Você está na página 1de 2

Fsica Experimental Relatrio de aula prtica

Calor especfico, por Andressa, Andrews, Lucas 1 ano Qumica Tecnolgica

Introduao

Por definio, o calor especfico de um material a quantidade de calor


necessrio para elevar de 1C uma unidade de massa desse material.
De acordo com a expresso:

Cobj= [(Massa gua x calor da agua + massa alumnio x calor alumnio) /


massa objeto] x (T/T)

Sendo:
Q = Quantidade de calor;
C = calor especfico;
M = Massa de material;
T = Tf- Teb, T = Tf- T0

Quando m=1 e T=1, ento Q = c

O calor especfico C exprime-se em calorias por grama e por grau


Kelvin (ou por grau Celsius) ou em Joules por grama por grau Kelvin ou
grau Celsius.

Objetivos
- Encontrar o calor especifico de quatro diferentes materiais: alumnio,
lato, ferro e cobre.

Montagem
O sistema consiste em um recipiente (um bule) onde a gua foi
esquentada para mergulhar o objeto para que houvesse a troca de calor,
e, outro recipiente (copo) de alumnio isolado com isopor e com 100mls
de gua na temperatura ambiente, onde o objeto depois de aquecido
seria colocado, para que houvesse a de calor. Foi-se anotado todas as
massas de metais usados, a massa do copo de alumnio (69,2 g), e as
temperaturas: ambiente (13C), de ebulio (96,2C), e a temperatura de
equilbrio, quando o copo de aluminio com gua e o objeto foram
colocados.

Resultados e Discusso
Temp. eq. Calor cedido
Massa (g) (tf) (cal/gC)
Alumnio 15,8 16,1 - 0,209
Cobre 44,8 17 -0,045
Ferro 51,9 16 -0,055
Lato 49,4 16,8 -0,065

Nota-se que o calor especfico deu um valor negativo, ou seja, o objeto perdeu
calor para o meio onde foi colocado (no caso, a gua). O alumnio perdeu mais
calor, pois ganha mais calorias a cada grau Celsius aumentado (quando foi
aquecido na gua no bule), e quando foi colocado no recipiente de alumnio
com gua em temperatura ambiente, perdeu todo esse calor ganho para a
gua. O mesmo ocorreu pros demais objetos, porem em menos quantidade de
calor, pois esses outros tm uma capacidade trmica de curto prazo menor que
o alumnio.

Concluso
Todos os objetos analisados absorvem calor quando expostos a temperaturas
maiores, assim como perdem a mesma quantia quando voltarem a temperatura
inicial T0. A troca de calor entre corpos em contado foi comprovada, visto
mudanas de temperatura observadas na gua do copo de alumnio, quando o
corpo quente foi submerso. O alumnio tem um maior c, o que faz dele um mal
condutor eltrico perto do cobre, que tem um menor c.