Você está na página 1de 1644
Agente de Polícia e Escrivão Edital nº 004 / 2016

Agente de Polícia e Escrivão

Edital nº 004 / 2016

Sumário Português – Prof. Carlos Zambeli 5 Português – Prof. Pablo Jamilk 65 Redação –
Sumário Português – Prof. Carlos Zambeli 5 Português – Prof. Pablo Jamilk 65 Redação –
Sumário Português – Prof. Carlos Zambeli 5 Português – Prof. Pablo Jamilk 65 Redação –

Sumário

Português – Prof. Carlos Zambeli

5

Português – Prof. Pablo Jamilk

65

Redação – Prof. Paulinho Kuririn

199

Geografia e História – GO – Prof. Moacir Cabral

217

Informática – Prof. Sérgio Spolador

325

Informática – Prof. Welington Ribeiro

439

Legislação Penal Extravagante – Prof. Sandro Caldeira

567

Legislação Penal Extravagante – Prof. Rodolfo Souza

741

Direito Eleitoral – Prof. Pedro Kuhn

781

Direito Administrativo – Profª Tatiana Marcello

869

Direito Administrativo – Prof. Rodolfo Souza

987

Direito Constitucional – Prof. Daniel Sena

1075

Direito Constitucional – Prof. Diogo Lopes

1183

Direito Penal – Prof. Sandro Caldeira

1233

Direito Penal – Prof. Sandro Caldeira

1277

Direito Penal – Prof. Rodolfo Souza

1457

Direito Penal – Prof. Mateus Silveira

1499

Direito Penal – Prof. Leandro Macedo

1539

Direito Processual Penal – Prof. Sandro Caldeira

1567

Direito Processual Penal – Prof. Rodolfo Souza

1601

Prof. Sandro Caldeira 1567 Direito Processual Penal – Prof. Rodolfo Souza 1601 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

Português Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br
Português Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br
Português Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br

Português

Professor Carlos Zambeli

Português Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

Edital LÍNGUA PORTUGUESA: Domínio da ortografia oficial. Emprego de tempos e modos verbais. Domínio da
Edital LÍNGUA PORTUGUESA: Domínio da ortografia oficial. Emprego de tempos e modos verbais. Domínio da
Edital LÍNGUA PORTUGUESA: Domínio da ortografia oficial. Emprego de tempos e modos verbais. Domínio da

Edital

LÍNGUA PORTUGUESA: Domínio da ortografia oficial. Emprego de tempos e modos verbais. Domínio da estrutura morfossintática do período. Emprego das classes de palavras. Significação das palavras.

BANCA: Cespe

CARGO: Agente de Polícia e Escrivão

palavras. Significação das palavras. BANCA: Cespe CARGO: Agente de Polícia e Escrivão www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

Aula 1

CLASSES DE PALAVRAS (MORFOLOGIA)

Na Morfologia, as palavras são estudadas isoladamente, geralmente se desconsiderando a

função que exercem dentro da frase ou do período, estudo realizado pela Sintaxe. Nos estudos

morfológicos, as palavras estão agrupadas em dez classes, que podem ser chamadas de classes

de palavras ou classes gramaticais. São elas: Substantivo, Artigo, Adjetivo, Numeral, Pronome,

Verbo, Advérbio, Preposição, Conjunção e Interjeição.

1. Substantivo

A palavra que dá nome aos seres, coisas, lugares, ideias, sentimentos. O substantivo faz parte

da classe de palavras variáveis da língua portuguesa. Isso quer dizer que pode apresentar

flexões de gênero, número e grau.

• lugares: Itália, Porto Alegre

• sentimentos: raiva, ciúmes

• estados: alegria, tristeza

• qualidades: honestidade, sinceridade

• ações: corrida, leitura

2. Artigo

É a palavra que, vindo antes de um substantivo, indica se ele está sendo empregado de maneira

definida ou indefinida. Além disso, o artigo indica, ao mesmo tempo, o gênero e o número dos

substantivos.

Além disso, o artigo indica, ao mesmo tempo, o gênero e o número dos substantivos. www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

9

Detalhe zambeliano 1 Substantivação! • O jantar foi servido às 20h30min. • A Psicologia interessa-se
Detalhe zambeliano 1 Substantivação! • O jantar foi servido às 20h30min. • A Psicologia interessa-se

Detalhe zambeliano 1

Substantivação!

• O jantar foi servido às 20h30min.

• A Psicologia interessa-se pelo estudo do eu.

Detalhe zambeliano 2

Artigo facultativo diante de nomes próprios.

• Sérgio chegou. / O Sérgio chegou.

Detalhe zambeliano 3

Artigo facultativo diante dos pronomes possessivos.

• Sua turma é pequena no curso.

• A sua turma é pequena no curso.

3. Adjetivo

Palavra variável que caracteriza o substantivo, indicando-lhe qualidade, defeito, estado, condição.

Material bom, menino agitado, moça elegante.

O

adjetivo pode aparecer antes ou depois do substantivo.

Elegante senhora / Senhora elegante

Morfossintaxe do Adjetivo:

O adjetivo exerce sempre funções sintáticas relativas aos substantivos, atuando como adjunto

adnominal ou como predicativo (do sujeito ou do objeto).

10

atuando como adjunto adnominal ou como predicativo (do sujeito ou do objeto). 10 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

• Você estava nervosa.

• A estudante nervosa foi mal na prova.

Locução adjetiva

• Noite de chuva (chuvosa)

• Atitudes de anjo (angelicais)

• Pneu de trás (traseiro)

• Seleção do Brasil (brasileira)

Detalhe zambeliano!

4. Advérbio

Advérbio é uma palavra invariável que modifica o sentido do verbo, do adjetivo e do próprio

advérbio.

Dica do Zambeli

• Aqui dormi nesta semana.

• Hoje eu estudei gramática no curso.

Dica do Zambeli • Aqui dormi nesta semana. • Hoje eu estudei gramática no curso. www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

11

Classificação dos advérbios: Lugar – ali, aqui, aquém, atrás, cá, dentro Tempo – agora, amanhã,
Classificação dos advérbios: Lugar – ali, aqui, aquém, atrás, cá, dentro Tempo – agora, amanhã,

Classificação dos advérbios:

Lugar – ali, aqui, aquém, atrás, cá, dentro

Tempo – agora, amanhã, antes, ontem

Modo – a pé, à toa, à vontade

Dúvida – provavelmente, talvez, quiçá

Afirmação – sim, certamente, realmente

Negação – não, nunca, jamais

Intensidade – bastante, demais, mais, menos

5. Preposição

Preposição é uma palavra invariável que liga dois elementos da oração, subordinando o segundo

ao primeiro, ou seja, o regente e o regido.

Regência verbal: Assisti ao vídeo do curso.

Regência nominal: Estou alheio a tudo isso.

Zambeli, quais são as preposições?

a – ante – até – após – com – contra – de – desde – em – entre – para – per – perante – por – sem – sob – sobre – trás.

6. Pronome

Indefinidos

• Não encontrei nenhum conhecido na aula do Zambeli.

• Não encontrei nem um conhecido na aula do Zambeli.

conhecido na aula do Zambeli. • Não encontrei nem um conhecido na aula do Zambeli. 12

12

conhecido na aula do Zambeli. • Não encontrei nem um conhecido na aula do Zambeli. 12

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Demonstrativos

ESPAÇO

Este, esta, isto – perto do falante. Esse, essa, isso – perto do ouvinte. Aquele, aquela, aquilo – longe dos dois.

TEMPO

Este, esta, isto – presente/futuro Esse, essa, isso – passado breve Aquele, aquela, aquilo – passado distante

DISCURSO

Este, esta, isto – vai ser dito Esse, essa, isso – já foi dito

RETOMADA

As crianças da classe média têm um futuro mais promissor do que os filhos de pais das classes

menos favorecidas, porque àquelas se dão oportunidades que se negam a estes.

E se fossem 3 elementos para retomar, Zambeli? Emprego de este, esse e aquele em
E se fossem 3 elementos para retomar, Zambeli?
Emprego de este, esse e aquele em relação a três termos:
Este: indica o que se referiu por último.
Esse: se refere ao penúltimo.
Aquele: indica o que se mencionou em primeiro lugar.

Possessivos

• Aqui está a minha carteira. Cadê a sua?

se mencionou em primeiro lugar. Possessivos • Aqui está a minha carteira. Cadê a sua? www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

13

Pessoais – retos e oblíquos Retos – eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas.
Pessoais – retos e oblíquos Retos – eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas.

Pessoais – retos e oblíquos

Retos – eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas.

Oblíquos – Os pronomes pessoais do caso oblíquo se subdividem em dois tipos: os átonos, que

não são antecedidos por preposição, e os tônicos, precedidos por preposição.

Átonos: me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes.

• Enviaram aquele material do curso para mim.

• Enviaram-me aquele material do curso.

• Enviaram aquele material do curso para eu usar na aula.

7. Numeral

Indicam quantidade ou posição – um, dois, vinte, primeiro, terceiro.

8. Interjeição

Expressam um sentimento, uma emoção

9. Verbos

Indicam ação, estado, fato, fenômeno da natureza.

10. Conjunções

Ligam orações ou, eventualmente, termos. São divididas em:

Coordenadas – aditivas, adversativas, alternativas, conclusivas, explicativas.

Subordinadas – concessivas, conformativas, causais, consecutivas, comparativas, condicionais,

14

temporais, finais, proporcionais.

causais, consecutivas, comparativas, condicionais, 14 temporais, finais, proporcionais. www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

QUE – Pronome Relativo ou Conjunção Integrante?

“Eu rabisco o sol que a chuva apagou

Quero que saibas que me lembro

Queria até que pudesses me ver.” (Legião Urbana)

Exercício

1. Classifique a classe gramatical das palavras destacadas na reportagem abaixo retirada do site

www.g1.com

Mulher toca spray de pimenta em consumidores!

Uma mulher(1) enfurecida usou spray de pimenta(2) para espantar outros(3) compradores em uma loja de Los Angeles para poder ter acesso às ofertas promocionais(4) – Black Friday (Sexta- feira Negra), a superliquidação posterior ao "Dia de Ação de Graças" dos americanos, informou o jornal local "Los Angeles Times".

A mulher, que não(5) teve a identidade revelada, jogou gás nos corredores de um(6) supermercado Wal-Mart no bairro(7) de Porter Ranch para conseguir chegar mais rápido aos produtos de beleza(8) que a interessavam, contou o chefe(9) de bombeiros, James Carson.

Em meio ao empurra-empurra dos consumidores, a mulher descontrolada(10) também jogou gás de pimenta em outros compradores(11) animados(12). Cerca de 20 pessoas, entre(13) eles várias crianças(14) pequenas(15), reclamaram de dor(16) de garganta e irritação(17) forte na(18) pele e(19) nos olhos(20).

1.

6.

11.

