Você está na página 1de 19

PLANEJAMENTO REGIONAL

Versão Preliminar I

1. PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DA GRANDE GOIÂNIA


2. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO DO EIXO GOIÂNIA/ANÁPOLIS/BRASÍLIA
3. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO DO CORREDOR HIDROVIA TURÍSTICA DO RIO ARAGUAIA
4. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E TURÍSTICO DAS REGIÕES DOS LAGOS DO RIO
PARANAÍBA
5. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO-HISTÓRICO DO EIXO BRASÍLIA/CORUMBÁ DE GOIÁS/
PIRENÓPOLIS/JARAGUÁ/CIDADE DE GOIÁS
6. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO DE ANÁPOLIS
7. PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DAS VOCAÇÕES MUNICIPAIS
8. PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DO NORDESTE GOIANO
9. PROJETO DE DESESENVOLVIMENTO DO ENTORNO DO DISTRITO FEDERAL
10. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO MINERAL DO NORTE GOIANO
11. PÓLO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO SUDOESTE GOIANO
12. PÓLO DE DESENVOLVIMENTO DO EIXO DA FERROVIA NORTE-SUL
13. PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DO OESTE GOIANO
PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

PRESSUPOSTOS TIPIFICAÇÃO

CONCEPÇÃO EIXOS E MACRO-OBJETIVOS


PROJETO MP

“O MELHOR FUTURO
PARA GOIÁS”

PLANEJAMENTO
REGIONAL E POLOS DE
DESENVOLVIMENTO

PLANO DE GOVERNO MARCONI PERILLO


PROJETO DESENVOLVIMENTO DA GRANDE GOIÂNIA
PROJETO GRANDE GOIÂNIA

Criar uma marca (modelo, selo, carimbo) de MP para todos os projetos,


obras e serviços a serem realizados no Programa Único de Intervenção em
Goiânia;

O Programa de Desenvolvimento da Grande Goiânia (programa único)


visa apresentar uma proposta para a cidade e conseqüentemente
contrapondo com o desempenho e estilo do ex-prefeito Íris Rezende;

As obras, projetos e serviços propostos para Goiânia serão


operacionalizados através de parcerias e alianças entre os poderes
públicos, iniciativa privada e entidades;

Implementação de instância representativa política para priorizar as ações


do Programa da Grande Goiânia (CODEMETRO e outros conselhos)
PROJETO DESENVOLVIMENTO DA GRANDE GOIÂNIA

Setor Propostas

a. Implantar o Centro de Recuperação de


Dependentes Químicos;
b. Reformar e equipar as unidades de saúde de
referência: Hospital de Doenças Tropicais-HDT,
Hospital Geral de Goiânia-HGG, Materno Infantil-HMI,
Centro de Recuperação e Reabilitação Henrique
1. Saúde Santillo-CRER, Hospital de Urgências de Goiânia-
Hugo, Hospital de Medicina Alternativa-HMA e
Hemocentro;
c. Estruturar e ampliar o Programa Saúde da Família nos
bairros da Grande Goiânia;
d. Implantar o Hospital de Urgências na Região
Noroeste de Goiânia;
e. Construção do Hospital da Mulher

a. Instalar 10 colégios tecnológicos – COTEC;


b. Transformar 100% das unidades de ensino
fundamental existentes em Goiânia em escolas de
tempo integral;
c. Reformar/ adequação e paisagismo de 136
2. Educação e unidades escolares estaduais/centros de
Qualificação capacitação;
Profissional d. Acesso dos alunos a computadores/redes sociais
com viabilização de banda larga em todas as
2
escolas estaduais;
e. Gestionar junto à União a criação do Instituto Federal
de Goiás na Região Noroeste de Goiânia;
f. Criar a Rede Goianiense da Capacitação Profissional
(CEP/COTEC/UEG e outras);
g. Construir o Centro Administrativo da Secretaria da
Educação (edifício sede, centro de capacitação e
outros) no espaço do Instituto de Educação de
Goiás;
a. Criar Centros de Segurança 24 horas;
b. Instituir Comitês de Vigilância (interação
3. Segurança
Estado/Sociedade);
Pública
c. Implantar Projetos de Centros de Pacificação Social;
a. Implementar a Rede de Proteção Social em Goiânia
4. Proteção Social
(renda cidadã, bolsa universitária, salário escola,
cheque moradia, etc.)

