Você está na página 1de 33
mm aa pp aa ss PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS Art, 1º e 2º/CR D ir e it
mm aa pp aa ss
PRINCÍPIOS
FUNDAMENTAIS
Art, 1º e 2º/CR
D ir e it o
cidadania
dignidade da
pessoa humana
soberania
Valores sociais
do trabalho e
livre iniciativa
pluralismo político
Executivo
f u n d a m e n t o s
ma7:socidivaplu
^
voto
legislativo
indiretamente
judiciário
plebiscito
poderes
iniciativa popular
poder
da união
República
do povo
Federativa
referendo
independentes
do brasil
ação popular
diretamente
harmônicos
ma7:pira
^
mm aa pp aa ss PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS da RFB: Art. 3º/CR D ir e it
mm aa pp aa ss
PRINCÍPIOS
FUNDAMENTAIS da
RFB: Art. 3º/CR
D ir e it o
livre
garantir o
justa
desenvolvimento nacional
construir uma sociedade
solidária
bem de todos
er radicar
pobreza
promover
objetivos
srcem
fundamentais
raça
^
ma7:congaerpro
sexo
sem preconceitos
reduzir desigualdades
sociais e regionais
marginalização
cor
idade
outras
mm aa pp aa ss relações internacionais da RFB: Art. 4º/CR D ir e it
mm aa pp aa ss
relações
internacionais da
RFB: Art. 4º/CR
D ir e it o
prevalência dos
independência nacional
autodeterminação
direitos
humanos
dos povos
rfb buscará
não-intervenção
econômica
política
américa latina
integração
social
igualdade
entre os estados
cultural
relações
internacionais
asilo político
(princípios)
defesa da paz
cooperação entre
os
povos para
solução
repúdio
o
progresso
pacífica
da
humanidade
de conflitos
racismo
terrorismo
mm aa pp aa ss direitos fundamentais D ir e it o 1°parte Art. 5º,I
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais
D ir e it o
1°parte
Art. 5º,I ao V/CR
vida
estrangeiros
residentes no país
liberdade
garantias
brasileiros
igualdade
destinatários
segurança
propriedade
são iguais
perante a lei
todos
fundamentais direitos
(1° parte)
homens e mulheres
direito de resposta
iguais em direito
e obrigações
princípio da
legalidade
livre manifestação
do pensamento
não-submissão
indenização
vedado o
tratamento desumano
dano à imagem
dano moral
dano material
anonimato
ninguém é obrigado
a fazer/deixar de
fazer algo senão
em virtude de lei
ou degradante
mm aa pp aa ss direitos fundamentais 2°parte: Art. 5º, vI ao xiii/CR D ir
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais
2°parte: Art. 5º,
vI ao xiii/CR
D ir e it o
atendidas as
qualificações legais
correspondências
liberdade de
consciência e crença
comunicações
telegráficas
trabalho
ofício
profissão
salvo
de dados
ordem judicial
brasil é um
país laico
liberdade
telefônico
religião
sigilo inviolável
proteção aos
locais de culto
e liturgias
instrução
processual penal
investigação criminal
asilo inviolável
salvo
assistência religiosa
fundamentais direitos
civis
(2° parte)
casa
entidades de
qualquer
de dia
internação coletiva
horário
militares
prestar
ninguém será
privado de direitos
flagrante
desastre
socorro
delito
determinação
judicial
crença religiosa
atividades independentes
por
de censura/licença
inviolabilidade
convicção política
ou filosófica
imagem
intelectual
honra
científica
salvo
intimidade
vida privada
invocar para eximir-se
de obrigação legal
artística
recusa de cumprimento
de prestação alternativa
comunicação
indenização: dano
material e/ou moral
mm aa pp aa ss direitos fundamentais 3°parte: Art. 5º, xiv ao xxvi/CR D ir
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais
3°parte: Art. 5º,
xiv ao xxvi/CR
D ir e it o
reunião pacífica
em tempos de paz
Quando necessário ao
exercício profissional
desde que
sem armas
local aberto
independente
resguarda o sigilo da fonte
liberdade de locomoção
no território nacional
ao público
de autorização
atenderá a
não fruste outra
anteriormente convocada
função social
acesso a informação
direito de reunião
prévio aviso à autoridade
direito garantido
necessidade ou
plena para fins lícitos
utilidade pública
desapropriação
vedado paramilitar
