Você está na página 1de 25
CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA? nubeliu.com

CLOUD COMPUTING NAS EMPRESAS: NUVEM PÚBLICA OU NUVEM PRIVADA?

nubeliu.com
nubeliu.com

SUMÁRIO

» Introdução

4

» Nuvem pública: quando ela é ideal

9

» Nuvem privada: quando utilizá-la

12

» Alternativas de sistemas operacionais de Cloud

15

» O ambiente cloud híbrida

19

» Conclusão

22

» Sobre a Nubeliu

24

2

INTRODUÇÃO

INTRODUÇÃO

cerca de 20% das empresas brasileiras de médio e grande porte utilizavam soluções de computação em nuvem. Este número subiu para 30% em 2014. O mercado brasileiro de nuvem pública foi de US$ 64 milhões para quase US$ 500 milhões em apenas um ano, e ainda possibilitou a existência de inúmeras empresas de software de pequeno porte.

de inúmeras empresas de software de pequeno porte. Duas ferramentas adotadas pelas gigantes Google e Amazon

Duas ferramentas adotadas pelas gigantes Google e Amazon ilustram bem o crescimento do cloud computing: a AWS (Amazon Web Services) e o Google Cloud Platform.

O Amazon Web Services é um conjunto de serviços de computação remota, que juntos formam uma plataforma de computação em nuvem. Ele é conhecido pelo grande número de ferramentas que oferece e divulgado por seus desenvolvedores como um provedor de alta capacidade de computação, além de ser uma alternativa mais rápida e mais barata a curto prazo do que construir um sistema privado e local.

4

INTRODUÇÃO

Já o serviço da Google, apesar de similar, tem uma lista de ferramentas consideravelmente menor, mais focada em serviços típicos de IaaS (infraestrutura como serviço, do inglês Infrastructure as a Service) e PaaS (plataforma como serviço ou Platform as a Service). Mas onde as ferramentas do Google Cloud Platform se destacam mesmo é no que concerne a Big Data, afinal, esse é o mercado principal da gigante Google, e por isso não é nenhuma surpresa que as ferramentas que foram criadas com essa experiência toda sejam de excelente qualidade.

Mas afinal, por que o cloud computing está crescendo tanto? A resposta a essa pergunta fica clara quando temos em mente os benefícios dessa estratégia. Vejamos alguns deles:

Flexibilidade

Através da computação em nuvem, seu sistema pode ir de uma prestação de serviços internos para um sistema público que atende milhões de clientes, tudo em minutos. Isso significa que você pode escolher o poder de processamento, a quantidade de memória RAM e de armazenamento que achar necessário. Se a demanda não corresponder a expectativa, a infraestrutura pode facilmente se readequar: se o projeto mudar de escopo, por exemplo, com a nuvem ele pode ser facilmente remodelado.

5

INTRODUÇÃO

Economia

Com os sistemas em nuvem, não há necessidade de um grande investimento de recursos na aquisição e manutenção de hardware. Além disso, não há gasto com sistemas ociosos: você só paga o que usar.

Para as Clouds

equipamentos (servidores e armazenamento) podem ser utilizados de forma muito mais acertiva.

Privadas, o investimento em hardware é muito

melhor

aproveitado, sendo que os

Caso seja feita uma alocação de serviços para um projeto que acabou não demandando o que havia sido planejado, esses recursos de TI podem ser facilmente desalocados ou realocados para projetos que passem a demandar mais recursos.

Melhor uso do parque de servidores e tecnologia

O cloud computing elimina a necessidade de manutenção bem como os riscos que um sistema local pode ter e só usa o necessário. Isso significa que não é preciso fazer um grande parque de servidores com o crescimento da empresa em mente por que os recursos são muito mais aproveitados.

6

INTRODUÇÃO

A adoção de uma abordagem de cloud computing permite que os servidores possam ser melhor geridos pelos administradores de sistema, que por sua vez passam a ser utilizados com todo o seu potencial, sem deixar recursos ociosos ou inutilizados.