a. Reduzir o valor da tarifa de transporte coletivo na


RMG ao preço do Eixo Anhanguera – R$1,15 (através
de desoneração e subsídio);
5. Transporte
b. Estender o Eixo Anhanguera aos municípios de
Coletivo
Senador Canedo, Trindade e Goianira;
c. Implantar novos corredores de transporte de
passageiros, terminais, aumentar a frota de ônibus e
melhorar a qualidade dos serviços;

a. Colocar em funcionamento, na 1ª semana de


janeiro, o Centro Cultural Oscar Niemeyer;
b. Criar uma grande Agenda de Cultura, Artes e
Eventos para Goiânia (espetáculos teatrais, shows
musicais- orquestra, rock, música popular brasileira e
outros);
c. Recuperar e valorizar os monumentos e prédios
6. Cultura, históricos: Relógio da Praça Cívica, Coreto da Praça
Desporto e Cívica e de Campinas, dentre outros;
Turismo
d. Implantar efetivamente a Vila Cultural de Goiânia;
e. Recuperar e modernizar o Autódromo Internacional
de Goiânia;
f. Reformar e adequar o Estádio Serra Dourada;
g. Criar, em conjunto com a iniciativa privada, um
Centro Poliesportivo de Tênis;
h. Realizar aliança com Convention Bureau de Goiânia
e outras entidades para promoção, atração e
captação de grandes eventos;

a. Implantar um Centro Comercial Gastronômico 24


horas (restaurantes, churrascarias, bares, etc.) na
antiga Estação Rodoviária de Goiânia, promovendo
a integração com o Lago das Rosas;
b. Implantar o Complexo do Além (Morro do Além) com
mirante, lojas, bares e escola (piso superior);

7. Urbanismo c. Implantar um Parque Ambiental no Morro do Serrinha


com elevador panorâmico/mirante;
d. Implantar infra-estrutura urbana e social nos bairros
de Goiânia;
e. Criar o Memorial da Cidade de Goiânia na Praça
Cívica (Local da Prefeitura de Goiânia);

a. Concluir 100% da rede tratamento de esgoto de


Goiânia;
b. Recuperar e proteger a bacia hidrográfica do Meia
Ponte;
8. Meio Ambiente c. Criar Programa Carbono Zero em Goiânia:
e Saneamento estabelecer prazos e metas para redução de
emissões de dióxido de carbono. Premiar as
empresas que aderirem às metas com incentivos
fiscais e também redução de juros em empréstimos
concedidos por instituições oficiais como a Agência
de Fomento;

a. Implantar em Goiânia pólo tecnológico (indústrias de


9. Desenvolviment software, serviços e outros);
o Econômico b. Conceder benefícios e incentivos para setores
estratégicos do desenvolvimento econômico de
Goiânia (saúde, confecção, informática, gráficas,
comunicação e outras).

a. Construir o Aeroporto de Goiânia;


b. Concluir o Anel Viário de Goiânia;

10. Projetos c. Concluir o Centro de Excelência Esportiva;


Especiais do d. Duplicar a BR-060 no perímetro urbano de Goiânia
Governo (viaduto e iluminação);
Federal e. Implantar sistema de transporte coletivo rápido em
Goiânia (VLT, BRT).
Pólo de Desenvolvimento do Eixo Goiânia/Anápolis/Brasília
1. Eixo Tecnológico Goiânia/Brasília

Projetos Prioritários

a. Implantação do Eixo de Desenvolvimento Tecnológico Goiânia-Anápolis:


Pólo de Informática (indústrias de software, serviços etc.);
Atração de empresas de tecnologia de informação – TI (Cyber Data-Center, call-
center)
Gestão junto ao Governo Federal para implantação do Complexo Aero-Espacial de
Anápolis;
Apoio ao Pólo de Biotecnologia - Complexo de Fármacos de Anápolis;
Conclusão e funcionamento da Plataforma Logística Multimodal de Goiás;
Incentivar economicamente o Pólo de Saúde de Goiânia (Centro de Inteligência
Médica e Universidades de Medicina);
Desenvolvimento de Energias Alternativas;
Pesquisa Alimentar, ligado ao Agro-Negócio;
Usina Regional de Reciclagem de Lixo;
Consolidação de Parques Ecológicos;
Apoio à criação de condomínios residenciais como suporte ao Eixo de
Desenvolvimento Tecnológico.
b. Implantação do Eixo de Desenvolvimento da Produção Anápolis-Brasília - indústria
moveleira, laticínios, conservas/doces/polpas, complexo de derivados de grãos, insumos
para construção civil, bebidas e outras.
Pólo de Desenvolvimento do Corredor Hidrovia Turística do Rio Araguaia – Pró-
Araguaia

Projetos Prioritários

a. Implantar a Barca da Cidadania, dotada de estrutura própria para apoio social, formação
profissional, eventos culturais e artísticos para a população ao longo do rio;
b. Implantar o projeto de capacitação e formação profissional para a população ribeirinha do
Rio Araguaia com linhas de créditos (Banco do Povo e Agência de Fomento);
c. Construção de portos turísticos em Luiz Alves, Bandeirantes, Aruanã, Aragarças e Baliza;
d. Construção de terminais turísticos (construção dotada de centro de atendimento ao turista,
vestiários/banheiros, estacionamento e área para camping) em Luiz Alves, Bandeirantes,
Aruanã, Itacaiú, Aragarças, Baliza e Santa Rita do Araguaia;
e. Melhorar/adequar os terminais de recepção de turista (rodoviários e aeroviários);
f. Criar o Festival de Música do Araguaia, em Aruanã;
g. Implantar centro de convenções/eventos em regime de concessão/PPP com a iniciativa
privada (Aruanã/Aragarças);
h. Melhorias na infraestrutura urbana (urbanização, pavimentação, saneamento e energia
elétrica);
i. Construção de estações de tratamento de esgoto em todos os municípios ribeirinhos ao Rio
Araguaia;
j. Conclusão da ponte sobre o Rio Araguaia ligando Goiás a Cocalinho (MT) e construção de
ponte em Luiz Alves;
k. Pavimentação das GO’s 239, 173, 347, 454, 244;
l. Concessão/PPPs para implementar e dinamizar ações para o Parque Estadual do Rio
Araguaia (já existente em Luiz Alves).
Pólo de Desenvolvimento Econômico e Turístico da Região dos Lagos do Rio
Paranaíba

Projetos Prioritários

a. Transformar os Lagos de Três Ranchos, Itumbiara, Cachoeira Dourada e São


Simão em pólos de pesca esportiva, voltados para o desenvolvimento
turístico com implantação de criatórios de peixes;
b. Criação de 08 pólos turísticos ao longo do Rio Paranaíba (Três Ranchos,
Anhanguera, Corumbazul, Corumbaíba, Água Limpa, Itumbiara, Cachoeira
Dourada e São Simão);
c. Implantação de Terminal Turístico (construção dotada de centro de
atendimento ao turista, vestiários/banheiros, estacionamento e área para
camping);
d. Melhoria das ligações rodoviárias entre os pólos de São Simão a Três Ranchos,
dotando-os também de sinalização e sistema de informações turísticas;
e. Infraestrutura urbana em Três Ranchos, Anhanguera, Corumbaíba, Água
Limpa, Itumbiara, Cachoeira Dourada e São Simão;
f. Construir Centro de Cultura, Lazer e Esportes nos pólos turísticos.
Pólo de Desenvolvimento Turístico - Histórico do Eixo Brasília/Corumbá de
Goiás/Pirenópolis/Jaraguá/Cidade de Goiás