ocorre
fundamentais direitos
por
direito de associação
(3° parte)
na forma da lei
interesse social
criação
mediante
direito de propriedade
autorizados
e também cooperativas
expressamente
justa e
prévia
indenização
requisição
vedada interferência
estatal no funcionamento
em dinheiro
administrativa
pequena propriedade rural
representam os
filiados judicial ou
extrajudicialmente
suspensão
perigo público
das atividades
somente por
indenização ulterior
decisão judicial
débitos de sua
atividade produtiva
lei
definida em lei
dispõe
serem
compulsoriamente
ressalvados casos
previstos na CR/88
dissolvidas
se houver dano
não será a propriedade
objeto de penhora
trabalhada
pela família
financiamento de seu
desenvolvimento
trânsito em julgado
mm aa pp aa ss direitos fundamentais 4° parte: Art. 5º, xxvii ao xxxiv e
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais 4°
parte: Art. 5º, xxvii
ao xxxiv e lxxvi/CR
D ir e it o
particular
utilização
interesse
transmissíveis
aos herdeiros
pelo tempo que
a lei fixar
coletivo ou geral
direito
exclusivo
publicação
dos orgãos públicos
do autor
reprodução
prazo da lei
prestadas
participação
individual em obra
coletiva
assegura-se nos
termos da lei
sob pena de
responsabilidade
reprodução
direito de
de imagem
obter informações
ressalvadas
proteção
direito autoral
reprodução
da voz humana
cujo sigilo seja
imprescindível à
segurança da
sociedade/Estado
criadores
fiscalização aproveitamento do
econômico
das obras
fundamentais direitos
defesa de
direitos
grátis
(4° parte)
a todos
intérpretes
inventores
sindicatos/
petição aos poderes
públicos
industriais
associações
aos pobres
privilégios
defesa do
contra ilegalidade/
abuso de poder
proteção
temporários
consumidor
direito de herança
certidões em
repartições
criação industrial
públicas
definida
defesa de direito
bens de
pelo estado
nomes/ signos
estrangeiro
é garantido
propriedade
da empresa
no Brasil
certidão
registro de
das marcas
esclarecimento de
de óbito
nascimento
interesse pessoal
na forma
lei brasileira
salvo lei mais
favorável do
de cujus
da lei
regula
mm aa pp aa ss direitos fundamentais 5° parte: Art. 5º, xxxv ao xliv/CR D
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais 5°
parte: Art. 5º,
xxxv ao xliv/CR
D ir e it o
de exceção
ato jurídico
plenitude de defesa
perfeito
coisa julgada
juízo
sigilo das votações
tribunal
lei não excluirá
da apreciação
do judiciário
direito
adquirido
soberania dos
veredictos
não haverá
lei não prejudicará
lesão ou
ameaça
júri
julgamento dos
crimes dolosos
contra a vida
a direito
(assegurado)
crime
tráfico
fundamentais direitos
sem lei anterior
que o defina
não há
(5° parte)
crimes
inafiançáveis e
insuscetíveis de
graça ou anistia
pena
sem prévia
tortura
cominação legal
ma7:trator
^
lei não
hedite
retroagirá
crimes
hediondos
inafiançáveis
e imprescritíveis
salvo para
beneficiar o réu
ma7:raga
^
terrorismo
racismo
a ção de
g rupos
a rmados
mm aa pp aa ss direitos fundamentais 6° parte: Art. 5º, xlv ao lv/CR D
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais 6°
parte: Art. 5º,
xlv ao lv/CR
D ir e it o
de morte
reparação
pode estender
de danos
aos sucessores
perda de bens
multa
prestação
salvo em guerra
declarada
perdimento
privação/
social
de bens
até limite do
patrimônio
transferido
restrição
alternativa
perpétua
da liberdade
salvo
trabalhos
suspensão/
forçados
interdição
pena não
de direitos
passará
haverá penas
banimento
do condenado
contraditório
não haverá
penas
ampla defesa
é assegurado
cruéis
fundamentais direitos
natureza do delito
recursos inerentes
(6° parte)
na prisão
idade
pena cumprida
em estabelecimentos
distintos
sexo
não serão
privados da
liberdade ou
de seus bens
litigiantes
extradição
ou acusados
estrangeiro
naturalizado
respeito à
integridade física e
moral dos presos
presidiárias
somente autoridade
nato
competente
sem devido
processo legal
crime comum
que não
nunca!
