Você está na página 1de 20

MICROSOFT

EXCEL

2003

MICROSOFT EXCEL 2003
MICROSOFT EXCEL 2003

Índice

Histórico

03

Definição

03

Dimensão da Planilha

04

Células / Planilhas

05

Movimentando o

06

Entrada de

07

Salvando uma

08

Utilizando Fórmulas

08

Referências Relativas e

10

Funções

11

Estrutura das

11

Função Soma

11

Função Média /Mínimo / Máximo / Maior / Menor

12

Função Hoje /Somase /SE

13

Função CONT.SE / BDSoma

14

Função

PROCV

15

Função

16

17

Respostas

20

/SE 1 3 Função CONT.SE / BDSoma 14 Função PROCV 15 Função 16 17 Resposta s
/SE 1 3 Função CONT.SE / BDSoma 14 Função PROCV 15 Função 16 17 Resposta s

MICROSOF EXCEL

Histórico

Em 1978, um aluno da Escola de Administração da Universidade de Harvard (Daniel Bricklin) percebeu que seu mestre de finanças gastava muito tempo para modificar e realizar, no quadro negro, novos cálculos, que estavam dis-postos em colunas e linhas, criando desta forma uma tabela e, quando ele alterava uma variável, todos os dados referentes deveri- am ser atualizados também. Neste momento o professor tinha de calcular cada fórmula, o que provocava demasiada demora. Bricklin, juntamente com seu amigo e programador Robert Frankston, elaborou um programa que simulava o quadro negro do professor. Tratava-se da primeira Planilha Eletrôn- ica. Fundaram a empresa VisCorp, em que o produto desenvolvido era o VisiCalc. Naquele momento, os micros eram vistos como brincadeira ou hobbies e suas vendas cresciam muito pouco, mas com o VisiCalc houve um repentino crescimento nas vendas, pois percebeu-se que poderiam ser utilizados para as-suntos mais sérios e práticos do cotidiano.

Não só VisiCalc surgiu, mas também aparecem outros programas de Planilhas Eletrônicas disputando espaço num mercado em grande expansão. Em 1983 ocorreu o lançamento de um programa integrado chamado 1.2.3, criado pela empresa Lótus Development Corpor- ation, hoje pertencente à IBM. O 1.2.3 além de ser Planilha gerava Gráficos e tratava os dados como uma ferramenta de base de dados. Desbancou o VisiCalc da sua posição de líder. Nos anos 80, a Lótus seria a líder de mercado, concorrendo com outras Planilhas (SuperCalc, Multiplan e Quattro Pro). Já nos anos 90, é lançado o MS Windows pela Microsoft e, em seguida, aparece uma Planilha Eletrônica que rodava neste ambiente (MS – Excel 3.0) que se tornou líder em seu segmento, ainda que concorrendo com os posteri- ores Quattro Pro for Windows e Lótus 1.2.3 for Windows.

Definição

A P lanilha Eletrônica é uma folha de cálculo disposta em forma de tabela, na

qual poderão ser efetuados rapidamente vários tipos de cálculos matemáticos, simples ou

complexos. De acordo com uma filosofia matricial, pode ser utilizada por qualquer pessoa de qualquer setor profissional que tenha no seu trabalho a necessidade de efetuar cálculos fin- anceiros, estatísticos ou científi-cos.

A Planilha Eletrônica é o software que impulsionou e revolucionou o mercado da

informática. Em seu evoluir, a humanidade sempre tentou criar ferramentas para suprir as novas necessidades que foram aparecendo. Com a Planilha Eletrônica não foi diferente. A Planilha Eletrônica Microsoft Excel está caracterizada como um dos mais importantes aplicativos de planilhas eletrônicas para uso em microcomputadores. O nome Excel vem da abreviatura d e Excelent, ou seja, Excelente. O termo Excel em inglês significa primar, superar sobrepujar, ser superior.

A operação do Microsoft Excel e das demais Planilhas Eletrônicas, mesmo tendo passado quase 20 anos, continua similar. Claro que com o passar dos anos, foram acontecendo melhorias, mas a estrutura principal de operacionalidade continua a mesma .

3

com o passar dos anos, foram acontecendo melhorias, mas a estrutura principal de operacionalidade continua a
com o passar dos anos, foram acontecendo melhorias, mas a estrutura principal de operacionalidade continua a

Dimensão da Planilha

O Microsoft Excel é composto, em sua Área de Trabalho, por Colunas ( indicadas com letras) e Linhas ( indicadas com números). Existem ao todo 256 Colunas (A – IV) e 65.536 Linhas. Ele mostra também as Alças que estão abaixo de sua Área de Trabalho indicada inicialmente por Plan1 indo até Plan3, mas pode-se ter ao todo 256 alças (cada Alça “Plan” contém 256 Colunas e 65.536 Linhas). O cruzamento de uma Coluna com a Linha recebe o nome de CÉLULA. Se for

multiplicado o valor 256 (número de colunas) por 65.536 (número de linhas) será obtido o valor de 16.777.216 células.