Projetos Prioritários

a. Implantação de Rodovia Temática (Caminho de Cora Coralina) trecho entre


Corumbá/Pirenópolis/Jaraguá/Cidade de Goiás, com pavimentação da BR-070
trecho Itaguari/BR-153. O Caminho de Cora Coralina será a versão goiana do
Caminho de Santiago de Compostela, resgatando o roteiro histórico dos antigos
viajantes, com trilhas superpostas e/ou paralelas à rodovia;
b. Incentivar a implantação de pousadas, albergues e centros de restauração no
trecho do Caminho de Cora Coralina;
c. Implantação de terminais turísticos nas cidades (construção dotada de centro de
atendimento ao turista, vestiários/banheiros, estacionamento e área para
camping);
d. Melhoria/adequação de terminais de recepção de passageiros (rodoviário e
aeroviário);
e. Construir Centro de Cultura, Lazer e Esportes;
f. Melhorias na infraestrutura urbana (urbanização, pavimentação, saneamento e
energia elétrica);
g. Restauração de pontos históricos existentes e outros locais de interesse turístico;
h. Fortalecer e ampliar eventos tradicionais nestes municípios como o Festival
Internacional do Cinema Ambiental – FICA, Festival Canto da Primavera, Festival
Gastronômico, entre outros.
Pólo de Desenvolvimento de Anápolis

Projetos Prioritários

a. Conclusão e funcionamento da Plataforma Logística Multimodal de Goiás;


b. Articular a implantação do Entreposto da Zona Franca de Manaus em Anápolis;
c. Implantação do Aeroporto de Cargas em Anápolis;
d. Gestões junto ao Governo Federal para a conclusão:
1. Ferrovia Norte Sul,
2. Duplicação da BR-153,
3. Viaduto do DAIA,
4. Ampliação da Base Aérea com Centro de Tecnologia;
e. Expansão da área do Distrito Agroindustrial de Anápolis – DAIA;
f. Implantação de pólo tecnológico na região de Anápolis (contemplando os setores
de informática, aeronáutica, farmacêutica, Plataforma Logística, etc.);
g. Apoiar com benefícios e incentivos o projeto do Governo Federal para implantação
do Complexo Aero-espacial em Anápolis;
h. Construir um grande Centro de Cultura, Lazer e Esportes (teatro, convenções etc.)
em Anápolis;
i. Melhorias na infraestrutura urbana (urbanização, pavimentação, saneamento e
energia elétrica).
PROJETO DE DESENVOLVIMENTO DAS VOCAÇÕES MUNICIPAIS

Projetos Prioritários
a. Ações comuns
Agregar valor aos produtos e serviços de vocações municipais; desenvolver
novas tecnologias para os produtos e serviços; capacitar os profissionais que
atuam nos segmentos vocacionais; priorizar linhas de financiamento para a
modernização e aumento da produtividade dos produtos e serviços; apoiar
ações promocionais e de marketing para os produtos e serviços de cada
município vocacional;
b. Vocações municipais
Cristalina - agricultura, agroindústria e gemas de cristal / Alexânia – indústria
moveleira/ Formosa - agricultura e turismo /Pirenópolis – turismo e pedras
ornamentais/ Goiás – artesanato e turismo / Uruana – melancia / Jaraguá – abacaxi
/Mozarlândia - pecuária de corte / Mara Rosa - açafrão e cerâmica vermelha /
Hidrolândia - frutas (jabuticaba) Goianápolis – hortifrutigranjeiro / Caldas Novas -
turismo e imobiliário / Catalão - minério, alho / Piracanjuba - pecuária de leite / São
Luiz de Montes Belos - pecuária de leite / Alto Paraíso – ecoturismo / Região de Iporá
– granito.
Projeto de Desenvolvimento Nordeste Goiano