16.

2.

7.

12.

17.

3.

8.

13.

18.

4.

9.

14.

19.

5.

10.

15.

20.

17. 3. 8. 13. 18. 4. 9. 14. 19. 5. 10. 15. 20. www.acasadoconcurseiro.com.br 15

www.acasadoconcurseiro.com.br

15

Questões

1. (95762) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e Verbal, Semântica e Vocabulário

TEXTO I

1

A sustentabilidade entrou, de forma definitiva, na agendadedebatesdasociedade.Umexemplosignificativodiz

respeito à importância que a sustentabilidade corporativa

ganhou nos últimos anos. De conceito vago, tornou-se imperativoparaosucessodasempresas,queprecisam,cada

vez mais, entregar valor, e não apenas mercadorias, à

4

7 sociedade. A sustentabilidade, apesar de intangível, sem existência física, é hoje valor essencial, que
7
sociedade.
A
sustentabilidade, apesar de intangível, sem
existência física, é hoje valor essencial, que se converte em
10
ativo
e vantagem competitiva no mundo dos negócios. A
sustentabilidadecorporativarequernegóciosamparadosem
boas práticas de governança e em benefícios sociais e
13
ambientais, o que influencia os ganhos econômicos, a
competitividade e o sucesso das organizações.
O
interesse pela sustentabilidade fortalece-se
16
na medida em que a sociedade se dá conta dos limites do
modelo de desenvolvimento dependente de recursos não
renováveis,nocontextodemudançapaulatinadosanseiosda
19
sociedade, da busca de segurança energética e de novas
possibilidades de produção. Como a população cresce em
número e em capacidade de consumo, também aumenta o
22
desejo de que a economia utilize mais recursos de base
biológica,recicláveiserenováveis,logo,maissustentáveis—
e essa é a base da bioeconomia.

Maurício Antônio Lopes. O Brasil na bioeconomia. In: Correio Braziliense. Caderno Política, 14/6/2015, p. 13 (com adaptações).

Com relação ao texto I, julgue o próximo item.

Na linha 6, o termo “mercadorias” foi empregado em substituição ao termo “valor” como recurso coesivo para que se evite a repetição de termos e se mantenha o sistema de referências da oração que integram.

( ) Certo   ( ) Errado

o sistema de referências da oração que integram. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 17

www.acasadoconcurseiro.com.br

17

2. (95770) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal
2. (95770) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal

2. (95770) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e Verbal

TEXTO III

1

Queria

inconsciente de ser feliz. É algo que se traz da infância, do companheirismo com a meninada, dos jogos de rua, da

molecagemdiária.Quantomaisotempopassaparamim,mais meconvençodecomoénecessárioquetodosbusquemos ser felizes.Sãosentimentosparaguardarportodoonossotempo.

A vida real, com suas tragédias e guerras, com o ódio e a

competição sem freios, parece nos levar para longe desse objetivo.

nele

enãodevemosnoseximirderesponsabilidades,masabandeira

desejo consciente e

falar

da

felicidade,

do

4

7

10 Não

que

se

diga

“dane-se”

ao

mundo.

Vivemos

quecarrego,evejoquemuitosdosqueamoeadmirotambém 13 aempunham,éaprocuradeharmonianavidapessoal,familiar e social.
quecarrego,evejoquemuitosdosqueamoeadmirotambém
13
aempunham,éaprocuradeharmonianavidapessoal,familiar
e
social.
Fernando Brant. Para a boa nova se espalhar. In: Correio
Braziliense. Caderno Economia, 14/6/2015, p. 7 (com adaptações).
A respeito das ideias e das estruturas linguísticas do texto III, julgue o item subsecutivo.
No trecho “e vejo que muitos dos que amo e admiro também a empunham” (l. 12 e 13), o
vocábulo “também” denota inclusão.
( ) Certo   ( ) Errado
3. (95773) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e
Verbal
TEXTO III
1
Queria
falar
da
felicidade,
do
desejo consciente e
inconsciente de ser feliz. É algo que se traz da infância, do
companheirismo com a meninada, dos jogos de rua, da

18

4

7

molecagemdiária.Quantomaisotempopassaparamim,mais meconvençodecomoénecessárioquetodosbusquemos ser felizes.Sãosentimentosparaguardarportodoonossotempo.

A vida real, com suas tragédias e guerras, com o ódio e a

competição sem freios, parece nos levar para longe desse objetivo.

nele

enãodevemosnoseximirderesponsabilidades,masabandeira

quecarrego,evejoquemuitosdosqueamoeadmirotambém

aempunham,éaprocuradeharmonianavidapessoal,familiar

e social.

10 Não

13

que

se

diga

“dane-se”

ao

mundo.

Vivemos

Fernando Brant. Para a boa nova se espalhar. In: Correio

Braziliense. Caderno Economia, 14/6/2015, p. 7 (com adaptações).

espalhar. In: Correio Braziliense. Caderno Economia, 14/6/2015, p. 7 (com adaptações). www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

A respeito das ideias e das estruturas linguísticas do texto III, julgue o item subsecutivo.

No trecho “também a empunham” (l. 12 e 13), o elemento “a” foi empregado em substituição ao termo “responsabilidades” (l.11).

( ) Certo   ( ) Errado

4. (99069) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS Semântica e Vocabulário

1

4

7

10

13

A vantagem de se obter o registro de desenho

industrial é que este dá ao titular do registro a propriedade temporária sobre a criação, de forma a impedir terceiros de

fabricá-la, comercializá-la, usá-la ou vendê-la no Brasil sem sua autorização.

A proteção ao desenho industrial inclui a proteção

a projetos e formas, quando estão associados a uma

funcionalidade. É possível proteger desenhos tridimensionais

É possível proteger desenhos tridimensionais ebidimensionaisaplicadosàformaexterna(porexemplo,uma

ebidimensionaisaplicadosàformaexterna(porexemplo,uma

luminária em forma de garrafa) e ao padrão ornamental (o conjunto de linhas e cores em uma estampa para tecidos, por exemplo). Nos dois casos, o desenho deve ter um resultado

visual novo e original. A aparência externa do objeto deve ser única.

O

expor sua criação ao público por qualquer meio — site,

profissional deve solicitar o pedido de registro antes

16 de

19

22

25

redes sociais, catálogo ou publicação de trabalho acadêmico. Formas puramente artísticas, como pinturas, gravuras e

esculturas,nãopodemserregistradascomodesenhoindustrial. Outra regra importante: o desenho ou projeto desenvolvido deve ter a possibilidade de ser fabricado

industrialmente, ou seja, de ser reproduzido em série e de maneira idêntica. Assim, em relação ao ramo alimentício, por exemplo, massas e biscoitos produzidos sob molde por uma

por exemplo, massas e biscoitos produzidos sob molde por uma fábrica podem receber o registro de

fábrica podem receber o registro de desenho industrial; um bolo caseiro, não.

Internet: <www.brasil.gov.br> (com adaptações). Julgue o seguinte item, acerca de aspectos linguísticos do texto.

termo “desenhos tridimensionais e bidimensionais” (l. 8 e 9) poderia ser substituído, sem

O

alteração de sentido ou prejuízo para a correção do texto, por desenhos multi-dimensionais.

( ) Certo   ( ) Errado

5. (95733) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e

Verbal

1 Com

informáticas,

atividades como ir ao banco, assistir a filmes, fazer compras, acompanharprocessosjudiciais,estudaradistânciaesolicitar

os

avanços

das

tecnologias

acompanharprocessosjudiciais,estudaradistânciaesolicitar os avanços das tecnologias www.acasadoconcurseiro.com.br 19

www.acasadoconcurseiro.com.br

19

4 serviços passaram a ser realizadas até mesmo a partir de um simples smartphone. A
4 serviços passaram a ser realizadas até mesmo a partir de um simples smartphone. A

4

serviços passaram a ser realizadas até mesmo a partir de um simples smartphone. A tecnologia alterou a noção de tempo, distância eespaçoeproduziu grandesimpactosqueafetama

7

forma com que cada um se relaciona, trabalha, produz, se comunica e se diverte. Não é à toa que, paralelamente ao mundo real, há um mundo representado virtualmente — o

10

denominadociberespaço—comcódigoelinguagempróprios, mas que se inter-relaciona — e muito — com o mundo real. Hoje,essarelaçãodeinterdependênciaentreosmundosreale

13

virtual é tão forte que se torna difícil pensar na existência de umsemooutro.Aadministraçãopúblicatambémestácadavez maisimersanessemundo.Tantoqueousodatecnologiatem

16

permitido a expansão e a melhoria dos serviços oferecidos à sociedade e alterado a forma como o governo trabalha e se relaciona com o publico.

6.

20

Inovação tecnológica, dados abertos e big data: um novo momento para o exercício do controle social. In: Revista do Tribunal de Contas da União, ano 46, n.º 131, set.–dez./2014, p. 9. Internet: < http://portal2.tcu.gov.br>(com adaptações) .

< http://portal2.tcu.gov.br>(com adaptações) . Considerando as ideias e as estruturas linguísticas do

Considerando as ideias e as estruturas linguísticas do texto acima, julgue o item a seguir.

Na linha 5, a alteração na posição do adjetivo “simples” em relação a “smartphone” — escre- vendo-se smartphone simples — não prejudica a correção gramatical nem altera o sentido do texto.

( ) Certo   ( ) Errado

(81702) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Semântica e Vocabulário

TEXTO I

1

O Ministério Público é fruto do desenvolvimento do Estadobrasileiroedademocracia.Asuahistóriaémarcadapor processosqueculminaramconsolidando-ocomoinstituiçãoe

processosqueculminaramconsolidando-ocomoinstituiçãoe 4 7 10 13 16 19 ampliando sua área de atuação. No

4

7

10

13

16

19

ampliando sua área de atuação. No período colonial, o Brasil foi orientado pelo direito lusitano.NãohaviaoMinistérioPúblicocomoinstituição.Mas

as Ordenações Manuelinas de 1521 e as Ordenações Filipinas de 1603 já faziam menção aos promotores de justiça, atribuindo-lhes o papel de fiscalizar a lei e de promover

aacusaçãocriminal.Existiamaindaocargodeprocuradordos feitos da Coroa (defensor da Coroa) e o de procurador da Fazenda (defensor do fisco).

Só no Império, em 1832, com o Código de Processo Penal do Império, iniciou-se a sistematização das ações do Ministério Público. Na República, o Decreto n.º 848/1890, ao

criar e regulamentar a justiça federal, dispôs, em um capítulo, sobre a estrutura e as atribuições do Ministério Público no âmbito federal.

Foi na área cível, com a Constituição Federal de 1988,

Público no âmbito federal. Foi na área cível, com a Constituição Federal de 1988, www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

queoMinistérioPúblicoadquiriunovasfunções,comdestaque paraasuaatuaçãonatuteladosinteressesdifusosecoletivos.