O Excel é um aplicativo utilizado especialmente para fazer cálculos. Podemos com- pará-lo a uma calculadora eletrônica fácil de usar. Nele você encontrará muitos recursos que o ajudarão a controlar várias planilhas de cálculos. Para acessar o Excel, pressione o botão Iniciar/Todos os Programas/ Microsoft Office/ Microsoft Office Excel 2003. Surgirá a tela do Excel exibindo uma planilha em branco, como é mostrado a

seguir:

Barra de Título

em branco, como é mostrado a seguir: Barra de Título Área de edição da planilha Barra
Área de edição da planilha Barra de fórmulas Barra de Ferramenta Padrão Barra de Ferramenta
Área de edição da planilha
Barra de fórmulas
Barra de Ferramenta Padrão
Barra de Ferramenta de Formatação
Área de edição da planilha
Guia de planilhas, podem ser renomeadas
clicando 2 vezes sobre elas.

Barra de Ferramenta de Desenho

4

da planilha Guia de planilhas, podem ser renomeadas clicando 2 vezes sobre elas. Barra de Ferramenta

da planilha Guia de planilhas, podem ser renomeadas clicando 2 vezes sobre elas. Barra de Ferramenta

Células / Planilhas

Células: É a intersecção das linhas e colunas. A célula é identificada pela letra da coluna e pelo número da linha que pertence. Por exemplo, a célula C5 é a intersecção da coluna C com a linha 5.

Colunas

é a intersecção da coluna C com a linha 5 . Colunas Linhas P lanilha :
Linhas
Linhas

Planilha: é como uma folha em branco, dividida em linhas e colunas, onde você irá criar seus trabalhos. Todas as linhas e colunas disponíveis nessa “folha” correspondem a uma planilha. Uma planilha é um conjunto de célu- las, ou seja, um conjunto de linhas e colunas. Você também pode inserir planilhas na pasta de trabalho. Clique no menu Inserir, comando Planilha. Ex: Plan1, Plan2, Plan3 Para renomear uma planilha, dê um duplo clique sobre o seu nome atual, e digite seu novo nome, ou clique com o botão direito do mouse, e selecione a opção Renomear.

o botão direito do mouse, e selecione a opção Renomear . Neste exemplo, Plan1 está sendo
o botão direito do mouse, e selecione a opção Renomear . Neste exemplo, Plan1 está sendo
Neste exemplo, Plan1 está sendo renomeada para Controle.
Neste exemplo,
Plan1 está sendo
renomeada para
Controle.

Aprenda a utilizar o Microsoft® Excel como uma calculadora. Comece aprendendo a inserir fórmulas simples em planilhas. Depois de experi- mentar o Excel, você nunca mais vai querer usar uma calculadora.

Neste estudo você aprenderá a adicionar, dividir, multiplicar e subtrair digitando fórmulas nas planilhas do Excel. Aprenderá também a usar fórmulas simples que atualizam automaticamente os resultados quando os valores mudam. Se precisar corrigir um valor após o cálculo de um total, não se preocupe. Faça a alteração e o Excel atualizará o total para você.

5

um valor após o cálculo de um total, não se preocupe. Faça a alteração e o
um valor após o cálculo de um total, não se preocupe. Faça a alteração e o

Células da Planilha

C élulas da Planilha Esta é a caixa de nomes. Nela está referenciada a célula utilizada

Esta é a caixa de nomes. Nela está referenciada a célula utilizada para a

digitação

está referenciada a célula utilizada para a digitação O que você digitar na célula será visível

O que você digitar na célula será visível na Barra de fórmulas.

Clique na célula que desejar e comece a digitar.

fórmulas. Clique na célula que desejar e comece a digitar. Um valor em uma planilha necessita
fórmulas. Clique na célula que desejar e comece a digitar. Um valor em uma planilha necessita

Um valor em uma planilha necessita de um valor na célula C6.

