Você está na página 1de 94

Caderno de Exercícios

6.º ANO

Ensino Fundamental Livro 2

Ciências, Geografia, História

Língua Portuguesa e Matemática

Diretoria Geral Mônica Aparecida Ferreira

Gerência de Operações Guilherme José Cornélio Viana

Gerência Editorial Tatiane Aline do Carmo e Melo

Produção Editorial Letícia Neves

Produção Gráfica Daniela Pereira de Melo Denise de Barros Guimarães Eli Vidal de Castro Glauciane Mara Fernandes

Gerência Pedagógica Cornélia Cristina Sampaio Brandão Maria Cibele Aguiar Santos

Consultoria Pedagógica Aída Cecília Vilela de Oliveira Carla Miller Brant Moraes Cibele Cristina Mendanha Heloísa Helena Baldo Lopes Luciano Pereira Marins Luiza Winter Venturini Marcilene Gonçalves Souza

Projeto Gráfico e Capa Grid Editorial

Revisão de Língua e Estilo Carolina Santos Magalhães da Rocha Denice Pêgo Márcia d' Ávila Cybele Souza

Editoração Eletrônica Grid Editorial

Ávila Cybele Souza Editoração Eletrônica Grid Editorial Ilustração Ednei Marx Cartografia Carlos Jorge Nunes

Ilustração

Ednei Marx

Cartografia Carlos Jorge Nunes

Ilustração Ednei Marx Cartografia Carlos Jorge Nunes Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total
Ilustração Ednei Marx Cartografia Carlos Jorge Nunes Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total

Todos os direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial

direitos reservados Proibida a reprodução total ou parcial Rua Santa Madalena Sofia, 25 Vila Paris, Belo

Rua Santa Madalena Sofia, 25 Vila Paris, Belo Horizonte / MG CEP 30380-650

(31)2126.0310

Querido aluno,

Estaremos juntos também no segundo semestre, trazendo atividades interessantes para ajudá-lo a aprender mais e a compreender sua importância na vida das pessoas. Ao longo deste caderno, você realizará atividades significativas e perceberá que pode ser muito divertido percorrer um caminho no qual estaremos sempre descobrindo algo novo!

Com o nosso carinho,

estaremos sempre descobrindo algo novo! Com o nosso carinho, Rede Pitágoras Organização do meu dia a

Rede Pitágoras

Organização do meu dia a dia

1. o Defina um horário para o seu estudo. 2. o Escolha um local calmo,
1. o Defina um horário para o seu estudo.
2. o Escolha um local calmo, claro e bem ventilado e, de preferência, que seja do seu agrado.
3. o Organize os materiais que serão utilizados e deixe-os próximos a você.
4. o Separe diariamente o conteúdo a ser estudado.
5. o Sente-se na cadeira corretamente no momento de estudar.
Agora, preencha o quadro abaixo com as suas atividades diárias.
Horário
Atividades
Início
Término
1
2
3
4
5
6
7
Sumário CIÊNCIAS UNIDADE 3 – Princípios da natureza e padrões humanos 6 Capítulo 5 –
Sumário CIÊNCIAS UNIDADE 3 – Princípios da natureza e padrões humanos 6 Capítulo 5 –

Sumário

CIÊNCIAS

UNIDADE 3 – Princípios da natureza e padrões humanos

6

Capítulo 5 – Interações planetárias dos seres vivos

6

Capítulo 6 – O viver humano e as tecnologias

13

Capítulo 7 – Do consumo ao descarte – a relação humana com os materiais

18

Capítulo 8 – Os materiais e a vida – soluções para um mundo novo

21

GEOGRAFIA

UNIDADE 4 – O espaço humano e social: conceitos e transformações contemporâneas

24

Capítulo 6 – A dinâmica da população mundial

24

Capítulo 7 – O vaivém da população pelo mundo

24

UNIDADE 5 – As novas relações de trabalho no mundo globalizado

33

Capítulo 8 – O trabalho no meio rural

33

Capítulo 9 – O trabalho no meio urbano

33

HISTÓRIA

UNIDADE 3 – A cidadania e o legado cultural greco-romano

42

Capítulo 6 – Cidade: espaço privilegiado para o exercício do poder político

42

Capítulo 7 – O poder da arte e da religião entre gregos e romanos

49

UNIDADE 4 – As grandes matrizes religiosas do Ocidente

52

CIECIECIE

As grandes matrizes religiosas do Ocidente 52 CIE CIE CIE GEO GEO HIS HIS Capítulo 8

GEOGEO

matrizes religiosas do Ocidente 52 CIE CIE CIE GEO GEO HIS HIS Capítulo 8 – A

HISHIS HIS

religiosas do Ocidente 52 CIE CIE CIE GEO GEO HIS HIS Capítulo 8 – A origem

Capítulo 8 – A origem e os fundamentos das três grandes religiões do Ocidente . 52

54

Capítulo 9 – A força das religiões entre os povos do Ocidente

LÍNGUA PORTUGUESA

UNIDADE 5 – A magia das palavras Capítulo 9 – A vida (re)inventada Capítulo 10 – A vida nos palcos

UNIDADE 6 – Deu na mídia Capítulo 11 – O mundo em nossas casas Capítulo 12 – Fatos e opiniões

UNIDADE 7 – Relações formalizadas Capítulo 13 – A convivência social Capítulo 14 – O combinado e o escrito

MATEMÁTICA

UNIDADE 3 – De volta ao universo dos números e das medidas Capítulo 6 – As frações Capítulo 7 – Operações com números racionais Capítulo 8 – Outras medidas

PORPOR

números racionais Capítulo 8 – Outras medidas POR POR 57 57 59 64 64 67 71

57

57

59

64

64

67

71

71

75

 

MATMAT

77

77

83

92

57 57 59 64 64 67 71 71 75   MAT MAT 77 77 83 92
57 57 59 64 64 67 71 71 75   MAT MAT 77 77 83 92

Saber e Fazer

3 Princípios da natureza e padrões humanos CIECIECIE UNIDADE
3
Princípios da natureza e padrões
humanos
CIECIECIE
UNIDADE

CAPÍTULO 5 – INTERAÇÕES PLANETÁRIAS DOS SERES VIVOS

Conteúdos:

• O equilíbrio hídrico

• A liberação de resíduos pela urina

• A liberação de resíduos pela respiração

• Ciclo da matéria e o fluxo de energia nos ecossistemas

• Interações entre seres vivos

1) Leia as informações a seguir:

A desidratação é uma doença potencialmente grave que se caracteriza pela baixa concentração não só de água, mas também de sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a ponto de impedir que ele realize suas funções normais.

Disponível em: <http://drauziovarella.com.br/envelhecimento/desidratacao/>. Acesso em: 18 mar. 2013

a) Cite as principais causas da desidratação do organismo humano.

b)

Explique por que a urina das pessoas desidratadas é mais escura que a das pessoas hidratadas.

c) Cite uma medida que deve ser tomada para evitar que o organismo desidrate e outra para tratá- -lo quando isso ocorrer.

– Para evitar a desidratação:

– Para tratar a desidratação:

2) Leia o texto a seguir que explica eventos relacionados à respiração celular humana.

Você já percebeu que a temperatura do seu corpo permanece quase sempre a mesma, com pequenas variações? Normalmente, a temperatura de nossos corpos fica em torno de 37°C, seja em locais frios ou quentes. Na realidade, nosso organismo produz energia térmica que nos mantém aquecidos. Mas você pode se perguntar: como produzimos essa energia? E a resposta é simples: por meio da alimentação. Essa energia, utilizada para aquecer o corpo, andar, correr, pular e fazermos tudo o que quisermos é obtida por um processo conhecido como respiração celular. Trata-se de uma reação química, um tipo de combustão, que ocorre no interior de cada uma das nossas células. A glicose, obtida pela alimentação, reage com o oxigênio, obtido pela respiração, liberando energia e produzindo água e gás carbônico.

Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/ciencias/alimentacao-1-temperatura-do-corpo-gorduras-carboidratos- e-proteinas.jhtm>. Acesso em: 30 out. 2012.

a) O texto explica que a glicose é essencial para o processo respiratório. Cite dois alimentos considerados fontes ricas para essa substância.

b) “Normalmente, a temperatura de nossos corpos fica em torno de 37 °C, seja em locais frios ou quentes”. Compare a alimentação das pessoas nessas duas situações.

c) Descreva o destino do gás carbônico e da água produzidos pela reação química da respiração celular citada no texto.

3) A imagem representa uma pessoa com dores em uma região do corpo.

representa uma pessoa com dores em uma região do corpo. A dor na região do corpo

A dor na região do corpo apresentada na imagem pode ter sido causada:

a) pela alimentação rica em alimentos salgados.

b) pela excessiva ingestão de água.

c) pelo consumo de líquidos durante as refeições.

d) pelo uso de roupas apertadas.

4) Analise a imagem a seguir.

Divulgação
Divulgação

8

6.° ANO | CIêNCIAS ENSINO FuNDAMENTAL

A relação ecológica que existe entre o tubarão e os peixes menores é

a) a competição.

b) a herbivoria.

c) a predação.

d) o mutualismo.

5) Leia o texto a seguir que se refere a um exemplo de relação ecológica.

Terrível parasita encontrado no Mediterrâneo come a língua dos peixes e em seguida vive em suas bocas

O parasita está se espalhando rapidamente pelo Mediterrâneo. Em áreas onde a espécie Ceratothoa italica (parasita) foi encontrado, cerca de 50% dos peixes na área estavam com o parasita na boca. O animal consegue nadar entre as brânquias de peixes jovens, ocupando em seguida o local onde antes era a língua, comendo-a e se alimentando continuamente de sangue, crescendo rapidamente.