Maior controle sobre o acervo tecnológico

Colocar um sistema em uma nuvem aberta para a internet permite que ele seja acessado de qualquer computador, tablet ou celular de qualquer parte do mundo e a qualquer hora, possibilitando um controle constante sobre ele.

Com essas vantagens em mente e tendo em vista a velocidade com que essa tecnologia cresce, é preciso buscar a melhor solução em cloud computing. Confira neste e-book algumas das opções existentes no mercado.

7

NUVEM PÚBLICA: QUANDO ELA É IDEAL

NUVEM PÚBLICA: QUANDO ELA É IDEAL

As nuvens públicas são, normalmente, operadas por prestadores de serviços de nuvem. Quem opta por usar esse tipo de nuvem se beneficia principalmente porque o custo da infraestrutura está distribuído entre todos os usuários, permitindo que cada cliente possa operar com baixo custo e pagar apenas pelo serviço que usar.

Além disso, quando a empresa é pequena e/ou está apenas começando, ou quando é necessária a capacidade de aumentar os servidores em épocas de um crescimento anormal de tráfego, um serviço de nuvem pública pode ser ideal.

de tráfego, um serviço de nuvem pública pode ser ideal . Nessa opção, não é preciso

Nessa opção, não é preciso fazer investimentos gigantes para iniciar e mesmo que a demanda cresça inesperadamente, o sistema público irá acompanhar sem que haja necessidade de interagir cada vez que precisar de um servidor novo.

9

NUVEM PÚBLICA: QUANDO ELA É IDEAL

Mas lembre-se de que, como essa alternativa de cloud computing não faria parte da sua empresa, a segurança estaria nas mãos do provedor, e que como a nuvem pública é utilizada por vários clientes, o sistema de proteção tem que se aplicar a todos e não pode ser muito personalizado. Existe, portanto, a possibilidade de seus dados serem comprometidos caso alguma agência governamental demande que o provedor forneça dados dos seus clientes, por exemplo, ou quando existe um impacto na infraestrutura que acaba afetando a todos.

Porém, apesar do susto de espionagem que a NSA, agência governamental dos Estados Unidos, deu para as companhias de nuvem pública, em 2013, com o caso do Edward Snowden, parece que esse mercado foi pouco afetado, mesmo com supostas perdas de 30 bilhões de dólares no mercado global, o uso de nuvem pública cresceu 60% no mesmo ano.

10

NUVEM PÚBLICA: QUANDO ELA É IDEAL

NUVEM PRIVADA: QUANDO UTILIZÁ-LA

construída

exclusivamente para um só negócio ou empresa,

Uma

nuvem

privada

é

aquela

que

é

que permite

a

hospedagem

de

aplicativos e

arquivos e

ao

mesmo

tempo

garante toda a

e arquivos e ao mesmo tempo garante toda a segurança e controle de maneira que as

segurança e controle de maneira que as nuvens

públicas muitas vezes não conseguem. Existem dois tipos de nuvem privada:

» O primeiro tipo, comumente chamado de nuvem interna, é aquele em que a nuvem

é hospedada no data center da própria

empresa. Esse tipo de nuvem pode ter um nível

de segurança e controle muito maior e ainda

requer que a empresa compre e mantenha

toda a infraestrutura de hardware e software,

o

que melhora sua performance, deixando

os

processos mais ágeis e flexíveis e gerando

economia para a empresa.

12

NUVEM PRIVADA: QUANDO UTILIZÁ-LA

» O segundo tipo, chamado de nuvem privada externa, é hospedado em um data center publico, porém, com uma infraestrutura de servidores que não é compartilhada com outras empresas, ela é dedicada. Essa infraestrutura de servidores pode ser do próprio cliente ou o da empresa fornecedora de IaaS, que pode ser adquirido integralmente na forma de serviço, sendo composto pelo hardware de servidores mais a aplicação do sistema de nuvem.

Se o produto ou serviço oferecido pela sua empresa são arquivos, dados ou software, o que faz com que o controle e segurança sejam de extrema importância, ou se algum ramo da empresa necessita de segurança máxima — ou algum tipo de personalização especial com tipos de armazenamento, segurança ou outros —, uma nuvem privada pode ser a melhor opção.