Movimentando o Cursor

O cursor dentro de uma planilha poderá ser movimentado de dois modos:

- Com o uso do mouse: limitando-se mais à tela em que se encontra, basta clicar numa determinada célula para já estar selecionada;

- Com o uso das setas de movimentação do teclado: você encontrará maior eficiência do que no mouse, pois evita que se avance demasiadamente além dos limites da tela.

você encontrará maior eficiência do que no mouse, pois evita que se avance demasiadamente além dos

6

você encontrará maior eficiência do que no mouse, pois evita que se avance demasiadamente além dos
você encontrará maior eficiência do que no mouse, pois evita que se avance demasiadamente além dos

Entrada de Dados na Planilha

Há basicamente três diferentes formas de introduzir dados em uma Planilha:

- Digitar o conteúdo diretamente na célula;

- Copiar conteúdo de uma célula para outra;

- Copiar conteúdo de um arquivo para uma célula;

Uma célula pode conter títulos (textos), fórmulas ou valores identificados da seguinte

maneira:

- Títulos: As informações armazenadas nesta modalidade devem ser introduzidas com letras, para que o Excel perceba que não se trata de valores. Qualquer texto digitado deverá ser considerado como Título ou Rótulo. Números para serem usados como títulos deverão ser precedidos do caractere apóstrofo.

títulos deverão ser precedidos do caractere apóstrofo. - Valores: As informações armazenadas nesta modalidade

- Valores: As informações armazenadas nesta modalidade devem ser introduzidas com algum algarismo numérico (0 a 9).

ser introduzidas com algum algarismo numérico (0 a 9). - Fórmulas: Toda fórmula, por mais simples

- Fórmulas: Toda fórmula, por mais simples que seja, deve ser iniciada com o sinal de Igualdade (=). As informações armazenadas nesta modalidade utilizam os seguintes operadores aritméticos:

Adição [+ ]

Subtração [ - ]

Multiplicação [ * ]

Divisão [ / ]

Exponenciação [ ^ ]

] Multiplicação [ * ] Divisão [ / ] Exponenciação [ ^ ] Os Níveis de

Os Níveis de prioridade de Cálculo são os seguintes:

- Prioridade 1: Exponenciação e Radiciação (vice-versa)

- Prioridade 2: Multiplicação e Divisão (vice-versa)

- Prioridade 3: Adição e Subtração (vice-versa)

OBS: Quando se quiser achar a raiz quadrada de 9, por exemplo, basta usar a fórmula: =9^(1/2). Os cálculos são executados de acordo com a prioridade matemática, conforme a sequência anteriormente mostrada, podendo ser utilizados parênteses ( ) para definir uma nova prioridade de cálculo. Exemplo: 3 * 5 + 2 = 17 é diferente de 3 * (5 + 2) = 21

Para

efetuar

a

introdução

de

títulos,

Planilha, devem ser observados os seguintes passos:

valores

e

fórmulas

em

uma

1. Posicione o cursor na célula desejada.

2. Digite os dados

3. Tecle <Enter> ou qualquer uma das setas de movimentação do cursor para dar a entrada dos dados.

os dados 3. Tecle <Enter> ou qualquer uma das setas de movimentação do cursor para dar

os dados 3. Tecle <Enter> ou qualquer uma das setas de movimentação do cursor para dar

7

Salvando uma pasta

Para salvar uma pasta, clique no menu Arquivo, comando Salvar ou, se preferir,

utilize o botão Salvar da Barra de Ferramentas:

Utilizando Fórmulas

nossos

dados. São operações matemáticas conhecidas e utilizadas em nosso dia-a-dia, como por exemplo, a soma de suas contas a pagar ou suas despesas de transporte.

As

Fórmulas

são

instruções

que

daremos

ao

Excel

para

calcular

A criação de fórmulas é tão simples quanto operar uma calculadora de bolso.

Um detalhe importante é que ao criar uma fórmula ela deve ser iniciada pelo sinal de “=”. Isto deve ser feito para que o Excel reconheça que está sendo digitada uma fórmula, e não um texto comum.

Os sinais matemáticos que utilizaremos em nossas fórmulas são os mesmos que usamos em uma calculadora. Porém, alguns foram adaptados ao teclado por não estarem disponíveis.

A seguir, veja alguns exemplos de fórmulas:

Exemplo 01:

A Barra de fórmulas apresenta o conteúdo da célula.
A Barra de fórmulas
apresenta o
conteúdo da célula.
Na célula A1 foi digitada uma fórmula.
Na célula A1 foi
digitada uma
fórmula.
Após pressionar a tecla enter o resultado aparece na célula A1 e a fórmula continua
Após pressionar a tecla enter o
resultado aparece na célula A1 e
a fórmula continua aparecendo na
Barra de fórmulas.

