Você está na página 1de 21
TFM – Total Flow Managment Mizusumashi The #1 Specialist in: World Class Performance… Operational Excellence…
TFM – Total Flow Managment Mizusumashi The #1 Specialist in: World Class Performance… Operational Excellence…
TFM – Total Flow Managment Mizusumashi The #1 Specialist in: World Class Performance… Operational Excellence…

TFM Total Flow Managment

Mizusumashi

The #1 Specialist in: World Class Performance… Operational Excellence… Continuous Improvement Kaizen Lean !
The #1 Specialist in:
World Class Performance…
Operational Excellence…
Continuous Improvement Kaizen Lean !

O que é um Mizusumashi?

O que é um Mizusumashi?  O Mizusumashi abastece componentes e retira produto acabado;  Transporta
 O Mizusumashi abastece componentes e retira produto acabado;  Transporta toda a informação necessária
 O Mizusumashi abastece componentes e
retira produto acabado;
 Transporta toda a informação necessária e
também as ordens de produção;
 Executa um trabalho normalizado cíclico;
 Abastece os componentes necessários no
local de uso.
Mizusumashi à letra traduz-se como alfaiate ou “aquele que se
desloca facilmente”, tipicamente chamado de water spider.

Porque se implementa o Mizusumashi?

Porque se implementa o Mizusumashi?  O Mizusumashi permite: ˃ Melhorar a flexibilidade; ˃ Melhorar a
 O Mizusumashi permite: ˃ Melhorar a flexibilidade; ˃ Melhorar a qualidade; ˃ Melhorar a
 O Mizusumashi permite:
˃ Melhorar a flexibilidade;
˃ Melhorar a qualidade;
˃ Melhorar a produtividade produção/serviços;
˃ Melhorar a produtividade da logística;
˃ Maior rentabilidade da organização;
˃ Reduzir custos;
˃ Reduzir Lead Time interno.

Introdução

Introdução  Supermercados são estruturas de armazenamento necessárias a um correcto fluxo de materiais;
 Supermercados são estruturas de armazenamento necessárias a um correcto fluxo de materiais; Supermercado Produto
 Supermercados são estruturas de
armazenamento necessárias a um
correcto fluxo de materiais;
Supermercado Produto
Acabado
 “Mizusumashi” é o operador que
executa todas as operações entre
supermercados;
 O principal equipamento é o Trem
Logístico;
 Através da normalização do seu
trabalho será possível eliminar o
MUDA;
 Este conceito será explicado,
também, no capítulo de “Logística
Externa”, mais propriamente, em
“Milk Run”.
Externa”, mais propriamente, em “Milk Run”. Abastecimento Mizusumashi Mizusumashi Recolha Produto
Abastecimento Mizusumashi Mizusumashi Recolha Produto Acabado
Abastecimento
Mizusumashi
Mizusumashi
Recolha Produto
Acabado
Mizusumashi Mizusumashi Recolha Produto Acabado Supermercado Matéria Prima O Mizusumashi altera o processo

Supermercado Matéria

Prima

O Mizusumashi altera o processo interno eliminando desperdício e aumentado a produtividade.

Supermercado Matéria Prima O Mizusumashi altera o processo interno eliminando desperdício e aumentado a produtividade. 4

4

Definição de Mizusumashi

Definição de Mizusumashi Estante dinâmica para caixas grandes e paletes Estante dinâmica para caixas pequenas 
Estante dinâmica para caixas grandes e paletes Estante dinâmica para caixas pequenas
Estante dinâmica para caixas
grandes e paletes
Estante dinâmica para
caixas pequenas
grandes e paletes Estante dinâmica para caixas pequenas  De modo a eliminar viagens em vazio

De modo a eliminar viagens em vazio o Mizusumashi precisa de capacidade de carga;

Esta situação poderá ser alcançada usando carros adaptados à carga transportada.

alcançada usando carros adaptados à carga transportada. Ciclos bem definidos do Mizusumashi e uma visão de
alcançada usando carros adaptados à carga transportada. Ciclos bem definidos do Mizusumashi e uma visão de

Ciclos bem definidos do Mizusumashi e uma visão de todo o processo garantem a correta

implementação.