22 Isso deu evidência à instituição, tornando-a uma espécie de ouvidoria da sociedade brasileira.

Internet: <www.mpu.mp.br> (com adaptações).

Com relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto I, julgue o item que se segue.

O adjetivo “lusitano” (l.6) diz respeito a português, ou seja, originário de Portugal.

( ) Certo   ( ) Errado

7. (81717) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Semântica e Vocabulário

TEXTO IV

1

Segundo a doutrina nacional, os crimes cibernéticos (tambémchamadosdeeletrônicosouvirtuais)dividem-seem puros (ou próprios) ou impuros (ou impróprios). Os primeiros

(ou próprios) ou impuros (ou impróprios). Os primeiros 4 7 10 13 16 19 são os

4

7

10

13

16

19

são os praticados por meio de computadores e se realizam ou se consumam também em meio eletrônico. Os impuros ou imprópriossãoaquelesemqueoagentesevaledocomputador

comomeioparaproduzirresultadoqueameaçaoulesaoutros bens, diferentes daqueles da informática. É importante destacar que o art. 154-A do Código

Penal (Lei nº 12.737/2012) trouxe para o ordenamento jurídico o crime novo de “invasão de dispositivo informático”, que consiste na conduta de invadir dispositivo informático

alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem

de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização expressa ou tácita do titular do

autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo, ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita. Quanto à culpabilidade, a conduta criminosa do delito cibernético

caracteriza-sesomentepelodolo,nãohavendoaprevisãolegal da conduta na forma culposa.

Idem, ibidem.

Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto IV, julgue o item a seguir.

Prejudicam-se a correção gramatical e as informações originais do período ao se substituir “ilícita” (l.17) por ilegal.

( ) Certo   ( ) Errado

ao se substituir “ilícita” (l.17) por ilegal . ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 21

www.acasadoconcurseiro.com.br

21

8. (81727) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Elementos Referenciais , Classes de Palavras (Morfologia)
8. (81727) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Elementos Referenciais , Classes de Palavras (Morfologia)

8. (81727) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Elementos Referenciais , Classes de Palavras (Morfologia)

/

1

Flexão Nominal e Verbal, Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

4

7

10

13

16

Embora não tivessem ficado claras as fontes geradoras

de quebras da paz urbana, o fenômeno social marcado pelos

movimentos populares que tomaram as ruas das grandes

cidades brasileiras, em 2013, parecia tendente a se agravar. As vítimas das agressões pessoais viram desprotegidas a paz e a segurança, direitos sagrados da cidadania. Todos

foram prejudicados. Pôde-se constatar que, em outras partes do mundo, fenômenossociaissemelhantestambémocorreram.Lácomo

cá, diferentes tipos de ação atingiram todo o grupo social, gerandovítimasedanosmateriais.Nemsempreaintervenção das forças do Estado foi suficiente para evitar prejuízos.

Do ponto de vista global, notou-se que a quebra da ordemfoiprovocadaemsituaçõesdiversaseoratornoumais graves as distorções do direito, ora espalhou a insegurança

as distorções do direito, ora espalhou a insegurança coletivamente. Em qualquer das hipóteses, a população dos

coletivamente. Em qualquer das hipóteses, a população dos várioslocaisatingidosviu-seenvolvidaemperdascrescentes.

Internet: <www1.folha.uol.com.br> (com adaptações).

Considerando as ideias e as estruturas linguísticas do texto, julgue o item 10 Os termos “Lá” (l.9) e “cá” (l.10) são utilizados como recursos para expressar circunstância de lugar, o primeiro referindo-se a “outras partes do mundo” (l.8) e o segundo, ao Brasil.

( ) Certo   ( ) Errado

Flexão Nominal e Verbal, Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o verão

Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o

verão não é sinônimo apenas de praia, corpos à mostra e pele bronzeada. O calor extremo provocado por massas de ar quente

9. (81677) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Elementos Referenciais , Classes de Palavras (Morfologia)

/

1

4

7

10

13

16

― fenômeno comum nessa época do ano, mas acentuado na última década pelas mudanças climáticas ― traz desconfortos

e riscos à saúde. Não se trata somente de desidratação e

insolação. Um estudo da Faculdade de Saúde Pública de Harvard (EUA), o maior a respeito do tema feito até o momento, mostrou que as temperaturas altas aumentam

hospitalizações por falência renal, infecções do trato urinário e atémesmosepse,entreoutrasenfermidades.“Emboratenhamos feito o estudo apenas nos EUA, as ondas de calor são um

fenômeno mundial. Portanto, os resultados podem ser considerados universais”, diz Francesca Domininci, professora de bioestatística da faculdade e principal autora do estudo,

publicado no jornal Jama, da Associação Médica dos Estados Unidos. No Brasil, não há estudos específicos que associem as ondas de calor a tipos de internações. “Não é só aí. No mundo

22

que associem as ondas de calor a tipos de internações. “Não é só aí. No mundo

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

19

todo, há pouquíssimas investigações a respeito dessa relação”, afirma Domininci. “Precisamos que os colegas de outras partes doplanetafaçampesquisassemelhantesparacompreendermos

22

melhor essa importante questão para a saúde pública”, observa.

Internet: <www.correioweb.com.br> (com adaptações)

Com relação as ideias e as estruturas do texto acima, julgue o item que se segue.

O termo ‘aí’ (l.18) tem como referente “Brasil” (l.17).

( ) Certo   ( ) Errado

10. (93968) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Semântica e Vocabulário

Texto II

1

Os condenados no Brasil são originários, na maioria

das vezes, das classes menos favorecidas da sociedade. Esses

Internet: <www.joaoluizpinaud.com> (com adaptações).
Internet: <www.joaoluizpinaud.com> (com adaptações).

indivíduos, desde a mais tenra infância, são pressionados e

4

7

10

13

16

oprimidos pela sociedade, vivem nas favelas, nos morros, nas regiões mais pobres, em precárias condições de vida, em meio ao esgoto, à discriminação social, à completa ausência de

informações e de escolarização. Sem o repertório de uma mínima formação educacional e social, o preso, mesmo antes de se tornar um

delinquente, já ocupa uma posição social inferior.

O

curativos, educativos, morais, espirituais, e todas as formas de

regime penitenciário deve empregar os meios

assistência de que possa dispor com o intuito de reduzir o máximo possível as condições que enfraquecem o sentido de responsabilidade do recluso, o respeito à dignidade de sua

responsabilidade do recluso, o respeito à dignidade de sua pessoa e a sua capacidade de readaptação

pessoa e a sua capacidade de readaptação social.

Julgue o próximo item, relativo às ideias e às estruturas linguísticas do texto II.

A expressão “a mais tenra infância” (R.3) tem, no texto, o sentido de infância infeliz.

( ) Certo   ( ) Errado

11. (48691) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Classes de Palavras (Morfologia) / Flexão Nominal e

Verbal

1

O título de Papéis Avulsos parece negar ao livro uma

certa unidade; faz crer que o autor coligiu vários escritos de ordem diversa para o fim de os não perder. A verdade é essa,

4

ser bem essa. Avulsos são eles, mas não vieram para aqui comopassageiros,queacertamdeentrarnamesmahospedaria.

sem

São

pessoas de uma só família, que a obrigação do pai fez

7

sentar à mesma mesa.

pessoas de uma só família, que a obrigação do pai fez 7 sentar à mesma mesa.

www.acasadoconcurseiro.com.br

23

Quanto ao gênero deles, não sei que diga que não seja inútil. O livro está
Quanto ao gênero deles, não sei que diga que não seja inútil. O livro está

Quanto ao gênero deles, não sei que diga que não seja inútil. O livro está nas mãos do leitor. Direi somente que se há

10

aquipáginasqueparecemmeroscontoseoutrasqueonãosão, defendo-me das segundas com dizer que os leitores das outras podemacharnelasalguminteresse,edasprimeirasdefendo-me

13

com São João e Diderot. O evangelista, descrevendo a famosa besta apocalíptica, acrescentava (XVII, 9): “E aqui há sentido, quetemsabedoria”.Menosasabedoria,cubro-mecomaquela

16

palavra. Quanto a Diderot, ninguém ignora que ele não só escrevia contos, e alguns deliciosos, mas até aconselhava a um amigo que os escrevesse também. E eis a razão do

19

enciclopedista: é que quando se faz um conto, o espírito fica alegre, o tempo escoa-se, e o conto da vida acaba, sem a gente dar por isso.

22

Deste modo, venha donde vier o reproche, espero que daí mesmo virá a absolvida.

24

vier o reproche, espero que daí mesmo virá a absolvida. 24 Machado de Assis. Obra completa

Machado de Assis. Obra completa. Vol. II, Rio de Janeiro:

Nova Aguilar, 1994, p. 236. (com adaptações).

Com relação aos sentidos e aspectos linguísticos e textuais do texto acima, julgue o próximo item.

A palavra “que”, em todas as ocorrências no trecho “Direi somente que se há aqui páginas que parecem meros contos e outras que o não são” (l.9-10), pertence a uma mesma classe gramatical.

( ) Certo   ( ) Errado

(l.9-10), pertence a uma mesma classe gramatical. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br
(l.9-10), pertence a uma mesma classe gramatical. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e fotografe o código
para ter acesso gratuito aos simulados on-line. E ainda, se for assinante da Casa das
Questões, poderá assistir ao vídeo da explicação do professor.
http://acasadasquestoes.com.br/prova-imprimir.php?prova=4986767

Aula 2

SUJEITO

ANÁLISE SINTÁTICA

Em análise sintática, o sujeito é um dos termos essenciais da oração, geralmente responsável

por realizar ou sofrer uma ação ou estado. Ele é o termo com o qual o verbo concorda.

1.

Sujeito simples – é o sujeito determinado que possui um único núcleo, um único vocábulo

diretamente ligado com o verbo.

Pastavam lindos cavalos neste campo.

A

revolta dos concurseiros foi com a banca organizadora.

Existem graves problemas técnicos neste andar.

Foste, alguma vez, enganado por mim?

2.

Sujeito composto – é o sujeito determinado que possui mais de um núcleo, isto é, mais de um vocábulo diretamente relacionado com o verbo.

Ocorreram acidentes, assaltos e sequestros nesta comunidade.

Fome e desidratação são agravantes das doenças daquele povo.

3.

Sujeito indeterminado – quando não se quer ou não se pode identificar claramente a quem

o predicado da oração se refere. Observe que há uma referência imprecisa ao sujeito; caso

contrário, teríamos uma oração sem sujeito.

referência imprecisa ao sujeito; caso contrário, teríamos uma oração sem sujeito. www.acasadoconcurseiro.com.br 27

www.acasadoconcurseiro.com.br

27

A língua portuguesa apresenta duas maneiras de identificar o sujeito:   a) Com o verbo
A língua portuguesa apresenta duas maneiras de identificar o sujeito:   a) Com o verbo

A língua portuguesa apresenta duas maneiras de identificar o sujeito:

 

a)

Com o verbo na 3ª pessoa do plural, desde que o sujeito não tenha sido identificado anteriormente.

