Você está na página 1de 1

c  c 

  
   
     c 
 

Nasceu em Lima (Peru) no ano 1586; quando vivia em sua casa dedicou -se já a uma
vida de piedade e de virtude, e quando vestiu o hábito da Terceira Ordem de São
Domingos fez grandes progressos no caminho da Penitência e da Contemplação
mística. Morreu dia 24 de Agosto de 1617.

cc cc  c 


  

 
   c             
  

  !" #$ %##

c &  & '( 

)
c
 c *&+)


O Salvador levantou a voz e disse, com incomparável Majestade: ³Conheçam todos


que a Graça segue à tribulação. Saibam que sem o peso das aflições não se chega ao
cume da Graça. Compreendam que, conforme o acréscimo dos trabalhos, se aumenta
juntamente a me dida dos carismas. Que ninguém se engane: esta é a única
verdadeira escala do Paraíso, e fora da Cruz não há Caminho por onde se possa subir
ao Céu!´

Ouvidas estas palavras, sobreveio -me um ímpeto poderoso de pôr -me no meio da
praça para gritar com grand es clamores, dizendo a todas as pessoas, de qualquer
idade, sexo, estado e condição que fossem: ³Ouvi, povo; ouvi, todo o género de
pessoas: da parte de Cristo e com palavras tomadas da Sua própria boca, eu vos
aviso: Que não se adquire Graça sem padecer a flições; há necessidade de trabalhos e
mais trabalhos, para conseguir a participação íntima da divina natureza, a Glória dos
Filhos de Deus e a perfeita formosura da alma´.

Este mesmo estímulo impulsionava -me impetuosamente a pregar a formosura da


divina Graça, angustiava-me e fazia-me suar e ansiar. Parecia -me que já não podia a
alma deter-se no cárcere do corpo, senão que se teria que romper a prisão e, livre e
só, com mais agilidade, se teria que ir pelo mundo, gritando: ³Oh, se conhecessem os
mortais que grande coisa é a Graça, que formosa, que nobre, que preciosa, quantas
riquezas esconde em si, quantos tesouros, quantos júbilos e delícias! Sem dúvida
empregariam toda a sua diligência, afãs e desvelos em procurar penas e aflições;
andariam todos pelo mundo em busca de moléstias, doenças e tormentos, em vez de
aventuras, por conseguir o tesouro inestimável da Graça. Esta é a mercadoria e lucro
último da constância no sofrimento. Ninguém se queixaria da Cruz nem dos trabalhos
que lhe caem em sorte, se conhecesse as balanças onde se pesam para reparti -los
entre os homens´.

RESPONSÓRIO 1Co 1, 27. 28 -29; Sal 137, 6

R. O néscio do mundo escolheu -o Deus para confundir os sábios; escolheu o que não
conta, para anular o que conta; * de modo que ninguém possa gloriar-se na presença
do Senhor.
V. O Senhor é sublime, fixa -Se no humilde, e de longe conhece o soberbo.
R. De modo que ninguém possa gloriar -se na presença do Senhor.

Você também pode gostar