transportada. Ciclos bem definidos do Mizusumashi e uma visão de todo o processo garantem a correta

5

Objetivos do Mizusumashi

Objetivos do Mizusumashi Situação Atual  Elevado WIP  Dificuldade de picking  Transporte de empilhador
Situação Atual  Elevado WIP  Dificuldade de picking  Transporte de empilhador  Contentores
Situação Atual
 Elevado WIP
 Dificuldade de picking
 Transporte de empilhador
 Contentores grandes
 Abastecimento Diário
 Contentores Grandes
 (1 ou 2 dias de WIP)
 Muda de movimento
 Dificuldade de picking
 Balanceamento médio

Baixo nível FTQ no fim da linha

Armazém

médio  Baixo nível FTQ no fim da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de
médio  Baixo nível FTQ no fim da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de
médio  Baixo nível FTQ no fim da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de

Transporte

 Baixo nível FTQ no fim da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de linha

Bordo de linha

FTQ no fim da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de linha A situação mais

Bordo de linha

da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de linha A situação mais comum com a
da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de linha A situação mais comum com a
da linha Armazém Transporte Bordo de linha Bordo de linha A situação mais comum com a

A situação mais comum com a utiliazção de empilhadores ou meios semelhantes é uma fonta de

desperdício, de variabilidade e de dificuldades no manuseamento e tempos de entrega de materiais.

é uma fonta de desperdício, de variabilidade e de dificuldades no manuseamento e tempos de entrega

6

Objetivos do Mizusumashi

Objetivos do Mizusumashi Situação Futura  Fácil identificação e picking  Trem pequeno  Contentores
Situação Futura  Fácil identificação e picking  Trem pequeno  Contentores pequenos/específicos 
Situação Futura
 Fácil identificação e picking
 Trem pequeno
 Contentores pequenos/específicos
 Trabalho normalizado
 Ciclos de Abastecimento de 60min/20min
 Contentores pequenos/específicos
 (2 ou 4h WIP)
 Trabalho Normalizado e LCA
 Mura Line Balancing
 Nivelamento pelo Takt Time

Std QUAL

Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo
Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo
Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo
Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo
Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo
Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo

O objetivo do Mizusumashi passa pelo aumento da eficiência

Line Balancing  Nivelamento pelo Takt Time  Std QUAL O objetivo do Mizusumashi passa pelo

7

Precedências do Mizusumashi

Precedências do Mizusumashi  Para a correta implementação de um Mizusumashi é necessário garantir: ˃
 Para a correta implementação de um Mizusumashi é necessário garantir: ˃ Implementação dos supermercados;
 Para a correta implementação de um
Mizusumashi é necessário garantir:
˃ Implementação dos supermercados;
‒ Embora não estritamente necessário, facilita a
operação do operador do Mizu.
‒ Identificações, Níveis de reposição, Kanbans, se
possível, devem fazer parte da solução do
Mizusumashi;
˃ Bordo de linha
‒ Um bordo de linha correto e bem definido é
importante para garantir que o Mizusumashi
‒ Garante a entrega o produto no local correto, na
quantidade definida com o mínimo de atrasos
possível;

Empilhadores vs Trem Logístico

Empilhadores vs Trem Logístico  Trabalha como um “Metro”;  Chega a cada estação no tempo
 Trabalha como um “Metro”;  Chega a cada estação no tempo previsto (o ciclo
Trabalha como um “Metro”;
Chega a cada estação no tempo previsto (o ciclo de 20
minutos é o mais usual);
Envolve um custo inferior e é de fácil manuseamento;
Alta
produtividade
e
permite
a
execução
de
trabalho
normalizado;
Permite que o Mizusumashi movimente também toda a
informação necessária (Kanban e Junjo).
também toda a informação necessária (Kanban e Junjo).  Trabalha como um “Táxi” (é necessário

Trabalha como um “Táxi” (é necessário chamá-lo)

Se a empresa tiver 10 empilhadores e eles tiverem

ocupados 90% do tempo, a probabilidade de, quando for

necessário um, todos estarem ocupados é de 90%^10 = 35% => 1/3 do tempo que o “cliente” terá de esperar

Equipamento de custo elevado e de manuseamento difícil;

