Você está na página 1de 117

ENSINARAPRENDENDO:

NOVOSPARADIGMASNAEDUCAÇÃO

IÇAMITIBA

EDITORAINTEGRARE

SÃOPAULO

2006

AGRADECIMENTOSEDEDICATÓRIA

Nãoexistealguém

quenuncateveumprofessornavida,

assimcomonãoháninguém

quenuncatenhatidoumaluno.

Seexistemanalfabetos,

provavelmentenãoéporvontadedosprofessores.

Seexistemletrados,

éporqueumdiativeramseusprofessores.

SeexistePrêmioNobel,

éporquealunossuperaramseusprofessores.

Seexistemgrandessábios,

éporquetranscenderamsuasfunçõesdeprofessores.

Quantomaisseaprende,maissequerensinar.

Quantomaisseensina,maissequeraprender.

IçamiTiba

Agradeçoatodososprofessoresaquemahumanidadeentregouseusamadosfilhos.

DedicoestelivroatodososprofessoresquebatalhamporumaEducaçãoIntegral,

tornandoestemundocadavezmelhor.

ENSINAREAPRENDER:DUASFACESDAMESMAMOEDA

ENSINAREAPRENDERsãoduasfacesdamesmamoeda.Sópodemosensinar aquiloquejáaprendemose,alémdisso,aprendemosaindamaisquandoensinamos.Neste livroquevocêtememmãos,oautortratacommaestriadosdiferentesaspectosdessa valiosalição. EnsinarAprendendoéumaobraessencialaoprofessorquedesejacompreenderseus alunos,respeitandosuasdiferenças,favorecendoacriaçãodeumambienteescolar que realmente oprepare para omelhordesempenhoem todososníveisdocomportamento humano:biológico,psicológicoesocial. Lerestelivroeabsorverseusensinamentosajudaacompreenderqueoaprendizado transcendeasaladeaula-eleestáemtodolugar.Aquantidadedeinformaçõesdisponíveis eavelocidadecomquecirculamfazemcomqueoprofessortenhaodesafiodesercada vezmaiscompleto,sabendolidarcomessasfontesecomoalunoque,acadadia,trilha novoscaminhosenelespodeseperder. Mas o interesse do livro não se restringe aos professores. Ele é igualmente instiganteeesclarecedorparapaiseeducadorespreocupadosementenderarelaçãoentreas transformaçõesquevivemosjovenseseucomportamentodiantedoaprenderaaprender. Esseaprendizadosósecompletaquandodáespecialatençãoàformaçãointegral dosjovens,aquelaquetransmitevaloresdecidadania,responsabilidadeesolidariedade,e IçamiTibasabetransmitirtudoisso. Demaneiraclaraesaborosa,oautorconvidaprofessoresemestresParapassearem PelasentrelinhasdaPráticadocente,mostrandocomlevezaehumoraseriedadenaartede bemeducar. Façapartedessamaravilhosaviagem.

MilúVillela

DiretoraPresidentedoInstitutoFacaParte

SUMÁRIO

MENSAGEMDEMILÚVILLELA PREFÁCIO, MAURODESALLESAGUIAR NOTAAPRESENTEEDIÇÃO NOTAÀPRIMEIRAEDIÇÃO

CAPÍTULO1-UMNOVOCAMINHOPARAAEDUCAÇÃO

InsatisfaçãogeralcomaEducaçãopresente

Indisciplina

Ensinaraprendendo

Novoparadigma:deprofessoraorientador

TeoriaIntegraçãoRelacional

UmaidéiasobreaTeoriaIntegraçãoRelacional

Obeija-floreoincêndionafloresta

CAPÍTULO2–APRENDERÉCOMOCOMER

Etapasdoaprender

"Mastigando"aaula

Canjasefeijoadas

Engoliraaula

Digestãodaaula

Integraçãodaaula

Transformandoaulaemsabedoria

CAPÍTULO3-OSPASSOSDASABEDORIA

PrimeiroPasso:aingenuidade

SegundoPasso:adescoberta.

Terceiropasso:oaprendizado

Quartopasso:asabedoria

Asdificuldadesdajornada

Anorexiadosaber

AcuriosidadeéSuaaliada

CAPÍTULO4-PROFESSORESEMESTRES

Ensinaréumgestodeamor

Professoresemestres

Buscandosermestre

CaminhandopelaIntegraçãoRelacional

Sábio,oquetranscendeomestre

Maisuniaanônimatranscendência

CAPÍTULO5-UMBANHODEHORMÔNIOS

Desenvolvimentohumano

Atransformaçãodocérebronapuberdade

Alunosconformesuasetapasdedesenvolvimento

Estrogênioetestosteronaemação

Conflitodeinteressesafetivos

Forçarelacionalquaseinstintiva

Doismodosdiferentesdeser

CAPÍTULO6–OSEGUNDOPARTO

Cérebroemtransformaçãonoadolescente

ManiadeDeus

Cérebroimaturodoonipotente

Mimetismoeembriaguezrelacional

CAPÍTULO7–ESTUPROMENTAL

Estupradoresmentais

Quemselembradaaulapassada?

Expressaretransmitir

CAPÍTULO8–“DECOREBA”:AINDIGESTÃODOAPRENDIZADO

Asprovasescritas

InteligênciasmúltiplasdeGardner

Raciocíniosqueinduzemaerro

Memorizarainformação

CAPÍTULO9–INDISCIPLINANAESCOLAENASALADEAULA

Escola,maisquefamília,menosquesociedade

Intolerânciaaosatrasosdosalunos

Conseqüênciaeducativaprogressiva

Educaçãodevevirdecasa?

Causasdaindisciplinadosalunos

O“avental”queprotegeoprofessor

Ousodoavental

Educaroupunir?

Educarfilhosparaacidadania

CAPÍTULO10–EDUCAÇÃOASEISMÃOS

Paisdiscordantesentresi

Integraçãoentrepaiseescola

“Meupaitemrevólver!”

Freqüênciadospaisnaescola

Defendeaescolaquemaelapertence

Turmadospaisdaturmadeamigos

CAPÍTULO11–ALUNOSEPROFESSORES:OSTIPOSMAISCOMUNS

Vinteeumtiposdealunos Deztiposdeprofessores

Professornota10

CONCLUSÃO

PREFÁCIO

ENSINARAPRENDENDOéumgrandelivrodelçamiTiba.Maisumavez,fomos

brindadoscomumareflexãosériasobreEducação.Séria,masnãosisuda;pelocontrário,

acessívelatodoseatébem-humorada. Dirigido a educadores em geral, o livro já começa tocando nas feridas, nas dificuldadesdasaladeaula:Seriapossívelensinar,quandoosalunosnãotêminteresseem aprender?Oproblemaéanalisadosobtrêspontosdevistafundamentais:aluno,professore qualidadedasaulas. Nolivro,umaaulaécomparadaaumarefeiçãoe,paraqueelanãocauseindigestão

noaluno,cabeaoeducadorentenderosmotivospelosquaisoalunorejeitaseualimento-

aula.

Oautorchamade"inapetênciadesaber"odesinteressedoaluno,manifestadona indisciplinaounaindiferença.Asuperaçãodoproblemapassapelacompreensãodequeo aluno não está preparado para aprender, quer por falta de maturidade para assimilar a informação(ouaformacornoelaéveiculada),querporfaltadeclarezadelimites(papel queafamíliatemdelegadoàescola). DeacordocomaTeoriaIntegraçãoRelacionaloalunochegaàescoladespreparado paraaspráticasdeaprendizagem,queexigemdeleaprontidãoParaaaula.Muitasvezes,o jovem,porfalhanaeducaçãofamiliar,temcomomundoumarelaçãoprimáriadeprazere desprazer,aPartirdaqualtodoesforçodeveserrejeitado.Dessemodo,aaulapassaaser umaguerra,naqualoprofessortentavenceraresistênciadoaluno.Nemsempreobtém sucesso Constataroproblemaereclamardelesãoatitudesquenãoresolvemnada.Sea escolanãoconseguecumprirseupapeldeensinar,precisaassumir,comospaiseosalunos, atarefadaformação.Ograndedesafioéintegraroalunoe,parafazê-lo,énecessáriomais que o conhecimento, é preciso fazer um trabalho que desperte a responsabilidade, o comprometimento do aluno e de sua família; enfim, é uma tarefa que supõe necessariamenteaética.

Comosevê,nãopodemosculparapenasoalunopeloinsucessodaspráticasde ensino.Comcoragem,IçamiTibaresponsabilizatambémosprofessoresesuasdinâmicas deaula,incompatíveiscomanovarealidadedojovemedasociedadeglobalizada. Embora seja médico e psicoterapeuta de formação, Içami Tiba é educador por dedicação.Háanosrealizaemescolasadifícilpráticadeensinareaprender,comaqual ganhouarespeitabilidadequelhepermitedizerqueoprofessordevemudarsuapostura diantedastradicionaisenovasdificuldades. Para ser bem-sucedido, o professor deve tornar-se um mestre, isto é, além de transmitir o conhecimento, precisa estar aberto para recebê-lo. Deve enxergar as reais necessidadeseoslimitesdoaluno,aprendercomele,estaremconstantereciclagempara quesuasaulassetornemdinâmicas:devedespertaroapetitepelosaber. Osaberconsisteemensinareaprender.Eninguémpodeestimularosabersenãoo

pratica.

Emtemposdeglobalização,osabernãoésóoacúmulodeinformações,masum conjuntodecapacidadesadquiridasedesenvolvidasnaescolaquetornamojovemaptoa enfrentarosdesafiosdavidaprofissional;porisso,oprofessoreaescoladevemcumprir

seuimportantepapelsocial:educarparaofuturo.0projetodecriarcidadãosdeveser

compartilhadoentreaescola,afamíliaeasociedadecomoumtodo. Com este grande livro, lçami Tiba fez sua parte: levantar problemas, analisar implicações,sugerirmudanças. Cabe-nos,agoraesempre,comoeducadores,pôrrnãosàgigantescaobraquenos compete.

MaurodeSallesAguiar

Diretor-presidente,ColégioBandeirantes

NOTAÀPRESENTEEDIÇÃO

ESTAMOSEMPLENAERADOCONHECIMENTO,masmuitasescolasainda

estãonaeradainformação.Mesmoqueoprofessor,emaula,passeseusconhecimentosaos

alunos,estesosrecebemapenascornoinformações.

Informação é um dado que pode ser obtido em qualquer lugar. Um dicionário parado,porexemplo,éumafontedeinformações.Conhecimento,emvezdisso,éuma informaçãoemação,ouseja,tudoqueseusaparaurnaaçãoconscientefazpartedocorpo deconhecimentos.Emgeral,oconhecimentotrazinformaçõesdentrodesi,masnemtoda informaçãoevoluiparaoconhecimento.

O professor contemporâneo complementa sua aula auxiliando os alunos na

transformaçãodamerainformaçãoemconhecimento.

Entretanto,onovoparadigmadaEducaçãoescolarestánofatodeoprofessorsaber

queestáajudandoaconstruiropaís,onossoqueridoBrasil,quandocapacitaoalunoaser umcompetenteprofissionaleumcidadãoconscientedasuaimportâncianacomposiçãoda sociedade. Talvez o leitor não veja novidade no que eu falo. Compreendo até que muitos tenhamestainformação,massãopoucososprofessoresquepraticamesteconhecimento.

O professor, uma classe específica de trabalhadores, leva uma vida muito

sacrificada, com excesso de trabalho e baixa remuneração. Muitas queixas delatam as precáriascondiçõesdeseutrabalho:excessodealunosemclasse;alunosindisciplinadose

poucointeressadosemaprender;programapedagógicomuitoextenso;formaçãoacadêmica

insuficientedosmestres;faltaderecursosmateriais;"aculpaédogoverno"etc.

Minha prática no trabalho com os professores me permite concordar com tais queixas,eseiqueexistemmuitasoutrasaseremacrescentadasaessalista.Entretanto,nós, cornoeducadores,podemosfazermuitomaisdoqueestamosfazendo,poisnãohápreço quepagueaimportânciaedignidadedestafunção.

Quantocustaparaumpaísummaugovernante?Quaissãoosdanosaoplaneta,

provocadosporempresáriosinescrupulosos?Qualéomalquecausaàsociedadeumnão-

cidadão? Quanto pesa ao país um analfabeto ou semi-alfabetizado? Quanto sofre uma famíliaquenãoencontrameiosnemparasobreviver?Qualéaqualidadedevidadeuma pessoasemestudos?Taisperguntaslevamàmesmaconclusão:oseducadorestêmmuito trabalhopelafrente,poisnãohánemcomoavaliarafaltaquefazaEducaçãonavidade umapessoa. Cabe ao educador cidadão a reconstrução do Brasil; cada aula pode ser um "tijolinho"aserintegradonaconstituiçãodasociedade,eaeducaçãoésanguequelevao

conhecimentoparaalimentar,formareorganizaracidadaniaprogressivaeéticaexistente

emcadaaluno-tãoimportanteenecessáriaparaacivilização.

IçamiTiba

NOTAÀPRIMEIRAEDIÇÃO

UMADASMAIORESSOLICITAÇÕESparapalestrasnasescolasaquetenho atendidoéparatrabalharorelacionarnentoprofessor-aluno.Nocontatocomosprofessores, percebiagrandecarênciadenoçõesbásicassobrepsicologiaeadolescência. Paraatenderàdemandadosprofessoreseeducadoresemgeral,procureicolocara psicologia ao alcance de todos por meio de urna linguagem acessível e fácil de ser compreendida,semperdersignificadosnemprofundidade. Talpráticaeutivedeadquiriraolidarcomadolescenteseseusfamiliares,parame fazer entender, independentemente das idades ou das profissões que tivessem os meus atendidos. Assim, ao ser entendido pelos meus pacientes, passei a ser entendido pela populaçãoleiga,distantedapsicologiatradicional. Masnãomesatisfizrealizandoessafacilitaçãocomunicacional.Euacreditavaque poderia fazer mais, e fiz. Criei a Teoria Integração Relacional, uma teorização do desenvolvimentodorelacionamentointegralentreaspessoas,baseadaemamordisciplina religiosidadeecidadania. Dessa teoria faz parte também o relacionamento professor-aluno. E os maiores problemasdesserelacionamentosurgemquandodesabrochaaadolescência. Numa linguagem coloquial e sem sofisticações tecnológicas, a teoria oferece subsídios fundamentais para o entendimento psicológico das dificuldades relacionais e sugestõespráticas,capacitandooprofessoramelhoraraqualidadedoensinodentrodas salasdeaulae,conseqüentemente,daEducação. Estelivrocontémpartedessateoria,suficienteparaacompreensãodotexto.Paraas pessoas interessadas, essa teoria será publicada em breve, em outra obra totalmente dedicadaaela.

Nestelivro,abordoosprincipaiscomponentesdorelacionarnentoprofessor-aluno. Deinício,façoumacorrelaçãoentreaprenderecomer-eoprofessoréornestre-cucada suamatéria.Faloaindasobre"ocaminhodaspedras"paraqueoaprendiz,daingenuidade, chegueàsabedoria. Asdesvantagensdoatualsistemadeensino,comoostiposdeaulaedeavaliação,

sãoestudadasnoscapítulos7,8e9,queabordamtemascomoindisciplinaemsaladeaula,

“decorebas"e"estuprosmentais".

Comoobomhumorfazpartedavida,nocapítulofinalvamosidentificar21tipos

maiscomunsdealunosquedãotantotrabalhoa11tiposdeprofessoresmaiscomuns

Finalizo o livro com o essencial, que é a Educação a seis mãos, um eficiente métodonoqualaescolacontacomacolaboraçãodopaiedamãedoaluno. Tenho certeza de que este livro vai ajudar o feitor a compreender mais a adolescência,seufuncionamento,asmelhoresmaneirasdelidarcomadolescentes.Tudo deve ser usado para que as aulas deixem de ser um simples derramar expositivo de informaçõessobreosalunos,epassemaenriquecê-loscomconhecimentosqueostornarão competentesprofissionais,cidadãoséticosepessoasfelizeserealizadas.

CAPÍTULO1-UMNOVOCAMINHOPARAAEDUCAÇAO

Osalunosnãorespeitam

oseducadoresenãoestãoaprendendo

oqueprecisam.

Oseducadores

estãocombaixaauto-estimaenão

estãoconseguindodaromelhordesi.

Asescolasprecisam

atualizarseusmétodosdeensino

efortaleceraeducaçãocontinuada

deseusprofessores.

Aeducação,

queaindaestánaeradainformação,

precisaavançarparaaeradoconhecimento.

Nãopodemosaceitar

passivamenteessassituaçõesretrógradas.

Precisamosencontrar

novoscaminhos!

InsatisfaçãogeralcomaEducaçãopresente

Professor,vocêestásatisfeitocomasituaçãodaEducaçãohoje? Casoarespostasejasim,porfavor,divulgueoseumétododetrabalho.Docontrário, pode admitir, sem escrúpulos, as suas insatisfações. A maioria quase esmagadora dos

professoresestádesgastada,lutandocontramuitasdificuldadesparasemanteremsuas funções.AexistênciadaEducaçãoentrouemcrise. Durantemuitosséculos,oensinobaseou-senumparadigma:oprofessorensinando alunosemsaladeaula.Segundoessecritério,oprofessorédetentordosconhecimentose os transmite a um grupo de estudantes, que os recebe como informações, para depois devolveremoqueaprenderamporintermédiodeprovas. Masofatodedevolveremnasprovas,comoosprofessoresquerem,significaqueos alunosaprenderam? Outravezamaioriaesmagadoradosalunosrepassaoquerecebeuexatamentecomo recebeu,maispara"agradar"e/ousatisfazeroprofessordoqueparamostrarqueaprendeu. Aliás,apósasprovas,osalunospoucoselembramdoquetantoestudaram. O maior agravante desse tipo de avaliação é que as questões só servem para aprovação,epoucoservemparaapráticadosadolescentes. Oquecainaprovaescolar nãoéoqueavidadoalunolhepede, mas,sim,oqueoprofessorexige.

Nãosãoconsideradasasdiferençasexistentesentrecrianças,adolescenteseadultos em salas de aula. São todos estudantes, e como tais são tratados, sendo-lhes negadas distinções conforme as suas características e etapas de desenvolvimento. E todos os estudantesdevemapresentaromesmodesempenho,sentadosnasmesmascarteiras Nosúltimosanos,aEducaçãodeixoudeserprioritárianosprogramaspolíticos;por isso, o sistema escolar começou a entrar em falência, deixando de atingir suas metas, quaisquerquefossem.Osmaioresprejudicados,claro,foramosprofessoreseosalunos.Se osestudantessãoofuturodeumpaís,comosãopreparadosparareceberoBrasilquelhes vamosdeixar? As conseqüências imediatas dessa situação são o desinteresse dos alunos em aprendereadiminuiçãodacapacitaçãodoprofessorparaensinar.Repetências,migraçõese abandonosescolaressãoocorrênciasmuitofreqüentes,queacabamescapandodocontrole deseusresponsáveis.

Àsdeficiênciasdométodosoma-seoutroproblemagrave:afaltaderespeitopor

partedosalunos.0relacionamentoentreprofessoresealunosestátãodeterioradoquenãoé

rarohaver"ódiomortalentreeles".Alunos,muitasvezes,tratamosprofessorescomose

fossemseusempregados,oqueatrapalhaprofundamenteorelacionamentoentreeles.

Ointeressanteéqueosistemaeducacionalentraemfalêncianumaépocaemqueas

criançasvãoparaaescolacadavezmaiscedo.Aindanembementraramnoprocessode

socialização familiar e lá vão elas, aos 2 anos de idade, participar da socialização

comunitárianaescola.

Muitosdosprofessoresdessesalunosdehojecomeçaramairparaaescolaum

poucomaiscrescidos,poistinhamsuasmãespresentesemcasa.Tiveram,portanto,muita

convivência familiar, enquanto a escola cumpria sua parte, fornecendo uma educação

complementar.

Hoje,não. Amãe trabalha fora, ausenta-se decasa por muitashoras,e, como

mercadodetrabalhocadavezmaiscompetitivo,opaitemmenostempoparadedicar-seà

educaçãodosfilhos.Comoascriançasnãotêmcomquemficaremcasa,porqueagrande

famíliatambémsediluiu,estãosendocolocadasemescolasaindaemépocadeeducação

familiar.

Assim,ascriançasestãoindoàescolaparaseremeducadas,ealgumasparaserem

criadas.Nãotêmamadurecimentosuficienteparareceberainstruçãoformal,queera,a

princípio,aincumbênciadasescolas.Estarãoosprofessorescapacitadospararecebermais

aincumbênciadecriar?

Com a baixa remuneração que atinge a totalidade do ensino público e quase a

maioriadosmilharesdecolégiosparticularesdopaís,amaiorpartedosdocentesnãotem

condiçõesfinanceiras,muitomenosestímulo,parainvestirnesseesforçoformador.Nãoéà

toaqueadificuldadedelidarcomosalunostemaumentado.

A maioria dos professores em atividade hoje não teve no seu currículo

profissionalcapacitaçãoparaexerceropapeldeformadordapersonalidadedoaluno.

Indisciplina

AIndisciplinaéresultadonaturalnoalunoignorado

peloprofessoredesinteressadopelamatéria.

Oquesepregahojeéaresponsabilidade,atribuídaaopróprioaluno,porsuafaltade aprendizado. O que muitos professores ainda aplicam, num sistema antigo, é: "Eu, professor,ensino;vocês,alunos,escutameaprendem".Isso,comodamente,significavaque oprofessorcumpriasuaparte.Eraresponsabilidadedoalunoaprenderounãoaprender. Atualmenteoprofessornãoéaúnicafontedeaprendizagem.Suanovatarefaé orientaroestudantenabuscaenoprocessamentodasinformaçõesdesejadaspara,assim, atingirobjetivos,deixandoeledesera"únicaverdade"queoalunodeveouvir.Este,por suavez,nãoémaisummerorepetidordoqueoprofessordiz.Ouseja,oprofessordeixou deseroresponsávelúnicoeexclusivodeinformações,porqueosalunosestãoconectadosa televisão, canais a cabo, internet, multimídia. Aos poucos jovens que ainda não estão globalizados,faltamaisoportunidadedoquedesejo. Aglobalizaçãodosalunosealiberdadedainternetbatemdefrentecomapostura deprofessoresdetentoresdopoder,autoritáriosemclasse,queserecusamaadmitirque

omundomudou.Estestendemaignorarseusalunos,oquegera1indisciplina,na

maioriadasvezes.

Há,porexemplo,professoresque,receandoperderaautoridadeperanteosalunos,

nãodemonstramquantodesconhecemocomputador;temem,até,mexernelecomoreceio

de"deletar"tudoaoapertarumasimplestecla.

Ensinaraprendendo

Não seria uma excelente oportunidade para esses professores, se eles pudessem aprendercomosprópriosalunosamexerno"maldito"tecladoe,assim,usufruira"santa" telinha?Comessegesto,poderiamensinarque,pormaisquesesaibaumamatéria,sempre háalgoaaprendersobreoutra.Emostrariamquenãoignoramaimportânciadeseusalunos. Aodemonstraroprazerdeaprendercomoalunoeagradecer-lhe,olhando-ono fundodosolhos,oprofessorpassasentimentosprogressivosque,comcerteza,vãoagradar bastanteoaluno.Essealunovaisentirnasuaalmaoprazereautilidadedeensinar. Oprofessorestariapassando(ensinando)aoaluno oprazerdeaprender-comoprofessoraprendendo eoprazerdeensinar-comoalunoensinando.

Entretanto,oprofessordevetomarocuidadodenãoexagerarevirar"piegas",istoé, umsentimentalridículo.Esseefeitoacabacomavontadedeensinar.Valeapena,urna outrahoraqualquer,emgeraldeformamaisprivada,oprofessordizeraoalunocomousou oqueaprendeuemdeterminadasituação.Nãosendomentira,somenteparaagradaroaluno, masumfatovivido.Oalunopoderáperceberoquantoajudouseuprofessor.Significaque oprofessortransformouoqueaprendeuemconhecimentoeverificou(mostrandoissoaseu aluno)comoestelhefoiútil.Paratalaluno,esseprofessorjamaisseráomesmo.Oinverso tambémseráverdadeiro. Aoensinaroprofessore,porisso,fazerdiferençaemsuavida,oalunotambémse abre aos ensinamentos desse professor. A indisciplina, gerada pelo aluno ter sido ignorado,desaparece,eointeresseédespertadoparaosconteúdosdaaula. Importantíssimoéqueambostenhamsentidoaagradávelvivênciadoaprendizado. Sepossuirconhecimentosrepresentapodersobrequemnãoopossui,opoderdequem ensina,comessetipodeaprendizado,emvezdediminuir,aumenta.Oqueensinaficalivre para aprender mais novidades, enquanto o que aprende passa a se beneficiar da nova aquisição. Comesseaprender,oprofessorganhaautoridadeadvindadoaluno,oquereforçao poder inerente ao educador. Um dos grandes geradores de indisciplina está em um professorimporseupodersobreosalunos,eestesnãolhereconheceremaautoridade. Opodereoprazersãoosgrandesbenefíciosdeensinaraprendendo.

Novoparadigma:deprofessoraorientador

Qualquermodificação,mesmoquesejaprogressiva,emumaestruturagrandede

escola,exigeumbomplanejamentoestratégico,envolvendoobjetivo,metaseprazos-não

sódopontodevistapedagógicoefinanceiromastambémdetodoocomponenteideológico

epsicológico.Qualqueralteraçãoemcircunstânciasqueestejamfuncionandobemtemque

levaremcontatambémriscos,osquais,claro,têmqueserprevistos.Entretanto,costumes

antigos,jáarraigadosentreprofessoresefuncionários,podemsabotarqualquernovidade,

principalmenteseháquemobtenhalucroscomaestruturavigente.

Professoresretrógrados,apoiadosnotempodecarreira,ejácontandoosanosque faltam para a aposentadoria, são os primeiros a resistir. Além de não aderirem aos movimentosdemodernização,quandopossível,aindaoscriticamdestrutivamente. Muitospais,jáacomodadoscomoandamentoescolar,mesmoquesofrível,nãose dispõemaaceitaraspropostasdemudançasnaescolaqueenvolvamesforçodeles,mesmo quesejaemproldeseusfilhos. Háalunosquefazemachamadaresistênciapassiva"corpomole"-tirandoproveito pessoalda"bagunçaescolar"parasemanteremsemterdeestudar,semteroincômodo inicialdesereméticosepraticaremacidadaniaescolar,mesmoquesejam,empoucotempo, osprópriosbeneficiáriosdessasmudanças. Muitomaisqueasescolaspúblicas,asescolasprivadasdepontaestãoinvestindo muitíssimononovoparadigma,queécapacitaroprofessoraexerceropapeldeorientador:

oprofessorpassaaajudaroalunoabuscar,compreendereintegrarainformaçãosobforma

deconhecimento.

OnovoparadigmadaEducaçãoé capacitaroprofessorpara,alémdetransmitir oconteúdopedagógico,sertambémumorientador. Édessaformaqueoprofessorfavoreceaaquisiçãodoconhecimento,colocandoas informaçõesemaçãojáduranteaaula.Algumasescolasprivadasbrasileiras,felizmente,já estãoinvestindopesadamentenacapacitaçãodosprofessoresenamelhoradascondições físicasepsicológicasparaoaprendizadodeseusalunos,promovendoaintegraçãodospais àsatividadesdosseusfilhos. A grande mudança de professor tradicional para professor-orientador traz uma complicaçãoinicial,daqual,entretanto,setiraráumgrandebenefício.Oprofessorprecisa reversuaprópriaposiçãodeúnicafonteparaoaprendizadodoalunoecomeçartambéma pesquisar:Ondeseencontraamatériaaserdada?jornais?Revistas?Livrosparadidáticos? Sitesdepesquisanainternet? Comoatarefaémuitograndeefreqüentementeimpossívelparaoprofessorcumprir, já começa, a partir dessa dificuldade, uma mudança postura] - repartir com os alunos tamanharesponsabilidade.

Oprofessor-orientadordevepediraosalunosquecadaumpesquise,sejamquais

foremasfontes,algosobreoconteúdodaaulaseguinte.Quemconseguir,teráoprivilégio

depassaroresultadoparaoscolegasdaclasse.Vaiganhar"umponto"deacréscimona

notadetarefascumpridas.Cabeaoprofessorexplicarquefazpartedaaulaoaprendera

pesquisar,selecionaroqueéútilebemcomunicaraosoutrosoqueconseguiu.Éum

preparoparaumemprego,paraavida.

Hoje,quemsabefazertudoissoganhamuitomaisdoqueaquelequesófazoque

lhepassampronto.Eosvestibulares,comosabemos,estãocadavezmaisexigindoqueo

vestibulandomaissaibapensardoquetersimplesmenteasinformaçõesarquivadasdentro

desi.

Dadoocaráterdessetipodeaula,querequermaiorautonomiadosalunos,este procedimento é cada vez mais indicado quanto mais independentes forem os alunos portanto,paraadolescentes,demodogeral. Numa palestra sobre Disciplina e Ensinar aprendendo para pais de alunos e professoresdoColégioEnergia,emCriciúma-SC,eusoubequeosalunosdoúltimoanodo ensino médio assinavam uma revista nacional de grande circulação e de reconhecida seriedade, a qual era usada diariamente como fonte de estudo e pesquisa das diversas matérias dadas. Não por acaso, o maior índice de aprovação em todos os vestibulares pertenciaaessaescola.Ograndebenefíciovinhadoprazerquetraziaatodososalunos,e aoprofessor,essetipodeparticipação,poiscabiaaeleapenasaorientaçãodatarefa,jáque aformação,osprópriosalunosjáavinhamamadurecendo. Asescolasqueseacomodaramestãoperdendoseusalunos,porqueelesaacabam

abandonandoousãoconvidadosaseretirarporquestõesdisciplinares.0maisgravedessas

migraçõesedesistênciasescolaresestánofatodeoseducadoresperderemaoportunidade

deformarmaisumcidadão;acabamencaminhandoparaavidaalguémqueaumentaráo

númerojágrandedosmarginalizados.

