Você está na página 1de 3

Informações Técnicas

Informações Técnicas CHELMAX GERMÂNIO 0,2% DESCRIÇÃO O Germânio foi descoberto por um químico alemão em 1886.

CHELMAX GERMÂNIO 0,2%

DESCRIÇÃO O Germânio foi descoberto por um químico alemão em 1886. É um elemento não essencial com propriedades semelhantes ao silício. Pequenas concentrações de Germânio estão presentes em alimentos como aveia, alho, ginseng, clorela (alga), chá verde, aloe, confrei e cogumelos. O pesquisador japonês Kasuhiko Asai descobriu a utilização do germânio orgânico em terapia. Suas pesquisas demonstraram a existência de quantidades significativas de Germânio em plantas medicinais utilizadas pela medicina chinesa. O Germânio quelato demonstrou um grande poder terapêutico no tratamento de uma grave forma de artrite reumatoide.

Outras experiências foram feitas por vários pesquisadores que chegaram à conclusão da eficácia do germânio nos casos de artrite, diabete, neoplasia, danos neurológicos. Estudos em animais imunodeprimidos e em pacientes com doenças malignas sugerem que o Germânio ajuda a normalizar a função das células T e linfócitos B, exercendo profunda influência no sistema imune.

O Chelmax Germânio 0,2% é um pó de coloração quase branco a bronze, que tem como

diluente polissacarídeos (aminoácidos e oligopeptídeos obtidos do arroz e proteína hidrolisada da

soja).

INTRODUÇÃO

O uso de suplementos minerais ganhou importância nos últimos anos, não apenas por suprir as

deficiências dietéticas e o resultado de sua carência, como para otimizar as vias metabólicas em que

estes minerais estão envolvidos. Os minerais aminoácidos quelatos (Chelmax) são, por definição, formados quando duas ou mais porções separadas e únicas de uma molécula de aminoácido forma uma ligação coordenada covalente e iônica com um íon metálico formando uma estrutura anelar.

A estrutura do quelato foi descoberta por Werner em 1893. O termo quelato foi desenvolvido por Morgan e Drew em 1920 originando-se do grego chel ou garra pela forma similar entre o metal e a dupla ligação do aminoácido. O grande problema com que os pesquisadores se depararam foi à baixa absorção

de alguns minerais na forma de sais, determinada entre outras coisas pelos inúmeros fatores que não os tornam aproveitáveis para o organismo. O aumento da dosagem para compensar sua baixa absorção determina também o aparecimento de sintomas ou efeitos colaterais indesejáveis. Nesse sentido foram feitos esforços para a elaboração de complementos minerais que suprissem estas deficiências e que tivessem as seguintes características:

- Superassem os baixos índices de absorção dos sais minerais comuns;

- Fossem bem tolerados pelo organismo, não gerando efeitos colaterais;

- Fossem seguros, não gerando outras formas de desconforto. Como resultado, foi desenvolvido o processo de quelação dos minerais onde promove maior absorção, assimilação e baixa toxicidade no organismo. Os quelatos com aminoácidos são absorvidos intactos, como dipeptídeos estáveis, sem se ionizar no processo digestivo. Pesquisas científicas têm demonstrado que desequilíbrios e deficiências em nutrição podem afetar o sistema imunológico, produção energética, sistemas hormonais, produção de vitaminas, produção de células sanguíneas, sistema enzimático e reprodução.

INDICAÇÕES Indicado no tratamento do câncer, estimulante do sistema imunológico, incrementa a pressão sanguínea, artrite reumatóide, leucemia, sarcoma, desequilíbrio emocional, mioma glandular, apoplexia, oxigenação celular, produção de interferons, útil no tratamento da síndrome crônica do vírus de Epstein-Bar. Auxilia no alívio da dor em processos cancerosos.

Auxilia no alívio da dor em processos cancerosos. CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA Consumir de 3,0 a 5,0mg

CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA Consumir de 3,0 a 5,0mg diários, na forma de Germânio elementar.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Informações do fabricante MOURA, J.G.P.; Nutrientes e Terapêutica. Pelotas-RS: Visão Artes Gráficas, 2006.

e Terapêutica. Pelotas-RS: Visão Artes Gráficas, 2006. Revisão nº: 02 Data: 23/07/2014 Elaborado por:

Revisão nº: 02

Data: 23/07/2014

Elaborado por: Gabriela Barbosa

Conferido por: Camilla França