Dizem que a família está falindo.

Sempre me perguntam sobre isso.

 

b)

Com o verbo na 3ª pessoa do singular, acrescido do pronome se. Essa construção é típica dos verbos que não apresentam complemento direto.

Precisa-se de mão de obra nesta construção.

 

Vive-se intensamente na juventude.

É-se muito ingênuo na juventude.

4.

Orações sem sujeito – são formadas apenas pelo predicado, articulam-se a partir de um verbo impessoal.

a)

Verbos que indicam fenômeno da natureza

 

Choveu na cidade e, na praia, fez sol!

Deve nevar na Serra este ano.

b)

Verbo haver – no sentido de existir ou ocorrer

 

Houve um grave acidente neste local.

“Quando há ferrugem, no meu coração de lata!

 

É quando a fé ruge, e o meu coração dilata!” (Teatro Mágico)

 

Deve haver aprovações neste concurso.

Devem existir aprovações neste concurso.

c)

Verbo Fazer – indicando temperatura, fenômeno da natureza, tempo

Faz 25ºC nesta época do ano.

28

28 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Deve fazer 40º C amanhã.

Fez calor ontem na cidade.

Fez 2 anos que nós nos conhecemos.

Está fazendo 4 anos que você viajou para Londres.

d)

Verbo ser – indicando hora, data, distância

Do curso até lá são 5km.

Hoje são 26 de julho.

Hoje é dia 26 de julho.

Agora são 9h da manhã.

5.

Sujeito Oracional

• Fazer promessas é muito comprometedor.

• É necessário que você revise tudo em casa.

• Convém que nós nos dediquemos muito para este concurso.

TRANSITIVIDADE VERBAL

Verbo Intransitivo (VI)

É aquele que traz em si a ideia completa da ação, sem necessitar, portanto, de um outro termo

para completar o seu sentido. Sua ação não transita.

• “O poeta pena, quando cai o pano e o pano cai.” (Teatro Mágico)

• “A barba vai descendo e os cabelos vão caindo pra cabeça aparecer.” (Arnaldo Antunes)

barba vai descendo e os cabelos vão caindo pra cabeça aparecer.” (Arnaldo Antunes) www.acasadoconcurseiro.com.br 29

www.acasadoconcurseiro.com.br

29

Verbo Transitivo Direto (VTD) Não possuem sentido completo, logo precisam de um complemento (objeto). Esses
Verbo Transitivo Direto (VTD) Não possuem sentido completo, logo precisam de um complemento (objeto). Esses

Verbo Transitivo Direto (VTD)

Não

possuem

sentido

completo,

logo

precisam

de

um

complemento

(objeto).

Esses

complementos (sem preposição) são chamados de objetos diretos.

• “Nem vem tirar meu riso frouxo com algum conselho.” (Mallu Magalhães)

• “Às vezes no silêncio da noite, eu fico imaginando nós dois.” (Caetano)

• “Hoje eu preciso te encontrar de qualquer jeito.” (Jota Quest)

Verbo Transitivo Indireto (VTI)

O complemento vem ligado ao verbo indiretamente, com preposição obrigatória.

• “Eu gosto de você

E gosto de ficar com você

Meu riso é tão feliz contigo

O meu melhor amigo é o meu amor.” (Tribalistas)

• “Mentira se eu disser que não penso mais em você.” (Skank)

Verbo Transitivo Direto e Indireto (VTDI)

Exige 2 complementos diferentes.

• “Ah, vai

Me diz o que é o sossego

Que eu te mostro alguém

A fim de te acompanhar.” (Los Hermanos)

30

o que é o sossego Que eu te mostro alguém A fim de te acompanhar.” (Los

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Verbo de Ligação (VL)

É aquele que, expressando estado, liga características ao sujeito, estabelecendo entre eles

(sujeito e características) certos tipos de relações.

• “Tenho andado distraído,

Impaciente e indeciso

E ainda estou confuso.” (Legião Urbana)

• “E quando eu estiver triste

Simplesmente me abrace

Quando eu estiver louco” (Skank)

ADJUNTO ADVERBIAL

ser, viver, acha, encontrar, fazer, parecer, estar, continuar, ficar, permanecer

É o termo da oração que indica uma circunstância (dando ideia de tempo, instrumento, lugar,

causa, dúvida, modo, intensidade, finalidade,

).

O adjunto adverbial é o termo que modifica o

sentido de um verbo, de um adjetivo, de um advérbio.

Advérbio X Adjunto Adverbial

Não quero estudar neste feriado, pois nunca consigo um lugar nesta sala!

APOSTO X VOCATIVO

Aposto é um termo acessório da oração que se liga a um substantivo, tal como o adjunto

adnominal, mas que sempre aparecerá com a função de explicá-lo, aparecendo de forma

isolada por pontuação.

aparecerá com a função de explicá-lo, aparecendo de forma isolada por pontuação. www.acasadoconcurseiro.com.br 31

www.acasadoconcurseiro.com.br

31

Vocativo é o único termo isolado dentro da oração, pois não se liga ao verbo
Vocativo é o único termo isolado dentro da oração, pois não se liga ao verbo

Vocativo é o único termo isolado dentro da oração, pois não se liga ao verbo nem ao nome.

Não faz parte do sujeito nem do predicado. A função do vocativo é chamar o receptor a que se

está dirigindo. É marcado por sinal de pontuação.

• André Vieira, o professor que encontramos antes, trabalha muito!

• Sempre cobram dois conteúdos nas provas: regência e pontuação.

• “Vamos fugir

Pra outro lugar, baby!

Vamos fugir

Pra onde haja um tobogã

Onde a gente escorregue.” (Shak)

ADJUNTO ADNOMINAL

Adjunto adnominal é o termo que caracteriza e/ou define um substantivo. As classes de

palavras que podem desempenhar a função de adjunto adnominal são artigos, adjetivos,

pronomes, numerais, locuções adjetivas. Portanto se trata de um termo de valor adjetivo que

modificar o nome ao qual se refere.

Artigo – A aula de português acabou.

Adjetivos – A aula zambeliana foi dada pelo professor de Português.

Pronome – Esta sala está lotada, mas a minha turma ficou unida!

Numeral – Cinco alunos fizeram aquele concurso.

Locução adjetiva – O problema da empresa foi avaliado pelo advogado do grupo.

32

Locução adjetiva – O problema da empresa foi avaliado pelo advogado do grupo. 32 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Exercício

1. Reescreva as orações seguintes, passando os termos destacados para o plural:

a) Precisa-se de fotógrafo.

b) Vende-se celular usado.

c) Arruma-se celular estragado.

d) Acredita-se em milagre.

e) Plastifica-se carteira de motorista.

f) Apela-se para o milagre.

g) Vende-se barraca na praia.

2. Classifique os elementos sublinhados das orações abaixo.

a) O candidato voltou do curso.

b) Histórias incríveis contou-nos aquele colega.

c) O professor Zambeli ofereceu-lhe um lugar melhor no curso.

d) Procurei-a por todos os lugares.

e) Gabaritaram a prova.

f) Talvez ainda haja concursos neste ano.

g) Taxa de homicídio cresce em 15 anos no país.

h) A prova foi fácil.

i) Site oferece promoções aos clientes na internet.

j) Contei-lhe o resultado da prova!

oferece promoções aos clientes na internet . j) Contei- lhe o resultado da prova ! www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

33

Questões

1. (81690) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

1 “O preconceito linguístico é um equívoco, e tão nocivoquantoosoutros.SegundoMarcosBagno,especialista
1
“O preconceito linguístico é um equívoco, e tão
nocivoquantoosoutros.SegundoMarcosBagno,especialista
noassunto,dizerqueobrasileironãosabeportuguêséumdos
4
mitos que compõem o preconceito mais presente na cultura
brasileira: o linguístico”.
A
redação acima poderia ter sido extraída do editorial
7
de
uma revista, mas é parte do texto O oxente e o ok, primeiro
lugar na categoria opinião da 4.ª Olimpíada de Língua
PortuguesaEscrevendooFuturo,realizadapeloMinistérioda
10
Educação em parceria com a Fundação Itaú Social e o Centro
de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação
Comunitária (CENPEC).
13
A
autora do artigo é estudante do 2.º ano do ensino
médioemumaescolaestadualdoCeará,efoipremiadaaolado
de outros dezenove alunos de escolas públicas brasileiras,
16
durante um evento em Brasília, no último mês de dezembro.
Comonostrêsanosanteriores,vintealunosforamvencedores
― cinco em cada gênero trabalhado pelo projeto. Além de
19
opinião(2.ºe3.ºanosdoensinomédio),aolimpíadadestacou
produçõesemcrônica(9.ºanodoensinofundamental),poema
(5.º e 6.º anos) e memória (7.º e 8.º anos). Tudo regido por um
22
tema: “O lugar em que vivo”.
Língua Portuguesa, 1/2015. Internet: <www.revistalingua.uol.com.br> (com adaptações).
No que se refere aos sentidos, à estrutura textual e aos aspectos gramaticais do texto, julgue o
item a seguir.

Os trechos ‘especialista no assunto’ (l. 2 e 3), ‘o linguístico’ (l.5) e “primeiro lugar na categoria opinião da 4.ª Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro” (l. 7 a 9) exercem a mesma função sintática, a de aposto.

( ) Certo   ( ) Errado

2. (95729) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

1

No dia 4 de maio de 2015, a Lei Complementar

Federaln.°101/2000,conhecidacomoLeideResponsabilidade

Fiscal ou simplesmente LRF, completou quinze anos. Embora

4

devamos comemorar a consolidação de uma nova cultura de responsabilidadefiscalporgrandepartedosnossosgestores,o momentotambémépropícioparareflexõessobreofuturodesse

7

diploma.

momentotambémépropícioparareflexõessobreofuturodesse 7 diploma. www.acasadoconcurseiro.com.br 35

www.acasadoconcurseiro.com.br

35

3. 36 Para a surpresa de muitas pessoas, acostumadas a ver em nosso país tantas
3. 36 Para a surpresa de muitas pessoas, acostumadas a ver em nosso país tantas

3.

36

Para a surpresa de muitas pessoas, acostumadas a ver em nosso país tantas leis que não saem do papel, a LRF, logo

nos primeiros anos, atinge boa parte de seus objetivos, notadamente em relação a observância dos limites da despesa com pessoal, o que permitiu uma descompressão da receita

líquida e propiciou maior capacidade de investimento público.