TeoriaIntegraçãoRelacional

MeudesejoécontribuirparaamudançadeparadigmasnocampodaEducaçãocom

subsídiosaoseducadorespormeiodaTeoriaIntegraçãoRelacional,quecrieicombaseem

37 anos de prática, com 75 mil atendimentos em psicoterapia psicodramática de adolescentesesuasfamílias,reforçadapelotrabalhonaáreadaEducaçãocomprofessores, criançaseJovens. Asclássicasteoriaspsicológicasnãotêmsidosuficientesparaacompreensãodo atualcomportamentodosalunoseoadequadoprocedimentopreventivoeterapêuticodos conflitosvividosemsaladeaula.Hánecessidadedeintroduzirelementosnovos,como amor, disciplina, gratidão, religiosidade, ética e cidadania, para a avaliação da saúde relacional.Umapessoa integrada relacionalmente viveumequilíbriodinâmicoentre as satisfações física, psíquica, ecossistêmica e ética nos contextos familiar, profissional e social.

A Integração Relacional é um conceito de saúde biopsicossocial para o mais amplo entendimento do ser humano e de seus relacionamentos na busca de melhor qualidadedevida,realizandoseuspotenciais. Quandosediscute,porexemplo,aquemcabeatarefadeeducar,seàescolaouà família,entra-senumdejogodeempurra-empurra:aquemcabearesponsabilidadesobre osmal-educados?Afamíliacobraqueaeducaçãosejadadapelaescola,enquantoestadiz queaeducaçãodevevirdoberço. Enquantoisso,aEducaçãoviraáreadeninguém Épreciso,comcerteza,definirde qual educação estamos falando. Aqui estou focalizando especificamente a educação relacional.Paracompreendê-la,usoalgunselementosdaTeoriaIntegraçãoRelacional.De acordocomessateoria,sãotrêsosníveisdecomportamentohumano:

Nívelbiológicoouinstintivo,característicodosanimaismamíferos,regidospelosinstintos (desobrevivência,princípiodoprazer-desprazer,doafeto,daagressividadeetc.). Nívelpsicológicoouaprendido,resultantedainteligênciahumana,embuscadasatisfação pessoal, ambição, consumo exagerado, sem preocupação com os meios utilizados para satisfaçãoeobtençãoderesultadosfinais;ébasefundamentalparaonívelseguinte. Nívelsocialouevoluído,quecaracterizaacapacidaderelacional,poisoserhumanoé gregárioeviveemsociedade.Aquiestãooamor,adisciplina,agratidão,areligiosidade,a éticarelacionaleacidadania.Énesteterceironívelqueresideaeducaçãorelacional. Subiràsmontanhasparameditaréfácil. Odifícilévoltareconvivercomoshumanos.

Asaúdepsíquicatemqueintegrar Capacidaderelacional,éticaecidadania. Atualmente a educação familiar carece desse terceiro nível, pois já é grande a dificuldadedeseatingirosegundo.Muitasfamíliasnãotêmclaranoçãodecertoeerradoe não conseguem estabelecer limites e responsabilidades, permitindo que os filhos ajam guiados pelo prazer, evitando qualquer coisa que lhes dê trabalho, entendida como desprazer. Osfilhospraticamoprimeiroeosegundoníveleospaisesperamdelesoterceiro.É emcasaquesecomeçaapraticaracidadaniafamiliar,oquetemdeserfeitoforadecasa. Comoelesirãofazersozinhosoquenuncafizeramemcasa? Acriançaescolhealgo.Seégostoso,vaiemfrente.Seencontradificuldades, larga.Eumageraçãocommuitainiciativaepouca"acabativa",queestáindoparaa escola sem grandes motivações de estudo e dificilmente se adaptará ao sistema psicopedagógicoclássico. CrieiaTeoriaIntegraçãoRelacionalparaqueaPsicologiasaíssedasacademiase chegasseaoseducadores,dividindocomvocê,professor,minhaexperiência,paraquevocê pudesseencontraroprópriocaminhoparamelhorarorelacionamentocomseusalunose, emconseqüência,suavidaemsaladeaula,atingindooobjetivoprincipaldaeducação:

prepararasnovasgeraçõesparaadministraroBrasilqueestamoslhesdeixando,paraque este seja um país inserido num mercado mundial altamente competitivo e, por isso, obrigadoamudarseusparadigmascomagilidade,assertividadeecompetência. OsconceitosdesaúdepsíquicahumanaestãoatualizadosnaTeoriaIntegração Relacional, que inclui amor, disciplina, gratidão, religiosidade, ética relacional e cidadaniacomoingredientesbásicosparaaformaçãodapersonalidade.

UmaidéiasobreaTeoriaIntegraçãoRelacional

Oserhumanonascecommuitospotenciais,maspoucossãoaproveitadosemtempo

adequado.Desdequecriançasforamparaaescola,commenosde2anosdeidade,ou

começaram a aprender uma segunda língua, ou passaram a mexer em computadores, percebeu-seoquantoelasestavamsubaproveitandoseuspotenciais.

Por outro lado, observando-se as dificuldades que os país encontram em serem

respeitadospelascrianças(atécommenosde1ano),percebe-sequeelasaprenderamatirar

vantagensdasdificuldadesqueseuspaistêmaolidarcomelas. Issotemtrazidoumgrandeproblemaparaospaisqueestãosubmetidosàtirania delas:commesesdevida,sentadasemsuascadeiras,jogamcolherinhase/oucomidano chão,recusam-seadormiradequadamente,põemospaisacorrerdesesperadamentepara atenderaosgritinhos(jáhistéricos)delasetc. Estateoriafoicriadaparaincluirnaformaçãodafuturapersonalidadedacriançaos valoresfundamentaisparaavida,tantopessoalquantosocial,paraqueapessoavenhaaser um cidadão competente, ético e feliz. Dentro do necessário ao tema deste livro, vou assinalarondeusareiestateoria.Aosqueseinteressaremporela,estendi-meumpouco maisnosmeuslivrosQuemama,educa!eAdolescência,quemama,educa!

Obeija-floreoincêndionafloresta

Amaioriadoseducadoresconheceessaparábola.Paraquemnãoaconhece,vou

resumi-la:

Eraumavezumincêndionafloresta. Todososbichosfugiam,menosumbeija-florquecontinuamentetraziaáguanoseu bicoejogavanofogoquecadavezaumentavamais.

-Foge,beija-flor,foge!0quevocêestáfazendonãoestáadiantandonada!-diziam

osbichos.

-Estoufazendoaminhaparte!-respondeuobeija-flor,orgulhosodosseusgestos,

masesperançosodequecadaumfizessesuaparte

Hojeteríamosqueatualizarestaparábola:

Assimqueviuoincêndio,agilmenteobeija-florconvocoutodososoutrosbeija-

flores para formarem o bando e apagarem o incêndio. Rapidamente foram designados algunsbeija-flores para irematéasoutrasespéciesdoreino animalparaquecada um formasseoseuprópriobando.Rapidamentetodososanimais,cadaumcomoseubando, estavamacombateroincêndio,quelogofoidebelado.

Moraldahistória:Nãoadiantamaiscadaumsalvarasuapele,tampoucocumprira sua parte. É preciso trabalhar em equipe e acionar sua rede de relacionamentos - networkingparaquefaçaomesmo.

Parafraseandooditado"Umaandorinhanãofazverão",podemosdizer:"Umbeija-

flornãoapagaincêndios".Ouseja,ondeháumvencedor,háumaequipequeoapóia.O

bemdaflorestaéapagaroincêndio.Secadaumlutaparasalvarafloresta,estágarantindo

asuasobrevivência.Massecadaumlutaparasesalvardoincêndio,suaflorestaserá

destruída.Comosobreviverá?

CAPÍTULO2–APRENDERÉCOMOCOMER

Aboaaulaécomouma

gostosarefeição:doaperitivoeentrada

paraopratoprincipalesobremesa.

Alémdenutritiva,

temquesersaborosa,

temqueterumcheiroatraente

eumvisualprovocante.

Depoisdecomeçar,

nãodávontadedeparar

Voltaaáguanaboca

sódelaselembrar

Etapasdoaprender

Épossívelfazerumaanalogiadoatodeaprendercomodecomer:existeuma fisiologiadoaprendizado.Oprocessodedigestãodosalimentosésemelhanteemtodosos

sereshumanos,jáquesetratadeumafunçãofisiológica.0aprendizado,entretanto,pode

ser bastante pessoal, porque depende do aparelho psicológico e por ser uma função complementar. Fazempartedoaparelhopsicológicoamotivaçãoouaindiferençaparaaprender,a facilidadeouadificuldadedecompreenderainformação,acapacidadedetransformaçãoda informaçãoemconhecimentoeonívelculturaledeconhecimentoprévio. Comeralimentaocorpodeenergia, eaprenderalimentaaalmadesaber. Comoumafunçãocomplementar,aprenderéumaaçãoqueenvolve,nomínimo, duaspessoasquesecompletam:aqueensinaeaqueaprende.Oautodidatatemcomo professor a própria pessoa. Se um dos complementares falhar, o resultado pode ser prejudicado.Sobestaanalogiaentrecomereaprender,considerocincoetapas:

Primeiraetapa:Ingeriroalimentoequivaleareceberainformação. Segundaetapa:Mastigaredigeriroalimentoequivalemadecomporessainformaçãoem partesmenores,suficientesparaseremcompreendidas. Terceira etapa: Absorver o alimento digerido equivale a assimilar a informação já compreendida. Quartaetapa:Atransformaçãodoalimentodigeridoeabsorvidoemenergiaacumulada equivaleàtransformaçãodainformaçãocompreendidaemconhecimento. Quintaetapa:Aenergiaacumuladaéutilizadaparaamanutençãodavida,comoenergia vital.Éousodoconhecimentoqueotransformaemsabedoria.

"Mastigando"aaula

Nafasedeingestãodoalimentoerecepçãodainformação,quemfornececomidaou informaçãotemumpapelimportante.Paraatravessaressaetapa,énecessáriosentirfome outeroapetitedespertadopelacomida:cheiro,cor,apresentação,formaetemperopodem tornaroalimentoconvidativoeinspiraravontadededegustá-lo. Oprofessor,qualumbomcozinheiro,poderiaprepararaaulacomaperitivose entradas, antes de servir o prato quente, e culminar com a sobremesa. Mesmo sem entradasnemaperitivos, sea aulafor bastante prazerosa, todossentirãovontade de absorvê-la.Portanto,apalatabilidadeémuitoimportante.

Logo,oqueiniciaoprocessodecomertantopodeserumestímulointerno(afome) quantoexterno(algoquenosdesperteavontadedecomer).O mesmoraciocíniopodeser aplicadoàinformação.Amotivaçãopodeserinterna, quandoestamosinteressadosem aprenderalgo,ouexterna,quandoalguémnosdespertaointeresse,avontadedeaprender. Comoumtrailerdeumfilmee/oucenasdopróximocapítulodeumatelenovela, que são marketing para se vender o filme ou prender o telespectador, os professores poderiamestimularnosalunosodesejodeassistiràspróximasaulas,jáantecipandoalgo interessantesobreelas:éoaperitivo.Asentradasjápertencemàaulapropriamenteditae servemdeaquecimento,oupreparodocérebro,parareceberoqueoprofessorquerensinar. Umaboadicaéoprofessorperguntar:"Digaumapalavrasobreaúltimaaula,quemdelase

lembrar.Vaiganhar1pontoquemdisser."Assim,após5lembrançasfeitaspelospróprios

alunos e 5 pontos distribuídos, a maioria da classe já tem seu cérebro preparado para receberaaula. Quem come uma comida saborosa, quer repetir o prato. Informações atraentes produzemresultadosemelhante:sobreumacontecimentointeressantetodosqueremmais detalheslhes,maisinformações. Quandooprofessor começaumaaulacontando umanotícia -fato,curiosidade, situação,acidenteetc.-relacionadaaoconteúdodaauladodiaepedecomentáriose/ou explicaçõesaos alunos,está estimulandoa capacidade de compreensão, interpretação e comunicaçãodosquesabem,bemcomoacuriosidadedosquenãosabem. Oprofessor-orientadordirigeasexplicaçõesrecebidasaotemaqueinteressaàaula, pedindoaosalunosquesabemparaexplicaremaosquenãosabem.Alémdeestimularo entrosamentoentreosalunos,cria-seumbom"ibope"comoprofessor-orientador,cuja aulapassaateraresponsabilidadedealinhavarasinformações,complementandocomos tópicosdequeeleprecisariafalar.Eoquetornaumainformaçãomaisatraentesãoos temperosdohumor,daclareza,alémdasuaassertividadeeutilidade. Osmelhorestemperosdeumaboaaulasão movimento,humoreboacomunicaçãorelacional. Asaulastêmqueser"degustadas"pelosalunos. Senosguiarmosapenaspeloprimeironíveldocomportamentohumano,obiológico ouinstintivo,segundoaTeoriaIntegraçãoRelacional,sócomeremosoqueforgostoso,

faça bem ou mal. Passaremos o dia devorando picanhas, queijos gordurosos, bolos de chocolate,sorvetes,tortasdemorangoeoutrosquitutes.Osresultadosaparecerãodepoisna balança,naformadequilosamais,ouemexamesdocoração,comartériasobstruídas.(Éo quepoderiaacontecernoacessoàinternetcompessoasdescontroladasfuncionandoneste nível.)

Oeducadortemquesupriroorganismodoconhecimentodosalunoscombons alimentos,nutritivos,quesejamprogressivos.Oquevaideterminarseumalimentoébom oumauparaasaúdeéoconhecimentodeseuscomponentes:algunssãoótimasfontesde vitaminaseminerais,enquantooutrossãoricosemcolesterol.Poucoscomemsomente porque o alimento é nutritivo. Mas, se o nutritivo for também gostoso, existe a possibilidadedeassociarprazeràsaúde. Aapresentaçãodainformaçãoésemelhanteàdoprato.Sevocêdepararcomum cozinheirobanguela,comunhassujas,provavelmentenãoteráseuapetitedespertado.Pelo contrário, é mais provável que sintaaversão à receita criada. Porém,se a refeição for preparadanumacozinhalimpa,porummestre-cucaasseado,avontadedecomersurgirá espontaneamente. Édessamesmaformaqueafiguradeumprofessorpodeinterferirnodesejodeum aluno receber informação. Não me refiro a roupas caras e sofisticadas, mas a noções elementaresdehigieneeconduta:terumaaparêncialimpa,atual,agradávelepossuiruma formadeexpressar-sequenãocauseestranhezaaosouvidosdosalunos.Oprofessoré,na realidade,omestre-cuca da suamatéria.Ele não conseguirá abrir o apetitedos alunos apresentandoumagororobaqualquer. Osvenenosdasaulaspodemser:

incompetência,mauhumor,monotonia

ElesestimulamaIndisciplina.

Canjasefeijoadas

Nem todo prato serve para qualquer aluno. O professor precisa levar em consideraçãoafragilidadedoestômagodosestudantesconformeaspersonalidadesefaixas

etárias.Nãoseoferece umafeijoada aumacriançade1ano,tampoucouniacanjade galinhacomopratoprincipalaumadolescente. Éaltamenteindigestoparaosadolescentes seremtratadosrelacionalmentecomocriancinhas, tendodecomer"papinhas"quando queremsuculentossanduíches. O professor deve ter noção da capacidade do aluno de receber a matéria. Por exemplo,matériasqueexijampensamentoabstratosãotremendamenteindigestasparaas crianças, que ainda não desenvolveram esse tipo de raciocínio. Como elas não as compreendem,acabamdecorandoapenas. O mestre também deve levar em conta que os alunos podem ter facilidade em algumasdisciplinasedificuldadeemoutras,oquenãodependedaidade,masdaaptidão naturaldecadaum.Paraalgumaspessoas,Física,Químicaeoutrasmatériasdaschamadas "exatas" podem ser canja de galinha - que o estômago aceita sem problemas ou uma feijoadadedifícildigestão. Arigor,nãosepodeexigiromesmoresultadodetodososestudantes.Cadaalunoé umser diferente e único. Mas como sãomuitos osalunos em classe, a tendência dos professoreséigualá-los.Entretanto,valeapenadarmaisaquemmaisprecisa-jáquedar paraquemnãoprecisapodefavorecerodesperdício. Oprofessordeveexplicaramatériausandopalavrasdefácilcompreensão,detal formaqueatémesmoosalunosquetiveremdificuldadespossamentendê-la.Talvezessa sugestão pareça óbvia, mas gostaria de ressaltar esse ponto, pois alguns professores distribuemamatériaparaaclassetodadeformamassificada,sematentarparaasdiferenças individuais.

Oprofessor,aoprepararasuaaula,

deveteromesmocapricho

comqueocozinheiropreparaasiguarias.

Engoliraaula

Estaetapadeengoliroalimentoéumprocessoindividualdual,istoé,temdeser feitaporquemoingere.Equivaleàetapaemqueoalunodecompõeainformaçãoempartes menoresparasercompreendidaedepoisincorporadanocorpodoconhecimento. Amastigaçãoeadeglutiçãosãoprocessosvoluntários,istoé,dependemdoaluno. Depoisdeengolidaaaula,aetapaseguinteéadigestão,queindependedavontadede qualquerpessoa. Oalunonãoconsegueaprenderaquiloquenãoentende, assimcomonãopodeengolirpedaçosmaiores doquesuagargantapermite. Querodizercomissoqueadesmontagemdainformaçãopodeserfacilitadapelo professor,mas,semdúvida,oprocessodigestivocabeaoaluno.Semastigabemounãoa comida,étrabalhodoseutubodigestivo.Supondoumaaprendizagememseqüência,em queamatériaseguintedependedaanterior,seaprimeiranãotiversidoabsorvida,será necessário desmontá-la em partes ainda menores para favorecer sua compreensão. Por exemplo,aresoluçãodeumproblemaquedependadoteoremadePitágoras.Seoalunoo souber, ótimo, poderá resolver o problema sem dificuldades. Caso contrário, será necessárioqueoprofessorprimeirodesintegreoteoremaparaqueassimoalunoentendaa informaçãoseguinte. Umgrandeerrodoalunoéreceberamatéria"dojeitoqueoprofessordá"para passarparaasegundaetapaemcasa,quandojádeveriamestarnaterceiraetapa. Faz isso para não usar o cérebro durante a aula. Vai engolindo tudo, os compreendidoseosnão-compreendidos.Emcasaéquevaidevolvertudoàmesa.Então vaitentarcompreendertudodeumasóvez.Issoquandonãodeixaparafazê-losomenteàs vésperas das provas. Não seria mais fácil perguntar na hora ao professor? Há vários professoresquededicamalgumtempoparareexplicaraquemnãocompreendeuoquefoi dito.

Existeumaprogressãoparaacompreensão.Nãosepulaoquenãosecompreende,

poisquandochegaramatérianovaoalunonãoterábaseparaapreendê-la.

Digestãodaaula

Osprocessosdeabsorçãoeassimilaçãodoalimentoocorremnaintimidadedos processosintestinais,queescapamdocontroledoindivíduo.Éobiológicofazendoasua parte, independentemente da vontade consciente dos humanos em geral. Entretanto, na partecerebralemental,asinformaçõespodemserabsorvidaseassimiladasconformesuas inteligênciasmúltiplas.Taisoperaçõespodemserdesenvolvidaseaprimoradasconformeo esforçopessoal,maspodemserfacilitadasseestimuladaseexercitadas.Avontadeinterfere muitonessesprocessosmentais. Quandoumalunonãoaprovaoseuprofessor,essesprocessospioram.Maspodem melhorarmuitoseprofessorealunostiveremboaempatia. Seotemperoforbomedeótimosabor,istoé,aaulaforagradáveleamatériafor apresentadademaneirainteressanteporumprofessordebom"ibope"comosalunos,eque sepreocupeemencontraraaplicabilidadediáriadoseuconteúdo,esseprofessorfezasua partedeensinar. Seumalunoprocurarapreenderamatéria,compreendê-la,interpretá-laepraticá-la ou identificá-la, esse aluno terá feito a sua parte no aprendizado. Apreender é prestar atenção integral à matéria. Compreender significa encontrar o significado da matéria. Interpretar é dizer de outras maneiras o conteúdo entendido - usando palavras, gestos, desenhos,etc.-paraqueosoutrospossamcompreendê-lo.Quandooalunocompreende algo,torna-sefácilidentificaresseconteúdoeaplicá-loàvida. Portanto,aabsorçãoeaassimilaçãosãoaspartesdoaprendizadoquedependem mais do aluno que do professor, enquanto a parte docente na aula depende mais do professorquedoaluno. Quandoainformaçãoestábemdecomposta, suaassimilaçãoéquaseinstantânea. Asdiferençasdeaprendizadoentreosalunosocorrempelaciadeinteligênciasmúltiplas, que são basicamente em número de 7. Por analogia, nesta etapa fica mais evidente a existênciadediversostiposdeinteligência.Surgemasgrandesfacilidadesoudificuldades para as ciências exatas, humanas e biológicas, com suas manifestações conforme suas múltiplas inteligências: lógico-matemática, lingüística, espacial, musical, corporal- cinestésica,intrapessoaleinterpessoal.

Em geral, as características de absorção são genéticas, como "filho de peixe, peixinhoé".Nãoéotrabalho,masafacilidadeemexercê-loqueconta.Porém,mesmo quemnãotenhaessafacilidadepodedesenvolvê-lacorrimuitoexercícioeprática.Um filhopodenascersemtalentooufacilidadeparasersapateiro,masdetantoconvivere trabalhar com o pai sapateiro, constrói-se como sapateiro. São facilidades construídas, muitodiferentesdaquelasqueapessoaganhageneticamentedosseuspais. Hápessoasquejánascemfortes,eháaquelasquetêmquefazermuitosexercícios parasefortalecerem.Semdúvida,aquelequejánasceuforte,comumpoucodeexercício, podesetornarimbatívelcomrelativafacilidade. Façoessasanalogiaseponderaçõesparaexplicarcomolidarcomosdiversostipos deinteligência. Umprofessor poderia facilitar avidado alunoquetemdificuldade de absorverFísica,poisestaéasuainteligênciafraca,maspoderiaexigirmaisemBiologia,se esta fosse a sua inteligência forte. Mesmo porque o próprio aluno vai se sentir mais gratificadoeverámelhoresresultadosquandorealizaraquiloparaquetemmaisfacilidade. Ouseja:dá-lhemaisprazeroqueeletemmaisfacilidadeemabsorver,eacabaabsorvendo mais do que aquilo em que tem dificuldade. É uma seleção natural, que o próprio organismomentalecerebralfaz.

Integraçãodaaula

Háumasériedeinformaçõessoltasefragmentadasque,derepente,numestalo, começamafazersentido.Éocaso,porexemplo,deuminsightdeumailuminação:éuma compreensãosúbitadealgoquereorganizatodososconhecimentosanterioresqueestavam suspensos, deslocados e/ou particularizados. Cada um deles tem um sentido, e quando juntos e integrados formam uma verdade nova, inusitada, surpreendente. Esse conhecimentointegradofazcomquemuitasoutrasquestõesqueestavamsemrespostas encontremsoluções.Ecomoseapessoaconseguisseatingirumupgradeparaoseucorpo doconhecimento.

Aintegraçãodeváriosconhecimentoséprazerosa.

Éasoluçãodeváriaspendênciasnãocompreendidas.

Umprofessorpodelevarumalunoaconquistaroconhecimentointegrado.Seo professor simplesmente passar ao aluno o conhecimento já integrado, ele o priva do trabalhomentalqueolevariaaoprazerdedescobrirtalresultado.Écomoummúsculoque nãosedesenvolveporfaltadeesforçofísico. Esseprazeroestimularáanovasconquistasnocampodoconhecimento.Doutra forma,oalunorecebeapenasumdadoamais-quenadaacrescentaaosquejárecebeu. Podeseratéfrustranteedesestimulaoalunoapensar,aterinteresseemaceitardesafios,a prestaratençãonaaula Issoporqueomecanismodosistemadarecompensaexistenteno cérebroestimulaapessoaarepetirofazerdoquelhedáprazer,assimcomonãoestimulao fazerdoquenãolhedáprazer. Écomoumfilmequeapresentaváriaspistasparadesvendarumcrime.Odiretordo filmetemquetecerumatramaelevaroespectadoratentardescobrirqueméocriminoso. No final, quando o diretor identifica o autor do crime, o espectador faz sozinho um retrospectodascenaseconsegueintegrartodasaspistasfornecidasaolongodofilme.O queaconteceriaseodiretorjádissessedesdeocomeçoquemeraoautordocrime?As mentesdosespectadores,comcerteza,trabalhariamdemododiferente.

Transformandoaulaemsabedoria

Umavezabsorvida,acomidaétransformadaemenergia. Esse saber recém-formado dentro de si é acrescentado e integrado ao corpo do conhecimentopreexistente.Agora,oserhumanoampliouocampodesuaconsciênciae sabe mais do que antes. Quanto maior o conhecimento que compõe esse corpo, mais desenvolvidaéapessoa. Aenergiaacumuladanoorganismonãosóserveparamantê-lovivoeematividade como também deve estar de prontidão para uso a qualquer momento. Assim também funcionaocorpodoconhecimento. Autilizaçãodaenergiaémaisinstintivaeautomáticadoqueconsciente,masado conhecimentodeveserexercitada.Chamadasorais,provasescritasetestesnadamaissão do que diferentes maneiras de solicitar e mensurar o conhecimento que teoricamente deveriajáestarintegrado.

Oquetemacontecidoéqueessasavaliaçõesnãoestãomedindooconhecimento, mas,sim,informaçõespresentesnaquelahora. Umainformaçãopodeserretidanamemóriaparaserdescarregadasomentenessas avaliações, mas não faz nenhum sentido ao aluno. Terminadas tais avaliações, as informações, em pouco tempo, desaparecem da mente. Isto é resultado do estudo concentradonodiaqueantecedeaprovamensal,bimensaloutrimestral,Nesteúnicodia,o

alunotemquememorizartudooqueoprofessordeuem1,2ou3mesesdeaulas.Éa

famosa"decoreba"devésperadeprova. Édoconhecimentodamaioriadaspessoasqueaextremamagrezaouaobesidade representamfaltaouexcessodeenergia.Oacúmulodeenergianaformadeobesidadeleva aosurgimentodeváriasdoenças,prejudicando,portanto,avida.Aausênciadeenergiavital tambémcomprometeofuncionamentoorgânico. Cadapessoatemoprópriocorpodeconhecimento, quelheéúnicoediferentedasdemaispessoas, assimcomoéasuaprópriavida. Esteéasuasabedoria. O verdadeiro saber é aquele que aparece automaticamente, no cotidiano, aumentandoaeficiênciaeoprazerdeviver.Quantomaisconhecimentosautomatizados tivermos, mais poderemos avançar no campo do saber, Basta que estejamos sempre aprendendoesempreformando novosconhecimentos.Asabedoria passaaestimularo apetiteparabuscarnovasinformações. ÉaimportânciadaEducaçãoContinuada.Existempessoasquesabemmuitosobre determinadamatériaenadaarespeitodeoutras,eachamqueestãobemassim.Podemser 11obesas"namatériaquetãobemconhecem,masfalta-lhesasaúdeglobal Sãoaquelas quesósabemfalarsobrequímica,o"quimiquês";ouaquelasbitoladasemcomputadores, quedominamapenaso"informatiquês". Nadaimpedequeosprofissionaiseosafinsdeumaáreatenhamseuspróprios jargõesaoseexpressarem,maséimportantequepercebamqueoutrospoderãonemsequer entender oque eles estãofalando. Se a pretensão é a comunicação,professor nenhum deveriausartermosquedificultassemoaprendizadodosalunos.

Em outro extremo, existem as vítimas da "anorexia" do aprendizado. Não se interessampelosestudos.Desmotivadasousemforçadevontade,nãoqueremaprender.O quelhesimportaépassardeano. Quantomaiorasabedoriadeumapessoa, maiselaquersaber, equantomenor,menoselaquersaber, poisoquerersaberjáépartedasabedoria. Atualmente,osestudantesencontram"fast-foodsculturais"emqualquerlugar.Não têmdeselimitarà"refeição"servidanaescola.PodemaprendervendoTV,navegandona internetoulendorevistasespecializadase,àsvezes,atésabemmaisqueopróprioprofessor. Dizumditadohindu:"Quandoodiscípuloestápronto,omestreaparece".Ouseja,quando oalunotemmotivaçãoeestáprontoparaaprender,absorvequalquerinformação,pouco importaasuaorigem. Ao saborear um alimento gostoso, meu querido sogro dizia, com seu singular linguajardefortesotaquetransmontano:"Estacomidasabebem".Arelaçãosemântica entreoverbosabercomotersaboretersabedorianãoéacidental:asabedoriaéalimentara almadesaber. Sabe porque os professores encontram hoje tantas dificuldades nas classes? É porqueosalunosdemonstrammaisapetênciapeloqueencontramforadoquedentrodas salasdeaula.

CAPITULO3-OSPASSOSDASABEDORIA

Ocaminhodoaluno,

daingenuidadeàsabedoria,podeser

facilitado–oucomplicado–peloprofessor.

Conhecendo-seospassos,

lidera-seumaluno

Sãoquatroasetapas queseparamaingenuidadedasabedoria.Vamosconhecer melhorcadaumadelas.

Primeiropasso:aingenuidade

A pessoa nem sabe que não sabe, portanto, ela não tem consciência da sua ignorância.Pode-se,porexemplo,falarnaingenuidadedoindígena.Imaginemosumatribo bem primitiva que vive totalmente isolada da civilização branca, sem conhecer a eletricidade.Suavidaestáorganizadasemcontarcomnenhumaparelhoelétrico,quenem sequer pertence ao seu campo de informações. A vida transcorre baseada em conhecimentospróprios,transmitidosdeumamaneiraparticular. Écomoumacriançaquevivenoseumundoe,comospoucosconhecimentosde quedispõe,nãochegaasentirfaltadoquedesconhece.Guiadaporseusinstintos,aos poucos,elavaiconstatandoaexistênciadeoutrascoisaseampliaseuuniverso. Umalunopodeseaproveitardessaignorânciaparajustificarporquefoimalna provadizendo:Eufaltei-ouestavasuspenso-quandoaprofessoradeuestamatéria!".Mas estanãoédesculpaqueseaceite,poisseelefaltouteriaobrigaçãodeprocurarsaberoque foidadonaqueledia,perguntandoparaumcolegaouatémesmoàprópriaprofessora.Se estivessesuspenso,estadesculpavaleriamenosainda. Aingenuidadegerarelativatranqüilidade, pormeiodajustificativa:"jáfizoqueeupodia", oupelaresignação:"avidaéassimmesmo”.