Embora os biólogos afirmem que o parasita não represente nenhum risco concreto para os seres humanos, sua ação reduz drasticamente a expectativa de vida nos peixes. Os cientistas

descobriram que o parasita proliferou em áreas de sobrepesca. [

Muitos cientistas comentam que o parasita os fazem lembrar filmes de “aliens”, onde um animal bizarro consegue se adaptar perfeitamente dentro de um hospedeiro. Aparentemente, o excesso de pesca perturba o equilíbrio e torna parasitas especializados grandes predadores, interferindo em toda a cadeia do ecossistema. O parasita é um tipo de isópode (semelhante aos crustáceos).

Disponível em: <http://jornalciencia.com/meio-ambiente/animais/1520-terrivel-parasita-encontrado-no- mediterraneo-come-a-lingua-dos-peixes-e-em-seguida-vive-em-suas-bocas>. Acesso em: 30 dez. 2012. (Fragmento)

]

a) Esse ser vivo é um ecto ou um endoparasita? Justifique sua resposta.

b) Explique por que, nesse ritmo de infestação do parasita Ceratothoa italica, é pouco provável que essa relação persista ao longo do tempo.

c) “Aparentemente, o excesso de pesca perturba o equilíbrio e torna parasitas especializados em grandes predadores, interferindo em toda a cadeia do ecossistema”. Na teia alimentar a seguir, cite o nível trófico ocupado pelo parasita.

Algas → Pequenos invertebrados aquáticos → Peixe hospedeiro → Homem

Parasita

6) Nos ecossistemas, pode-se identificar um ciclo de matéria pelas diversas interações alimentares entre os seres vivos, em que alguns servem de alimento para outros. Além desse ciclo, existe um fluxo de energia, que percorre todos os níveis alimentares desde os produtores até os consumidores de maior ordem. A imagem a seguir mostra uma teia alimentar que representa esse processo descrito.

Gavião Rato Ave costeira Tico-tico Pato Camundongo Musaranho Peixe 2 Garça Peixe 1 Gafanhoto Molusco
Gavião
Rato
Ave costeira
Tico-tico
Pato
Camundongo
Musaranho
Peixe 2
Garça
Peixe 1
Gafanhoto
Molusco marinho
Plantas terrestres e
de pântanos
Plantas marinhas e
algas

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://www.infoescola.com/wp-content/uploads/2010/05/cadeia- alimentar1.jpg>. Acesso em: 30 out. 2012.

6.° ANO | CIêNCIAS ENSINO FuNDAMENTAL
10

a) Cite

- um produtor:

- um consumidor primário:

- um consumidor secundário:

- um consumidor terciário:

- um consumidor quaternário:

b) Descreva a importância da luz solar nesse ambiente.

c) Explique por que a energia diminui ao longo dos níveis tróficos.

7) A imagem mostra as cédulas do Real, moeda nacional. Em uma das faces das cédulas, estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira.

estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira. a) A construção de uma cadeia alimentar dos
estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira. a) A construção de uma cadeia alimentar dos
estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira. a) A construção de uma cadeia alimentar dos
estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira. a) A construção de uma cadeia alimentar dos
estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira. a) A construção de uma cadeia alimentar dos
estão destacados seres vivos típicos da fauna brasileira. a) A construção de uma cadeia alimentar dos

a) A construção de uma cadeia alimentar dos seres vivos representados nas cédulas não é possível, pois faltam dois componentes obrigatórios das cadeias e teias alimentares. Construa duas cédulas com os valores que você desejar. O importante é que em cada uma delas estejam representados os seres vivos que faltam para que seja possível a construção de uma cadeia alimentar.

b) Monte uma cadeia ou teia alimentar partindo das notas construídas e das que já existem.

12

6.° ANO | CIêNCIAS ENSINO FuNDAMENTAL

3 Princípios da natureza e padrões humanos CIECIECIE UNIDADE
3
Princípios da natureza e padrões
humanos
CIECIECIE
UNIDADE

CAPÍTULO 6 – O VIVER HuMANO E AS TECNOLOGIAS

Conteúdos:

• A tecnologia e o viver humano

• A saga humana sobre a Terra e o desenvolvimento de tecnologias

• O ciclo da água e a transformação de energia

• O ciclo do carbono

• A energia elétrica

8) O ser humano aprimorou, ao longo dos séculos, a sua capacidade de manipular os materiais. Isso permitiu a invenção de produtos e processos que facilitam a sua sobrevivência na Terra. A imagem mostra um símbolo da capacidade tecnológica do ser humano.

Shutterstock
Shutterstock

a) Cite dois benefícios dessa tecnologia para o homem moderno.

b)

Explique a afirmação: o Sol foi a fonte de energia para a formação do combustível que move esse meio de transporte.

9) O ser humano utiliza os conhecimentos científicos para facilitar a sua vida cotidiana. A imagem mostra uma aplicação prática desses conhecimentos na área de serviços de uma casa.

José Santana da Silva
José Santana da Silva

a) Explique por que as estruturas destacadas facilitam a vida dos moradores.

b) Cite outra aplicação dessas estruturas na vida cotidiana.

10) A imagem mostra o ciclo de uma substância no ambiente.

Condensação Precipitação Neve Evaporação Curso-d'água Lago Oceano Lençol freático
Condensação
Precipitação
Neve
Evaporação
Curso-d'água
Lago
Oceano
Lençol freático

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://www.mundoeducacao.com.br/upload/conteudo/ pequeno%20ciclo%20da%20%C3%A1gua(1).jpg>. Acesso em: 01 nov. 2012.

uma característica desse ciclo é que ele representa a

a) água em três estados físicos.

b) condensação em forma de neve.

c) evaporação da água subterrânea.

d) transpiração dos seres vivos.

11) Leia o texto e responda às questões propostas.

O fim da era dos combustíveis fósseis

Vive a humanidade o fim da era que durou 200 anos de uso extensivo de combustíveis fósseis: carvão mineral, petróleo e outros, que levaram eras geológicas para se formarem. O crescente consumo de petróleo no mundo vem exaurindo as reservas existentes. A situação de países importantes no poder mundial é desesperadora pelas imensas necessidades de combustíveis fósseis para suas economias. A perspectiva de garantir formas alternativas aos derivados do petróleo é alternativa para os grandes consumidores, como o Japão.

Disponível em: <http://www.biodieselbr.com/noticias/biodiesel/o-fim-da-era-dos-combustiveis-fosseis-26-09-05. htm>. Acesso em: 01 nov. 2012. (Fragmento)

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

a) Considere essa frase do texto: “[

]

carvão mineral, petróleo e outros, que levaram eras

geológicas para se formarem”. Explique o significado dessa expressão.

b) Cite três aplicações do petróleo na sociedade atual.

c) O texto refere-se às fontes alternativas aos derivados de petróleo. Cite dois exemplos dessas fontes alternativas e explique por que o Brasil tem grande potencial de geração de energia alternativa.

- Exemplos:

- Explicação:

12) A imagem a seguir mostra o ciclo de um elemento no ambiente.

Fotossíntese Respiração de plantas e animais Alimentação Decomposição Combustíveis fósseis
Fotossíntese
Respiração de plantas e animais
Alimentação
Decomposição
Combustíveis fósseis

Queima de combustíveis fósseis

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://goo.gl/F69P2>. Acesso em: 01 nov. 2012.

6.° ANO | CIêNCIAS ENSINO FuNDAMENTAL
16

Esse elemento corresponde ao

a) carbono.

b) hidrogênio.

c) nitrogênio.

d) oxigênio.

13) A produção de energia elétrica pode ocorrer de diversas formas. Nesse processo, são utilizados recursos naturais renováveis ou não renováveis, de acordo com o tipo de usina. A imagem mostra parte de uma usina de geração de energia elétrica.

Shutterstock
Shutterstock

a) Essa usina utiliza um recurso natural renovável ou não renovável? Justifique sua resposta.

b) Cite como se denomina essa usina de geração de energia elétrica.

c) Cite dois impactos ambientais negativos gerados no meio ambiente por esse tipo de usina.

3 Princípios da natureza e padrões humanos CIECIECIE UNIDADE
3
Princípios da natureza e padrões
humanos
CIECIECIE
UNIDADE

CAPÍTULO 7 – DO CONSuMO AO DESCARTE - A RELAÇÃO HuMANA COM OS MATERIAIS

Conteúdos:

• Consumo

• O problema dos resíduos sólidos

• Lixões a céu aberto

• Aterros sanitários e controlados

• Consumo consciente

14) Leia o texto a seguir e responda às questões propostas.

Hábitos de consumo americanos se espalharam para países emergentes, como Brasil e China, diz WWI

O americano médio consome mais do que o seu próprio peso em produtos por dia, alimentando uma cultura global do excesso que vem emergindo como a maior ameaça para o planeta, segundo um relatório publicado nesta semana. No seu relatório anual, o Worldwatch Institute diz que o culto do consumo e da ganância pode acabar com todos os avanços das ações governamentais em direção ao combate das mudanças climáticas e de mudanças para uma economia de eficiência energética. A população do mundo está queimando os recursos do planeta a uma velocidade imprudente, alerta o relatório da entidade americana. Na última década, o consumo de bens e serviços aumentaram 28% para uS$ 30,5 trilhões. A cultura do consumismo não é mais um hábito, em sua maioria, de americanos, mas está se espalhando por todo o planeta. Ao longo dos últimos 50 anos, o excesso foi adotado como um símbolo de sucesso em países em desenvolvimento como o Brasil, a Índia e a China, segundo o relatório. A China esta semana ultrapassou os Estados unidos como o mercado mundial de carros. Também já é o maior emissor de gases de efeito estufa.

Disponível em: <http://www.estadao.com.br/noticias/vidae,consumismo-e-ameaca-ambiental-global-adverte- relatorio-,497793,0.htm>. Acesso em: 26 out. 2012. (Fragmento)

18

6.° ANO | CIêNCIAS ENSINO FuNDAMENTAL

a)

Cite duas consequências prejudiciais do consumismo.

b) O texto compara o consumo de outros países com o dos EuA. Explique por que isso ocorre.