tráfico
seja crime
ilícito de
político ou
antes da
processará
entorpecentes
de opinião
condições para
permanecer com os
filhos durante
a amamentação
e sentenciará
e drogas
naturalização
mm aa pp aa ss direitos fundamentais 7° parte: Art. 5º, lvi ao lxvii/CR D
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais 7°
parte: Art. 5º,
lvi ao lxvii/CR
D ir e it o
defesa da
interesse
somente após
trânsito em
julgado da sentença
condenatória
salvo
intimidade
social
hipóteses
podem ser
inadmissíveis
legais
admite ação
privada no lugar
desentranhadas
no processo
dos autos
quando exigirem
não submete
não necessariamente
invalidam o processo
à identificação
criminal
considerado culpado
ação pública
não intentada no
prazo legal
restrição da
publicidade dos
provas
atos processuais
ilícitas
civilmente identificado
obrigação alimentícia
exceto
fundamentais direitos
flagrante delito
preso
não haverá
prisão por dívida
(7° parte)
somente
depositário infiel
ordem escrita e
fundamentada da
autoridade competente
vide revogação
da súmula 619 da stf
salvo
se lei admitir
liberdade provisória
direitos do preso
prisão ilegal
crime propriamente
militar definido em lei
com ou sem fiança
transgressão
militar
advogado
permanecer calado
identificação dos
responsáveis por
não será
mantido na prisão
sua prisão/
imediatamente relaxada
assistência da família
interrogatório
mm aa pp aa ss direitos fundamentais parte final: Art. 5º, lxxiv ao lxxviii/CR D
mm aa pp aa ss
direitos
fundamentais
parte final: Art. 5º,
lxxiv ao lxxviii/CR
D ir e it o
condenado por
habeas corpus
integral e gratuita
erro judiciário
aquele que ficar
preso além do tempo
fixado na sentença
aos que comprovarem
insuficiência de
recursos financeiros
habeas data
ações
estado indenizará
estado prestará
assistência jurídica
grátis
aplicação imediata
atos necessários ao
exercício da cidadania
normas definidoras
dos direitos e garantias
fundamentais
fundamentais direitos
(8° parte/final)
na forma da lei
do regime e dos princípios
adotados na cr
não excluem outros
decorrentes
âmbito judicial e
administrativo
direitos e garantias
expressos na cr
razoável duração
do processo
tratados e
convenções internacionais
dos tratados internacionais
que o brasil seja parte
brasil se submete
ao tribunal penal
internacional
a todos são
assegurados
sobre direitos
humanos
aprovados em cada
casa do cn em 2 turnos
por 3/5 dos votos
cuja criação
tenha manifestado
equivalentes às emendas constitucionais
adesão
meios que garantem
a celeridade de
sua tramitação
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos fundamentais- remédios constitucionais: Art.
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos fundamentais-
remédios
constitucionais: Art. 5º,
lxviii ao lxxiii/CR
autoridade
não amparado
por hc ou hd
pública
ilegalidade
violência ou
coação na liberdade
de locomoção
direito líquido
e certo
responsável pela
ilegalidade ou abuso
de poder
agente da pessoa
jurídica com atribuições
do poder público
abuso do poder
repressivo
mandado de segurança
individual
preventivo
qualquer cidadão
impetrado por um
só interessado
habeas corpus
coletivo
parte legítima
ato lesivo ao patrimônio
público o estado ou entidade participe de que
org. sindical. entidade
de classe ou assoc.
com funcionamento há
pelo menos 1 ano
partido
político com
representação no cn
ação popular
remédios
moralidade
administrativa
visa anular
constitucionais
direitos e liberdades
constitucionais
ato lesivo
meio ambiente
mandado de injunção
habeas data
falta de norma
regulamentadora torne
inviável
retificação
patrimônio histórico
de dados
e cultural
informações relativas
nacionalidade
ao impetrante
prerrogativas
inerentes à
administrativo
quando não se
prefira fazê-lo por
processo sigiloso
entidades governamentais
ou de caráter público
registro ou banco
de dados
soberania
judicial
cidadania
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos sociais art. 6º/cr saúde
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos sociais
art. 6º/cr
saúde
trabalho
moradia
educação
^
Ma7: cante conosco a canção:
lazer
(ritmo: Glória Glória Aleluia - Hino Católico)
são direitos sociais então
trabalho saúde e educação e moradia
direitos sociais
zz
segurança
.