Segundopasso:adescoberta

Apessoasabequenãosabe,portanto,temoportunidadedeaprender. Voltandoaoexemplodoindígena,quandoeleentraemcontatocomaeletricidade passaaperceberaexistênciadefatosquedesconhecianoestágioanterior.Énaturalqueele queira a qualidade de vida que a eletricidade proporciona, Entretanto, no seu próprio mundo,reconhecequealgumaspessoastêmmaisinformaçõesdoqueele.Todavezque adoece,procuraopajé,ummistodesacerdote,profetaemédicofeiticeiroqueexerceo papeldechefeespiritualdosindígenas.Elesabequeopajéconheceplantascapazesde aliviarseusofrimentoepedeaajudadele,porquesabequenãosabeoqueopajésabe.

Opajédetémosaber.Podeensinaraoíndioqualplantacuradeterminadadoençaou podemanteressasabedoriaemsegredo,paraquetodosdependamdele.Estasegundaopção era a escolhida por muitas autoridades políticas, religiosas e até por cientistas na AntigüidadeenaIdadeMédia,quandolivroseramproibidosparaograndepúblico.Até hoje, existem livros altamente secretos, pois contêm informações que, divulgadas, acabariamcomopodersobreosingênuos. Hámausprofessoresque,paradeteremopodersobreosalunos,nãoosajudama integraremoconhecimento-ecobramdosalunosoquenãolhesfoidado.Osprofessores queabusamdopoderacabamperdendoautoridadeeducacional. Ésódepoisdadescobertaquesepercebeque nãosesabiaoquesedescobriu. Aoperceberquenãosabe,oserhumanotematendêncianaturaldebuscarmeiosde aprender,jáqueédotadodecuriosidadeeinteligência.Associandoessesdoisatributos, podesurgiracriatividadequeforneceabaseparaasgrandesinvençõesdahumanidade.O espíritoaventureiroinstigaasdescobertas. Permanecernonão-saberfazpartedaignorância. Aprenderéoprimeiropassoativoacaminhodasabedoria.

Terceiropasso,oaprendizado

Saber quenão se sabeé uma descoberta eao mesmotempo umdesafio para aprender.Quandoapessoabuscasaciarasuacuriosidade,ficasatisfeitaquandoencontra respostas,porqueatingiuoobjetivodasuabuscae,aomesmotempo,realizouumavontade e/ounecessidade. Trata-se de um estágio de grande satisfação. Adquirir no~ vos conhecimentos confereumasensaçãodeprazer,depoderealimentaasabedoria. Comooindivíduoacaboudeaprenderoquenãosabia,aindaprecisapensarpara fazer. Pondo esse novo conhecimento em prática é que ele se incorpora. É como um professorqueacabadeaprenderumaúltimanovidadenasuaáreaequercontaratodosa todahora.Éobrinquedonovodeumaluno,umaroupanovadaadolescenteexuberante, umapiadinhanovadojovemonipotenteebem-humorado

Alémdeteroprazerdesaber,

aquelequesabeémaiscompetente

queoquesabequenãosabe.

Quartopasso:asabedoria

Apessoanemlembraquesabe,poisdetantopraticaroqueaprendeu,osaberé

incorporadocornoalgonatural.Passaapertenceraocomportamentodapessoa.Assim,ela

agesemprecisarpensar.

Ahumildadeéinerenteàsabedoria. omaiorpoderdosábioéquereraprendersempre. Asabedoriaéumimensocorpodeconhecimentodesenvolvidoeenriquecidopelo exercícioepelaprática.Seusensinamentosfluemnaturalmente,semesforço,poisosábio sevêigualaoutraspessoas,talvezcommaiorexperiênciaqueelas,massemprequerendo deixaraspessoaseomundomelhoresdoqueencontrou.Asuahumildadeéumagrande lição para aqueles que, por saberem ou terem algo a mais que os outros, sentem-se superioresaeles. Talvezumprofessoriniciantetivessedeseprepararparadarumaaulacomtodosos cuidados,sabendoatéasreferênciasbibliográficas,estudandorespostasatéparaperguntas queosalunospoderiamfazer.Écornoestudaumalunoparaasprovas. Jáumprofessorquedomineamatériaetenhadadomuitasaulasnemseprepara tanto,poisjáfazpartedoseusaberoconteúdodaaula.Écomooalunoquefazasprovas semterqueestudar.Equivaleaomotoristacomprática,quedirigefazendooquesabe, comoqueautomaticamente,semprecisarpensaremcadaetapadoprocesso.Pésemãos sabemexatamenteoquetêmafazer. Para os professores atingirem a sabedoria, precisam transcender suas funções psicopedagógicas, e tudo o que fizerem deve estar encaminhado para o crescimento e desenvolvimento do seu aluno, para que este torne o mundo melhor. Nesse sentido, o mestreestáentreoprofessoreosábio.

Asdificuldadesdajornada

Cadaumdessespassostemsuascomplicações.Noprimeirodeles,porexemplo,a falta de conhecimentos torna a vida muito pobre, limitada. A pessoa vive com parcos recursosesesatisfazcommuitopouco. Nosegundo,valemuitoapersonalidadedecadaum.Pode-seoptarentrequerer aprenderoquenãosesabeouacomodar-secomoquesesabe. Aacomodaçãotornaapessoaignorante:elanãobuscaosaber.Pensaumaluno preguiçoso:"Paraquevouestudaristo,senãocainaprova?"Ouentão,dizumadulto:

"Eudecidinãoquerersaber". Umprofessortambémpodesecolocarnestaposiçãodenãoprocurarmaisaprender, jáqueeleéprofessoredamatériasabetudo.Encontramosprofessoreshojeque,desdeque concluíramomagistério,nãomaisseatualizaramecontinuamdandoasmesmasaulas durante todo esse tempo. Sua mente, tendo parado, obrigou também o seu cérebro a estagnareanãobuscarmaissedesenvolver. Podeentendertudodesuaárea,maspodenãosermestree,muitomenos,sábio,se ignorarseusalunos,nãoseinteressarpeloqueosalunossabemenãoseatualizar.Oque vai lhe acontecer quando defrontar com um computador? Como aprender as múltiplas operações de um telefone celular, que a maioria dos alunos domina com a maior tranqüilidade,elequesequerconseguiufazertodasasfunçõesdeumgravadordevídeo? Osábiovaiquereraprender,sejacomquemfor,mesmoquesejacomumaluno. Nestahora,oalunopassaaoprofessoroqueesteprecisanaquelemomento,enãotudoo queelesabe.Assim,eleensinaoprofessornamedidadanecessidadedarealidadedeste.O queaconteceriaaoprofessorseoalunoquisesseensinartudooquesoubessedeumavez, independentementedanecessidadedele?Assimoalunoaprendevendoosábioaprender comele.Querdizer,oprofessor,aoaprender,estátambémpassandoaatitudedahumildade deaprendiz.

Osábiotemahumildadedeserumeternoaprendiz.

Asabedoriaestáemtodolugar.

Osábioéqueaidentificaeapratica.

Portanto, o sábio nada tem de onisciente. A onisciência limita a ampliação do conhecimento. Assim, também, a baixa auto-estima pode limitar o aprendizado, se o pensamentoédequeele"nuncavaiconseguiraprenderalgumacoisa". Dessamaneira,tantoaonipotênciaquantoaimpotênciainibemodesenvolvimento dessapessoa,quepassaaserretrógrada.Serretrógradomedemaisumaposiçãonavidado queaquantidadedeconhecimentosqueelapossui. Quantomelhorforaintegraçãorelacional, maiorseráodesejodeaprenderoquenãosesabe. Quandoumapessoapáradequereraprender, começaaenvelhecer. Noterceiropasso,oproblemaéasupervalorizaçãodopróprioconhecimento.A pessoapassaaexplicartudooquelhechegapormeiodoqueaprendeu.Comosesóaquele sabervalesse,etodososoutrosfossemdesqualificados. Umexemploéoprofessorpreciosista,quenãoreconheceoqueoalunofaz.Não admite,porexemplo,pesquisaemoutrasfontes:sóvalefazerdojeitoqueeleensinou.(Isto émuitocomumnasavaliaçõesescolares.) Quando se adquire novo conhecimento, é natural um certo deslumbramento no início,comoocorrecomacriançaqueaprendealer:procuraasletrasconhecidasemtodos oslugares.Oucomorecém-formado,quesetornaumacadêmicoperfeccionista.Aprática, entretanto,seencarregarádemostrar-lhesquenãoéapenasessesaberquetemvalor.No preciosismoonipotentedonovosaber,desprezam~seoutrospontosdevistaeexplicações antigas.Onovoconhecimentoéusadoparademolirosdemais. Osaberdeumapessoa,ninguémotira. Masavaidadedesaberpodeestragá-la. Não podemos esquecer que só chegamos a esse ponto graças ao que outros descobriramantes.Foioesforçodequemnosantecedeuquenospermitiualcançarum estágiodeconhecimentosemsofrermostanto.Apessoaquesejulgaauto-suficientelimita seu crescimento. Afinal, por melhor que seja numa área, sempre pode melhorar sua performancequandoestádispostaarecebercontribuiçõesvindasdeoutrasdisciplinas.A fasedeaprendizadopodetambémconduziraumnovosaber:quantomaissabe,maisoser humanoreconhecequehámuitoaaprender.

Quemestáabertoaonovosaber

prestaatençãoàsdiferentespessoas.

Dispõe-seaouvi-Iasea

transformarasdiferençasemaprendizado.

Anorexiadosaber

Teoricamente,afunçãodoprofessoréensinar,eadoaluno,aprender.Mas,na prática,nemsempreissoacontece.Nãocuraumanoréxicofazendo-ocomeràforça.Para trataradoença,éprecisomudarsuarelaçãocomacomida.Oquenós,professores,temos feitoéempurrar,àforça,amatériacabeçaadentrodenossosestudantespara"vermosse aprendempelomenosalgumacoisa". Mesmosabendoquenãosabem,osalunos,emgeral,nãodemonstraminteresseem aprender.Écomoseoprópriosaberjáfossedemais.Seaprenderécomocomer,elesnão revelam apetite. Sofrem de anorexia do saber como uma pessoa doente, que mesmo caquética,quaseamorrerdeinanição,aindaassimnãocome. Do grande esforço da "decoreba" de véspera de provas, pode restar alguma informação,masémuitocustoparapoucobenefício.Écomosedacomidapreparadapara muitagente,o"decoreba"comesseapenasumagarfada. Háprofessoresquedãoomáximoparaqueosalunosaproveitemomínimo.Não seriaocasodeprepararmenoscomidaemelhoraraqualidadedarefeição,paraqueas garfadasfossemmaisnutritivas? Nafasedadescoberta,emqueoalunosedácontadequenãosabe,deveríamos estimulá-lo a se interessar por informações, propondo desafios, competições culturais, trabalhos em grupo, atividades práticas como dramatizações, atividades artísticas como pintura,música,teatroetc. A criança que não sabe ler nem escrever pode ter interesse em aprender ao perceberapossibilidadedeapropriar-sed queestáescrito.Osimplessaberlerjálhe confereumgrandeprazereindependência.

QualseriaointeresseimediatodeaprenderumafórmuladeFísicaseoestudante achaqueesseconhecimentonãolhefazfalta?Oaprendizadoaparentementenãolhefaz diferençacomofarianafasedealfabetização. Oestímulodeque"senãosouber,vaitirarnotabaixaerepetiroano"nemsempreé

suficienteparadespertarseuinteresse.0quemotivaosestudantes,muitasvezes,éoprojeto

decursaruniafaculdade,naqualreceberãocapacitaçãoprofissional.Elesestudamporque necessitam desse saber para serem aprovados no vestibular, mas não porque o conhecimentolhessejaútil. Ninguémdeixadeaprendersetiverapossibilidadedemelhorarasuaqualidade devida,assimcomoninguémmorredefomesehouveralimentoaoseualcance. Existe,portanto,umalacunaentreafasedealfabetizaçãoeoperíododebuscade capacitação para o trabalho em faculdades ou escolas profissionalizantes. Essa lacuna correspondejustamenteaosanosdosensinosfundamentalemédio,nosquaisserecebeum preparoquepareceserimportante. Mas até que ponto é mesmo importante? Será que para vencer no mercado de trabalhoéprecisosabertudooqueseensinanaescola?Muitosdosqueseformaramusam, paraotrabalhoouparaviver,poucodoqueaprenderamnaqueleperíodo.Comootimizartal período?Esteéumgrandedesafio. Direcionaroestudoconformeointeressedoalunoseriaumautopia,porqueele pode,tranqüilarnente,satisfazer-secomumavidamaissimples.Éfamosaaaspiraçãode muitosjovens,filhosdegrandesempresa rios,dequereremserdonosdepousadasnapraia oumorarnumaviladepescadores,ganhandooestritamentenecessárioàsobrevivência. Éinútilesperarqueumalunotomeiniciativaprópriaporquereraprenderalgo quenãolhesejaútil,porqueseucérebroaindanãoamadureceuosuficiente.Pornão saberaplicaroqueaprendeu,surgeasensaçãodeinutilidadedoaprendido. Faltaaessesjovensoestímulodequeaeducaçãooferece“preparoparaavida”. Essa,sim,seriaumagrandemotivaçãoparaoestudo. Temosdemostraraosnossosjovensquevivemelhorquemsabemais,poistem condiçõesderesolverassituaçõescotidianascommaioreficiência,ganhamaisdinheiro econquistamaispoderestatus.

Umgarotode11anosentrouemumadesuassessõesdepsicoterapiaindividual

muito revoltado, ofendendo a professora; dizia detestar Matemática e tinha decidido repetiroano.Perguntei-lheomotivodetantairritação.Eledetestavaessenegóciodeficar procurandoo"x"deumaequação.Aprofessoranãoexplicavadireito,elenãoentendia nada,eporquedeveriaaprender"umtroço"quenuncairiausarnavida?" Concordeicomelequeequaçõespodemsermuitochatasmaspropusmudarmosde assuntoeperguntei-lhequandofoiaúltima-vezqueesteveemUbatuba.Eusabiaoquanto elegostavadeirparalá. -Sábadopassado!-respondeu.

-Quantotemponormalmentevocêsgastamparachegarlá,saindodeSãoPaulo?-

perguntei,comoquemnãoquernada.

-Emquevelocidade?-perguntou-meele.

Brinqueicomele:

-Seu"mongo"!Vocêacaboudeaplicarumaequaçãozinha.

Elefezumacaradeespanto:

-Comoassim? - Olha, meu! Se mudando a velocidade o tempo muda, é porque há uma equaçãozinha:velocidadeéespaçopercorridosobreotempogasto.Quandovocêpergunta "em que velocidade?", automaticamente percebeu que, se mudar a velocidade, muda tambémotempogasto,jáqueoespaçopercorridoéomesmo Entãovocêjáestáusando oqueaprofessoralheensinava - Então, a "monga" é a professora, que não sabe explicar! - respondeu ele, gloriosamente. Nesseexemplo,ficaclarooquantoopúbere,quandonãoentendeoqueoprofessor diz,alémdeficarbravo,responsabiliza-oporisso.Narealidade,oquefaltouaoprofessor foimostrar,napráticacotidiana,emquecircunstânciasoalunopoderiaaplicaraequação. Quandooalunonãoconseguetranspor paraasuavidaoqueoprofessorlheensina, elesedesinteressadamatéria.

Acuriosidadeésuaaliada

Ateoriaestáprecedendomuitoaprática.Osalunossãoobrigadosaaprendersem aomenosterdúvidas.Nemseperguntamporqueocarroanda,comofuncionaamontanha russa,porqueoSolnasceesepõetododia Submetem-seaosacontecimentosnaturais diáriossembuscarexplicaçõesparaeles.Ofatoéqueospaisnemsempredespertama curiosidadedosfilhos. Osprofessorestambémnãoestãoestimulandodúvidas.Quemtemdúvidasbusca respostas.Muitasvezes,osprofessoresoferecemdadosquefuncionamcomorespostasa muitas dúvidas. Mas respostas que chegam antes das perguntas não funcionam como respostas,mascomodadosamaisqueosalunossãoobrigadosaengolir. Quemtemperguntasbemformuladas encontrarespostasàsuavolta. Nãosedevefazeroalunoestudar"àforça",poisissoseriaurnaviolência.Violência incita violência, e o jovem pode se tornar violento contra quem o esteja forçando. Precisamosdespertar sua curiosidade, criar nele oprazer do gourmet,que estásempre abertoàsnovidadesparaenriquecerseucardápio. Paraumalunodesinteressado, nãoháprofessorquesirva, comoparaumbarcoavela aque,semdestino,nenhumventopresta. Osadolescentessãoobrigadosacumprirumcurrículotidocomobomparaeles, masquenãolevaemcontasuafasedevida.Nãoédeestranharqueumadasexpressões maispopularesentreelesseja:"Aescolaéboa,oqueatrapalhasãoasaulas". Estãointeressadosempessoascomasquaisseidentifiquem,emconvivercomos colegas.Porque,então,nãoaproveitarissonasaulas?Socialização,mudançasnocorpo, relaçõessociais:considerandoapenasafasequeatravessam,hámaterialdesobrapara muitasdisciplinaseexemplosdesuautilidadeimediata. Adolescentessãomuitodiferentesdecrianças. Estastêmoprazer emdescobrir novidades,ampliarseumundo,passardaingenuidadeàdescoberta,doprazerdeaprender aoprazerdesaber.Paraacriança,tudoéprazeroso!Ascriançasestãosempreprontaspara aprender(senãoforemdistorcidaspelaeducaçãodoméstica).

Jáoadolescentequerdescobrirascoisas,sim,masaseumodo.Viveosegundo parto:deixaraproteçãodosadultos,principalmenteadosprópriospais,econquistara independência,Porisso,oprazerdoadolescenteestámuitomaisnaautonomiaenabusca daprópriaidentidade. Asdiferençasentreadolescentesecriançassãotãograndesqueelesnãopodem sertratadosdomesmomodo,comosefossemiguais.Oensinotradicionalaindanega essasdiferenças,revoltandoosadolescentes. Se tiver de engolir os conhecimentos com obediência, o adolescente se sentirá tratadocomocriançaeferidonasuaauto-estima.Resultado:podequerervoltarparao segundopasso,odadescoberta,eserecusaraaprender.Algunschegamaocúmulode decidirrepetiroano,pordificuldadedeaprender.Eénessepontoqueaeducaçãoescolar entraemcrise.Nestecaso,nãovaleoditadohinduquediz:"Quandoodiscípuloestá pronto,omestreaparece,porqueelenuncaestáprontocomodiscípulo.Oadolescentenão está,defato,aprendendo,massendosubmetidoaumaprendizado. Diantedeumamatérianova,oalunotomaconsciênciadoquenãosabia.Podeou nãooptarporaprender.Escolhendooaprendizado,aopassarautilizaronovosaber, transformaseuconhecimentoemsabedoria.Senãoopuseremprática,correoriscode simplesmenteesqueceroqueaprendeu. O conhecimento dos passos da sabedoria, somado ao das informações sobre o desenvolvimentodoadolescente-asmudançasqueocorrememseucorpoe,sobretudo,em suamente-podeajudaroprofessoraconseguirresultadosmelhoresemsaladeaula.Antes, porém,convémrefletirumpoucomaissobreseupapel.

CAPÍTULO4–PROFESSORESEMESTRES

Porquedealgunsprofessores

noslembramosavidatoda,edeoutros,

sequervestígiosficaram?

Masexistemmal-estares

quepersistematéhojedosínfimos

quenostraumatizaram.

Ensinaréumgestodeamor

Ensinarétransmitiroquesesabeaquemquersaber,portanto,édividirasabedoria. Essa divisão, porém, não segue as leis matemáticas, pois, em vez de o conhecimento diminuir,eleaumenta. Ensinar faz com que o mestre atualize seu saber, abra a própria cabeça para perguntas. Os questionamentos revolvem os neurônios em busca de novas respostas, reativandoocérebro,promovendoumamovimentaçãogeralnocorpodoconhecimento. Eomestreseenriquececomagratidão,aadmiração,orespeitoeoafetodeseu discípulo.Professoresexistemmuitoshojeemdia.Maspoucospodemserchamadosde mestres.

Ensinaréumgestodegenerosidade,

humanidade,humildadeeamor.

Professoresemestres

Adiante,comparocaracterísticasindesejáveisemprofessoreseasdesejáveisnos mestres.Entreprofessoresemestres,existemasparticularidadesdecadaum. Os professores desse extremo indesejável só podem melhorar. Tenho recebido retornosdoquantoalgunsmelhoraramdepoisquetiveramconsciênciadoqueestavam fazendo.Mestressetornaramosprofessoresquequiserammelhorar,poisumdiaacordaram deumsonoletárgicoaoqualforamlevadospelasimensasdificuldadesqueencontraram peloscaminhosdoseuofício.Naverdade,pouquíssimossãoosprofessoresquetêmmá índole.

Serprofessoréumafunçãoconsagradaemsaladeaula:serafontedasinformações e o responsável pelo estabelecimento da ordem na classe. Mestre é quem exerce essa funçãosemsevalerdasuaposiçãonemdeseupoder.Eletem.autoridade,masreconhecida pelosseusaprendizes.Professorestêmalunosquesãoempurrados;mestrestêmdiscípulos, queosseguemporquequeremserseusaprendizes.

Umprofessorsemsentimentosexercesuafunçãocomoumcomputador.0mestreé

umcomputadorquepossuisentimentoseafeto. Enquantooprofessoroniscienteachaquejásabetudooqueénecessário,omestre seconsiderasempreumaprendiz.Seoprofessorforprepotente,nãosedeixaquestionar,

nãoaceitasugestõesenemsempreacatareclamações.0mestretambémaprendecomseus

aprendizes,pormeiodeseusquestionamentos,reclamaçõesesugestões.

Oprofessor"donododestino"traçaumcaminhoparaosalunosseguirem.0mestre

éumcaminhoparaosdiscípuloschegaremàsabedoria.

Oprofessorseorgulhadetersidotãoimportantenavidadoseualunovencedor.0

verdadeiromestreseorgulhadetercolaboradoparaosucessodoaprendiz,detersidoum degraunavidadaquelequeosuperou.

Oprofessor"patrão"seservedosalunos.0queémestresecolocaaserviçodeseus

discípulos.0professorusasuamatériaparadaraula.0mestreusaavidaparadarasua

disciplina.0professorisolaasuamatériadavidadosalunos.0mestreaproveitaavidados

alunosparatransmitirseusensinamentos.0conhecimentodoprofessoréapenasaprovativo.

Asabedoriadomestreémultiplicativa. Dificilmentenoslembramosdoqueumprofessornosensinou,masaspalavrasdo mestreficamgravadasemnossamemória. OprofessorImpõeoaprendizado, precisacobraramatéria. Omestredespertaavontadedeaprender. Oprofessortemdefazerumesforçoparaensinare,maistarde,exigirdoalunoo queensinou.Porisso,umprofessorensinarnemsempresignificaqueoalunoaprenderá. Mestreéaquelequeensinademodotalqueodiscípuloseinteressaemcolocaremprática o seu saber, transmitindo-o, por sua vez, a outros. É assim que o mestre estimula a divulgaçãodasabedoria.Seusdiscípulostambémserãomestres. Osdiscípulostêmnomestreummodelodevida. Aomesmotempo,detestariamsercomoosprofessores. Omestreconseguetransmitirumconteúdodeformainteligenteecriativa.Mesmo quesejaporumamúsicaouumaanedota,eleestimulaoalunoapassarainformação adiante.

Ser mestre é ser um professor evoluído. O mestre ultrapassa a função de "transmissordamatéria"elevaosalunosadescobriremavida.

Buscandosermestre

Ninguémnasce mestre nem professor, assimcomo ninguémnasce com elevada auto-estima ou tímido. O ser humano nasce com potenciais que podem ou não ser desenvolvidosconformeestímulosourepressõesquerecebe. Oprofessorsepreparaeépreparadoparaserprofessor.Podeserumaprofissão comooutraqualquer,daqualsesobrevive.Eumalunoquebuscaprofissionalizaçãopassa porprofessoresquenemsempresãodesuaescolha. Umprofessorcidadãoajudaaconstruiroutroscidadãos.Poisummestrebuscaa perfeiçãoporsaber-seimperfeito. Emgeral,osmestresconsagradostiveram,aseutempo,poucos,masbonsmestres, queforamescolhidosporeles.Talvezumprofessorpensequenãoéummestrenasua disciplina;mas,seeleconsegueultrapassaroqueaprendeueaplicarseusconhecimentosno cotidianodeseualuno,fazendocomqueeletenhainteresseemaprender,então,eleé,sim, ummestre. Todosonho-oudesejo-paraserrealizadoprecisadeumprojetocomumobjetivo aseratingidoeestratégiasdeexecução.Paraserummestreéimportantequeoprofessor, peomenos,vislumbreafiguradomestrequequerserequaissãoascaracterísticasaserem adquiridasoudesenvolvidas.Umbomestímuloésaberquealgunscaminhospodemser tomados.UmdeleséoobjetivofinaldaIntegraçãoRelacionalprofessor-aluno.

CaminhandopelaIntegraçãoRelacional

ATeoriaIntegraçãoRelacionaloferecesubsídiosparaessatransformaçãoevolutiva

deumprofessoramestre.Paraserummestre,nãobastaconhecerbemadisciplinaque

leciona.Épreciso:

*sentir-sefísica,psicológicaeeticamentebem;

*estarcapacitadoparaatingirseusobjetivos;

*estarreceptivoatudooquepossamelhoraraindamaissuafunção.

2.ENTENDEROALUNO

*consideraraetapadodesenvolvimentonaqualeleseencontra;

*levaremcontadificuldadesefacilidadesespecíficasnoaprendizado;

*inteirar-sedosinteressespessoaisquepossamajudá-lonoaprendizado.

3.CONHECEROECOSSISTEMAVIGENTE

*empenhar-sepelamelhoriadoambienteedascondiçõesdetrabalho;

*estarinformadosobretudooquepossaatingiroprofessor,oalunoeseus

relacionamentos,cornodrogas,violênciadentroeforadaescola,dificuldadessócio-

econômicas,mercadodetrabalhoetc.;

*praticaracidadania.

O mestre ultrapassa o conteúdo expresso das disciplinas que leciona e, com freqüência, o terceiro nível do comportamento humano - a capacidade relacional -, colocandoempráticaamor,disciplina,gratidão,religiosidade,éticaecidadania. Amoréumdossentimentosmaioresdeumemrelaçãoaoutroserhumano;os filhospodemserajudadospelospaisadesenvolveramordadivoso,amorqueensina,amor que exige, até chegar à maturidade do amor que troca, terminando com o amor de retribuição-quandoosfilhospassarãoacuidardeles. Disciplinaéaqualidadequefazoserhumanocumprirsuaspropostas,mesmosem sercobradoporalguém,poissabequearesponsabilidadeésua. Gratidãoéosentimentodereconhecimentoporumbenefíciorecebidodiretaou indiretamente.Quemégratodeixadeserarroganteeegoísta,venenosdorelacionarnento saudável. Religiosidadeéumserhumanogostardeoutroecomesteformarumvínculoque

passaasermaisimportantequecadaumdosdois,0vínculoéaentidadequeestáacimade

cadaumdosseuscomponentes.Emnomedessevínculo,nenhumdosdoisfazoquefaria

seestivessesozinho.Sepuderespiritualizarosvínculosexistentesentrepessoasquese identificam,criarpadrõesdecomportamento,rituais,cerimônias,hierarquiasdepodere funcionais,cria-seumareligião. Éticalevaemcontaumcódigodevaloreshumanitáriosinternalizadoqueevita,ao máximo,prejudicaroutraspessoas,mesmonaausênciadelas.Bastaaooutroestarvivopara, independentementedecredo,cultura,raça,nívelsocial,culturale/oueconômico,merecer respeitoeconsideração. Cidadaniaéumadasmaissofisticadasetapasdocomportamento,porquelevaem contanãosóoaspectorelacionalmastambémocuidadocomnossoquarto,queseestende sucessivamente à casa, ao local de trabalho, ao bairro, à cidade, à região, ao país, ao planeta Éacidadaniaquegaranteonossoecossistemae,conseqüentemente,aqualidade denossasobrevivência. Omestre, aoultrapassarafunçãodetransmitirsomenteumconteúdodeforma pragmática,ensinaaoalunoumestilodevidaqueenobreceaalma.Eledespertaeexercita acapacidaderelacional.Estimulaorespeitoatodoserhumano,àsregrassociaiseàlei maiorqueregeoUniverso. A onipotência esconde uma mediocridade: sentir-se melhor que os outros. A sabedoriadomestrerevelaumagrandiosidade:odesejodeaprendercomseuaprendiz.

Sábio,oquetranscendeomestre

Quandosefalaemsábio,oquenosvemàmente?Emgeral,afiguradeumancião debarbasbrancas,atitudesoleneeserena,estilodevidasimples,debomhumor,dispostoa ouvirquestionamentoseresponder aelespormeiodeparábolas,metáforasousimples analogias, fazendo com que o discípulo, ao assimilar essas informações, encontre suas respostas. Estafiguraéoestereótipodesábio.Atualmente,existemmestresdeváriasárease especialidades.Maspoucosdentreossereshumanosnamaturidadesãomestresemalguma atividade que transcende sua profissão. Não me refiro à titulação acadêmica pós- universitária de especialista, mestre ou doutor, pois essas titulações podem depender puramentedeestudooumesmodapráticaprofissional.

Sermestreporamadurecimentoétranscenderaprofissão,oquesignificapraticar

umaatividademuitomaiordoqueacarreiraexigiria.Sãomestrestambémosprofissionais

que,alémdasuaprofissão,abraçamoutrasatividadesdecunhosocial,numgestocidadão

defazerobemparaacomunidade,sociedade,humanidadeecivilização.

Époressecaminhoquepassamadignidadeeasatisfaçãodoeducadordeestar

construindocidadãosquevãorecebereadministrartudooqueestamoslhesdeixando-os

idosos,estacivilizaçãoeonossoplanetaTerra.

Umapessoa,umpovo,umanaçãopodemevoluirpelaEducação.Éporissoque

insistotantoemfazercomqueprofessorescomunssetransformememmestres,poisem

cadagestoquefaçampelaEducação,elespoderãotranscenderaaulacomum,eosalunos

aprenderasgrandesliçõesdavida,quejamaisesquecerão.

Masamaiortranscendênciaéquandoosábio,sempertenceranenhumaescolanem

estaremnenhumasaladeaula,conseguetransformarosseuscircundantesemverdadeiros

aprendizesdavida.Opropósitodosábionãoéquererqueosoutrososigam,otenham

comolíderouocoloquemcornoautoridade,masseupoderestámaisnoqueosoutroslhe

conferemdoqueemcolocar-secomotal.