15) A história em quadrinhos a seguir ilustra o problema do lixo na sociedade.

quadrinhos a seguir ilustra o problema do lixo na sociedade. Elaborado com base nos dados disponíveis

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://www.lixoeletronico.org/system/files/lixo_eletronico_ tirinha.jpg>. Acesso em: 02 nov. 2012.

a) Aponte, no mínimo, três problemas ambientais evidenciados pela sequência de quadrinhos.

b)

Agora aponte uma medida para reduzir cada problema ambiental citado na alternativa anterior.

c) “

não posso perder essa chance”. Essa frase revela um consumo consciente dos produtos? Justifique sua resposta.

16) A ilustração a seguir representa uma forma de destinação do lixo.

dreno de gás setor concluído Dreno de águas da superfície setor em operação setor em
dreno de gás
setor
concluído
Dreno de águas da superfície
setor em
operação
setor em
implantação
Células de lixo
selo de proteção mecânica
lençol
freático
saída para estação de tratamento
dreno de chorume
Geomembrana impermeabilizante
camada impermeabilizante

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://www.ambsc.com.br/imgs/img_aterro.gif>. Acesso em: 27 out. 2012.

Uma característica desse procedimento é a

a) compactação do lixo por camadas.

b) contaminação do solo com chorume.

c) produção insignificante de gases.

d) proliferação de vetores de doenças.

20

6.° ano | ciências Ensino FundamEntal

3 Princípios da natureza e padrões humanos CIECIECIE UNIDADE
3
Princípios da natureza e padrões
humanos
CIECIECIE
UNIDADE

CAPÍTULO 8 – OS MATERIAIS E A VIDA – SOLuÇÕES PARA uM MuNDO NOVO

Conteúdos:

• Alimentos: um problema socioambiental abrangente

• Análise do Ciclo de Vida (ACV)

• um mundo de plásticos

• A madeira e seu universo

• Os metais

• Os vidros

17) Analise o panfleto a seguir.

Reprodução
Reprodução

Disponível em: <http://www.crn8.org.br/noticias/2011/cn06-obesidade-fome-desperdicio-cfn01.jpg>. Acesso em: 02 nov. 2012.

Leia a frase: “A produção de alimentos é suficiente para saciar a fome da população mundial. No entanto, milhões de pessoas ainda sofrem com o problema da escassez de alimento”. Explique por que isso ocorre. Não se esqueça de analisar o panfleto para elaborar sua resposta.

18) A imagem a seguir mostra o ciclo de um material no ambiente.

Loja Consumidor Lixo Plasticão Plástico A Plástico B Novos produtos Fábrica de reciclagem
Loja
Consumidor
Lixo
Plasticão
Plástico A
Plástico B
Novos produtos
Fábrica de reciclagem

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://campus.fct.unl.pt/afr/ipa_9900/grupo0060_resolidos/ ciclo%20dos%20plasticos.jpg>. Acesso em: 27 out. 2102.

a) Descreva a função do “plasticão”.

b) Explique a importância desse processo para o desenvolvimento sustentável.

19) A imagem mostra a coleta seletiva de alguns materiais.

Resíduos Resíduos Resíduos não recicláveis de papel de plástico
Resíduos
Resíduos
Resíduos
não recicláveis
de papel
de plástico

Elaborado com base nos dados disponíveis em: <http://goo.gl/8eqok>. Acesso em: 27 out. 2012.

6.° ANO | CIêNCIAS ENSINO FuNDAMENTAL
22

Os materiais que devem ser colocados nas lixeiras que restam são

a) alimentos e eletrônicos.

b) madeiras e tecidos.

c) tintas e óleos.

d) vidros e metais.

20) A imagem a seguir mostra etapas da produção de um material utilizado no cotidiano.

etapas da produção de um material utilizado no cotidiano. uma característica desse processo é que ele

uma característica desse processo é que ele

a) acelera a decomposição do material no ambiente.

b) aumenta os custos de produção do produto final.

c) fabrica objetos que têm pequena aplicação no cotidiano.

d) reduz o corte de árvores para obtenção de matéria-prima.

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

4 O espaço humano e social: conceitos e transformações contemporâneas GEOGEO UNIDADE
4
O
espaço humano e social: conceitos
e
transformações contemporâneas
GEOGEO
UNIDADE

CAPÍTULO 6 – A DINÂMICA DA POPuLAÇÃO MuNDIAL CAPÍTULO 7 – O VAIVÉM DA POPuLAÇÃO PELO MuNDO

Conteúdos:

• A população mundial

• O tempo passou, e as coisas mudaram

• O crescimento populacional nos países pobres e emergentes

• O processo de urbanização mundial

• O que é uma cidade?

• Os problemas ambientais das cidades

• Migrações: motivações e efeitos

• Migrações legais e ilegais

• A imigração ilegal e seus impactos

• Refugiados: um problema cada vez mais grave

1) Leia o texto a seguir, observando as palavras destacadas no texto.

A população mundial vem crescendo constantemente. Até o século XIX, esse crescimento era lento, pois as taxas de natalidade e mortalidade eram altas, resultando em um pequeno crescimento vegetativo. Porém, com as melhorias médicas e sanitárias ocorridas na segunda metade do século XX, houve uma redução nas taxas de mortalidade, sendo que a natalidade permaneceu alta. Neste período, ocorreu a explosão demográfica e a população mundial aumentou consideravelmente. Atualmente, os países desenvolvidos apresentam baixas taxas de fecundidade e a mortalidade foi reduzida, resultando em um pequeno crescimento vegetativo. Já nos países subdesenvolvidos, a situação é diferente e o crescimento vegetativo ainda é muito alto. A evolução demográfica é diferente nos países do mundo e pode ser influenciada por diversos fatores, entre eles o desenvolvimento econômico das nações.

Lucilene Batista Gomes

24

6.° ANO | GEOGRAFIA ENSINO FuNDAMENTAL

Explique os termos destacados relacionados ao estudo da população.

a)

Taxas de natalidade

b) Crescimento vegetativo

c) Explosão demográfica

d) Taxa de fecundidade

2) Analise o gráfico a seguir que representa as fases de evolução da população ao longo do tempo.

FASES DA TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA 4 3 2 1 Natalidade Mortalidade 1. a 2. a 3.
FASES DA TRANSIÇÃO DEMOGRÁFICA
4
3
2
1
Natalidade
Mortalidade
1.
a
2.
a
3.
a
0
Tempo
Taxas (%)
pré-transação

Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/disciplinas/geografia/demografia-transicao-demografica-e- crescimento-populacional.htm>. Acesso em: 27 out. 2012.

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

25

a)

Identifique as fases que representam uma explosão demográfica. Justifique sua resposta.

b) Identifique a fase que representa um país desenvolvido. Justifique sua resposta.

c) Cite dois fatores que contribuem para que a taxa de natalidade seja reduzida.

d) Apresente dois fatores que contribuem para que a taxa de mortalidade seja reduzida.

3) Leia o texto e analise o gráfico a seguir.

Até a primeira metade do século XX, a maior parte da população brasileira vivia no
Até a primeira metade do século XX, a maior parte da população brasileira vivia no campo.
Este quadro se inverteu devido a diversos fatores, entre eles a industrialização incipiente na
região Sudeste que atraiu imigrantes de muitas regiões do país, especialmente do Nordeste. A
indústria foi um fator de atração para muitas pessoas e fortaleceu o êxodo rural, e, a partir de
1950, a maior parte da população brasileira passou a ser urbana.
Evolução da população brasileira total (urbana + rural)
Em % do total
Milhões de pessoas
100%
200
190,8
urbana
75%
150
Rural
146,8 169,8
119,0
Total
50%
100
93,1
70,1
25%
50
51,9
0%
1950
1960
1970
1980
1991 2000
2010
Fonte: IBGE, 2010.
Disponível em: <http://www.beefpoint.com.br/cadeia-produtiva/giro-do-boi/ibge-confira-os-destaques-do-censo-
demografico-2010-com-slides-76785/>. Acesso em: 27 out. 2012.

26

6.° ANO | GEOGRAFIA ENSINO FuNDAMENTAL

a)

Analisando o gráfico, explique o que aconteceu com a população rural ao longo das décadas.

b) Explique o que é êxodo rural.

c) Qual é o total da população brasileira apresentado pelo gráfico em 2010.

d) Cite um fator que contribuiu para o aumento do êxodo rural a partir de 1950.

e) Identifique dois problemas ocasionados pelo intenso crescimento da população urbana.

4) Leia o texto sobre o censo demográfico.

Censo 2010: população do Brasil é de 190.732.694 pessoas Após cerca de quatro meses de trabalho de coleta e supervisão, o resultado do Censo 2010 indica 190.732.694 pessoas para a população brasileira em 1.° de agosto, data de referência. Em comparação com o Censo 2000, ocorreu um aumento de 20.933.524 pessoas. Esse número demonstra que o crescimento da população brasileira no período foi de 12,3%, inferior ao observado na década anterior (15,6% entre 1991 e 2000). Os resultados mostram que existem 95,9 homens para cada 100 mulheres, ou seja, existem 3,9 milhões de mulheres a mais que homens no Brasil.

Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/noticia_visualiza.php?id_noticia=1766>. Acesso em: 27 out. 2012. (Fragmento)

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

27

Considerando o texto como referência, escreva sobre a importância da realização do Censo Demográfico para o desenvolvimento econômico e social do Brasil.

5) Analise a Pirâmide Etária Brasileira atualizada com os dados do Censo de 2010.