8

pressionar a tecla enter o resultado aparece na célula A1 e a fórmula continua aparecendo na

pressionar a tecla enter o resultado aparece na célula A1 e a fórmula continua aparecendo na

Exemplo 02:

Esta fórmula faz a soma dos valores dos endereços A1 e A2, ou seja, os
Esta fórmula faz a soma dos valores dos
endereços A1 e A2, ou seja, os valores que
estão nas células A1 e A2.
Após confirmar a fórmula, é apresentado o valor da soma dos endereços de A1 e
Após confirmar a fórmula, é
apresentado o valor da soma dos
endereços de A1 e A2.
O valor da célula A1 foi alterado para 30 e a soma foi atualizada automaticamente.
O valor da célula A1 foi alterado para
30 e a soma foi atualizada
automaticamente.

Na criação de fórmulas será importante tomar alguns cuidados quanto à matemática. Devem ser conhecidas as regras de colocação de parênteses para a elaboração das fórmulas, evitando erros no resultado.

Além da soma de A1+A2 pode usar uma multiplicação =A1+A2*B1

Para o Excel calcular a soma e multiplicação corretamente é necessário, assim como na matemática, convencional, a utilização de parênteses a fórmula correta seria:

=(A1+A2)*B1

Assim o Excel resolve primeiro a soma depois a multiplicação e o resultado seria

150.

correta seria: =(A1+A2)*B1 Assim o Excel resolve primeiro a soma depois a multiplicação e o resultado

9

correta seria: =(A1+A2)*B1 Assim o Excel resolve primeiro a soma depois a multiplicação e o resultado
correta seria: =(A1+A2)*B1 Assim o Excel resolve primeiro a soma depois a multiplicação e o resultado

Referências Relativas

Como seria trabalhoso digitar fórmula por fórmula para calcular o restante dos itens, o Excel utiliza referências relativas que é o preenchimento automático, que fará uma cópia da fórmula anterior atualizando automaticamente os endereços das linhas e colunas.

automaticamente os endereços das linhas e colunas. Referências Absolutas Há cálculos em que cópias de

Referências Absolutas

Há cálculos em que cópias de fórmulas não são corretas através da alça de preenchimento. Isso ocorre quando um dos valores envolvidos na fórmula permanece sempre em uma mesma célula.

Neste caso, observe que para fixar a mesma fórmula C10, que é o valor do
Neste caso, observe que para
fixar a mesma fórmula C10, que é
o valor do dólar, a fórmula deve
ser congelada usando o cifrão
antes da linha, assim a coluna B
muda de linha e a coluna C que é
o valor do dólar não muda.

10

usando o cifrão antes da linha, assim a coluna B muda de linha e a coluna
usando o cifrão antes da linha, assim a coluna B muda de linha e a coluna

Funções

Funções são formas de efetuar cálculos nas planilhas. Sua utilização dá-se na substituição de fórmulas longas, no sentido de facilitar cálculos específicos. Para desenvolver bem e com clareza o seu trabalho, é necessário que o usuário perceba qual a melhor forma de elaborar uma planilha. É preciso que se faça um estudo da planilha a ser desenvolvida antes de digitá-la. Outro ponto fundamental é saber identificar quando utilizar uma fórmula e quando utilizar uma função.

Estrutura das Funções

O Excel oferece uma gama de Funções Matemáticas, financeiras, lógicas que nos

auxiliam a resolver problemas com a apresentação e o uso de valores numéricos.

importante considerar que Excel não vai ensinar matemática tampouco resolver

magicamente os problemas numéricos. Ele é somente uma ferramenta muito poderosa que aux- ilia no controle de dados numéricos e suas peculiaridades. Normalmente, as Funções tratadas no Excel têm uma sintaxe própria. Verifique o

exemplo de uma fictícia:

É

=FUNÇÃ O.EXEMPLO(ARG1;ARG2)

Caso o nome da Função seja composto, é separado por ponto.

Quando estiver trabalhando dentre dos parênteses, pode acontecer que, se fornecer mais de uma informação (argumento), deverá ser separada por ponto-e-vírgula.

Não pode haver espaço dentro da Função.

Nesse caso é mais prático usar a função à fórmula: A função seria:
Nesse caso é mais
prático usar a função à
fórmula: A função seria:

SOMA(faixa)

É utilizada quando temos que somar uma faixa muito grande de células.

Com essa função o Excel soma o intervalo das células sem precisar

identificar uma a uma. Basta colocar a primeira e a última célula. No intervalo das células:

= B2+B3+B4+B5+B6+B7+B8

A função utilizada seria: =SOMA(B2:B102). Como a função soma é muito utilizada nas planilhas existe um atalho na barra de ferramenta. É o botão Autosoma:

e assim até B102.

