Você está na página 1de 4

DISCIPLINA SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO

EA/UFPR

EXERCÍCIO XII: DIMENSIONAMENTO DAFA FB/DS - DSS PROFESSOR DANIEL COSTA DOS SANTOS

31/05/2017

Sistema II: Preliminar, DAFA, Filtro Biológico com Decantador Secundário e Disposição Superficial no Solo

Dados: QEB = 19,33 L/s = 1670,4 m³/dia ; DBO/EB = 431,55 mg/L ; OD/EB = 0,5 mg/L ; TEB = 12 0 C;

K 1 = 0,10 / dia (p/ 20 0 C)

1 Dimensionamento de um Sistema com Caixa de Areia

1.1Dados Específicos: Largura (L) = 0,4 m (adotado); q = 1000 m 3 /m 2 /dia; V Hmax = 0,3 m/s.

1.2 Dimensionamento:

Taxa de Escoamento Superficial q = QEB / (2.C.L);

C = QEB/(2.q.L) = 2,09 m, sendo q = 1000 m 3 /m 2 /dia e 2 caixas de areia paralelas;

QEB/2 = V H . A v = V H . L . H onde A V é a área vertical; H = QEB / (2 . V H . L) = 0,0806 m = 8,06 cm. Por questões construtivas, adota-se H = 10,00 cm. Verificação: C = 22,5 H a 25,0 H; C = 2,25 a 2,5 m. Não atende. Reduzir q.

q = 600 a 1.300 m 3 /m 2 /dia;

2 Dimensionamento de um Digestor Anaeróbio de Fluxo Ascendente (DAFA)

2.1 Dados Específicos: QEB = 1670,4 m³/dia,

K2=1,5. DBO/EB = 431,55 mg / L;

DQO/EB

A ilustração de um DAFA consta na Figura 01.

QEB máx. = 30 l/s = 2592,00 m 3 /dia para K1=1,2 e = 863,10 mg/l

= 2592,00 m 3 /dia para K1= 1,2 e = 863,10 mg/l Figura 01: Representação de

Figura 01: Representação de um Digestor Anaeróbio de Leito Fluidizado

2.2 Rotina de Equacionamento

a) Carga Orgânica de DQO = QEB(m 3 /dia).DQO/EB(mg/L)/1000 = 1441.72 kgDQO/d

b) Arbítrio do Tempo de Detenção (Td) :

Td = 0,42 dias = 10 horas

Tempo de Detenção Hidráulica

Temperatura do

Esgoto (ºC)

Média Diária

Para Duração de Qmáx. de 4 a 6h

16-19 >

10

- 14

> 7 - 9

6

- 9

> 4 - 6

20-26 >

>26

> 6

> 4

Fonte:CHERNICHARO, 1997.

DISCIPLINA SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO

EA/UFPR

EXERCÍCIO XII: DIMENSIONAMENTO DAFA FB/DS - DSS PROFESSOR DANIEL COSTA DOS SANTOS

31/05/2017

c) Volume do Reator Biológico (V): V = QEB . Td = 702 m 3

d) Adoção da Altura do Reator ( H ) :

e) Área do Reator Biológico: A = V / H = 140 m 2

f) Diâmetro do Reator: A = ПD 2 / 4 ;

H = 5,0 m; (Faixa Usual: 3,0 à 6,0 m)

D = 13,37 m 13,50 m; Para D = 13,5 m, Ac = 143 m², Vc = 715 m³, Td = 0,43 h. Obs: arredondar D, calcular nova área (corrigida), novo volume (corrigido) e Td (corrigido).

g) Verificação da Carga Orgânica Volumétrica de DQO (COV):

É a quantidade de matéria orgânica aplicada diariamente ao reator, por unidade de volume do mesmo. Observar que a carga orgânica volumétrica não é um parâmetro restritivo de projeto dada a natureza do esgoto doméstico, o qual usualmente apresenta reduzida carga orgânica quando comparado a certos efluentes industriais. Normalmente, a COV de DQO é inferior a 3,0 Kg DQO / m 3 . dia.

COV = QEB (m 3 /dia) . DQO/EB (mg / L ) / V (m 3 ) . 1000 = 2,06 Kg DQO / m 3 . dia Faixa Aceitável :

5,0 15,0 Kg DQO / m 3 dia

(NUVOLARI, 2003)

h) Verificação das Velocidades: V méd = QEB / A = 0,5 m/h; V máx = QEB máx / A = 0,77

m/h ;

Vazão Afluente

Velocidade Superficial (m/h)

Vazão Média

0,5 - 0,7

Vazão Máxima

0,9 - 1,1

Picos Temporários

< 1,5

(*) Picos de vazão com duração entre 2 e 4 horas Fonte: CHERNICHARO, 1997.

