Você está na página 1de 341
—_ ate ; DN MARTYN LLOYD-JONES E O RESGATE DA TRADICAO CALVINISTA DE VIDA CRISTA ANTONIO CaRLos COSTA As Dimens6es da Espiritualidade Reformada Tenho a nobre e honrosa missao de tecer esse conciso comentario sobre essa relevante obra escrita pelo Rev. Antonio Carlos Costa. Conhego o autor a 17 anos, e, nesse interim, tenho acompanhado com alegria, a sua trajetéria pastoral e académica. Coube-me também, a grata experiéncia de ser seu professor no Seminario Presbiteriano do Rio nos idos de 1988, e de estar presente na sua banca de mestrado em Teologia Historica, no Centro Presbiteriano de Pés-Graduacgao Andrew Jumper. O Rev. Antonio Carlos, é um destes raros ministros de Deus, que soube unir 0 academicismo e a ortodoxia, com a praxis de uma vida cristd ungida e piedosa. Nesta presente obra, o autor disserta com profunda propriedade € pertinéncia sobre a vida e obra do Dr. Martyn Lloyd-Jones, considerado por muitos, o principe dos tedlogos reformados do século XX. De forma académica e com escrutineo minucioso, 0 autor analisa as seguintes dimensées da verdadeira espiritualidade crist4, a partir do pensamento e vida de Lloyd-Jones: A dimensio doutrinaria, a dimensao experimental, e a dimensao pratica. 0 autor trata, pertinentemente, do lugar do Espirito Santo na auténtica espiritualidade, criando uma abengoadora simbiose com 0 momento histérico da igreja do Senhor, perscrutando oportunidades e desafios. Creio piamente que o presente livro, fruto de laborioso estudo académico por parte do autor, surge num momento altamente auspicioso da igreja, e, certamente, trard resultados profundamente abengoadores na vida de todos os que haverdo de ler essa obra. Anelo uma excelente leitura para todos! Prof. Antonio José do Nascimento Filho Mestre em Teologia; mestre em Educagiio, Arte ¢ Histéria da Cultura; Doutor em Missiologia. Anténio Carlos Costa As Dimensées da Espiritualidade Reformada Martyn Lloyd-Jones e o resgate da tradicao calvinista de vida crista PONTAL “DO ATALAIA Textus] © 2005 Antdnio Carlos Alves de $4 Costa Revisao Carlos Buczynski Paulo Pancote Diagramacéo Pedro Simas Capa Magno Paganeli Impressao Grifica Betania Publicado no Brasil com a devida autorizagio ¢ com todos os direitos reservados na lingua portuguesa por Editora Pontal do Atalaia Avenida Exnani do Amaral Peixoto, 84 - sala 1007 CEP 24020-074 ipbarra@uol.com.br accosta@ar.microlink.com.br Esta é uma co-edigao com a Editora Textus Caixa Postal 107.006 — Niterdi - RJ - 24360-970 textus@editoratextus.com.br — www.editoratextus.com.br [As citages biblicas desta obra sio da Biblia Sagrada -'Traducio de Almeida Revista e Atualizada no Brasil, segunda edigio © 1959, 2003 Sociedade Biblica do Brasil Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida sem 0 consentimento prévio, por escrito, dos editores, exceto breves citagdes em livros e resenhas. Sumario Dedicat6ria.......sesecsscsessessecsseseeseeeneeneneeseneessssessssneasesseaeeneeneeees 7 APPeS€NtaGd0.....ssccsssesesesessesessseereeeneseseeeeesenesenetstseeenseeeeenses 9: AGCACCCUINCINOG 13 UmtrOdugao.......sscescsecsessseessesseesessesseeseesseeeeseeesessseeneseesuess Martyn Lloyd-Jones: seu tempo, vida € Obra... 37 A dimensio doutrindria. A dimensao experimental. A dimensao pratica.....cecececsessseceeseeseseessseseesesesseeeeeneneseeneees 223 Comclus0....esscsesecseseeesreseesesessssesseesseseenesesnesesneseseeneseseseeseenes 317 Bibliografia.....s.ssessssesseeessessessssseeseessesesessessessssssesseseeseeseeneee 327 Dedicatoéria Aos queridissimos Rev. Anténio Elias, Maria José Elias, Téo Elias e Lucilia Elias, por todo encorajamento, ajuda, diregdo, inspiragao e amor recebidos nos anos de convivio com tio estimada familia. Com vocés aprendi a amar e temer a Deus e tratar 0 meu semelhante com respeito. Obrigado pela igreja onde fui convertido, pelo discipulado, pelas igrejas que plantamos (Barra e Icarai), por meu envio para o seminario, meu culto de ordenag4o, minha ceriménia de casamento, momentos de oracdo, boas conversas sobre nossa fé comum, pelo batismo dos meus filhos e de minha mie e toda orientagao fornecida em momentos decisivos de minha vida. Espero que vocés sempre encontrem motivos de alegria no investimento feito em mim. Apresentagao Como orientador académico e amigo pessoal do Rev. Anténio Carlos Costa, tenho a grata satisfagao de fazer a apresentagao deste livro tao relevante. O texto foi escrito originalmente como uma dissertagao de mestrado apresentada ao Centro Presbiteriano de Pés-Graduagao Andrew Jumper, sediado no Instituto Presbiteriano Mackenzie, em Sao Paulo. O tema nao poderia ser mais oportuno, visto abordar a vida e a reflexdo biblica de um dos mais celebrados pregadores evangélicos do século XX, D. Martyn Lloyd-Jones. Embora tenhamos em portugués um bom nimero de livros desse personagem, faltava-nos um estudo criterioso sobre 0 seu pensamento e as suas contribuigdes a igreja, o que agora é suprido por esta obra valiosa. As razdes da importancia de Lloyd-Jones sao varias. Em primeiro lugar, ele destacou-se pelo seu profundo compromisso com Deus e com a Sua Palavra. Tendo pela frente uma carreira promissora no campo da medicina, esse notavel cristio contemporaneo decidiu abrir mao da mesma em favor de uma vocagio ainda maior — a pregagao fiel e zelosa do evangelho de Cristo. No entanto, Lloyd-Jones nao foi um pregador comum. Dentro da melhor tradigdo protestante e evangélica, ele foi um expositor das Escrituras, alimentando semanalmente 0 seu rebanho em Londres com 0 estudo sistematico e cuidadoso da Palavra de Deus. Seus sermées eram nao sé profundamente biblicos e comprometidos com a fé crista histérica, mas intensamente doutrindrios. O pregador galés sabia da importancia da boa