O regulamento marca avanços também no controle de gastos

em fins de gestão e em relação ao novo papel que as leis de

diretrizes orçamentárias passaram a desempenhar. Não obstante todos os avanços, o momento exige cautela e reflexões. Como toda debutante, a LRF passa por

algunsimportantesconflitosexistenciais.Équaseconsenso,no

meioacadêmicoeentreosórgãosdecontrole,anecessidadede

seu aperfeiçoamento em alguns pontos. Há que se ponderar,

contudo, sobre o melhor momento para os necessários ajustes normativos. Realizar mudanças permanentes na lei por conta de circunstancias excepcionais e episódicas não parece

10

13

16

19

22

25

excepcionais e episódicas não parece 10 13 16 19 22 25 recomendar o bom senso. Valdecir

recomendar o bom senso.

Valdecir Pascoal. Os 15 anos da Lei de Responsabilidade Fiscal. In: O Estado de S.Paulo, 5/maio/2015. Internet: <http:// politica.estadao.com.br> (com adaptações).

No que se refere às ideias e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue o item.

A oração “Realizar mudanças permanentes na lei por conta de circunstâncias excepcionais e episódicas” (l. 23 e 24)exerce a função de complemento da forma verbal “recomendar” (l.25).

( ) Certo   ( ) Errado

(95769) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

TEXTO II

1

– Sintaxe da Oração (Análise Sintática) TEXTO II 1 Constitui alento a informação de que sete

Constitui alento a informação de que sete universidades brasileiras figuram entre as doze melhores da

América Latina. Duas ocupam o pódio: em primeiro lugar, está

a Universidade de São Paulo (USP); em segundo, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A Universidade de Brasília (UnB) ocupa a décima posição,

seguida pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

e pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Elaborada pela Quacquarelli Symonds (QS), entre 400

instituições, a pesquisa leva em consideração sete critérios, dois dos quais têm peso maior: reputação acadêmica e reconhecimentonomercadodetrabalho.Osdemais—relação

entre número de funcionários e alunos, citações na Internet,

volumedeinformaçõesnaWeb,professorescomdoutoradoe

presença online — têm peso igual na ponderação.

O levantamento mostra significativo avanço da UnB. No ano passado, a instituição brasiliense aparecia na 17.ª

4

7

10

13

16

avanço da UnB. No ano passado, a instituição brasiliense aparecia na 17.ª 4 7 10 13

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

posição. O salto qualitativo deve-se a três fatores: o corpo

19

docente,oimpactonaInterneteareputaçãoacadêmica.Chama atenção a baixa pontuação no parâmetro citações na Internet, que tem custado alto preço às universidades brasileiras. De

22

zero a cem, a UnB ficou com 44,6. Ser objeto de referência, seja na Web, seja em publicações científicas, constitui fator importante em

25

avaliações globais.

Ana Dubeux. Universidade além da fronteira regional. In: Correio Braziliense. Caderno Economia, 14/6/2015, p. 12 (com adaptações).

A respeito das ideias e das estruturas linguísticas do texto II, julgue o item subsecutivo.

No segundo parágrafo, o trecho isolado por travessões (l. 12 a 15) tem valor sintático equivalente ao da expressão “Os demais” (l.12).

( ) Certo   ( ) Errado

4.

demais” (l.12). ( ) Certo   ( ) Errado 4. (81687) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da

(81687) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

1

“O preconceito linguístico é um equívoco, e tão nocivoquantoosoutros.SegundoMarcosBagno,especialista noassunto,dizerqueobrasileironãosabeportuguêséumdos

4

7

10

mitos que compõem o preconceito mais presente na cultura brasileira: o linguístico”.

A

de

redação acima poderia ter sido extraída do editorial

uma revista, mas é parte do texto O oxente e o ok, primeiro

lugar na categoria opinião da 4.ª Olimpíada de Língua PortuguesaEscrevendooFuturo,realizadapeloMinistérioda

Educação em parceria com a Fundação Itaú Social e o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC).

em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC). 13 A 16 19 22 autora do artigo é

13 A

16

19

22

autora do artigo é estudante do 2.º ano do ensino

médioemumaescolaestadualdoCeará,efoipremiadaaolado de outros dezenove alunos de escolas públicas brasileiras,

durante um evento em Brasília, no último mês de dezembro. Comonostrêsanosanteriores,vintealunosforamvencedores ― cinco em cada gênero trabalhado pelo projeto. Além de

opinião(2.ºe3.ºanosdoensinomédio),aolimpíadadestacou

produçõesemcrônica(9.ºanodoensinofundamental),poema

(5.º e 6.º anos) e memória (7.º e 8.º anos). Tudo regido por um

só tema: “O lugar em que vivo”.

Língua Portuguesa, 1/2015. Internet: <www.revistalingua.uol.com.br> (com adaptações).

No que se refere aos sentidos, à estrutura textual e aos aspectos gramaticais do texto, julgue o item a seguir.

O termo “o brasileiro” (l.3) exerce a função de sujeito da oração em que se insere.

( ) Certo   ( ) Errado

a função de sujeito da oração em que se insere. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 37

www.acasadoconcurseiro.com.br

37

5. (81682) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática) 1 4
5. (81682) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática) 1 4

5. (81682) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

1

4

7

10

13

16

19

22

Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o verão não é sinônimo apenas de praia, corpos à mostra e pele bronzeada. O calor extremo provocado por massas de ar quente

― fenômeno comum nessa época do ano, mas acentuado na última década pelas mudanças climáticas ― traz desconfortos e riscos à saúde. Não se trata somente de desidratação e

insolação. Um estudo da Faculdade de Saúde Pública de Harvard (EUA), o maior a respeito do tema feito até o momento, mostrou que as temperaturas altas aumentam

hospitalizações por falência renal, infecções do trato urinário e atémesmosepse,entreoutrasenfermidades.“Emboratenhamos feito o estudo apenas nos EUA, as ondas de calor são um

fenômeno mundial. Portanto, os resultados podem ser considerados universais”, diz Francesca Domininci, professora de bioestatística da faculdade e principal autora do estudo,

bioestatística da faculdade e principal autora do estudo, publicado no jornal Jama, da Associação Médica dos

publicado no jornal Jama, da Associação Médica dos Estados Unidos. No Brasil, não há estudos específicos que associem as ondas de calor a tipos de internações. “Não é só aí. No mundo

todo, há pouquíssimas investigações a respeito dessa relação”, afirma Domininci. “Precisamos que os colegas de outras partes doplanetafaçampesquisassemelhantesparacompreendermos

melhor essa importante questão para a saúde pública”, observa.

Internet: <www.correioweb.com.br> (com adaptações)

Seria mantida a correção gramatical do período caso o fragmento “Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros” (l.1) fosse deslocado e inserido, entre vírgulas, após “verão” (l.2) feitos os devidos ajustes de maiúsculas e minúsculas.

( ) Certo   ( ) Errado

e minúsculas. ( ) Certo   ( ) Errado 6. (79127) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Pronome:

6. (79127) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Pronome: Emprego, Formas de Tratamento e Colocação, Elementos Referenciais , Interpretação, Compreensão, Tipologia e Gêneros Textuais

1

O Decreto n.º 21.076, de 24 de fevereiro de 1932, primeiro Código Eleitoral pátrio, instituiu a justiça eleitoral no Brasil,comfunçõescontenciosaseadministrativas.Eramseus

4

órgãos: um Tribunal Superior (de justiça eleitoral — o decreto não menciona justiça eleitoral), na capital da República; um tribunalregional,nacapitaldecadaestado,noDFenasededo

7

governo do território do Acre, além de juízes eleitorais nas comarcas e nos distritos. O Tribunal Superior — de justiça eleitoral — com jurisdição em todo o território nacional,

10

compunha-sedeoitomembrosefetivoseoitosubstitutos,eera presidido pelo vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). A ele se somavam dois membros efetivos e dois

13

substitutos,sorteadosdentreosministrosdoSTF,alémdedois efetivos e dois substitutos, sorteados dentre os

38

efetivos e dois substitutos, sorteados dentre os 38 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

desembargadores da Corte de Apelação do DF. Por fim,

16

integravamaCortetrêsmembrosefetivosequatrosubstitutos, escolhidos pelo chefe do governo provisório dentre quinze cidadãos, indicados pelo STF, desde que atendessem aos

19

requisitosdenotávelsaberjurídicoeidoneidademoral.Dentre seus membros, elegia o Tribunal Superior, em escrutínio secreto, por meio de cédulas com o nome do juiz e a

22

designaçãodocargo,umvice-presidenteeumprocuradorpara exercer as funções do Ministério Público, tendo este último a denominação de procurador-geral da justiça eleitoral. Em

25

relação a esse cargo, nota-se uma peculiaridade, à época da criação do Tribunal Superior: o procurador-geral da justiça eleitoralnãoeraoprocurador-geraldaRepública,massimum

28

membro do próprio tribunal.

7.

As formas de composição do TSE: de 1932 aos dias atuais.

Com referência às estruturas linguísticas do texto, julgue o item a seguir.

estruturas linguísticas do texto, julgue o item a seguir. Na linha 20, o sujeito da forma

Na linha 20, o sujeito da forma verbal “elegia” é o termo “o Tribunal Superior”.

( ) Certo   ( ) Errado

(81715) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

81715

TEXTO IV

1

Segundo a doutrina nacional, os crimes cibernéticos (tambémchamadosdeeletrônicosouvirtuais)dividem-seem puros (ou próprios) ou impuros (ou impróprios). Os primeiros

(ou próprios) ou impuros (ou impróprios). Os primeiros 4 7 10 13 16 19 são os

4

7

10

13

16

19

são os praticados por meio de computadores e se realizam ou se consumam também em meio eletrônico. Os impuros ou imprópriossãoaquelesemqueoagentesevaledocomputador

comomeioparaproduzirresultadoqueameaçaoulesaoutros bens, diferentes daqueles da informática. É importante destacar que o art. 154-A do Código

Penal (Lei n.º 12.737/2012) trouxe para o ordenamento jurídico o crime novo de “invasão de dispositivo informático”, que consiste na conduta de invadir dispositivo informático

alheio, conectado ou não à rede de computadores, mediante violação indevida de mecanismo de segurança e com o fim de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem

autorização expressa ou tácita do titular do dispositivo, ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita. Quanto à culpabilidade, a conduta criminosa do delito cibernético

caracteriza-sesomentepelodolo,nãohavendoaprevisãolegal da conduta na forma culposa.

Idem, ibidem.

da conduta na forma culposa. Idem, ibidem. www.acasadoconcurseiro.com.br 39

www.acasadoconcurseiro.com.br

39

Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto IV, julgue o item a
Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto IV, julgue o item a

Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto IV, julgue o item a seguir.

Na linha 10, a forma verbal “trouxe” está no singular porque tem de concordar com “Lei”.

