Você está na página 1de 5

Missão do casal

O ser humano nasce para ajudar a construir o mundo ideal,


servindo a Deus e a seu semelhante, o casamento é uma forma de
unir forças para cumprir essa missão. Não é união de dois seres
para um servi o outro, mas para os dois juntos servirem a Deus.
Neste ponto, reside a harmonia do casal se o casal colocar Deus
no centro da relação, naturalmente essa compreensão se
manifestará.
Se colocar o ser humano no centro, aí nasce o conflito.
Um casamento voltado para Deus é altruísta, voltado para
própria relação é egoísta e resultado em desarmonia e
infelicidade. O casal até pode “viver bem”, mas viver feliz será
difícil.
Muitas vezes, pergunto às pessoas se são felizes. A maioria
responde sim. Insisto e pergunto “ por que ? ”
“ Por que o outro me faz feliz ”
Meishu-Sama diz: Dentro egoísmo e do apego não tem amor
às vezes nós não amamos o nosso cônjuge, só amamos o prazer
que ele nos proporciona.
Enquanto faz do jeito que quero eu amo. Mas se não fizer
gera conflito.
Amar é renunciar para fazer o outro feliz isso é que resgata a
dívida espiritual e cria harmonia.
Meishu-Sama diz: “... os elos espirituais sempre se
modificam, tornando-se grossos ou finos. Quando há harmonia do
casal, ele é grosso e brilhante; quando os cônjuges estão em
conflitos, ele torna-se fino e perde o brilho...”
Quando esse conflito entre o casal chega ao limite máximo
devido ao egoísmo, apego, incompreensão esse elo se rompe aí
vem à separação que gera sofrimento, pois não resgata essas
dívidas.
Missão da esposa

A mulher é o centro vital do lar: é o sustentáculo que ergue


toda família.
É ela quem constrói um homem, os filhos enfim, a família.
Se ela está bem, tudo fica mais fácil resolver; se ela está mal tudo
se complica.
Meishu-Sama ensina que o homem é espírito e mulher
matéria. Em todos os relacionamentos existe esta ordem: entre
pais e filhos, entre chefe e empregados, em tudo, inclusive
relacionamento homem/mulher.
A mulher cabe a missão de construir o marido para que
trabalhe para o bem estar da sociedade. É famoso os ditados: “ A
mulher sábia edifica o lar ou atrás de um grande homem existe
uma grande mulher ”.
Não pejorativo não. Na verdade quem manda é a mulher
desde que ela seja sábia para seduzir o marido, ele achar que ele
decidiu.
Minha mulher é assim... Nós homens somos bobos sempre
faz o que a mulher quer, mas quem tem que decidir somos nós.
Engraçado, mas é ordem.

A mulher é o equilíbrio do lar

Por isso o papel da mulher no casamento é fundamental,


principalmente depois que chegam os filhos. A presença da mãe
ao lado da criança e do esposo, o sentimento de cuidá-los
cozinhar para eles, transmite um espírito e uma força que babá ou
empregada nenhuma possam possuir sozinhas. Se a mulher tem
condições de, ao menos enquanto os filhos são crianças, ficar com
eles, espiritual mente gera bons frutos.
Pois a formação do caráter da criança para ser um grande
homem é até 7 anos de vida nesse momento é a mãe que tem que
impregnar seu espírito, não a babá, a vovó, a tia quem quer que
seja. Não tem o mesmo espírito materno.
Missão do marido

A missão do homem é com o trabalho e com a família.


Por isso a principal missão do homem é gerar segurança na
esposa. Esta segurança está relacionada, em como está formando
pelo seu exemplo sua família.
Dar segurança é uma forma de valorizar a esposa.
Outro ponto que Meishu-Sama orienta é ser carinhoso,
envolver a mulher com seu pensamento, é muito importante
chegando em casa o homem dar satisfação a mulher, pedir
opinião, saber o que elas estão pensando envolve-las no seu
cotidiano e trabalho se não enfraquece a mulher.
Outro ponto é valorizar atitudes domésticas da esposa.
Todo ser humano precisa ser valorizado, nós homens no em
prego se somos valorizados não trabalhamos com alegria.
Então quem valorizar a esposa, no seu trabalho no lar.

(contar a minha experiência)

• Elogiar a comida;
• Ajudar de alguma forma.
Exemplo:

Um dia disse para a minha esposa:


“Eu quero te ajudar, você não deixa te ajudar, eu quero
fazer comida, você não deixa, quero arruma a casa, você não
deixa”.
Então ela disse:
“Quem disse que eu não deixo você me ajudar”? Eu te
impeço de guarda suas roupas quando chega a casa em vez de
deixar espalhada?
Eu te impeço de lavar suas cuecas? Eu te impeço de esticar
sua toalha molhada em vez de deixar na cama? Eu te impeço
de lavar seu prato?
São nos detalhes que valorizamos nossas esposas.
• Com esses cuidados que conseguimos criar harmonia no lar
e construir o paraíso.
Para conseguirmos mudar em casa, a fé é importantíssima
sabem por quê?
É em casa onde nós mais manifestamos o nosso egoísmo e
apego. Por que lá tem intimidade.
É no lar que Deus reside a importância das práticas básicas.
O Johrei, dedicação, gratidão, ensinamento, oração e culto
são como raízes de uma árvore que devemos deixá-las cada vez
mais profunda no solo. Se essas raízes estiverem profundas
pode vir vendaval purificação que a arvore (nós) não cairá,
pois está bem alimentada.
Por isso senhores pais, o maior remédio para os filhos é o
amor e a compreensão entre pai e mãe.
Se o casal deixar os filhos ver a relação de amor, carinho,
afeto entre os pais, eles crescem mais felizes.
Causa espiritual do casamento

Prosperidade na família

Missão dos filhos

Os filhos têm que servir os pais, Meishu-Sama diz que os


filhos devem ser orientados pelos pais, e não os pais pelos
filhos. Não oriente seus pais, mude seu interior, que eles
também mudaram.
O filho que não sente gratidão, que não consegue servir seu
pai e sua mãe vai ter um casamento ruim, vai aprimorar com os
filhos pela lei da causa e efeito.
Isso porque tudo que faço agora estou semeando o meu
futuro.
O que cada um de vocês está fazendo hoje estará
construindo seu futuro daqui a 1 ano, 2 anos,10 anos.
Lembrem-se quem vive pensando só no hoje e não planta
mais nada no seu futuro.
Ontem é o hoje, e o hoje é o amanhã.