Você está na página 1de 3
Seediscussions,stats,andauthorprofilesforthispublicationat: https://www.researchgate.net/publication/278676110 Geologia do

Seediscussions,stats,andauthorprofilesforthispublicationat:https://www.researchgate.net/publication/278676110

ConferencePaper·May2014

CITATIONS

0

5authors,including:

ConferencePaper ·May2014 CITATIONS 0 5authors ,including: ValterVieira CompanhiadePesquisadeRecursosMinerais 29

29 PUBLICATIONS 107 CITATIONS

READS

724

Someoftheauthorsofthispublicationarealsoworkingontheserelatedprojects:

GeologicIntegrationofEspíritoSantoStateViewproject Viewproject

AllcontentfollowingthispagewasuploadedbyValterVieiraon18June2015.

Theuserhasrequestedenhancementofthedownloadedfile.

Mapa Geológico Escala Original: 1:400.000 Geologia do Estado do Espírito Santo PRODUTO: Mapa Geológico do
Mapa Geológico Escala Original: 1:400.000 Geologia do Estado do Espírito Santo PRODUTO: Mapa Geológico do

Mapa Geológico

Escala Original:

1:400.000

Geologia do Estado do Espírito Santo

Original: 1:400.000 Geologia do Estado do Espírito Santo PRODUTO: Mapa Geológico do Estado do Espírito Santo

PRODUTO: Mapa Geológico do Estado do Espírito Santo

EXECUÇÃO: DEGEO – SUREG/BH*

LOCALIZAÇÃO: Região sudeste do Brasil

OBJETIVO: Elaborar o Mapa Geológico do Estado do Espírito Santo contemplando compilação e atualização de informações geológicas, integração de dados geoquímicos, geofísicos desse estado, na escala 1:400.000, estruturados em ambiente GIS. Este produto permitirá produzir o panorama das rochas ornamentais no estado e auxiliará ao levantamento geológico dos materiais da construção civil.

CONTEXTO GEOLÓGICO: A área estudada

está situada no Orógeno Araçuaí do Sistema de Orógenos Brasiliano III ou Setor Norte da Província Estrutural Mantiqueira e no contexto do Ciclo Orogênico Pan-Africano/ Brasiliano representado por cinturões móveis, faixas de dobramentos ou orógenos paleo-proterozóicos a cambrianos formados durante a aglutinação do Gondwana Ocidental.

RECURSOS MINERAIS: Todos os maciços Pós-orogênicos possuem potencialidade para extração de rochas ornamentais. Dados inéditos são as cartografias dos maciços Aracruz (Produtor de rocha ornamental – Ex.: Norito – nome comercial= Preto

Aracruz, Aracruz Black) e Fundão (Produtor de rocha ornamental – Ex.: Norito – nome

comercial = Preto Cajugran, Preto Aracruz).

O Complexo Nova Venécia ocupa uma grande

área na porção sudeste do estado (Produtor de rocha ornamental= nome comercial= Ex.: Purple Dunes, Blue Jaguar) e as suítes Ataléia (Produtor de rocha ornamental= nome comercial= Ex.: Arabesco) e Carlos Chagas (Produtor de rocha ornamental= nome comercial= Ex.: Icaraí Ligth, Branco Primata). A Suíte Bela Joana (Gra-hb-opx- cpx charnockito com enclaves de granada-

sillimanita gnaisse, ortognaisse enderbítico

a tonalítico) que adentra o sudeste do

estado se estende até a localidade de Perocão, a norte da cidade de Guarapari, Trata-se de uma unidade que é explorada para material de construção (Ex.:Pedreira Britamar, em Guarapari).

Santo (Ludka, 1991); d) Corte do Mapa Geológico do Brasil na escala 1:2.500.000 (Bizzi et al, 2003). A utilização de ortofotos e dos dados geofísicos aeromagnetométricos e aerogamaespectrométricos recentes foram importantes neste trabalho. Foram realizadas várias campanhas de campo em áreas de conflitos cartográficos. O produto gerado disponibilizado à sociedade é uma ferramenta de grande potencial para fomentar investimentos no setor mineral do estado, para subsidiar a implantação de políticas públicas e promover o desenvolvimento regional.

STATUS: Mapa Geológico concluído em 2013. Nota técnica em fase de elaboração.

SÚMULA DE PRODUÇÃO

Afloramentos descritos

152

Amostras de rocha

80

Amostras selecionadas para laminação

33

Análises petrográficas

30

Amostras para análise litogeoquímica

02

Análises de geoquímica de rocha

02

Nota técnica

Fase de elaboração

* DEGEO – Departamento de Geologia SUREG/BH – Superintendência Regional de Belo Horizonte

INOVAÇÃO E POTENCIALIDADE: Integração de mapas geológicos PRONAGEO/CPRM/ Universidades realizados pela UFMG, UERJ, UFES e CPRM e projetos do PLGB:

Cachoeiro de Itapemirim e Mimoso do Sul. As áreas descobertas pelas cartografias acima mencionadas foram integradas pelos seguintes trabalhos: a) Folha Cachoeiro de Itapemirim – escala 1:250.000 (Vieira, 1997); b) Geologia do Quaternário Costeiro do Litoral do Rio de Janeiro e do Espírito Santo