Distribuição da população por sexo, segundo os grupos de idade

2010

Mais de 100 anos

 

7 247

 

0,0%

0,0%

   

16

989

95

a 99 anos

 

31 529

 

0,0%

0,0%

   

66

808

90

a 94 anos

 

114

964

 

0,1%

0,1%

   

211

595

85

a 89 anos

 

310

759

 

0,2%

 

0,3%

   

508

724

80

a 84 anos

 

668

623

 

0,4%

 

0,5%

   

998

349

75

a 79 anos

1

090 518

 

0,6%

 

0,8%

 

1

472 930

70

a 74 anos

1

667 373

 

0,9%

   

1,1%

 

2

074 264

65

a 69 anos

2

224 065

 

1,2%

   

1,4%

 

2

616 745

60

a 64 anos

3

041 034

 

1,6%

   

1,8%

 

3

468 085

55

a 59 anos

3

902 344

 

2,0%

 

2,3%

 

4

373 875

50

a 54 anos

4

834 995

 

2,5%

 

2,8%

 

5

305 407

45

a 49 anos

5

692 013

 

3,0%

 

3,2%

 

6

141 338

40

a 44 anos

6

320 570

 

3,3%

 

3,5%

 

6

688 797

35

a 39 anos

6

766 665

 

3,5%

 

3,7%

 

7

121 916

30

a 34 anos

7

717 657

 

4,0%

     

4,2%

8

026 855

25

a 29 anos

8

460 995

4,4%

     

4,5%

8

643 418

20

a 24 anos

8

630 227

4,5%

 

4,5%

8

614 963

15

a 19 anos

8

558 868

4,5%

     

4,4%

8

432 002

10

a 14 anos

8

725 413

4,6%

   

4,4%

8

441 348

 

5

a 9 anos

7

624 144

4,0%

   

3,9%

7

345 231

 

0

a 4 anos

7

016 987

3,7%

   

3,6%

6

779 172

 

Homens

     

Mulheres

 

Disponível em: <http://www.censo2010.ibge.gov.br/sinopse/webservice/default.php?cod1=0&cod2=&cod3=0&frm =piramide>. Acesso: em 27 out. 2012.

28

6.° ANO | GEOGRAFIA ENSINO FuNDAMENTAL

a)

Descreva as características da população brasileira segundo os dados apresentados na pirâmide.

b) Explique por que apesar de as taxas de natalidade entre homens e mulheres serem basicamente as mesmas, o número de mulheres é maior que o de homens a partir dos 25 anos de idade.

6) A urbanização foi mais intensa até o início do século XX nos países desenvolvidos, cuja industrialização teve início no século XVIII. No entanto, atualmente, o número de pessoas que vivem em áreas urbanas tem crescido em todo o mundo, principalmente nos países emergentes e subdesenvolvidos. Este inchaço urbano não é necessariamente sinônimo de desenvolvimento, e pode trazer sérias consequências para as cidades que, na maioria das vezes, não têm infraestrutura adequada para receber tantas pessoas. Explique por que o crescimento urbano, atualmente, tem sido maior nas cidades localizadas em países emergentes ou subdesenvolvidos.

7) Leia o texto sobre os refugiados.

O maior campo de refugiados do mundo, o assentamento de Dadaab no leste do Quênia,
O maior campo de refugiados do mundo, o
assentamento de Dadaab no leste do Quênia, alcançou
seu vigésimo ano de existência em fevereiro de 2012 com
a
população tendo crescido exponencialmente.
Segundo informações do Alto Comissariado das
Nações unidas para os Refugiados (ACNuR), o campo foi
estabelecido para receber 90 mil pessoas refugiadas da
Somália, após o colapso de governo em 1991. Hoje em
dia, vivem no campo 463 mil pessoas, incluindo 10 mil da
terceira geração nascida em Dadaab. [ ]
A Agência, o Governo do Quênia e organizações
não governamentais vêm fornecendo proteção, abrigo
e
ajuda humanitária, frequentemente sob circunstâncias
complexas. Superpopulação crônica, risco de doenças e
inundações sazonais estão entre os desafios. [ ]
Disponível em: <http://www.onu.org.br/campo-de-refugiados-somalis-no-quenia-completa-vinte-anos/>.
Acesso em: 27 out. 2012. (Fragmento)
Natursports/Shutterstock

a) Explique o que são refugiados.

b) Cite dois fatores que motivam migração de refugiados.

c) Aponte os principais problemas que os imigrantes têm enfrentado nos campos de refugiados.

8) Leia o trecho da letra da música "Asa Branca", de Luiz Gonzaga.

Asa Branca

Luiz Gonzaga

Quando "oiei" a terra ardendo Qual a fogueira de São João Eu perguntei a Deus do céu, ai Por que tamanha judiação

] [

Que braseiro, que fornaia Nem um pé de "prantação" [

]

"Intonce" eu disse, adeus Rosinha Guarda contigo meu coração

Espero a chuva cair de novo Pra mim vortar pro meu sertão [

]

Disponível em: <http://letras.mus.br/luiz-gonzaga/47081/>. Acesso em: 27 out. 2012. (Fragmento)

a) Cite o tipo de migração descrita nos versos da música.

b) Explique o fator que motiva a migração descrita nos versos.

9) Leia o texto a seguir.

A população urbana tem crescido muito no último século, principalmente nos países subdesenvolvidos e emergentes. Esse crescimento tem favorecido o inchaço urbano e o surgimento de megacidades que, devido à urbanização desordenada, apresentam diversos problemas sociais e econômicos. Apesar de a taxa de fecundidade ter apresentado queda em muitos países emergentes, a população continua crescendo mesmo que em um ritmo mais lento. Nas últimas décadas, muitos países de industrialização recente apresentaram melhorias na qualidade de vida das pessoas, o que tem refletido em uma maior expectativa de vida da população, porém a desigualdade social ainda é um problema a ser resolvido.

Encontre as palavras destacadas no texto no caça-palavras a seguir.

L

E

N

T

O

I

D

E

I

R

A

S

Q

P

R

A

C

I

X

A

R

E

I

N

C

H

A

Ç

O

u

S

O

C

J

B

R

O

I

A

P

O

V

u

M

E

É

N

R

O

A

I

S

A

E

u

Q

A

T

u

E

C

Ô

E

M

E

G

A

C

I

D

A

D

E

S

M

u

M

S

M

R

T

T

A

Ç

A

O

N

u

F

E

L

I

C

I

N

E

A

M

O

N

H

A

Q

Ç

R

O

C

E

T

A

D

B

I

M

V

u

S

u

Ã

G

N

O

N

N

F

E

C

u

N

D

I

D

A

D

E

S

S

D

E

L

H

O

N

A

T

u

R

L

I

N

I

N

O

C

I

P

E

Q

u

I

N

O

I

I

T

E

X

P

E

C

T

A

T

I

V

A

M

D

N

E

A

T

R

A

N

S

L

A

Ç

A

O

C

A

V

S

P

O

P

u

L

A

Ç

Ã

O

P

O

I

D

E

I

u

R

B

A

N

I

Z

A

Ç

Ã

O

I

E

R

O

P

A

L

E

C

R

O

Z

D

I

M

O

P

N

R

O

S

O

D

E

S

I

G

u

A

L

D

A

D

E

I

N

D

u

S

P

A

Í

S

E

S

Z

A

S

O

32

6.° ANO | GEOGRAFIA ENSINO FuNDAMENTAL

5 As novas relações de trabalho no mundo globalizado GEOGEO UNIDADE
5
As novas relações de trabalho
no mundo globalizado
GEOGEO
UNIDADE

CAPÍTULO 8 – O TRABALHO NO MEIO RuRAL CAPÍTULO 9 – O TRABALHO NO MEIO uRBANO

Conteúdos:

• A evolução da atividade agrícola

• Sistemas agrícolas e tipos de agricultura

• Os efeitos dos avanços tecnológicos no meio rural

• Problemas agrários: em busca da justa distribuição das terras agrícolas

• Grande produção e alta produtividade agrícola x fome: isso é possível?

• Indústria, urbanização e trabalho

• O comércio e os serviços

• A organização da atividade comercial nos países pobres e emergentes

• O desenvolvimento das atividades comerciais, industriais e dos serviços e suas implicações no mundo do trabalho

10) Leia o texto a seguir.

Durante muito tempo, o homem era nômade e vivia em grupos buscando alimentos. Com o passar do tempo, ele descobriu que poderia cultivar seu próprio alimento e domesticar animais. Essas descobertas contribuíram para mudar o estilo de vida do ser humano que passou a fixar moradia, tornando-se sedentário.

a) Explique o que é ser nômade.

b)

Indique a importância da agricultura na mudança do estilo de vida dos seres humanos.

11) Analise as imagens a seguir que mostram dois sistemas agropecuários que podem ser utilizados no espaço rural.

Imagem 1

Shutterstock
Shutterstock

Imagem 2

Shutterstock
Shutterstock

a) Identifique o sistema agropecuário representado nas imagens:

b) Caracterize os sistemas representados nas imagens 1 e 2.

12) O Brasil é um dos maiores produtores agrícolas do mundo. O aumento da produção de alimentos no nosso país ganhou força entre as empresas agrícolas com a implementação de novos métodos e técnicas de produção surgidos com a Revolução Verde nas décadas de 1960/70, que trazia consigo a expectativa de erradicar a fome com o aumento da produtividade das lavouras. Porém, essas novas técnicas não atingem a todos os produtores rurais e muitos agricultores continuam com métodos tradicionais de cultivo, o que resulta na baixa produtividade das lavouras.

a) Justifique a afirmativa: “Apesar do aumento na produção de alimentos, ainda existem muitas pessoas que sofrem com o drama da fome no Brasil e no mundo”.

b) Explique o que é a Revolução Verde.

c) Explique por que, apesar dos ganhos proporcionados com as técnicas da Revolução Verde, nem todos os agricultores conseguem usá-las.

13) A atividade agrícola pode ser desenvolvida de diferentes maneiras no espaço rural. Preencha o quadro a seguir e descubra as diversas formas de cultivo agrícola.

TIPO DE AGRICuLTuRA

CARACTERÍSTICAS

PRODuTIVIDADE

TIPO DE PROPRIEDADE

Plantation

Subsistência ou familiar

Comercial

Jardinagem

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

35

14) Complete as lacunas do texto com as palavras encontradas no boxe.

produtividade – agricultura – qualidade – consumidores – orgânica – consumidor – agrotóxicos

um tipo de

é

a

agricultura

que

tem crescido e ganhado o gosto dos

é

Esse

tipo

de

cultivo

feito

sem

o

uso

de

adubos

químicos

e

,

o

que

garante

maior

dos

produtos que ficam livres dessas substâncias. O cultivo

orgânico é feito com o uso de técnicas de cultivo e necessita de cuidados manuais em

seu

reflete

diretamente no preço dos produtos ao

processo

produtivo,

resultando

em

menor

,

o

que

final.