Caso as velocidades não verificarem, adota-se novo Td para então se fazer um novo dimensionamento.

i) Estimativa da Eficiência E de Remoção da DQO e DBO:

E DQO = 100 ( 1 0,68 . Td -0,35 ) = 70,00 % ;

m) Estimativa das Concentrações de DQO e DBO efluentes:

DQO EFL = DQO/EB ( E DQO . DQO) / 100 ; DQO EFL = 258,93 mg/L DBO EFL = DBO/EB ( E DBO . DBO) / 100 ; DBO EFL = 94,03 mg/L

n) Volume de Lodo a ser Tratado (Sperling, 1998) no último ano (para 14.400 hab):

V L = 0,15 m 3 /hab.ano x 14.400 hab = 2160 m 3 /ano.

E DBO = 100 ( 1 0,70 . Td -0,50 ) = 78,21 %

3 Filtro Biológico

3.1 Dados Específicos: Considere o filtro biológico sendo um tratamento secundário e trabalhe com uma TAH igual a 35 m 3 /m 2 .dia e uma altura de 1,8 m. Dimensione também o decantador secundário. Os dados são: QE = 19,33 L/s = 1670,4 m³/dia; DQO = 258,93 mg/l ; DBO = 94,03 mg/L; A Figura 02 apresenta do detalhe do filtro biológico.

mg/l ; DBO = 94,03 mg/L; A Figura 02 apresenta do detalhe do filtro biológico. Figura

Figura 02: Corte do Filtro Biológico

DISCIPLINA SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO

EA/UFPR

EXERCÍCIO XII: DIMENSIONAMENTO DAFA FB/DS - DSS PROFESSOR DANIEL COSTA DOS SANTOS

31/05/2017

3.2 Rotina de Dimensionamento

3.2.1 Filtro Biológico

a) Área A = Q / TAH, sendo A a área da seção transversal do filtro biológico.

A = QE / TAH = 47,72 m² 48,00 m² para TAH = 35,00 m 3 /m 2 /dia

b)

Diâmetro: D = 7,82 m 8,00 m

c)

Volume Útil = Vu = A . h ; Vu = 48.1,8 = 86,40 m 3

d)

Verificar a COV de DBO.

COV DBO = C DBO / Vu = (94,03.1670,4/1000)/86,40; COV DBO = 1,82 kgDBO/m³.dia Faixa : 0,6 a 1,80 COV DBO

e) Volume de Lodo a ser Tratado (Sperling, 1998) no último ano (para 14.400 hab): V L = 1,3 m 3 /hab.ano

x 14.400 hab = 18720 m 3 .

3.2.2 Decantador Secundário

A representação de um decantador secundário é apresentado na Figura 03.

de um decantador secundário é apresentado na Figura 03. Figura 03: Decantador Secundário A rotina de

Figura 03: Decantador Secundário

A rotina de dimensionamento é apresentada na sequência.

a) Área: TES = Q / A DS , sendo TES a Taxa de Escoamento Superficial e A DS a área do decantador

secundário. O valor de TES encontra-se na faixa de 16 a 24 m 3 /m 2 .dia, para vazão média de esgoto.

b) Estime a área e o diâmetro do decantador secundário: ADS = 1670,4 / 20 = 83,52 m²; D = 10,31 m

DISCIPLINA SISTEMAS DE TRATAMENTO DE ÁGUA E ESGOTO

EA/UFPR

EXERCÍCIO XII: DIMENSIONAMENTO DAFA FB/DS - DSS PROFESSOR DANIEL COSTA DOS SANTOS

31/05/2017

4 Dimensionamento de um sistema de disposição superficial

4.1 Dados Específicos

QE = 1670,4 m³/dia; QEB máx= 2592,00 m 3 /dia

DBO = 14,10 mg/l para eficiência de remoção de DBO de 85% no Filtro Biológico.

q L (taxa de aplicação linear) = 0,40 m³/h.m largura Dt (período de aplicação) = 8,0 horas/dia

L

(comprimento da rampa) = 100,00 m

f

( frequência de aplicação) = 5,0 dias/semana

Observar a Figura 04.

de aplicação) = 5,0 dias/semana Observar a Figura 04. Figura 04: Disposição Superficial de Esgoto 4.2

Figura 04: Disposição Superficial de Esgoto

4.2 Rotina de Dimensionamento

A = QE . L / (q L . Dt)

; A = 52200 m²

A final (devido a frequência de aplicação, 5 dias por semana)

A final =

A

5 / 7

= 73080 m 2 73000 m 2

A área definida no dimensionamento refere-se à área total de aplicação no solo. Como o período de

aplicação é de 8 horas por dia, a aplicação deverá ser feita em 3 ciclos. Assim, 1/3 da área total será para cada período de 8 horas, resguardando, evidentemente, a freqüência de aplicação de 5 dias por semana. Adotando-se; B (largura) = 30,0 m

A

final = 73000 m² (7,3 ha) e área por painel = 100 . 30 = 3000 m 2

N

o de Painéis = 24,33 ≈ 25 painéis

C DBO /A = (14,10 mg /l x 1670,4 m³/dia) /1000/7,3 ha = 3,23 kg/ha.dia