Baixa produtividade e sujeito a acidentes

Linha de Montagem Abastecimento Kanban

Linha de Montagem – Abastecimento Kanban 1220 1220 1220 1220 CAF 820 Corredor Interno 820 820
1220 1220 1220 1220 CAF 820 Corredor Interno 820 820 820 Corredor Externo Corredor Interno
1220
1220
1220
1220
CAF
820
Corredor Interno
820
820
820
Corredor Externo
Corredor Interno

Linha de Montagem Abastecimento Junjo

Linha de Montagem – Abastecimento Junjo Corredor Interno 3 5 4 3 820 820 2 3
Linha de Montagem – Abastecimento Junjo Corredor Interno 3 5 4 3 820 820 2 3
Corredor Interno
Corredor Interno
Linha de Montagem – Abastecimento Junjo Corredor Interno 3 5 4 3 820 820 2 3
3 5 4 3 820 820 2 3 2 820 820 1 3 2 1
3
5 4 3
820
820
2
3
2
820
820
1
3 2 1
1220
1220
1220
1220

Dimensionamento: Carros

Dimensionamento: Carros Componentes num carro pequeno Trem com carros de grandes dimensões Trem com carros especiais
Dimensionamento: Carros Componentes num carro pequeno Trem com carros de grandes dimensões Trem com carros especiais

Componentes num carro pequeno

Dimensionamento: Carros Componentes num carro pequeno Trem com carros de grandes dimensões Trem com carros especiais

Trem com carros de grandes dimensões

num carro pequeno Trem com carros de grandes dimensões Trem com carros especiais  Os carros

Trem com carros especiais

 Os carros tem de ser adaptados à necessidade de transporte: quantidades, dimensões e número
 Os
carros
tem
de
ser
adaptados
à
necessidade de transporte: quantidades,
dimensões e número de estações
 Estes podem ter várias dimensões:
˃ Desde pequenas dimensões (400x600mm) –
Para caixas ou peças pequenas
˃ Dimensões Médias (600x800mm) – Para caixas
ou peças de tamanho médio
˃ Dimensões Grandes (800x1200mm) – para
caixas ou peças de grande dimensão
Trem com carros adaptado para
função especifica
˃ Dimensões e formatos Especiais – peças ou
produtos com dimensões, formas
e
necessidades excepcionais

Trem com carros de média dimensão

Trem com carros especiais

Diversos tipos de Trens Trem Pequeno

Diversos tipos de Trens – Trem Pequeno Base pequena com rodas Contentores numa base com rodas
Diversos tipos de Trens – Trem Pequeno Base pequena com rodas Contentores numa base com rodas

Base pequena com rodas

Contentores numa base com rodas Trem Pequeno
Contentores numa
base com rodas
Trem Pequeno
com rodas Contentores numa base com rodas Trem Pequeno Componentes num carro pequeno O “ match

Componentes num carro pequeno

Diversos tipos de Trens Trem Médio

Diversos tipos de Trens – Trem Médio Carros médios Trem médio Base Média com rodas Trem
Carros médios
Carros médios
Diversos tipos de Trens – Trem Médio Carros médios Trem médio Base Média com rodas Trem

Trem médio

tipos de Trens – Trem Médio Carros médios Trem médio Base Média com rodas Trem Médio

Base Média com rodas

Trem Médio

Diversos tipos de Trens Trem Grande

Diversos tipos de Trens – Trem Grande Comboios Grandes Estruturas Base Grande com Rodas Base Grande
Diversos tipos de Trens – Trem Grande Comboios Grandes Estruturas Base Grande com Rodas Base Grande
Diversos tipos de Trens – Trem Grande Comboios Grandes Estruturas Base Grande com Rodas Base Grande
Comboios Grandes Estruturas
Comboios Grandes
Estruturas

Base Grande com Rodas

Grande Comboios Grandes Estruturas Base Grande com Rodas Base Grande com Rodas O Mizusumashi pode também

