Você está na página 1de 1

Biologia e Geologia - 11 Ano

Ano letivo 2017-2018

Ficha Informativa

_____________________________________________________________________________

RNA interferente [iRNA]


Parece a histria de um rei destronado pelos seus sbditos. Eficazes e zelosos, os RNA
estiveram na sombra de sua majestade, o DNA.

Monges copistas" intracelulares, os cidos ribonucleicos encarregados de transmitir a palavra


eram intermedirios entre o DNA e as protenas. Mas, num espao de cerca de uma dzia de
anos, uma verdadeira revoluo aconteceu no palcio, colocando o DNA, considerado vedeta,
em segundo plano.

Os RNA interferentes (iRNA) tomaram uma posio dianteira na cena. Eles revelam-se
poderosas excelncias, sendo capazes de reduzir os genes ao silncio.

O RNA interferente est presente em todos os organismos evoludos desde os nematodes aos
seres humanos. Foi posto pela primeira vez em evidncia em 1990. Considera-se que este
cido nucleico est no cruzamento de caminhos: tem a composio do RNA mensageiro e a
forma em cadeia dupla da molcula de DNA.

Se bem que a sua descoberta seja recente, tudo decorre muito rpido neste domnio, estando
actualmente grande parte dos sectores da biologia a dedicar-lhe ateno. Admite-se que
emergiram h cerca de um milhar de milho de anos, tendo permitido aos organismos
multicelulares defenderem-se dos vrus. Eles eram capazes de referenciar muito depressa as
cadeias de RNA estranho, reduzindo-as ao silncio antes que elas se multiplicassem e que os
vrus colonizassem o organismo. Muito poderosos para ficarem confinados somente nesta
tarefa, os RNA interferentes tambm inactivam os prprios genes indesejveis do organismo,
que possam ter surgido por mutao. Nada de mais fcil para eles: um iRNA pode intercetar
um mRNA de um gene mutante antes de ele ser traduzido e originar uma protena imprpria,
tal como faz com o RNA viral. Em certas patologias como o cancro, sabe-se que so
sintetizadas protenas patognicas. A este nvel, os iRNA podem desempenhar um papel de
superanticorpos capazes de bloquear essas snteses.

Science et Avenir. Novembro 2003

In: Terra, Universo de Vida. Guia do Professor. Biologia e Geologia 11 Ano. Porto Editora

Interesses relacionados