( ) Certo   ( ) Errado

8. (81681) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Concordância Nominal e Verbal, Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

1

4

7

10

13

16

19

22

Estação do ano mais aguardada pelos brasileiros, o verão não é sinônimo apenas de praia, corpos à mostra e pele bronzeada. O calor extremo provocado por massas de ar quente

― fenômeno comum nessa época do ano, mas acentuado na última década pelas mudanças climáticas ― traz desconfortos e riscos à saúde. Não se trata somente de desidratação e

insolação. Um estudo da Faculdade de Saúde Pública de Harvard (EUA), o maior a respeito do tema feito até o momento, mostrou que as temperaturas altas aumentam

até o momento, mostrou que as temperaturas altas aumentam hospitalizações por falência renal, infecções do trato

hospitalizações por falência renal, infecções do trato urinário e atémesmosepse,entreoutrasenfermidades.“Emboratenhamos feito o estudo apenas nos EUA, as ondas de calor são um

fenômeno mundial. Portanto, os resultados podem ser considerados universais”, diz Francesca Domininci, professora de bioestatística da faculdade e principal autora do estudo,

publicado no jornal Jama, da Associação Médica dos Estados Unidos. No Brasil, não há estudos específicos que associem as ondas de calor a tipos de internações. “Não é só aí. No mundo

todo, há pouquíssimas investigações a respeito dessa relação”, afirma Domininci. “Precisamos que os colegas de outras partes doplanetafaçampesquisassemelhantesparacompreendermos

melhor essa importante questão para a saúde pública”, observa.

essa importante questão para a saúde pública”, observa. Internet: <www.correioweb.com.br> (com adaptações)

Internet: <www.correioweb.com.br> (com adaptações)

Mantêm-se a correção gramatical e o sentido original do texto ao se substituir “há” (l.17) por existe.

( ) Certo   ( ) Errado

9. (48697) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

1

O título de Papéis Avulsos parece negar ao livro uma certa unidade; faz crer que o autor coligiu vários escritos de ordem diversa para o fim de os não perder. A verdade é essa,

4

sem ser bem essa. Avulsos são eles, mas não vieram para aqui comopassageiros,queacertamdeentrarnamesmahospedaria. São pessoas de uma só família, que a obrigação do pai fez

7

sentar à mesma mesa. Quanto ao gênero deles, não sei que diga que não seja inútil. O livro está nas mãos do leitor. Direi somente que se há

40

diga que não seja inútil. O livro está nas mãos do leitor. Direi somente que se

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

10

aquipáginasqueparecemmeroscontoseoutrasqueonãosão, defendo-me das segundas com dizer que os leitores das outras podemacharnelasalguminteresse,edasprimeirasdefendo-me

13

com São João e Diderot. O evangelista, descrevendo a famosa besta apocalíptica, acrescentava (XVII, 9): “E aqui há sentido, quetemsabedoria”.Menosasabedoria,cubro-mecomaquela

16

palavra. Quanto a Diderot, ninguém ignora que ele não só escrevia contos, e alguns deliciosos, mas até aconselhava a um amigo que os escrevesse também. E eis a razão do

19

enciclopedista: é que quando se faz um conto, o espírito fica alegre, o tempo escoa-se, e o conto da vida acaba, sem a gente dar por isso.

22

Deste modo, venha donde vier o reproche, espero que daí mesmo virá a absolvida.

Machado de Assis. Obra completa. Vol. II, Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994, p. 236. (com adaptações).

Com base no texto, julgue o item.

236. (com adaptações). Com base no texto, julgue o item. Nos trechos “Já nas sociedades rudimentares

Nos trechos “Já nas sociedades rudimentares manifestam-se eles” (l.4-5) e “No mundo tudo se apresenta a ele” (l.11-12), os pronomes “eles” e “ele” exercem a função sintática de complemento verbal.

( ) Certo   ( ) Errado

exercem a função sintática de complemento verbal. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 41
exercem a função sintática de complemento verbal. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 41

www.acasadoconcurseiro.com.br

41

Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e fotografe o código
para ter acesso gratuito aos simulados on-line. E ainda, se for assinante da Casa das
Questões, poderá assistir ao vídeo da explicação do professor.
http://acasadasquestoes.com.br/prova-imprimir.php?prova=4987132

Aula 3

Uso dos porquês

ORTOGRAFIA

POR QUE → equivale a “pelo qual” ou as variações dessa expressão: pelos quais, pela qual e pelas quais. Também ocorre quando se pode acrescentar as palavras “razão” ou “motivo”.

• Não sei por que (razão) ela não veio.

• A situação por que (pela qual) passaste não foi fácil.

POR QUÊ → assim como o porquê acima, pode-se acrescentar a palavra “razão” ou “motivo”, o acento é justificado por anteceder um ponto (final ou de interrogação).

• Eles não foram ao jogo e não sabemos por quê. (motivo)

• Poucos estudam. Por quê? (razão)

PORQUE → é uma conjunção, equivalendo a “pois”.

• Não saiam da aula, porque o professor já vem.

PORQUÊ → é um substantivo, equivalendo a “razão”, “motivo” e normalmente aparece antecedida de palavra determinante (artigo, por exemplo).

• Dê-me ao menos um porquê para sua atitude.

• É importante o uso dos porquês.

• Dê-me ao menos um porquê para sua atitude. • É importante o uso dos porquês.

www.acasadoconcurseiro.com.br

43

Exercícios 1. Complete com os porquês. a) Esta é a pior fase passei. b) Não
Exercícios 1. Complete com os porquês. a) Esta é a pior fase passei. b) Não

Exercícios

1. Complete com os porquês.

a)

Esta é a pior fase

passei.

b)

Não concluí o trabalho,

tive um compromisso.

c)

Filosofar é procurar os

de tudo.

d)

Ficou furiosa e ninguém entendeu

e)

Não saíste comigo

estás zangado ?

f)

Todos nos empenhamos

queríamos a vitória.

g)

Qual o

da sua revolta ?

h)

As cidades

passamos eram muito pobres.

i)

Ficaremos aqui

ele precisa da nossa ajuda.

j)

Um

pode ser escrito de quatro modos.

l)

Não há

pensarmos nisso agora.

m)

São grandes as transformações

está passando a sociedade brasileira.

n)

caminhos estávamos andando, ninguém sabe.

o)

Pense bem,

é fácil enganar-se.

p)

O ministro explicou

concordava com a medida.

q)

Eis a razão

o progresso é pequeno.

r)

Não há

pensarmos nesse assunto agora.

s)

A obra foi interrompida

?

t)

Não importa saber ¬

brigaram as duas famílias.

u)

Indaga-se, em vão, o

de tantas experiências.

v)

Estranhamos todos;

não vieste?

x)

Vá cedo ao teatro,

há poucos lugares.

z)

Estranhei a maneira

ele reagiu.

44

Vá cedo ao teatro, há poucos lugares. z) Estranhei a maneira ele reagiu. 44 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Homônimos

São palavras com escrita ou pronúncia iguais, com significado (sentido) diferente.

Acender: pôr fogo Ascender: subir

Acerca de: a respeito de, sobre A cerca de: a aproximadamente Há cerca de: faz aproximadamente

Cessão: cedência Seção ou secção: parte de um todo Sessão: reunião de pessoas

Acento: sinal gráfico Assento: local para se sentar

Acidente: desgraça Incidente: episódio

Censo: contagem

Senso: juízo

Afim: semelhante

Caçar: perseguir

Concerto: sessão musical Conserto: ato de arrumar

A

fim de: para, com intuito de

Cassar: anular

Tachar: Acusar de defeito,

Incipiente: iniciante Insipiente: ignorante

Mal: advérbio

censurar

Taxar: regular o preço

Mau: adjetivo

Parônimos

São palavras que apresentam significados diferentes embora sejam parecidas na grafia ou na pronúncia.

A

princípio: no início

Ao encontro de: favorável De encontro a: contra

Emergir: vir à tona Imergir: afundar

Em princípio: em tese

Amoral: indiferente à moral Imoral: contrário à moral

Delatar: denunciar Dilatar: ampliar

Descrição: ato de descrever Discrição: modéstia

Descriminar: inocentar

 

Emigrar: sair da pátria Imigrar: entrar em país estranho

Discriminar: separar, segregar,

Eminente: elevado, célebre Iminente: próximo

discernir

Flagrante: evidência Fragrante: aromático

Ratificar: confirmar Retificar: corrigir

Tráfego: movimentação de veículos Tráfico: negócio ilícito

Infligir: aplicar pena Infringir: transgredir

Mandado: ordem judicial Mandato: delegação de poder

 
Infringir: transgredir Mandado: ordem judicial Mandato: delegação de poder   www.acasadoconcurseiro.com.br 45

www.acasadoconcurseiro.com.br

45

Conotação e Denotação Conotação: Sentido mais geral que se pode atribuir a um termo abstrato,
Conotação e Denotação Conotação: Sentido mais geral que se pode atribuir a um termo abstrato,

Conotação e Denotação

Conotação: Sentido mais geral que se pode atribuir a um termo abstrato, além da significação própria. Sentido figurado, metafórico.

Denotação: Significado de uma palavra ou expressão mais próximo do seu sentido literal. Sentido real, sentido do dicionário.

• Minha vizinha soltou os cachorros no síndico na reunião de condomínio.

• Soltei os cachorros para correrem no pátio.

• Soltei os cachorros para correrem no pátio. Algumas palavras podem apresentar polissemia (vários

Algumas palavras podem apresentar polissemia (vários sentidos no contexto), podemos criar neologismos (criações artísticas ou inovadoras), podemos empregar arcaísmos (palavras em desuso) ou gírias.

Sinônimos e Antônimos

Sinônimos

As palavras que possuem significados próximos são chamadas sinônimos.

• casa – lar – moradia – residência

• longe – distante

• morrer e falecer

• após e depois

Note que o sentido de algumas palavras é próximo, mas não exatamente equivalentes. Dificilmente encontraremos um sinônimo perfeito, uma palavra que signifique exatamente a mesma coisa que outra.

46

um sinônimo perfeito, uma palavra que signifique exatamente a mesma coisa que outra. 46 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

• Feliz, alegre

• Lindo, bonito

Pode existe uma diferença de significado entre palavras sinônimas.

• Comprei uma nova casa. / Comprei um novo lar.

Antônimos

São palavras que possuem significados opostos, contrários.

• mal / bem

• ausência / presença

• fraco / forte

• claro / escuro

contrários. • mal / bem • ausência / presença • fraco / forte • claro /

www.acasadoconcurseiro.com.br

47

Aula 4

EMPREGO DE TEMPOS E MODOS VERBAIS

Tempos verbais do Indicativo

1. Presente – é empregado para expressar um fato que ocorre no momento em que se fala; para expressar algo frequente, habitual; para expressar um fato passado, geralmente nos textos jornalísticos e literários (nesse caso, trata-se de um presente que substitui o pretérito); pode indicar o futuro também.

• Em 1856 nasce Freud, pai da Psicanálise.