Projetos Prioritários

a. Captar financiamento junto ao BIRD/BID/BNDES para prover de recursos


continuados as obras e projetos para a região constantes do Projeto de
Desenvolvimento do Nordeste Goiano;
b. Implantar o Programa de Micro-bacias Hidrográficas nos 20 municípios da
região, com objetivo de preservação ambiental e alternativa de renda para os
pequenos produtores (extrativismo sustentável, criação de pequenos animais,
avicultura, olericultura e pecuária leiteira);
c. Implantar uma ZPE - Zona de Processamento e Exportação no Nordeste em
Posse;
d. Implantar dois hospitais regionais no Nordeste;
e. Pavimentação de rodovias estratégicas para o Nordeste (Ligações das
microrregiões Vão do Paranã e Chapada dos Veadeiros; corredor rodoviário:
Flores de Goiás, São João D’Aliança à Lagoa Jacuba, Água Fria de Goiás, Mato
Seco e Mimoso de Goiás; Alvorada a Flores de Goiás; Posse a Iaciara; Alto
Paraíso a Colinas do Sul; Colinas do Sul a Niquelândia; Iaciara a Campos Belos,
entre outras);
f. Ampliar e modernizar o sistema de energia elétrica urbana e rural para dar
suporte às atividades econômicas (Linhas de transmissão, subestação e etc.);
g. Construir Centro de Cultura, Lazer e Esportes nos municípios da região;
h. Construir Instituto Médico Legal na região;
i. Melhorias na infraestrutura urbana (urbanização, pavimentação, saneamento e energia
elétrica);
j. Promover o desenvolvimento sustentável do turismo nos municípios da região (Alto
Paraíso, Colinas, Cavalcante, Alvorada do Norte, São Domingos e outros;
k. Construção de terminal turístico em Terra Ronca/São Domingos (Parque Estadual).
Projeto de Desenvolvimento do Entorno do Distrito Federal

Projetos Prioritários

a. Descentralizar a estrutura de Governo de forma efetiva para a região do Entorno,


criando dois grandes Escritórios Regionais da Administração Pública Estadual;
b. Liderar movimento político para criação de um Fundo Federal para os municípios da
RIDE – Região Integrada de Desenvolvimento do Entorno de Brasília ou para estender
os benefícios constitucionais concedidos ao Distrito Federal para todos os Municípios
da RIDE;
c. Gestionar junto ao Governo Federal para unificar tarifas de serviços públicos entre o
Entorno e o Distrito Federal;
d. Atrair indústrias estratégicas para o Entorno, visando o abastecimento do DF (o DF só
produz 15% do que consome- Codeplan/2009), criando e ampliando distritos
industriais;
e. Propor implantação linha de VLT sobre a linha férrea (Luziânia/Distrito Federal) para
transporte da população;
f. Ampliar e modernizar o sistema de energia elétrica (linhas de transmissão e
subestações, etc.) para dar suporte às atividades econômicas;
g. Implantar o Corredor de Desenvolvimento Econômico da BR-040 com zona de regime
tributário especial;
h. Construção de IMLs (Instituto Médico Legal) em Cidade Ocidental/
Cocalzinho/Corumbá de Goiás
i. Implantar/concluir unidades da UEG em Cristalina, Planaltina e Santo Antonio do
Descoberto;
j. Implantar/melhorias nos aeródromos (balizamento noturno, terminal de passageiros e
outros);
k. Construir Centro de Cultura, Lazer e Esportes nos municípios da região.
PÓLO DE DESENVOLVIMENTO MINERAL DO NORTE GOIANO

Projetos Prioritários

a. Realizar alianças e parcerias com empresas de mineração para implantação de projetos na