teologia, tanto para o ministério pastoral e para a tarefa da pregagao quanto para a vida crist4 em seus miltiplos aspectos. Assim sendo, ele abragou para si a corrente teolégica mais profunda e consistente dentro do protestantismo, aquela que mais honra a Deus e a Sua Palavra, ou seja, a teologia reformada ou calvinista. Como um profeta contemporaneo, Lloyd-Jones proclamou 10 As dimens6es da espiritualidade reformada ousadamente do seu pulpito na Capela de Westminster, ano apdés ano, os grandes temas da fé reformada: a majestade, poder e soberania de Deus; a incapacidade moral e espiritual dos seres humanos; sua profunda necessidade de transformagaio; a salvacéo como dadiva sublime e graciosa de Deus aos pecadores impotentes; ¢ em particular, a importancia vital da santificagao para os filhos de Deus. Neste estudo competente e criativo, o autor demonstra como, em seus muitos sermées, o grande pregador se esforgou por recuperar o que havia de melhor na heranga reformada, no que diz respeito a um tema fundamental — a espiritualidade crista. Como grande herdeiro ¢ admirador de uma das correntes mais vigorosas e influentes dentro do calvinismo — 0 movimento puritano—Lloyd-Jones mostrou, a luz das Escrituras, que a vida espiritual do cristéo deve possuir trés dimensdes que se complementam: doutrinaria, experimental e pratica. Além de abragarem as grandes e solenes verdades das Escrituras, os cristaos devem pautar as suas vidas de acordo com as mesmas, em todos os aspectos. Lloyd-Jones pregou muito e grande parte do que pregou foi publicado. Assim sendo, é enorme o mimero de livros que contém os frutos do seu labor exegético e homilético. O autor do livro revela um conhecimento notavel de todo esse vasto material, demonstrando ter compreendido muito bem o pensamento de Lloyd-Jones ¢ as énfases principais da sua teologia e pregacado. Além do completo dominio dessas fontes, ele demonstra ter estudado cuidadosamente os autores que influenciaram o pregador de Gales, especialmente os puritanos ingleses e Jonathan Edwards. Adicionalmente, ele utilizou de maneira muito habil os valiosos estudos que tém sido publicados por autores passados ou presentes sobre Lloyd-Jones e seus predecessores. Este estudo tem muitas virtudes, das quais certamente resultaraio preciosos beneficios para os leitores. E uma analise abrangente, que aborda praticamente tudo o que ha de mais relevante com respeito a biografia ¢ ao pensamento do personagem. Quem ler o texto de modo atento, tera uma boa nocao de quem foi esse homem extraordindrio e compreendera porque as suas énfases sao tao necessdrias para a igreja contemporanea. Além disso, o autor procura situar Lloyd-Jones claramente no seu contexto histérico, religioso e intelectual. Por exemplo, procura mostrar a cada passo como as idéias de Lloyd-Jones refletem a cosmovisao ¢ os pressupostos da fé reformada hist6rica, a comegar de Calvino. O tom com que o livro foi escrito também ¢ revelador. O autor Apresentagao bt) demonstra ndo sé profundo conhecimento do assunto, mas a capacidade de apresentar os muitos tépicos com clareza e objetividade. Ele também revela grande simpatia pelo personagem, identificag&o com o seu idedrio e a convicgdo de que a sua mensagem é indispensavel para as igrejas evangélicas do Brasil. Em pontos controvertidos, como a questio do “selo do Espirito Santo”, a argumentacao é suficientemente detalhada e clara de modo a permitir que o leitor conhega todos os aspectos relevantes e tenha condigdes de posicionar-se a respeito do assunto. O autor deixa evidente que escreve com a mente e com 0 corac4o, crendo profundamente nas verdades que esto em jogo e entendendo que elas continuam sendo indispensdveis. Em dias em que imperam nas igrejas 0 pragmatismo, 0 desejo de atrair adeptos a qualquer custo e o apego a teologias centradas no ser humano e nao em Deus, é grande e valioso o beneficio que esta obra podera trazer aos lideres cristéos, 4s congregagdes e aos crentes em geral. Em dias em que a qualidade de vida moral e espiritual de tantos evangélicos tem estado em profundo contraste com as verdades que professam crer, é desejavel o brado de adverténcia e desafio que nos vem da parte do Dr. Lloyd-Jones e desta valiosa andlise das suas pregagdes. Que Deus use este livro para levar a igreja brasileira a uma atitude de corajosa e honesta reavaliagdo dos seus alvos, métodos e prioridades. Alderi Souza de Matos Centro Presbiteriano de Pés-Graduagao Andrew Jumper Pascoa de 2005 Agradecimentos Ao Deus que sabe o que quero lhe dizer, quando afirmo em Sua santa presenga, que nesses dois ultimos anos Ele me deu forga e resisténcia, dias de batalhas, luto, perplexidade, lagrimas e muito trabalho. Porém, tempo de servigo, oragaio, perseveranga, esperanga e encanto com a fé que professo. A minha esposa, Adriany, e filhos, Pedro e Matheus, por toda a liberdade de tempo que me deram para estudar, viajar, escrever, pregar e orar. Aos amigos e professores Heber Carlos de Campos, cujo apoio foi fundamental para meu ingresso na vida académica; Anténio José pela forma sempre gentil de me tratar e palavras de encorajamento quanto 4 minha pesquisa; Valdeci da Silva Santos, pelas boas idéias para minha dissertacao; Augustus Nicodemus Lopes, companheiro de aproximadamente vinte anos, a quem sempre respeitei por sua sinceridade em Cristo; e meu orientador, Alderi Souza de Matos, por toda preciosa ajuda nos ajustes técnicos e sugestdes quanto ao contetido da pesquisa. Gragas 4 sua disponibilidade de tempo e boa disposigao em ajudar n&o apenas pude fazer um trabalho melhor do que faria sozinho, como também ganhei um novo amigo. Devo confessar que, no convivio com todos vocés, eu cresci. Ao conselho da minha amada igreja, presbiteros Nairo, Tony