lazer para a família,
previdência e segurança
desamparados e infância
n
n
alimentação e maternidade
.
seja em qualquer idade,
OBS: para ouvir, acesse o site:
previdência social
www.mapas do direito.com.br
alimentação
proteção
assistência aos
à infância
proteção
desamparados
à maternidade
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos dos trabalhadores 1º parte
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos dos trabalhadores
1º parte - Art. 7º, i ao x/cr
desemprego
por tempo
fixado em lei
nacionalmente
involuntário
de serviço
unificado
capaz de atender
necessidades
vitais básicas
vedada vinculação
indenização
compensátoria
seguro desemprego
extensão
despedida sem
salário
justa causa
mínimo
fundo de garantia
lei
complementar
proporcional à
complexidade
do trabalho
dentre outros
piso
relação de
direitos
salarial
emprego
despedida
protegida
arbitrária
direitos dos
trabalhadores
urbanos e rurais
(1º parte)
convenção
na forma de lei
salvo
disposto em
irredutibilidade
constituindo crime
sua retenção dolosa
de salário
proteção do
acordo
salário
coletivo
13º salário
com base
remuneração do
trabalho noturno
superior à do diurno
garantia de salário
nunca inferior
ao mínimo
aposentadoria
na remuneração
integral
aos que recebem
remuneração
variável
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos dos trabalhadores 2º parte
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos dos trabalhadores
2º parte - Art. 7º, xi ao xx/cr
salvo negociação
desvinculada da
coletiva
remuneração
baixa
jornada de
renda
nos termos
dependentes
6 h/dia
excepcionalmente
da lei
do trabalhador
mediante
acordo ou
convenção
definido
participação
na gestão da
empresa
coletiva
em turnos
em lei
ininterruptos de
participação
compensação
salário-família
revezamento
nos lucros
de horários
ou resultados
redução de
jornada
não superior
incentivos
específicos
a 8 h/dia
proteção
do mercado de
trabalho
da mulher
direitos dos
trabalhadores
urbanos e rurais
(2º parte)
facultada
jornada
não superior
a 44 h/semana
termos de lei
repouso
semanal
remunerado
preferencialmente
aos domingos
licença à
licença-paternidade
gestante
valor da
120 dias
hora-extra
férias
termos fixados
anuais
em lei
remuneradas
obs: vide lei
nº 11.770
programa
no mínimo 50%
à da normal
empresa
180 dias
pelo menos
1/3 a mais que
o salário normal
cidadã
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos dos trabalhadores 3º parte
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos dos trabalhadores
3º parte - Art. 7º,
xxi ao xxviii/cr
na forma de lei
higiene
segurança
penosas
insalubres
saúde
perigosas
por meio de
normas de
adicional de
remuneração para
redução dos riscos
inerentes ao trabalho
atividades
mínimo de
30 dias
aposentadoria
termos de lei
aviso prévio
proporcional
ao tempo de
serviço
direitos dos
trabalhadores
urbanos e rurais
(3º parte)
filhos e
dependentes
assistência
gratuita
desde nascimento
até os 5 anos
a cargo do
empregador
seguro
em creches e
pré-escolas
contra
acidentes
de trabalho
proteção
em face da
automação
reconhecimento
sem excluir
indenização
convenções
quando incorrer
em dolo ou culpa
na forma
acordos coletivos
de lei
de trabalho
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos dos trabalhadores 4º parte
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos dos trabalhadores
4º parte - Art. 7º,
xxix ao xxxiv/cr
cor
sexo
estado civil
motivo de
idade
prazo prescricional
de 5 anos
salário
exercícios
de funções
critérios
critérios
salários
de admissão
de admissão
até limite de 2 anos após
extinção do contrato
ação quanto
proibição
aos créditos
de discriminação
resultantes das
proibição de
relações
diferença de
de trabalho
portador deficiência de
trabalhador
avulso
igualdade
direitos dos
trabalhadores
urbanos e rurais
(4º parte)
manual
técnico
de direitos
trabalhador com vínculo
empregatício
permanente
proibição
de distinção
entre trabalho
intelectual
menores de
16 anos
menores de
18 anos
ou entre profissionais
respectivos
proibição de
insalubre
qualquer
trabalho
proibição de
perigoso
maior de
salvo aprendiz
trabalho
14 anos
noturno
mm aa pp aa ss D ir e it o direitos do trabalhador doméstico -
mm aa pp aa ss
D ir e it o
direitos do trabalhador
doméstico - Art. 7º,
parágrafo único/cr
vedada veiculação
acordo
coletivo
convenção
aposentadoria
capaz de atender
necessidades
vitais básicas
salvo
disposto em
remuneração
integral
nacionalmente
salário
13º salário
irredutibilidade
unificado
mínimo
com base
de salário
fixado em lei
preferencialmente
direitos do
aos domingos
repouso
trabalhador
semanal
remunerado
previdência
doméstico
social
férias
anuais
aposentadoria
remuneradas
pelo menos
1/3 a mais que
o salário normal
aviso prévio
proporcional
ao tempo de
serviço
licença-paternidade
licença à
gestante
vide lei
180 dias
termos de lei
termos fixados
nº 11.770
programa
em lei
mínimo de
empresa
120 dias
30 dias
cidadã
mm aa pp aa ss D ir e it o associação profissional ou sindical Art.