é muito utilizada nas planilhas existe um atalho na barra de ferramenta. É o botão Autosoma:

11

é muito utilizada nas planilhas existe um atalho na barra de ferramenta. É o botão Autosoma:
é muito utilizada nas planilhas existe um atalho na barra de ferramenta. É o botão Autosoma:

MÉDIA(faixa)

Para calcular a Média de alunos, por exemplo, é necessário somar as notas e depois dividi-las pelo número de notas. A função MÉDIA do Excel já soma e divide tudo nessa única função, observe o exemplo:

soma e divide tudo nessa única função, observe o exemplo: MÍNIMO(faixa) Retorna o valor mais baixo

MÍNIMO(faixa)

Retorna o valor mais baixo de uma faixa.

MÍNIMO(faixa) Retorna o valor mais baixo de uma faixa. Nesse caso a função Mínimo mostra a

Nesse caso a função Mínimo mostra a nota de menor valor do aluno Anderson.

MÁXIMO(faixa)

Retorna o valor mais alto de uma faixa.

MÁXIMO(faixa) Retorna o valor mais alto de uma faixa. Nessa planilha a função Máximo, mostra a

Nessa planilha a função Máximo, mostra a nota de maior valor do aluno Anderson.

MAIOR(faixa;k)

Retorna com o k maior valor de uma faixa. Na planilha do aluno Anderson a segunda maior nota seria Biologia 9,0

MENOR(faixa;k)

Retorna o k menor valor de uma faixa. Na planilha do aluno Anderson, das quatros notas, o 3º k, menor valor. Esta função retorna a nota 5.

12

uma faixa. Na planilha do aluno Anderson, das quat ros notas, o 3º k, menor valor.
uma faixa. Na planilha do aluno Anderson, das quat ros notas, o 3º k, menor valor.

HOJE()

Esta função retorna a data atual do sistema operacional.

Ex.: Suponha que hoje seja dia 28 de julho de 2010.

A função

=Hoje()

retornaria

28/07/10. A vantagem

é atualizada diariamente.

dessa função é que a data

SOMASE(intervalo;critérios;intervalo_soma)

Soma uma faixa específica obedecendo a uma condição referente a outra faixa de células. Serão somados os valores de intervalo_soma, desde que seus valores referentes em intervalo satisfaçam a condição estipulada em critérios. Observe o exemplo a seguir:

estipulada em critérios. Observe o exemplo a seguir: No exemplo ao lado, a função verificará na

No exemplo ao lado, a função verificará na faixa de B4 até B7 os valores que satisfaçam a con-

dição, ou seja, aqueles superiores

a 160.000. Após a verificação, a função somará horizontalmente

os valores contidos na faixa de C4

até C7, correspondentes a faixa B4

até B7. Vejamos: Os valores con- tidos na faixa B4 até B7 que são superiores a 160.000 são B5, B6

e B7. Então, serão somados os

valores de C5, C6 e C7, portanto,

o resultado desta função seria

63.000.

SE (teste;valor_se_verdadeiro;valor_se_falso)

Esta função tem a finalidade de realizar um teste. De acordo com o resultado desse teste será apresentado um resultado. Caso o resultado do teste seja verdadeiro, a função retornará valor_se_verdadeiro. Caso o resultado do teste seja falso, a função retornará valor_se_falso.

do teste seja falso, a função retornará valor_se_falso. A função testa se o valor da célula

A função testa se o valor da célula é menor que 100.Se realmente o valor for in- ferior 100, ou seja, o teste verdadeiro, a função retorna “Baixo”. Caso contrário, o teste, valor maior ou igual a 100, a função retorna “Alto”. Observe que os resultados “Baixo” e “Alto” são colocados na função entre aspas, pois é a forma como o Excel reconhece quando o resultado de uma função é um texto.

na função entre aspas, pois é a forma como o Excel reconhece quando o resultado de

na função entre aspas, pois é a forma como o Excel reconhece quando o resultado de

13

CONT.SE(intervalo;critérios)

Calcula o número de células não vazias em um intervalo que cor- responde a determinados critérios. Intervalo: É o intervalo de células no qual se deseja contar células

não vazias.

Critérios: É o critério na forma de um número, expressão ou texto que define quais células serão contadas. Por exemplo, os critérios podem ser ex- pressos como 32, “32, “>32, “maçãs.