Osábionãotemopropósitodeensinar,masdefazeroqueestiveraoseualcance

paramelhoraravidadequemoprocura,doecossistemaqueocircunda,doUniversoao

qualsentepertencer.Suaexistênciaédedicadanãosomenteaosalunos,masadeixartudo

melhordoquequandoencontrou.

Maisumaanônimatranscendência

Emrespeitoaossentimentosdestealuno,emlugardoseuverdadeironome,passoa

chamá-lodeAntônio,eseuprofessordeJosé.Antônioeraunidosmelhoresalunosdo

ensinomédio.Elefoipresoportercometidoumfurto.Porém,apóssairdacadeia,não

maisvoltouàescola.Oprofessor,José,estavapreocupadocomele,e,numdomingode

manhã,resolveuprocurá-lo.Antônioestavanasuacasamuitopobre,numaregiãomais

pobreainda,Joséochamouelhedisse:

-Porquevocênãovoltouparaaescola?Nãoprecisameresponderagora,maso

pessoalestáteesperando!

ImediatamenteAntôniorespondeu:

-Porqueopessoalnãoiamereceber,iamerejeitar

Interrompendo,Josélhedisse:

-Todoinundoestáteesperando!

-Masestoucommuitavergonha-confessouAntônio,muitosemjeito

Joséfoienfáticoaodizer:

-Sevocênãoperdoouasimesmo,oproblemaéseu.Opessoaljáoentendeue perdoou.Àjustiça,vocêjápagou.Então,nãotemrazãoparanãovoltarparaaescola.Se nãovoltar,correoriscodeterqueroubaroutravez.Aíacoisaseriaséria.Dê-seachance quevaimudarsuavida.Volteparaaescola! OprofessorJosévirouascostasefoiembora.Antônioestavanaclassenasemana seguinte.EJoséficousatisfeito,muitosatisfeito.Estetranscenderaprofissãodeprofessor lhedeuumasensaçãoquejamaishaviasentidocomosimplesprofessor. Antônio,porsuavez,virououtrapessoaapósessaconversa,ocorridatãolongeda saladeaula.Hojeelepodeseorgulhardeserumbomuniversitário! ParaAntônio,Joséfoiomestrequeelenuncativeranavida.EJosé,agora,se sentiamaisqueumeducador,eraummestre,unicidadão! Quantas transcendências acontecem, das quais nem ficaMos sabendo, embora sejamfundamentaisparaquemasestárecebendo.Paraomestre,foimaisumaaçãodentre muitasquejáfizeraetantasmaisquefará,viasparaquemrecebeu,foiadiferençaque transformouasuavida.

CAPÍTULO5–UMBANHODEHORMONIOS

Apuberdadeéumperíodo

maisvulnerávelqueainfânciaouaadolescência,

porqueseestátrocandode"cascaprotetora".

Acarnedocamarãocresce,luasnãoasuacasca.

Naecdise,ocamarão,pornãomaiscabernasuacasca,

nasce,ficandosemamínimaproteçãoatéterumanovacasca.

Produtodesuasecreção,que,aderindoaotamanhodocorpo,

transforma-senessanovacasca.

Acascamenoréainfância;amaior,aadolescência.

Eopuloentreasduas,apuberdade.

Operíodomaisvulneráveldocamarão

aosseuspredadoreséaecdise,

edodesenvolvimentohormonaljuvenil,apuberdade.

Desenvolvimentohumano

Oserhumanonãonascepronto,comoospeixes,quejánascemsabendonadare alimentar-se sozinhos para se protegerem dos seus predadores. O ser humano nasce, continuacrescendoeamadurecendo,formandoseucorpoesuamente,atéatingiroestado adulto;temdepassarpelainfância,pelapuberdade,pelaadolescência. Existem características próprias de cada etapa que necessitam de cuidados específicos dos educadores. A infância se caracteriza por depender dos adultos e a adolescênciapornãoquererdependerdeles.Relacionar-secomcriançascomosejáfossem independentes ou com adolescentes como se ainda fossem crianças é um erro de relacionamentodosadultos-paiseprofessores,

Criançasvãoparaaescolacom2anosdeidade,quandoaindanãosecompletousua

socializaçãofamiliar.Sãováriasasetapasaseremsuperadasporessascrianças:adaptação e fobia escolar; relacionamentos com coleguinhas que têm semelhanças, mas também muitasdiferençascomelas;seremcuidadasporpessoasquenãosãoseusprópriospais. Puberdadesignificaaidadedosurgimentodospêlos(apalavrapuberdadevemde púbis,quesignificapêlo,penugem).Apuberdadeéumaetapadavidaqueficaentrea infânciaeaadolescência,aqual,porsuavez,ficaentreapuberdadeeafaseadulta. Dopontodevistacorporal,éfáciladeterminaçãodessasetapas.Tudosecomplica, porém, quando se abordam os componentes psicológico, familiar e social, pois estes dependemdoscomportamentoshumanos. Deummodogeral,todasasmudançasdocrescimentorepresentamumsegundo parto,onascerdafamíliaparaentrarnosocial,embuscadeautonomiacomportamental.(O

primeiropartoéosairdoúteroparaentrarfisicamente,comoindivíduo,nafamília.O terceiropartoéasaídadadependênciapara aindependência financeira.Oadultoserá responsávelpelasuaprópriavida,tantodopontodevistacomportamental,sexualesocial quantodofinanceiro.) Osurgimentodospêloséconseqüênciadiretadoaumentodoshormôniossexuais, umaverdadeirainundaçãodeestrogênio,progesteronaetestosterona,queprovocatambém outras grandes e definitivas modificações corporais - um verdadeiro terremoto -, com alteraçõescomportamentaisquedependemdecadaetapadaadolescência,objetodeestudo desteedopróximocapítulo.

Atransformaçãodocérebronapuberdade

Hoje,comoavançodaneurociência,sabe-sequeocorpo,peloseutecidoadiposo, produzaleptina,que,chegandoàbasedocérebro,estimulaespecificamenteohipotálamo. 0 hipotálamo produz, então, o hormônio liberador das gonadotrofinas. Estas agem na hipófise,queproduzohormôniodecrescimentodoadolescenteeasgonadotrofinas,que, agindosobreasgônadas,promovemasecreçãodoshormôniossexuais.Exponhoissopara explicar o quanto de equilíbrio, interatividade e simultaneidade do eixo hipotálamo- hípófise-gônadasénecessárioparasechegaraproduziroshormôniossexuais. Desde que me formei médico, em 1968, venho trabalhando com púberes e

adolescentes.Tenhoatendidoamaisde75milconsultascomelesesuasfamílias.Pormeio

dessa experiência, pude elaborar as etapas do desenvolvimento biopsicossocial da puberdadeeadolescência,quetambémfazempartedaTeoriaIntegraçãoRelacional. Assim como a infância tem as suas fases, tais como oral, anal, sexual, a adolescênciageral-quandoseincluinelaapuberdade-tambémastem,esãocinco:

confusãopubertária;onipotênciapubertária;estirão;menarcanasmocinhasemutaçãode

voznosmocinhos;onipotênciajuvenil.(Osaprofundamentosnasmodificaçõeshormonais,

corporaisecomportamentaisdecadaumadessasetapasestãonomeulivroAdolescentes:

Quemama,educa!.)Nestecapítulo,focalizosomenteaspartesqueinteressamdiretamente

aoseducadores.

Alunosconformesuasetapasdedesenvolvimento

Essedesenvolvimentoocorreemcincoetapas:

1Confusãopubertária.Osgarotinhoscom10e11anosdeidade(quartaequinta

séries)easgarotinhascom9e10anos(terceiraequartaséries)começamestaetapacom

aumentosdetestosteronaeestrogênioecomosurgimentodopensamentoabstratopelo amadurecimentocerebral.Masocorpoaindanãoapresentamodificaçõessignificativas. Orafuncionamcornocriançasqueprecisamdeadultos,oracomomaiscrescidosquese recusamasertratadoscomocrianças. O grande drama é mais mental que corporal. Nessa fase, não conseguem acompanharasaulasqueexigempensamentosabstratos.Issotrazsériasconseqüênciaspara ogarotinhoquenaquintasérieaindanãoestásuficientementeamadurecidoparaentender osconteúdosdasdisciplinas.(Émuitocomumelesrepetiremaquintasérie.)Asgarotinhas passamporissonaterceirasérie,queaindaestáestruturadaparacrianças,porisso,elas sofremmenos.Porestaremmaisamadurecidasqueosgarotinhos,elasnãoencontrarão dificuldadesnaquintasérie. Há,entretanto,oquechamodesíndromedaquintasérie:éosofrimentoapresentado pelosgarotinhospornãoestaremsuficientementeamadurecidosparaasaulasquerecebem. Não se trata de indisciplina, mas de imaturidade. Em geral, até o final do ano letivo, acabamamadurecendo.Entretanto,precisamdeajudaparaseorganizar,senãosãocapazes deestudarhistóriaparaaprovadegeografia.Nessemomento,alémdastransformações internas,opúbereestásubmetidoamudançaspsicopedagógicasdaquartaparaaquinta série,oquecomplicamuitornaisasuavida.

2Onipotênciapubertária.Éumaespéciederebeldiahormonalprovocadapela

testosterona,acrescidadaevoluçãocerebralquecomeçaaalterarosistemaderecompensa.

Significaqueojovemnãosentemaisgraçaematividadesinfantisesuavidacomeçaaficar

tediosa,poisaindanãodescobriunovosemaisintensosestímulosqueativemosistemade

recompensa.Ogarotofica"contraomundo"evive"contraomundo"e,quandovaimal

nasprovas,"deciderepetiroano".Gostadedesarmaroprofessorargumentando:"Você

nãoémeupai(oumãe)paramandaremmim".Mas,mesmoemcasa,écontraqualquer

ordemdospais.jámanifestaascaracterísticasmasculinasdefazerumacoisadecadavez,

resolverproblemassozinho,nãoagüentargenteconversandoàsuavolta,serimpulsivo-

agressivo-irritado-impaciente.Numconfrontoaberto,oprofessorgeralmenteperde,pois

ele "tem que ser o mais forte" para alimentar a sua auto-estima, mesmo que seus argumentosnãotenhamnenhumalógica. Aquielesvivemoquechamodesíndromedasétimasérie:éoconjuntodossinais

apresentadospeloonipotentepubertáriode13anos.Nãoachagraçanosestudos,masse

engraçamuitocomapresençadepessoasdosexooposto.

Aonipotênciapubertáriafemininaébemdiferente,poisoscomportamentossão

regidospeloestrogênio.Éumexagerochamargarotasdeonipotentes,porqueasquestões

comelassãomaisrelacionaisdoqueenvolvendopoder.Enturmar-seéfundamental.Tudo existe em função das amigas. Os país são meros provedores que elas são obrigadas a suportar,massãocolosobrigatóriosseelasquiserem seremchorar,poissedecepcionaram

comasmelhoresamigas,quenessahorasetransformamem"inimigasmortais".Comparar-

seàsamigaséumareferência,enquantoparaosrapazesseriaumacompetição.Surgem,de

maneiraexuberante,ascaracterísticasfemininasdefazermuitascoisasaomesmotempo:

falameescutamaomesmotempo;falamparaorganizarospensamentos;preocupam-se

comos"leões",queosonipotentesdosexoopostoquerem"pegaràsunhasedentes".Os

professores,mesmosabendoqueépraticamenteimpossívelconseguirosilênciodessas garotas,devepedi-lo.Sabendoquetêmquefazersilêncio,elasfalammenos.Emgeral,essa "onipotência"femininacomeçajánaquartasérie.

3Estirão.Éaetapademaiorcrescimentodoserhumano.Umdosproblemaséa

menteseintegraraessecrescimento.Osgarotosganhammuitaalturaempoucotempo:de

1a2anos,ganhampraticamenteumterçodasuaestaturafinal.Asgarotasnãoganham

tantoemaltura,ganhamem"círculo",poiscrescemparaafrente-seios,paraoslados-

quadris,eparatrás-nádegas.

Todostentamdisfarçaroquenãogostamnoseucorpo,usandoroupassoltasou

presasdemais,principalmenteasmeninas.Osestirantesacreditamquetodosenxergamos

seusdefeitos,quesomenteelesmesmosencontram.Portanto,sofremdebaixaauto-estima,

ataquesdetimidez,crisesdeódiodesimesmo,morremdevergonhaquandosesentem

expostosetc.

Osprofessorestêmqueevitarexporindividualmenteseusalunoscomchamadas orais(empé)oucomchamadasaoquadronegroparaescreversejaoquefor.Osalunos preferemmorreraseremalvosdestetipodeatençãoequerem"matar"aspessoasqueos expõem,sejamelasquemforem,pais,parentes,educadoresetc.Trabalhosemgrupo,ao contrário,ajudam-nosaseprotegeremmutuamente.

4Menarca/mutação.Amenarcaéaprimeiramenstruação,queinauguraopoderde

engravídar;assim,amocinhaentraparaamaturidadesexualbiológica,Émuitocomumas pessoasdizerem:"Elaviroumocinha!"Mutaçãoéamudançadevozdomocinho,que marcaofimdocrescimentoemestaturaeoamadurecimentodopênis.Capacidadede reproduçãoelejátemdesdeaonipotênciapubertária,maséagoraqueseucorpopassaaser mais de adulto do que de adolescente. Custa aos educadores perceber quaisquer modificaçõesmarcantesdessasetapas,quevêmemseqüêncianatural,perturbandopouco aslinhasanterioresnocomportamentoestudantil. 5 Onipotência juvenil. Para professores que não se atualizaram conforme o desenvolvimentodosseusalunos,estaseráaetapamaisproblemáticadorelacionamento. Biologicamente amadurecidos, no auge da força hormonal recém-inaugurada, moços e moçassentem-seinvulneráveis,poderosos,auto-suficientes,sabidosecapazesdeenfrentar qualquer perigo - agora não mais por oposição, como na puberdade, mas por crença. Investemmaisnaturmadoquenosestudosecobramdividendosdospaisque,agora, recebemstatusdesimplesprovedores. Adoram ir à escola, mas o que atrapalha são as aulas monótonas, chatas, nada enriquecedoras.Osprofessorespoderiamaprender,seouvissemessasqueixas,queasaulas preferidas seriam movimentadas, subdivididas em pequenos grupos com a participação ativadetodososalunosnabuscadoconhecimento. Osonipotentesjovensestãonafasedeabrirospróprioscaminhos,mesmoqueo parque já seja muito conhecido. Detestam receber coisas prontas, porque eles adoram construiroprópriosonho.Podercomelesnãofunciona.Umdosmeiosdeganhardeles respeitoeautoridadeéaprendercomelesoquenãosabemos.Eelespensarão:seatéos professoresaprendem,porquenãoeles?Asdiferençassãoparaseremaproveitadase,com elas,aprenderemoquenãosabem.Osonipotentessãopreconceituososcomquemlhestêm preconceitos.

Geralmentenaonipotênciajuvenil,ojovemestáfreqüentandooensinomédio.É quandoaturmaganhaumaimportânciadeconvíviomaiordoqueoconvíviofamiliar.Sair comaturmaéfundamentalparairabaladas,festas,viagens,churrascadasemfinaisde semana,assistiraumjogodoesportepreferido Équandoo(a)jovementranafaculdade,

ganha(OUnão)umcarro,passaamorarsozinhoemoutracidade(longedospais),quetoda sua onipotência entra em ação. É esta uma das razões da repetência universitária ou desistêncianosprimeirosanosdocurso,poisoonipotenteacreditaquepodefaltaràsaulas àvontadee/ouficarbebendoatéaltashorasdamadrugada,e/ouexperimentardrogas,eque, ainda,podetransarsemamínimaprevençãooudirigirembriagado. Em geral, esses jovens estão imunes às investidas dos professores na sua vida particular, e a escola nem tem o hábito de chamar pais de onipotentes juvenis,

principalmenteseforemadultos-jovens.Acreditoquemuitosonipotentesdeixariamdesê-

loirresponsavelmentesefossemacompanhadosmaisdepertopelosprópriospais.Eo professor, se conhecer as etapas distintas que seus alunos atravessam, terá uma compreensãomelhordefacilidadesedificuldades,epoderáescolherosmelhoresrecursos pedagógicoscomcritériosmaisadequados.

Estrogênioetestosteronaemação

Aimportânciadessetemaprecedeàdorelacionamentoprofessor-aluno,poistais hormônios são a base biológica de qualquer relacionamento humano. Se qualquer ser humanodeveriaconheceressetema,oseducadoresaindamais. Homens são hormonalmente diferentes das mulheres. Tais diferenças podem aumentaroudiminuirconformeacultura.,Éfácilobservá-lasnocotidiano:

Asmulheresfalameescutamaomesmotempo,

enquantofazemmultasoutrascoisasjuntas.

Jáoshomensoufalamouescutamou

fazemumacoisadecadavez.

Alémdasdiferençasentreasconexões,entreosdoishemisférioscerebrais-muito

maiornofemininoquenomasculino-,oquedeterminabasicamenteocomportamento

femininosãooestrogênioeaprogesterona;eoresponsávelpelomasculinoéatestosterona.

Oestrogênioeprogesteronanãosãomelhoresqueatestosteronanemoinversoé verdadeiro.Ambossãocomplementares.Umprecisadooutroparasecompletareformar umnovoser.Abiologianãodeixououtrasalternativasparaseconceberumfilho.Para reforçaranaturezareprodutivadoserhumano,duasmulheresnãopodemseengravidar, nemdoishomens. Oestrogênioéumhormôniodeligaçãoedeajudamútua,estimulaaauxiliaros necessitados,acompartilharproblemasesoluções.jáatestosteronaéumhormôniode "brigação"eexpulsão.Sãoessesdoisagentesquefazemagrandediferençaentregarotase rapazes,jádesdeapuberdade. Ela. Se você prestar atenção na mocinha, verá dois coraçõezinhos apaixonados pulsando em seus olhos, bem abertos, no lugar de duas pupilas. É o estrogênio transbordando afeto para o Universo, que começa com o próprio pai, depois com o professor,aseguircomosartistaseamigos/colegas/ficantes,atéescolherum"com quemvaisecasar". Adescobertadasexualidadecomeçadepoisdaexpressãodoafetivo:antesdesentir atraçãosexual,agarotinhapassaaverosgarotinhoscomoseelesganhassem,derepente, umdiferenteconteúdo:naverdade,éelaqueestámudando.Nãoquermaissercriançae dispensaaroupainfantil. Acreditoqueapúberecomeçaacriardentrodesiumcavalobranco,querepresenta oseupotencialdeamaroutrapessoa.Quandoelavêalguémporquemsenteatração,elafaz comqueelesentenoseucavalobrancoesetransformeemseupríncipeencantado.Muitas vezes,elenemépríncipenemgostadecavalos,muitomenosdesentar-senasela.Os amoresplatônicosdaspúberesficamtransitandoentreosqueelaescolhe,tirandoumda selaparacolocaroutro,quetambémnãodemoraráparasersubstituído.Nãoéogarotonem orapazinhoquejávemmontadonoseucavalobranco,eleétransformadoempríncipee coroadonaseladocavalobrancodapúbereapaixonada. Portanto,oprofessorquetomemuitocuidadose,desevirmontadoemumcavalo branco,vestidoderepente,príncipe.Estepodenãoseroseufilme.Elefoicolocadocomo protagonistadofilmedapúberequenemsequereleconhece. Ele.Nofundodosolhosdopúbere,nolugardaspupilasexistemduasluvasdeboxe. Tudoseresolvenotapa,elenãochegapertodeninguémnemdeixaninguémseaproximar

muitodele.Pareceestarsempredemauhumorecompoucosamigos.Maistarde,umadas pupilaséumaluvadeboxe,enquantoaoutraésexo.Algunschegamaterduaspupilasde sexo,istoé,sexopassaasermaisimportanteatédoquebrigar.Quandoeleestánessaetapa, brigacomqualquerumparadefenderoterritórioqueestádemarcando:sejageográfico, corporal,psicológico Umabrigacomoprofessorpodenãoserexatamenteporcausadoprofessor,mas, porque, naquele momento, ele não quer ninguém no território dele. Isso ferve sua testosterona,eessafervurafreqüentemente"derrete"océrebro,quepassaanãofuncionar. Équandoopúbereficainstintopuro.Nãohánadaqueoconvençanessahora.Maisvalea penaqualquerpessoadizerparaparar,edepoisretomaremaconversaquandoestiverem maiscalmos.Eéprópriodesseinstintivonemcomissoconcordar. Se os professores encontrarem com os púberes revistas, folhas impressas de situaçõespornográficas,eróticasou,atémesmo,desimplesnudezfeminina,nãoadianta darbroncanemexpulsardasaladeaula.Têméquemanifestar,quasedisfarçadamente,que tudoistoémuitoprivativo,poisnãoadiantalutarcontraanaturezadodespertarsexual. Paraospúberes,primeirovemadescobertadosexo,edepoisorelacionamentoafetivo, portanto,opostoàspúberes,comojáfoivistoanteriormente. Oamorplatônicodaspúberes equivaleàsfantasiassexuaisdospúberes. Ela,apaixonada,eele,buscandodesempenhosexual. O grande problema é quando há choque de interesses, isto é, a moça fica terrivelmenteapaixonadaporalguémquedesejaapenasmanterrelaçõessexuaiscomela. Emvezdeirmoscontraamarédanaturezabiológicapubertáriafemininaedamasculina, valeapenacompreendê-laseeducá-las.Poderiafazerpartedocurrículoescolar,como disciplinatransversal,otemahormônios.Aulasoudebatessobreotemaprovavelmente despertariamavontadedetodosestarempresentes,poisédelestodos-seresmasculinose femininosdetodasasidades-queseestariafalando.

Conflitodeinteressesafetivos

Queospaisqueremomelhorparaosfilhoséindiscutível.Osprofessorestambém querem o melhor para os seus alunos, mas sem tantos envolvimentos afetivos e prospectivos. Quando os filhos namoram pessoas aprovadas pelos pais, tudo é uma maravilha. Os conflitos surgem quando essas pessoas são hostilizadas ou frontalmente combatidas. Mas,mesmoqueabordadae/ousolicitadapelospaisparainterferirafavoroucontra osnamorosdosfilhos,aescolanãotempoderesparaisso.Aescoladevezelarpelosbons costumesnosseusaposentos.Nãodeveriaacontecernaescolao"ficar"aosabraçosebeijos "delíngua",demorados,comasmãoscolocadas"nãoseionde",comoseestivesseocasal emcasaounum"fícódromo"destinadoparaestefim. Em se tratando de namoros corporais, qual o limite que separa o permitido do proibido?Setallimitefossedeixadoporcontadoscasais"ficantes",eleiriadependerda permissívidadeedaeducaçãoqueasmeninastivessem,pois,pelosmeninos,elesiriamaté oorgasmo,comousemrelaçãosexual. Tenhodivulgadoportodososventosqueumaescola,paraterautoridadeeducativa sobreosalunos,precisatervaloresquesejamrealmentepraticados.Quandonormassão seguidas, fica fácil até para os "ficantes" educarem seus impulsos afetivo-sexuais, aprendendo,também,oqueépúblicoeoqueéprivado. "Ficadas"públicasnãotêmintimidadessexuais.Estaspertencemnomundoprivado.

Sóaocasalcabedeterminaratéondeasintimidadessexuaispodemchegar.0casaltemque

termaturidadeeresponsabilidadesuficientesparaarcarcomasconseqüências.Osarroubos juvenis, principalmente dos onipotentes, não têm limites nem escolhem lugares para acontecer. Por isso, cabe à escola interferir, caso o privado comece a surgir. Quando interpelado,ocasalcostumasedefender,dizendo:"nãoestamosfazendonadademais". Podeser"nadademais"paraesseespecíficocasalenãoserparaoutros.Comoentãoa escolavaifazervalerumpadrãocomportamental,seocasal"ficante"nãovê"nadademal" nisso?

Algumrepresentantedaescoladeveinterferirelevarocasalatéaorientadoraou

diretora.Adiretorapodeperguntaraorapaz:

-Vocênãovê"nadademal"porquenãoestádiferenciandoopúblicodoprivado.

-Não,porquefaçoissoemqualquerlugar!-podeoalunoresponder.

-Querdizerquequalquerrapaz,outranseunte,podefazercomasuanamoradaali, naquelahora,oquevocêestavafazendo?Então,realmentesuagarotaseriaunia'garota pública"aatenderqualquerpessoaquequisessefazer Istoé:paraelaseriaindiferente fazercomvocêoquevocêsfizeramoucomaqueleseurival? Seagarotatambémdefendesseoquecasalfez,adiretorapoderiaperguntar:

-Oquevocêestavafazendocomoseunamorado,vocêfarianafrentedoseupai?

Casoadiretora,aindaassim,fossecontestada,estarianahoradechamarospaísdo

casalparaumareuniãoparatrabalharememconjuntoessatransgressão.

Forçarelacionalquaseinstintiva

Detantoqueobservoessasforçasagindoemtodasaspessoas,independentemente deraça,cor,cultura,nívelsocialeambiente,resolviusaraexpressão"quase"instintiva, porqueaindanãotemoscomoconstatarsesãoounãoinstintivasdefato.Ahumanidade sente essas forças, mas poucas pessoas as reconhecem e aceitam-nas de fato. Vou simplesmenteapresentá-las Separarnamoradosjovenspodeserumacomplicaçãoimensaparaospais,poiseles seatraemcomoímãsquesegrudam,mesmoatravésdebarreiras.Essaatraçãotemorigem cerebralehormonal. Numabrigaentrepaiefilhos,amãesealiamaisaosfilhosqueaomarido.Éaforça do"hormôniodemãe"-progesterona.Amulherémaismãedoquefêmea.

Numabrigaentremãeefilhos,opaiprotegeamãe.Éforçadatestosterona.0

homemémaismachodoquepai.

Numabrigaentrepaisefilhosapaixonados,estessealiammuitomaisaosseus

namoradosdoqueatendemaospais.Éaforçadanaturezadedoisjovensqueseunempor

quereremmaistrilharseuspróprioscaminhosafetivosesexuaisdoqueatenderemaoque

seuspaislhespedem.

Aforçadorelacionamentoentreprofessoresealunosérelativa,massempremais

frágil,menosduradoura,menosafetivo-emocionalqueentrepaisefilhos.

Filhossãoparasempre.

Alunossãotranseuntescurriculares.

Doismodosdiferentesdeser

Nãosãoapenasosalunosquediferemdasalunas. osprofessorestambémsãodiferentesdasprofessoras. TudoIssotrazdiferençasnosseusrelacionamentos. Muitoligadasàsamigas,asmulherespensamparafora,compartilhampreocupações ehabitualmenteencontramumjeitodeajudarumasàsoutras.

Émuitogostosoconvivercomasgarotinhasnessafasede9a10anos,emque

procuramseríntimasdoprofessoredaprofessoraetêmmuitadisposiçãoparacolaborar. Obviamente,eventuaisproblemaspessoaispodemimpedirmaioresaproximações. Talvezoquemaisinteresseavocê,professor,équenesseperíodoopensamento abstrato começa a se desenvolver, portanto, a capacidade de entendimento aumenta bastanteedeformaglobal.

0comportamentodosgarotostemmuitodatestosterona.Quandocomeçaobanho

hormonal,opúbere masculinosenteatransformaçãoemseucorpo,masnãoconsegue compreenderoqueestáacontecendo. Écomosefosseumautomóvelsuperpotente,umaFerraridirigidaporummotorista fraco.Amentenãoconsegueadministrartudooqueohormôniolheconfere.

0principalatributofornecidopelatestosteronanessaidadeéaforçafísica.Porisso,

aprimeirareaçãodomeninoaqualquersituaçãoconflitivaépartirparaabriga.Antesde

tentarentender,elejámeteamão.E,quandonãopodeounãoconsegue,fazoposição,

porqueémaisfácilopor-sedoqueseorganizarparareagirmaisadequadamente.

Adificuldadequeelemesmotemparaentenderoquesepassaemsuacabeçafaz

comqueeleseisole.Seeramuitofalantequandocriança,agorasetornamaiscalado.Não

gostamuitodeserprocurado.Elequeraparecercomurnasoluçãopronta.Querpensar

sozinho.Nãosearriscaafalarmuito.Pensaparadentro.Seestápreocupado,sefecha.

Atéoritmodocrescimentocorporalédiferenteentreofemininoeomasculino.Os

meninosnascemmaioresqueasmeninas.Nainfância,asmeninascrescemeamadurecem

maisdoqueeles.Naadolescência,osmeninoscrescemeamadurecemmaisdoqueelas,

comopararecuperaroatraso.Asgarotasde14,15anosequivalemaosrapazesde16,19

anos.

Masanalisemosocomportamentodosprofessores.Vamosimaginarumaprofessora contandoumproblemaaumcolega.Elaexpõeadificuldadee,pormeiodafala,vaise organizando, enquanto o professor presta uma atenção muito grande às suas palavras. Assimqueelatermina,emgeral,oprofessorjádáumarespostadeaçãosugestivaparaa professora:Tuachoquevocêdeveagirassim "E,derepente,percebequenãoeranada dissoqueacolegaesperava.Elanãoqueriaumasolução.Eeleaindaécapazdeouviruma resposta do tipo: " É, você não entendeu nada", e vê-Ia virar as costas, deixando-o boquiaberto,sementendernadamesmo.

0queaconteceriaseelativesseprocuradoumaprofessoraparaseabrir?Assimque

aouvintepercebesseadificuldade,começariaafalardopróprioproblema,relacionadoao temamencionadopelaoutra. Aoouvinteexterno,poderiaparecerqueasduasfalavamaomesmotempo.Defato, masambasseentendiam.Nofinaldaconversa,asduassairiamsatisfeitas,mesmoquenão houvesseumasolução,porteremcompartilhadoumproblema. Casoumprofessorescolhesseumacolegaparadesabafar,assimqueelapercebesse doquesetratava,jácomeçariaafalaraomesmotempo.Elepediria,então:"Deixeeu acabardefalar". Quandoumhomemfala,nãoquersócompartilhar,querresolver.Seamulherfalar junto,pensaquenãoestásendoouvido.E,seacoleganãopropuserumasolução,aíeleterá certezadequenãofoiouvido.Entretanto,seconversarcomoutrohomem,esteoouviráem silêncioatéofimeteráumarespostapronta,assimcomoelehaviaagidocomaprofessora.

0esforçoqueohomemfazparafalardeseusproblemasésemelhanteaoda

mulherparanãofalardosdela.

