em desenvolvimento com


inseticidas Parathion metilico, Ethion, Diazinon ou similares, registrados
para a cultura.
Broca-do-fruto: pulverizações ou tratamento dos frutos em formação,
com inseticidas à base de Carbaril, Triclorfon, Ethion, Parathion
Metilico, Bacillus Thuringiensis, Piretroides, registrados para a cultura.
Fusariose nos frutos: Pulverizações preventivas no período de
florescimento com fungicidas à base de Benomyl ou similares,
registrados para a cultura.
Para economia de mão-de-obra, poder-se-a associar o controle da
fusariose ao da broca-do-fruto.

5 de 7 10/16/aaaa 11:31
EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

13 - Indução artificial da floração

É uma pratica recomendada para antecipar e uniformizar a frutificação.


E realizada entre 10 e 13 meses após o plantio. Em áreas irrigadas,
pode-se conseguir indução ate 7 meses após o plantio.
Os produtos recomendados são à base de Ethefhon, na dosagem de
24 a 48g do ingrediente ativo para 100 litros de água, aplicando 30 a 40
mililitros da calda, por planta, no centro da roseta foliar, com adição de
uréia a 2%.
Carbureto de cálcio: 1 a 2 gramas por planta, desde que tenha água no
centro da roseta foliar.
Esses produtos devem ser aplicados de preferencia pela manha ou à
noite. Em dias nublados, podem ser aplicados durante o dia todo.
Obs.: Usar sempre produtos registrados no Ministério da Agricultura e
cadastrados para cultura em Minas Gerais, seguindo rigorosamente as
orientações do fabricante quanto ás dosagens, ao manuseio e à
carência, observando o receituário agronômico.

14 - Irrigação

A irrigação, aIém de melhorar a produtividade e qualidade do abacaxi,


proporciona maior rapidez no desenvolvimento das plantas, podendo
reduzir o ciclo da cultura, bem como evitar perdas com estiagens
prolongadas.
O abacaxizeiro normalmente necessita de uma lamina d’água em torno
de 120 mililitros mensais. Recomenda-se um turno de rega semanal ou
no máximo de 15 em 15 dias.
Após o plantio, deve-se iniciar a irrigação com quantidade menor de
água, aumentando gradativamente durante a fase de desenvolvimento
vegetativo ate as vésperas (7 a 10 dias) da colheita.

15 - Colheita

O abacaxi é colhido geralmente entre 5 e 7 meses após a inclusão do


fruto, variando a época de colheita de 15 a 24 meses após o plantio.
O ponto ideal de colheita depende do mercado para o qual o fruto é
destinado. Colhe-se fruto com casca de coloração verde, parcialmente
verde e amarelo e totalmente amarelo.

16 - Rendimento

Com as recomendações mencionadas calcula-se que o aproveitamento


dos frutos atinja 80% do numero de mudas plantadas.

6 de 7 10/16/aaaa 11:31
EMATER - MG http://www.emater.mg.gov.br/site_emater/Serv_Prod/Livraria/Fruticul...

17 - Comercialização

0 abacaxi é destinado ao mercado interno e à exportação. Os frutos


médios e maiores são destinados ás industrias de conservas, ao
consumo "in natura" e á exportação, obtendo melhores preços de
mercado. Os frutos pequenos (em torno de 1 kg) são destinados á
industria de suco e vendidos a preços mais baixos.
Para exportação, são vendidos em caixas com 8 a 14 unidades. Para
industria, em quilo e, para consumo "in natura", por unidades e
raramente em quilo. Quanto maior o fruto, melhor preço obtido por quilo
ou unidade.
O período de boa oferta na CEASA - MG é de outubro a dezembro,
enquanto a ausência ou escassez de oferta ocorre de fevereiro a junho.
FALE COM 0 TÉCNICO DA EMATER-MG

7 de 7 10/16/aaaa 11:31