Você está na página 1de 1
PROJETOS DE I&D+I TÍTULO ICOD - INOVADORAS TECNOLOGIAS PARA VALORIZAÇÃO DE SUBPRODUTOS DO PROCESSAMENTO DE BACALHAUp lcastro@ p orto.uc p . p t +351 22 55 800 97 Manuela Pintado mpintado@porto.ucp.pt +351 22 55 800 00 " id="pdf-obj-0-2" src="pdf-obj-0-2.jpg">

PROJETOS DE I&D+I

TÍTULO
TÍTULO

ICOD - INOVADORAS TECNOLOGIAS PARA VALORIZAÇÃO DE SUBPRODUTOS DO PROCESSAMENTO DE BACALHAU

DESTAQUES
DESTAQUES

Extração de gelatina, com boas propriedades reológicas, sabor e aroma a peixe e com um potencial muito interessante para integração na indústria alimentar e eventualmente noutras indústrias. A gelatina foi integrada num dos principais produtos de pré-cozinhados da empresa tendo-se obtido um produto com várias alegações nutricionais importantes, tais como alto teor de proteína, aliadas à redução do teor de gordura (total e saturada).

Da água de salga, o projeto investigou a recuperação de proteínas por processos de separação por membranas, a uma escala laboratorial e posteriormente à escala piloto.

A extração da fração mineral dos ossos também foi estudada no projeto tendo sido obtidos compostos à base de fosfatos de cálcio, principalmente hidroxiapatite, que são utilizados em biomedicina e para remediação ambiental.

RESUMO
RESUMO

O Projeto iCOD propôs-se a desenvolver atividades de IDT com o objetivo de identificar Compostos de Elevado Valor (CEVs) presentes nos subprodutos do processamento do bacalhau e sua potencial incorporação em produtos alimentares ou como produtos próprios explorando assim a valorização destes CEVs. Entre estes CEVs encontram-se aminoácidos livres, proteínas anticongelantes, ácidos gordos polinsaturados e colagénio/gelatina. Os principais objetivos e metas do Projeto iCOD foram: a) quantificar os CEVs presentes nos principais subprodutos gerados na indústria do processamento do bacalhau; b) caracterizar o potencial dos subprodutos gerados no processamento do bacalhau; c) desenvolver tecnologias inovadoras de extração e purificação dos CEVs; d) desenvolver produtos funcionais e nutracêuticos com a adição de CEVs; e) caracterizar o potencial de mercado dos produtos funcionais e nutracêuticos desenvolvidos; f) demonstrar à escala protótipo a extração e a purificação dos CEVs para produção de produtos diferenciados:

funcionais e nutracêuticos.

PALAVRAS CHAVE

Subprodutos,

Bacalhau,

Colagénio,

Gelatina,

Aminoácidos,

Ácidos

Gordos

Polinsaturados,

Hidroxipatite,

Nutracêuticos

PROMOTORES / PARCEIROS

Escola Superior de Biotecnologia Universidade Católica Portuguesa (coordenador); Pascoal & Filhos S.A.; WeDoTech (https://www.wedotech.eu/)

PROGRAMA DE FINANCIAMENTO

DATA DE EXECUÇÃO

ORÇAMENTO GLOBAL

Agência de Inovação (Adi)

2010-2012

187.851,34

 

CONTACTOS

E-MAIL

TELEFONE

Clara Piccirillo

cpiccirillo@porto.ucp.pt

+351 22 55 800 01

Paula Castro

plcastro@porto.ucp.pt

+351 22 55 800 97

Manuela Pintado

+351 22 55 800 00