Essescomportamentostãodistintosentreosdoissexoscomeçamjánapuberdade,

nobanhodehormônios.Osprofessoresdevemestaratentosparaessasdiferençasenão

exigiremomesmotipodecomportamentodealunosealunas.

CAPÍTULO6-OSEGUNDOPARTO

Apassagemdainfânciapara

aadolescênciaequivaleaumamudançadefase

deumjoguinhoeletrônico,

dofuteboldevárzeaparaasegundadivisão.

Tudotemmaisadrenalina,vigor,

astúcia,rapidez,inteligência

Tambémosriscossãobemmaiores!

Éatransformaçãoda

criança-na-família-com-seus-paisparao

adolescente-na-sociedade-com-seus-amigos

Onúmerodesinapsesneuronaisvaicrescendo

eatingeomáximonapuberdade,

eassinapsesexcessivassãoeliminadas

pelafaltadeuso,perdendotambém

uniterçodosreceptoresdedopamina.

Assim,caiasensibilidadedosistemaderecompensa,

eojovemprecisadeemoçõesmaisfortes.

Eparteembuscadenovidadesdealtoimpacto.

Cérebroemtransformaçãonoadolescente

Prestesaacabarobanhodehormônios,comocérebroemtransformação,garotose

garotasentramnaadolescênciapropriamentedita.0quecaracterizaofinaldobanhoéa

maturidade sexual. Uma das últimas estruturas cerebrais a amadurecer é o córtex pré-

frontal.Seuamadurecimentopodechegaratéaos30anosdeidadedeurnapessoa,Eleé

responsável pela memória de trabalho, concentração, planejamento, cálculo de conseqüências,empatiahabilidadedeinferirnoqueooutroestápensandoetc. Namulher,amaturidadesexualsedáapósarnenarca(primeiramenstruação),que noslugaresquentes emtornodos10anosdeidadee,nosfrios,12anos(hácasosde

meninasquemenstruamaos9anosnoNordesteeaos14noRioGrandedoSul).

Nohomem,amaturidadesexualocorreporvoltados16anos,comoaparecimento

doporno-de-adão-opopulargogó-eaconseqüentemudançadevoz,achamadamutação. Antesdeestartotalmentemaduro,orapazjátemacapacidadedeengravidarumamulher.

Aespermarca(formaçãodosprimeirosespermatozóides)aconteceemtornodos13anos.

Aadolescênciapropriamenteditacomeçaapósamenarcadasgarotasea mutaçãodosgarotos. Afasedopós-banhodehormôniosassemelha-semuitoadopós-parto,emquea criançacomeçaadescobriromundo.Guiadapelacuriosidade,engatinha,mexeemtudo,

nãotemnoçãodoperigo.0critériodoquepodeenãopodeaindanãofoiaprendido,por

issoelanecessitadealguémquesupraessapartecomosefosseumegoauxiliar. Também oadolescente, no pós-banho de hormônios, está ávido por conhecer o mundo.Apesardejátermuitasnoçõesaprendidasdoqueécertoeerrado,aopartirparao encontrodasuaidentidadequerestabelecerpadrõespróprios.Porisso,tendeanegaros critériosexistentes,transmitidosporeducadores,paiseprofessores;nãotemmaturidade cerebralsuficienteparaserprudenteefazerprospecçõesparaofuturo. Enquanto tudo isso está acontecendo hormonalmente e com o cérebro em transformação,oadolescenteexperimentaumasensaçãoquequandocriançapraticamente nãoexistia. Brincadeirasdecriançanãolhedãomaisoprazerquedavam,portanto,perdemseu

significado.0comportamentopodeserativadopelosistemaderecompensa(umconjunto

deestruturasquerecompensamcomsensaçãodeprazertudooqueébom,útil,interessante oudácerto),estimulandosuarepetiçãopeloquerermais.Tudoocorrecomoauxílioda dopamina, uma substância neuromoduladora, produzida pe]os neurônios, que serve de veículoparaasmensagensbioelétricasentreosprópri.osneuromos, Brincadeirasinfantisalimentamosistemaderecompensadacriança,poisémuito grande o número de receptores de dopamina. Na adolescência, esse número diminui bastante,portanto,capta-semenosdopamina,diminuindoasensaçãodeprazeresurgindoa sensação de tédio. Agora, ele precisa de estímulos mais fortes, novidades, atividades estressantes. Napuberdadeeadolescência,ocircuitoderecompensapassaaserestimuladopela presença dapessoa dooutrosexo,pela independência física dospaís,peloviver entre

amigos. Todas essas mudanças, que são conseqüências do cérebro em transformação, caracterizamaentradaparaumnovomundo,saindodoconhecidofamiliarparaadentrar, semvolta,nodesconhecido.Éaomesmotempocheiadenovidades,perigos,recompensas, prazeres novos, aprendizados; é, enfim, uma espécie de mudança para uma fase mais adiantadadeumjoguinhoeletrônico. Tudo o que foi dito até agora serve para justificar a base neurológica e o funcionamentodocérebroparaessesegundoparto.Nadaégratuitonaadolescência,tudo

temumarazãodeser.0queescapadaneurociênciapodeserexplicadopelaeducaçãoe

convivência.UmdospassosdaTeoriadaMenteéestequeacabamosdefazer.Quando

compreendemosoqueacontececomocérebrodoadolescente,estamosregistrandodentro

denósesseacontecimento,comoqualpodemosentenderoutrosadolescentes.Resumindo:

OquetemosdentrodoEu, veiodoTu paravoltarparaEles. Enfim,osegundopartoéumnascerdoesquemacriançanafamília,comospais, para o do adolescente na sociedade, com os amigos. Todo e qualquer educador, ao compreenderoquesepassacomocérebrodoseualuno,oquejálheaconteceunavida, quaisossonhos,projetosemotivaçõesquereinamnasuamente,nolugardospreconceitos baseadosnasuaprópriafaltadeconhecimentos,teráàsuafrentenãoumaluno,masum professoralheensinarospassosdecomoabordarparaensinaroutrosalunos.Issoéocerne doensinaraprendendo.

ManiadeDeus

Amaturidadesexualconfereaorapazumagrandeforçabiológica.Destemido,ele

passaaexperimentarsituaçõesdeperigo.Propõe-seadesafiosparamediroseupoder.O

onipotentejuvenilacreditasercapazdefazertudo.Bemdiferentedoonipotentepubertário,

quereagecomforçaperanteaquiloqueéincapazderesolver.

Interessadoemdescobriromundo,arriscatudo.Minimizaaexistênciadoperigo

enquantomaximizasuaforça.Quantomaiorforodesafio,maiorseráasuaauto-afirmação.

Éoaugedaonipotênciajuvenil,amaniadeDeus:"Tudooqueeuquero,euposso”.

Mãesquesequeixamdatimidezdofilhopodemficarsurpresas:senaonipotência pubertáriaoadolescenteseisolava,agorabuscapessoascomquemconviver.Estabelece umcritériodeseleçãoparaescolherosamigosetambéméescolhidoporeles. Essegrupo,quenascenaescola,noclubeounoedifício,passaaterumgrande significado afetivo para ele. Ganha o status de turma e, freqüentemente, torna-se mais importanteparaojovemdoqueaprópriafamília.Eleémaisfielaosamigosdoqueaos pais.Écomaturmaqueojovemseaventurasocialmente,deixandoafamíliaparatrás.É um movi~ mento de afastamento quase fisiológico, pois é nesses contatos que ele vai escolheroseugrandeamor.Nãoconseguindoserpacienteosuficienteparaesperar,quer tudonahora,já.Daíasuapressaemviver,poissabequeomomentopodepassar,ao mesmotempoqueseangustiapornãoestarfazendonada.Éumafasedegrandesdebatese discussões,chegandoabrigasegritariascompaiseprofessores,quesãogeralmentemenos atiradosemaisprudentes. Omaiorchoqueentreumonipotenteeumeducadorsurgequandoesteexigequeo alunocumpraumatarefaque,paraele,nãotemsentido-aindaquefaçapartedesuas responsabilidades.Porexemplo:temdeestudarQuímica,masachaaqueleconhecimento dispensávelpornãoserdeusoimediato.Paraqueestudoalgoquenemtenhoondeusar? pensaojovem,noaugedoimediatismointeresseiro. Emcasaédifícilconvivercomoonipotente,porqueelejáseachadonodopróprio nariz.Aproveita-sedoconfortodolar,masnãofaznadaparaajudarafamília,ouseja,não liga para a "cidadania familiar".Quer serbem tratado emcasa e na escola, maspode submeter-seaprivaçõescomaturmaduranteviagenseacampamentos,porexemplo. Opiormesmoénaescola,principalmentequandoestasegueumsistemadeensino tradicional.Agoraéquevemàtonatodoodespreparopessoalparaterumaconvivência relacional. O onipotente juvenil não consegue aceitar conselhos de um adulto - principalmenteseestefortambémonipotente.Oencontroviraumabrigadedeuses.

Cérebroimaturodoonipotentejuvenil

Prevençãonãoexisteparaocérebroimaturodoonipotentejuvenil.Eleviveno presente,nãoconsegueolharparaofuturoenemaprendecomoseupassado.Paraele,os educadores"encanam"demais. Fazpartedoamadurecimentocerebral-biológico–criar-seaimagemdoquese quer no futuro, registrar tal imagem, e ficar depois lembrando dela como algo que se precisaatingir.Umadultoquepretendecomprarumcarro,registranoseucérebroesse desejo.Colocatalsonhonofuturo,pararealizá-loquandotivercondições.Vaiguardando dinheiro, sempre com o desejo em mente. Tal desejo justifica o sacrifício de outros pequenosdesejoscomoviajar,comprarroupaetc. Umcérebroimaturotambémpodepretendercomprarumcarro,ecomeçaaguardar dinheiro.Porém,quandosurgeumaviagem,simplesmenteodesejoporelaficamaisforte

quepelocarro,eelevaiviajarcomodinheiroquejáestavaguardando.0cérebroimaturo

nãoselembradodesejodocarro.Écomoseoimaturonãoselembrassedofuturo,de querercomprarocarro,elembrassedelepróprio,eacabarealizandoumdesejoiminente. Daíoimediatismodosjovensimaturos. Quandoojovemquerdizeralgoparaocolega,duranteaaula,oufalaagoraou acaba"esquecendo".Seucérebronãoestásuficientementemaduroparalembrarqueele

precisafalarcomocolega.0professorprecisa"emprestar"suamemóriaparaoaluno-a

respeitododesejodefalarcomocolega.Seestiveremconversando,devedizer:"Depoisda aulavocêsconversam".Se,emvezdisso,mandarojovem"calaraboca",significacomprar briga, desobediência, indisposição 0 jovem tem seu cérebro imaturo, mas quer ser respeitado. Caso o professor consiga despertar nele a motivação para o aprendizado, sem dúvidanenhuma,eleseráumgrandeparceiro.Sepisarnocalodoaluno,porém,pode ganharuminimigomortal.Despertaramotivaçãosignifica"emprestar"aeleamemória,

lembrandoque"issocainaprovaque11aquiloéimportante"pararealizaroseusonhoetc.

Dêpoderaumignorante evocêveráaignorâncianopoder. Onipotentesmal-educados podem agir como selvagens: não cumprimentam, não agradecem,nãorespeitamquemestáfalando,fazemtudooquelhesvemàcabeça,semo

mínimobomsenso.Écomoseusassemapenassuaparteanimal(comportamentoinstintivo quefazpartedocérebroimaturo). Seumadolescenteadotacomportamentogrosseirocomtodososprofessores,isso indicaráfaltadeeducação.Imaturidadenãosignificagrosseria.Noentanto,casoeleseja indisciplinadosomentecomumprofessoreadequadocomosoutros,oproblemapodeestar especificamentenorelacionamentodesseprofessorcomoaluno. Nasescolastradicionais,contudo,oprofessorsente-seatingidonapele,porquenão existeumpadrãodecomportamentodeterminadopelaescola,como"umaventalavestir". Sólheresta,então,tomaratitudesindividuaisqueoexpõemmaisnonívelpessoaldoque noderepresentantedaescola. Ébomqueos professores se reúname troquemidéiasentre si,ao encontrar dificuldadescomosalunos.Osalunostrabalhamemgruposparaenfrentarosdesafiose acabam somando suas forças, enquanto os professores se isolam, e acabam se enfraquecendo. Comfreqüência,aonipotênciajuvenildeixaosprofessoresemdúvidasobrecomo agir,alémdegerarumaindignaçãoquepodeserexpressanafrase:"Eutenhotantosanos demagistério,aíchegaessepirralhoquerendoditarregras".Seoprofessorreagedessa forma é porque foi mortalmente atingido na sua pessoa física, e não na função de coordenadordaclasse.

Mimetismoeembriaguezrelacional

Adultos saudáveis podem freqüentar diferentes ambientes e adequar seu comportamento ao contexto sem perder a identidade. Podem ir a um velório ou a um casamentosemserinadequados.Essacapacidadedeadaptaçãoaomeioéomimetismo relacional.Écomoumcamaleão,quetrocadecorconformeoambiente,masnãomudasua forma.Graçasaomimetismorelacional,pessoasdiferentespodemconviveremsociedade. Quandoestáemturma,oadolescenteapresentacomportamentosquedizemmais respeitoaogrupodoqueàformaçãopessoal.Chegaafazeroquejamaisfariasozinhoou napresençadospais.Praticaatosdevandalismo,abusadedrogas,expõe-seaperigoscomo “rachas",praticaesportesradicais.

Essamudançadecomportamentoéaembriaguezrelacional,quenãoestáligadaao

usodoálcool,mas,sim,àdesestruturaçãodosistemapsicológicopelapresençadeoutro

igual.

Seapersonalidadefosseapalmadamão,

eosdedos,asdiferentesfunções,

umadultopoderiaIdentificar

seusaseusdedosousuapalma,

eojovempoderiamisturartudo:

personalidadecomfunçõesevice-versa. Écomoseoadolescentenãotivesseapalmadamãoformadaeodedoocupasseo lugarquecaberiaaela.Nesseperíodo,elenegaaexistênciadapalmaefirmaaexistência dodedo.Agecomoumcamaleãohipotético,queacadasituaçãodiferentemudanãosóde cor mas também de forma. Não é possível, portanto, falar em mimetismo, e, sim,em embriaguezrelacional. Tais conceitos são fundamentais no processo da educação global. Muitos pais desconhecem,porexemplo,aembriaguezrelaciona].Quandosãochamadosàescolapor problemasdeindisciplinadofilhoécomumnãoacreditaremnoqueadireçãorelataeaté acusá-ladedifamarseufilho:"Elenuncafezissoantes,comopoderiafazernaescola?" Issoéingenuidade.E,apoiadosnaingenuidadedospaís,osadolescentespioramaindamais ocomportamentoescolar.

CAPÍTULO7-ESTUPROMENTAL

Estupro-éum"crimeque

consisteemconstrangerindivíduo,dequalquer

idadeoucondição,aconjunçãocarnal,pormeio

deviolênciaougraveameaça;coitoforçado;

violação"(DicionárioAurélioSéculoXXI).

A palavra estupro, por mim aqui utilizada, não é o crime, mas a violência de empurrar um conteúdo dentro de alguém que não esteja preparado para recebê-lo. 0

exemploclássicodecautelaéaquela"históriadogatoquesubiunotelhado".Nãosedizà

queridavovóqueseugatinhodeestimaçãomorreuderepente.Começa-sedizendoque"o

gatosubiunotelhado"paraqueavovóvásepreparandoparareceberanotíciadequeseu

"amado"gatinhomorreu.Sedissermosaelaabruptamente"queogatomorreu",avovó

podemorrereacompanharseuqueridogatinho.

Estupradoresmentais

Estupradores mentais são aqueles professores que põem os pés na sala e desembestamdandoaula,sóporqueestáexatamentenohoráriodeelacomeçareamaioria dosalunosestánaclasse.Agindoassim,funcionacomoumestupradorqueatacasuas vítimaseasobrigaamanterrelaçõescomelesemestarempreparadas.Eleseprepara,mas pegadesurpresasuavítima. Estáclaroqueseosalunosvãoàescolaéparateraulas.Portanto,teraulasnão

significasurpresaparaosalunos.0estuproaquemerefiroéafaltade"aquecimento",éo

fato de a mente nãoestar devidamente preparada para receber a aula. Eles podem até escutar,masestãoouvindo,prestandoatençãoaosconteúdosdaaula? Existemprofessoresseverosquenãosãoestupradoresmentais.Osalunosaceitam suas regras, procuram estar dentro do horário, já sentados, aguardando-o entrar. Esse professornãoéfurioso,mal-humoradoou"gritão";eleéfirmeeexigente,querqueos alunosaprendam,corrigeasprovascomatenção,apontodeperceberasimilaridadenas respostasdosalunosquecolaramumdooutro.Sãovalorizados,temidoserespeitadospelos alunose,freqüentemente,invejadospelosseuscolegasquenemsequerconseguemque seusalunosentremnasala.Osalunosamadurecemeaprendemcomtaisprofessores. Oestupradormental,porsuavez,entranasaladespejandoamatériaesaifalando:

umjorrodeconhecimentos.Nãoimportaseainformaçãochegaaosquedeveriamseros

maisinteressadosnela,osalunos.0professorseencantacomoprópriojorrodesaber,eo

aprendizadoficaemsegundoplano.Naverdade,elenãoligaparaaclasse.0estuprador

mentalnemsequeravaliaoestadodosalunos.Eháosalvoroçados,porquefizeramum

recreioagitado,oscansados,porquetiveramumaaulaanteriorexaustiva,osaborrecidos,

porquenadalhesinteressa,osansiosospelojogoqueterãoaseguir,eosquevieramde uma"ficada",portantocomoshormôniosàflordapele.Nadadissooprofessorpercebe. Éprecisoqueasmentessejamaquecidasparapoderem"degustar"aaula.Quase sempre um metódico, esse estuprador tem ritual para tudo. Independentemente do que estiveracontecendo,mantémseucomportamento-padrãoefazoqueestáhabituadoafazer. Curiosoéque,dentrodadiversidadedealunosnumaclasse,existemaquelesque conseguemaprender"mesmoassim”,poissãoelesquequeremaprender,nãoimportaquem lhesensine.Agrandemaioria,contudo,desliga-sedaaula,nãointeragecomessetipode professor:rendemuitomalporquefoi"violentada". Ascriançassubmetem-seaessetipodeviolência, ospúberesfazem-lheoposiçãoe osjovenssabotamessetipodepoder. Masoprofessor-estupradornãochegaaquestionarsuaeficiência.Muitoorganizado internamenteecomtendênciaàauto-suficiência,acreditaqueoserradossãoosoutros.Se osalunosnãoaprenderam,"azarodeles,quenãosouberamaproveitar". Elesimplesmentechega,satisfaz-seevaiembora.Seaescolajáeraruim,esseestilo deprofessorpioraaindamaisavidadoaluno.

Quemselembradaaulapassada?

Umeducadornãoestupraseus-alunos,estimula-osaaprender.Paramodificaro comportamentoestupradorénecessárioqueestesejaidentificadoereconhecidopeloseu portador.Essanecessidadeéfundamental,poissóelemesmopodeidentificar-seestuprador eadotarumnovocomportamento.Cadapessoaqueencontreumcaminhoquealevea mudarseuprópriocomportamento. Umadasminhassugestõeséqueoprofessor,emvezdechegarditandoamatéria, poderiainiciaraaulacomumasingularpergunta:"Quemselembradoquefoidadona aulapassada?Quemdisserumapalavrasobreaaulapassadaganhaumponto!" Omaiscomumseriaoprofessorperceberumcertoespantoestampadonorostodos seus alunos: "Aula? Que aula? Quando? Onde?" Mas, ao ouvir essa pergunta,

automaticamente o cérebro dos presentes evoca a aula anterior, parte dela ou de um episódioquenelatenhaacontecido. Quandoumdosalunoslembra,suapalavra,ditaemvozalta,ativaamemóriade boapartedosoutros,osquaislogopassamtambémalembrar.Apóscincopalavras,vindas cadaumadeumalunodiferente,aclassetodaselembradaaulaanterior-e,assim,as mentesestãopreparadasparareceberemoqueoprofessorpreparou. Umbomaperitivoparaoprofessorcomeçaraaula éperguntaràclasse:

"Quemselembradaúltimaaula?" Assimseestabeleceumaponteentreambasasaulas. Océrebrosehabituaafazerumaponteentreumaeoutraaula.E,sehouverohábito deintroduzirtodasasaulasdessemodo,elasficarãogravadasnumaseqüência,comose nãotivessehavidoespaçodetempoentreelas.Porisso,todoalunoqueresponder,deve ganharpontos. Ensinaréumatoprogressivodeamoredegenerosidade.Amorédividiroquese sabecomquemnãosabeecadaumcompartilhardoconhecimentodooutro.Paraamaré precisosergeneroso,parasedar,paraseentregar.Darumpontoaoalunoquemerece materializaoamornorelacionamentoprofessor-aluno.Talvezvocê,professor,estranheque umalunotenhamuitospontosnofinaldobimestre,"trocentos"pontos.Bastaqueaplique umpesopondera]aessespontosparaacrescentá-losànotadasprovas.(Sebemqueo professor deveria perceber que, se esse aluno tem tantos pontos é porque sempre se lembrou,porisso,teoricamente,poderiaatéserdispensadodefazerasprovas.) Masoprofessorpode,ainda,darumpassoalém.Elepodeaproveitaraparticipação dosalunoseperguntar:"Quemidentificou,viuaplicadoouaplicouoquefoidadonaaula passada?" Oestudante queconseguirganha 5pontos.Terádecontar comoaplicouoque aprendeu,porque,comsuanarrativa,estaráensinadooprofessoraassociarsuadisciplina escolaraocotidianodosjovens.(Háprofessorescujasmatériassãotransmitidasdemaneira tãodesvinculadaedistantedavidadosjovens,queéatédignodeadmiraçãoquandoo alunoaprendealgumacoisa.)

Oprofessorlucrarámuitoquandoconseguirfazeromesmo:unirsuamatériaescolar àvidaprática.Eosalunostambém!Muitosjovenstêmconhecimentos,masnãosãosábios porque não os exercitam. Talento apenas não é suficiente, como não bastam os conhecimentos interiorizados. São como pérolas dentro de ostras. É preciso saber comunicá-los,colocá-losempráticaparausufruiromelhordavida.

Expressaretransmitir

Perguntando aos alunos sobre a aula anterior, sobre a aplicação prática dela, o professor,aoouvi-los,estádemonstrandohumildadeevantagensdeaprendersempre.Se atéoprofessorsedispõeaaprender,porquenãoeu,oaluno?Éoensinaraprendendo, razãoprimeiradestaobra. Ao falar e ensinar, o aluno está exercitando a comunicação e aumentando sua competêncianaexpressãodesuasidéias.(Muitosalunostêmconteúdosdentrodesi,mas faltam-lhes palavras, sem as quais eles não sabem se expressar e muito menos se comunicar.) Expressarésimplesmenteexteriorizaroconteúdodequemfala,enquantotransmitir significa conseguir comunicar para fazer-se entender pelo outro. Professores há, que mesmosendoprofessores,somenteseexpressam,istoé,falamsemouvintes,sozinhos,pois nãoestãoatentosaosalunos.Éprecisoqueosprofessoresconstatemseosalunosrealmente entenderamoqueelesexpressaram.Éumdosbonscaminhosparaquehajainteraçãono relacionamento. Umdos grandes motivosde oaluno ser reprovado nas provas é nãoconseguir entender amatéria queumprofessor apenas expressou.Amaioriadosalunosquenão conseguiramentenderacabamprocurandoprofessoresparticularespararepetir-lhesoqueo professorexpressouemsaladeaula. Aulas particulares? Diminuem a competência do professor, pois cai o seu rendimentosenãosefizerentender.Assimtambémcaiacompetênciadoaluno,seeletiver quegastarodobroderecursosparaconseguiromesmoresultado.Egastamospaisouo Estado,comasuarepetência,migraçãoouabandonoescolar.

Olucromaiordessasperguntasoraiséqueoprofessorcumpreopapeldemestre:

auxilianoprocessodetransformaçãodainformaçãoemconhecimento. Atendêncianaturaldequemfaztrêsouquatrovezesamesmacoisaérepeti-Iasem pensar.Imagineoquesepassacomumprofessorquerepetesuaaulainúmerasvezes,anos a fio. Resista a essa tentação! Do contrário, limite-se a transmitir automaticamente as informações,eestarásendoumprofessor"decoreba",ouseja,transmitiráumconhecimento perecíveledescartável.

CAPITULO8-"DECOREBA”:AINDIGESTÃODOAPRENDIZADO

Osistemadeavaliação

doaprendizadodosalunos

basicamenteporprovase/outestesescritosmensais,

bimestraise/outrimestraisgeralmentelevaao

grandevícioda"decoreba",queé

deixartudoparaestudarnavésperadaprova.

Favoreceaindisciplinaeaprocrastinação.

Opior:oquecainaprovanãoéoquecainavida.

Asprovasescritas

Não apenas o jeito de passar a matéria é que se torna inadequado no sistema educacionalclássico.Aformadecobrançadoconhecimento,istoé,seoalunoaprendeu, tambémestádefasada.Aescolaqueavaliaoalunobasicamentepelasnotasnasprovas mensais, bimestrais ou trimestrais é parcial, porque faz uma leitura incompleta do seu desempenho. Àsvezes,asnotasmaisaltaspodempertenceraquemcolou,enãoaquemmais aprendeu.Estaéumaquestãoéticadoaluno:podeterboanota,masnãotemética. Tambémpoderiaserumaquestãodesortese,dosmuitostópicos,oúnicoqueo alunoestudouéquecainaprova.Assim,estealunosabebastanteesseitem,masorestoda matériacontinuaumaincógnita.

O mais grave, porém, é quando o aluno não apresenta a inteligência lógico- matemáticaeéfracoemLingüística,critériosnosquaissebaseiaamaioriadasprovas escolares.Oalunovaiserreprovado,nãopornãosaber,masporterdificuldadespara realizaraprova. Oqueestáemquestãoéquemesmosabendoa matéria,oalunopodeserreprovado. Sãoavaliadasamostrasdoconhecimento,portanto,dependedoacasoaescolhadelas. Não só a Educação mas também o sistema de avaliação do aluno não acompanharamaevoluçãodahumanidade. Sequisermosmedir,defato,oconhecimentodoaluno,istoé,quantoeleaprendeu, teremosdefazeravaliaçõespormenorizadaseextensas.Nãodariatempodecumpriro extensoconteúdoprogramático. Quandosãofeitasavaliaçõesmensaisdotipoprovão,oalunoacabaseorganizando paraestarprontoparaelas.Esóestudaexatamentenavésperadaprova. Existeatéumadinâmicadeclasse,bastantecaracterísticaentreosalunos,emépocas deprova.Obomalunoéassediadoecercadopeloscolegasquequeremcolardelenaprova. Passadoesse período, porém, aquele aluno é "esquecido", freqüentemente vira alvo de zombaria e até agressão, sendo chamado de "nerd". Chega-se ao absurdo de encontrar alunosinseguros,osquaís,nãoquerendopassarpor"nerds",acabamnãoseesforçando paratirarnotasaltas.

"Nerd"édiferentede"gênio".0"nerd"estudamuitoequasenãoparticipadeoutras

atividades.Temconotaçãobastantepejorativa.Os11gênios",mesmosemestudar,vão

bemnasprovas.Os"vagais"(vagabundos)nãofazemnada,nãoestudamefingemquenão

seincomodamcomasnotas.

BillGatesdisseaosalunosdeumaescolaondefoiparaumapalestra:"Sejalegal

comosCDFs(aquelesestudantesqueosdemaisjulgamquesão''meras''ebabacas).Existe

umagrandepossibilidadedevocêirtrabalharparaumdeles".

Seaprenderécomocomer,estudarsomenteparaaprovamensalequivaleaficaro

mêsinteirojejuandoe,numúnicodia,engolirtudooquedeveriatersidooalimentoao

longodomês.Supondoqueissofossepossível,oqueaconteceriacomoorganismodesse

comensal?

Quemcomessedessaformasofreriaumempachamentogástricoviolento.Teriade ficarcoma colunareta, oesôfago esticadoesemsemovimentarpara evitar refluxos. Depois,provavelmente,seriavítimadeumdesarranjointestinal.Osalimentosnãoseriam

digeridoseatravessariamoorganismointactos,semnadadeixar.0corpo,quenãofez

proveitodeles,simplesmentetrabalhouinutilmente. Damesmaforma,oalunoquepraticamente"engole"umlivroantesdaprovanão podesemexermuitoparaasinformaçõesnãosaíremdolugar.Sedecorou,eleengoliu fraseseparágrafosinteirosdamatériae,quandonãoselembradocomeçodafraseoudo parágrafo, não recorda maisnada. Portanto,precisa deum start(início) para continuar acionandoorestante. Agrandediferençaentreomaterial"decorado"eoaprendidoéquequantoao últimooalunousaosconhecimentosdamaneiraquequiseretemapossibilidadede criar,superandooqueoprofessorlheensinou. Seumamãe,preocupadacomaprova,resolveajudarofilhoelhetomaalição,isto é, faz perguntas tal e qual a lição lhe pede, ele pode responder tudo corretamente. Sobretudoporqueamãerepeteasperguntasdocaderno.Ambosficamfelizes.Masna

provaofilhotirazero.Quemmandouamãetomaraliçãodofilho?0queelereservou

provisoriamenteparaaprovafoiusado,comoseaquelainformaçãotivessesidoretirada

comumapinça.Ouseja,eleacabougastandoaquelainformaçãoeficousemela.

Seamãequiserrealmenteajudarofilho,devefazerásmesmasperguntas,masele

precisarespondercomasprópriaspalavrasenãosimplesmenterepetirotexto.Aoterque

usarocérebroparafalarcomasprópriaspalavras,oalunoacabaremexendodentrodesias

informaçõesereorganizandoalgumasdelaspararesponder.Aousarasinformações,estas

passamaserconhecimentos.Quemassimresponderestarámaispreparadoparafazeras

provas.

"Decoreba"éumprodutodescartáveleperecível.Aoserusada,édescartada.Seu

prazodevalidadeécurto,Esenãoforusadarapidamente,perece.

Tudooqueumalunodecorebafazéengoliramatéria.Nãohouvetempoparaquea

informaçãofosse-desintegrada,assimiladaereintegrada.Engoliu-aedevolveu-aintacta.

Assiméadecoreba:aindigestãodoaprendizado.