e Marcelo, que tém investido em mim, compreendem a natureza do meu chamado e tém sido companheiros leais. Ao irmao Bill Barkley, pelo maravilhoso trabalho missiondrio que 14 As dimensoes da espiritualidade reformada tem desempenhado no Brasil a frente da PES (Publicagdes Evangélicas Selecionadas), mediante o qual a gloriosa fé reformada tem se tornado conhecida por muitos e mais estimada ainda pelos que ja a conhecem. Obrigado por nos ter trazido a mensagem do seu estimado “Doutor”. Ao querido Carlos Buczynski, com gratidio pelo trabalho de revisao do texto, disponibilidade e encorajamento. A meméria do meu saudoso pai Octacilio Ferreira Costa, falecido no decurso deste ano, podendo confessar que, se tivesse que entrar no céu, seria pela graca de Deus, porque fora, ao longo de sua vida, pecador. Em menos de um ano sofri a perda de dois pais, pois dez meses depois do falecimento de meu pai biolégico, aprouve a Deus levar meu querido tio Jodo Alves. Meu consolo é que um dia haverei de vé-lo na ressurrei¢ao dos mortos. A memiéria do grande David Martyn Lloyd-Jones, a quem um dia, no céu, poderei dizer: “Muito obrigado”. Dizer tudo o que ele representa para mim é escrever uma outra dissertac4o. Em 1981 ele morria e, em 1982, eu nascia para Cristo. Quando poderia ele imaginar que no ano seguinte 4 sua morte seria redimido, pela graga, um brasileiro que haveria de ama-lo e estimar tanto as suas obras? Mas, pelas misericérdias divinas, foi o que aconteceu, a fim de que saibamos que somente na eternidade poderemos mensurar os resultados do nosso ministério. Introdugao Oa. no século passado, passou por uma crise que o atingiu no seu 4mago. De uma certa forma, teve que fazer frente a uma prova pior do que a enfrentada nos seus primérdios, quando a Reforma Protestante se estabelecia progressivamente no norte da Europa. O adversario nao era mais 0 poder religioso associado ao estatal para destruir suas idéias e matar seus arautos. A batalha nao haveria de ser travada para se defender o sentido de certas doutrinas biblicas tais como justificagdo pela fé, regeneragdo ou expiagdo. Sem diivida, temas dessa natureza sempre haverdo de ser objeto de discussao entre os que professam a fé crista. Nao se deve negar o fato de que mesmo hoje é necessdrio que se faca uma defesa dessas doutrinas. Porém, o foco central do debate mudou significativamente no século XX. Nao era mais 0 conjunto doutrindrio que estava em questo, mas a base sobre a qual estava erigido 0 edificio teolégico inteiro, a propria Escritura Sagrada. Era o liberalismo teolégico solapando o fundamento da fé crista, a autoridade da Biblia como palavra infalivel de Deus. A maior prova de que a crise atingia os alicerces da igreja foram os estragos produzidos em centenas de comunidades cristas varridas do cenario europeu. Hoje é s6 deserto em inimeras cidades. Templos que se transformaram em bares. Igrejas que servem para recitais de musica e nao para a pregacao viva do evangelho. Nunca a Historia deu testemunho 16 As dimens6es da espiritualidade reformada t4o elogiiente do poder destruidor de uma heresia. Como afirmou Gresham Machen (1881-1937): “Na realidade, todavia, o liberal moderno nao sustenta de forma estavel nem mesmo a autoridade de Jesus. Ele, com certeza, nao aceita as palavras de Jesus como elas foram registradas nos Evangelhos”.' E para ampliar 0 foco dos ataques liberais as Escrituras declara: “O liberal modemo nao rejeita apenas a doutrina da inspiragdo plena, mas até mesmo o respeito pela Biblia que seria apropriado em contraste com qualquer livro ordinariamente digno de confianga”.? A autoridade das Escrituras passou a ser menosprezada por setores inteiros da igreja, dando ensejo ao surgimento de pontos de vista que colidiam contra a fé dos reformadores e, em alguns aspectos, até mesmo contra a fé dos ramos catélico-romano e ortodoxo do cristianismo. Os credos e as confissées estavam sendo relativizados. O século XX herdou conflitos de geragdes passadas. Os debates em torno da autoridade da Biblia ndo eram recentes. O que chama a atengdo de qualquer observador, contudo, foi a decisdo de igrejas e denominacdes evangélicas inteiras de estender a destra da comunhio a pessoas e movimentos que ndo eram essencialmente evangélicos e muito menos crist@os. No inicio do século XX, Gresham Machen ja podia observar a miudanga no cenario protestante: A igreja de hoje tem sido infiel ao seu Senhor, admitindo grandes associagdes de pessoas no crist’s nao apenas em seu rol de membros, mas em suas agéncias de ensino... a grande ameagca 4 igreja crista hoje nao vem de inimigos externos, mas dos inimigos internos; vem da presenga, dentro da igreja, de um tipo de fé e pratica que é anticrista no seu ceme.? 1 MACHEN, Gresham J. Cristianismo e liberalismo. Sao Paulo: Os Puritanos, 2001. p. 82. 2 Ibid., 81 3 Ibid., 157, Introducao 17 Lideres passaram a falar na possibilidade de se encontrar ateus confessos no céu. A pregacao nao deveria mais ser feita com autoridade, mas na simples perspectiva de se compartilhar idéias. A morte de Cristo na cruz deixou de ser vista como expiatéria, mas apenas como um belo exemplo de vida a ser seguido pelo ser humano. A grande obsessdo de todos passou a ser a unidade da igreja. Esse era o verdadeiro pecado a ser tratado. Para tal, alguns dos principais pressupostos apresentados pelos reformadores no século XVI foram postos de lado em nome da unidade da igreja. R. C. Sproul adverte a todos quanto ao fato de que as palavras “evangélico” e “protestante” nao sao mais termos intercambiaveis. Uma pessoa pode se dizer evangélica e ser contraria 4 separacdo entre protestantes e catdlicos romanos. Ha igrejas e lideres que se dizem evangélicos, mas que ndo sao protestantes: No curso da Historia, 0 significado do termo evangélico passou por uma significativa evolugdo. Nao pode ser mais presumido que no uso popular a palavra evangélico é um sinénimo de protestante. No século XX, a principal distingao indicada por evangélico nao tem sido tanto para diferengar a posi¢ao teolégica de alguém da igreja de Roma, mas preferivelmente para apontar para uma posicdo especifica ou grupo dentro do Protestantismo. Ou seja, evangélico veio a ser usado para descrever um grupo particular dentro da comunidade protestante.