15) Leia o texto a seguir.

A Feira da Reforma Agrária tem se destacado no calendário da capital Maceió por, todos
A
Feira da Reforma Agrária tem se
destacado no calendário da capital Maceió
por, todos os anos, levar a um grande número
de pessoas o significado e os frutos gerados
pela realização da Reforma Agrária. [ ]
“A
Feira é uma demonstração do papel
que cumpre a Reforma Agrária, seja na
democratização da terra, seja na produção de
alimentos saudáveis, ou ainda na geração de
trabalho e renda para as famílias”, afirma José
Roberto Silva, da direção nacional do MST. “É
uma retribuição à sociedade do resultado das
lutas que o MST tem travado no estado. [ ]
Disponível em: <http://www.mst.org.br/Feira-da-Reforma-Agraria-ja-esta-enraizada-no-calendario-de-Maceio>.
Acesso em: 01 nov. 2012. (Fragmento)
Divulgação

a) Explique o que é Reforma Agrária.

b) Explique a importância de se fazer a Reforma Agrária no Brasil.

c)

Explique o que é o MST e qual é a causa defendida por este movimento.

16) Analise as imagens a seguir que mostram um tipo de agricultura muito comum nos países asiáticos.

Shutterstock

agricultura muito comum nos países asiáticos. Shutterstock Shutterstock a) Nomeie o tipo de agricultura que está

Shutterstock

comum nos países asiáticos. Shutterstock Shutterstock a) Nomeie o tipo de agricultura que está representado nas

a) Nomeie o tipo de agricultura que está representado nas imagens.

b) Descreva como é feito esse tipo de produção agrícola.

17) A população brasileira está distribuída em cinco setores econômicos. O setor primário e secundário já foram, respectivamente, os que mais ofereciam vagas de trabalho para a população economicamente ativa nas décadas passadas. Entretanto, a partir dos anos 1980, verifica-se um inchaço do setor terciário e o surgimento dos setores quaternário e quinário que apresentam pequena parcela de trabalhadores ativos no Brasil.

a) Complete o quadro a seguir com as atividades que são desenvolvidas nos cinco setores da economia.

Setor da economia

Atividades desenvolvidas

Primário

Secundário

Terciário

Quaternário

Quinário

b) O setor primário já foi o setor que mais empregava mão de obra no Brasil. Explique por que esse setor vem apresentando queda no número de pessoas ocupadas nas últimas décadas.

c) Explique por que no Brasil a quantidade de pessoas que ocupam o setor quaternário e quinário da economia ainda é pequena.

18) Leia o texto a seguir que trata da atividade industrial nos países emergentes. A
18) Leia o texto a seguir que trata da atividade
industrial nos países emergentes.
A atividade industrial vem apresentando um grande
crescimento nos países emergentes nas últimas décadas
devido, principalmente, à oferta de incentivos fiscais por
parte dos governos. Apesar disso, a industrialização nesses
países é considerada tardia, e, na maioria dos casos,
dependente de investimentos internacionais.
Disponível em: <http://inepad.org.br/site/imprensa.php?id=9>. Acesso em: 10. nov. 2012.
Shutterstock

a) Explique o que é indústria.

b) Justifique o termo “industrialização tardia” utilizado para classificar o processo industrial ocorrido no Brasil.

c) Cite um fator favorável e outro desfavorável quanto à presença de multinacionais nos países emergentes.

d) Explique por que o incentivo fiscal oferecido pelos governos dos países emergentes pode atrair indústrias para essas regiões.

e) Para se instalar em algum local, as indústrias precisam analisar alguns fatores de localização que garantam o bom funcionamento de suas atividades. Cite dois fatores que contribuem para a localização de indústrias em uma determinada região.

19) Analise a imagem que representa um tipo de indústria em funcionamento.

Notalyia Hora/Shutterstock
Notalyia Hora/Shutterstock

a) Nomeie o tipo de indústria representado na imagem.

b) Esse tipo de indústria faz uso da tecnologia? Justifique sua resposta.

20) As atividades econômicas são muito importantes para o desenvolvimento de um país. Por isso, é de fundamental importância que o governo esteja sempre atento às mudanças que ocorrem em nível mundial, pois a economia nos dias atuais está integrada pelo processo de globalização.

Leia as dicas a seguir e complete a cruzadinha.

1 – Setor da economia que mais emprega mão de obra no Brasil.

2 – Troca de mercadoria e serviços sem a utilização de dinheiro.

3 – Infraestrutura necessária para a circulação de mercadorias.

4 – Tipo de comércio que se caracteriza pela venda de grandes quantidades de mercadorias de uma só vez.

5 – Setor da economia no qual se concentra a atividade industrial.

6 – Processo comercial e fiscal que consiste em trazer um bem, que pode ser um produto ou um serviço, do exterior para o país de referência.

7 – Comércio que se caracteriza pela venda de mercadorias em pequenas quantidades para atender ao consumidor final.

8 – Atividade que se caracteriza pela transformação de matéria-prima em produtos.

9 – Problema social que ocorre devido à substituição do homem por máquinas nas indústrias. 10 – Venda de produtos de um país para o outro.

1 C 2 O 3 N 4 S 5 U 6 M 7 I 8
1
C
2
O
3
N
4
S
5
U
6
M
7
I
8
S
9
M
10
O

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

41

3 A cidadania e o legado cultural greco-romano HISHIS UNIDADE
3
A cidadania e o legado cultural
greco-romano
HISHIS
UNIDADE

CAPÍTULO 6 – CIDADE: ESPAÇO PRIVILEGIADO PARA O EXERCÍCIO DO PODER POLÍTICO

Conteúdos:

• Quem vive na cidade é cidadão?

• A pólis: centro da vida grega

• A cidade imperial romana

1) Leia o texto a seguir sobre Roma.

um antigo ditado diz que todos os caminhos levam a Roma. E é verdade. A capital italiana, com 2,8 milhões de habitantes, esbanja grandiosidade, monumentos e engarrafamentos. Desde a sua origem, Roma está envolta em história e lendas. Chamar a Antiguidade Clássica de "berço da civilização ocidental" é um clichê inevitável, dada a quantidade de atrações milenares. Seu patrimônio de igrejas, museus e ruínas é, de fato, inigualável.

Disponível em < http://www.gp1.com.br/noticias/> Acesso em: 30 out. 2012. (Fragmento)

a) Defina Antiguidade Clássica.

b) Explique por que a Antiguidade Clássica pode ser considerada o berço da história ocidental.

2) Leia o texto no boxe da página 7 do seu livro didático e, em seguida, compare o conceito de cidadania no mundo antigo e atualmente.

3) Leia o texto a seguir sobre cidadania.

Todas as pessoas têm direitos naturais, que fazem parte da natureza de ser pessoa. No

entanto, nossos direitos têm íntima relação com a sociedade na qual vivemos. Cada país tem leis

próprias de proteção e desenvolvimento dos direitos da pessoa[

o país no qual ele vive se chama cidadania. A palavra cidadania tem dois significados: cidadão simples e cidadão ativo. Cidadão simples é a pessoa que vive dentro de um país, mesmo sem os requisitos legais para participar da vida política. Crianças, índios e estrangeiros residentes no país são cidadãos simples. Todos têm direitos que o Estado e a sociedade devem garantir e preservar. Cidadão ativo é todo indivíduo que, segundo é estabelecido pela lei, passa a ter participação política e responsabilidade perante a Justiça. No Brasil, a pessoa passa a ser cidadão ativo ao completar 18 anos.

A relação entre o indivíduo e

]

Importante é que cada indivíduo se sinta cidadão, agente de sua história, agente da história do seu país e do mundo. Agente porque age conscientemente sobre seu destino: exigindo, criando, participando, querendo, fazendo, dizendo, propondo, lutando, pensando, cumprindo, denunciando, construindo o que há de vir. É necessário que enxerguemos mais o cidadão simples do que o cidadão ativo. A verdadeira

Tem apenas uma qualidade fundamental: ser

cidadania não tem idade, cor, raça, sexo ou gosto gente!

SOuZA, Ari Herculano de. Os Direitos Humanos. São Paulo: Editora do Brasil, 1999. p.13. (Fragmento)

a) Explique de que maneira podemos alcançar a cidadania.

b) De acordo com o texto, você é um cidadão ativo ou simples? Justifique sua resposta.

c)

Relacionando o texto com a antiguidade grega, em Atenas, as mulheres eram cidadãs simples ou ativas? Justifique sua resposta.

d) Explique a ambiguidade da situação das mulheres na Antiguidade grega.

4) Complete a cruzadinha a seguir utilizando os conceitos apresentados no boxe:

a) Aquele que cumpre com seus deveres.

b) Conjunto de tradições e costumes de um povo.

c) Principal diferença entre seres humanos e animais.

d) Saúde é um

e) Respeitar as leis é um

de todos.

de todos os membros da sociedade.

a) b) c) d) e)
a)
b)
c)
d)
e)

5) Explique a afirmação a seguir que guarda a relação com a cidadania ateniense.

“Nem todo mundo que vivia na cidade era cidadão. Mas os cidadãos, necessariamente, viviam nas cidades.”

6) Leia o texto a seguir sobre a Grécia.

A Grécia é hoje um país formado por muitas ilhas, praias de mar azul e cidades muito antigas. Mas há 2500 anos, a Grécia não era um país: as ilhas e as cidades eram independentes. As pessoas que moravam lá eram amigas, falavam a mesma língua (o grego), tinham costumes parecidos (gostavam das mesmas comidas, de poesia, de esporte) e acreditavam nas mesmas coisas (tinham a mesma religião). A Grécia era, portanto, uma civilização, ou seja, um povo que se entendia e tinha muitas coisas em comum.