• “É só você fazer assim que eu volto.” (Luan Santana)

• “Todos ficam falando que eu não sirvo pra você

Dizem que eu não presto, só me meto em confusão

Querem nos afastar e acabar com nosso amor

Tirar você de mim

O nosso amor

Todos querem por um fim

Querem nos afastar

Tirar você de mim

Eu amo você

E não me importa o que vão dizer

Eu quero só você.” (Jorge e Mateus)

o que vão dizer Eu quero só você.” ( J o r g e e M

www.acasadoconcurseiro.com.br

49

2. Pretérito Perfeito – revela um fato concluído, iniciado e terminado no passado. • “Foi
2. Pretérito Perfeito – revela um fato concluído, iniciado e terminado no passado. • “Foi

2. Pretérito Perfeito – revela um fato concluído, iniciado e terminado no

passado.

• “Foi bonito, foi, foi intenso

Foi verdadeiro, mas sincero

Sei que fui capaz, fiz até demais

Te quis do teu jeito

Te amei, te mostrei que o meu amor

Foi o mais profundo

Me doei, me entreguei, fui fiel

Chorei, chorei” (Gusttavo Lima)

3. Pretérito Imperfeito – pode expressar um fato no passado, mas não

concluído ou uma ação que era habitual, que se repetia no passado.

• “Quando criança só pensava em ser bandido, ainda mais quando com um tiro de soldado o

pai morreu. Era o terror da sertania onde morava

(Legião)

4. Pretérito mais-que-perfeito – expressa um fato ocorrido no passado,

antes de outro também passado.

• “E se lembrou de quando era uma criança e de tudo o que vivera até ali.” (Legião)

• Eu já estudara a matéria, quando saiu o edital do concurso.

5. Futuro do presente – indica um fato que vai ou não ocorrer após o

momento em que se fala.

50

• “POEMINHA DO CONTRA

Todos estes que aí estão

Atravancando o meu caminho,

Eles passarão.

Eu passarinho!”

(Mario Quintana)

aí estão Atravancando o meu caminho, Eles passarão. Eu passarinho!” (Mario Quintana) www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

• “Sim, sei bem

Que nunca serei alguém.

Sei de sobra

Que nunca terei uma obra.

Sei, enfim,

Que nunca saberei de mim.

Sim, mas agora,

Enquanto dura esta hora,

Este luar, estes ramos,

Esta paz em que estamos,

Deixem-me crer

O que nunca poderei ser.”

(Fernando Pessoa)

6. Futuro do pretérito – expressa um fato futuro em relação a um fato passado, habitualmente apresentado como condição. Pode indicar também dúvida, incerteza. Cordialidade.

• “Nós poderíamos ser muito melhores se não quiséssemos ser tão bons.” (Freud)

• "Eu aceitaria a vida como ela é, viajaria a prazo pro inferno, eu tomaria banho gelado no

inverno.” (Barão Vermelho)

• Você faria isso mesmo?

eu tomaria banho gelado no inverno.” (Barão Vermelho) • Você faria isso mesmo? www.acasadoconcurseiro.com.br 51

www.acasadoconcurseiro.com.br

51

Tempos verbais do Subjuntivo 1. Presente – expressa um fato atual exprimindo possibilidade, um fato
Tempos verbais do Subjuntivo 1. Presente – expressa um fato atual exprimindo possibilidade, um fato

Tempos verbais do Subjuntivo

1. Presente – expressa um fato atual exprimindo possibilidade, um fato

hipotético.

• “Mesmo que você não caia na minha cantada, mesmo que você conheça outro cara, na fila

de um banco, um tal de Fernando. Um lance, assim, sem graça.” (Luan Santana)

• Talvez nós possamos estudar mais em casa depois dessa aula.

• Só quero que ela retorne para mim, que ela seja a minha namorada!

2. Pretérito imperfeito – expressa um fato passado dependente de outro

fato passado.

• “Se namorar fosse bom, isso aqui tava vazio, a mulherada tava em casa. Se namorar fosse

bom, eu vivia no cinema e não tava na balada.” (Bruninho e Davi)

3. Futuro – indica uma ação hipotética que poderá ocorrer no futuro.

Expressa um fato futuro relacionado a outro fato futuro.

• Se eu acertar todas as questões, passarei.

• Se vocês se concentrarem, a matéria fará mais sentido!

Imperativo

Presente do

IMPERATIVO

Presente do

IMPERATIVO

indicativo

AFIRMATIVO

subjuntivo

NEGATIVO

EU

 

QUE EU

NÃO

TU

QUE TU

NÃO

ELE

QUE ELE

NÃO

NÓS

QUE NÓS

NÃO

VÓS

QUE VÓS

NÃO

ELES

QUE ELES

NAO

52

NÓS QUE NÓS NÃO VÓS QUE VÓS NÃO ELES QUE ELES NAO 52 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

DICAS ZAMBELIANAS

1. EU

2. Ele = você Eles = vocês

3. Presente do indicativo = tu e vós – S = Imperativo Afirmativo

4. Presente do subjuntivo (Que) – completa o restante da tabela.

“Segue o teu destino

Rega as tuas plantas;

Ama as tuas rosas.

O resto é a sombra

de árvores alheias.”

(Fernando Pessoa)

“Presta atenção em tudo o que a gente faz

Já somos mais felizes que muitos casais

Desapega do medo e deixa acontecer

Eu tenho uma proposta para te fazer

Eu, você, dois filhos e um cachorro

Um edredom, um filme bom no frio de agosto

E aí, cê topa?”

(Luan Santana)

Um edredom, um filme bom no frio de agosto E aí, cê topa?” (Luan Santana) www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

53

Exercício 1. Preencha as lacunas a) Ele perfeito) b) Se eles não c) Se o
Exercício 1. Preencha as lacunas a) Ele perfeito) b) Se eles não c) Se o

Exercício

1. Preencha as lacunas

a) Ele

perfeito)

b) Se eles não

c) Se o convite me

no debate. No entanto, eu não

(intervir – pretérito

o contrato, não haveria negócio. (manter)

, aceitarei. (convir)

d) Se o convite me

, aceitaria. (convir)

e) Quando eles

f) Se eu

g) Se eu

h) Se elas

i) Ainda bem que tu

j) Quem se

o convite, tomarei a decisão. (propor)

de tempo, aceitarei a proposta. (dispor)

de tempo, aceitaria a proposta. (dispor)

minhas pretensões, faremos o acordo. (satisfazer)

a tempo. (intervir – pretérito perfeito)

de votar deverá comparecer ao TRE. (abster – futuro do subjuntivo)

k) Quando eles

a conta, perceberão que está tudo perdido. (refazer)

l) Se eles

a conta, perceberiam que está tudo perdido. (refazer)

m) Quando não te

, assinaremos o contrato. (opor)

n) Se eu

rico, haveria de ajudá-lo. (ser)

o) Espero que você

mais atenção a nós. (dar – presente subjuntivo)

p) Se ele imperfeito do subjuntivo)

no caso, poderia resolver o problema. (intervir – pretérito

q) Epa! Eu não

r) Se nós

s) Quando ela

subjuntivo)

t) Se ela

do subjuntivo)

u) Se

v) Tu

nesta cadeirinha! (caber – presente indicativo)

sair, poderíamos. (querer – pretérito imperfeito do subjuntivo)

o namorado com outra, vai ficar uma fera! (ver – futuro do

aqui com o namorado, poderá se hospedar em casa. (vir – futuro

agora, talvez paguemos um bom preço. (comprar – futuro do subjuntivo)

bom! (ser – presente do indicativo)

54

um bom preço. (comprar – futuro do subjuntivo) bom! (ser – presente do indicativo) 54 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

VOZES VERBAIS

Voz é a forma assumida pelo verbo para indicar a relação entre ele e seu sujeito

Voz Ativa

• Os terroristas atacaram mais uma cidade nesta semana.

• Os meus colegas farão aquele concurso em 2017.

Na frase acima, “Os terroristas” pratica a ação expressa pelo verbo. É um sujeito agente. “mais

uma cidade” recebe a ação expressa pelo verbo. É um objeto direto.

Para passar uma oração da voz ativa para a voz analítica, é necessário que haja objeto direto,

pois esse termo será o sujeito da voz passiva.

Voz Passiva

A voz passiva é marcada principalmente pela circunstância de que o sujeito passa a sofrer a

ação. Como é construída tanto com o auxílio verbo ser (passiva analítica ou com auxiliar), como

com o pronome se (passiva sintética ou pronominal).

• Os muros foram pichados nesta madrugada pelos jovens delinquentes.

“Os muros ” sofrem a ação expressa pelo verbo. Trata-se de um sujeito paciente. “Os jovens delinquentes” é o elemento que pratica a ação de ferir. É o agente da passiva.

A voz passiva pode ser:

a) Analítica: formada pelo verbo ser + o particípio do verbo principal.

b) Sintética ou pronominal: formada pelo verbo principal na 3º pessoa, seguido do pronome se

ou pronominal: formada pelo verbo principal na 3º pessoa, seguido do pronome se www.acasadoconcurseiro.com.br 55

www.acasadoconcurseiro.com.br

55

Passiva Analítica • Os edifícios arrojados foram construídos por uma empresa multinacional. TRANSFORMAÇÕES Para
Passiva Analítica • Os edifícios arrojados foram construídos por uma empresa multinacional. TRANSFORMAÇÕES Para

Passiva Analítica

• Os edifícios arrojados foram construídos por uma empresa multinacional.

TRANSFORMAÇÕES

Para ser passado para voz passiva, o verbo deve ter objeto direto (único complemento que tem a mesma estrutura do sujeito) e fazer as seguintes transformações:

1. O objeto direto da voz ativa passa a sujeito da voz passiva analítica.

2. O tempo do verbo principal é transferido para o verbo auxiliar ser, ao passo que o principal vai para o particípio.

3. a preposição por se junta ao sujeito da voz ativa para formar o agente da passiva.

4. o verbo, na voz passiva, concorda com o sujeito paciente.

Obs.: Os verbos TER, HAVER e POSSUIR, a despeito de exigirem objeto direto, NÃO podem ser apassivados.

Passiva Sintética

• Consertam-se aparelhos elétricos.

• Nunca se viram tantos casos de corrupção no país.

• Enviaram-se os documentos aos diretores do curso.

TRANSFORMAÇÃO DA ATIVA PARA A PASSIVA SINTÉTICA

• verbo no mesmo tempo e modo que na ativa + se

• objeto direto – sujeito paciente

• O número de verbos é o mesmo que na ativa.

56

• objeto direto – sujeito paciente • O número de verbos é o mesmo que na

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

Voz Reflexiva:

• Mãe e filha abraçaram-se. Eu me afastei constrangido.

O sujeito pratica e recebe a ação verbal, ou seja, ele é, ao mesmo tempo, o agente e o paciente da ação.