Damesmaformaqueodecorebaaproveitapoucoessarefeição"concentrada",após tantotempodejejum,tambémoaluno"última-horista"nãoconsegueaproveitaroque decorou.Temumafalsaimpressãodoquesejaaprendizado,poispodeatétirarnotasboas. Masissonãosignificaqueaprendeu. Essealunosabequenãosabe.Estáconscientedequedecorououcolou,masarrota um conhecimento que não tem, porque o sistema escolar valoriza somente as notas conquistadas.Nessecontexto,orelacionamentoprofessor-alunocontamuitopouco.Paise professoresficamimpotentesdiantedeumadolescentequetiranotasaltas.Aparentemente eleestácumprindoasuaobrigação. Amaneiramaiseficaz,entretanto,deacabarcomadecorebaédiminuirovalordas provaseaumentarovalordasparticipaçõesdiáriasdosalunosemaulas,alémdeverificar realmenteostrabalhosdepesquisasquetenhamsidorealizadosforadassalasdeaula,com possíveisapresentaçõesaoscolegasdeclasse, Adecorebaindicaoestudoespecíficoparaaprova-porisso,osalunosinsistemem saberexatamenteoquevaicair.Amotivaçãonãoéosaber,masanotaemseusentido absoluto. Seoalunoprecisadecincopontosnoexamefinal,sóestudaaspáginasímparesdo livro.Paraqueestudarasparesseprecisasomentedametadedanota?Emoutraspalavras:

estudaapenasosuficienteparatiraraquelanota.Eospais?Muitasvezesreforçamessetipo

decomportamentocomcomentáriosdotipo:"Nãoprecisatirardez.Sóqueroquevocê

passedeano".

InteligênciasmúltiplasdeGardner

Comosetudoissonãobastasse,avaliaçõespormeiodeprovasprejudicamalunos

comhabilidadesparaexpressarseuconhecimentodeformasdistintas.Algunsseexpressam

melhorpormeiodaarte,outrosdamúsicaoudoesporte.Segundoateoriadasinteligências

múltiplas,elaboradaporHowardGardner,educadorepsicólogodaUniversidadeHarvard,

nosEUA,existemsetetiposdeinteligências:

1Intrapessoaloupessoal(maisconhecidaporinteligênciaemocional,graçasaos

livros de Daniel Goleman): capacidade de autocompreensão, automotivação e conhecimentodesimesmo.Habilidadedeadministrarossentimentosaseufavor.

2lógico-matemática:própriadoscientistas,éacapacidadede'raciocíniológicoe

compreensãodemodelosmatemáticos.

3lingüística:caracteriza-sepelodomíniodaexpressãoverbal.

4 Espacial: comum em escultores e pilotos de avião, confere um sentido de movimento,localizaçãoedireção.

5Musical:própriadoscompositores,ocasionaumdomíniodeexpressãocomsons.

6Corporal-cinestésica:acarretadomíniodosmovimentosdocorpo.

7Interpessoal:capacidadedeserelacionarcomooutro,entenderreaçõesecriar

empatia.Elaéessencialaoprofessor. Ocurrículonormaleasprovasprivilegiamoconhecimentológico.Umexcelente artistacomdificuldadesemdisciplinas“exatas"talvezpasseemtodasasmatériase"fique" emMatemática.Daí,repeteoanoeéobrigadoacursartudodenovo:asmatériasemque passoueaquelaemquefoireprovado. Arepetênciaescolarnivelatudopelasnotasbaixas, desqualificandoasnotasaltasjáobtidas. Afaltadereconhecimentodasvariadascapacidadesdoalunodecepaseuânimopara continuarestudandoedespertaneleavontadedeabandonarosestudos. Comocomplicadores,existemaindaprofessoresquetraumatizamtantooalunona disciplinaqueministram,queacarreirafuturaéescolhidamaisparanegaressamatériado queporumaaptidãopessoal.PéssimosprofessoresdeMatemáticaceifaramacarreirade futurosbonsengenheiros,masqueoptaramporoutrasespecialidadessóparaseafastarda disciplina. Lembro de apenas alguns terrores cometidos por tais professores. Exercícios de Matemáticausualmenteteriampesosde"umadez",numaseqüênciaqueprevêaumento progressivodesuadificuldadederesolução.Paraasprovas,professorescostumamelaborar questões cuja dificuldade seria igual a "vinte". Como se vê, somente poucos seres "iluminados"terão,assim,umresultadofavorável.Édessemodoqueumprofessorpassaa terumpodermuitograndesobreoalunonosistemadeavaliaçãoqueestásendousado.

Raciocíniosqueinduzemaerro

Alguns professores abusam, utilizando nas provas as famosas "pegadinhas", raciocíniosquelevamaumafalsaconclusão. Comoaarmadoprofessoréaprova,elepodeusarartifíciosnadanobres,desdea extremarigideznacorreçãodaprovaatéoaumentodadificuldadeemníveisinusitados, incluindoraciocíniosqueinduzemaerro. Empalestrascomessetema,costumofazeruma"pegadinha"comtodoopúblico presente.Começopedindoaopúbliconapalestra(eavocê,queagoraestámelendo),que repitam comigo o que vou lhes pedir, porque tenho a ousadia de fazer a mesma “pegadinha"comvocê.Mas,antes,voulheexplicaroprocedimento,Cubratodaapágina para você não saber o que está escrito na linha seguinte ao que já leu. Para isso, vá descobrindolinhaporlinha,Descubraasegundalinhaabaixo,depoisdecobriraprimeira linha,eassimpordiante:

Agora,leiaemvozalta:BRANCO,BRANCO,BRANCO.

Denovo,repitaemvozalta:BRANCO,BRANCO,BRANCO.Pelaterceiraeúltima

vez,falebemalto:BRANCO,BRANCOBRANCO.

Respondaimediatamenteàperguntaaseguir:

-0queavacabebe?

Vocêrespondeu:-LEITE? Desdequandovacabebeleite? QuembebeleiteÉBEZERRO! AvacabebeÁGUA! Vocêrespondeu:-ÁGUA? Éporquevocêjáconheciaapegadinha Façamessa"pegadinha"comaspessoasqueestiveremàsuavoltaepreparem-se paradarboasgargalhadas.

Masoqueaconteceucomocérebrodosquecaíramnapegadinha?0cérebrovaise

acostumandocomacorbranca,acordoleite.Àpalavra"vaca",océrebroestáacostumado

aassociar“leite".Noenvolvimentodabrincadeira,océrebroautomaticamenteuneambas

asassociaçõese,aí,surgearespostaerrada.

Nomesmoestilo,umapegadinhaamais:

Diga:UVA,UVA,UVA!

Repita:UVA,UVA,UVA!

Responda:

-Mulherquenãocasaé?

Agorapensenarespostaquevocêdeu:Viúvaéquandoomaridomorre

Memorizarainformação

Cada pessoa tem uma facilidade específica para reter informações. Enquanto algumassefixamnaspalavras,outrasguardamomovimentoesãocapazesderepeti-lo, idêntico,depois. Adificuldadecorriqueiradelembrarmosnomespoderepresentarfaltadeusoou interesse.Mesmoquegostemosdeumapessoa,seficamoscertotemposemencontrá-la, podemosesquecerseunome,mesmoquerecordandoafisionomia.Amelhormaneirade nãoesqueceronomedointerlocutorérepeti-lováriasvezesduranteaconversa.Ou,então, associá-loapessoasdemesmonome.Naverdade,cadaumprecisaconhecerométodode memorizaçãomaiseficazparasimesmoeutilizá-loemseubenefício. Causas psicológicas e emocionais podem ou não facilitar a incorporação do conhecimento.Oalunoretémainformaçãoeatransformaemconhecimentoporque:

Gosta:temumaligaçãoafetivacomoprofessoroucomamatéria.

Épitoresco:lembraumapiada,umamúsica,umritmooumovimento.

Ébizarro:envolvealgomuitodiferente.

Éengraçado:ohumorfavoreceoentendimento,poisrelaxaoestadodetensão

mental.

Émusical:pelasonoridade;bastaouvirumavezqueregistraamusicalidadedo

tema.

Ématemático:nadamaisagradávelquepodertransformarotemaemnúmerospara

suacompreensão.

Écolorido:otemasedestacadosdemaispelacor,pelaestética. Odeia:oavessodegostartambémproduzresultadoeficaz. Repete:ainsistênciacolaboraparaimprimiroconhecimento.Fazanalogias:são lendas, parábolas e contos com mensagens que facilitam a compreensão e, conseqüentemente,oaprendizado. Quandooprofessorpercebequeseusalunostêmgostoecléticoparaoaprendizado, podeusardiversostemperosparaomesmoprato.Comosempreháquemgoste,haverá sempreumalunoqueaprenda.Aquitambémsenotacomoéimportantequeoprofessor conheçaoconceitodeinteligênciasmúltiplasdeGardner.

CAPITULO9–INDISCIPLINANAESCOLAENASALADEAULA

Atrasosconversasparalelas,

vandalismo,bullying,"colas",roubos,mentiras,

brigas,desrespeitosaosprofessores,

não-cumprimentoderegras,abusos,

etantasoutrasindisciplinas

Quaisatitudesdevemsertomadas?

Ograndedesafio

doseducadoresé:

encontraraconseqüência

educativaprogressiva.

Escola,maisquefamília,menosquesociedade

Afaltadeeducaçãodoadolescenteficamaisevidentenaescola,poishámaisregras

aobedecereresponsabilidadesacumprir.Oqueumfilhodeixadefazeremcasapodeser

absorvidopelorestodafamília;entretanto,seumaluno,naescola,nãofizersuaobrigação,

porprincípio,ninguémfaráporele.

Comcerteza,um.filhodificilmentefaráforadecasaoquenuncafeznoseular.Ou seja, um filho que respeite seus pais terá muito mais facilidade para respeitar seus professoresenãoterádificuldadenenhumaemcumprirsuastarefasnaescola. Senuncasentiugratidãoaospais,ofilho,comoaluno,nãoficaráagradecidoaos professoresporteraprendidoalgo.Pensa:"oprofessornãofeznadamaisqueaobrigação". Comosepodeperceber,énasaladeaula,norelacionamentocomosprofessores, quesurgeaindisciplinaqueafamíliasempretolerouedeixoupassar. Umadasfunçõesdaescolaéexatamenteessa:aoenxergaraindisciplina,servirde espaço intermediário entre família e sociedade. É um contexto no qual as regras e exigênciassãomaisseverasqueasdafamília,porémmaisbrandasqueasdasociedade. Portanto, a escola não deveria deixar passar impune o que na sociedade não poderá acontecer.

Afamíliapodetolerar,

eaescolanãodeixarpassar

aindisciplinaqueasociedadeirápunir.

Todososalunostêmquepassarporumadeterminadasituação,váriasvezesemum

mesmodia:éaentradanasaladeaula.Nessasituaçãoespecífica,existeocompromissode

oalunojáestarnasalaquandooprofessorchegar.Chegardepoisdeleéatraso,umnão-

cumprimentodocombinado,umatransgressão. Numa família, por outro lado, o atraso geralmente é absorvido. Todos se manifestamlivremente-comváriostiposdereações,desdeaindiferençaatéaagressão, quandochegaoretardatário.Masnadalheacontece.Usam-seestratégiasatédecombinar umsimuladohorárioantes,parapoderemtodossairno"horáriocerto". Masoqueacontecequandoumapessoachegadepoisqueoaviãojádecolou?Não existemreaçõesdeoutrospassageirosoudatripulação;oaviãosimplesmentedecolano horáriomarcado.Nãoembarcou?Perdeuovôo.Éobrigatóriochegarduasouumahora antes.jáviajeiemaviõesquedecolaramminutosantesdohorário,apósachamadapelo

microfoneavisando:"Estaéaúltimachamadadovôo14daCia.Alada,paraoAeroporto

deNhaca".Perdeuoprazodopagamento?Pagamulta!Asociedadesimplesmentepuneo

atrasadocommultasouperdadocompromisso.

Aescolaéumespaçointermediárioentreatolerânciaeaintolerânciaaatrasos.Mas

comoumainstituiçãodeensino,elaprocuraensinaroalunoanãoseatrasar,ahonrarseus

compromissos,quandotaisfalhasjápassarampelocrivoeducativofamiliar.

Intolerânciaaosatrasosdosalunos

Umprofessorpodeconcederumlimitedetolerânciadequinzeminutos,outrode apenas cinco, outro, ainda, pode ser totalmente intolerante ao atraso. Atualmente é o professoroúnicoresponsávelpelocritériodetolerânciaounãoaosatrasos. Amaioriadasreaçõesdecontestaçãodosalunosqueestavamnasalasevoltacontra oprofessor,chegandoatéatransformar-seemindisposiçõespessoais. Se,porém,aregraescolarestipulatolerânciade,nomáximo,cincominutosapóso

iníciodaaula,oprofessornãoprecisaexporseuprópriolimite.Cumpre-searegra.Evitam-

sedisparidadesentreumeoutroprofessor.Passadoscincominutos,osalunossãobarrados epontofinal.Quemdeterminaaregraéaescola.Oprofessor,comoosalunos,obedeceàs regras,semexceções. Secadaprofessortiverdetomarumaatitudeporquechegouaseupontomáximo detolerância,éporqueaescolanãoestabeleceuumaregramínimaparaprotegera integridadedeseusfuncionários. Convémlembrarquequarentacérebrosdealunospodemfuncionarmelhorqueode umprofessorelhecriarciladas.Sempreháumalunoqueseempenhaemquebrarasregras semserflagradopeloprofessor.Umdosmétodosmaiscomunséentrarsemprenolimitedo tolerado:oalunochegasemprecomcincominutosdeatraso.Umaboamedidaestáemo professorimpedirqueoalunofaçadasexceçõesumanovaregra.Asexceçõessãofeitasem situaçõesespeciais,enãorotineiramente Osatrasospoderiamserproblemasescolares enãoindisciplinanasaladeaula. Paraaescolanãodeixarasindisciplinaspassaremsemconseqüências,impunes,é importantequeelaseorganizecontando,éclaro,comtodoocorpodocenteefuncionários para que estejam em contato com seus alunos, para que enfrentem o grande desafio educativoqueéencontraraconseqüênciaeducativaprogressiva.

Conseqüênciaeducativaprogressiva

Esteconceitoéoequivalenteescolardoprincípioeducativofamiliar:"Coerência, constânciaeconseqüência",presentenosmeuslivrosAdolescentes:Quemama,educa!eO ExecutivoesuaFamília-Osucessodospaisnãogaranteafelicidadedosfilhos. Existeumterrenoeducativoquepertencetantoàescolaquantoàfamília.Éaárea docomportamentorelacionalcomoutraspessoaseorespeitodapreservaçãodaescola. Transgressõesnessasáreasteriamqueserresolvidaspelospaisepeloseducadores,semter queapelaràjustiça.Estadeveriaseracionadasónoscasosquetranscendemopoderda escola.Mesmoapelandoàjustiçaéinteressantequeprimeirosetentetrabalhar,coma participaçãodosprópriospais,aindisciplinaescolar,quepodeserdelinqüênciasocialou não. Este trabalho entre pais e escola para a educação de uma pessoa - criança ou adolescente-estánofinaldestelivro,nocapítulo"Educaçãoaseismãos". Nãoébomparaninguémqueumalunochegueatrasadoàaula.Ésempreuma movimentação-pequenaougrandedesnecessária.Nãoimportaomotivo,osalunosnão podemchegaratrasadosàaula.Éumanorma,umpadrãodecomportamentocivilizado. Logo,chegaratrasadoéumatransgressão. Faz parte de normas passadas anotar atrasos para, acumulados três,oaluno ser suspensodaaula.Claroéque,seeleatrasa,éporquenãoestátãointeressadonaaulaevai ficarfelizemver-selivredela,mesmoquesuspenso:passaaserumprêmio.Teriavalorde reflexãoearrependimento,sim,seoalunotivesseprazeremassistiràaula. Se a aprendizagem do aluno é o que mais interessa ao professor, a medida punitiva-suspensãodaaula-nãoseriaadequada,poisficariamuitopróximadamedida tomadanocontextosocial.Naescola,oatrasomereceumamedidaeducativaqueauxilie nasuaformaçãoprofissional. Seoprofessorpropuseraoalunoatrasadoque,depoisdaaula,peçaaumcolega paralheexplicaroqueperdeuemconteúdo(poishaveráchamadaoralnaaulaseguinte,e

elepodeobter1ponto),jáháumamobilidade.Seocolegaqueexplicartambémganharum

ponto,oaluno(eocolega)nãoficará,certamente,paralisadonatransgressão.Écomo

assistiraumfilmetendoperdidoocomeçoaquesevaivernapróximasessão.Éumato

progressivo,portanto,enãoretrógrado,comocostumaseramerasuspensãodoaluno.É, sobretudo,educativo,poisoalunocontinuaasuaformação. Éconseqüência,poiselevaimobilizarumesforçopróprioparacompensaraperda ocorrida. Professoresempalestrascostumammeperguntar:"Masnãoestaremospremiandoo transgressor, dando-lhe 1 ponto?" Eu creio que não. Cada aluno é único na sua personalidadeeaspirações.Seoatendimentoàindividualidadenãoprejudicarocoletivo, nãoháporquedeixardefazê-lo,principalmenteseessamedidapodebeneficiartambém outrosalunos. Naaulaseguinte,oprofessor,apósperguntar"Quemselembradaúltimaaula?", comaclassejáapostos,chamaoalunoqueseatrasouantespelopróprionomeelhe perguntaoqueocolegalheexplicou.Comessaestratégia,talalunopoderáatéinteressar-se pelaaula, vistoqueumdos principaismotivospara ele perder ointeresse é nãoestar entendendonadadamatéria,nãosepreocuparemalcançaramatériadada,efaltarcoma suaingestãoedigestão.

Educaçãodevevirdecasa?

Amaioriadosprofessoresdizemuníssonoque"Educaçãodevevirdecasa".E,na vidasocial,sedizque"Educaçãovemdeberço".Masnãoéverdade,poisnasescolaséque sepercebeoquantocriançaseadolescentesnãotêmeducação,apesardeterem"casa",de terem"berço". NosmeuslivrosQuemalua,educa!;Adolescentes:Quemavia,educa!eDisciplina, Limite na Medida Certa - Novos Paradigmas, me estendo bastante sobre a educação familiar. Osatrasosdecriançasdependemmaisdosseusresponsáveisdoquedelasmesmas. Bemdiferentesãoosadolescentesque,mesmoqueospaisosdeixemnaportadaescolaa tempo,seperdemouseenroscamcomcolegaspelocaminhoàssalasdeaula. Há pais terceirizando a educação dos seus filhos para a escola, declarada ou subterraneamente, principalmente nas questões nas quais eles perderam o controle. Disciplinaeresponsabilidade,valoresfamiliares,sãoosqueospaismaiscobramdaescola.

Filhossãocomonavios.Ospaissãoosestaleiroseaescolaosequipaparaavida. Pormelhorquesejaoporto,nãofoiparaalificarancoradoqueonaviofoiconstruído. Também os filhos foram feitos para singrar os mares da vida e não para ficar eternamenteàrodadospais.(Quemama,educa!) Enãoadiantadarinstrumentosaosfilhosseelesnãoestiveremcapacitadospara usá-los.Équantoaessepreparoqueaescolaentracomadisciplinaeresponsabilidade:

paraenfrentar comportamentosinadequados porelapercebidos. Aescolanãotemessa obrigação,bastariaqueavisasseospaíssobreasinadequações,paraqueestestomassemas medidasnecessárias,epronto,suaparteestariacumprida.Masaescola,mesmoquenão esteja incumbida de transmitir valores que deveriam vir do berço (preparados pelos própriospais),pode,noentanto,ajudardentrodasuacapacitação. Ébomlembrarmosqueexistempais"folgados"e"ingênuos",osquaisatribuema responsabilidadedarepetênciaàescola,usandoargumentoscomo:"Semeufilhofreqüenta aescola,aresponsabilidadeédelaenãonossa".Esquecem-se,essespais,quemesmoa escolafazendoapartedela,seoalunonãofizerapartequelhecabe,poderáserreprovado. Aliás,umalunocomeçaaserreprovadonocomeçodoano.Seeleprecisatirarnotaalta nosexameséporquetirounotasbaixasduranteoano. Em tempos de internet, cada pessoa estabelece a sua própria maneira, forma e condiçõesparaadquiririnformaçõeseconhecimentosporintermédiodossitesdebusca. Mas também se diverte muito com joguinhos e campeonatos individuais e/ou grupais, sozinhosouformandotimes,comconhecidose/ouestranhos.Relaciona-semuitomaiscom seusamigose/ouestranhos,mesmoquesejavirtualmente,pelosblogs,fotoblogs,MSNetc. Tudosemhorárioparaentraremuitomenosparasair.Ousuáriofazoquequiser,quando tivervontade.Quemestabelecetudoéelemesmo Eaescola?Aescolanãotemdecompetircomainternet,atéporqueseususuários ficamatéviciadosnela.Nuncaseouviufalaremalunosviciadosemquererassistiràsaulas. Podem até gostar um pouco, mas adoram férias e feriados. A escola tem que incorporarainternet,cadavezmais,parafazerseubomusocomplementar. Nuncaouvifalardeumalunoquehabitualmentebrigacomospaisparairàescola. Ospaísprecisambrigarcomosfilhosparaquelarguemumpoucoocomputador.Tantoos filhosqueremsededicaraele,queospaisprecisamensinarosfilhosaadministrarotempo

eaqualidadedeusodocomputador.Maseaescola?Ospaistambémtêmquecontrolaros boletinsescolares,damesmaforma:tantoquantoseusfilhosqueremesconderosmaus resultados. Oboletimaindaéumadasmelhoresmaneirasdeseacompanharaformaçãopela qualtantoospaisqueremqueaescolaseresponsabilize,Nãoénormalumfilhotrazer notasbaixas,principalmentesetivertodasascondiçõesparaestudar.Éporintermédiodo boletimqueospaispodem(edevem)perceberqueumfilhocomeçasuarepetênciaescolar jánasprimeirasprovas. Épeloboletimqueospaísobtêmacertezadeatéondedeveminterferirnavidados filhos.Paraseatingirumobjetivo-seraprovado-oalunotemváriasmetas-provas mensais-aseremcumpridas.Aescolaseencarregadeumaparte,maselanãopodese responsabilizarpelapartequecabeúnicaeexclusivamenteàfamília. Aeducaçãopodenãovirdecasa,masaescolanãopodeserconiventecomafalta dela.Emmuitoscasos,aindisciplinatambémestánospais.Aescolatemquevoltarsuas atenções para esses país, com orientações, exigências, palestras, leituras obrigatórias e muitosoutrosrecursos(comoatendimentosporprofissionaisespecializados)paraosajudar aseremtambémeducadores.

Nãobastaserempais,

énecessárioquesejamtambémeducadores,

paraqueofilhosejaumcidadãoéticoeprogressivo.

Causasdaindisciplinadosalunos

Inúmerassãoascausasdaindisciplinadosalunosnasescolas.Dadaaimportância

dessetema,mesmonãopertencendoaofocodestelivro,vousimplesmentemencioná-las

aqui,porordemdegravidade.Osprimeirositenssãoaquelesqueaprópriaescolapode

ajudararesolver,eosúltimossãoosquenecessitamdeatendimentoporprofissionais

especializados:

*Indisciplinaouprópriodaadolescência?

*Birras,mordidas,roubos,echorosinfantis.

*SíndromedaquintasérieeSíndromedasétimasérie.

*Reaçõesnormaistumultuadas.

*Indíscíplínassilenciosas.

*Distorçõeseoscilaçõesdaauto-estima.

*Brigasentrecolegas.

*BuIlyingecyberbullying.

*Violência.

*Disputasnotapa.

*Vandalismo.

*Depredaçõesevandalismodosnão-alunosdaescola.

*Usodedrogas:álcool;cigarroemaconha;inalantesdomésticoseportáteis.

*Distúrbiosetranstornospessoais.

*Distúrbiospsiquiátricos.

*Distúrbiosneurológicos:HiperatividadeeDéficitdeAtenção(DDAH);dislexia.

*Deficiênciamental.

*Transtornosdepersonalidade.

*Transtornosneuróticos.

O"avental"queprotegeoprofessor

Todos os professores de uma escola deveriam se reunir com coordenadores e diretores para estabelecerem entre sium padrão para cada tipode transgressão que os alunoscometem.Assim,poderiamlevantaruminventáriodasindisciplinasmaiscomuns dosalunos,avaliá-laseestudarquaisasconseqüênciaseducativasprogressivasaserem adotadaspelosprofessores.Essepadrãoseráo"avental"comportamentalqueprotegeráas idéiaseapeledoprofessordastransgressõeseagressõesdosalunos, Parachegaremaesse"avental",todososprofessoresteriamdeparticipardasua "confecção",Mesmoqueumprofessornãoconcordecomo"avental"votadoeaprovado pela equipe, terá de vesti-lo. Se recusar-se, estará dando aos alunos um exemplo de desobediência,eestessesentirãoautorizadosatambéminfringiroutrasnormasescolares. Háumagrandediferençaentreo"avental"querepresentaafunçãoescolar,aroupa eapeledoprofessor.Seoalunotransgride,agrideouatiraumobjetocontraoprofessorna

saladeaula,oprimeiroaseratingidoéoavental,portanto,aescola.Quandooprofessor vesteo"avental",estárepresentandoaescola.Assimcomooprofessoréresguardadopelo avental,precisa tambémdefenderaescola daqualfaz parte.Defendendoa escola,ele estaráseprotegendo.

O"avental"preservaaescola. Arouparesguardaafunçãodoprofessor. ApeleprotegeaIntegridadefísicadoprofessor. Casooprofessornãouse o"avental",astransgressõesdosalunosatingirãosua

roupa.0professorestarásendoatingidonasuafunçãoemsaladeaula,quedeveriaser

respeitadaportodos,inclusiveporelemesmo,poisessafunçãoestápredeterminadaebem definidaantesmesmodecomeçaraaula.Quandooprofessorsesenteatingidonasua pessoafísica,nassuasconvicçõespessoaisounosseussentimentoséporqueaagressão atingiuoalvovisado.Suareaçãotorna-setremendamentepessoal.Issoémuitosério,poisa transgressão do aluno atravessou o "avental" escolar e a roupa para atingir a pele do professor. Assimcomoháprofessoresdepele(casca)grossa,aquemnadaatinge,hátambém outroscujasensibilidadeficaexposta,mesmosobproteçãodo"avental".Estáclaroqueos professores não poderão virar robôs com aventais de ferro, como as armaduras dos cavaleiros medievais, que tiram inclusive a sua liberdade de expressão e criatividade. Porém,aescolanãodevedistribuiraventaisrotoseesburacados,quenãoprotegemseus representantes.

O"avental"comportarnentaldosprofessoresgera

tranqüilidadenosalunoseconfiabilidadenospais.

Ousodoavental

Aescolaqueconfeccionaroseu"avental"comportamentalteráumaorganização

própriacaracterizadapelaintegraçãodasopiniõeseaprovaçãodetodososprofessores.No

“avental",estarápresenteacontribuiçãodecadaprofessor,portanto,nãolheseráestranho

ouso.

Numatrasodeentradaàsaladeaula,aaçãodoprofessornãomaissebasearánasua

própriatolerância.Oprofessornãousariamaisosseuscritériospessoaisdeavaliaçãodo

atraso,masfariaoquetodosfariam,cumprindooquedeterminasseo"avental".

Pessoascivilizadassãodisciplinadas.

Uma das primeiras ações sociais para a maioria das pessoas é aprender a se comportar civilizadamente em sala de aula. Essa educação pertence à escola, pois a cidadaniafamiliarexistenumníveldetolerância muitomaiordoquenaescolar.Uma pessoanãofazsocialmenteoquefazemcasa.Énasaladeaulaquesecomeçaapraticara convivênciasocial,ondeseexercitaoprincípiode"oqueforbomparaum,temqueser ético e progressivo para todos os demais". Mesmo porque nenhum aluno faria mal de propósitoasipróprio. Umprofessornãodevesesentiragredidopeloatrasodoaluno,mastemquese incomodar,porqueessealunonãoestásendoéticonemprogressivo.Ospaiseaescola estãolhedandoascondiçõesparaquenãoseatrase.Nãoééticonãorealizarapartequelhe compete.Quemconcordacomafaltadeéticadooutrotambémestásendomenosético. Ousodo"avental"jáprotegeoprofessordessasquestões,poiseleestarásendo éticoeprogressivocomaequipe.Semoavental,nãoésomenteoalunoqueestásendo prejudicado,mastambémoprofessor,oscolegas,ospais,asociedadeportanto,opaís. Quandoumprofessorvestiroavental,eleestaráfazendooquetodososoutrosprofessores fariam,equemeventualmenteseráagredidaéaeducação,sãoasnormaseducacionais,e não o professor em questão. O uso do avental faz que todos sejam organizados, disciplinadoseprogressivos,fatoressencialàformaçãodacidadania,

Educaroupunir?

Odesrespeitoàfiguradoprofessoréumaqueixacomumdamaioriadasescolas,

comotenhoinsistido.0adolescentenãoreconheceaentradadoprofessor,queéobrigadoa

fazermalabarismosparaatrairaatençãodaclasse,nãoagradece,levanta-seeinterrompea

aulasempedirlicença.