=CONT.SE(A2:A5;maçãs) O número de células escrito maçãs

=CONT.SE(B2:B5;>55) O número de células com um valor maior que 55

” ) O número de células com um valor maior que 55 BDSOMA(banco_dados;campo;critérios) Soma os números

BDSOMA(banco_dados;campo;critérios)

Soma os números de uma coluna em uma lista ou banco de dados que coincidem com as condições especificadas.

banco_dados : É o intervalo de células que constitui a lista ou o banco de da- dos. Um banco de dados é uma lista de dados relacionados na qual as linhas de inform- ações relacionadas são os registros e as colunas de dados são os campos. A primeira linha da lista contém os rótulos de cada coluna. campo: Indica a coluna que será usada na função. O campo pode ser dado como texto com o rótulo da coluna entre aspas, como “Idade” ou “Rendimento”, ou como um número que represente a posição da coluna dentro da lista: 1 para a primeira coluna, 2 para a segunda coluna e assim por diante. critérios: É o intervalo de células que contém as condições especifica- das. Você pode usar qualquer intervalo para o argumento de critérios, desde que ele in- clua pelo menos um rótulo de coluna e ao menos uma célula abaixo do rótulo de coluna para especificar uma condição para a coluna.

Ex01:

=BDSOMA(A4:E10;Lucro;A1:A2)

Resultado: O lucro total das macieiras é 225.

Ex02:

=BDSOMA(A4:E10;”Lucro”;A1:F2)

Resultado: O lucro total das macieiras com altura entre 10 e 16 é 75

é 225. Ex02: =BDSOMA(A4:E10;”Lucro”;A1:F2) Resultado: O lucro total das macieiras com altura entre 10 e 16

14

é 225. Ex02: =BDSOMA(A4:E10;”Lucro”;A1:F2) Resultado: O lucro total das macieiras com altura entre 10 e 16
é 225. Ex02: =BDSOMA(A4:E10;”Lucro”;A1:F2) Resultado: O lucro total das macieiras com altura entre 10 e 16

PROCV(valor_procurado;matriz_tabela;num_indice_coluna;procurar_intervalo)

Esta função tem a característica de poder pesquisar numa Tabela

que

seja correspondente a outro, desta forma retorna o valor de

um

correspondência.

valor

Localiza um valor na primeira coluna à esquerda de uma ta- bela e retorna um valor na mesma linha de uma coluna especificada na tabela. O V em PROCV significa “Vertical”. vvvaaalllooorrr ppprrrooocccuuurrraaadddooo::: É o valor a ser localizado na primeira coluna da matriz. Valor_procurado pode ser um valor, uma referência ou uma sequencia de caracteres de texto. matriz_tabela: : É a tabela de inform- ações em que os dados são procurados. Use uma referência para um intervalo ou nome de intervalo, tal como Banco de dados ou Lista. Os valores na primeira coluna de matriz_tabela podem ser texto, números ou valores lógicos. Textos em maiúsculas e minúsculas são equivalentes. num_indice_coluna: É o número da coluna em matriz_tabela a partir do qual o valor correspondente deve ser retornado. Um núm_índice_coluna de 1 retornará o valor na primeira coluna em matriz_tabela; um núm_índice_coluna de 2 retornará o valor na segunda coluna em matriz_tabela, e assim por diante. procurar_intervalo: É um valor lógico que especifica se você quer que PROCV encontre a correspondência exata ou uma correspondência aproximada. Se VERDADEIRO ou omitida, uma correspondência aproximada é retornada; em outras palavras, se uma correspondência exata não for encontrada, o valor maior mais próximo que é menor que o val- or_procurado é retornado. Se FALSO, PROCV encontrará uma correspondência exata. Se nenhuma correspondência for encontrada, o valor de erro #N/D é retornado.

Exemplllo:

encontrada, o valor de erro #N/D é retornado. Exemplllo: =PROCV(1;A2:C10;2) Resultado: Pesquisa 1 na coluna A

=PROCV(1;A2:C10;2)

Resultado: Pesquisa 1 na coluna A e retorna o valor que está na mesma linha na coluna B que é

2,17.

15

Resultado: Pesquisa 1 na coluna A e retorna o valor que está na mesma linha na
Resultado: Pesquisa 1 na coluna A e retorna o valor que está na mesma linha na

PROCH(valor_procurado;matriz_tabela;num_indice_lin;procurar_intervalo)

Esta função localiza um valor específico na linha superior de uma tabela ou

matriz de valores e retorna um valor na mesma coluna de uma linha especificada na tabela ou matriz. Use PROCH quando seus valores de comparação estiverem localizados em uma linha ao longo da parte superior de uma tabela de dados e você quiser observar um número específico de linhas mais abaixo. Use PROCV quando os valores de comparação estiverem em uma coluna à esquerda dos dados que você deseja localizar. O H de PROCH significa “Horizontal.”

vvvaaalllooo rrr

ppprrrooocccuuurrraaadddooo::::

É o valor a ser localizado na primeira linha da tabela.

Valor_procurado pode ser um valor, uma referência ou uma seqüência de caracteres de texto.

mmmaaatttrrriiizzz

tttaaabbbeeelllaaa

::: É uma tabela de informações onde os dados devem ser procurados.