Quando uma empresa precisa de uma parte dos dados em alta segurança, e outra parte para servir clientes, o ideal é o que é chamado de nuvem híbrida. Usando sistemas operacionais é possível unir várias nuvens, sejam elas públicas ou privadas, em um único sistema prático, com a segurança necessária para cada arquivo, mas com a facilidade de interação com clientes que a nuvem pública oferece. Vejamos o que são esses sistemas operacionais.

13

ALTERNATIVAS DE SISTEMAS OPERACIONAIS DE CLOUD

ALTERNATIVAS DE SISTEMAS OPERACIONAIS DE CLOUD

A seguir, veremos um pouco mais sobre algumas opções disponíveis de OS de Cloud, incluido o OpenStack e outros sistemas que funcionam dentro dele.

o OpenStack e outros sistemas que funcionam dentro dele. O que é um sistema operacional de

O que é um sistema operacional de Cloud?

Antigamente, quando se precisava que um programa adicional fosse instalado em determinado servidor, era preciso adicionar uma outra máquina; e se fossem necessários mais recursos no mesmo servidor, era necessário aumentar a potência da máquina em questão.

Obviamente, essa solução tinha muitos limites e era muito ineficiente. Para combater o problema, foi criada a virtualização: isso criou um hipervisor em um servidor, isto é, uma camada virtual acima dos servidores físicos, com

15

ALTERNATIVAS DE SISTEMAS OPERACIONAIS DE CLOUD

a capacidade de unificar o poder de processamento de vários computadores tradicionais em um único supercomputador.

Os hipervisores são um tipo de sistema operacional de servidor. Alguns exemplos são Citrix, o VMware e o Windows Server Hyper-V, que permitiram aos desenvolvedores trabalhar em máquinas virtuais, que podem utilizar processamento e memória de várias máquinas ao mesmo tempo.

Mas isso não acabou com o problema que é manejar várias instâncias e servidores, afinal, a mudança foi meramente de vários servidores físicos para vários servidores virtuais. E é aqui que entra o sistema operacional OpenStack. Ele transforma todos os hipervisores de um data center (ou de múltiplos datacenters conectados pela internet) em fontes de recursos computacionais que podem ser manejadas de um único lugar, com uma interface simples e reconhecível, mas que não perde nenhuma função. Vejamos abaixo um pouco mais sobre esse sistema.

O OpenStack

O OpenStack é um sistema operacional de sistemas em nuvem open source e também é uma comunidade de milhares de pessoas, criada em 2010 por uma companhia de gestão de nuvem chamada Rackspace,

16

ALTERNATIVAS DE SISTEMAS OPERACIONAIS DE CLOUD

com o apoio da NASA. O foco do Openstack, desde sua criação, é o de fazer com que qualquer empresa, independentemente de seu tamanho, possa criar serviços de cloud computing que utilizem hardware tradicional.

Hoje o OpenStack é usado em nuvens públicas e privadas de diversas empresas, agências governamentais e outros serviços pelo mundo inteiro, de companhias de telefonia como a AT&T americana, até computações aeroespaciais da NASA.

pelo mundo inteiro, de companhias de telefonia como a AT&T americana, até computações aeroespaciais da NASA.

17

O AMBIENTE MULTICLOUD

O AMBIENTE CLOUD HÍBRIDA

Uma tendência que vem crescendo dentro da estratégia da computação em nuvem é o cloud híbrida. Mesmo as empresas com nuvens privadas podem usufruir dos serviços que as nuvens tercerizadas/publicas oferecem, especialmente se essas empresas dispõem de equipes altamente especializadas e conceituadas em cloud computing.

altamente especializadas e conceituadas em cloud computing. O que significa cloud híbrida? Cloud híbrida é o

O que significa cloud híbrida?

Cloud híbrida é o uso de vários serviços de computação na nuvem em uma única arquitetura heterogênea. Isso significa poder ter seu programa em diversas nuvens, com diversos provedores, e poder utilizar tanto a nuvem privada quanto as públicas.