* Nesse contexto, por motivos Obvios, a fé reformada ou calvinista sofreu os maiores abalos de sua histéria. Esse sistema de doutrinas, considerado por muitos 0 reencontro da igreja com o cristianismo auténtico ou a “evolucdo completa do protestantismo”,’ tornou-se a teologia de 4 SPROUL, R. C. Getting the gospel right. Grand Rapids: Baker Books, 1999. p. 34, 36. Minha tradugao. 5 KUYPER, Abraham. Calvinismo, Sao Paulo: Editora Cultura Crista, 2002. p. 51 18 As dimensées da espiritualidade reformada poucos. Apenas um grupo bastante reduzido ousava pregar doutrinas que se tornaram tao antipaticas para o homem moderno. Martyn Lloyd-Jones destaca-se nessa fase da historia do cristianismo como um homem que defendeu a posig&o reformada e procurou leva-la as suas implicagdes praticas. Sua historia esta amalgamada 4 historia do protestantismo do século XX. Essa afirmagao pode ser feita pelos seguintes motivos: Primeiro, por haver nascido em 1899 e morrido em 1981. Viveu a maior parte do século recém-passado. Em segundo lugar, pela influéncia que exerceu sobre a vida de milhares de pessoas, que através de suas mensagens foram trazidas de volta 4s grandes convicgdes doutrinarias de Calvino e dos puritanos ingleses e americanos. Seu trabalho representou 0 resgate de uma tradic¢ao de espiritualidade que marcou a historia da igreja e de nacdes inteiras. Como indaga Abraham Kuyper: “... perguntem-se 0 que a Europa e a América teriam se tornado se, no século XVI, a estrela do Calvinismo nao tivesse subitamente nascido no horizonte da Europa Ocidental”.6 E numa declaragao que representa uma constatacao historica, ele diz: Lembre que somente pelo Calvinismo o salmo de liberdade encontrou seu caminho da consciéncia perturbada para os labios; que ele tem conquistado garantido para nés nossos direitos civis constitucionais; e que, simultaneamente a isto, saiu da Europa Ocidental aquele poderoso movimento que promoveu o reavivamento da ciéncia e da arte, abriu novas avenidas para 0 comércio ¢ negécios, embelezou a vida doméstica e social, exaltou a classe média a posigdes de honra, produziu filantropia em abundancia, e mais do que isto, elevou, purificou e enobreceu a vida moral pela seriedade puritana.” 6 Ibid, 48. 7 Ibid, 49. Introdugao 19 Tais coisas somente ocorreram por causa do tipo de cristo que a fé calvinista produzia. Diz John Leith, ao observar a trajetria de calvinistas da Genebra de Calvino e ingleses que foram para a Nova Inglaterra: “O santo Calvinista era responsavel por seu mundo. Era um soldado do Senhor na conquista do mundo, da carne e do Diabo. Era um instrumento eleito de Deus para cumprir Seus propésitos”.* Ha frutos que somente nascem em solo calvinista. Trata-se de uma tradigao que cria uma espécie de mentalidade que produz conseqiiéncias praticas muito profundas na vida dos que a abracaram. Martyn Lloyd-Jones resgatou a tradigdo calvinista de teologia e vida crist4. Ele assim o fez de um modo especial mediante suas exposigdes biblicas. Sendo, sem margem de duvida, um auténtico pregador reformado, deixou sua geracao marcada pelo resgate que fez de uma linha de espiritualidade que nao pode ser ignorada. Especialmente por aqueles que, através da simples andlise da historia do cristianismo, conhecem os seus resultados histéricos. Por meio da influéncia da fé reformada, vidas, instituigdes e nagdes inteiras foram afetadas de modo indelével, dando ensejo a salvacdo de milhares de seres humanos e embelezamento da vida. Sem davida alguma a manutencao da chama do calvinismo em pleno século XX foi a grande contribuigdo de Martyn Lloyd-Jones para a hist6ria da igreja. Seus resultados se fazem sentir no Brasil e no mundo nesse inicio de século XXI. 14. JUSTIFICATIVA A relevancia do tema central desta pesquisa relaciona-se as seguintes coisas: em primeiro lugar, 0 acesso ao pensamento daquele 8 LEITH, John H. A tradicdo reformada, Sao Paulo: Pendao Real, 1997. p. 118. 20 As dimensées da espiritualidade reformada que provavelmente foi o melhor expositor biblico do século XX, alguém que influenciou uma geracio inteira de tedlogos e pregadores. Entre estes podemos destacar J. I. Packer, que reconhecia sua inestimavel divida para com 0 ministério de Martyn Lloyd-Jones: “Sei que, em grande parte, a minha vis&o atual é o que é porque ele foi o que foi e, sem duvida, a sua influéncia foi mais profunda do que eu poderia delinear”, e John Stott, que foi levado a fazer comentario igualmente exaltado da mensagem do grande pregador galés: O Dr. Martyn Lloyd-Jones, de 1938 a 1968, exerceu um ministério extremamente influente na Capela de Westminster, em Londres. Nunca fora do seu piilpito aos domingos (exceto durante as férias), sua mensagem alcangou os cantos mais distantes da terra. Seu treinamento e prdtica inicial como médico, seu inabalavel compromisso com a autoridade da Escritura e o Cristo da Escritura, sua agugada mente analitica, sua penetrante percepgao do coragaio humano e seu apaixonado fogo galés combinaram-se para fazer dele 0 mais poderoso pregador britanico dos anos cingtienta e sessenta.'° Em segundo lugar, o valor do tema deve-se ao fato de que em Martyn Lloyd-Jones temos ingresso ao ponto de vista doutrindrio de um homem que raramente falou sem ter um texto biblico diante dos seus othos. Quase tudo o que Martyn Lloyd-Jones ensinou emergiu de um texto biblico sobre 0 qual se propunha falar. Estuda-lo é estudar as Escrituras Sagradas. Suas andlises sobre os desafios de seu tempo, os males da igreja e solugSes apresentadas para os problemas que o cristianismo enfrentava 9 LLOYD-JONES, Martyn, Discernindo os tempos. Sao Paulo: PES, 1994. p. 7. 10 STOTT, John. Between two worlds. Grand Rapids: Eerdmans, 1994. p. 46, Minha tradugao. Introdugao. 21 nada mais foram do que a aplicagao natural de versos biblicos sobre os quais estava pregando. Em terceiro lugar, refletir sobre a espiritualidade crista em Martyn Lloyd-Jones representa conhecer um caminho de expressdo de vida espiritual biblico, reformado e integral. Suas posigdes doutrindrias sao eminentemente biblicas. A teologia que emerge de seu esforco em entender as Escrituras é profundamente reformada. Em todo 0 tempo o vemos chamando seus leitores para levarem os pressupostos reformados as suas implicagGes légicas e praticas. E como conseqiiéncia disso tudo, vé-se surgir um modelo de espiritualidade reformado, no qual a vida crist é vivida na sua totalidade. Em quarto lugar, o tema a ser abordado pode ser util para que os reformados facam um resgate das riquezas da sua fé e os que nao conhecem a heranga de espiritualidade reformada entendam seu conteudo. Aqui vé- se que é possivel ser reformado e viver uma vida crista bela. Ninguém esté mais proximo dela do que aquele que conheceu a f€ calvinista. E justamente por isso pode ser criada uma ponte com aqueles que no Brasil nao conhecem a espiritualidade reformada. Martyn Lloyd-Jones esta entre os autores reformados que melhor podem dialogar com grupos pentecostais e neopentecostais no Brasil (aos quais os evangélicos brasileiros pertencem na sua ampla maioria) e no mundo. Nele percebe-se um reformado falando sobre o lado experimental e sobrenatural do cristianismo de um modo tal que deixa, para quem conhece o contetido de suas mensagens, a impressao de que um calvinista espiritualmente frio é uma contradi¢ao de termos. Como diz Kuyper: Somente é verdadeiro calvinista e pode levantar a bandeira calvinista aquele que, em sua propria alma, pessoalmente, foi tocado pela Majestade do Altissimo, e submisso ao poder esmagador de Seu amor eterno ousou proclamar este amor majestoso em oposi¢ao a Satands, ao mundo e ao mundanismo 22 As dimens6es da espiritualidade reformada de seu proprio coracao, na convic¢do pessoal de haver sido escolhido pelo proprio Deus e, portanto, devendo agradecer a Ele ¢ a Ele somente por toda a graga eterna." 1.2, ENFOQUE O objetivo do presente trabalho, portanto, é apresentar o resgate da tradigao de espiritualidade reformada feita pelo pregador galés D. Martyn Lloyd-Jones nos seus sermées, com énfase especial nos que foram pregados sobre a carta de Paulo aos Efésios entre 1954 e 1962, nos domingos de manha, na Capela de Westminster, na cidade de Londres. A tradi¢ao reformada de espiritualidade envolve a mente, 0 coragao e a vontade. Por isso, pode-se chama-la de integral. Conseqiientemente, os aspectos intelectual, experimental e pratico estao harmoniosamente distribuidos. O ser integral do homem é chamado a viver para a gloria de Deus. Esta é uma das principais caracteristicas dessa corrente teoldgica de espiritualidade. Porém, indubitavelmente, existem diferengas de énfases e doutrina dentre aqueles que abragaram o corpo de teologia reformada. Como existem variagdes dentro da tradi¢do reformada, a preocupagdo precipua deste trabalho sera mostrar com que vertentes da espiritualidade reformada Martyn Lloyd- Jones interagiu e das quais extraiu suas principais conviccées. Certas questdes serdo respondidas ao longo deste trabalho. Antes de tudo, porém, convém lembrar que é tentar defender o 6bvio procurar demonstrar que Martyn Lloyd-Jones (doravante também identificado como MLJ) era calvinista. Mas, como existem convicgées doutrinarias suas que Ihe sao bem peculiares e das quais certos reformados discordam, convém indagar: Pode-se reconhecer a totalidade da teologia da espiritualidade cristaé em MLJ como reformada? Como MLJ se situa na tradigao reformada 11 KUYPER, Calvinismo, p. 77. Introdugao 23 e puritana, da qual se considerava um herdeiro? Quais as contribuigdes que deu a igreja na area da espiritualidade e da vida crista? Essas perguntas serao consideradas quando analisarmos 0 contetido de suas exposigdes biblicas sobre a carta de Paulo aos Efésios. Nesses sermées, o pregador galés revela como a teologia reformada regeu sua pregac&o quanto aos trés aspectos principais da verdadeira espiritualidade: doutrina, experiéncia e pratica. 13. METODOLOGIA A pesquisa foi feita principalmente com o propdsito de se conhecer © pensamento de Martyn Lloyd-Jones mediante 0 exame das centenas de sermées transcritos e palestras feitas por ele. Houve também uma anilise biografica que teve como principal foco conhecer sua vida, caracteristicas pessoais e envolvimento com a igreja e sociedade como um todo. Para tal foram consultadas obras de autores que escreveram sobre a vida de Lloyd- Jones, escritos pessoais e extratos de suas mensagens que cooperaram para a construgao de seu perfil como ser humano. Houve uma preocupagao de se mostrar suas conexdes com a tradi¢ao reformada. Por isso, na perspectiva de estabelecer essas ligacdes teoldgicas, constam nesse trabalho as obras de varios autores eminentementes calvinistas, muitos dos quais contribuiram decisivamente para a formacaio tanto teolégica como espiritual de Martyn Lloyd-Jones. Para a construc4o do seu tempo, sua relagaéo com os de sua geracio e ligago com outras tradigdes de espiritualidade e pensamento cristaos, sempre que necessario so mencionados autores contemporaneos a Martyn Lloyd-Jones, escritores de outras linhas teoldgicas e grandes tedlogos da historia do cristianismo. Esse é 0 caso dos contemporaneos R. C. Sproul, John Gerstner, J. I. Packer, John Stott; do arminiano John Wesley e dos que mudaram a histéria do cristianismo de modo incontestavel, como Agostinho e Lutero. 