Use uma referência para um intervalo ou um nome de intervalo. Os valores na primeira linha de matriz_tabela podem ser texto, números ou valores lógicos.

nnnuuummm

iiiinnndddiiiccceee

llliiinnn

::: É o número da linha em matriz_tabela de onde o valor

correspondente deve ser retirado. Um num_indice_lin equivalente a 1 retorna o valor da

primeira linha na matriz_tabela, um num_indice_lin equivalente a 2 retorna o valor da segunda linha na matriz_tabela, e assim por diante.

ppprrrooocccuuurrraaarrr

iiinnnttteeerrrvvvaaalllooo

::: É um valor lógico que especifica se você quer que PROCH localize

uma correspondência exata ou aproximada. Se VERDADEIRO ou omitido, uma correspondência aproximada é retornada. Em outras palavras, se uma correspondência exata não for localizada, o valor maior mais próximo que seja menor que o valor_procurado é retornado. Se FALSO, PROCH encontrará uma correspondência exata.

Exemplllo:

=PROCH(”Eixos”;A1:C4;2;VERDADEIRO)

Resultado: Pesquisa Eixos na linha 1 e retorna o valor que está na linha 2 da mesma coluna que é 4.

Resultado: Pesquisa Eixos na linha 1 e retorna o valor que está na linha 2 da

16

Resultado: Pesquisa Eixos na linha 1 e retorna o valor que está na linha 2 da
Resultado: Pesquisa Eixos na linha 1 e retorna o valor que está na linha 2 da

EX: 1
EX: 1

EXERCÍCIOS

Monte as planilhas no excel

Calcule o valor a pagar dos carros sabendo que os carros com opcionais são 25% mais caros do que os carros sem opcionais.

marca

ano

opcionais

 

valor

valor a pagar

       

VALOR

Fusca

66

não

R$

3.500,00

NORMAL

Mondeo

94

sim

R$

7.500,00

 

Tipo

98

sim

R$

10.000,00

 

Golf

97

sim

R$

20.000,00

 

Audi A3

99

sim

R$

23.000,00

 
       

VALOR

Palio

97

não

R$

14.000,00

NORMAL

       

VALOR

Jeep

99

não

R$

23.000,00

NORMAL

       

VALOR

Fiesta

03

não

R$

20.000,00

NORMAL

       

VALOR

Gol

03

não

R$

23.995,00

NORMAL

       

AUMENTO

Parati

02

sim

R$

19.900,99

25%

       

AUMENTO

Ranger

01

sim

R$

14.000,00

25%

 

AUMENTO

Monza

92

sim

R$

10.989,99

25%

 

EX:2

 

BiuLiu Informática S/A

 

Nome

Salário Bruto

INSS

Gratificação

 

INSS R$

Gratificação R$

Salário Líquido

1

Eduardo

R$

853,00

10%

9%

R$

85,30

R$

76,77

R$

844,47

2

Maria

R$

951,00

9,99%

8%

R$

95,00

R$

76,08

R$

932,08

3

Helena

R$

456,00

8,64%

6%

R$

39,40

R$

27,36

R$

443,96

4

Gabriela

R$

500,00

8,50%

6%

R$

42,50

R$

30,00

R$

487,50

5

Edson

R$

850,00

8,99%

7%

R$

76,42

R$

59,50

R$

833,09

6

Elisa

R$

459,00

6,25%

5%

R$

28,69

R$

22,95

R$

453,26

7

Regina

R$

478,00

7,12%

5%

R$

34,03

R$

23,90

R$

467,87

8

Paulo

R$

658,00

5,99%

4%

R$

39,41

R$

26,32

R$

644,91

INSS: multiplicar o salário bruto por INSS. Gratificação R$: multiplicar salário bruto por gratificação. Salário Líquido: salário bruto mais gratificação R$ menos INSS R$. Total Funcionários: saber quantos funcionários possuem salário maior que o salário mínimo. Considere o salário mínimo R$510,00.

sa ber quantos funcionários possuem salário maior que o salário mínimo. Considere o salário mínimo R$510,00.
sa ber quantos funcionários possuem salário maior que o salário mínimo. Considere o salário mínimo R$510,00.

17

EX: 3
EX: 3
 

Nesse exercício na fórmula do total a pagar lembre-se que deve- mos congelar a linha ($) da célula do valor do UFIRs caso contrário não dá para puxar a alça da célula. Data: Colocar a função da DATA. Total a pagar: calcular o valor do total da multa.