Cloud híbrida também significa poder incorporar novas nuvens enquanto elas surgem e poder mover os seus servidores para outras nuvens (de outros provedores, com outras infraestruturas, com capacidades diferentes) se necessário, sem alterações nos programas em si.

19

O AMBIENTE CLOUD HÍBRIDA

Cloud híbrida não precisa significar que a sua empresa ou serviço usa várias clouds simultaneamente, mas sim que o que você disponibiliza em uma nuvem pode ser copiado e expandido em outras nuvens.

E quais são os benefícios do ambiente cloud híbrida?

O sistema cloud híbrida permite, entre outras coisas:

» Maior redundância, melhor recuperação em desastres e maior geopresença;

» Melhor aproveitamento de características específicas de alguma nuvem quando precisar;

» Melhor aproveitamento de custo-benefício de nuvens públicas;

» Aproveitar investimentos já existentes na criação de uma nuvem privada e poder utilizar sistemas híbridos de nuvens públicas e privadas ao mesmo tempo;

» Poder expandir nuvens privadas em serviços públicos, caso o limite da nuvem privada seja atingido inesperadamente;

» Mover aplicações que precisam de mais segurança para uma nuvem privada, ou vice-versa.

20

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO

CONCLUSÃO CONCLUSÃO Como vimos, o cloud computing é uma tendência que vem crescendo muito na área

Como vimos, o cloud computing é uma tendência que vem crescendo muito na área de TI, e as vantagens desse sistema aumentam a cada ano. A escolha entre nuvem privada, pública ou ambas ao mesmo tempo deve ser feita com base nas necessidades e no uso específico de cada empresa, mas não há dúvidas quanto aos benefícios e a segurança de uma plataforma multicloud.

Afinal, cloud computing é certamente o caminho lógico de negócios futuros, com o crescimento de Big Data nos últimos anos, esta é a única maneira de extrair informações valiosas com eficiência e velocidades inimagináveis há dez anos.

A evolução da eletricidade, por exemplo, ilustra bem o desenvolvimento que vem sofrendo a computação em nuvem. No início do século passado, todas as fábricas utilizavam geradores de eletricidade locais e por um tempo isso funcionou bem, mas houve uma revolução que afetou todos os tipos de

22

CONCLUSÃO

negócios da época: a eletricidade gerada em grande escala por terceiros. Tudo que a fábrica precisava era se conectar na rede para que tudo funcionasse, com muito mais garantia e segurança que antes. As fábricas que adotaram o conceito cedo prosperaram — e as outras foram forçadas a entrar atrasadas.

Cloud computing é uma revolução similar, um século depois, que chegou para oferecer a qualquer empresa que precisar a infraestrutura para usar seus aplicativos e programas como um serviço básico, como a eletricidade foi oferecida mais de cem anos atrás. A ascensão do cloud computing não é uma fase passageira. Esse tipo de evento acontece raramente, mas quando acontece é preciso se adaptar e crescer junto com o setor, e uma boa maneira de começar é escolher bem seus parceiros e provedores de computação na nuvem para começar a se beneficiar o quanto antes da sua Big Data.

23

SOBRE A NUBELIU

nubeliu.com Uma Empresa Especializada em Clouds OpenStack e nada mais!
nubeliu.com
Uma Empresa Especializada em
Clouds OpenStack e nada mais!
Uma Empresa Especializada em Clouds OpenStack e nada mais! A Nubeliu é uma empresa que faz

A Nubeliu é uma empresa que faz o gerenciamento

e a implementação de clouds privadas em OpenStack para empresas que queiram evoluir na gestão da infraestrutura de TI e adotar estratégias assertivas nessa área de tecnologia.

No sistema em cloud público, os usuários não sabem onde se encontram os computadores, não

têm garantia sobre o funcionamento e estabilidade

e não têm controle sobre o ambiente. Já no sistema em cloud privada oferecido pela Nubeliu, os dados ficam alocados com maior segurança, mais

controle do volume usado, acessos, performance e suporte otimizados com menores custos. A Nubeliu

monitoração

automatizado do ambiente de cloud.

tambem

oferece

um

sistema

de

nubeliu.com
nubeliu.com