Disponível em: <www.canalkids.com.br/viagem/mundo/partenon2.htm>. Acesso em: 30 out. 2012. (Fragmento)

a) Destaque o trecho que mostra que a Grécia Antiga não era uma unidade política.

b) Caracterize essa forma de organização política.

7) Leia o fragmento do discurso de Péricles a seguir.

Quero dizer que nosso sistema de governo não copia as instituições de nossos vizinhos. Ao contrário, somos um modelo para os outros. Nossa constituição é denominada uma democracia, porque o poder está nas mãos não de uma minoria, mas de todo o povo. Existe uma grande diferença entre nós e nossos inimigos. Estes, desde muito cedo, submetem-se aos mais penosos treinamentos; nós passamos a vida sem todas essas restrições e, contudo, somos tão capazes quanto eles de enfrentar os mesmos perigos. Eis uma prova: quando os espartanos invadem nossas terras, não vêm sós, mas trazem todos os aliados; enquanto nós, ao iniciarmos um ataque, fazemos tudo sozinhos e, nem sempre deixamos de vencer os inimigos.

FENTON, Edwin. 32 problemas na história universal. São Paulo: Edarte, 1974. p. 26. (Fragmento)

a) Como Péricles define uma democracia?

b)

Identifique a principal crítica de Péricles à cidade de Esparta.

8) A primeira fase política de Atenas caracterizou-se pelo modelo político aristocrático. Sobre essa fase, resolva as seguintes questões.

a) Defina aristocracia.

b) Relacione poder econômico e direitos políticos nessa fase da história ateniense.

c) Relacione o surgimento das leis escritas e a redução do poder da nobreza na Antiga Grécia.

9) Leia o texto a seguir.

Mas Licurgo (legislador), em vez de deixar a cada cidadão o encargo de escolher um escravo- -tutor para seu filho, designou um guardião público com total autoridade sobre os meninos. Para auxiliar o educador, criou um corpo de jovens fortes, portando chicotes para infligir castigos quando necessário. Em vez de amolecer os pés com sandálias ou sapatos, decretou que deveriam endurecê- -los andando descalços. Determinou que usassem um só traje (roupa) o ano inteiro porque dessa maneira suportariam melhor as variações de frio e calor. O prefeito ou cabeça de bando vigiava para que seu grupo não comesse demais nas refeições coletivas para que não se tornasse indiferente ou desconhecesse as dificuldades da vida pobre. Sua crença era que, com este ensinamento na infância, poderiam lutar com estômago vazio quando fosse necessário.

BRAICK, Patrícia Ramos. Estudar história: das origens do homem à era digital. São Paulo: Dimensão, 2011. p. 151. (Fragmento)

46

6.° ANO | HISTÓRIA ENSINO FuNDAMENTAL

a)

Identifique a cidade grega que aplicava a educação defendida por Licurgo.

b) Explique o objetivo de Licurgo ao criar essas normas.

c) Relacione cidadania e militarização em Esparta.

10) Faça uma linha do tempo apresentando os três períodos da história romana.

10) Faça uma linha do tempo apresentando os três períodos da história romana. CADERNO DE EXERCÍCIOS

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

47

11) A Lei das Doze Tábuas foi uma importante conquista dos plebeus no período republicano da história romana. Ela legislava sobre vários aspectos da vida dos romanos. Observe.

• Tábuas I e II – Justiça

• Tábua III – Impostos

• Tábua IV – Pátrio poder

• Tábua V - Sucessões e tutela

• Tábua VI - Propriedade

• Tábua VII - Servidões

• Tábua VIII - Dos delitos

• Tábua IX - Direito público

• Tábua X - Direito sagrado

• Tábuas XI e XII - Complementares

a) Explique por que a Lei das Doze Tábuas foi um importante avanço para a sociedade romana.

b) Identifique outras conquistas dos plebeus no período republicano.

3 A cidadania e o legado cultural greco-romano HISHIS UNIDADE
3
A cidadania e o legado cultural
greco-romano
HISHIS
UNIDADE

CAPÍTULO 7 – O PODER DA ARTE E DA RELIGIÃO ENTRE GREGOS E ROMANOS

Conteúdos:

• Mitos urbanos

• um mundo de deuses e heróis

• Viver com arte e arte de viver

• Sabedoria e justiça: ideais e valores para gregos e romanos

12) Relacione a cristianização do Ocidente e a descrença nos mitos da Antiguidade Clássica.

13) Leia a definição de mitologia a seguir.

Mitologia é o estudo dos mitos, deuses e lendas. Os mitos são histórias de caráter popular ou religioso que têm por objetivo a explicação de coisas complexas, que passavam do entendimento das pessoas comuns na época de seus surgimentos. Normalmente, a mitologia é associada à sociedade de sua fundação, como a mitologia

Em várias religiões, a mitologia está

que surgiu na Grécia é denominada Mitologia Grega [ presente de alguma forma.

Disponível em: < http://www.brasilescola.com/mitologia/> Acesso em: 30 out. 2012. (Fragmento)

].

a) Explique a importância dos mitos para a História.

b)

Explique a existência de diversas versões diferentes para o mesmo mito.

c) Explique por que os povos antigos criavam lendas para explicar sua história.

14) Explique a religiosidade greco-romana quanto a seu caráter politeísta e antropomórfico.

15) Observe o desenho de um templo grego.

Shutterstock
Shutterstock

a) Indique as características arquitetônicas gregas presentes nesse templo.

b)

Caracterize o culto aos deuses na Grécia Antiga.

16) Leia o texto a seguir sobre os Arcos de Triunfo romano.

A origem dos Arcos de Triunfo remonta a um costume romano de construir estes monumentos à passagem dos vitoriosos. Eles celebram as vitórias militares romanas,

representadas nos baixos-relevos dos arcos, onde os artistas esculpiam as campanhas militares

e os despojos dos vencidos.

Os atuais cinco Arcos de Triunfo existentes na cidade de Roma representam os triunfos de Druso, Tito, Sétimo Severo, Galliano e Constantino. Na província, também se construíam Arcos de Triunfo, para comemorar acontecimentos da vida municipal, contudo, esta designação não

é muito apropriada, pois tem mais a ver com o tipo de arcos que exalta a glória dos vencedores romanos. [ ]

Disponível em: <http://www.infopedia.pt/$arcos-de-triunfo>. Acesso em: 30 out. 2012.(Fragmento)

a) Escreva um parágrafo explicando a importância da arte para a cultura greco-romana.

b) Destaque o trecho que apresenta a arte como uma forma de demonstração de poder.

4 As grandes matrizes religiosas do Ocidente HISHIS UNIDADE
4
As grandes matrizes religiosas
do Ocidente
HISHIS
UNIDADE

CAPÍTULO 8 – A ORIGEM E OS FuNDAMENTOS DAS TRêS GRANDES RELIGIÕES DO OCIDENTE

Conteúdos:

• Moisés, Jesus e Maomé: o que há de comum entre eles?

• Judeus, cristãos e muçulmanos: tão próximos, tão distantes!

17) Analise o mapa “Regiões de predomínio das religiões no mundo”, na p. 58 do seu livro didático, e resolva as questões propostas.

a) Indique os continentes predominantemente cristãos.

b) Indique as regiões cuja maioria da população é adepta ao islamismo.

18) Complete o quadro a seguir com as informações solicitadas sobre o cristianismo, o islamismo e o judaísmo.

 

Cristianismo

Islamismo

Judaísmo

Período de formação

     

Livro Sagrado

     

52

6.° ANO | HISTÓRIA ENSINO FuNDAMENTAL

19) Explique a distinção entre o judaísmo e o cristianismo.

20) Indique a principal semelhança entre o cristianismo, o islamismo e o judaísmo.

21) Numere os preceitos religiosos de acordo com suas respectivas matrizes religiosas.

1. Cristianismo

2. Islamismo

3. Judaísmo

(

) Circuncisão dos homens ao oitavo dia de vida.

(

) Alcançar o Reino de Deus é uma tarefa que o ser humano é chamado a realizar.

(

) Realização de cinco orações diárias.

(

) Espera pelo Messias.

(

) Peregrinação à cidade sagrada uma vez na vida.

22) Explique a origem e as diferenças ideológicas de sunitas e xiitas.

4 As grandes matrizes religiosas do Ocidente HISHIS UNIDADE
4
As grandes matrizes religiosas
do Ocidente
HISHIS
UNIDADE

CAPÍTULO 9 – A FORÇA DAS RELIGIÕES ENTRE OS POVOS DO OCIDENTE

Conteúdos:

• A formação da cristandade europeia: uma religião para todos?

• A formação do mundo islâmico

23) Leia o texto a seguir sobre o cristianismo.

O cristianismo, logo nos primeiros anos após a ressurreição de Cristo, era essencialmente uma seita de judeus que aos poucos se abriu a outros simpatizantes e seguidores não judeus (chamados gentios). No final do sec. I d.C. , a igreja Cristã já era uma organização formada, na sua maioria, por não judeus e crescia em várias regiões do Império Romano.

a) Justifique o rápido crescimento do Cristianismo no Império Romano.

b) Explique a origem do cristianismo.

c) Justifique o nome “cristianismo”.

24) Sobre as perseguições aos cristãos no início da expansão do cristianismo, resolva as questões propostas a seguir.

a)

Indique os principais aspectos do cristianismo que desagradavam os romanos.

b) Relacione as perseguições impostas aos cristãos pelos romanos e o crescimento do número de adeptos do cristianismo.

c) Explique como cessaram as perseguições aos cristãos.

25) Indique as principais características da doutrina islâmica.

26) Esquematize a organização da sociedade de acordo com a percepção islâmica.

27) Leia a descrição do território árabe a seguir.

A Arábia, também conhecida como Península Arábica ou Árabe, é uma vasta península localizada na junção da África e da Ásia, a leste da Etiópia e ao norte da Somália, ao sul da Palestina, da Jordânia e da Mesopotâmia, e ao sudoeste do Irã. É uma região majoritariamente de clima desértico.