(Martin et al. 1997); c) Geologia, petrografia

e geoquímica do complexo intrusivo de

Jacutinga-Torre, Mimoso do Sul, Espírito

c) Geologia, petrografia e geoquímica do complexo intrusivo de Jacutinga-Torre, Mimoso do Sul, Espírito www.cprm.gov.br
c) Geologia, petrografia e geoquímica do complexo intrusivo de Jacutinga-Torre, Mimoso do Sul, Espírito www.cprm.gov.br

www.cprm.gov.br

c) Geologia, petrografia e geoquímica do complexo intrusivo de Jacutinga-Torre, Mimoso do Sul, Espírito www.cprm.gov.br
c) Geologia, petrografia e geoquímica do complexo intrusivo de Jacutinga-Torre, Mimoso do Sul, Espírito www.cprm.gov.br
Mapa de Recursos Minerais Escala Original: 1:400.000 Recursos Minerais do Estado do Espírito Santo PRODUTO:
Mapa de Recursos Minerais Escala Original: 1:400.000 Recursos Minerais do Estado do Espírito Santo PRODUTO:

Mapa de Recursos Minerais

Escala Original:

1:400.000

Recursos Minerais do Estado do Espírito Santo

1:400.000 Recursos Minerais do Estado do Espírito Santo PRODUTO: Mapa de Recursos Minerais do Estado do

PRODUTO: Mapa de Recursos Minerais do Estado do Espírito Santo

EXECUÇÃO: DEREM/ DEGEO/DGM*

LOCALIZAÇÃO: Região Sudeste do Brasil

OBJETIVO: Elaboração do Mapa de Recursos Minerais do Estado do Espírito Santo na escala 1:400.000 e composição de um relatório com descrição sucinta dos aspectos econômicos das substâncias minerais cadastradas, com ênfase ao segmento das rochas ornamentais e da sua cadeia produtiva.

CONTEXTO GEOLÓGICO: A área estudada se situa no Orógeno Araçuaí do Sistema de Orógenos Brasilianos III ou Setor Norte da Província Estrutural Mantiqueira e no contexto do Ciclo Orogênico Pan- Africano/Brasiliano representado por cinturões móveis, faixas de dobramentos ou orógenos paleo-proterozóicos a cambrianos formados durante a aglutinação do Gondwana Ocidental.

RECURSOS MINERAIS: Granitos e mármores. Mais de 90% dos investimentos do parque industrial brasileiro neste segmento são realizados no Estado do

Espírito Santo, constituindo-se uma referência mundial em mármore e granito. As empresas Guidoni, Tracomal e Thorgran são consideradas três das maiores produtoras de rochas ornamentais do estado

e do Brasil. Os cadastramentos

rochas ornamentais do estado e do Brasil. Os cadastramentos foram realizados nas regiões de Alto Laje
rochas ornamentais do estado e do Brasil. Os cadastramentos foram realizados nas regiões de Alto Laje

foram realizados nas regiões de Alto Laje e Alto Sobreiro, no distrito de Baunilha e na zona limítrofe entre os municípios de Afonso Cláudio, Venda Nova do Imigrante e Conceição do Castelo, onde existem minas de rochas ornamentais. Foram visitados portos de areia e pontos de extrações de argilas ao longo do Rio Doce. Várias minas de mármore foram percorridas na megalente entre Itaoca e Vargem Grande. Os dados de petróleo e gás natural “offshore” e “onshore” foram fornecidos pela ANP. Foram analisados relatórios de pesquisa e anual de lavra no DNPM em Vitória. As gemas são encontradas nos municípios de Pancas, Aracruz, Santa Tereza e Mimoso do Sul.

INOVAÇÃO E POTENCIALIDADE:

Os levantamentos dos recursos minerais mostraram a potencialidade mineral do Estado do Espírito Santo exemplificando os maciços Aracruz (Produtor de rochas

ornamental – Ex.: Norito – nome comercial= Preto Aracruz, Aracruz Black), Maciço Fundão (Produtor de rocha ornamental

– Ex.: Norito - nome comercial = Preto

Cajugran, Preto Aracruz). O Complexo Nova

Venécia (Produtor de rocha ornamental

– nome comercial= Ex.:Purple Dunes,

Blue Jaguar), Suítes Ataléia (Produtor de rocha ornamental= nome comercial= ex.:

Arabesco) e Carlos Chagas (Produtor de rocha ornamental= nome comercial= Ex.:

Icaraí Ligth, Branco Primata, etc

continuidade para sudeste, aumentando

muito o potencial para exploração de rochas ornamentais no Estado do Espírito Santo. A ocorrência dos basaltos alcalinos de Abrolhos e as rochas ignimbríticas de composição riolítica no Rio São Mateus caracterizam um vulcanismo bimodal que podem estar subaflorantes, constituindo em área potencial para exploração de petróleo e gás.

STATUS: Mapa de Recursos Minerais concluído em 2013. Síntese Geológica Preliminar: concluída.

SÚMULA DE PRODUÇÃO

TÍTULOS LEVANTADOS NO DNPM (2013):

Areia

1615

Conchas calcáreas

58

Rochas silicatadas

322

Mármores

232

Fosfato

131

Sais marinhos

59

Água mineral

83

Feldspato

33

Caulim

150

Berilo

19

Bauxita

41

Argilas

494

* DEREM – Departamento de Recursos Minerais DEGEO – Departamento de Geologia DGM – Diretoria de Geologia de Recursos Minerais

) têm

www.cprm.gov.br

Minerais DEGEO – Departamento de Geologia DGM – Diretoria de Geologia de Recursos Minerais ) têm
Minerais DEGEO – Departamento de Geologia DGM – Diretoria de Geologia de Recursos Minerais ) têm