área social, econômica e infraestrutura urbana (Codemin/Barro Alto, Anglo America/Alto
Horizonte, Níquel Tocantins/Niquelândia, Sama/Minaçu, Mineração Serra Grande/Crixás e
outros);
b. Implantar amplo programa de capacitação específico para o setor mineral em parceria
com entidades do setor: Senai, Sebrae e outros;
c. Implantar 02 Colégios Tecnológicos na região – Cotec;
d. Apoio a projetos do setor mineral: implantação de laboratórios para certificação mineral e
levantamento geológico básico, mapeamento regional em escala 1:100.000 e levantamento
geoquímico, para fomentar descobertas de novas jazidas nesta região;
e. Melhorar a infraestrutura econômica (estradas, aeroportos, energia e telecomunicações) dos
municípios componentes do Pólo Mineral;
f. Criar programa de recuperação ambiental das áreas afetadas pelos projetos de mineração;
g. Implantar Terminal Turístico (construção dotada de centro de atendimento ao turista,
vestiários/banheiros, estacionamento, área para camping) nos municípios banhados pelos
Lagos de Serra da Mesa e Cana-Brava.
h. Melhorias na infraestrutura urbana dos municípios (urbanismo, pavimentação, saneamento e
energia elétrica).
i. Construir o Hospital Regional de Uruaçu.
Pólo de Desenvolvimento Econômico do Sudoeste Goiano

Projetos Prioritários
a. Atrair investimentos em novas plantas agro-industriais como o cluster dos suínos
e aves em Rio Verde, o pólo de grãos e oleaginosas em Rio Verde, Jataí e
Mineiros, sucroalcooleiro em Quirinópolis;
b. Implantar Centro Tecnológico de Grãos;
c. Viabilizar a trafegabilidade nas rodovias federais da região, com foco nas BR’s
(364, 060, 158, 452) com movimento mais intenso pelo escoamento da
produção;
d. Melhorar todas as rodovias estaduais da região;
e. Pavimentação/conclusão da GO-333 ligando Jandaia a Rio Verde (GO -174),
GO-461 (Doverlândia a Portelândia), dentre outras;
f. Pavimentação asfáltica de Chapadão do Céu/Itumirim (GO-206);
g. Liderar amplo movimento da classe política e sociedade civil para efetivação
da Ferrovia Norte-Sul, do ramal da Ferronorte na região e pela
construção/finalização dos anéis viários de Rio Verde e Jataí;
h. Construir Centro de Cultura, Lazer e Esportes.
Pólo de Desenvolvimento do Eixo da Ferrovia Norte - Sul

Projetos Prioritários

a. Estimular os 130 municípios da área de influência da FNS com:


Incentivos ao incremento da produção agropecuária e industrial
Dinamização dos pólos de produção de biocombustíveis;
Implantação de amplo programa de capacitação profissional utilizando os
galpões da VALEC;
b. Pavimentar os eixos rodoviários de acesso à Ferrovia;
c. Implantar logística de armazenagem e distribuição de mercadorias;
d. Viabilizar conexão com outros modais de transporte: aeroviário e hidroviário.;

e. Dotar os municípios sede dos pátios de transbordo de Porangatu, Uruaçu,


Santa Isabel/Goianésia, Jaraguá e Anápolis, de infraestrutura rodoviária,
viabilizando conexão satisfatória com modal ferroviário.
Projeto de Desenvolvimento do Oeste Goiano

Projetos Prioritários

a. Implantar Centros de Pesquisas e Desenvolvimento em mineração, leite e


pecuária de corte em Iporá, São Luiz de Montes Belos e Jussara;
b. Criar programa de distribuição de sêmen de gado de leite gratuitamente aos
produtores através do laboratório do APL Lácteo (central de coleta de sêmen
e embrião);
c. Pavimentação dos trechos regionais: Córrego do Ouro/S. L. M.
Belos/Adelândia, Anicuns/Turvânia, Cachoeira/Ivolândia/Amorinópolis,
Firminópolis/Aurilândia, Palmeiras/Palminópolis, 20 km da GO 174 ligando
Diorama a Montes Claros de Goiás, duplicação da GO 060 entre outros;
d. Apoiar os pequenos e médios produtores com assistência técnica, pesquisa,
defesa sanitária, seguro agrícola e segurança rural;
e. Construir Centro de Cultura, Lazer e Esportes.