Você está na página 1de 1

Identificao da resposta em frequncia de

um sistema mquina-ferramenta-pea no
fresamento de um ao ferramenta para
Santos, Alexandre M. (IC) trabalho a quente
Bethiol, Rmulo C. (CA)
Antonialli, Armando . S. (O)
alexandre_m.santos@hotmail.com
DEMec/UFSCar
Introduo
A mquina-operatriz, a ferramenta de usinagem, a pea e os
sistemas de fixao formam um complexo conjunto constitudo de
associaes de elementos estruturais. Durante o corte, uma
substancial quantidade de energia dissipada por meio de
deformaes e pelo atrito. Parte desta energia transmitida aos
elementos estruturais do sistema e induzem vibraes. [1]

Fig. 1.Fresamento dinmico com


dois graus de liberdade [2]

Fig. 5. Diagrama de acelerao por velocidade de corte


Em funo da ocorrncia de tal problema na usinagem, que afeta
diretamente o processo produtivo, est sendo proposto como
principal objetivo deste projeto avaliar o efeito dos parmetros
velocidade de corte (vc) e profundidade de usinagem (ap) sobre as
vibraes da ferramenta e da pea no fresamento de um ao
ferramenta para trabalho a quente no domnio do tempo.

Materiais e mtodos
Centro de usinagem Romi D600 (10.000 rpm, 15kW)
Porta-ferramenta OSG Phoenix 6050 PRC SS
Insertos RPHW1605MOSN XP3035

Fig. 6. Diagrama de estabilidade de lbulos


Concluses
Fig. 2. Acelermetro Com base na anlise dos dados de acelerao, pode-se dizer que o
diagrama de profundidade de usinagem e velocidade de corte,
. D.n apresenta formato prximo ao diagrama de estabilidade de
vc=
1000 lbulos, durante o corte do ao ferramenta para trabalho quente
Fig. 3. Sistema de aquisio de dados AISI H13.
v f =f z . z . n
Verificada a interao entre ambos parmetros possvel prever

Planejamento fatorial: 25; que variaes possibilitem uma reduo da vibrao durante o

Material usinado: H13; processo de fresamento.

vc: 12m/min; 309m/min; 606m/min; 903 m/min e 1200 m/min.

ap: 0,300mm; 0,975 mm; 1,650mm; 2,325 mm e 3,000mm. Referncias bibliogrficas


[1] De Oliveira; Diniz. Journal of Materials Processing
Resultados e discusso Technology, 2009.
[2] Lima; Anlise E Predio De Foras De Corte E Vibraes
Tipo Chatter No Fresamento, 1996.

Fig. 4. Diagrama
de aceleraes Agradecimentos
LAMAFE/SEM/EESC/USP, Prof. Dr. Rafael Aroca e Villares
Metals.

GPM

Interesses relacionados