Exercício

1. Passe as frases a seguir de uma voz para a outra.

a) Os voluntários promoveram campanhas de donativos.

b) A Gripe Suína e a Febre Amarela ceifam milhares de vida.

c) O governo liberou os recursos em vinte dias.

d) A experiência ensina-nos muitas coisas.

e) Eu já lhes dei todas as questões da prova.

f) Todos o consideravam honesto.

g) Quem pagará esses prejuízos?

h) Sem a ajuda do povo, o Chile não reconstruiria a cidade.

i) O crime da família de Isabela foi julgado também pelo povo.

j) A polícia pode ser corrompida pelo povo facilmente.

foi julgado também pelo povo. j) A polícia pode ser corrompida pelo povo facilmente. www.acasadoconcurseiro.com.br 57

www.acasadoconcurseiro.com.br

57

1. (4518) CESPE – 2013 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais

Questões

Mantém-se a correção gramatical do período ao se substituir “criaram-se” (L.20) por foram criadas.

19 conciliar os dissídios coletivos, e, no mesmo momento,

20 criaram-se as juntas de conciliação e julgamento, que

21 conciliavam e julgavam os dissídios individuais do trabalho.

( ) Certo   ( ) Errado

2. (36139) CESPE – 2013 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais

2. (36139) CESPE – 2013 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais Em relação às informações e estruturas

Em relação às informações e estruturas linguísticas do texto acima, julgue o item que se segue.

Prejudica-se a correção gramatical do texto ao se substituir “Identificaram-se” (L.23) por Foram identificados.

22 Uma delas, de 2009, previa o julgamento de todos os processos

23 distribuídos antes de 2006. Identificaram-se quase 4,5 milhões

24 de casos; 90% deles já foram julgados.

( ) Certo   ( ) Errado

3. (79116) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos

– 2014 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos Com relação às estruturas linguísticas do texto

Com relação às estruturas linguísticas do texto I, julgue o item seguinte.

O tempo empregado nas formas verbais “enviaria” (R.4), “seria transformado” (R.6), “ficaria” (R.7) e “seriam instituídas” (R.8) dá a entender que as ações correspondentes a essas formas verbais não se concretizaram, de fato, no ano de 1880.

1.

Em 1880, o deputado Rui Barbosa, da Bahia, redigiu, a pedido do presidente do Conselho de Ministros, José Antônio Saraiva, o projeto de lei de reforma eleitoral. Em abril de 1880,

4.

o Ministério do Império enviaria o documento à Câmara dos Deputados. Aprovado posteriormente pelo Senado, em janeiro do ano seguinte seria transformado no Decreto n.º 3.029 e

7.

ficaria popularmente conhecido como Lei Saraiva. Por intermédio dela, seriam instituídas eleições diretas no país para todos os cargos, à exceção do de regente, amparado pelo Ato

10.

Adicional.

( ) Certo   ( ) Errado

de regente, amparado pelo Ato 10. Adicional. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 59

www.acasadoconcurseiro.com.br

59

4. (81719) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos Com base na
4. (81719) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos Com base na

4. (81719) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos

Com base na leitura do texto, julgue o item seguinte.

A coerência e a coesão do texto não seriam prejudicadas se o trecho “se o medo não fosse

constante, as pessoas (

a humanidade.” (l.4) fosse reescrito da seguinte forma: se o medo

não for constante, as pessoas se unirão mais e incendiarão de entusiasmo a humanidade

)

1.

Acho que, se eu não fosse tão covarde, o mundo seria um lugar melhor. Não que a melhora do mundo dependa de

uma só pessoa, mas, se o medo não fosse constante, as pessoas

4.

se

uniriam mais e incendiariam de entusiasmo a humanidade.

( ) Certo   ( ) Errado

5. (81723) CESPE -2014 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais, Sintaxe da Oração (Análise Sintática)

Considerando as ideias e as estruturas linguísticas do texto, julgue o item 6 Na linha 13, a partí- cula “se” é empregada para indeterminar o sujeito.

cá, diferentes tipos de ação atingiram todo o grupo social,
cá, diferentes tipos de ação atingiram todo o grupo social,

As vítimas das agressões pessoais viram desprotegidas

a

foram prejudicados. Pôde-se constatar que, em outras partes do mundo, fenômenos sociais semelhantes também ocorreram. Lá como

10.

paz e a segurança, direitos sagrados da cidadania. Todos

7.

gerando vítimas e danos materiais. Nem sempre a intervenção das forças do Estado foi suficiente para evitar prejuízos.

13.

Do ponto de vista global, notou-se que a quebra da ordem foi provocada em situações diversas e ora tornou mais graves as distorções do direito, ora espalhou a insegurança

as distorções do direito, ora espalhou a insegurança ( ) Certo   ( ) Errado 6. (93957) CESPE –

( ) Certo   ( ) Errado

6. (93957) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais

Em relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto I, julgue o item que se segue.

A substituição de “se constata” (R.8) por é constatado manteria a correção gramatical e o

sentido original do texto.

8 O que se constata é que, na prática, o cidadão preso

9 perde muito mais do que sua liberdade. Perde sua dignidade, é

10 10 submetido a humilhação e acaba se sentindo um nada.

( ) Certo   ( ) Errado

60

a humilhação e acaba se sentindo um nada. ( ) Certo   ( ) Errado 60 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

7. (81698) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais

Com relação às ideias e às estruturas linguísticas do texto I, julgue o item que se segue. Caso se substituísse “iniciou-se” (l.14) por foi iniciada, a correção gramatical do período seria prejudicada.

13.

Só no Império, em 1832, com o Código de Processo Penal do Império, iniciou-se a sistematização das ações do Ministério Público. Na República, o Decreto n.º 848/1890, ao

16.

criar e regulamentar a justiça federal, dispôs, em um capítulo, sobre a estrutura e as atribuições do Ministério Público no âmbito federal.

( ) Certo   ( ) Errado

8. (98891) FCC – 2015 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais

8. (98891) FCC – 2015 – PORTUGUÊS – Vozes Verbais enquanto somos urdidos dentro dela. O

enquanto somos urdidos dentro dela.

O

verbo que admite essa transposição está em:

verbo urdir na frase acima está transposto para a voz passiva. Dentre as opções abaixo, o

a) Durante toda a vida, estamos sempre fazendo opções acerca de nossos objetivos.

b) As cores escolhidas para o bordado parecem ser o propósito definitivo de uma vida.

c) A vida é, para todos, comparável a uma tapeçaria de desenho, cores e espessura individuais.

d) Necessitamos, habitualmente, de orientação segura na tomada de decisões corretas em nossa vida.

e) Pessoas próximas colaboram conosco na definição de projetos ao longo de toda a vida.

9. (95730) CESPE – 2015 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos

– 2015 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos O “passa” (l.18) para indicar uma ação

O

“passa” (l.18) para indicar uma ação habitual, iniciada no passado e que se estende ao momento em que o texto foi escrito.

presente foi empregado nas formas verbais “atinge” (l.10),“marca” (l.14), “exige” (l.17) e

Para a surpresa de muitas pessoas, acostumadas a ver em nosso país tantas leis que não saem do papel, a LRF, logo

10.

nos primeiros anos, atinge boa parte de seus objetivos, notadamente em relação a observância dos limites da despesa com pessoal, o que permitiu uma descompressão da receita

13.

líquida e propiciou maior capacidade de investimento público. O regulamento marca avanços também no controle de gastos em fins de gestão e em relação ao novo papel que as leis de

16.

diretrizes orçamentárias passaram a desempenhar. Não obstante todos os avanços, o momento exige cautela e reflexões. Como toda debutante, a LRF passa por

19.

alguns importantes conflitos existenciais. É quase consenso, no

LRF passa por 19. alguns importantes conflitos existenciais. É quase consenso, no www.acasadoconcurseiro.com.br 61

www.acasadoconcurseiro.com.br

61

meio acadêmico e entre os órgãos de controle, a necessidade de seu aperfeiçoamento em alguns
meio acadêmico e entre os órgãos de controle, a necessidade de seu aperfeiçoamento em alguns

meio acadêmico e entre os órgãos de controle, a necessidade de

seu aperfeiçoamento em alguns pontos. Há que se ponderar, (

)

( ) Certo   ( ) Errado

10. (99062) CESPE – 2014 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos

A correção gramatical e o sentido do texto seriam preservados caso se substituísse “entraram com” (l.15) por interpuseram.

14 Em 1999, organizações indígenas da Amazônia, com

15 oapoiodeentidadesambientalistas,entraramcomumpedido

16 de anulação da patente da planta ayahuasca ou yagé

17 (Banisteriopsis caapi), registrada por Loren Miller, em 1986.

( ) Certo   ( ) Errado

Loren Miller, em 1986. ( ) Certo   ( ) Errado 11. (108311) CESPE – 2016 – PORTUGUÊS – Tempos e

11. (108311) CESPE – 2016 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos

Com relação às informações e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue o item a seguir.

Sem prejuízo para a correção gramatical do texto nem para seu sentido original, o trecho “a De- fensoria Pública fez intervenção judicial” (R. 11 e 12) poderia ser reescrito da seguinte forma: a Defensoria Pública interviu judicialmente.

10 garantindo o direito à saúde a três pessoas por ela assistidas. 11 Em todos os casos, a Defensoria Pública fez intervenção 12 judicial para suprir a negativa ou a má prestação do serviço 13 público de saúde na localidade.

prestação do serviço 13 público de saúde na localidade. ( ) Certo   ( ) Errado 62

( ) Certo   ( ) Errado

62

do serviço 13 público de saúde na localidade. ( ) Certo   ( ) Errado 62 www.acasadoconcurseiro.com.br

www.acasadoconcurseiro.com.br

PC-GO (Agente de Polícia e Escrivão) – Português – Prof. Carlos Zambeli

12. (108323) CESPE – 2016 – PORTUGUÊS – Tempos e Modos Verbais/Verbos

Julgue o item subsequente, relativo às ideias e aos aspectos linguísticos da tirinha apresentada, da personagem Mafalda.

As formas verbais empregadas na tirinha, embora flexionadas na terceira pessoa do singular, indicam ações praticadas por Mafalda e por ela relatadas no momento de sua realização, o que justifica o emprego do presente do indicativo.

o que justifica o emprego do presente do indicativo. ( ) Certo   ( ) Errado

( ) Certo   ( ) Errado

o que justifica o emprego do presente do indicativo. ( ) Certo   ( ) Errado www.acasadoconcurseiro.com.br 63

www.acasadoconcurseiro.com.br

63

Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e
Acesse o link a seguir ou baixe um leitor QR Code em seu celular e fotografe o código
para ter acesso gratuito aos simulados on-line. E ainda, se for assinante da Casa das
Questões, poderá assistir ao vídeo da explicação do professor.
http://acasadasquestoes.com.br/prova-imprimir.php?prova=8865708