24 As dimensées da espiritualidade reformada Em suma, toda essa teia de conexdes precipuamente estabelecida com a fé reformada foi feita com a intengdo de se mostrar 0 quanto ele foi primariamente devedor ao cristianismo reformado e de modo secundario ao que se poderia chamar de cristianismo ortodoxo, ou seja, a fé crista dos grandes credos e fiel no fundamental ao cristianismo biblico. Portanto, comegando com as suas mensagens e indo em diregao as obras de autores mencionados por ele, e outros que claramente contribuiram para a formag3o do seu pensamento, houve toda uma tentativa de se mostrar que a pregagao calvinista foi preservada com fidelidade pelo pregador galés. 1.4. SEQUENCIA DA ARGUMENTACAO A abordagem do tema da-se da seguinte forma: em primeiro lugar, é feita uma andlise biografica. Nessa seco, sao tratadas questdes como sua trajetoria histérica, as principais tendéncias do seu tempo, caracteristicas pessoais e alcance ministerial. Em segundo lugar, é feita uma andlise da dimensao doutrindria da espiritualidade reformada. O relacionamento do lado doutrindrio com os demais aspectos da vida crista se estabelece. Qual a relacao da doutrina com as afeigdes, as experiéncias com Deus e a pratica do cristianismo? Em seguida, a segunda das trés dreas essenciais da verdadeira espiritualidade é que recebe atengdo: a dimens4o experimental. O que se nota é que, embora Martyn Lloyd-Jones tenha sido um pregador preocupado em trazer a riqueza da teologia reformada para a sua geracao, ele nao via o conhecimento doutrinario como um fim em si mesmo. A teologia deve remeter 0 crente para as reais experiéncias com Deus, como também servir de base intelectual para a avaliagdo das mesmas. Esse encontro experimental com Deus deve envolver as trés pessoas da Trindade. Por isso, é apresentada a comunhao mistica do crente com o Pai, o Filho e o Espirito Santo. Recebem tratamento particular a comunh4o mistica com 0 Introdugao, 25 Espirito, em especial a experiéncia da selagem,’? como também a habitagdo de Cristo no coracao do crente, seguida do conhecimento vivo do amor infinito de Deus, que Martyn Lloyd-Jones considerava o ponto culminante do cristianismo experimental. Em quarto e ultimo lugar, o lado pratico da tradi¢ao reformada em Martyn Lloyd-Jones é tratado. O que Deus faz pelo crente a fim de assegura- lo de sua santificagdo? Qual o papel do cristéo na obra de santificagio? A doutrina da santificacdo, portanto, é vista 4 luz do ordo salutis reformado. Porém, um ponto de suma importancia merece tratamento. Quais as caracteristicas principais do homem santo? O conceito de simetria de carater e a relagao do crente com as esferas da vida sao tratados nessa secao sobre as exposigdes de Efésios. 1.5. FONTES O material usado para esta pesquisa constou dos oitos volumes da série de sermées sobre a Epistola aos Efésios e as dezenas de livros de Martyn Lloyd-Jones langados nos ultimos anos. Os ultimos sao usados na medida em que lancem importante luz sobre algum tema tratado. Assim sendo, quase tudo que é apresentado sobre 0 ponto de vista do autor emerge de fontes primdrias. Deve-se destacar o fato de que MLJ raramente apresenta as fontes das citagdes que faz em seus livros. Suas obras literdrias nao foram resultado da sua decisdo de sentar para escrever, mas de pregagdes suas, gravadas e taquigrafadas, que justamente por isso nao revelaram as fontes consultadas. Obras publicadas sobre sua vida também constam neste trabalho. A principal delas é a sua biografia autorizada em dois volumes, escrita por Iain Murray, que hoje é fundamental para a construcao de sua trajetoria histérica: 12.0 testemunho interno do Espirito Santo que assegura ao salvo a sua filiagdo divina, 26 As dimens6es da espiritualidade reformada D. Martyn Lloyd-Jones: the first forty years, 1899-1939 (Carlisle: Banner of Truth, 1998. 381 p.). Esse é o primeiro volume da biografia de MLJ, um relato dos seus primeiros quarenta anos de vida é feito, incluindo uma série de detalhes histéricos sobre 0 cristianismo no Reino Unido no inicio do século XX. O segundo volume, D. Martyn Lloyd-Jones: the fight of faith, 1939-1981 (Carlisle: Banner of Truth, 1998. 381 p.), é fundamental para que se conhecer os melhores anos da vida de MLJ e alguns dos principais acontecimentos da historia da igreja da Inglaterra. O titulo faz jus 4 principal marca desse periodo da vida de MLJ. Foram anos de confrontos teolégicos sem trégua, nos quais o pregador da capela de Westminster teve que resistir a ameaga liberal, ecuménica e a da chamada ortodoxia morta. Para a apresentagao do relacionamento entre MLJ e a tradigdo reformada, s&o apresentadas as idéias de autores reformados cujas obras sao quase que normativas, tais como Jodo Calvino, Francis Turretin, John Owen, John Flavel, Thomas Goodwin, Richard Sibbes, Richard Baxter, Jonathan Edwards, George Whitefield, Charles Spurgeon, Charles Hodge, B. B. Warfield e, de igual modo, aqueles que freqiientemente sao citados em suas pregacdes. Sempre que necessario, como ja foi exposto acima, sao usados autores antigos, contempordneos ou de outras linhas teolégicas que tenham alguma contribuicao a fazer a presente pesquisa. Centenas dos sermées de Martyn Lloyd-Jones ja foram publicados e continuam a ser lancados todos os anos. Uma porg¢ao significativa dessas mensagens foi traduzida para o portugués. Dentre essas obras ja traduzidas para a lingua