Disponível em: < http://pt.wikipedia.org/wiki/Ar%C3%A1bia>. Acesso em: 24 out. 2012. (Fragmento)

a) Relacione os aspectos geofísicos da Península Arábica ao desenvolvimento do comércio entre os árabes.

b) Relacione a prática comercial característica da população árabe à expansão da fé islâmica.

28) Escreva um parágrafo expondo a perseguição aos judeus ao longo da história.

5 A magia das palavras PORPOR UNIDADE
5
A magia das palavras
PORPOR
UNIDADE

CAPÍTULO 9 – A VIDA (RE)INVENTADA

Conteúdos:

• Características da linguagem poética

• Poema – interpretação: compreensão e inferência

• Conceito de adjetivo e suas flexões

Leia com atenção o poema a seguir, escrito pelo poeta brasileiro Almir Correia, que nasceu na cidade de Ponta Grossa, no estado do Paraná. Depois, faça as atividades 1, 2 e 3 propostas.

Poeminha da manhã Poeminha da manhã, que voa pelos quintais, e descansa sobre o hortelã e dorme nos varais tenha cuidado com os passarinhos-poetas eles andam famintos por uma inspiração atrás de um poeminha-mosquinha assim tão bão!

CORREIA, Almir. Poemas sapecas, rimas traquinas. Belo Horizonte: Formato, 1997.

1) No próprio contexto, o eu lírico conversa diretamente com um dos personagens nesse poema.

a) Escreva o nome desse personagem.

b) O que o eu lírico diz para esse personagem?

c)

Escreva o significado da palavra “inspiração”.

2) Leia os versos a seguir.

atrás de um poeminha-mosquinha assim tão bão

Explique a característica do poeminha-mosquinha conforme o contexto desse poema.

3) A poesia é uma arte composta de um poema com estrofe(s) e verso(s) que transmite(m) uma forma especial de linguagem, dirigida à imaginação, à sensibilidade e à emoção.

a) O poema "Poeminha da manhã" possui quantas estrofes?

b) Esse poema possui quantos versos?

c) No último verso, ao se inspirar na criação desse poema, o eu lírico escreveu uma palavra usada na linguagem informal ou popular. Escreva essa palavra e a forma como deve ser grafada na linguagem formal.

5 A magia das palavras PORPOR UNIDADE
5
A magia das palavras
PORPOR
UNIDADE

CAPÍTULO 10 – A VIDA NOS PALCOS

Conteúdos:

• Interpretação de texto: compreensão e inferência

• Peça de teatro: composição e interpretação da cena

• Narração (personagens, relato, acontecimentos)

• Conceito de artigo: classificação e flexões

Leia o texto a seguir, referente a uma peça de teatro. Após a leitura, responda às questões 4, 5 e 6 apresentadas.

O desafio das vitaminas

Ana Zélia da Silva

Cenário: uma clareira de bosque. Personagens: Copo de Leite, Fígado, Ovo, Limão, Laranja, Cenoura, Tomate, Espinafre, Salsa e Sol. Cena única:

COPO DE LEITE (andando de cá para lá, em tom de desafio) – Eu sou importante! O homem não vive sem mim. Tenho tudo que é preciso para sustentar um organismo

de criança ou adulto. Tenho minerais, como água, sais de cálcio e outros. Tenho

uma risada). Parece-me que ouvi risos? (Continua). Tenho substâncias combustíveis que os sábios chamam de energéticos, como açúcar do leite que os sábios chamam de lactose. (Dos rompimentos surgem alguns dos personagens que espreitam o Copo de Leite que não percebe). Tenho a manteiga – uma gordura, o que muito contraria os obesos, isto é, os gordos. (Risadas dos que espreitam, mas que desaparecem, quando o Copo de Leite olha para um lado e para o outro). Creio que ouvi risadas novamente. Será ilusão dos meus ouvidos? Bem, continuemos: Tenho substâncias formadoras de carnes que gente de bom gosto saboreia em queijos variadíssimos e até mesmo tenho vitaminas!

(ouve-se

(Ouve-se uma vaia dos outros personagens que surgem de todos os lados). COPO DE LEITE – Quem ousa apupar-me? – Todos nós! FÍGADO – Eu! Alto lá! Em questões de vitaminas, você tem de me pedir licença, porque meia colher de sopa de Fígado passado a máquina, note bem, somente meia colher, vale quanta vitamina há e mais ainda do que este seu copázio de leite.

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

59

Todos (batendo palmas) – Bravo, Senhor Fígado! FÍGADO – E mais ainda, declaro que sou a melhor fonte das três vitaminas: A, B1 e B2, de origem natural! OVO – Basta! Agora sou eu que estou com a palavra. Eu também tenho essas três vitaminas e, notem bem, a metade da minha gema vale mais do que este Copo de Leite gabola. LIMÃO e LARANJA – Chega! Agora é a nossa vez de falar. LARANJA (ao Limão) – Mostre a essa gente o nosso valor. LIMÃO – Quanta gabolice ouvimos! Se querem saber o que salvava os arrojados navegantes, presos nos desertos de gelo, leiam o famoso livro escrito por Júlio Verne. Já ouviram falar no Capitão Hatteras? Naquela situação horrorosa de uma longa invernada, que adiantaria um Copo de Leite? Não os livraria do escorbuto. (A Cenoura e o Tomate adiantam-se; são ambos pequenos). CENOuRA – De minhas irmãs Cenouras, eu sou a menor. TOMATE – E eu, o menor dos Tomates. CENOuRA – Apesar de sermos meia Cenoura e meio Tomate, isto pelo nosso tamanho, valemos tanto quanto um Copo de Leite. A nossa amiga Batata Doce tem o mesmo valor. TOMATE– Imaginem vocês, uma grande Cenoura e um grande Tomate valem mais do que dois Copos de Leite. COPO DE LEITE – Não se iludam! Vocês valem mais do que eu, somente quanto a essas três vitaminas. ESPINAFRE – Alto lá! Em questões de vitaminas, eu sou o tal. Exemplo o Popeye que vence todo o mundo, só porque se alimenta do Espinafre. SALSA – Paciência, meu caro Espinafre, você com o seu Popeye vale 25 000 unidades, eu valho 30 000. Ganhei por 5 000. É uma boa defesa. (Entra o Sol, num Carro de Apolo, majestoso, ao som de música). SOL – Meus amigos, ouvi o que disseram, lá das alturas sublimes onde habito. Está tudo muito bem. A criança tem no Leite tudo quanto precisa para formar os tecidos, inclusive o cálcio para os ossos. A vitamina A das Cenouras e outras hortaliças fará olhos brilhantes e bonitos; as vitaminas B e C darão saúde, mas quem evitará o raquitismo, se não forem os meus raios benfazejos? (Para a plateia) – Meninos, brincai ao Sol, deixai que os meus benéficos raios atuem sobre a pele descoberta. Isso produzirá na gordura da pele a vitamina D, que também se encontra no óleo de Fígado de bacalhau e em outros Fígados. FÍGADO – Eu não disse? De toda essa turma, sou o mais importante. Fígado de galinha, de boi ou de porco, ou mesmo de bacalhau, mas sempre FÍ – GA – DO! SOL – Bem, meus amigos, nós todos, cada um com sua parcela, estamos contribuindo para que o Homem, a obra-prima da criação, tenha saúde, seja alegre, enfim, seja feliz. Marchemos para os nossos postos. (Com voz de comando MARCHAR!). (Ao som de marcha festiva, todos se movimentam). (Pano)

REVISTA BEM-TE-VI, ano XXIX, número 1. Janeiro de 1951. Manaus, 26 de dezembro de 2009.

Disponível em: <http://www.usinadeletras.com.br/>. Acesso em: 23 out. 2012.

60

6.° ANO | LÍNGuA PORTuGuESA ENSINO FuNDAMENTAL

4) Para compreendermos ainda mais a cena da peça de teatro O desafio das vitaminas, consulte um dicionário e escreva o significado das palavras a seguir. (Os termos estão destacados nesse texto que você leu.

a) espreitar

b) apupar

c) copázio

d) gabola

e) escorbuto

f) raquitismo

g) benfazejo

5) Júlio Verne (1828-1905), francês, foi escritor de vários livros, como Capitão Hatteras, citado na cena da peça de teatro. Explique o argumento de autodefesa que o personagem Limão faz em sua conversa com o personagem Copo de Leite, quando citou esse livro.

6) Explique o desfecho que o personagem Sol apresenta ao público, segundo a cena exibida nas conversas dos personagens.

Leia o texto a seguir para responder às questões 7, 8 e 9.

Os homens do ar

Em sua prisão, Dédalo continuava a trabalhar. Porém, cansado dessa estadia forçada em Creta e querendo voltar para Atenas, pôs o filho a par de suas intenções:

– Minos pode nos fechar os caminhos da terra e das águas, mas o dos céus permanece aberto. É por ele que iremos. Minos pode ser senhor de tudo, menos do ar!

Tratou então de inventar uma nova arte que iria proporcionar ao homem meio antes nunca experimentado. Arrumou numa linha, regularmente, penas de pássaros, alternando as curtas e as compridas. Grudou todas elas com cera e depois as curvou de leve para imitar as asas dos pássaros. O jovem Ícaro ajudava desajeitadamente seu pai nessa delicada montagem. Dois pares de asas saíram das mãos do artesão. Pai e filho as prenderam aos ombros. Milagre! Bastava agitá-las para sair do solo. Essa sensação nova encantou o jovem Ícaro. Antes de levantar voo, Dédalo beijou o filho

e lhe fez as últimas recomendações:

– Mantenha distância do oceano para que o ar úmido não torne suas asas pesadas demais.

Mas também não vá muito alto, senão o calor do sol irá queimá-lo. Voe entre os dois e procure me seguir.