Base Grande com Rodas

Diversos tipos de Trens Trem Especial

Diversos tipos de Trens – Trem Especial  Os Mizusumashis podem ser implementados em vários pontos
 Os Mizusumashis podem ser implementados em vários pontos do processo produtivo: ˃ Matéria Prima;
 Os Mizusumashis podem ser implementados
em vários pontos do processo produtivo:
˃ Matéria Prima;
˃ Produto intermédio;
˃ Produto acabado;
 Dependendo do tipo de operação e das
Trem muito grande
dimensões dos produtos em cada uma destas
(indústria têxtil)
áreas, muitas vezes há que recorrer a
carruagens especiais;
 Estas carruagens devem ser polivalentes, se
possível, para evitar viagens em vazio.
Trem pequeno (indústria de

maquinaria de precisão)

Diversos tipos de Trens Trem Especial

Diversos tipos de Trens – Trem Especial 17
Diversos tipos de Trens – Trem Especial 17
Diversos tipos de Trens – Trem Especial 17

17

Diversos tipos de Trens Trem Especial

Diversos tipos de Trens – Trem Especial 18
Diversos tipos de Trens – Trem Especial 18
Diversos tipos de Trens – Trem Especial 18

18

Dimensionamento: Rodas

Dimensionamento: Rodas  Solução barata para reboques ligeiros que requeiram boa maneabilidade; 1 RODA GIRATÓRIA
Dimensionamento: Rodas  Solução barata para reboques ligeiros que requeiram boa maneabilidade; 1 RODA GIRATÓRIA

Solução barata para reboques ligeiros que requeiram boa maneabilidade;

1 RODA GIRATÓRIA  A base deve ter uma longitude razoável e a carga estar
1 RODA GIRATÓRIA
A base deve ter uma longitude razoável e a carga estar bem repartida.
2 RODAS FIXAS
Muito boa maneabilidade;
Condução precisa e fácil;
2 RODAS GIRATÓRIAS
2
RODAS FIXAS
Aconselhável para carros (bases) compridos que necessitem de girar fácil
de frequentemente em espaços reduzidos;
Não adequado aquando da existência de rampas.
Máxima capacidade de carga;
4
RODAS GIRATÓRIAS
Boa estabilidade e maneabilidade;
2
RODAS FIXAS
Melhor configuração para carros (bases) muito compridos e/ou com cargas
muito pesadas.
O carro gira sobre o seu centro sem necessidade de manobra;
4
RODAS GIRATÓRIAS
Difícil de conduzir em linha recta, especialmente em pavimentos
desnivelados, corredores estreitos ou com cargas pesadas;
Configuração adotada para pequenos carros que requerem o máximo de
maneabilidade.
Boa capacidade de carga e boa maneabilidade – pode girar sobre a sua
longitude;
2
RODAS GIRATÓRIAS
2
RODAS FIXAS
Condução precisa e fácil;

Aconselhável para distâncias longas, em linha recta e com cargas pesadas.

O número de rodas e a posição garantem a estabilidade e a capacidade de carga

em linha recta e com cargas pesadas. O número de rodas e a posição garantem a

19

Fluxos de informação

Fluxos de informação  O Mizusumashi contribui para manter o ritmo das linhas/células de produção (pontos
Fluxos de informação  O Mizusumashi contribui para manter o ritmo das linhas/células de produção (pontos
Fluxos de informação  O Mizusumashi contribui para manter o ritmo das linhas/células de produção (pontos
Fluxos de informação  O Mizusumashi contribui para manter o ritmo das linhas/células de produção (pontos
 O Mizusumashi contribui para manter o ritmo das linhas/células de produção (pontos de abastecimento)
 O Mizusumashi contribui para manter o
ritmo das linhas/células de produção
(pontos de abastecimento)
 As ferramentas que apoiam a gestão do
fluxo de informação são os seguintes:
˃
Caixas de nivelamento
˃
Caixas de construção de lote
˃
Sequenciadores
˃
Kanban
˃
Junjo

Controlo de rota

Controlo de rota Pontos de Abastecimento Marcação dos carros S i n a i s d
Pontos de Abastecimento Marcação dos carros
Pontos de Abastecimento
Marcação dos carros

Sinais de Trânsito

carros S i n a i s d e T r â n s i t
carros S i n a i s d e T r â n s i t
carros S i n a i s d e T r â n s i t

Marcações no Solo

s i t o M a r c a ç õ e s n o S
s i t o M a r c a ç õ e s n o S