A escola deveria ensinar àqueles que não conhecem "boas maneiras" de civilidadeeexigirapráticadequemsabe. Umadasorigensdaindisciplinafamiliaréafaltadeospaisexigiremqueosfilhos façamoquejásabemquedevemfazer.Quandoospaisdeixamaindisciplinapassar,estão sendoincoerentes,poiscarregamacontradiçãoentreoproibirverbalmenteeopermitir comportamentalmente.Seproíbem,edepoispermitem,estãosendoinconstantes.Senada acontece após o ato delinqüente, os pais estão sendo inconseqüentes. Essas situações ilustramcomoferiroprincípioeducativofamiliardacoerência,constânciaeconseqüência. Quandoosalunosnãofazemoquetêmquefazer,éprecisoqueseexijadelesque ofaçamparaqueonão-fazernãosetorneumhábito. Naescola,todaaçãodoprofessordeveestarbaseadanaconseqüênciaeducativa progressiva.Éparaisso,repito,queo"avental"doprofessorentraemcena,poiseletraz dentrodesiocaráterdaconseqüência,istoé,nãoseperpetuaaimpunidade;dacoerência, poisregeoscomportamentosdetodososprofessores;educativo,porexigirqueoalunojá nãofaçanaescolaoquenãopoderáfazernasociedade;eéprogressiva,poisoalunofica melhor,oscolegassebeneficiam,eaeducaçãocomoumtodomelhora. Puniçãooucastigonãoéomelhormétodoeducativo,poisparalisaoalunonoerro, éaplicadoporquemestáusandomaispoderqueautoridade,epoucoservedeaprendizado paraopunido.Conformeapessoa,elapodesentir-seestimuladaaserretrógrada,istoé,no lugardeseeducar,buscaocaminhodenãoserdescobertanempegaparasercastigada. Em muitos lugares, privilegia-se o roubo, pois o funcionário, diretor, político, profissionalliberalésimplesmenteafastado.Estaéumapuniçãoinconseqüente,poiso delinqüentenãoprecisoudevolveroqueroubou.Cria-se,assim,aaparênciadequeébom roubar,poisalémdenãotermaisquetrabalhar,podevivertranqüilamentedoprodutodo roubo,poisseucrimejáfoiexpiadocomseuafastamento. Apuniçãopodeeducarnoscasosqueaeducaçãofalhou. Paragarantirqueaeducaçãotenhafalhadoéprecisoavaliartambémoeducador, poisémuitofácilinocentar-seasimesmoacusandooutraspessoas.Muitospaisafirmam que"fizeramtudopelosseusfilhoseseeles"deramerrado"éporquenãoeram"bons".É precisoverificarseessetudoaqueospaíssereferemrealmenteétudoouéapenastudoo queelessabiamouachavamqueestavaaoseualcance.

Entretanto,hámuitas"doençasincuráveis"quematavampessoasehojesãocuradas

comantibióticos.Omaiscorretoseriadizerque"paraessadoença,nãoconhecemosainda

otratamento",porquelogo,logooscientistaspodemdescobrirasuacura.Omesmoocorre

naeducação.Otudo,portanto,érelativo.

Seojovem,porém,nãoaproveitouastentativaseducativas,talvezestejanahorade

sentiraperdadeprivilégioscomopunição.-Estáclaroqueaperdaserefereaoqueojovem

jápossua.Seelejáfezumplanodeviagemcomamigosparadepoisdasprovas,masfoi

reprovado,aconseqüênciaserianãoviajarparaficartendoaulasouestudando.Senãotiver

nadaplanejado,ojovemnãosentiráaperda,portanto,asconseqüênciastalvezsejamade ter que trabalhar, ou qualquer outra coisa que, além de ser útil para sua educação, representeumbemparaasociedade,paraquesejaprogressivo. Perderousodotelefonecelular,nãopoderusarainternet,nãofazerprogramascom amigos,paraquemvalorizatudoissoéumaperdaviolenta.Entretanto,éprecisoquesedê umprazodeduraçãoecustodaperda,paraqueojovemseentusiasmearecuperaroque perdeu.Senãohouvernenhumaesperança,significaquenãotemmaisoqueperder.Quem nadatemaperder,costumaarriscartudo.Seojovemestudarerecuperarasnotasnas

provas,recebedevoltaoqueperdeu.Seficarsemnenhumatransgressão-esteéocusto-

durante"x"tempo-esteéoprazo-ojovemrecuperaumdositensperdidos.

Aeducaçãopodesalvarondeapuniçãofalhou.

Éocasodepessoasquecometeramcrimesefariammelhorse,nolugardeterem idoparaaprisão,tivessemaoportunidadederefazercomasprópriasmãososproblemas quecausaram,comocrimesqueprovocamqueimaduras,levandoàmorteasuavítima,seja elaquemfor(mendigo,sem-teto,índioetc.).Acondenaçãoaoscriminososdeveriaser tambémtrabalhardiariamenteemhospitaisdequeimados-ouondehouvessequeimados

graves-cuidandodasvítimasefazendo-lhescurativos.0queoscriminososaprenderiam

ficandoatrásdasgradesoumesmofazendoserviçoscomunitáriosquenãoconsistissemem cuidarcomasprópriasmãosdosferimentosquecausaram?Seremresponsáveispelosseus crimes faz com que os criminosos se relacionem com as suas vítimas, cujas dores e

sofrimentospodemdespertarosentimentoderesponsabilidadepelosseusatos.Elesvêem asconseqüênciasdassuasaçõescriminosas. Vale a pena repetir: cada escola temque vencer odesafio de encontrar no seu próprioambienteasaçõesquecompõemo“avental"comportamentaldosprofessoreseque sejam conseqüências educativas progressivas. As medidas. adotadas por esse "avental" deveriamsertomadascomoleisdacidadaniaescolar.Deveriamserpraticadasportodosos professores,poisestes,emsaladeaula,representamaescola.

Educarfilhosparaacidadania

Ofilhoquenãoarrumaseuquarto podeseroalunoquenãopreservasuaescola; poderáserapessoaqueemporcalhaasociedade, eseriaumcidadãoquenãopreservariaoplaneta. Pode ser que em casa um filho jogue papel no chão, largue tênis, uniforme e materialescolarpelocaminho,queamãe/paiouaempregadaseencarregamderecolher. Éclaroqueospaisensinaramessefilhoaarrumarseuquartoezelarporele.Maso filhonãoofaz,mesmosabendooquetinhaquefazer.Permaneceusemfazerporqueos paísnãoexigiramquefizesse.Agorajáviroudireitoseudeixaroquartobagunçado.Os paisperderamautoridade,poissesubmeteramaonão-fazerdofilho.Portanto,quemtem autoridadenessacasaéofilho,mesmoqueospaístenhampoderdeprovedores. Afalhaeducativafoifaltadoamorqueexige.Ospais,poramoraosfilhos,têmque exigirdelesque,nomínimo,façamoquesabem.Poisquemfazoquesabe,logoaprende comofazermelhor.Quemsabe,masnadafaz,acabaatrofiandooseusaber. Seosfilhossabemorganizarseuspertencesezelarporeles,saberãotambémnão sujaraescolanememporcalharacidade.Seumalunojogapapéisnochão,demonstraque existeumaincoerênciainternaentreosabereofazer. Aescolanãodeveperderestanovaoportunidadequeasociedadeofereceàpessoa paraqueaprendaasercidadão.Aprimeirafoiadafamília,agoraécomaescola. Lembro-medeumaescolapúblicadaperiferiadeumacidadedointeriorquevivia suja.Umaclasseviviasempresuja,cheiadelixoqueosprópriosalunosjogavam.Ninguém

cuidavadela.Atéque,umdia,aprofessoracomproucincopequenosbaldesdeplástico.Ela colocoucadaumnumfinaldecorredorformadoentreduasfileirasdecarteiras.Pediuque cadaalunocatassedochãoospapéisqueestivessemaoalcancedesuasmãosejogasseno cestinho,paradepoisempurrá-loparaoalunoàsuafrente, Empoucotempo,oscestinhosestavamlánafrenteeasalabemmaislimpa.A operaçãofoisendofeita,eosalunosficarammuitosatisfeitosporviverememlugarmais limpo, com autoestima melhorada, pois foram capazes de realizar a operação, com sentimento de responsabilidade aumentada, pois a limpeza dependia deles - agora praticantesdacidadaniaescolar. Quemcomeçaaarrumarabagunçadopróprioquartocomeçaaseincomodarcoma dacasa.Assimocorreunaes~cola,poisosalunosconseguiramcontagiarseuscolegas,ea limpezaestendeu-sepelaescolainteira,sobaresponsabilidadedetodos,enãosomentedo pessoaldalimpeza. Divulgoessetrabalho,poiséumamedidafácildesertomada.Étambémmaisuma comprovaçãodequeassoluçõesparagrandesproblemaspodemsersimples.Dependede quemrealmenteassumeainiciativa,arregaçaasmangasefazumprojetodosseussonhos ouestabeleceoobjetivo,esubdividesuarealizaçãoemmetasaseremcumpridas.Nãose consegue taltrabalho com poder, mas,sim,com autoridade e liderança da pessoaque assumiuaconseqüênciaeducativaprogressiva. Masnemtudosãoflores:pois,mesmohavendopaisquesesentemprofundamente agradecidosaosprofessoresqueconseguiramqueosfilhosincorporassemvalorestentados sem sucesso em casa, há outros que, além de não reconhecerem a importância de se construirumcidadão,vãocontraaescola. Emumaoutradascapitaisbrasileiras,umaescolapediuaoalunoquecatasseos papéisquehaviajogadonochãodopátio.Elefezumescândalodanadoedissequenãoera lixeiro;nãorecolheuolixoqueelemesmoproduzira.Foiparacasaedisseaospaisque haviasidoconstrangidopublicamente,queelepassouamaiorvergonha,quenuncamais voltariaparaaquelaescola.Ospaisforamimediatamentereclamaràdiretora:

-Meufilhonuncaprecisoupegarumavassouraemcasa.Vocêshumilharammeu

filho.Vouprocessaraescola.

Adiretorarespondeufirmemente,semseintimidar:

-Éporissomesmoqueéimportantequeeleaprendaaserresponsávelpeloquefaz. Elenãopodesimplesmenteirfazendosujeiraparaosoutroscatarem.Aconselhovocêsa nosajudaremafazerdeseufilhoumcidadãodigno,nãoumpríncipemal-educado. Aconversafoicurta,masmuitoesclarecedora:ospaisforameducadosnaqueledia paraeducaremofilho,afimdequeestesetornasseumcidadãoenãoumsermimadoque supõefazercomomundooquefazemcasa. Para desenvolver a ética relacional e a cidadania do aluno, a escola não pode submeter-seaoscaprichosdosseusalunosqueprejudicamosoutrosouoambienteque freqüentam,poiselesmesmoséqueacabamprejudicados. Seaconseqüênciaforapenasressarcirumdanomaterial,eaescolacobrardopai, ouatémesmodopróprioaluno,odinheiroprovavelmentesairádobolsodospaisenãodo própriobolso,aindaquesedescontedamesada.Nadaseriaensinadoaele.Aescolaestaria apenascorrendoparacobrirprejuízosmateriais,comoofariaasociedade. Mas a escola não pode se furtar a esta oportunidade de também educar. Tal

cobrançanãoestariasendoeducativanemprogressiva.0queaprenderiaoalunoseaele

nadacustoutersidovândalo?Aopedirunicamenteoressarcimentofinanceiro,ospais,e

nãoele,estariampagando.0filhoquebraacarteiraoupichaaparede-transgride-equem

paga-arcacomasconseqüências-sãoospais?

Épraticamenteimpossívelalguémserprogressivosemterresponsabilidadesobreos

própriosatosecuidadoscomoambienteondevive.Parasereducativa,aescoladeveexigir

queoalunoconsertecomasmãosoquecomsuasmãosdanificou.Alémdopagamento,

tantoospaisquantoaescoladeveriamfazercomqueoalunoconsertasseacarteiraque

quebrououpintasseaparedequepichou.Casoelenãosei.acapaz,queváprovidenciar

umapessoaqueconserteoupinte,eremunereoserviçoporelafeito.

Parasereducado,oalunotemquesaberdotrabalhoedocustoparaacarteiraestar

aliouparaaparedeestarpintada.Essaéumadasmaneirasdeseconstruirumcidadãoético

eprogressivo.

CAPÍTULO10–EDUCAÇÃOASEISMAOS

Aconstruçãodofuturo

cidadãodependebasicamente

dopai,damãeedaescola.

Étãoimportante

quehajacoerência,constância

econseqüênciaemcasa,quantoa

conseqüênciaeducativaprogressivanaescola.

Umfilhonãodeve

indisporospaiscontraaescolanemum

alunodefender-senaescolausandoospais.

Paiseescolapodemintegrar-separaformara

educaçãoaseismãos.

Paisdiscordantesentresi

Malcompletou2anos,eacriançajáestádeuniformeemochilinhanascostasindo

para a escola. Os jardins-de-infância e escolas maternais, que eram chamados genericamentedepré-escola,foramoficializadoscomoEducaçãoInfantilpelamodificação

maisrecentedaLeideDiretrizeseBasesdaEducação,ocorridaem1997.

Éoreconhecimentodequeascriançasestãoindocadavezmaiscedoparaaescola edaforçaqueessainstituiçãoassumenaeducaçãodasnovasgerações. Precisamoscontinuarrefletindosobreaescola:comodevedesempenharsuafunção

formativa?0fundamentaléqueacriançasejabeneficiada.Paraisso,entreaescolaea

famíliadevehaverumasoma,enãooatropelamentodeumapartepelaoutra. Otermoeducaçãoaseismãosrefere-seaumaeducaçãohomogêneaeequilibrada, buscada pelopai,pela mãe epela escola. Porquepai emãe,nãosimplesmente pais? Porquehojeasdiferençasentreosdois,àsvezes,sãotãograndesqueelesnãoconseguem secomporparaumaeducaçãoequilibradadentrodecasaoudesuasrespectivascasas.

Naeducaçãodoméstica,quandoopaidiz"vinho",amãediz"água",ofilho "diz-anda". Educação a seis mãos é a união da escola, do pai e da mãe para a reeducaçãodesse"desandado". Separados, então, cada um quer defender a sua posição, muitas vezes, oposta frontalmenteàdooutro.Osfilhosabsorvemnaconvivênciataisintransigênciasequerem ter seus desejos satisfeitos a todo custo. Aprendem a não suportar frustrações, a não controlar suas vontades e a manipular os pais em proveito próprio. Os conflitos não resolvidosdospaisprejudicamtremendamenteosfilhoseacabamestourandonasescolas, nosconsultóriosdepsicólogosounosfórunsdefamília.Paraondeacriançavá,levaasua educação-ouafaltadela. Para deixar o quadro ainda mais complexo, existem hoje várias constituições familiares distintas, numa composição que pode contar com filhos, meios-filhos, filhos postiços,pai,novamulherdopai,mãe,novomaridodamãe,irmão,meios-irmãos,irmãos postiços.Essascombinaçõespodemseraindamaisdelicadasquandoentramavóspaternos, avósmaternos,tios,cunhadosetc. A constelação familiar hoje conta com filhos, meio-filhos e filhos postiços resultantesdediferentescasamentostantodopaiquantodamãe.Aeducaçãoficouainda maiscomplexa. Nãoéincomumopaiseparadorecusar-seadarpensãoaosfilhosdocasamento anterior, embora sustente os filhos da atual companheira com generosidade. Ele se divorcioue"despaisou".Qualéaéticadopaiquepagaapensãodofilhoqueficoucoma ex-mulhersomentequando"ameaçadodeirpreso”pelojuiz?Oqueofilhoestásentindoe aprendendo?Umpai,quandopagaapensãodofilhoqueficoucomaex-mulhersomentese "ameaçadodeprisão",pensarianotipodeéticaqueestápassandoaofilho?Quandooaluno "desanda"naescola,estapodeseraoportunidadequeofilhodáaosseuspaisdesabero queele"apronta".Aescolanãodeveriasecalar,mas,sim,tomarainiciativadeconvocar ospaisparaquecorrigissemofilhoantesdetornar-seumdelinqüente.

Integraçãoentrepaiseescola

Detectadasasdificuldadesrelacionaisdoaluno,aescolapoderiaconvocarospais para umareuniãoaseis mãos,na qualserãoestabelecidosospadrõesque nortearãoa educaçãodaquelacriança.Émuitoimportantequehajacoerência-nousodalinguageme ações educativas - entre o que os país e a escola fazem na educação de crianças e adolescentes,principalmentenasquestõesquepodemprejudicaraconstruçãodocidadão ético,felizecompetentequevaiassumiroBrasilqueestamoslhedeixando.Seospaís dizemefazem"A"paraseusfilhoseaescoladiz"B"paraseusalunos,essasdiferenças podemenriquecerquemqueraprender-apessoaprogressiva-,maspodempermitiro surgimentodadelinqüênciaparaquemquerdestruir-apessoaretrógrada. Devemoslembrarsemprequepaíseescoladeveriamserparceiros.Cadaumcom seusprincípioseducativos.Pais,comcoerência,constânciaeconseqüência,eescolacoma conseqüênciaeducativaprogressivasãoprincípiosmuitopróximosemsuaessênciamas complementaresnaconstruçãodacidadania. Umadastécnicasutilizadaspeloretrógradoécolocarunscontraosoutrospara proveitopróprio(queéonadafazerenãoterquehonrarospróprioscompromissos).Os paíseaescola,senãosecuidaremmutuamente,acabambrigandounscomosoutros.Para

oprogressivo,essabrigaéprejudicial.0retrógradosebeneficiadadiscórdiaqueelecria

entreaspessoasàsuavolta. A impunidade favorece a delinqüência. Alunos mal-educados podem ter pais educados,masquenãosouberameducar. Muitosdessespaisquiseramacertar,masseperderamnocaminhodaeducaçãoe receberiamdebomgradoumaajudaqueviessedaescola.Porisso,têmdeouvi-la,estarem

atentosaodiálogo.0reconhecimentodefalhaseabuscadesoluçõesparaelasfazemparte

da saúde psíquica. Somente pais problemáticos e/ou retrógrados se recusam a aceitar auxílioexternoecostumamresponsabilizaraescolapeloserrosnaeducaçãodeseusfilhos. Ospais,detantoamarequereragradarepouparosfilhos,nãodesenvolveramneles limites, disciplina e responsabilidade. São estes erros (de amor) dos país que acabam aleijandoseusfilhos.Porisso,muitasvezesexageramnafaltaounoexcessotantoda liberdadequantodaresponsabilidade.Algunspodematésuportaramáeducaçãodosfilhos, mas,quandoelesvãoparaaescola,taisproblemasseevidenciam,tornando-semaisfácil suadetecçãoedifícildeixardetomaralgumasatitudes.

A convivência familiar anestesia a percepção das pequenas modificações no cotidiano.Osproblemasnãoaparecemderepente:vãopiorandoaospoucosatéserem percebidos.

“Meupaitemrevólver!"

Umahistóriabemilustrativa:

Faltavapoucoparaterminaraaula.aprofessoradeumaclassedealunosde5

anospediu,comosempre,quecadaunipegassesuaalmofadinhaparasesentarefazerum

relaxamentoantesdeterminaroperíodo.Apósesseexercício,ascriançassaíammais

tranqüilasdaaula.Cadaumapegouasuaalmofadinha,eaprofessorapediu:

-Vamostodossentar?

Ummenininho,5anosdeidade,reagiu,dizendo:

-Nãovousentar!

-Porquê?-perguntouaprofessora.

-Porqueeunãoquero!

Semencontrarnenhummotivoquejustificasseessecomportamento,aprofessora

tentouconvencê-loasentar-se.Quantomaisinsistia,-maiseleteimavaemficardepé.

Estavamemmeioaumalutadeforçasquandoforamsalvospelogongo:osinaltocou.

Oincidentefrustroubastanteaprofessora,queficoubastantepreocupadacomo

queacontecerianodiaseguinte.Foiquandoeuaorientei,dizendo-lheparaexplorara

situação,parapesquisaratéondeiriaaresistênciagratuitadacriançaparti,depois,partir

paraasolução.

Nodiaseguinte,damesmamaneira,namesmasituação,quandoaprofessorapediu

paratodossesentaremnassuasalmofadinhaspararelaxarem,novamenteomesmo

meninoaenfrentou:

-Nãovousentar!

Diantedainsistênciadaprofessoraparaquesentasse,omeninoargumentou:

-Voucontartudoparaomeupai!

Omeninousavaopaiparamanteroseuenfrentamentogratuito.Comoa

professoracontinuasseainsistir,omeninolherespondeu:

-Eomeupaitemrevólver!

Ummeninode5anosjáestavausandocomoargumentoumaarmadopai!Ouseja,

aprofessoranãodeviaexplorarmaisesseenfrentamentopoisécomoseomeninotivesse

apontadoumrevólverparaela.Pararesolveressasituação,elaprosseguiu:

-Quemquiserficarempé,quefique!Quemvaifazerrelaxamentovemparaeste

ladocomsuaalmofadinha,e(mostrandouniagrandebarradechocolate)podecomereste

gostosochocolate!

Imediatamenteomeninodisse:

-Mudeideidéia,agoravourelaxar!Efoisentar-seaoladodasoutrascrianças,e todoscomeramcadaumoseupedacinhodochocolaterepartidopelaprofessora. Essasolução,porém,foimomentânea,ograndeproblemacontinuava.Estavana horadaconvocaçãodospaisparaaEducaçãoasei smãos:seráqueospaissabiamque estemeninojáusavaonomedopaipararesolverseusproblemas?Sabiamelesqueo menino,porummotivotãocorriqueiro,puxariaaarma?Ousabiamelesqueomenino sabiaqueopaitinhaumrevólver? Antesdeusarfisicamenteaarma,umapessoaausamentalmente.Esteepisódio mostraumaaçãomentalmuitoperigosaquepodelevaràdelinqüênciaouaocrime,caso suaprevençãonãosejatrabalhadadesdejá.Aescolanãopodefazernadacomumaarma emcasa,maselatemaobrigaçãodelevaraoconhecimentodospaisoprocedimentodo menino.Nenhumeducadorpodecumprirasuamissãodeformarumcidadãocomoeste, quelheapontaumrevólver. Umcidadãoético,competenteeprogressivonãousarevólverpararesolversuas pendênciasdiárias.

Freqüênciadospaisnaescola

Umadasmaioresqueixasdasescolaséqueospaispoucofreqüentamasreuniõese

palestrasaelesdirigidas.0comentáriobastantecomumentreosorganizadoreséqueos

paisquemaisprecisavamvir-porqueseusfilhossãoverdadeirosdelinqüentes-nãovêm.

Hápais,entretanto,quesemobilizamatéparaparticipardadiscussãodosrumosda

escola.Dispostosaquestionaralternativas,procurarsoluçõesmelhores,pensareconstruir

juntossãoosquemaisrespeitamosprofessores.Queremparticipardapescariaparapoder saborearopeixe. Osquenãoaparecem,preferemreceberopeixepronto.Poracanhamentooupor preguiça, recusam convites para ações conjuntas. Estes precisam "comer" conselhos prontos,orientações-serempreparadosparapescar.

Muitosdessespais,porém,nemseincomodamcomaescola.0queosmobilizaéo

interessepelofilho.Sãoingênuossenãoreconhecemaimportânciadaescolaparaacriança; ouignorantes,nosentidotruculento,sesabemdessaimportânciamassósemovemquando ofilhoestáemapuros. Em maio de 1998, depois de esperarem, sem sucesso, dois meses de greve de professores,algunspaiscomeçaramadaraulasvoluntárias,numaescolapúblicadoRiode janeiro.Mesmoqueoconteúdonãovalesseparaocurrículoescolar,valiamuitoparaos filhoseoutrosinteressadosemnãoperderoconteúdodasmatériasportantotempo.Esta históriaéumgrandeensinamentoatodosnós,pais,professoresedirigentes. A escola precisa alertar os pais sobre a importância de sua participação: o interesseemacompanharosestudosdosfilhoséumdosprincipaisestímulosparaque eles–alunos–estudem. Étãoimportanteaparticipaçãodospaisnasreuniõesescolaresquetodososmeios paraconvocá-lossãoválidos:recadosnaagenda,correspondência,telefonemas,e-mailsou mesmoosistema"bocaaboca".Cadaescolapodeutilizaromeioquejulgarmaiseficiente. Quandoospaisparticipamdasatividadesescolares, odesempenhoescolardeseusfilhosmelhora! Umaoutrahistória:

Numbairroafastadodaperiferiadeumacidadepequenadointeriorpaulista,a escola não conseguia que os pais dos seus alunos viessem assistir às reuniões dos professorescomospais.Suadiretoraresolveumapear ondemoravam osalunose os professores.Cadaprofessorrecebianasuacasaospaisdealgunsalunosquemoravam porperto,nãoimportavadequaisprofessoresfossemosalunos.Adiretoriadizia:"Seos paisnãovêmàescola,aescolavaiatéospais".Eospaisiam,commaisfacilidade,àcasa do(a)professor(a)doqueàescola,porváriosmotivos:

*acasado(a)professor(a)lheserapsicologicamentepróxima,muitoparecidacomassuas casas; *conversarcomum(a)professor(a)émenosaterrorizanteque"seremalvejadosportodos osprofessores"; *acasacarregaaintimidadedavizinhança,enquantoaescolatemcertaimponênciaque amedronta; *hápoucospaispresentes,portantodiminuioriscodaexposiçãopública; *existeumclimafamiliarparatrocaridéias,preocupaçõesetc.; * há relativa privacidade, onde expor a não-alfabetização dos pais não os condena publicamente. Depoisdealgumasreuniõesemcasasdeprofessores,ospaisnãomaisresistirama compareceràescolaondeseusfilhosestudavam. Poroutrolado,muitospaistrabalhamenãopodemcompareceràescolanohorário marcadoparaasreuniões.Elesestãolutandopelasobrevivência,queacabasendomais importantequeosestudosdosfilhos.Nessescasos,ouaescolasepropõeamarcarhorários adequadosparaqueamaioriadospaispossaviroucorreoriscodeperderoaluno.

Defendeaescolaquemaelapertence

Festajunina,diadasmãesediadospaissãoalgumasdatasdefestaspromovidas pelaescolacomparticipaçãodospais,quetambémprestigiamatividadesesportivasou culturaisnasquaisosfilhosestejamenvolvidosativamente.Participarcomoconvidadoé bem diferente de ajudar a organizar o evento e trabalhar no dia. Visitas têm pouco compromisso, enquanto os que pertencem à organização se empenham pelo sucesso. Vibramquandooconseguem,amargamquandofracassam. Oqueistosignifica?Aoparticipar,ospaissentem-seligadosàescola,passamater umenvolvimentoafetivocomela.Sofremquandoalgonãovaibem,comemoramsuas vitórias,Tomampartenãosónaeducaçãodosprópriosfilhos,mastambémnadosfilhos dosamigos.

Sóquemsesentepertencendoaumtimeodefendecomunhasedentes.Assim sãoospaisefilhosquesesentempertencendoaumaescola:todosformamumtime afetivoeeficiente. Umadasgrandesliçõesqueospaispassamaosfilhoscomsuasparticipaçõeséseu interesseemligar-seaumacomunidadeeajudá-la.Ospaismostramquetambémpodem exercerseusdireitosperanteaescola.Éumbomexercícioparaacidadania. Umfilhoquesóusufruiacasaenãocontribuiparasuamanutençãosobrecarregaos pais.Pior:não_aprendeapreservaroquelhepertence,opróprioquarto,Quemnãocuida deseuquartonãovaicuidartambémdacasaondemora,enãodesenvolveacidadania familiar.

0queasociedadepodeesperardeumapessoaquenemsequertemcuidadoscomo

lugarondemora?Estásendocriadoumcidadãosócomdireitos,semnenhumaobrigação. Umafamíliaquesóexigedaescola,semcontribuircomela,estáeducacionalmente aleijada, pois não desenvolve a cidadania escolar. E não me refiro ao pagamento da mensalidadeescolar.Faloderelacionamento,desaúdepsicológica.Nãoéapenasafria moedaquepagaumserviçoprestadoedesenvolveacidadania.

0pagamentodeumtrabalhoéodevido.

0reconhecimentopelotrabalhoéético,

nãoImportaquemsejaotrabalhador.

Aparticipaçãodospaisnaescolapoderenderoutrofruto.Nadacomopaisefilhos

realizandoumatarefajuntosparaaprenderemasecompornumaespéciedeconcretização

doafetivo.Umavezsóciosnumatarefamensurável,elespodemperceberacomposição

relacionalpuramenteafetiva,normalmentemaisdifícildeavaliar.

Asociedadeéformadaporpessoasqueserelacionamentresi.Relacionamentos

maisíntimosdesenvolvemvínculosafetivos,deatraçãoouderepulsão.Podemosteridéias

diferentes,cargoseganhosdiferenciados,statuseculturadesiguais,torcerparatimesrivais,

defenderposiçõespolíticasantagônicas,viassomostodossereshumanos.

Turmadospaisdaturmadeamigos

Seofilhotemamigosnaescola,comquemsaiparafestaseviagens,éimportante queospaisdosintegrantesdaturmaseconheçam,oqueevitaamanipulaçãoporpartedos jovens.Quandoosjovensmanipulamospaisnuncaéparaobem,esimparaaprontar alguma Quando é para o bem, eles não precisam de subterfúgios, declaram logo suas intenções.Écomooboletim:seestábom,mostram-noespontaneamente.Seopaitemde pedi-lo,émausinal Muitasvezes,osfilhosfazempedidosqueospais,nobate-pronto,negam.Mas,se argumentamqueospaisdosamigosdeixaram,tudomudadefigura.Acuadosetemendoser "quadrados"oudiferentesdosoutros,ospaisacabampermitindo. Todososjovenspressionamospaisdomesmojeito.Mesmoquenenhumdeles tenhadeixado,mentemdizendoquei,um"deixou.Atéqueumdospaisrealmentecede, acreditandonamentira.Epassaasercitadocomoexemploparaosdemais.Casoospais fossemconhecidosentresi,essemecanismoseriadesmontadofacilmente,nãoé? Se os pais dos jovens que formam uma turma não se conhecerem nem se comunicarementresi,estarãonasmãosdaturma,quevaimanipulá-losfacilmente. O que complica tudo é a embriaguez relacional. Em busca de sua própria personalidade, o jovem pode fanatizar alguns comportamentos e fazer deles a sua personalidade.Soma-seaessefanatismoofatodequererandarcomaturma,cujosvalores podemsermuitodiferentesdospregadospelafamília.Ali,écomosenãohouvessecensura aseusimpulsos. Aescolatemmaispossibilidadededetectaraembriaguezrelacional.Equando elaconduzàdelinqüência,aovandalismo,aousodedrogas,éseudeverconvocarospais, quesãoosverdadeirosresponsáveispelosadolescentes. Ospaistambémdevemseramigos-porqueosjovenspodemescolheracasadeum delesparaserolugardeusodedrogaspelogrupo.Ou,numagraveeventualidade de descobrirdrogasnoquartodofilho,seospaistiveramalgumrelacionamentoentresi,a justificativa"sãodrogasdomeuamigo"podesercomprovadaoudemolidasemdemora. Éinteressantesalientarqueosjovensvivemumperíododeonipotênciaquepode estarsomadaàonipotênciacausadapelousodetóxicos,oqueoslevaaconsiderar-se invulneráveistantoàsdrogasquantoaosprópriospais.