Creta já ficara para trás, quando o rapaz quis ganhar um pouco de liberdade. Afastando-

-se do guia, voou mais alto, cada vez mais alto, na direção do sol ardente. O calor não demorou

a amolecer a cera que unia as penas, e elas se soltaram e dispersaram ao sabor das correntes

de ar quente. O garoto agitou os braços nus… mas já não tinha apoio no ar. Seu corpo caiu pesadamente e desapareceu nas profundezas do oceano. Ele mal teve tempo de gritar o nome do pai. Dédalo se virou tarde demais. Lá embaixo, viu a água escura marcada por um ponto de espuma.

POuZADOuX, Claude. Contos e lendas da mitologia grega. Disponível em: <http://junior3.com.br/dicas-da-professora-cintia-para-6o-e-7o-anos/#sexto>. Acesso em: 25 out. 2012. (Fragmento)

62

6.° ANO | LÍNGuA PORTuGuESA ENSINO FuNDAMENTAL

7) Na mitologia grega, Minos foi um rei da maior ilha da Grécia: a ilha de Creta. De acordo com o texto, por que o personagem Dédalo pensou em criar duas asas, grudando as penas de pássaros com cera, mesmo já sabendo da força do rei Minos?

8) Explique por que o texto relata que o personagem Ícaro não conseguiu chegar à cidade de Atenas.

9) Leia o fragmento do texto a seguir.

Creta já ficara para trás, quando o rapaz quis ganhar um pouco de liberdade.

Classifique os dois artigos que estão nesse fragmento (classificação e gênero).

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

63

6 Deu na mídia PORPOR UNIDADE
6
Deu na mídia
PORPOR
UNIDADE

CAPÍTULO 11 – O MuNDO EM NOSSAS CASAS

Conteúdos:

• Interpretação de texto: compreensão e inferência

• Gêneros textuais do discurso jornalístico: notícias, mídias, atuação social

• Conceito de numeração e suas flexões

Leia a tirinha a seguir para responder às questões 10, 11 e 12.

a tirinha a seguir para responder às questões 10, 11 e 12. Jim Davis © 1979

Jim Davis © 1979 Paws, Inc. All Rights Reserved Dist. universal uclick

10) De acordo com a tirinha, o que o personagem quis dizer à garçonete no primeiro quadrinho?

64

6.° ANO | LÍNGuA PORTuGuESA ENSINO FuNDAMENTAL

11) E o que a garçonete entende ao ouvir essa fala do personagem?

12) O que se pode entender do pensamento de Garfield no último quadrinho?

Leia o artigo a seguir publicado no jornal Folha de S. Paulo. Depois, responda às questões 13, 14 e 15.

Ziraldo fala sobre sua festa de 80 anos Marco Rodrigo Almeida 27/10/2012 Leticia Moreira/Folhapress Este
Ziraldo fala sobre sua festa de 80 anos
Marco Rodrigo Almeida
27/10/2012
Leticia Moreira/Folhapress
Este fim de semana vai ser quase um Carnaval em Caratinga. A cidade mineira onde Ziraldo
nasceu há 80 anos vai literalmente parar para celebrar o escritor e cartunista, autor do livro
O Menino Maluquinho.
Hoje, às 17h, o monumento em homenagem ao Menino Maluquinho será oficialmente
reinaugurado, após passar por restauração no começo do ano.
As comemorações continuam pela noite, com a abertura de um Salão de Humor na Casa
de Cultura de Caratinga.
No domingo, a partir das 8h30, cerca de 5 000 crianças e adolescentes "maluquinhos"
irão participar de um desfile pelas ruas da cidade, muitos com uma panela na cabeça. Haverá
também um carro alegórico e um palanque para o escritor fazer um discurso.
"A minha cidade é muito animada, tudo é motivo para festa", conta Ziraldo, que também
nunca foi de recusar uma comemoração.
"Minha vida não mudou nada com a idade. Ainda faço tudo o que gosto. A minha prancheta
é a mesma há 50 anos. O pincel tem pelo menos uns 40", conta.

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

65

O intenso fim de semana poderia deixar até mesmo um jovem exausto, mas na segunda-

-feira, Ziraldo já quer trabalhar logo cedo. Tem vários projetos em andamento, entre eles o livro

Os Meninos de Saturno, próximo projeto da série Os Meninos do Espaço. “[ ocupar, viver intensamente".

você tem que se

]

Disponível em: <http://www1.folha.uol.com.br/folhinha/1175830-ziraldo-fala-sobre-sua-festa-de-80-anos-que- acontece-hoje.shtml>. Acesso em: 27 out. 2012.

13) Leia novamente o título e o primeiro parágrafo do artigo. Observe que no cabeçalho (à direita do título) são exibidos a data de publicação e o nome do jornalista que escreveu o artigo exibido pelo jornal Folha de S. Paulo. Conforme essa informação, a comemoração dos 80 anos de Ziraldo na cidade de Caratinga ocorreu em qual mês e em qual ano?

14) Leia novamente o fragmento a seguir. No domingo, a partir das 8h30, cerca de 5 000 crianças e adolescentes "maluquinhos" irão participar de um desfile pelas ruas da cidade, muitos com uma panela na cabeça. Haverá também um carro alegórico e um palanque para o escritor fazer um discurso.

a) Por qual motivo cerca de 5 000 crianças e adolescentes “maluquinhos” desfilaram na comemoração com uma “panela na cabeça”?

b) De acordo ao artigo publicado, escreva o nome do livro que estava sendo escrito pelo cartunista, desenhista, dramaturgo e escritor Ziraldo.

15) Observe com atenção os numerais exibidos nesse artigo e responda:

a) Quais são os numerais cardinais apresentados no título e nos parágrafos do artigo.

b) Complete a lacuna a seguir com o número ordinal que se refere à idade do escritor.

aniversário do cartunista, desenhista, chargista, dramaturgo e escritor Ziraldo movimentou a cidade de Caratinga.

66

6.° ANO | LÍNGuA PORTuGuESA ENSINO FuNDAMENTAL

6 Deu na mídia PORPOR UNIDADE
6
Deu na mídia
PORPOR
UNIDADE

CAPÍTULO 12 – FATOS E OPINIÕES

Conteúdos:

• Interpretação de texto: compreensão e inferência

• Gêneros textuais do discurso jornalístico: notícias, mídias, atuação social, informações científicas, opiniões

• Conceito de sílaba e a classificação das palavras quanto ao número de sílabas e à tonicidade

Leia o artigo a seguir para responder às questões 16, 17 e 18.

Todo mundo tem chulé? Tem. uns, lamentavelmente, mais do que outros. Indivíduos tensos, ansiosos e obesos suam mais e os pés cheiram pior. Diferenças raciais também interferem no chulé. Segundo o professor Luiz Cucê, dermatologista da universidade de São Paulo, os povos mediterrâneos suam mais nos pés. O chulé é causado por bactérias que decompõem o suor e restos de pele dos pés. “Os micróbios só sobrevivem em ambientes ácidos”, diz Cucê. Para tirar o cheiro, basta neutralizar a acidez, usando uma substância alcalina como talco ou bicarbonato de sódio. Outra solução é passar álcool, que mata bactérias e seca o suor. No verão, convém usar sapatos que deixem o ar circular. Se você adora o seu coturno, evite tirá-lo em público.

Revista SuPERINTERESSANTE. São Paulo: Abril, ano 12, n. 1, jan. 1998. p. 74-5.

16) Consulte um dicionário e escreva os significados dos vocábulos a seguir. (Não se esqueça de colocar as siglas das classes de palavras descritas no dicionário, antes de transcrever o significado de cada uma delas).

a) chulé

b)

bactéria

c)

micróbio

c)

acidez

17) A revista Superinteressante tem como público-alvo o jovem, no entanto atinge também uma parcela do público adulto. Por isso os textos que nela circulam são mais formais e científicos. Qual é o principal recurso utilizado pelo autor para demonstrar que o artigo tem base em conhecimento específico?

18) Escreva a característica dos povos mediterrâneos citada pelo professor Luiz Cucê nesse artigo.

Leia a charge a seguir para responder às questões 19, 20 e 21.

a charge a seguir para responder às questões 19, 20 e 21. Disponível em: <http://thomate.blogspot.com>.

Disponível em: <http://thomate.blogspot.com>. Acesso em: 28 mar. 2013.

19) Consulte um dicionário e escreva o significado do vocábulo “etnia” (Não se esqueça de colocar a sigla da classe de palavras).

Etnia:

20) A ironia (sarcasmo, brincadeira) que esclarece a explicação do queniano na charge refere- -se, respectivamente, à

a) altura do queniano e ao desejo de vencer a famosa Corrida de São Silvestre.

b) herança racial do queniano e à vontade de “fugir” das desordens políticas.

c) magreza do queniano e ao relacionamento político que ele mantém no Brasil.

d) resistência física do atleta queniano e à falta de resistência do atleta brasileiro.

CADERNO DE EXERCÍCIOS

Saber e Fazer

69

21) Resolva as questões propostas.

a) Relacione as colunas de acordo com o número de sílabas que as palavras a seguir apresentam.

(1)

Monossílaba (uma única sílaba)

quenianos

(

)

 

de

(

)

(2)

Dissílaba (duas sílabas)

tanto

(

)

 

qual

(

)

(3)

Trissílaba (três sílabas)

vocês

(

)

 

política

(

)

(4)

Polissílaba (quatro sílabas)

etnia

(

)

 

correrem

(

)

b) Circule a sílaba tônica de cada palavra apresentada a seguir.

quenianos – tanto – vocês – política – etnia – correrem

c) Observando as sílabas tônicas marcadas acima, classifique cada palavra descrita a seguir.

(1)

Oxítona

quenianos

(

)

 

tanto

(

)

(2)

Paroxítona

vocês

(

)

 

política

(

)

(3)

Proparoxítona

etnia

(

)

 

correrem

(

)

d) Por que a palavra "vocês" é acentuada graficamente?

7 Relações formalizadas PORPOR UNIDADE
7
Relações formalizadas
PORPOR
UNIDADE

CAPÍTULO 13 – A CONVIVêNCIA SOCIAL

Conteúdos: