Você está na página 1de 1

Handouts do dia 9/10: parte do fichamento em andamento da parte VIII de EPM

Presuppositions, Again

(1) Retomando o quarto tipo de pressuposio: a pressuposio epistmica


(2) P: o que significa dizer que relatos observacionais pressupem conhecimento de fatos empricos
gerais? (penltimo pargrafo da 38 de EPM)
(3) Essa pressuposio no est na mesma dimenso lgica: isso evita pensamento circular
(4) Como geralmente interpretado a ideia de pressuposio aqui: um mero holismo conceitual
(semntica) (Brandom)
(5) Mas, para deVries e TT, na verdade h dois tipos de dimenses lgicas de avaliao epistmica:
(1 dimenso de avaliao epistmica) determina a base de observao do sujeito S; [essa
(1) tpica de relatos observacionais]
(2 dim. de aval. epist. ) se S sujeito do conhecimento e seus estados podem ser avaliados
epistemicamente. (p. 96)
(6) Essa segunda (2) subdividida em outras duas:
(2.a) se o S um jogador do jogo do conhecimento e
(2.b) se o S tem direito de ocupar uma posio particular no jogo do conhecimento. (pp.
96-97)
(1) pressupe a (2)
(2.b) pressupe (2.a)
(2.a) pressupe que S tenha o domnio mnimos das regras do jogo do conhecimento. Se S tem
o domnio suficiente das regras para (pelo menos em parte) ocupar ou mudar de posio
dependendo de como exigido pelas regras do jogo (p. 97)
Para que S tenha o mnimo domnio das regras do jogo pressupe que S esteja no jogo (seja um
jogador ruim ou bom) e S tenha muitos conhecimentos incluindo alguns fatos empricos gerais. (p.
97)

(7) Concluso: o argumento de Sellars no pressuposio causal, lgica, ou conceitual, mas sim
epistmica. Ou seja, o ponto principal de Sellars : como avaliar a capacidade (poder) epistmica de uma
pessoa (um sujeito S). A capacidade epistmica de uma pessoa envolve um estrutura de conhecimento que
compreende as duas dimenses de avaliao epistmica (1a) e (2a) [(i) conhecimento (domnio) das regras
do jogo, (ii) relatos de observao (1 dimenso) e (iii) fatos gerais (2 dimenso).] (p. 99)
(8) Curiosidade: TT (fundacionalismo) vs deV (Sellars correto) (p. 99)

[A posio de Sellars] esta: que S seja um jogador no jogo do conhecimento


pressuposto para se fazer questes particulares sobre se S sabe este ou aquele fato. Seria
incorreto dizer de S que ele sabe ou no sabe algum fato a menos que ele seja considerado
um jogador no jogo do conhecimento. Que o sujeito seja um jogador no jogo do
conhecimento uma pressuposio para que se faa atribuies de conhecimentos
particulares, pois caso isso no fosse verdadeiro, atribuir ou negar tais conhecimentos
particulares [ao sujeito] no seria apropriado ou pertinente. (pp.97-8n24)