portuguesa constam os livros que se tornaram conhecidos do publico do mundo inteiro e que certamente s4o os mais importantes de sua produgao literaria: as séries sobres Efésios e Romanos (ainda por se completar em portugués). A série de Efésios é composta pelos seguintes volumes, todos publicados pela editora Publicagdes Evangélicas Selecionadas (PES), de Sao Paulo: Introdugao 27 O supremo propésito de Deus (1996, 428 p.). Nessa obra tem- se acesso as primeiras exposigdes da epistola aos Efésios, que tiveram inicio em 1954, na capela de Westminster. O conteudo do livro, portanto, inclui suas mensagens sobre o primeiro capitulo da carta supramencionada, na qual so tratados temas tais como predestinagao, adogao e selo do Espirito Santo. Reconciliagdo: 0 método de Deus (1995, 415 p.). Esse € 0 segundo livro da série de Efésios, que trata do capitulo dois da referida epistola. O grande tema abordado é a reconciliagao entre os homens e desses com Deus. Para 0 autor nao ha texto que exponha com tanta clareza a mensagem evangelistica essencial para o incrédulo e os privilégios dos crentes. As insondaveis riquezas de Cristo (1992, 282 p.). Esse é 0 ponto mais alto da exposi¢do de Efésios feita por MLJ. Com base no capitulo trés da epistola uma série de mensagens é apresentada sobre aquilo que o autor considera a mais alta experiéncia com Deus, a luz das Escrituras, que um homem pode provar: a béngo de Cristo habitar pela fé no coracdo e o ser humano ser tomado de toda a plenitude de Deus. . A unidade cristé (1994, 242 p.). Nessa exposigo dos dezesseis versiculos iniciais do capitulo quatro de Efésios, MLJ apresenta as bases da unidade crista. Um livro essencial para todo aquele que quer conhecer 0 pensamento do autor sobre ecumenismo e as bases da unidade da igreja. . As trevas e a luz (1995, 410 p.). Com esta série de sermées MLJ mostra seu ponto de vista acerca da doutrina da santificagdo. Com base nos versos finais do capitulo quatro e iniciais do capitulo cinco da Carta aos Efésios, o autor apresenta um perfil muito bem tragado do auténtico viver em santidade. Vida no Espirito (1991, 293 p.). Nessa série de sermdes que 28 As dimens6es da espiritualidade reformada tiveram como base Efésios 5.18 a 6.9, MLJ faz com que se veja a implicagdo pratica da verdadeira vida no Espirito em trés areas fundamentais da existéncia humana: casamento, lar e trabalho. 7. O combate cristdo (1991, 331 p.). Certamente nessa exposi¢ado, dos versos dez a vinte do capitulo seis da Carta aos Efésios, tem-se acesso ao seu pensamento sobre batalha espiritual. Aqui vemos em destaque a sabedoria do pregador da capela de Westminster. 8. O soldado cristéo (1996, 332 p.). Com esse livro encerra-se a série de Efésios. Nessa exposi¢&o vé-se uma continuagdo do tema da batalha espiritual. E mais uma vez é vista de modo muito claro a capacidade incontestavel de Lloyd-Jones no sentido de aplicar a fé reformada aos aspectos praticos da vida. A série de Romanos é considerada por muitos sua principal obra. Infelizmente Martyn Lloyd-Jones nao péde concluir a série toda de pregaco por motivos de satide, vindo a parar no capitulo 14, quando fazia a exposi¢ao do verso dezessete da carta paulina. Abaixo segue a relacio completa da série sobre Romanos (quase todos da PES), incluindo o que até a data da pesquisa nao foi lancado em lingua portuguesa: 1. Oevangetho de Deus (1998, 478 p.). Com essa obra é inaugurada a série de Romanos. E feita uma andlise do primeiro capitulo da principal epistola do apéstolo Paulo. Devido a majestade e amplitude do texto biblico, MLJ fala sobre uma variedade de assuntos fundamentais da teologia crista. Destacam-se a sua andlise do contetido do evangelho e a descrigéio que é feita do homem sem Deus. 2. Ojusto juizo de Deus (1999, 284 p.). Nessa analise de Romanos 2.1 a 3.20, MLJ expe o pensamento do apdstolo Paulo sobre as bases justas sobre as quais esta alicergado o juizo Deus. A Introdugao 29 faléncia moral da humanidade é exposta pelo autor. Expiacao e justificagdo (2000, 296 p.). Com base em Romanos 3.30 a 4.25, MLJ faz uma exposigdo das doutrinas da expiagao e da justificagao. Seu ponto de vista sobre a salvacdo pela graca no Antigo Testamento é revelada em seus comentarios sobre a natureza da experiéncia de salvacao do patriarca Abraao. | A certeza da fé (2000, 436 p.). Essa obra é fundamental para © entendimento da teologia de MLS. E feita uma anilise profundamente elucidativa de uma das passagens mais importantes do apéstolo Paulo. MLJ fala sobre a relacdo pactual de Deus com o homem no seu aspecto federal, conforme costuma-se dizer nas obras de teologia reformada. O novo homem (2001, 407 p.). Com essa exposigao do capitulo seis de Romanos, MLJ faz uma introdugao a teologia da santificagao. E feita uma anilise da unio do crente com Cristo que ajuda o leitor a saber 0 quanto a graca de Deus é eficaz para a vit6ria sobre o pecado. Para MLJ a compreensio desse capitulo foi uma das experiéncias mais libertadoras da sua vida crista. A lei: suas fungées e seus limites (2001, 463 p.). Certamente essa é uma das obras mais polémicas de MLJ. Seu tratamento do homem que se diz “desventurado” vai de encontro a muito do que tem sido ensinado por pregadores proeminentes. Seu ponto de vista é que esse homem nao pode ser o crente. Os desdobramentos dessa abordagem para a vida cristi como um todo constituem um dos aspectos mais fascinantes da teologia de MLJ. Os filhos de Deus (2002, 570 p.). Esse é um livro fundamental para o entendimento de sua pneumatologia. Aqui se tem uma das suas exposi¢des biblicas sobre o selo do Espirito Santo. Segundo o seu relato, a exposi¢ao desses versos deu a ele mais 30 As dimensées da espiritualidade reformada alegria do que qualquer outra coisa ocorrida na sua vida crista. 