Se a escola abre suas portas para o usufruto dos pais de seus alunos, está favorecendoaformaçãodoespíritocomunitário,precursordacidadania. Outrobenefíciodaconvivênciaentreospaiséorodízioparalevarebuscarosfilhos nasfestasecasasdeamigos,possibilitandosaberondeecomquemofilhoestá.Nãono sentidodevigilância,masdecooperativaconvivênciahumana. Asescolasbemquepoderiamestimularessaconvivênciaoferecendoseusespaços. Quadrasesportivas,porexemplo.Ospaistendemaseconhecermelhoraopraticaresportes, acabandocomaidéiade"máscompanhiasparameufilho"ouatéconfirmando-a.Curiosoé queodesconhecidosetornamaisperigosoqueomalandrojáconhecido Eassalasdeaulaeventualmentepoderiamserusadasparareuniõesdepais.Em nossasociedade,háopéssimocostumedecadapaitentarsuperaroproblemacomseufilho à sua maneira. Assim, solitárias, as famílias enfrentam seus desafios. A troca de experiências sobre educação com outros pais traria opções de solução para o próprio problema.

CAPITULO11-ALUNOSEPROFESSORES:OSTIPOSMAISCOMUNS

Quematuanomagistério

háalgunsanoscertamente

jácruzoucomalgunstipos

básicosdealuno.Masexistem,

também,certostiposdeprofessor:

comqualdelesvocêseidentifica?

Afinalidadenão

éjulgá-los,mas

dar-lhesconsciência

paraquepossamsemodificar.

Qualquer aluno que deseja aprender de verdade aprende com professores, sem

professoresouapesardosprofessores.0alunoquequeraprenderégratoaoprofessorque

lhe ensina, absorve com facilidade o que ouve e digere com mais facilidade ainda as informações,transformando-asemconhecimentopraticamentesemexercícios.

O aluno que não tem professor, mas quer aprender, pode gastar muito tempo

procurandooquequeraprenderaté“chegarlá".Elepodeestudarbastanteumtema,para

chegaraofimdelee,depois,perceberqueotemposeriaomesmo(erenderiamuitomais)

setivesseestudadooutrotemamaisespecífico.

A escolha de um livro inadequado pode tirar o foco pretendido e, assim,

desestimularoaprendizado.0alunopodenãocompreenderoqueestáescrito,masseum

professorlheexplicasseumpouquinhomais,talvez,essealuno,numinstante,teriaoclique

doaprendizado.0ouvirpodeserindependente,masoaprenderdependemuitodavontade

doaluno.Seumprofessornãoconseguirdespertaravontadedeaprendernoaluno,suaaula

serápraticamenteinútil.

Existemprofessoresincompetentesquedesestimulamqualqueralunoaaprender.

Mas,mesmoassim,existemalunosquequeremtantoaprenderqueacabamaproveitando,

dealgummodo,oquetaisprofessoresfalam

Aoescreverestecapítulo,quisconscientizarosprofessoresdoquantosuamaneira

de dar aula pode interferir no conteúdo dela. Como o relacionamento professor-aluno dependebasicamentedosdois,amelhoraulaéquandooalunoqueraprendereoprofessor queresabeensinar.Noextremooposto,apioraulaéquandooalunonãoqueraprendereo professorincompetentenãoquerensinar.

Vinteeumtiposdealunos

1Esponja:éoalunoqueabsorvetudo.Anotaemdetalhesoqueoprofessorfalae

estuda sem fazer distinção. "Come" o que lhe põem à frente, o que não significa que aprendeutudo.Acabasabendodetudoumpouco,masnãoadquireumfoco.

2Peneira:utilizaumapeneira(filtro)paraselecionarapartequeiráaproveitarda

matéria.Ouvetudo,masanotasóoquelheinteressa.Quersaberapenasoquecainaprova.

Ignoraostemasquenãolheinteressamcomosenãoexistissem.

3Funil:parecidocomoesponja,represatudooqueprofessordizpararever,em

casa,commaiscalma,escolhendoomaterialaserselecionadoparaestudar.Écomose precisassedeixarparadecidirdepois,commaistempo.Carregamuitoparausarpouco.

4Salteado:apostanasorte.Masnãoéo"sorteado".Comonãosabeoquevaicair

naprova,arriscaeestudaqualquercoisa,umcapítulo,umtrechoouumtemaescolhidoao acaso,napáginaqueabrirprimeiro.SejaoqueDeusquiser!Chovendoounão,carrega consigoumguarda-chuvaporqueéoquetem.

5Sorteado:estealunotemfé,acreditaquevaicairtalpontoeestudasomenteele.

Écomoquemjogaemdeterminadobichoporquesonhoucomele.Temsempreumpalpite. Quantomaisconheceroprofessorouamatéria,maischancesterádeser“sorteado".Tem sempreumpalpiteantese/oudepoisdosorteio.Dizquesabiaqualeraopontoqueseria sorteado. 6Última-horista: umtipotradicional que só estudana véspera da prova efaz trabalhoescolarnafiladeentrega.Amaioriadasociedadebrasileiraé"última-horista", procrastinadora.Algunstrabalhamsónodiaqueantecedeopagamento.

7Ausentedecorpopresente:éoestudantequeaproveitaaaulaparaorganizara

agenda,fazertarefasdeoutrasdisciplinas,desenhar,entreter-secomjoguinhoseletrônicos, mexernocelular,conversarvirtualmentecomoutrosviae-mail,MSNetc.Prestaratenção naaula,nunca,aindaqueolheeventualmenteparaoprofessor,Estánolugarfazendohora, marcandopresença,porqueasuacabeçajáestánofinaldesemanadesdequinta-feiraou aindanãochegouàescolanasegunda-feira.

8Sintoniafina:altamentedesmotivadoedesconcentrado,temoradarligadoem

sintoniafinapararastrearecaptarqualqueroutrotemaquenãosejaaula.Assimqualquer barulho,conversaoumovimentochamammaisatençãoqueaprópriaaula.

9Autodidata:parafazerprova:nãoprestaatençãonaaula,faltamuito,nãosemata

deestudarenemseesforçapararealizarostrabalhosescolaresnoprazoestipuladopelo professor.Navésperadaprova,pegaolivroesepreparasozinho.Éoalunoautodidata, capazdeaprenderporcontaprópria,apesardoprofessor.Masémauorganizadordetempo, gasta-ocomcoisasdequenãoprecisaedepoissacrificatudoparapoderestudar.

10Chupim:écomoopassarinhopretoquebotaseusovosparaotico-ticochocare

criar.Nãoprestaatençãoàsaulas,nãoanotanadaenemlivrostem.Nahoradaprovacola

dequemsabe.Seminteresseemaprender,entranosgruposdetrabalhoescolarsópara

assinaronome.0chupimseaproveitadetodos,nadadandoemretribuição.Emgeral,todo

alunoprogressivotemumchupimemseusombros,comoumpapagaiodepirata.

11Formiga:éoalunoqueestudatodososdias,tendoounãoprovas-trabalhafaça

chuvaoufaçasol.Sabeamatériaenãosofrenassuasférias.Todaformigatemumaou muitascigarrasqueaprezam.

12Cigarra:éoalunoqueusasuasimpatiaealegriaparaconseguirdasformigas

tudodequeprecisa.Acreditaque,comseujeitinho,vaiconseguirtudo,idéiaquenãoestá completamenteerrada.Comasuaarte-canto,alegria,simpatia-julga-senodireitode receberoquedesejademãobeijada.

13Girafa:éoalunoquefalapouco,aparentementesempre"naboa",nãofazmala

ninguém, ouve o canto da cigarra, espia o trabalho da formiga. Não precisa ameaçar, agredirnemcompetircomosoutros,massedefenderazoavelmentebem,quandoatacado.

14Gorila:éoalunoenfezadoemal-humoradoquasequepornatureza.Ficairritado

eenfadadocomtudoereageagressivamentecontratodos.Geralmentesozinho,seuespaço vitalégrandeporquenãotoleraninguémporperto,muitomenosoprofessor.Temidopelos colegas,consegueoquequerusandoaforçafísica,muitasvezesaperfeiçoadacomartes marciais,paraeliminarrapidamentequemoincomoda.

15Príncipe:éoalunocujoreinadojácomeçanaescola,mesmoqueoreiainda

estejanabarriga.Achaquemereceomelhorlugar,amelhornota,omelhorelogio Basta existir,quetodosdevemreverenciá-lo.Paraqueeleprecisasercompetentesesãoosoutros quedevemservi-lo?

16Tantofaz:éoalunoquesefazdeindiferenteatudooquelheaconteceouque

estejaacontecendocomseuscolegas.Seraprovadooureprovadonãofazdiferença.Nadao atinge,nadaomotiva.Paraestetipo,parecequeoprofessornãoexiste.

17Perdulário:éoaluno,geralmentemuitoricomaterialmente,porémpobrede

espírito,poisachaquepodecomprartodomundo,arrotandomuitoperu,mesmoquetenha comidomortadela.Valorizaoscolegaspeloqueelestêmenãotemomínimorespeitocom quemépobre,mesmoquesejaoprofessor.

18Sadim(palavrausadapeloempresárioeescritorRicardoBellino,éumanagrama

deMidas-oquetocaviraouro):movidoainvejadestrutiva,estealunocombatesempre

aquelequetiramelhoresnotasouganhaumjogo,issoporque,nofundo,elejulgaque quemmereceoprêmioéele.Soltaboatosdestrutivosembenefíciopróprio.Éprecisoque seidentifiqueoSadimparanãoseratingidoporele.

19Mimado:éoalunomotivadopelomimo.Paraseragradado,fazoimpossível,o

inadequadoouatémesmooquenãogostariadefazer.0seuegosealimentadeelogios,

destaques'positivos,pontinhosamaisnasnotas,medalhinhasetc.

20Vítima:éoalunoquesesentesempreperseguido,todosqueremprejudicá-lo,

ninguémnotaquandoelefazalgodebom,mastodoscaemmatandoseelecometeum errinhoqualquer.

21Adulador:éoalunopuxa-saco,odiadopeloscolegas,porqueparaagradaro

professor,fazdetudo,atéoqueosseuscolegasnãofariamdejeitonenhum.Bemdiferente doagradonaturalentresereshumanoscivilizados. Dificilmente um aluno se enquadra em apenas um dos tipos. São vários funcionandosimultaneamenteque,conformeointeressedoalunopelamatériaoupelo professor,podemserbastanteevidentesoudisfarçados.

Deztiposdeprofessores

Maisdoquefazercaricaturas,meuobjetivoéapresentaralgumasinformaçõesque estimulem o professor a refletir sobre sua atuação em classe para que melhore seu desempenho. Seumprofessorestádispostoatornarsuasaulasmaisinteressantes,masnemsabe porondecomeçar,oqueseráqueestáfaltando?Ébomterconsciênciadofuncionamento da aula. Sabendo de onde ela parte, como está funcionando agora e adquirindo mais informaçõessobreoutrostiposdeaula,oprofessorpodechegaraumautoconhecimento maiseficazerealizaragrandemudançaparaoestiloquegostariadeadotar. DeacordocomaTeoriaIntegraçãoRelacional,oprimeirorequisitoparaqueum professorconsigabonsresultadosparaamudançapretendidaéconhecerbemasi.Teriao professortentadoavaliar-sesegundooolhardeseusalunos?

1Umalunofazamédia:trintaenovealunostiraramnotabaixanasuaprova,mas

oprofessornãoseabalaporqueteveumquetirounota8.Issosignificaque,seumaluno

tevenotaboa,oproblemaédosdemais,poistodostiveramamesmachance.Sesuaaula

fosseruim,ninguémtiraria8.Ostrintaenoveforammalporquenãoprestaramatenção.

"Euestoucumprindominhafunçãodeensinar,tantoqueumalunoprestouatençãoese saiubem." Essetipodeprofessortemumagrandevaidadepessoal:avaliaseudesempenhoem classeemfunçãodomelhoralunoenãodamédiadosestudantes.Seumdospresentesestá interessado,valeu!Aaulaéinteressante. Pretensõesdoprofessor:quetodosseguiempeloalunoquetirouanotamaisalta, pretendendonivelartodospelomaiorrendimento. Resultados:desestimulaosalunosmédios,aniquilaosfracoseamaioriadesistede estudar, a não ser para as provas, porque não se sente reconhecida nos seus esforços pessoais. Qualidades:poucas.Faltaolharparaoprópriodesempenhocomoprofessor.Quem

tirou8podeterestudadoemoutrasfontesenãonasuaaula.

Defeitos:nãolevaemconsideraçãoasmúltiplasinteligênciasdeGardner,provoca repetênciadesnecessáriaemigraçãoescolar. Estratégiadosalunos:édifícilenganaressetipodeprofessor,masosestudantes podemsedesinteressarcadavezmaisdamatériaedispordeumajustificativacomovente:a classetodafoimal.Ospaistornam-semaistolerantes,porque,afinal,seufilhoestána média.Nasprovas,muitosalunosvãoquerersentarpertodaquelequetirouanotamaisalta daclasse.

2Superexigente:éaquelequeenquantonãotiversilêncioabsoluto,nãoiniciaaula.

Enquanto passa a matéria, o silêncio é tanto que dá para ouvir uma mosca voando. Ameaçador,eleapavoraseusalunos.Amarraseuscorposnacarteiraenquantoamordaça seus cérebros. Transforma adolescentes em seres inanimados perante a autoridade em classe.E,dessemodo,negaacondiçãomáximadainteração:todorelacionamentohumano éinterativo,inclusiveodeprofessorealuno.Énaturalqueosestudantessemanifestem ocasionalmente,aindamaisseforemadolescentes. Pretensões do professor: exigir o máximo dos alunos, também quanto ao comportamento,paraqueassimrendammais.

Resultados:seaqualidadedaaulaforboa,algunsalunosprocuramcorresponder positivamente.Estaconcentraçãoobrigaoalunoaficarquieto,eaprimeiraconversinhaé logo descartada. Outros acabam desenvolvendo um medo do professor - que procura resolvertudonasprovasescritasparanãoprecisardeumaavaliaçãoindividualouoral. Qualidades:osilêncioéótimoquandoresultadointeresseespontâneodoalunoem ouviroprofessor.Ajudaquemquerprestaratenção. Defeitos:comoaaulanãotemparticipaçãodiretadosalunos,muitospodemse desligarporquenãoconseguemmanteraconcentraçãoportantotempo."Aminhaaulaé ótima,oqueatrapalhasãoosalunos." Estratégiadosalunos:emboraseusolhosestejamfixosnoprofessor,opensamento

viajaparalongedali.0professorpodeprenderocorpodoaluno,jamaisseuspensamentos.

3Estupradormental:suafalaécomoumrolocompressorquevaipassandopor

cimadetodososalunos,independentementedecomoseencontremnaquelemomento.Ele entraesaidaclassefalandoouescrevendo,freneticamenteotemadamatéria.Nãodá espaçosequerparaoalunoreagir.Osestudantespodematéconversar,maselecontinua falando.Nãofazquestãodosilêncioabsoluto,Naverdade,essetiponãoligaparaaclasse. Egoísta,dáaulaparasimesmo,parademonstrarseusconhecimentos.Esaisatisfeito,coma sensaçãodequeaaulafoimuitoboa.Cumpriuseudever.Poucoseimportacomooutro. Pretensões do professor: "Alunos atrapalham as aulas. Se eles ficassem todos quietinhosameouvir,euseria.adiferente,mascomonãoficam,umdosjeitoséirfalando paraqueelesparemdefalar.Voufazendoaminhaparte,elesquesevirem." Resultados: i-na] preparados, os alunos geralmente não acompanham a matéria, apenascopiammecanicamenteoqueoprofessorescreveunalousa.Talprofessornãotem boaaceitaçãodosalunos. Qualidades:esseprofessorexpõesuamatériaconformeapreparouenãosedeixa influenciarporatrasos,incidentesououtrosmovimentos. Defeitos:orendimentoéprejudicado. Estratégiadosalunos:podemaproveitaraaulaparaestudaroutrasmatérias,fazer trabalhosetc.Àsvezes,nemolhamparaoprofessor.E,quandochegaahoradaprova, recorremà"decoreba",àscolas,aosestudosdeúltimahoraouaosprofessoresparticulares.

4Carrasco:sempreexigemaisdoqueensinou.Nasmãosdele,aavaliaçãoviraum

chicote.Perguntaorodapédasenciclopédias,aerratadosjornais.Seduranteobimestre

deuexercíciosdedificuldadeprogressivade1a10,naprovaelepede1S.Elaboraas

questõescomtamanhadificuldadequeéimpossívelresolvê-las. Pretensõesdoprofessor:bastanteparecidascomasdotiposuperexigente,mascom adiferençaqueestetemvontadede“explorar"oaluno.Muitopróximoaosadismo,parece atéquesesatisfazumpoucocomossofrimentosdosalunos,comasensaçãodevingança cumprida.Onipotente. Resultados:apesardeaparentementeestardentrodalei,nenhumalunovaichegara teroconhecimentoqueeleexigedasuamatéria. Qualidades: o professor-carrasco exige o máximo do aluno, que, se tentar corresponder,poderáprogredirmuito,estimuladopelodesafiodasuperação. Defeitos:correoriscodecriarnosestudantesaversãoàmatéria. Estratégiadosalunos:comoamaiorianãotemmeiosdeaceitarodesafio,dáum jeitodeburlarasnormas."Xeroca"ocadernodomelhoralunonavésperadaprovaou simplesmentecola.

5Tantofaz:nadaoatinge.Seoalunoaprendeu,ótimo!Senãoaprendeu,ótimodo

mesmojeito,poisaobrigaçãodeaprenderédoaluno.Chegaràsaladeaulaantesoudepois doprofessorpoucoimporta.Dizquenãoquermalaninguém.Paraele,qualquerresultado estábom.Meioanárquicoedesorganizado,esteprofessorestáali,àfrentedaclasse,quase comoumaformalidade.Nãoédeexigirmuitoemprova.Seoalunosequeixa,elevêsedá paramexeremalgumacoisa.Senãoreclama,continuatudocomoestá.Essetipoapresenta uma espécie de indiferença, uma das piores posturas para qualquer emprego,

principalmenteparaoeducador.0piordetudoéqueosalunosnãosesentemimportantes

paraoprofessor,eoestudanteprecisasentirqueévalorizadoparaseenvolvernoprocesso

doaprendizado.

Pretensõesdoprofessor:nãoserincomodadoporninguém,anãoserquepossaser

prejudicado.

Resultados:nãoconsegueoentusiasmodosalunos,poiselelidadamesmamaneira

comnotasbaixasealtas.

Qualidades:casotenhaalguma,comcertezaémuitomenorqueosdefeitos.

Defeitos:raramente o aluno consegue aprender alguma coisa com umprofessor assim.Atendênciaéquepasseaseacomodarcomomínimo.Paraele,essaaulatantofaz. Estratégiadosalunos:oprofessorentranaclasse,eosestudantesnempercebema presençadele.Continuamoqueestavamfazendo. 6 Crânio: é um profundo conhecedor de sua disciplina, mas um péssimo comunicador.Sabetudosobreamatéria,masnãoconsegueexplicarnada.Portimidez, desorganizaçãonaformadeseexpressaroufaltadecapacitaçãoparaopapeldeprofessor, ele não consegue transmitir seus conhecimentos - que são vastíssimos. Algo dificulta, paralisa ou tumultua a comunicação de seu saber. A grande maioria não aprendeu a representaçãocênicadopapeldeprofessornemaseapresentardiantedeuma"platéia"de estudantes.Precisamuitodo"avental"doprofessor. Pretensõesdoprofessor:conseguirpassaroquesabeaosalunos. Resultados: os alunos sentem que o professor não tem autoridade educativa, portanto,tumultuamaaula. Qualidades:sãopoucas,umavezqueocorredesperdíciodetalento.Asvantagens podemapareceremtemposdevestibular:quandoosalunossepõemaresolverexercícios que caíram em várias provas e encontram dificuldades nas questões, eles, em geral, procuramessetipodeprofessor,eoresultadocostumaserprodutivo.Équenessaocasiãoo alunoestáprontoparaouvir. Defeitos:rigorosonaavaliação,esseprofessorexigemuitoalémdoqueconseguiu

ensinar,nãoporespíritovingativoousadismo,masporacharqueoalunodevesaber.0

grandeperigoédesmotivaroestudanteparaoaprendizado. Estratégiadosalunos:comoaprendempouco,tendematumultuaraaulaeautilizar recursosvariados(inclusiveacola)parapassardeano.

7Vítima:sofrecomaclasse,quedescobreumprazersádicoem“torturá-lo".Vale

tudoparatumultuaraaula.Enquantoimplorasilêncio,"peloamordeDeus",umalunoestá

atrásdele,imitandoseusgestos,dando-lheunscascudos,fazendogozações.Serálembrado

pelorestodavidacomoumprofessor“zoadopelaclasse".Dificilmentealguémseesquece

deumprofessor-vítima.

Comoelenãoconsegueseimpor,muitomenosassumirafunçãodecoordenadorda

classe,osalunosfazemoquequeremmesmo!Tudofuncionadeacordocomaboavontade

dosestudantesemcooperarounão.Elevivepedindoclemênciaaosalunos-"Nãofaçam issocomigoe,àsvezes,chegaatéachorar. Pretensõesdoprofessor:umdiadominarosalunosedaraquelaaulainesquecível paratodoseles. Resultados: consegue mobilizar alguns alunos em sua defesa. Sua competência profissionalquasenemaparece,tamanhaéadificuldadedeserelacionarcomosalunos maisquerelantes. Qualidades: poucas Os alunos escolhem sua aula para bagunçar e, no final, aprendemmuitopouco.Osalunosnãorespeitamquemnãosabesedefender. Defeitos:elenãoconseguedaramatéria.Quandochegaaofinaldaaula,desgastado detantosofrercomaclasse,dizacélebrefrase:"Vouconsiderarestamatériadada".Nem assimosalunossepreocupam. Estratégiadosalunos:descobremasmaneirasmaisvariadasdetumultuaraaula, dandopreferênciaabrincadeirasfocalizadasnafiguradoprofessor.Nahora daprova, recorrem à cola ostensiva do livro ou trocam as provas com os colegas. Esse tipo de professor é uma alegria para os alunos. Ele precisa vestir urgentemente o avental comportamental para proteger sua pessoa, tão vulnerável, que é atingida na pele por qualqueraçãodeseusalunos. 8 Sedutor/seduzido: atraído por conversa, beleza, status, poder ou outra característica de um aluno, o professor torna-se extremamente parcial em seu comportamento:tendeafacilitar,favorecerouprivilegiaresteouaquelealuno,fazendo umadistinçãonítidaentreeleeosdemais.Aaulapassaaserdadaparaele. A classe, que logo percebe o jogo, pode sentir-se injustiçada e rejeitada. 0 "preferido",porsuavez,nemsempreseachaconfortávelnessaposição.Aocontrário,pode sentir-seprejudicado,mal-interpretadoeexploradonumavantagemquenãotemnadaaver comoscritériosdaaula.Sendorico,porexemplo,ebajuladoportodos,atémesmopelo professor,nãoganhaumaidentidadepessoal,massesobressaidevidoaopoderdafamília. Seaorigemdaadmiraçãoforbeleza,forçafísicaouqualqueroutroatributopessoal, sua identidade é reconhecida, mas há risco de muitas complicações. Não é incomurn professoressecasaremcomalunos,masdissopoderesultarumatremendaconfusãode papéis,prejudicandotodos.Numaclasse,todosdevemterdireitosiguais,inclusivepara

aprenderemasercidadãos.Quandodemonstranitidamenteapreferênciaporumalunoem detrimentodosoutros,emgeral,oprofessoréridicularizado.Nuncavialguémserbem consideradoporcairnasedução,principalmenteseforasexual.Geralmenteacabasendo tachadodeboboeridículo.Perdeaautoridadeperanteaclasseetemdeapelarparao autoritarismoparaconseguirdominaraturma.Hácasos,emcertasescolas,queemdiasde prova com um professor sedutor/seduzido, as moças usam decotes bastante ousados e fazemposesprovocantessomenteparadistraí-lo. Pretensõesdoprofessor:podeserdesdequereralimentaropróprioego,geralmente frágil,atéestardefatoapaixonadopeloaluno. Resultados: prejudica os estudos do aluno e, freqüentemente, a profissão de professor.Podeesteserprocessadopelospaisdomenorporabuso.Umprofessorqueperde orespeitodosalunosnãoconsegueterautoridadeeducativaparadaraulas. Qualidades:podeusaraseduçãopeloladobom,caprichandomaisparadaraaula, fazendocomqueaclassesesintabeneficiada,jáqueeledemonstrasermaistolerantecom ela.

Defeitos:quasesempreessecomportamentoéantipedagógico.0alunopodeextrair

vantagensdessarelaçãoemanipularoprofessor. Estratégia dos alunos: quando querem obter algum benefício, apelam para o "preferido",queviraporta-vozdaclassee,emgeral,temseupedidoatendido.Assima classeaprendeamanipularoprofessor.Investenoqueoatraiemproveitopróprio. 9 Crédulo: excessivamente compreensivo e democrático, ele debate qualquer assuntoeacreditaemtudooqueoalunodiz,independentementedeserverdadeounão.Se oestudantealegaquenãoentregouotrabalhoporqueopaificoudoente,tudobem,elelhe dáoutraoportunidade.Nãoimportaqueadoençadopaitenhaocorrido"cincoanosatrás"e hojeeleestejamuitobem.Seosalunosalegameargumentamquetalprofessorjápermitiu aclassefazeroqueestãopedindoagora,entãoeledeixarámaisumavez. Pretensões do professor: acreditar em quemquer que seja, porque ninguémiria mentirparaele.Aindaquestionaquemlheadverte:"paraqueoalunoiriamentirpara mim?"

Resultados:debonzinho,esteprofessorpassaaser"bobonzinho".Professoresassim

nãoconseguemorespeitonecessárioparadaraulas,massãoqueridospelosalunos.

Qualidades.oalunosefazouvir.Porserqueridopelosalunos,esteProfessorpode mobilizaracooperaçãodaclasseeproduzirbonsresultados. Defeitos:éfácilserenganadoemanipulado.Sealgunsrespeitamessaposição,a maioriaabusa. Estratégia dos alunos: os mais espertos podem abusar da boa vontade deste professor,ementemdescaradamenteparaobtervantagens,principalmenteemnotas,em prorrogaçãodoprazodeentregadostrabalhosetc.

10Superatual:usaeabusadenovidades,comorecursosdeinformática,internei,

informações de jornais e revistas, temas abordados em novelas, seriados de sucesso, resultadosdejogosesportivos,tudo.Despertaomaiorinteressenaclasseporqueincorpora asaulasasúltimasnotícias,invençõeseavanços. Pretensõesdoprofessor:conservaramesmalinguagemdosalunos,principalmentea dosadolescentes,trazendoavidadelesparadentrodasaladeaula. Resultados: geralmente são muito bons. Os alunos participam ativamente e aprendemacomunicaroquepensam.Umbomexercícioparaavida. Qualidades: a maior é solicitar a Participação dos alunos, que devem levar novidadestambém.Afinal,eleestásempreprontoaaprender.Écapazdedarumaaula dinâmicaeinteressante.Essetipodeprofessorcostumafazersucessoentreosalunos. Defeitos:quandoexagera nanovidade, tirando o foco da aulasem relacionar o assuntoàmatéria.Éprecisocritérioparaselecionarnovidades. Estratégiadosalunoslevarcadavezmaisnovidadesparadesfocaraaula,porque paraosalunos,aescolaéboa,oqueatrapalhasãoasaulas Essessãoalgunsdostiposdeprofessor.Entretanto,podei-nosrelerosvinteeum tiposatráscitadosparadescreveralunos:seráigualmentefácilfazeratransposiçãodessas característicasparaosprofessoresevice-versa.Ouseja,cadaqualnoseupapel,professores oualunospodemvestir-secorriostiposelencados-etodosperceberemosquantotaistipos são pertencentes às características da personalidade humana Entretanto, as maiores reclamaçõesdosprofessoressurgemparaosalunosdotipogorila,mimado,sadimevítima.

Professornota10

Éoatualizado,competente,éticoeintegradorelacionalmente.Éaqueleque,apartir de episódios práticos e cotidianos dos alunos, consegue introduzir os conhecimentos teóricos,paraqueosestudantespassemadominarofenômeno.Eleconseguedespertarno alunoodesejodeaprenderpeloprazerdesaber.SãoosconstrutoresdofuturodoBrasil,

porque são mestres na formação dos cidadãos felizes, competentes, educados, éticos e progressivos. Cadacidadãoético,competente,felizeProgressivotrazdentrodesiaimagemviva deumdesseseducadoresesempredemonstragratidãoereconhecimentopelasuaajuda, homenageando-osempreportê-loacompanhadodesdeostemposdeestudante. Otipoperfeitodeprofessoréoquetemacapacidadedeseadaptaràscaracterísticas doalunocorriafinalidadedeestabelecerumbomrelacionamentoparaoaprendizado. OsbebêseascriançasforamosgrandesmestresdePiaget,opaidoConstrutivismo. Osadolescentesforamosmeusmestres,porqueelesmeensinaramcomofuncionam! EusimplesmenteteorizeiseusfuncionamentosquandocrieiaTeoriadoDesenvolvimento

BiopsicossocialdaPuberdadeedaAdolescência,queestáemPuberdadeeAdolescência-

DesenvolvimentoBiopsicossocial.

Oeducadoraprendecomoseuestudante;

omestreaprendecomoseudiscípulo;

osgrandesmestresdomestresãoseusprópriosalunos.

CONCLUSÃO

SOMOS TODOS IGUAIS: temos a mesma carne, respiramos o mesmo ar. Circunstancialmente,umsabemaisdoqueoutrosobredeterminadoassunto,mas,assim queensina,eooutroaprende,osabertorna-seumbemcomum. Assimavidavaiirrigandoterrenosingênuos,deondebrotarãomaissaberes.As pessoas são como veículos, que tanto podem ser dirigidos por bons quanto por maus motoristas existenciais. Felizmente alguns desses motoristas estão sempre dispostos a aprendernovoscaminhos. ConscientesvivemaIntegraçãoRelacionalnasuaplenitude. Criativosdescobremnovasreceitaspararotineirascomidas.

Responsáveispraticamosprojetos,porquetudoquecomeçatemummeioeatinge

seufim.

Afetivosvibramcomasaventurasedescobertasdosalunos,aliimentandoaauto-

estimadetodos.

Sensíveispermitemquesuaslágrimassemisturemàsqueescorremdosolhosdos

outros.

Generososensinamoscaminhospercorridoscommaisamor.

Eternosaprendizessabemquequantomaisestudammaisseusalunosaprendem.

Eassim,

essessábiosprofessores

transformamosaber

emsaborealegriadeviver.

IçamiTiba