mm aa pp aa ss
D ir e it o
associação profissional
ou sindical
Art. 8º ao 11º/cr
interferência
no sindicato
não inferior
à área do
município
lei não poderá
exigir autorização
do estado
direitos e interesses
coletivos ou
individuais
da categoria
questões judiciais
questões
intervenção
deve registrar
administrativas
no sindicato
no órgão
somente uma
competente
organização
sindicato defende
sindical
vedada ao
fundação
de sindicato
poder público
assegurado eleição
de um representante
em uma mesma
base territorial
fixa a
desconto
contribuição
em folha
empresas com mais
de 200 empregados
assembléia geral
para entendimento direto
com os empregados
associação
para custeio
do sindicato
assegurada
profissional
participação
ninguém será
nos colegiados
ou sindical
obrigado
independentemente
da contribuição
prevista em lei
a filiar-se
ou manter-se
filiado
empregadores
abusos cometidos
trabalhadores
negociação
direito
coletiva
vedada dispensa
participação
de greve
sujeitam o
do empregado
aposentado
obrigatória
em que seus
interesses
profissionais e
previdenciários sejam
objeto de
discussão e
deliberação
responsáveis às
sindicalizado
do sindicato
penalidades
da lei
direito de votar e
ser votado
aplicam-se
cargo de direção ou
representação sindical
a partir do
registro da
candidatura
colônias
sindicatos
de pescadores
salvo se cometer falta grava
nos termos da lei
rurais
se eleito
ainda que suplente
até 1 ano
após fim do mandato
mm aa pp aa ss D ir e it o nacionalidade Art.12º/cr desde que estes
mm aa pp aa ss
D ir e it o
nacionalidade
Art.12º/cr
desde que estes
não estejam a serviço
de seu país
nascidos na rfb, ainda que
de pais estrangeiros
se houver
reciprocidade
em favor dos
brasileiros
serão atribuídos os direitos
inerentes ao brasileiro
desde que qualquer
deles esteja a serviço
da rfb
natos
nascidos no estrangeiro,
de pai ou mãe brasileira
salvo casos
previstos na cr
desde que sejam
registrados em repartição
bras. competentes
nascidos no estrangeiro,
de pai ou mãe brasileira
portugueses com
residência permanente
salvo os
no país
previstos
na cr
ou venham a residir
na RFB e optem, em
qualquer tempo, depois de
são
estabelecer
brasileiros
atingida pela nac. a maioridade, brasileira
distinção natos entre e
naturalizados
nacionalidade
residência
por um ano
ininterrupto
a lei não
poderá
exigidos aos srcinários de
países de língua portuguesa
atividade
nociva
sentença
ao interesse
perda da
judicial
idoneidade moral
os que, na forma da lei
adquiram a nacionalidade
brasileira
nacional
nacionalidade
cancelamento
transitada
brasileira
da naturalização
em julgado
reconhecimento
adquirir outra
nacionalidade
salvo nos casos
de nacionalidade
residência de mais de
15 anos ininterruptos
naturalizados
srcinária pela
lei estrangeira
desde
estrangeiros de
que requeiram
qualquer
como condição para
permanência em seu território
a nacionalidade
nacionalidade
brasileira
ao brasileiro residente
no estrangeiro
sem condenação
imposição de naturalização
pela norma estrangeira
exercício de direitos civis
penal
mm aa pp aa ss D ir e it o cargos privativos de brasileiros natos
mm aa pp aa ss
D ir e it o
cargos privativos
de brasileiros natos
Art. 12º, § 3º/cr
presidente do
senado federal
presidente da
câmara dos
deputados
ministro do
vice-presidente
da república
stf
cargos privativos
de brasileiros
natos
presidente e
carreira
da república
diplomática
oficial das
forças armadas
ministro de
estado da
defesa
Conselheiro
da república
mm aa pp aa ss D ir e it o símbolos da república federativa do
mm aa pp aa ss
D ir e it o
símbolos da república
federativa do brasil
Art. 13º, § 2º e 3º/cr
z
s
p
bandeira
hino
n
s
símborflobs da
selos
armas
nacionais
obs: os estados, distrito federal e
munícipios poderão ter símbolos próprios.