8. A perseveranga final dos santos (2002, 585 p.). Essa é uma das obras nas quais sua base teoldgica calvinista fica mais exposta. Aqui é apresentado um Deus soberano que rege a Histéria. Seu amado povo é visto como uma raga eleita que caminha segura para a gloria. Trata-se de uma exposi¢ao que mostra as alturas nas quais a graga deixa o crente. 9. O soberano propésito de Deus (2002, 406 p.). Com base no capitulo nove da carta aos Romanos, MLJ comega a tratar da relagéo de Deus com o Israel nagio e o Israel espiritual, a Sua igreja. Sua igreja é a comunidade de judeus e gentios convertidos a Cristo. E certamente uma obra que ajudard o leitor a compreender o fato de que Deus nao tem dois povos, a igreja e os judeus, mas apenas um, a Sua igreja. 10. Fé salvadora (2003, 535 p.). O grande tema da série de sermdes que constam nessa obra é a fé salvadora mediante a qual judeus e gentios podem se reconciliar com Deus. O tema de Israel como nagao volta a ser tratado e algumas explicagées sio dadas do porqué do povo hebreu haver rejeitado o evangelho. 11. Para a gloria de Deus (2003, 585 p.). Uma obra fundamental para se entender MLJ. Nessa exposigao do capitulo onze é apresentado o seu ponto de vista sobre escatologia, o futuro de Israel ¢ a doutrina da predestinagao. 12. O comportamente cristao (2003, 621 p.). Aqui se observa MLI no que talvez soubesse fazer de melhor: a aplicacaio da doutrina. Sua maneira de lidar com a vida crista a partir da aplicagdo pratica da doutrina é uma das maiores contribuigdes dessa obra. 13. Life in two kingdoms (Lymington: Banner of Truth, 2002. 323 p.). Essa é sem divida uma obra polémica. Nessa exposigao Introdugao 31 do capitulo treze, MLJ fala sobre a relac&o do crente com o estado. Temas como sujei¢éo as autoridades, pena de morte, guerra santa e desobediéncia civil sdo tratados de forma muito clara. 14. Liberty and conscience (Lymington: Banner of Truth, 2003. 271 p.). Aqui MLJ termina subitamente a sua exposigao da Carta aos Romanos, por motivos de sade. O foco dessas mensagens nao é mais a relagao do crente com o estado, mas a relacdo do crente com a igreja. Como devem se relacionar na igreja pessoas de consciéncia forte e pessoas de consciéncia fraca? Essa é a pergunta que MLJ procura responder. Vale a pena destacar as seguintes obras, ja traduzidas para o portugués, que sem divida alguma estao entre aquelas que tornaram Martyn Lloyd-Jones renomado no mundo inteiro (todas da editora PES, exceto onde indicado): Estudos no Sermdo do Monte (Editora Fiel, 1984), provavelmente uma das maiores obras sobre vida crista do século passado. Um verdadeiro tratado de espiritualidade crist4, no qual mais uma vez sua sabedoria espiritual se manifesta na aplicagao do Serm&o do Monte a vida di livro esto todas as palestras feitas por MLJ na capela de Westminster ‘ia do crente. Os puritanos: suas origens e seus sucessores (1993). Nesse na conferéncia anual puritana. E uma obra fundamental para aqueles que querem conhecer as principais influéncias exercidas sobre o ministério de MLJ e todo o seu ponto de vista sobre o movimento puritano. Depressdo espiritual (1987) mostra 0 método calvinista de se lidar com os problemas da vida. As séries Deus 0 Pai e Deus o Filho (1997), Deus o Espirito (1998) e A igreja e as tltimas coisas (1999) apresentam em linguagem simples as grandes doutrinas reformadas. Discernindo os tempos (1994) sao palestras proferidas entre 1942 e 1977, constituindo-se em obra de suma importancia para todo aquele que quer entender seus pontos de vista sobre diversos temas que geraram tensdo no protestantismo do século 32 As dimens6es da espiritualidade reformada XX. Pregagdo e pregadores (Editora Fiel, 1984) é leitura que tem se tornado obrigatéria em seminérios teolégicos do mundo inteiro para todo candidato ao ministério sagrado. Avivamento (1992) é uma das obras mais conhecidas do autor. Nesses sermdes MLJ apresenta a posicao calvinista sobre avivamento, com base em passagens biblicas e inumeras ilustracdes tiradas da histéria do cristianismo. Cartas: 1919-1981 (1996) é uma boa obra para quem quer conhecé-lo melhor como ser humano. Ainda podem ser mencionados varios livros e opisculos em lingua portuguesa igualmente uteis para a vida de qualquer leitor cristio: Jesus Cristo e este crucificado (s/d), O caminho de Deus nao o nosso (2003), O segredo da béncdo espiritual (Rio de Janeiro: Editora Textus, 2002), O sobrenatural na medicina (s/d), Paraiso perdido e recuperado (s/d), Que é a igreja? (s/d), Sermées evangelisticos (1989), Uma nagao sob a ira de Deus (Rio de Janeiro: Textus, 2000). Quanto as obras que ainda nao foram traduzidas para a lingua portuguesa destacam-se, numa lista nado exaustiva: Expository sermons on 2 Peter (Carlisle: Banner of Truth, 1999), mensagens sobre a Segunda Epistola da Pedro; Joy unspeakable (Eastbourne: Kingsway Publications, 1985), na qual apresenta toda a sua posi¢Ao sobre o batismo com o Espirito Santo; Life in Christ: studies in 1 John (Wheaton: Crossway Books, 2002), pregacées transcritas sobre a Primeira Epistola de Jodo; livro fundamental para todo aquele que quer conhecer os principais sinais de uma verdadeira obra de conversio; Prove all things (Kingsway Publications, 1985), onde MLJ apresenta uma série de mensagens sobre os dons do Espirito Santo; The cross (Crossway Books, 1986), que sio mensagens sobre os significado da cruz de Cristo a luz do livro de Galatas; The assurance of our salvation (Crossway Books, 2000), que sio mensagens sobre a ora¢ao sacerdotal do Senhor Jesus em Joao 17; Studies in the book of Acts: authentic Christianity (Crossway Books, 2000), Studies in the book of Acts: courageous Christianity (Crossway Books, 2001) e Studies in the book of