 

CÓDIGO DE TRÂNSITO BRASILEIRO

Data

 

As multas estão em Ufir, cujo valor atual é:

 

1 Ufir = .

 

Infrações Gravíssimas - 7 pontos

   

1,7495

 

Infração

Multa em Ufirs

Punição

 

Total a pagar

Dirigir com carteira vencida há mais de 30 dias

 

Apreensão da carteira e

 

180

do veículo

R$

314,91

Dirigir em velocidade acima do permitido perto de escolas, hospitais, locais de embarque/ desembarque de pessoas e locais com grande movimentação de pedestres

180

***************

R$

314,91

Dirigir na contra-mão

180

***************

R$

314,91

Dirigir sobre calçadas, canteiros centrais, acostamento e gramados

540

***************

R$

944,73

Fazer conversão em local proibido

180

***************

R$

314,91

Não respeitar sinal de linha férrea

180

***************

R$

314,91

Passar farol vermelho

180

***************

R$

314,91

   

Suspensão do direito de

 

Deixar de prestar socorro à vítima

900

guiar e detenção de 6 meses a 3 anos

R$

1.574,55

   

Suspensão do direito de

 
 

Dirigir embriagado

900

guiar e detenção de 6 meses a 3 anos

R$

1.574,55

Nome do Vendedor Valor vendido Posição EX:4 Carla R$ 9.376,00 Lucro Vitor Prado R$ 135.686,00
Nome do Vendedor
Valor vendido
Posição
EX:4
Carla
R$
9.376,00
Lucro
Vitor Prado
R$
135.686,00
Prejuizo
Vinicius Drumond
R$
10.001,00
Prejuizo
Rodrigo dos Santos
R$
94.852,00
Prejuizo
Maior R$ 135.686,00 Menor R$ 9.376,00 Media R$ 62.478,75
Maior
R$
135.686,00
Menor
R$
9.376,00
Media
R$
62.478,75
Total R$ 249.915,00
Total
R$
249.915,00

Calcule:

O Maior e o Menor valor vendido;

A Média e o Total dos valores vendidos;

Considere para o campo Posição: Se o valor vendido for maior ou igual a R$100.000 a empresa teve lucro, caso contrário teve prejuízo.

18

Posição: Se o valor vendido for maior ou igual a R$ 100 . 000 a empresa
Posição: Se o valor vendido for maior ou igual a R$ 100 . 000 a empresa

EX:5
EX:5

Código

Produto

Jan

 

Fev

 

Mar

 

01 Porca

R$

4.500,00

R$

5.040,00

R$

4.356,00

 

02 Parafuso

R$

6.250,00

R$

7.000,00

R$

5.656,00

 

03 Arame

R$

3.300,00

R$

3.698,00

R$

7.890,00

 

04 Prego

R$

8.000,00

R$

4.359,00

R$

9.890,00

 

05 Alicate

R$

4.557,00

R$

3.456,00

R$

5.905,00

       

R$

Martelo

06 R$

3.260,00

R$

9.853,00

10.988,00

     

R$

Totais

R$

29.867,00

R$

33.406,00

44.685,00

Calcule:

Os Totais dos meses Jan, Fev e Mar.

O Total 1º Trim. , Mostrar o Maior valor do meses de Jan, Fev e Mar.

O Mínimo mostrando o menor valor do trimestre.

A Média do trimestre e o Total de Produtos.

Total 1º Trim.

2º Maior

Mínimo

Média

Total de

Produtos

R$

13.896,00

R$

4.500,00

R$

4.356,00

R$

4.632,00

R$

107.958,00

19

2º Maior Mínimo Média Total de Produtos R$ 13.896,00 R$ 4.500,00 R$ 4.356,00 R$ 4.632,00 R$
2º Maior Mínimo Média Total de Produtos R$ 13.896,00 R$ 4.500,00 R$ 4.356,00 R$ 4.632,00 R$

Respostas:

1) =SE(C3=”SIM”;D3*25%+D3;D3)

2)=B12*C12

=B12*D12

=B12+F12-E12

=CONT.SE(B12:B16;”>510”)

3)=B7*D$5

4)

=MÁXIMO(B3:B6)

=MÍNIMO(B3:B6)

=MÉDIA(B3:B6)

=SOMA(B3:B6)

=SE(B3>=100000;"Lucro";"Prejuizo")

5) =SOMA(C3:E3)

=MAIOR(C3:E3;2)

=MÍNIMO(C3:E3)

=MÉDIA(C3:E3)

=SOMA(C10:E10)

20

5) =SOMA(C3:E3) =MAIOR(C3:E3;2) =MÍNIMO(C3:E3) =MÉDIA(C3:E3) =SOMA(C10:E10) 2 0
5) =SOMA(C3:E3) =MAIOR(C3:E3;2) =MÍNIMO(C3:E3) =MÉDIA(C3:E3) =SOMA(C10:E10) 2 0