mm aa pp aa ss D ir e it o soberania popular Art. 14º, i
mm aa pp aa ss
D ir e it o
soberania popular
Art. 14º, i ao iii/cr
sufrágio
universal
plebiscito
valor
igual
exercida será
soberania popular
nos termos
para
por
da lei
todos
mediante
referendo
voto direto
e secreto
iniciativa
popular
mm aa pp aa ss Alistamento Eleitoral e voto art. 14, i ao vi, §
mm aa pp aa ss
Alistamento Eleitoral
e voto
art. 14, i ao vi,
§ 4º/cr
D ir e it o
analfabetos
inalistáveis
inelegíveis
nacionalidade
brasileira
pleno exercício dos
direitos políticos
maiores
de 18 anos
alistamento
obrigatório
eleitoral
alistamento eleitoral e
voto
condições de
analfabetos
elegibilidade
domicílio eleitoral
voto
na circunscrição
maiores de
facultativo
filiação partidária
70 anos
inalistáveis
maiores de 16 e
menores de 18 anos
estrangeiros
idade mínima exigida
para o cargo
conscritos
durante o período de
serviço militar obrigatório
mm aa pp aa ss direitos políticos - peculiaridades art. 14, § 5º ao 7º/cr
mm aa pp aa ss
direitos políticos -
peculiaridades
art. 14, § 5º ao 7º/cr
D ir e it o
presidente
devem renunciar
a seus cargos até
6 meses antes do pleito
da república
presidente
da república
desimcompatibilização
governadores
do estado
governadores
do estado
para concorrerem
a outros cargos
governador
do distrito federal
prefeitos
governadores
do distrito federal
direitos
políticos
cônjuge
podem ser reeleitos
por um único período
subsequente
(peculiaridades)
parentes
inelegibilidade
consanguíneoso
presidente
por parentesco
quem houver
da república
substituído ou
afins
sucedido
governadores
do estado
até o 2º grau
governador
do território
no território de
jurisdição do titular
adoção
governador
do distrito federal
prefeitos
salvo se já titular de
mandato eletivo e
candidato à reeleição
dentro de 6 meses
anteriores ao pleito
de quem os
haja substituído
mm aa pp aa ss D ir e it o elegibilidade do militar art. 14,
mm aa pp aa ss
D ir e it o
elegibilidade do militar
art. 14, § 8º/cr
se conta com menos
de 10 anos de serviço
se conta com mais de
10 anos de serviço
agregado pela
autoridade superior
elegibilidade
do militar
se eleito
afasta da
atividade
na diplomação
passará
inatividade
automaticamente
mm aa pp aa ss D ir e it o impugnação de mandato eletivo -
mm aa pp aa ss
D ir e it o
impugnação de mandato
eletivo - Art. 14,
§ 10º e 11º/cr
contados da
diplomação
no prazo de
15 dias
perante a
justiça eleitoral
fraude
via ação de impugnação
de mandato eletivo
impugnação de
mandato eletivo
ação instruída
com provas de:
abuso de
poder econômico
^
ma7:fac
tramita em
segredo de justiça
corrupção
autor responde se
má-fé
temerária
mm aa pp aa ss D ir e it o perda e suspensão de direitos
mm aa pp aa ss
D ir e it o
perda e suspensão
de direitos políticos
Art. 15/cr
perda
suspensão
vedada cassação de
direitos, cuja perda ou
suspensão só se dará
nos seguintes casos:
condenação
improbidade
incapacidade civil
criminal
administrativa
absoluta
transitada em
cancelamento
recusa de cumprir
obrigação a todos imposta
ou prestação alternativa
julgado
de naturalização
art. 37,
parágrafo 4º
enquanto durarem
por sentença
transitada em julgado
no termos do
art. 5º, viii
seus efeitos
mm aa pp aa ss D ir e it o partidos políticos 1º parte Art.
mm aa pp aa ss
D ir e it o
partidos políticos
1º parte
Art. 17, i ao v/cr
regime
democrático
soberania
nacional
pluripartidarismo
criação
resguardados
direitos fundamentais
da pessoa humana
fusão
livre
políticos partidos
( 1º parte)
caráter nacional
incorporação
preceitos
de entidade ou
extinção
proibição de recebimento
de recursos financeiros
governo estrangeiro
e
subordinação
à justiça eleitoral
prestação
de
contas
funcionamento
de acordo
com a lei
parlamentar
mm aa pp aa ss partidos políticos 2º parte - Art. 17, § 1º ao
mm aa pp aa ss
partidos políticos
2º parte - Art. 17,
§ 1º ao 4º/cr
D ir e it o
paramilitar
registram seus
estatutos no tse
definir estrutura
após adquirirem
personalidade jurídica
vedado
nacional
organização
não-obrigatoriedade
estadual
políticos partidos
funcionamento
âmbitos
(2º parte)
autonomia
vinculação entre
as candidaturas
distrital
adotar critérios
de escolha
disciplina
regime das
coligações
devendo seus estatutos
estabelecer normas
municipal
fidelidade
partidária
mm aa pp aa ss organização político- administrativa Art. 18 e 19/cr D ir e
mm aa pp aa ss
organização político-
administrativa
Art. 18 e 19/cr
D ir e it o
criação
união
transformação
em estado
estados
lei complementar
autônomos
regula
integram a união
distrito
federal
reintegração
ao estado de srcem
territórios
a organização
da rfb
municípios
incorporar-se
plebiscito
compreende
organização
popular
estados
subdividir-se
estabelecê-los
podem
se anexarem
político-administrativa
a outros
aprovação
subvencioná-los
desmembrar-se
embaraçar-lhes
vedado à união
estados, df
e municípios
formarem
congresso
novos
nacional
estados ou
o funcionamento
criação
cultos
territórios
religiosos
lei
lei estadual
ou igrejas
incorporação
complementar
manter alianças
recusar fé
divulgação
fusão
criar
dos estatutos
ressalvada
distinções entre
de viabilidade
documentos
colaboração
municipal
públicos
desmembramento
plebiscito
brasileiros
preferências
na forma da lei
população dos
entre si
munícipios envolvidos
mm aa pp aa ss D ir e it o bens da união Art. 20,
mm aa pp aa ss
D ir e it o
bens da união
Art. 20, i ao xi/cr
limite com
outros países
que banhem mais
de um estado
preservação
vias federais
ambiental
de comunicação
em terrenos
de seu domínio
se estendam a
territórios
estrangeiro
construções
militares
bem como terrenos
marginais e praias fluviais
fortificações
lagos, rios e
quaisquer
correntes de água
terras devolutas
zonas limitrofes
com outros países
indispensáveis a
ilhas fluviais
e lacustres
defesa das
e unidade
fronteiras
bens
ambiental
federal
os lhe que pertencem atualmente
da união
praias marítimas
e os que vierem
áreas afetadas
ao serviço público
ilhas oceânicas
a ser atribuídos
e costeiras
terras tradicionalmente
ocupadas pelos índios
exceto
mar territorial
recursos naturais
da plataforma
excluídas as que
contenham a sede
do município
cavidades naturais
continental
e
referidas
subterrâneas
no
art. 26, ii
sítios arqueológicos
e históricos
terrenos de marinha
e seus acrescidos
e da zona
econômica
exclusiva
recursos minerais
potenciais de
energia hidráulica
inclusive subsolo
mm aa pp aa ss D ir e it o bens da união - peculiaridades
mm aa pp aa ss
D ir e it o
bens da união -
peculiaridades - Art. 20,
parágrafo 1º e 2º/cr
gás natural
Ao longo das
fronteiras
terrestres
exploração
de petroléo
recursos hídRIcos
para geração
de energia
participação dos estados, df ,
municípios e órgãos da
adm. direta da união
até 150 km
de largura
fundamental para
defesa do território
nacional
recursos
respectivo
bens da união
(peculiaridades)
ffraoixnatediera
minerais
território
ocupação e
utilização
compensação
plataforma
financeira
continental
reguladas
em lei
mar territorial
zona econômica
exclusiva